Imagem: Reprodução

Na semana de aniversário da Biblioteca Pública de Santa Catarina (BPSC), foi lançada a publicação "A Imprensa Catarinense no Século XIX", com informações sobre a atividade jornalística do período. Trata-se de um catálogo descritivo e ilustrado do acervo de jornais raros disponíveis na Hemeroteca Digital Catarinense. A Biblioteca Pública é a instituição cultural mais antiga de Santa Catarina e completou 166 anos no dia 31 de maio.

O material é constituído por 193 títulos de periódicos. A publicação serve para orientar pesquisas, uma vez que traz informações do próprio acervo e indica periódicos que não estão na Biblioteca. Além disso, reúne imagens e é considerada um banco de dados para registro histórico.

O trabalho foi organizado pelos bibliotecários Alzemi Machado (BPSC) e Iraci Borszcz (Udesc). O catálogo faz parte de um esforço concentrado e articulado por diversas pessoas e instituições, incluindo bibliotecários, professores e estagiários vinculados à Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Biblioteca Pública de Santa Catarina (BPSC) e Instituto de Documentação e Investigação em Ciências Humanas (IDCH) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), entidades que viabilizaram a implementação da Hemeroteca Digital Catarinense.

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2571 / 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 

 


Imagem: FCC

Está aberto o cadastro de eventos, espaços, agentes e projetos culturais e artísticos em um mapa interativo para o setor cultural . Trata-se do Mapa Cultural SC, uma  plataforma que organiza e dá visibilidade à cultura em todo o estado de Santa Catarina. Podem se cadastrar pessoas físicas ou jurídicas, públicas ou privadas, grupos ou coletivos, oficinas ou ateliês, gestores e todos aqueles que desenvolvem alguma atividade no campo da cultura ou das artes em Santa Catarina.

A Fundação Catarinense de Cultura (FCC), dando continuidade ao trabalho já iniciado, reativa a campanha de cadastro na plataforma Mapa Cultural SC, e solicita que cadastros incompletos sejam concluídos.  

A lógica do Mapa Cultural SC é a localização, ou seja, possibilita encontrar quem trabalha com cultura ou arte nas diferentes cidades de Santa Catarina. O cadastro é rápido e simples e é uma forma de colaborar com o desenvolvimento das políticas públicas estaduais. 

Acesse aqui:http://mapacultural.sc.gov.br/

 >> Leia também:

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2571 / 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 



Durante o período de isolamento social, a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) está oferecendo diversas atividades virtuais para crianças e adultos. A Escolinha de Arte disponibiliza, semanalmente, tarefas de teatro, artes visuais e música, com propostas divididas por faixa etária de 5 a 12 anos.

O Museu da Imagem e do Som (MIS/SC) criou o espaço pedagógico virtual Casa de Ideias. O projeto apresenta materiais digitais com propostas de atividades com etapas de produção, história, técnicas e teoria nas áreas de fotografia, cinema e música.

Também, por meio de uma parceria com a Unisul, estão sendo transmitidas sessões de cinema on-line aos fins de semana.

A Biblioteca Pública de Santa Catarina abriu inscrições para o desafio virtual de desenhos “O Livro que eu Li”. Podem participar crianças de 0 a 14 anos e cada interessado deve escolher um livro que leu e desenhar algo relacionado à obra (uma cena, um episódio ou um personagem). O regulamento completo com todas as instruções e regras do desafio está disponível nesse link.  Como premiação, os ganhadores receberão um kit de livros infantojuvenis.

Um tutorial para acessar a Hemeroteca Digital Catarinense também foi elaborado para orientar pesquisas na plataforma.

Além disso, a Biblioteca é parceira nos Encontros com a Cultura Japonesa, que acontecem virtualmente às segundas-feiras e oferece ainda atividades da Oficina Literária Boca-de-Leão, com propostas de escrita criativa, clube de leitura e vivência em biblioterapia.

O Ateliê de Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis (Atecor) publicou uma videoaula sobre Equipamentos de Proteção Individual (EPI). A atividade é direcionada a profissionais que lidam diretamente com acervos em instituições públicas ou privadas.

Na mesma linha, o Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC) elaborou um vídeo para orientar a limpeza de obras de arte em casa.

O Sistema Estadual de Museus de Santa Catarina (SEM/SC) produziu uma cartilha com recomendações para proteção dos acervos, dos profissionais e do público durante a pandemia da Covid-19, voltada a instituições museológicas. O material segue as orientações do International Council of Museums (ICOM) Brasil, a partir das determinações emitidas pelas autoridades sanitárias do país.

Além disso, frequentemente estão sendo publicadas postagens, nas redes sociais, sobre curiosidades do acervo do MIS/SC, MHSC e Museu de Arte de Santa Catarina (MASC). Para completar, edições semanais do programa Miscuta estão sendo veiculadas na Rádio Udesc FM de Florianópolis e publicadas no site da FCC.

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2571 / 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 

 



O espaço pedagógico virtual do Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS), Casa de Ideias, traz nesta semana material sobre fotografia pin-hole que ensina a construir uma câmera fotográfica artesanal com materiais simples, como caixa de fósforo, agulha e fita isolante, entre outros itens.

>>>  Confira aqui o material completo sobre fotografia pin-hole

A Casa de Ideias foi lançada na última semana, explicando o processo de Antotipia, ou fotografia natural (confira aqui). O projeto apresenta, semanalmente, materiais digitais com propostas de atividades com passo a passo, história, técnicas e teoria nas áreas de fotografia, cinema e música.

As propostas podem ser desenvolvidas por qualquer pessoa sem sair de casa. O que antes ocorria no espaço pedagógico físico Caixa de Ideias, do MIS, agora tem sua versão digital denominada Casa de Ideias; sendo a casa das pessoas e o ambiente virtual esse novo espaço de atividades pedagógicas desenvolvidas pelo Museu.

Mais informações pelo e-mail agendamentomis@fcc.sc.gov.br

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2571 / 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 


 Foto: Carolina Rios/ FCC

Uma Rosa de Anita floresceu na semana passada no jardim do Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC), sediado no Palácio Cruz e Sousa, no Centro de Florianópolis. A muda foi plantada em fevereiro na presença da bisneta de Anita e Giuseppe Garibaldi, a italiana Annita Garibaldi. Autoridades estaduais e municipais também acompanharam o plantio.

A Rosa de Anita é o símbolo das comemorações de 200 anos de nascimento de Anita Garibaldi, que serão celebrados em 2021. Trata-se de uma flor híbrida desenvolvida por pesquisadores italianos para marcar o bicentenário de nascimento da heroína. A Fundação Catarinense de Cultura (FCC) coordena a comissão estadual criada para tratar das festividades.

Mudas da Rosa de Anita também foram plantadas nos municípios de Laguna, Imbituba, Tubarão, Anita Garibaldi, Lages, Curitibanos e Garopaba.

Os jardins do Palácio Cruz e Sousa estão fechados, nesse momento, como medida para conter a disseminação do coronavírus.

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2571 / 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 

 

 


Arte: Reprodução

O Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC) oferece gratuitamente a atividade Acompanhamento de Projetos em Fotografia, que será realizada por plataformas online de Ensino a Distância. As inscrições devem ser feitas via formulário digital (acesse aqui) até 2 de maio. Os selecionados serão avisados por email para agendamento de entrevista. O resultado final será divulgado na semana de 4 a 7 de maio.

>>> Inscreva-se aqui

São disponibilizadas 10 vagas aos inscritos, conforme critérios de ordem de inscrição, currículo, portfólio e entrevista. São pré-requisitos para participar da atividade: apresentação de currículo, portfólio, anteprojeto (que pode ser modificado depois) e entrevista, disponibilidade de tempo para leitura, observação de vídeos, além de elaboração de pequenos textos, fichas de leitura e resposta a questionários. Também serão realizados exercícios de obtenção de imagens. Exige-se ainda participação de orientação individual por escrito, videochamadas e coletiva agendada em web conferências.

É preciso ter também recursos técnicos mínimos como internet em celular e computador, com conexão que permita acessar vídeos nos ambientes Moodle, mensagens e videochamadas no Whatsapp e web conferência no Zoom e no Jitsi. O uso das plataformas gratuitas é requisito obrigatório.

A atividade ministrada pelo fotógrafo Sergio Sakakibara é dirigida a candidatos que já tenham algum conhecimento técnico e teórico em fotografia, podendo ser fotógrafos profissionais e amadores, artistas visuais, pessoas que queiram desenvolver um projeto de pesquisa em fotografia que resultem em um produto final. O objetivo é que, até o final do processo, os participantes tenham ao menos um projeto bem delineado, encaminhado e em processo de execução.

Será oferecida orientação de projetos em fotografia, com orientação teórica envolvendo leituras, documentação, narrativas, construções e séries temáticas, como também orientações técnicas com noções de expografia, diagramação, orientação de técnicas fotográficas digitais, químicas e experimentais. O resultado desse trabalho poderá ser apresentado em exposições, instalações, livros, páginas web, trabalhos acadêmicos em cursos, assim como participação em programas de mestrado, doutorado ou mesmo em editais e projetos de financiamento.

A maioria das atividades pode ser feita no horário de preferência do participante, com exceção da apresentação de abertura, marcada para 11 de maio, às 9h (podendo haver outras, a combinar). Serão oferecidas também algumas interações de orientação marcadas entre professores e aluno, conforme o desenvolvimento dos projetos.

A duração do curso é de seis meses, entre 11 de maio e 12 de novembro de 2020, com atividades, metas e avaliações mensais de participação obrigatória. Deixar de atingir ou participar resulta no cancelamento da vaga. Será fornecido certificado aos que concluam as atividades obrigatórias de todas as etapas.

Informações adicionais para a imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Cultura - FCC
E-mail: fernanda@fcc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-2571/ 98802-1822
Site: www.fcc.sc.gov.br


Foto: Márcio Henrique Martins / FCC

Por solicitação dos produtores culturais, as sessões do Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC) serão canceladas nos próximos dias. A medida foi tomada pelos realizadores das sessões e tem caráter preventivo ao alastramento do novo coronavírus, tendo em vista os casos já confirmados na Grande Florianópolis.

Está cancelada a sessão que ocorreria neste sábado, 14, do Cineclube Infantil. A organização da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, realizadora da iniciativa, suspendeu, também toda a programação prevista até o fim do mês de março.

Já o Cineclube Cinema Unisul, cujas sessões ocorrem de quinta-feira a domingo às 20h, suspendeu as exibições por duas semanas, a partir do dia 16 de março de 2020. As sessões desta sexta, sábado e domingo (13, 14 e 15 de março) estão mantidas.

Informações adicionais para a imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Cultura - FCC
E-mail: fernanda@fcc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-2571/ 98802-1822
Site: www.fcc.sc.gov.br


Foto: Márcio Henrique Martins / Ascom FCC

Aos 95 anos, o artista plástico Silvio Pléticos morreu na tarde desta segunda-feira, 9. Pléticos foi internado na sexta-feira com pneumonia e não resistiu. O velório será realizado a partir das 8h desta terça-feira, 10, no Espaço Lindolf Bell, no CIC, até as 19h, quando o corpo será encaminhado para o crematório de Palhoça. O governador Carlos Moisés lamenta a morte do desenhista e pintor que influenciou gerações.

“Santa Catarina se despede hoje de um grande artista que contribuiu muito para a cultura do Estado e deixa um legado não só por meio de suas obras, mas pela influência e ensinamentos compartilhados com outros artistas catarinenses”, destacou o governador.

Em abril de 2019, Pléticos foi homenageado durante as comemorações de 40 anos da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), quando uma de suas obras foi exposta no Espaço Lindolf Bell, no Centro Integrado de Cultura (CIC). No ano anterior, o artista teve suas obras expostas na mostra individual Pléticos - Espaço, Geometria e Construção, no Museu de Arte de Santa Catarina (MASC), com curadoria de João Otávio Neves Filho (Janga).

Atualmente, o público pode conferir duas obras de Pléticos na exposição Coleção Masc 70 anos: Natureza Morta (1963) e Gato e Peixe.

Cidadão honorário de Florianópolis e São José 

Nascido em Pula, atual Croácia, Pléticos se mudou para Florianópolis em 1968, depois de passar por Ribeirão Preto (SP) e Passo Fundo (RS). Na capital do Estado, segundo o curador Janga na ocasião de sua derradeira exposição no Masc, Pléticos se tornou interlocutor para uma geração de artistas catarinenses interessada no campo da experimentação plástica, de novos conceitos e propostas, utilização de novos materiais e procedimentos.

Ele foi diplomado pela Escola de Arte Aplicada de Zagreb, onde fez especialização em pintura mural. Estudou em Milão (Itália) e foi professor de desenho e pintura nas Escolas de Vondnjan, Fazana e Jursici, na Iugoslávia, nos anos 1950. 

Já no Brasil, foi Catedrático em Desenho e Pintura na Faculdade de Artes Plásticas de Ribeirão Preto (SP) e professor de Desenho e Pintura na Escola de Arte de Passo Fundo (RS).

Em Florianópolis foi responsável pelos Cursos de Desenho e Pintura do Masc. Em 1984, recebeu o título de Cidadão Honorário pela Câmara Municipal de Florianópolis. Em 1994, foi agraciado com a Medalha de Mérito Anita Garibaldi pelo Governo do Estado de SC. Já em 2000, Pléticos foi nomeado Cidadão Honorário de São José, cidade onde morou nos últimos anos de vida. 

Em 2001, o artista recebeu a Medalha de Mérito Cultural Cruz e Sousa, concedida pelo Governo do Estado de SC. A partir de 2010, dedicou-se ao ensino médio e orientação da arte em São José e São Pedro de Alcântara (SC), onde foi criado o Instituto de Cultura Sílvio Pléticos, organização sem fins lucrativos, políticos ou religiosos, do qual foi presidente de honra. 

Em São José, também foi professor de arte na Casa da Cultura Estácio de Sá, incentivador e participante da criação da Associação de Artistas Plásticos de São José e da Federação das Associações de Artistas Plásticos de Santa Catarina.

Pléticos deixa o filho adotivo Daniel. 

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2571 / 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 

 

 


Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

A Biblioteca Pública de Santa Catarina terá aulas gratuitas de espanhol básico a partir de abril. O objetivo da oficina é proporcionar aos participantes o conhecimento básico da língua espanhola, com exercícios de gramática, leitura e tradução de textos. As aulas serão ministradas nas quintas-feiras às 10h e as inscrições podem ser feitas neste link

Os materiais necessários para uso nas oficinas são: caderno, dicionário em espanhol, lápis e borracha. A ministrante da oficina, Lina Veira, é escritora e formada em Engenharia Sanitária e Ambiental pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Apaixonada pela língua espanhola, Lina tem experiência em aulas de espanhol desde 2009 quando atuou no Programa de Educação Tutorial no PET Letras UFSC.

Serviço
O quê: Aulas de espanhol básico com Lina Veira
Horário: quintas-feiras, das 10h às 11h
Local: Biblioteca Pública de Santa Catarina (Hall)
Início das aulas: 9 de abril (até 18 de setembro)
Público-alvo: acima de 15 anos
Vagas: 20

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2571 / 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 

 


Foto: Márcio Henrique Martins / FCC

O Núcleo de Ação Educativa (NAE) do Museu de Arte de Santa Catarina (Masc) está com inscrições abertas para a Oficina de Experimentação Artística para Famílias. O evento gratuito será no dia 7 de março, das 10h às 12h, no espaço Claraboia.

São oferecidas 20 vagas para adultos e crianças. Podem participar famílias com crianças de 6 a 12 anos e somente serão aceitas inscrições mediante o acompanhamento de familiares ou responsáveis durante a oficina.

O evento faz um diálogo com a exposição Thesaurus - Asp 70 anos, comemorativa aos 70 anos de nascimento do artista visual Carlos Asp. A mostra reúne desenhos pertencentes ao acervo do Masc, de colecionadores e do próprio artista. 

Para se inscrever, os interessados devem enviar e-mail para agendamentomasc@gmail.com com os seguintes dados:

  • Nome completo, idade e escolaridade de cada criança; 
  • Nome da escola em que a criança está matriculada;
  • Nome completo, idade, profissão e escolaridade dos adultos que acompanharão as crianças (pais e/ou responsáveis);
  • Telefone (residencial e/ou celular) para contato; 
  • Bairro/Cidade;

Mais informações podem ser obtidas diretamente com o NAE do Masc, pelos telefones (48) 3664-2632 / 2633 (de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h). 

O Museu está localizado no Centro Integrado de Cutura (CIC), na Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600, bairro Agronômica, em Florianópolis.

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2571 / 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br