Imagem: Divulgação

Estão abertas as inscrições para o desafio inclusivo Conte uma História, organizado pela Biblioteca Pública de Santa Catarina. A ação, voltada à comunidade catarinense de todas as faixas etárias, vai escolher nove histórias para fazerem parte de um e-book inclusivo que será publicado e divulgado gratuitamente pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), promotora da iniciativa em parceria com a Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), Associação Catarinense para Integração do Cedo (ACIC), Fundação Dorina D., Rede de Leitura Inclusiva e Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). O prazo de inscrições segue até 4 de outubro.

Interessados e interessadas em participar devem se inscrever no link, onde também estará disponível o regulamento do desafio. As histórias escolhidas serão divulgadas no dia 5 de novembro de 2020.

O objetivo da Biblioteca Pública de Santa Catarina com este desafio é oferecer à comunidade uma atividade interativa e lúdica durante o período de isolamento social em decorrência da pandemia de Covid-19. Os participantes deverão enviar histórias pessoais, relatos ou crônicas escritas, gravadas ou filmadas de temática livre, todos produzidos na língua portuguesa ou na Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS).

Dúvidas poderão ser enviadas pelo e-mail bpscdesafioinclusivo@gmail.com ou telefone (48) 3028-8061, em no máximo até três dias antes da data final das inscrições.

Acessibilidade

Confira os textos também em Língua Brasileira de Sinais (Libras):

:: Release de divulgação do Desafio Inclusivo
:: Formulário de Inscrição
:: Regulamento completo do Desafio

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 



A Comissão Permanente de Licitação da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), responsável pela análise das inscrições no Prêmio Catarinense de Cinema 2020, divulga a lista dos projetos admitidos e inadmitidos nesta etapa do Edital. Dos 386 inscritos, 96% (371) foram considerados aptos a seguirem na disputa pelos recursos.

>>> Confira a lista de admissibilidade de inscrições

Os critérios para a inadmissibilidade estão descritos no item 9.2 do Edital. Interessados em interpor recursos sobre esta etapa têm entre 0h01 de sete de setembro e 23h59 de 11 de setembro de 2020 para fazê-lo. O resultado da análise dos recursos será divulgado em 23 de setembro de 2020, conforme o cronograma do Edital.

Na edição deste ano, o Prêmio Catarinense de Cinema irá distribuir R$ 5 milhões a projetos de 13 categorias, divididos em quatro modalidades. Promovido pela FCC desde 2001, o Prêmio Catarinense de Cinema tem por objetivo fomentar o setor audiovisual no estado de Santa Catarina.

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 



Em Santa Catarina as inscrições para o Inciso I da Lei Aldir Blanc (renda emergencial para pessoa física) serão realizadas na plataforma MapaCulturalSC. O prazo ainda não começou.

Enquanto isso, a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) solicita que seja feito o cadastro no MapaCulturalSC. Ele será necessário para poder concluir a inscrição e solicitar os benefícios da Lei.

Todas as informações oficiais serão divulgadas no site cultura.sc.gov.br, inclusive sobre abertura de inscrições e prazos.

>>> Clique aqui para ler as informações sobre a Lei Aldir Blanc em SC

A Lei Nº 14.017, de 29 de junho de 2020, chamada Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor cultural a serem adotadas durante o estado de calamidade pública.

>>> Clique aqui para acessar a Central de Ajuda

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 



Imagem: Alfredo Nicolaiewsky /Divulgação

O Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS- SC) recebe a exposição virtual Arte/Cinema: do abismo de um sonho a outras histórias, do artista Alfredo Nicolaiewsky, no dia 4 de setembro. A mostra, que tem curadoria da professora Nara Cristina Santos, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), será realizada nas páginas do MIS no Facebook e Instagram, por meio de posts em formato de vídeo com narração simultânea.

Os trabalhos exibidos – pela primeira vez em formato digital – são compostos por imagens de filmes capturadas pelo artista, justapostas a fotografias autorais. O conjunto propõe uma nova narrativa, na qual as relações interpessoais, o espaço-tempo e a própria relação entre a Arte e o Cinema podem assumir diversas interpretações.

As obras que fazem parte da exposição foram desenvolvidas por Nicolaiwesky no período do seu pós-doutorado (2015/2016), na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, em Portugal. Em mais de 40 anos de carreira, o artista, que também é professor do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), já trabalhou com desenho, aquarela, fotografia e com apropriação e justaposição de imagens de diversas origens, a partir de imagens do cinema. A exposição contará ainda com um trabalho experimental no qual Nicolaiewsky apresenta sua poética na linguagem do vídeo.

Arte/Cinema: do abismo de um sonho a outras histórias é uma promoção do MIS-SC, em parceria com o Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais (LABART) do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais (PPGAV) da UFSM. Adaptada para o formato online, a mostra havia sido planejada para acontecer in loco no MIS, o que não foi possível devido à pandemia de Covid-19.

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 



Dos 1.251 projetos enviados à edição de 2020 do Prêmio Elisabete Anderle, 1.097 foram considerados aptos a continuar concorrendo, após passarem pela etapa de admissibilidade. A lista completa dos admitidos pode ser conferida na plataforma de inscrições do Edital.

A admissibilidade é a etapa de caráter eliminatório, que compreende triagem e verifica se a proponente cumpriu todas as exigências previstas para inscrição no Prêmio. De acordo com o cronograma do Edital, as proponentes têm das 0h01 de 25 de agosto às 23h59 de 31 de agosto para entrar com recursos sobre a decisão. O resultado da análise dos recursos será divulgado no dia 14 de setembro.

Na edição deste ano, a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) vai distribuir R$ 5,6 milhões a 215 projetos culturais de todas as regiões de Santa Catarina. Mais uma vez a premiação está dividida em três editais: Patrimônio e Paisagem Cultural, Artes Populares e Artes.

Do total de inscritos, 536 eram da Grande Florianópolis; 212 do Vale do Itajaí; 186 da região Norte do estado; 170 do Oeste; 93 do Sul; e 54 da região Serrana. Entre as áreas, a que mais recebeu projetos foi Artes (795), seguido por Artes Populares (233) e Patrimônio e Paisagem Cultural (223).  

EDITAL: Artes - 795 inscrições

  • Artes Visuais: 152
  • Dança: 94
  • Literatura: 200
  • Música: 185
  • Teatro: 164

EDITAL: Artes Populares - 233 inscrições

  • Artes Circenses: 39
  • Cult. Povos Indígenas: 24
  • Cult. Popular e Diversidades: 121
  • Cult. Negras e Afro Brasileiras: 49

EDITAL: Patrimônio e Paisagem Cultural - 223 inscrições

  • Bibliotecas Públicas: 9
  • Museus: 21
  • Patrimônio Imaterial: 123
  • Patrimônio Material: 70

Todas as informações sobre o Prêmio Elisabete Anderle 2020 podem ser conferidas na plataforma de inscrições em elisabeteanderle.idcult.com.br. 

Prêmio Catarinense de Cinema recebe 386 inscrições

A edição do Prêmio Catarinense de Cinema de 2020 recebeu 386 propostas de todo o estado. A categoria que mais teve projetos enviados foi a de curta-metragem A, com 123 inscrições recebidas.

A partir de agora, a Comissão Permanente de Licitação (CPL) da FCC procederá ao exame da admissibilidade das inscrições apresentadas. O resultado desta etapa está previsto para ocorrer no dia 4 de setembro, conforme cronograma do Prêmio. Depois, as proponentes terão de 7 a 11 de setembro para enviar seus recursos.

Na edição deste ano, o Prêmio Catarinense de Cinema irá distribuir R$ 5 milhões a projetos de 13 categorias, divididos em quatro modalidades. Promovido pela FCC desde 2001, o Edital tem por objetivo fomentar o setor audiovisual no estado de Santa Catarina.

Mais informações na plataforma de inscrições do edital: premiocatarinensedecinema.idcult.com.br.   

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 




Foto: Julio Cavalheiro / Arquivo / Secom

O setor cultural catarinense receberá auxílio emergencial para diminuir os prejuízos econômicos decorrentes da pandemia de coronavírus. A Medida Provisória 229, que estabelece o benefício, foi editada pelo governador Carlos Moisés e publicada nesta segunda-feira, 17, no Diário Oficial do Estado (DOE).

“O Governo do Estado está sensibilizado com o momento crítico que a categoria enfrenta e acredita que essa medida ajudará a mitigar os efeitos econômicos negativos do setor”, declarou o governador.

Os recursos que vão garantir os repasses são de transferências orçamentárias fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda e da Casa Civil à Fundação Catarinense de Cultura (FCC). No total, serão destinados R$ 4 milhões para pagamento dos benefícios, dos quais R$ 2 milhões são de devolução do Duodécimo pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina.

“Fizemos um esforço conjunto para conseguir alcançar esses valores ao setor cultural, e acreditamos que será de extrema importância para muitos trabalhadores e empresas no Estado”, reforçou o chefe da Casa Civil em exercício, Juliano Chiodelli.

A Medida Provisória estabelece que os valores serão destinados para remuneração de trabalhos realizados por profissionais e pessoas jurídicas residentes em Santa Catarina, com comprovada atuação no setor cultural entre 1º de janeiro de 2019 e a data de publicação desta MP.

Os critérios para escolha dos trabalhos e dos candidatos serão definidos em edital de chamamento público, que será executado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC).

“Esta Medida Provisória é importante para dar garantia jurídicas ao auxílio emergencial, viabilizado pelo Governo do Estado e pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), que vai contribuir com os trabalhadores e fazedores da cultura, tão abalados pelo pandemia da Covid-19. Na elaboração da MP, a FCC contou com a parceria da Casa Civil e dos órgãos controladores do Estado”, declarou a presidente da FCC, Ana Lúcia Coutinho.

Para participar do edital é preciso que o profissional ou empresa comprove apresentação de inscrição homologada em pelo menos um dos cadastros: no Mapa Cultural SC, no Cadastro Nacional de Empreendimentos Econômicos (Cadsol), no Cadastro de Pontos e Pontões de Cultura ou no Sistema Estadual de Museus de Santa Catarina.

O pagamento dos trabalhos vai variar entre R$ 500 e R$ 3 mil, dependendo da modalidade.

Informações adicionais à imprensa
Márcia Callegaro
Assessoria de Comunicação
Casa Civil
E-mail: comunicacao@casacivil.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2104 / 98842-8479
Site: www.scc.sc.gov.br
www.fb.com/casacivilsc / @CasaCivilSC


Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br


Imagem: Divulgação

Municípios catarinenses já podem fazer o cadastro na Plataforma +Brasil para receber, futuramente, os recursos provenientes da Lei Aldir Blanc, criada para auxiliar o setor artístico e cultural devido às restrições das atividades causadas pela pandemia de Covid-19.

Lei Aldir Blanc foi sancionada no mês de junho e aguarda regulamentação. Nesse momento o recurso será repassado aos estados e municípios, que terão a responsabilidade de fazer a distribuição. Santa Catarina receberá R$ 97,6 milhões. Desse montante, cerca de R$ 45 milhões virão para o Governo do Estado, por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e os outros R$ 52 milhões serão encaminhados diretamente aos municípios catarinenses.

Para operacionalizar esse repasse, será utilizado um sistema integrado que busca reunir as diferentes modalidades de transferências de recursos da União para estados e municípios.

Clique aqui para aprender a fazer o cadastro e consultar dados

Para o cadastro na Plataforma + Brasil será necessário criar um perfil, com dados básicos e informações sobre o Fundo para o qual será transferido o recurso ou, ainda, outros dados bancários caso não exista fundo especifico, assim como os dados dos gestores. Dúvidas poderão ser esclarecidas por meio do telefone 0800 978 9008.

Gestor municipal: clique aqui para saber como usar a Plataforma + Brasil

Vale destacar que o recurso da Lei Aldir Blanc poderá ser usado para pagamento de renda emergencial mensal aos trabalhadores da cultura (em parcelas de R$ 600), subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos e culturais (entre R$ 3 mil e R$ 10 mil) e iniciativas de fomento cultural, como editais, chamadas públicas, prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor cultural e outros instrumentos destinados à manutenção de agentes, espaços, iniciativas, cursos, produções, entre outros.

Fonte: Agência Brasil

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 


Foto: Julio Cavalheiro / Arquivo / Secom 

O setor cultural catarinense receberá R$ 97,6 milhões do Governo Federal em auxílio por conta das restrições às atividades causadas pela pandemia de Covid-19. O valor foi definido nesta sexta-feira, 31 de julho, pelo Ministério do Turismo, mas ainda não foi divulgada a data para o repasse. Do montante, aproximadamente R$  45 milhões virão para o Governo do Estado e os outros R$ 52 milhões serão encaminhados diretamente para os municípios catarinenses.

Segundo a presidente da Federação Catarinense de Cultura (FCC), Ana Lúcia Coutinho, foi criado um grupo responsável especificamente para operacionalização da Lei Aldir Blanc em Santa Catarina. Ela salienta que o recurso é importante para amenizar os prejuízos sofridos pela área cultural.

“Estamos trabalhando para que o auxílio emergencial chegue de forma organizada, segura e célere àqueles que vivem da arte, trabalhadores da cultura e espaços culturais de todos os cantos do território catarinense. Esse importante recurso não só amenizará o setor cultural, tão prejudicado pela pandemia, como contribuirá com o aquecimento da economia estadual. É importante que os municípios estejam atentos aos prazos que constituem seus grupos de trabalho. Essa será uma tarefa de todos! A consciência coletiva é necessária para que o processo realmente atinja o que está determinado na Lei", afirma Coutinho.

Recurso pode ser usado para pagar trabalhadres

O recurso poderá ser usado para pagamento de renda emergencial mensal aos trabalhadores da cultura – R$ 600 pelo período de três meses -,  subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos e culturais – entre R$ 3 mil e R$ 10 mil – e iniciativas de fomento cultural, como: editais, chamadas públicas, prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor cultural. Também são permitidos outros instrumentos destinados à manutenção de agentes, de espaços, de iniciativas, de cursos, de produções, entre outros.

Estados e municípios ainda aguardam, no entanto, a regulamentação da Lei Adir Blanc, para saber quais atribuições ficarão a cargo dos estados e quais ficarão com os municípios. Ao todo, o setor cultural brasileiro receberá um aporte de R$ 3 bilhões, estabelecido pela Lei 14.017/2020, mais conhecida como Lei Aldir Blanc, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro em 29 de junho. 

Desse total, a Região Sul ficará com R$ 410 milhões. Além dos R$ 97,6 milhões para Santa Catarina, o Paraná ficará com R$ 157,5 milhões e o Rio Grande do Sul com R$ 154,9 milhões.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


 Imagem: FCC

Na próxima semana, a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) promoverá duas transmissões ao vivo abertas ao público, para que os interessados em enviar projetos aos editais Elisabete Anderle e Prêmio Catarinense de Cinema 2020 possam tirar suas dúvidas. As lives terão tradução simultânea para Língua Brasileira de Sinais (Libras). Os editais estão com inscrições on-line abertas (saiba mais aqui).

A primeira live ocorrerá na segunda-feira (3) e contará com a participação do coordenador do Edital Elisabete Anderle 2020, Luiz Nilton Corrêa. A segunda será na quarta-feira (5) e terá a presença virtual de Ana Lígia Becker, coordenadora do Prêmio Catarinense de Cinema deste ano. Ambas as transmissões começam às 19h, no canal de vídeos da FCC no YouTube. As perguntas poderão ser enviadas pelo chat da transmissão ao vivo.

Outros eventos virtuais também estão sendo realizados em parceria com entidades e prefeituras.

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 

A Fundação Catarinense de Cultura (FCC) publicou nesta quinta-feira, 23, o resultado da seleção para credenciamento de profissionais do setor cultural e artístico que irão compor o Banco de Avaliadores e/ou Pareceristas de projetos inscritos em editais e prêmios realizados pelo órgão. A classificação com a pontuação está disponível no link abaixo:

>>> BANCO PARECERISTAS  E AVALIADORES - FCC 

A lista traz nomes de profissionais do ramo das artes, de patrimônio e do setor audiovisual.  O edital é válido por um prazo de dois anos, prorrogável por mais dois.

Após a publicação do resultado final no Diário Oficial do Estado, os candidatos credenciados poderão ser convocados para habilitação e contratação -respeitando a ordem de classificação e o número de vagas abertas - para prestarem serviço como avaliadores e/ou pareceristas em editais gerenciados pela FCC. A convocação será mediante correspondência eletrônica (e-mail).

Cronograma:

ETAPA PRAZO DATA
Período de Inscrição 45 1/06 a 15/07
Avaliação da Documentação 5 16/07 a 22/07
Lista Preliminar de Classificados - 23/07
Recursos 5 24/07 a 30/07
Resultado Recursos 5 31/07 a 06/08
Resultado Final Credenciamento - 07/08

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br