Encontre serviços e notícias do Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Verão SC: Programa Praia Acessível



Oportunidades


BANNER DEFICIENTES 01



A Agência de Desenvolvimento do Turismo de SC (Santur) lança nesta segunda-feira, 20, uma licitação para estruturar a Central de Inteligência Turística de Santa Catarina. Até 30 de janeiro as empresas interessadas poderão enviar propostas e participar da disputa, que inicia às 14h15.

A licitação será realizada na modalidade pregão eletrônico do tipo menor preço por item, para selecionar contratação de empresa para o fornecimento de licença de uso para plataforma de Big Data e Inteligência. O pregão eletrônico será realizado à distância em sessão pública via Sistema Integrado de Licitações do Estado (LIC). Poderão participar empresas interessadas que atenderem às exigências estabelecidas no edital 002/2020 e que estejam inscritas no Cadastro Geral de Fornecedores do Estado de Santa Catarina, para liberação de chave identificação e de senha pessoal.

A contratação inclui a aquisição de licença de uso de plataforma de Big Data e Inteligência, com acesso à base de dados disponível para Pessoa Física e Jurídica com abrangência estadual, serviços de manutenção, suporte técnico, atualização de dados, customização, modelagem de dados, treinamento, na modalidade SaaS (Software as a Service) e especificações técnicas constantes no Anexo I do edital.

“A Central de Inteligência Turística é um dos eixos centrais para consolidar o destino turístico e integra dados socioeconômicos, ambientais, de consumo de insumos (água, luz, lixo, outros), de circulação (aéreo, rodoviário, outros), entre outras fontes relacionadas à economia do turismo. Para isso, a implantação de uma estrutura para o monitoramento e análise de dados é fundamental”, destaca a diretora de Estudos e Inovação da Santur, Luana Emmendoerfer.

O edital do pregão foi publicado no Diário Oficial de Santa Catarina no dia 17/01/2020. Interessados em participar da disputa podem acessar informações adicionais no processo Santur 02/2020, neste link.

Informações adicionais para a imprensa:
Renan Koerich
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina - Santur
E-mail: renan@santur.sc.gov.br
Fone: (48) 3665- 7480​ / (48) 9-9959-8096
Site: www.turismo.sc.gov.br 




Imagens: Divulgação / Fapesc

O ano de 2020 começa com oportunidades para quem está procurando uma vaga no mercado de trabalho. A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) está com inscrições abertas para bolsas na Rede Catarinense de Centros de Inovação e na área de Recursos Hídricos na Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE). São 47 vagas em diversas cidades do estado voltadas para profissionais com graduação.

No caso dos bolsistas para os Centros de Inovação, a inscrição precisa ser feita até 24 de janeiro. As bolsas são destinadas para candidatos com, no mínimo, nível de graduação. Eles devem desenvolver ações como a realização de workshops, summits, hackathons, coworkings, living labs, encontros de inovação, propriedade intelectual, governança inteligente, open innovation, entre outros.

Serão selecionados 30 bolsistas, sendo dois para cada um dos Centros de Inovação já em atividade ou para o comitê de implantação. As cidades contempladas são as que integram a Rede Catarinense de Centros de Inovação: Blumenau, Brusque, Caçador, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joaçaba, Joinville, Lages, Rio do Sul, São Bento do Sul, Tubarão e Videira.

"Em Santa Catarina, aliamos potencialidade da mão de obra qualificada à inovação, com o intuito de fortalecer o mercado e incentivar a criação de demandas e soluções de ponta para os desafios econômicos, sociais e ambientais do nosso estado”, avalia o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino.

Quem pode participar

A submissão da proposta na Fapesc deve ser realizada por um coordenador vinculado à empresa privada pertencente ao ecossistema de inovação local. Ou seja, não é o bolsista que deve apresentar a proposta, mas o coordenador. Quem tiver interesse na vaga pode procurar o Centro de Inovação ou o comitê de implantação de sua cidade ou região.

“Nossa intenção é fortalecer a Rede Catarinense de Centros de Inovação, que por sua vez é muito importante para o ecossistema de inovação e para o desenvolvimento econômico de cada região de Santa Catarina. Neste edital, a intenção é facilitar o acesso à mão de obra qualificada para colocar várias ações em prática”, destaca o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen.

O candidato terá que se dedicar por 30 horas semanais ao projeto. O valor da bolsa é de R$ 3,5 mil mensais por 12 meses.
O total disponibilizado para o programa é R$ 1,26 milhão, sendo R$ 630 mil da Fapesc e a outra metade do CNPq. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável também é parceira do programa.

Bolsas para área de Recursos Hídricos

Já as inscrições para as bolsas na área de Recursos Hídricos terminam no dia 23 de janeiro. Os bolsistas irão integrar o Programa de Apoio à Pesquisa Aplicada nas Áreas de Recursos Hídricos e Saneamento da Secretaria do Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável.

Os 17 bolsistas selecionados irão atuar no âmbito do segundo ciclo do Programa de Consolidação do Pacto Nacional pela Gestão das Águas (Progestão). Para participar, é necessário ter graduação e comprovada experiência na área específica de seleção. As bolsas são para as modalidades de Hidrologia, Barragem, Instrumentos de Gestão, Geologia, Planejamento de Recursos Hídricos 1 e 2, Saneamento, Administrativo/Contabilidade e para os Comitês Cubatão, Tijucas e Camboriú.

As vagas são para Florianópolis e as bolsas variam entre R$ 2,5 mil e R$ 4 mil.

Inscrições

As inscrições para os dois programas devem ser realizadas na Plataforma Fapesc, no site www.fapesc.sc.gov.br.

Informações adicionais para imprensa:
Francieli Oliveira
Assessoria de Imprensa
Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de SC - Fapesc
E-mail: francieli@fapesc.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-4812 / 9.9927-4159
Site: www.fapesc.sc.gov.br 


Placa de imprópria alterada. O escrito em vemelho sempre indica que o local não é recomendado para banho - Foto: Divulgação / IMA

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) alerta os banhistas para os recorrentes atos de vandalismo às placas de balneabilidade. Recém-instaladas no litoral catarinense, a sinalização, especialmente nas praias de Canasvieiras, Cachoeira do Bom Jesus e Ingleses, em Florianópolis, são frequentemente danificadas, o que pode comprometer a saúde da população e turistas.

Em alguns locais, a indicação IMPRÓPRIA é alterada para própria, pois a sílaba IM é retirada. De toda forma, o IMA chama a atenção dos usuários para as cores, pois a impropriedade é sinalizada também pela cor vermelha. Por isso, mesmo que alterada, a cor permanece indicando que o local não está adequado para mergulho. Já a própria é indicada pelo escrito em verde.


Foto: Mauricio Vieira / Secom

O segundo período de matrículas de alunos na rede estadual de ensino começa nesta quinta-feira, 23, com 145 mil vagas disponíveis. O cadastro deve ser feito pelos pais ou responsáveis na plataforma on-line da Secretaria de Estado da Educação, que será aberta a partir das 9h de quinta e fechada às 23h59 do dia 29 de janeiro. As vagas serão preenchidas por ordem de acesso, ou seja, ficarão reservadas para quem solicitar primeiro.

Ao fim do cadastro on-line, será gerado um protocolo de pré-matrícula que deve ser anotado. Para efetivar a matrícula, os pais do estudante devem comparecer à escola entre os dias 23 e 30 de janeiro, com o protocolo e a seguinte documentação: certidão de nascimento ou carteira de identidade, histórico escolar, atestado de frequência, comprovante de residência, uma foto 3x4 e a carteira de vacinação.

Apesar de encontrar diversas vagas disponíveis durante o cadastro, o zoneamento ainda deve ser considerado para efetivação da matrícula. O critério utilizado pela unidade de ensino é a comprovação de que o estudante mora em até três quilômetros de distância da escola. Se não houver mais vagas neste perímetro, os pais devem fazer a matrícula dos alunos na escola mais próxima.

A matrícula para estudantes de Ensino Médio nesse período será presencial apenas nos Centros de Educação Profissional (Cedup). Nesse caso, os responsáveis devem levar toda a documentação no momento em que forem solicitar a matrícula na escola. Outra modalidade com cadastro presencial a partir de 23 de janeiro contempla os Centros de Educação de Jovens e Adultos (Ceja).

Rede estadual tem 27% das vagas disponíveis

As 145 mil vagas disponíveis para matrícula equivalem a cerca de 27% dos 538.542 alunos que iniciaram o ano letivo de 2019 na rede estadual de ensino. A maioria das vagas foi preenchida após a primeira fase de matrícula, que ocorreu em novembro de 2019, tanto que algumas escolas estão com quase todas as vagas preenchidas – principalmente no período matutino.

Os alunos que estiverem sem vaga após o dia 30 de janeiro ainda poderão matricular-se nas unidades de ensino da rede estadual. Para o cadastro nas vagas remanescentes, os responsáveis pelos estudantes devem comparecer presencialmente à escola com a mesma documentação exigida nas demais etapas de matrícula.

Todas as unidades terão um posto de atendimento com computador durante o período de matrícula para auxiliar o cadastro dos estudantes. As Coordenadorias Regionais de Educação e equipes escolares também estarão disponíveis para tirar as dúvidas dos responsáveis dos alunos, de forma presencial ou por telefone.

Mais 2,5 mil novas vagas no Estado

A abertura de duas novas escolas, a construção de 10 salas de aula modulares e a oferta de mais 120 vagas em uma unidade escolar abrem mais 2,5 mil vagas na rede estadual de Ensino para o ano letivo de 2020. A oferta está nas cidades de Chapecó, Palhoça e Florianópolis.

Em Chapecó, a abertura da EEB Zitta Flach e de 120 vagas de Ensino Médio na EEB Professora Irene Stonoga proporcionarão 1,3 mil novas vagas para o ano letivo de 2020. Além das vagas para os anos finais do Ensino Fundamental e Médio em três turnos, a Zita Flach trará uma novidade para a educação catarinense com o modelo smartschool, que conta com um Espaço Maker para trabalhar com os alunos a cultura do aprender por meio de experimentos. Até 790 das 1,2 mil novas vagas da EEB Zitta Flach serão abertas já no início do ano, com matrículas para o Ensino Fundamental e o Médio. Atualmente, parte das instalações atende a 350 alunos da EEB Zélia Scharf, que teve em 2019 a reforma completa iniciada pela SED. 

Na EEB Professora Irene Stonoga, o ingresso no programa das escolas cívico-militares do Governo Federal gerou a abertura das novas vagas para o Ensino Médio. Outra nova escola e com adesão ao programa das escolas cívico-militares, a EEB Professor Ângelo Cascaes Tancredo, em Palhoça, inicia o ano ofertando 600 vagas. A escola tem capacidade de atender até 900 alunos, demanda que será absorvida ao longo do ano letivo.

Em Florianópolis, a SED assina nesta semana a ordem de serviço para a construção de 10 salas de aula em estrutura modular, em que o modelo de construção é mais ágil, para abrir mais 600 vagas a alunos do Norte da Ilha. As salas ficarão em terreno anexo à EEM Jacó Anderle, atendendo à demanda reprimida por vagas na região. O anexo deve ser concluído antes do fim do primeiro trimestre letivo.

Informações adicionais para imprensa:
Gabriel Duwe de Lima
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Fone: (48) 3664-0347 
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
www.sed.sc.gov.br 



Página 1 de 664

Conecte-se