Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Conheça o novo RG disponível em Santa Catarina

Oportunidades

Próximos eventos


Foto: Márcio Henrique Martins / FCC

Como forma de estimular a leitura entre os mais jovens, a Biblioteca Pública de Santa Catarina vai premiar os leitores com idades entre 0 e 18 anos que mais fizeram empréstimos de títulos no setor Infantojuvenil durante 2019. O prêmio Estrela da Leitura será entregue no dia 30 de outubro, às 18h, no auditório da BPSC.

A iniciativa, que existe desde 2015, pretende estimular a leitura na infância. Além do reconhecimento, os leitores serão premiados em duas categorias: livros infantojuvenis (subdividida por faixa etária de 0 a 7 anos, de 8 a 11 anos e de 12 a 17 anos); e gibis de 0 a 18 anos. Serão premiados três leitores em cada faixa etária com um kit de livros e um na categoria gibis. Além disso, o primeiro lugar de cada faixa etária da categoria livros infantojuvenis também ganhará um par de ingressos para o parque Beto Carrero World.

Informações adicionais para imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br


Foto: Divulgação / GVG

A vice-governadora Daniela Reinehr e a equipe da Secretaria de Estado da Educação (SED) estiveram nesta sexta-feira, 18, na Escola de Educação Básica Zitta Flach, em Chapecó. As atividades na unidade começam no início do próximo ano letivo, e esta será a primeira escola do Governo do Estado a ter o Espaço Maker, que valoriza a aprendizagem criativa por meio de ferramentas artesanais e tecnológicas.

O espaço também terá Google for Education, que promete criar um ambiente virtual de aprendizagem. “Muita inovação, tecnologia e conhecimento serão oferecidos. Os projetos já estão sendo executados, e há muitas ideias de uso para o espaço, como a oferta de cursos técnicos em áreas que são necessidades da região”, informou a vice-governadora.

Daniela Reinehr destacou que há 15 anos a comunidade esperava pela obra. “Ainda hoje, ao visitar esse espaço, me emociono, pois este é um dos resultados que a população esperava. Os desafios são muitos, mas mais forte do que isso são nossos sonhos de fazer uma Educação cada vez melhor em Santa Catarina. E eu me sinto especialmente feliz em estar em Chapecó e fazer parte deste projeto”.

A diretora de Ensino da SED, Zaida Petry, destacou a qualidade da estrutura e as inúmeras possibilidades de tornar a escola referência em uma educação inovadora, tecnológica e humanizada. “Não é só uma bela estrutura, vai muito além disso ao criar um modelo de escola que poderá ser replicado para todo o nosso Estado. Estamos cumprindo com o que nos foi solicitado pelo governador Carlos Moisés, pela vice-governadora Daniela Reinehr e pelo secretário da Educação, Natalino Uggioni”, afirmou.

Acompanharam a visita a coordenadora Regional de Educação de Chapecó, Janize Scussiato de Oliveira, a gerente de Ensino Médio e Profissional, Maria Tereza Cobra, a gerente de Modalidades, Programas e Projetos da SED, Beatris de Andrade, e a integradora de Educação de Chapecó, Adriana Zani.

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria do Gabinete da Vice-Governadora
Elisabety Borghelotti
Fone: (48) 3665-2281 | (48) 98843-5460
E-mail: comunicacao@gvg.sc.gov.br

Fotos: Júlio Cavalheiro/Secom

O presidente da República, Jair Bolsonaro, participou da aula magna do Curso de Formação Profissional da Polícia Rodoviária Federal (PRF), realizada na tarde desta quinta-feira, na Academia Nacional da PRF (ANPRF), em Florianópolis. O governador Carlos Moisés acompanhou a solenidade, assim como os ministros Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) e Damares Alves (Mulher, da Família e dos Direitos Humanos), e o diretor-geral da PRF, Adriano Furtado.

Na cerimônia, Bolsonaro desejou sucesso aos novos policiais e afirmou que "não existe satisfação maior do que ser reconhecido pelo seu trabalho". Ele destacou a "mudança de paradigma" na forma de governar e encarar o trabalho policial. “Temos que trabalhar em equipe. Ninguém faz nada sozinho. Eu e meus 22 ministros temos que ter capacidade para nos anteciparmos a problemas, assim como vocês, na pista. Porque antes de socorrer, o melhor é prevenir os acidentes", afirmou o presidente. 

::: Confira mais imagens na galeria

Este é o maior curso de formação da história da instituição. São 1.168 mil alunos, divididos em 32 turmas. Ao fim do curso, previsto para encerrar em dezembro, os novos policiais farão a cobertura de aproximadamente 70 mil quilômetros de rodovias federais em todo o país.

O governador Carlos Moisés enfatizou o apoio que o Estado vem recebendo do Governo Federal. "Todos os ministros sempre estão muito presentes em Santa Catarina. O presidente Jair Bolsonaro está honrando o expressivo apoio que recebeu do povo catarinense", frisou.

Conforme o chefe do Executivo estadual, há um trabalho conjunto entre as esferas para aproximar cada vez mais as forças de segurança, e os resultados já aparecem com reduções nos índices de criminalidade em Santa Catarina e no Brasil. "É impossível prestarmos um bom serviços de segurança pública sem estarmos integrados. Sempre que um policial rodoviário federal precisar do apoio de um policial militar ou civil, será prontamente atendido", afirmou o governador.

O ministro Moro relatou que houve sensibilidade por parte do presidente quanto à importância dos recursos humanos para o bom andamento dos trabalhos na segurança das rodovias federais. "O Governo Federal tem valorizado significativamente a PRF. No fim do dia, tudo depende do homem e da mulher da ponta. O policial dedicado que está sempre atento à sua missão e à sua tarefa", afirmou.

Complexo de tiro

Bolsonaro também inaugurou o complexo de tiro da ANPRF. O espaço conta com seis mil metros quadrados e está preparado para treinamentos de diversas técnicas de disparo, como em movimento e embarcado na viatura. A comitiva federal ainda acompanhou uma exposição temática sobre as atividades da PRF.

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99605-9196
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC

O Dia D de vacinação contra o sarampo em Santa Catarina é neste sábado, 19. As unidades de saúde vão ficar abertas das 8h às 17h para a aplicação de doses em crianças entre seis meses e menos de cinco anos (4 anos, 11 meses e 29 dias).

Do início da campanha, no dia 7 de outubro, até o dia 16, 44,5 mil crianças já compareceram aos postos de saúde catarinenses para atualizar a caderneta de vacinação. Destas, 14.110 (31,66%) precisaram tomar a vacina, as outras estavam com as doses em dia.

De acordo com a gerente de imunização da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC), da Secretaria de Saúde de Santa Catarina, Lia Quaresma Coimbra, esses dados mostram que os pais estão preocupados com a saúde e o bem-estar dos filhos. “Os pais estão levando os filhos para vacinar e essa iniciativa é bem importante para afastar o sarampo do estado”, ressalta a gerente.

 

Crianças que compareceram

Crianças que receberam

6 a 11 meses

9.267

6.494

1 ano

10.631

5.262

2 anos

8.293

1.086

3 anos

8.537

954

4 anos

10.566

1.104

TOTAL

44.567

14.110

Fonte: municípios de SC

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), aproximadamente 69 mil crianças entre 6 meses a menores de 5 anos ainda precisam ser vacinadas em Santa Catarina.

Informações adicionais para imprensa:
Amanda Mariano
Bruna Matos
Patrícia Pozzo
Assessoria de Imprensa
Diretoria de Vigilância Epidemiológica de SC
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
Instagram: @divesantacatarina Facebook: Dive Santa Catarina
Fone: (48) 3664-7406/(48) 3664-7402/(48) 3664-7385
Site: www.dive.sc.gov.br

 
Foto: Flávio Cardoso Júnior/Defesa Civil

Com objetivo de discutir a inclusão da gestão de riscos e desastres nas instituições de ensino, Joinville recebe o I Seminário Catarinense de Educação em Redução de Riscos e Desastres. O evento, que busca fomentar novos comportamentos na comunidade com foco em prevenção, preparação, mitigação, resposta e recuperação, segue até sexta feira, 19, no Campus Marquês de Olinda da Unisociesc.

O encontro conta com profissionais proeminentes na área de Proteção e Defesa Civil. Dentre eles, o consultor regional para a educação superior para a América Latina e Caribe do Escritório de Assistência a Desastres Estrangeiros dos Estados Unidos (USAID), Carlos Cordova. No painel sobre redução de Riscos e Desastres, ele expôs as ações da instituição que são realizadas em diversos países.

O mesmo painel contou com a participação do chefe da Defesa Civil de Santa Catarina, João Batista Cordeiro Júnior, que apresentou para o público a estrutura catarinense. Durante os trabalhos, também exaltou a importância do evento. “A participação de toda a comunidade é fundamental para a construção de uma sociedade mais resiliente. Eventos como esse, onde a educação é o ponto central, são de extrema importância para a preparação de profissionais que realizam o trabalho com as comunidades”, comentou.

A educação é um instrumento eficaz na mudança de cultura na área de proteção e defesa civil e resulta na inclusão da percepção de riscos nas comunidades e por consequência na qualidade de vida das pessoas. Dentro desse viés, o painel Redução de Riscos no Currículo Escolar de Santa Catarina envolveu todos os presentes. Em uma das palestras, foi apresentado o Programa Defesa Civil na Escola, que na última semana, após a assinatura do termo de cooperação técnica com a Secretaria de Estado da Educação, fará parte do currículo das unidades estaduais de ensino.

O coordenador regional da Defesa Civil de Criciúma, Rosinei Silveira, explanou sobre a estruturação do Programa, destacando que a iniciativa atua em todos os níveis a percepção de risco, educação ambiental e no fortalecimento da resiliência. 

O diretor de Gestão de Educação da Defesa Civil catarinense, Alexandre Corrêa, ressaltou que o I Seminário Catarinense de Educação em RRD objetiva a reflexão sobre a cultura do tema em todos os níveis. “Temos que incentivar o debate sobre a realidade e superar os desafios para a inclusão da temática sobre proteção e defesa civil para a comunidade escolar”, reforçou Corrêa.

Participam na organização e apoio do Seminário a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Ceped Udesc, Unisociesc, Defesa Civil de Santa Catarina, Defesa Civil Municipal de Joinville, Coordenadoria Regional de Defesa Civil de Joinville, Secretaria de Proteção Civil e Segurança Pública (Seprot Joinville), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID).

Informações adicionais para imprensa:
Flávio Vieira Júnior
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - DC
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889 / 99651-5888
E-mail: defesacivilsc@gmail.com
Site: www.defesacivil.sc.gov.br

Página 1 de 587

Conecte-se