Fotos: Ricardo Wolffenbüttel / Secom  

O governador Carlos Moisés autorizou, na tarde desta segunda-feira, 29, duas importantes obras de infraestrutura para o Sul de Santa Catarina. Ao lado do secretário Thiago Vieira, o chefe do Executivo catarinense assinou a ordem de serviço para o início da implantação e pavimentação da SC-108 entre Jacinto Machado e Praia Grande e, no mesmo ato, também foi autorizada a construção da Ponte da Amizade entre Tubarão e Capivari de Baixo. O investimento do Governo do Estado nas duas obras é de mais de R$ 92 milhões.

"Este governo não mede esforços para investir em infraestrutura. Em Santa Catarina elas estão ocorrendo em todas as regiões e, inclusive, em rodovias federais. São obras para os catarinenses, obras que estruturam o desenvolvimento e trazem retorno para que o Governo continue fazendo entregas também em outras áreas, como saúde, segurança e educação", frisa o governador Carlos Moisés.

:: Mais fotoso no álbum 

O secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (SIE), Thiago Vieira, acrescenta que "não são somente obras saindo do papel, mas, sonhos, anseios antigos da população virando realidade. Nosso trabalho leva mais qualidade de vida para os catarinenses em todas as regiões. Santa Catarina está sendo um verdadeiro canteiro de obras".

SC-108



Com investimentos de mais de R$ 73,5 milhões, a pavimentação do trecho da SC-108 entre os municípios de Jacinto Machado e Praia Grande, no Sul do Estado, faz parte do Programa Novos Rumos. A rodovia, que começa na divisa com o Paraná e vem até o Extremo-Sul catarinense, é uma das mais importantes para a região, por ser uma via bastante utilizada para o escoamento da produção. A expectativa é que a obra também ajude a desafogar o trânsito na BR-101, trazendo mais segurança e conforto e ainda ajude a impulsionar o turismo da região, que encanta pela beleza natural dos cânions.

Fortalecer o potencial turístico do município de Praia Grande é justamente uma das apostas do prefeito Elisandro Pereira Machado. De acordo com ele, o conjunto de obras autorizadas pelo governador na região favorece cada vez mais a chegada de visitantes ao município, consolidando o turismo como vocação econômica local.

"O governador está realizando obras históricas que já estavam desacreditadas pela nossa comunidade. Pela primeira vez, temos um governo que está investindo no estado de forma igualitária. É isso que nos faz acreditar que, com essa obra, tanto Praia Grande como Jacinto Machado darão um salto no desenvolvimento econômico e na qualidade de vida da nossa gente", comemora o prefeito.

Ponte da Amizade

Encurtar distâncias, facilitar o deslocamento dos moradores e o desenvolvimento regional. É isso que a Ponte da Amizade vai representar no Sul do estado, ligando Tubarão e Capivari de Baixo. A obra aguardada há mais de 35 anos ligará a avenida principal de Tubarão - Marcolino Martins Cabral - ao centro do município vizinho.

O prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, destaca que a ponte é um pleito de mais de meio século de espera e será fundamental para os dois municípios. "Tubarão e Capivari são 'mãe e filha', com cerca de três mil pessoas se deslocando diariamente entre uma cidade e outra para trabalhar e realizar suas atividades. A ponte vai integrar ainda mais e melhorar a mobilidade nas duas cidades", afirma.

Segundo o prefeito, o projeto prevê a ponte com 200 metros de extensão, quatro pistas e ciclovia. O investimento do Governo do Estado na obra é de R$ 18,6 milhões.

Acompanharam o ato na Casa d'Agronômica os deputados estaduais, José Milton Scheffer; Rodrigo Minotto; Ada de Luca; Volnei Webber; Ricardo Alba; Luiz Fernando Vampiro; os prefeitos de Jacinto Machado, João Batista Mezzari e de Capivari de Baixo, Vicente Correa Costa.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

 


Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom

A Câmara de Conciliação de Precatórios (CCP) da Procuradoria-Geral do Estado (PGE/SC) publica nesta segunda-feira, 29, no seu site e no Diário Oficial do Estado (DOE), o Edital Preliminar nº 3/2021. O documento apresenta as propostas habilitadas a receberem os recursos das dívidas da Administração Pública com pessoas físicas ou jurídicas de forma antecipada. Das mais de 1,5 mil ofertas recebidas, 1.486 estão autorizadas a avançar no processo. 

A partir de agora, os acordos devem ser assinados até às 19 horas do dia 10 de dezembro, conforme termo disponível no Portal de Serviços do Governo de Santa Catarina, e enviados à PGE/SC pelo e-mail acordoprecatorio@pge.sc.gov.br. Quanto aos requerimentos indeferidos, os interessados podem apresentar recurso em até cinco dias, encaminhando os documentos para o mesmo endereço eletrônico.

O recebimento das propostas esteve disponível entre os dias 11 e 29 de outubro. Na ocasião, os credores puderam oferecer descontos entre 20% e 40% sobre o valor total a receber do Estado, a fim de antecipar o acesso aos recursos. Ato contínuo, a CCP fez a análise da documentação recebida e classificou as ofertas pelo deságio oferecido - as com percentuais maiores são processadas primeiro. Após a homologação, o pagamento segue procedimento próprio do TJSC.

Para o procurador-geral do Estado, Alisson de Bom de Souza, o trabalho da CCP permite “satisfazer direitos já reconhecidos judicialmente e economizar recursos públicos”. "Estamos empenhados em produzir soluções consensuais e a Câmara de Conciliação de Precatórios é parte dessa estratégia", disse o chefe da Procuradoria.

A possibilidade de antecipação dos valores reconhecidos pela Justiça existe desde 2009. Na época, foi criado o Regime Especial de Pagamento de Precatórios, viabilizado por meio da aprovação de uma emenda constitucional, a fim de acelerar a quitação das dívidas do Poder Público.

______

Informações adicionais para a imprensa:

Felipe Reis
Assessoria de Comunicação
Procuradoria-Geral do Estado
comunicacao@pge.sc.gov.br
(48) 3664-7650 / 3664-7834 / 98843-2430


Foto: Márcio Henrique Martins / FCC

A Escolinha de Arte da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) tem datas definidas para as inscrições de alunos para as atividades em 2022. No dia 14 de fevereiro de 2022, uma segunda-feira, das 13h às 17h; e no dia 15 de fevereiro de 2022, terça-feira, das 8h às 12h, os responsáveis devem levar um documento da criança para inscrição na secretaria de Escolinha, localizada no Centro Integrado de Cultura (CIC).

A seleção dos alunos ocorrerá exclusivamente por sorteio de vagas, no dia 17 de fevereiro, às 14h, na sala da Escolinha de Arte. O resultado será fixado na porta da Escolinha e publicado no site www.cultura.sc.gov.br, no dia 18 de fevereiro, sexta. Não haverá divulgação do resultado por telefone.

Os pais ou responsáveis pelos alunos contemplados no sorteio deverão fazer a matrícula nos dias 21 de fevereiro, das 13h às 17h; ou no dia 22, das 8h às 12h. É necessário apresentar fotocópia do documento da criança, certidão de nascimento ou carteira de identidade. Caso não compareça, perderá automaticamente a vaga.

A Escolinha de Arte atende crianças de 5 a 12 anos, nos turnos matutino (das 9h às 10h ou das 10h30 às 11h30) e vespertino (das 14h às 15h ou das 15h30 às 16h30). Os dias da semana e horários para cada faixa etária serão divulgados posteriormente.

Em 2022, serão oferecidas aulas de Artes Visuais e Teatro. Mais informações podem ser solicitadas pelos e-mails: escolinhadeartefcc@fcc.sc.gov.br / escolinhadeartefcc@gmail.com

Calendário

Inscrições: 14/02/2022, das 13h às 17h; e 15/02/2022, das 8h às 12h.
Sorteio: 17/02/2022, 14h.
Resultado: 18/02/2022.
Matrículas: 21/02/2022, das 13h às 17h; e 22/02/2022, das 8h às 12h.

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 



Há, em Santa Catarina, 1.232.208 pacientes com confirmação de infecção pelo novo coronavírus, sendo que 1.208.143 estão recuperados e 4.082 continuam em acompanhamento. O número foi divulgado nesta segunda-feira, 29. A doença respiratória causou 19.983 mortes no estado desde o início da pandemia. Esses números colocam a taxa de letalidade em 1,62%.

Em relação à última atualização diária, há 7 óbitos a mais. Aos casos confirmados se somaram 99, enquanto a estimativa de recuperados aumentou 390. São 298 casos ativos a menos.

>>> Confira aqui o boletim diário desta segunda-feira, 29
>>> Confira o detalhamento dos óbitos por data
>>> Saiba mais sobre as fontes e os conceitos dos dados

O Governo do Estado estima que haja 67 municípios sem casos ativos. Considerando dados proporcionais à população, a regional com a maior quantidade de casos ativos atualmente é o Extremo-Sul (98 para cada 100 mil habitantes). Na sequência, aparecem Xanxerê (97) e Grande Florianópolis (94). As que menos têm são Alto Uruguai Catarinense (20), Alto Vale do Itajaí (22) e Planalto Norte (24).

A taxa de ocupação dos leitos de UTI Adulto pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina é de 63,6%. Isso significa que, dos 1.238 leitos existentes no estado para adultos, 787 estão ocupados, sendo 206 por pacientes com confirmação ou suspeita de Covid-19.

Confira o detalhamento por regional de saúde:

Alto Uruguai Catarinense:
Casos confirmados: 29.763 (20.604 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 29 (20 por 100 mil hab.)
Óbitos: 378 (262 por 100 mil hab.)
Recuperados: 29.356

Alto Vale do Itajaí:
Casos confirmados: 39.552 (13.057 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 67 (22 por 100 mil hab.)
Óbitos: 639 (211 por 100 mil hab.)
Recuperados: 38.846

Alto Vale do Rio do Peixe:
Casos confirmados: 39.413 (13.212 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 86 (29 por 100 mil hab.)
Óbitos: 993 (333 por 100 mil hab.)
Recuperados: 38.334

Carbonífera:
Casos confirmados: 80.895 (18.101 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 269 (60 por 100 mil hab.)
Óbitos: 1.344 (301 por 100 mil hab.)
Recuperados: 79.282

Extremo-Oeste:
Casos confirmados: 35.415 (15.166 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 73 (31 por 100 mil hab.)
Óbitos: 482 (206 por 100 mil hab.)
Recuperados: 34.860

Extremo-Sul:
Casos confirmados: 32.798 (15.895 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 202 (98 por 100 mil hab.)
Óbitos: 674 (327 por 100 mil hab.)
Recuperados: 31.922

Foz do Rio Itajaí:
Casos confirmados: 133.708 (17.882 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 336 (45 por 100 mil hab.)
Óbitos: 2.253 (301 por 100 mil hab.)
Recuperados: 131.119

Grande Florianópolis:
Casos confirmados: 199.512 (15.980 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.168 (94 por 100 mil hab.)
Óbitos: 2.754 (221 por 100 mil hab.)
Recuperados: 195.590

Laguna:
Casos confirmados: 70.402 (18.789 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 190 (51 por 100 mil hab.)
Óbitos: 1.267 (338 por 100 mil hab.)
Recuperados: 68.945

Meio-Oeste:
Casos confirmados: 37.873 (19.484 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 60 (31 por 100 mil hab.)
Óbitos: 545 (280 por 100 mil hab.)
Recuperados: 37.268

Médio Vale do Itajaí:
Casos confirmados: 142.001 (17.307 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 298 (36 por 100 mil hab.)
Óbitos: 1.686 (206 por 100 mil hab.)
Recuperados: 140.017

Nordeste:
Casos confirmados: 198.997 (18.527 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 641 (60 por 100 mil hab.)
Óbitos: 3.269 (304 por 100 mil hab.)
Recuperados: 195.087

Oeste:
Casos confirmados: 64.923 (17.428 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 142 (38 por 100 mil hab.)
Óbitos: 1.181 (317 por 100 mil hab.)
Recuperados: 63.600

Planalto Norte:
Casos confirmados: 46.868 (12.233 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 91 (24 por 100 mil hab.)
Óbitos: 943 (246 por 100 mil hab.)
Recuperados: 45.834

Serra:
Casos confirmados: 46.279 (16.094 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 234 (81 por 100 mil hab.)
Óbitos: 888 (309 por 100 mil hab.)
Recuperados: 45.157

Xanxerê:
Casos confirmados: 33.809 (16.656 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 196 (97 por 100 mil hab.)
Óbitos: 687 (338 por 100 mil hab.)
Recuperados: 32.926

Confira o detalhamento por município:

Abdon Batista:
408 casos confirmados, nenhum caso ativo, 404 recuperados e 4 óbitos

Abelardo Luz:
1.962 confirmados, 12 ativos, 1.890 recuperados e 60 óbitos

Agrolândia:
1.735 confirmados, 5 ativos, 1.700 recuperados e 30 óbitos

Agronômica:
686 confirmados, 1 ativo, 671 recuperados e 14 óbitos

Água Doce:
1.284 confirmados, nenhum ativo, 1.266 recuperados e 18 óbitos

Águas de Chapecó:
641 confirmados, 4 ativos, 626 recuperados e 11 óbitos

Águas Frias:
591 confirmados, nenhum ativo, 587 recuperados e 4 óbitos

Águas Mornas:
762 confirmados, 4 ativos, 748 recuperados e 10 óbitos

Alfredo Wagner:
1.104 confirmados, 1 ativo, 1.095 recuperados e 8 óbitos

Alto Bela Vista:
199 confirmados, nenhum ativo, 196 recuperados e 3 óbitos

Anchieta:
716 confirmados, 1 ativo, 704 recuperados e 11 óbitos

Angelina:
580 confirmados, 1 ativo, 575 recuperados e 4 óbitos

Anita Garibaldi:
1.230 confirmados, 1 ativo, 1.219 recuperados e 10 óbitos

Anitápolis:
392 confirmados, nenhum ativo, 387 recuperados e 5 óbitos

Antônio Carlos:
1.706 confirmados, 7 ativos, 1.672 recuperados e 27 óbitos

Apiúna:
926 confirmados, 3 ativos, 905 recuperados e 18 óbitos

Arabutã:
426 confirmados, nenhum ativo, 416 recuperados e 10 óbitos

Araquari:
4.540 confirmados, 14 ativos, 4.437 recuperados e 89 óbitos

Araranguá:
11.388 confirmados, 35 ativos, 11.098 recuperados e 255 óbitos

Armazém:
1.471 confirmados, 2 ativos, 1.434 recuperados e 35 óbitos

Arroio Trinta:
636 confirmados, nenhum ativo, 622 recuperados e 14 óbitos

Arvoredo:
359 confirmados, 1 ativo, 353 recuperados e 5 óbitos

Ascurra:
1.389 confirmados, 1 ativo, 1.375 recuperados e 13 óbitos

Atalanta:
513 confirmados, 1 ativo, 501 recuperados e 11 óbitos

Aurora:
934 confirmados, 1 ativo, 914 recuperados e 19 óbitos

Balneário Arroio do Silva:
2.234 confirmados, 10 ativos, 2.164 recuperados e 60 óbitos

Balneário Barra do Sul:
1.612 confirmados, 6 ativos, 1.559 recuperados e 47 óbitos

Balneário Camboriú:
28.595 confirmados, 69 ativos, 28.088 recuperados e 438 óbitos

Balneário Gaivota:
1.430 confirmados, 11 ativos, 1.380 recuperados e 39 óbitos

Balneário Piçarras:
5.596 confirmados, 11 ativos, 5.521 recuperados e 64 óbitos

Balneário Rincão:
1.564 confirmados, 7 ativos, 1.504 recuperados e 53 óbitos

Bandeirante:
447 confirmados, nenhum ativo, 441 recuperados e 6 óbitos

Barra Bonita:
250 confirmados, nenhum ativo, 248 recuperados e 2 óbitos

Barra Velha:
5.096 confirmados, 23 ativos, 4.937 recuperados e 136 óbitos

Bela Vista do Toldo:
92 confirmados, nenhum ativo, 87 recuperados e 5 óbitos

Belmonte:
359 confirmados, nenhum ativo, 354 recuperados e 5 óbitos

Benedito Novo:
1.100 confirmados, nenhum ativo, 1.080 recuperados e 20 óbitos

Biguaçu:
11.993 confirmados, 73 ativos, 11.748 recuperados e 172 óbitos

Blumenau:
64.594 confirmados, 164 ativos, 63.748 recuperados e 682 óbitos

Bocaina do Sul:
407 confirmados, 4 ativos, 400 recuperados e 3 óbitos

Bom Jardim da Serra:
728 confirmados, nenhum ativo, 720 recuperados e 8 óbitos

Bom Jesus:
533 confirmados, 3 ativos, 520 recuperados e 10 óbitos

Bom Jesus do Oeste:
185 confirmados, nenhum ativo, 179 recuperados e 6 óbitos

Bom Retiro:
915 confirmados, 5 ativos, 889 recuperados e 21 óbitos

Bombinhas:
3.788 confirmados, 10 ativos, 3.708 recuperados e 70 óbitos

Botuverá:
1.027 confirmados, 1 ativo, 1.016 recuperados e 10 óbitos

Braço do Norte:
9.124 confirmados, 13 ativos, 8.999 recuperados e 112 óbitos

Braço do Trombudo:
762 confirmados, nenhum ativo, 755 recuperados e 7 óbitos

Brunópolis:
335 confirmados, nenhum ativo, 326 recuperados e 9 óbitos

Brusque:
31.265 confirmados, 78 ativos, 30.860 recuperados e 327 óbitos

Caçador:
7.225 confirmados, 8 ativos, 6.924 recuperados e 293 óbitos

Caibi:
725 confirmados, 3 ativos, 706 recuperados e 16 óbitos

Calmon:
50 confirmados, nenhum ativo, 43 recuperados e 7 óbitos

Camboriú:
15.016 confirmados, 43 ativos, 14.787 recuperados e 186 óbitos

Campo Alegre:
1.436 confirmados, 20 ativos, 1.373 recuperados e 43 óbitos

Campo Belo do Sul:
797 confirmados, 4 ativos, 770 recuperados e 23 óbitos

Campo Erê:
1.512 confirmados, 1 ativo, 1.488 recuperados e 23 óbitos

Campos Novos:
6.084 confirmados, 3 ativos, 5.959 recuperados e 122 óbitos

Canelinha:
1.551 confirmados, 14 ativos, 1.518 recuperados e 19 óbitos

Canoinhas:
7.410 confirmados, 10 ativos, 7.277 recuperados e 123 óbitos

Capão Alto:
192 confirmados, 5 ativos, 185 recuperados e 2 óbitos

Capinzal:
5.195 confirmados, 7 ativos, 5.134 recuperados e 54 óbitos

Capivari de Baixo:
4.727 confirmados, 9 ativos, 4.633 recuperados e 85 óbitos

Catanduvas:
2.085 confirmados, 6 ativos, 2.046 recuperados e 33 óbitos

Caxambu do Sul:
643 confirmados, nenhum ativo, 630 recuperados e 13 óbitos

Celso Ramos:
457 confirmados, nenhum ativo, 451 recuperados e 6 óbitos

Cerro Negro:
209 confirmados, 1 ativo, 204 recuperados e 4 óbitos

Chapadão do Lageado:
418 confirmados, nenhum ativo, 412 recuperados e 6 óbitos

Chapecó:
43.159 confirmados, 104 ativos, 42.268 recuperados e 787 óbitos

Cocal do Sul:
3.779 confirmados, 10 ativos, 3.706 recuperados e 63 óbitos

Concórdia:
18.586 confirmados, 14 ativos, 18.344 recuperados e 228 óbitos

Cordilheira Alta:
625 confirmados, nenhum ativo, 617 recuperados e 8 óbitos

Coronel Freitas:
1.812 confirmados, 3 ativos, 1.779 recuperados e 30 óbitos

Coronel Martins:
237 confirmados, nenhum ativo, 234 recuperados e 3 óbitos

Correia Pinto:
2.148 confirmados, 10 ativos, 2.078 recuperados e 60 óbitos

Corupá:
2.047 confirmados, 2 ativos, 2.004 recuperados e 41 óbitos

Criciúma:
39.476 confirmados, 146 ativos, 38.667 recuperados e 663 óbitos

Cunha Porã:
1.303 confirmados, 1 ativo, 1.276 recuperados e 26 óbitos

Cunhataí:
199 confirmados, 1 ativo, 196 recuperados e 2 óbitos

Curitibanos:
5.757 confirmados, 6 ativos, 5.552 recuperados e 199 óbitos

Descanso:
1.135 confirmados, nenhum ativo, 1.116 recuperados e 19 óbitos

Dionísio Cerqueira:
2.118 confirmados, 6 ativos, 2.061 recuperados e 51 óbitos

Dona Emma:
515 confirmados, nenhum ativo, 510 recuperados e 5 óbitos

Doutor Pedrinho:
489 confirmados, nenhum ativo, 483 recuperados e 6 óbitos

Entre Rios:
715 confirmados, 1 ativo, 704 recuperados e 10 óbitos

Ermo:
376 confirmados, 5 ativos, 365 recuperados e 6 óbitos

Erval Velho:
898 confirmados, 1 ativo, 884 recuperados e 13 óbitos

Faxinal dos Guedes:
2.092 confirmados, 23 ativos, 2.030 recuperados e 39 óbitos

Flor do Sertão:
200 confirmados, 1 ativo, 199 recuperados e nenhum óbito

Florianópolis:
84.251 confirmados, 512 ativos, 82.628 recuperados e 1.111 óbitos

Formosa do Sul:
438 confirmados, nenhum ativo, 430 recuperados e 8 óbitos

Forquilhinha:
6.705 confirmados, 8 ativos, 6.634 recuperados e 63 óbitos

Fraiburgo:
5.055 confirmados, 20 ativos, 4.915 recuperados e 120 óbitos

Frei Rogério:
370 confirmados, nenhum ativo, 359 recuperados e 11 óbitos

Galvão:
490 confirmados, 2 ativos, 476 recuperados e 12 óbitos

Garopaba:
3.578 confirmados, 7 ativos, 3.524 recuperados e 47 óbitos

Garuva:
2.375 confirmados, 11 ativos, 2.332 recuperados e 32 óbitos

Gaspar:
9.408 confirmados, 21 ativos, 9.192 recuperados e 195 óbitos

Governador Celso Ramos:
2.907 confirmados, 3 ativos, 2.874 recuperados e 30 óbitos

Grão-Pará:
1.505 confirmados, 3 ativos, 1.488 recuperados e 14 óbitos

Gravatal:
2.249 confirmados, 9 ativos, 2.190 recuperados e 50 óbitos

Guabiruba:
4.084 confirmados, 3 ativos, 4.032 recuperados e 49 óbitos

Guaraciaba:
2.098 confirmados, 1 ativo, 2.067 recuperados e 30 óbitos

Guaramirim:
8.118 confirmados, 15 ativos, 8.002 recuperados e 101 óbitos

Guarujá do Sul:
588 confirmados, 1 ativo, 576 recuperados e 11 óbitos

Guatambú:
880 confirmados, 1 ativo, 859 recuperados e 20 óbitos

Herval d'Oeste:
4.685 confirmados, 8 ativos, 4.611 recuperados e 66 óbitos

Ibiam:
268 confirmados, 2 ativos, 262 recuperados e 4 óbitos

Ibicaré:
547 confirmados, 2 ativos, 537 recuperados e 8 óbitos

Ibirama:
1.944 confirmados, 1 ativo, 1.904 recuperados e 39 óbitos

Içara:
8.068 confirmados, 50 ativos, 7.881 recuperados e 137 óbitos

Ilhota:
2.130 confirmados, 1 ativo, 2.090 recuperados e 39 óbitos

Imaruí:
1.059 confirmados, nenhum ativo, 1.037 recuperados e 22 óbitos

Imbituba:
7.140 confirmados, 9 ativos, 7.018 recuperados e 113 óbitos

Imbuia:
698 confirmados, nenhum ativo, 687 recuperados e 11 óbitos

Indaial:
11.150 confirmados, 22 ativos, 10.989 recuperados e 139 óbitos

Iomerê:
341 confirmados, nenhum ativo, 331 recuperados e 10 óbitos

Ipira:
487 confirmados, 1 ativo, 479 recuperados e 7 óbitos

Iporã do Oeste:
863 confirmados, 3 ativos, 844 recuperados e 16 óbitos

Ipuaçu:
1.161 confirmados, 8 ativos, 1.136 recuperados e 17 óbitos

Ipumirim:
888 confirmados, 1 ativo, 877 recuperados e 10 óbitos

Iraceminha:
551 confirmados, 1 ativo, 546 recuperados e 4 óbitos

Irani:
1.726 confirmados, 3 ativos, 1.703 recuperados e 20 óbitos

Irati:
318 confirmados, nenhum ativo, 310 recuperados e 8 óbitos

Irineópolis:
838 confirmados, 4 ativos, 820 recuperados e 14 óbitos

Itá:
1.214 confirmados, 2 ativos, 1.186 recuperados e 26 óbitos

Itaiópolis:
2.865 confirmados, 4 ativos, 2.807 recuperados e 54 óbitos

Itajaí:
42.259 confirmados, 94 ativos, 41.373 recuperados e 792 óbitos

Itapema:
13.245 confirmados, 28 ativos, 12.955 recuperados e 262 óbitos

Itapiranga:
2.568 confirmados, 7 ativos, 2.542 recuperados e 19 óbitos

Itapoá:
3.849 confirmados, 12 ativos, 3.762 recuperados e 75 óbitos

Ituporanga:
4.115 confirmados, 24 ativos, 4.021 recuperados e 70 óbitos

Jaborá:
971 confirmados, 3 ativos, 957 recuperados e 11 óbitos

Jacinto Machado:
1.579 confirmados, 19 ativos, 1.524 recuperados e 36 óbitos

Jaguaruna:
3.513 confirmados, 3 ativos, 3.448 recuperados e 62 óbitos

Jaraguá do Sul:
36.127 confirmados, 101 ativos, 35.589 recuperados e 437 óbitos

Jardinópolis:
407 confirmados, nenhum ativo, 402 recuperados e 5 óbitos

Joaçaba:
7.082 confirmados, 12 ativos, 6.995 recuperados e 75 óbitos

Joinville:
119.108 confirmados, 381 ativos, 116.676 recuperados e 2.051 óbitos

José Boiteux:
713 confirmados, 3 ativos, 701 recuperados e 9 óbitos

Jupiá:
312 confirmados, nenhum ativo, 306 recuperados e 6 óbitos

Lacerdópolis:
479 confirmados, nenhum ativo, 475 recuperados e 4 óbitos

Lages:
29.029 confirmados, 157 ativos, 28.338 recuperados e 534 óbitos

Laguna:
5.994 confirmados, 15 ativos, 5.826 recuperados e 153 óbitos

Lajeado Grande:
261 confirmados, 1 ativo, 255 recuperados e 5 óbitos

Laurentino:
1.260 confirmados, 2 ativos, 1.247 recuperados e 11 óbitos

Lauro Müller:
2.546 confirmados, 2 ativos, 2.483 recuperados e 61 óbitos

Lebon Régis:
1.244 confirmados, 2 ativos, 1.180 recuperados e 62 óbitos

Leoberto Leal:
366 confirmados, nenhum ativo, 364 recuperados e 2 óbitos

Lindóia do Sul:
976 confirmados, nenhum ativo, 964 recuperados e 12 óbitos

Lontras:
1.283 confirmados, 1 ativo, 1.255 recuperados e 27 óbitos

Luiz Alves:
2.361 confirmados, 3 ativos, 2.344 recuperados e 14 óbitos

Luzerna:
1.129 confirmados, 2 ativos, 1.111 recuperados e 16 óbitos

Macieira:
182 confirmados, nenhum ativo, 176 recuperados e 6 óbitos

Mafra:
5.778 confirmados, 6 ativos, 5.637 recuperados e 135 óbitos

Major Gercino:
369 confirmados, nenhum ativo, 363 recuperados e 6 óbitos

Major Vieira:
392 confirmados, 2 ativos, 384 recuperados e 6 óbitos

Maracajá:
1.313 confirmados, 4 ativos, 1.287 recuperados e 22 óbitos

Maravilha:
5.470 confirmados, 5 ativos, 5.393 recuperados e 72 óbitos

Marema:
255 confirmados, 3 ativos, 239 recuperados e 13 óbitos

Massaranduba:
3.079 confirmados, nenhum ativo, 3.055 recuperados e 24 óbitos

Matos Costa:
180 confirmados, nenhum ativo, 177 recuperados e 3 óbitos

Meleiro:
1.327 confirmados, 4 ativos, 1.298 recuperados e 25 óbitos

Mirim Doce:
330 confirmados, nenhum ativo, 323 recuperados e 7 óbitos

Modelo:
520 confirmados, 2 ativos, 506 recuperados e 12 óbitos

Mondaí:
1.229 confirmados, 2 ativos, 1.215 recuperados e 12 óbitos

Monte Carlo:
1.341 confirmados, 1 ativo, 1.294 recuperados e 46 óbitos

Monte Castelo:
976 confirmados, 1 ativo, 951 recuperados e 24 óbitos

Morro da Fumaça:
3.761 confirmados, 16 ativos, 3.700 recuperados e 45 óbitos

Morro Grande:
589 confirmados, 2 ativos, 580 recuperados e 7 óbitos

Navegantes:
11.285 confirmados, 29 ativos, 11.037 recuperados e 219 óbitos

Nova Erechim:
724 confirmados, 3 ativos, 711 recuperados e 10 óbitos

Nova Itaberaba:
499 confirmados, nenhum ativo, 495 recuperados e 4 óbitos

Nova Trento:
2.457 confirmados, 18 ativos, 2.418 recuperados e 21 óbitos

Nova Veneza:
3.032 confirmados, 9 ativos, 2.988 recuperados e 35 óbitos

Novo Horizonte:
262 confirmados, nenhum ativo, 262 recuperados e nenhum óbito

Orleans:
5.524 confirmados, 4 ativos, 5.429 recuperados e 91 óbitos

Otacílio Costa:
3.886 confirmados, 10 ativos, 3.811 recuperados e 65 óbitos

Ouro:
1.649 confirmados, 1 ativo, 1.628 recuperados e 20 óbitos

Ouro Verde:
393 confirmados, 2 ativos, 379 recuperados e 12 óbitos

Paial:
215 confirmados, 1 ativo, 210 recuperados e 4 óbitos

Painel:
186 confirmados, nenhum ativo, 180 recuperados e 6 óbitos

Palhoça:
30.697 confirmados, 182 ativos, 30.159 recuperados e 356 óbitos

Palma Sola:
1.063 confirmados, nenhum ativo, 1.046 recuperados e 17 óbitos

Palmeira:
366 confirmados, 5 ativos, 356 recuperados e 5 óbitos

Palmitos:
2.432 confirmados, 5 ativos, 2.366 recuperados e 61 óbitos

Papanduva:
1.787 confirmados, 3 ativos, 1.738 recuperados e 46 óbitos

Paraíso:
194 confirmados, nenhum ativo, 187 recuperados e 7 óbitos

Passo de Torres:
1.446 confirmados, 18 ativos, 1.398 recuperados e 30 óbitos

Passos Maia:
358 confirmados, 1 ativo, 344 recuperados e 13 óbitos

Paulo Lopes:
1.360 confirmados, 7 ativos, 1.337 recuperados e 16 óbitos

Pedras Grandes:
811 confirmados, nenhum ativo, 788 recuperados e 23 óbitos

Penha:
6.263 confirmados, 27 ativos, 6.132 recuperados e 104 óbitos

Peritiba:
456 confirmados, nenhum ativo, 451 recuperados e 5 óbitos

Pescaria Brava:
2.226 confirmados, 1 ativo, 2.199 recuperados e 26 óbitos

Petrolândia:
898 confirmados, 1 ativo, 870 recuperados e 27 óbitos

Pinhalzinho:
3.626 confirmados, 3 ativos, 3.586 recuperados e 37 óbitos

Pinheiro Preto:
567 confirmados, 1 ativo, 557 recuperados e 9 óbitos

Piratuba:
644 confirmados, 1 ativo, 632 recuperados e 11 óbitos

Planalto Alegre:
376 confirmados, 1 ativo, 361 recuperados e 14 óbitos

Pomerode:
6.099 confirmados, 2 ativos, 6.024 recuperados e 73 óbitos

Ponte Alta:
611 confirmados, 3 ativos, 593 recuperados e 15 óbitos

Ponte Alta do Norte:
334 confirmados, 1 ativo, 325 recuperados e 8 óbitos

Ponte Serrada:
1.488 confirmados, 18 ativos, 1.417 recuperados e 53 óbitos

Porto Belo:
3.170 confirmados, 21 ativos, 3.084 recuperados e 65 óbitos

Porto União:
4.955 confirmados, 14 ativos, 4.848 recuperados e 93 óbitos

Pouso Redondo:
1.950 confirmados, 2 ativos, 1.908 recuperados e 40 óbitos

Praia Grande:
1.292 confirmados, 10 ativos, 1.265 recuperados e 17 óbitos

Presidente Castello Branco:
486 confirmados, nenhum ativo, 482 recuperados e 4 óbitos

Presidente Getúlio:
1.998 confirmados, 1 ativo, 1.958 recuperados e 39 óbitos

Presidente Nereu:
173 confirmados, nenhum ativo, 169 recuperados e 4 óbitos

Princesa:
471 confirmados, nenhum ativo, 460 recuperados e 11 óbitos

Quilombo:
1.732 confirmados, 2 ativos, 1.686 recuperados e 44 óbitos

Rancho Queimado:
536 confirmados, nenhum ativo, 532 recuperados e 4 óbitos

Rio das Antas:
765 confirmados, 7 ativos, 743 recuperados e 15 óbitos

Rio do Campo:
680 confirmados, nenhum ativo, 672 recuperados e 8 óbitos

Rio do Oeste:
913 confirmados, nenhum ativo, 896 recuperados e 17 óbitos

Rio do Sul:
9.858 confirmados, 15 ativos, 9.701 recuperados e 142 óbitos

Rio dos Cedros:
1.006 confirmados, 1 ativo, 977 recuperados e 28 óbitos

Rio Fortuna:
834 confirmados, 1 ativo, 822 recuperados e 11 óbitos

Rio Negrinho:
6.019 confirmados, 11 ativos, 5.879 recuperados e 129 óbitos

Rio Rufino:
236 confirmados, 2 ativos, 229 recuperados e 5 óbitos

Riqueza:
653 confirmados, 1 ativo, 636 recuperados e 16 óbitos

Rodeio:
1.645 confirmados, nenhum ativo, 1.613 recuperados e 32 óbitos

Romelândia:
444 confirmados, nenhum ativo, 436 recuperados e 8 óbitos

Salete:
946 confirmados, nenhum ativo, 937 recuperados e 9 óbitos

Saltinho:
274 confirmados, 8 ativos, 260 recuperados e 6 óbitos

Salto Veloso:
715 confirmados, 3 ativos, 704 recuperados e 8 óbitos

Sangão:
1.946 confirmados, 10 ativos, 1.920 recuperados e 16 óbitos

Santa Cecília:
1.500 confirmados, 8 ativos, 1.461 recuperados e 31 óbitos

Santa Helena:
217 confirmados, nenhum ativo, 213 recuperados e 4 óbitos

Santa Rosa de Lima:
344 confirmados, 1 ativo, 338 recuperados e 5 óbitos

Santa Rosa do Sul:
1.347 confirmados, 14 ativos, 1.306 recuperados e 27 óbitos

Santa Terezinha:
582 confirmados, 1 ativo, 574 recuperados e 7 óbitos

Santa Terezinha do Progresso:
348 confirmados, 1 ativo, 343 recuperados e 4 óbitos

Santiago do Sul:
155 confirmados, nenhum ativo, 153 recuperados e 2 óbitos

Santo Amaro da Imperatriz:
4.053 confirmados, 22 ativos, 3.946 recuperados e 85 óbitos

São Bento do Sul:
11.956 confirmados, 13 ativos, 11.744 recuperados e 199 óbitos

São Bernardino:
400 confirmados, 3 ativos, 393 recuperados e 4 óbitos

São Bonifácio:
502 confirmados, nenhum ativo, 495 recuperados e 7 óbitos

São Carlos:
1.046 confirmados, 2 ativos, 1.023 recuperados e 21 óbitos

São Cristóvão do Sul:
303 confirmados, nenhum ativo, 286 recuperados e 17 óbitos

São Domingos:
1.405 confirmados, 13 ativos, 1.369 recuperados e 23 óbitos

São Francisco do Sul:
8.297 confirmados, 56 ativos, 8.062 recuperados e 179 óbitos

São João Batista:
5.420 confirmados, 51 ativos, 5.267 recuperados e 102 óbitos

São João do Itaperiú:
740 confirmados, nenhum ativo, 726 recuperados e 14 óbitos

São João do Oeste:
678 confirmados, 1 ativo, 668 recuperados e 9 óbitos

São João do Sul:
1.115 confirmados, 13 ativos, 1.086 recuperados e 16 óbitos

São Joaquim:
3.541 confirmados, 19 ativos, 3.439 recuperados e 83 óbitos

São José:
36.886 confirmados, 229 ativos, 36.038 recuperados e 619 óbitos

São José do Cedro:
2.110 confirmados, 2 ativos, 2.081 recuperados e 27 óbitos

São José do Cerrito:
762 confirmados, 7 ativos, 741 recuperados e 14 óbitos

São Lourenço do Oeste:
2.318 confirmados, 11 ativos, 2.239 recuperados e 68 óbitos

São Ludgero:
3.227 confirmados, 8 ativos, 3.183 recuperados e 36 óbitos

São Martinho:
799 confirmados, 1 ativo, 783 recuperados e 15 óbitos

São Miguel da Boa Vista:
290 confirmados, 3 ativos, 279 recuperados e 8 óbitos

São Miguel do Oeste:
7.366 confirmados, 9 ativos, 7.281 recuperados e 76 óbitos

São Pedro de Alcântara:
784 confirmados, 7 ativos, 763 recuperados e 14 óbitos

Saudades:
1.057 confirmados, 8 ativos, 1.032 recuperados e 17 óbitos

Schroeder:
4.009 confirmados, 20 ativos, 3.946 recuperados e 43 óbitos

Seara:
3.219 confirmados, 3 ativos, 3.179 recuperados e 37 óbitos

Serra Alta:
325 confirmados, 5 ativos, 314 recuperados e 6 óbitos

Siderópolis:
1.473 confirmados, 10 ativos, 1.413 recuperados e 50 óbitos

Sombrio:
4.146 confirmados, 49 ativos, 4.014 recuperados e 83 óbitos

Sul Brasil:
630 confirmados, 1 ativo, 622 recuperados e 7 óbitos

Taió:
2.551 confirmados, 1 ativo, 2.526 recuperados e 24 óbitos

Tangará:
1.466 confirmados, 9 ativos, 1.423 recuperados e 34 óbitos

Tigrinhos:
394 confirmados, 1 ativo, 391 recuperados e 2 óbitos

Tijucas:
7.258 confirmados, 30 ativos, 7.139 recuperados e 89 óbitos

Timbé do Sul:
981 confirmados, 5 ativos, 958 recuperados e 18 óbitos

Timbó:
7.816 confirmados, 2 ativos, 7.720 recuperados e 94 óbitos

Timbó Grande:
795 confirmados, 1 ativo, 777 recuperados e 17 óbitos

Três Barras:
2.364 confirmados, 3 ativos, 2.289 recuperados e 72 óbitos

Treviso:
892 confirmados, nenhum ativo, 879 recuperados e 13 óbitos

Treze de Maio:
1.259 confirmados, 8 ativos, 1.235 recuperados e 16 óbitos

Treze Tílias:
1.029 confirmados, 1 ativo, 1.013 recuperados e 15 óbitos

Trombudo Central:
1.350 confirmados, 1 ativo, 1.322 recuperados e 27 óbitos

Tubarão:
22.174 confirmados, 97 ativos, 21.604 recuperados e 473 óbitos

Tunápolis:
1.212 confirmados, 10 ativos, 1.192 recuperados e 10 óbitos

Turvo:
2.235 confirmados, 3 ativos, 2.199 recuperados e 33 óbitos

União do Oeste:
410 confirmados, nenhum ativo, 398 recuperados e 12 óbitos

Urubici:
742 confirmados, nenhum ativo, 715 recuperados e 27 óbitos

Urupema:
294 confirmados, 1 ativo, 290 recuperados e 3 óbitos

Urussanga:
4.075 confirmados, 7 ativos, 3.998 recuperados e 70 óbitos

Vargeão:
365 confirmados, 1 ativo, 355 recuperados e 9 óbitos

Vargem:
544 confirmados, nenhum ativo, 540 recuperados e 4 óbitos

Vargem Bonita:
805 confirmados, 2 ativos, 795 recuperados e 8 óbitos

Vidal Ramos:
740 confirmados, 4 ativos, 723 recuperados e 13 óbitos

Videira:
11.660 confirmados, 18 ativos, 11.517 recuperados e 125 óbitos

Vitor Meireles:
583 confirmados, 2 ativos, 570 recuperados e 11 óbitos

Witmarsum:
424 confirmados, nenhum ativo, 419 recuperados e 5 óbitos

Xanxerê:
11.106 confirmados, 36 ativos, 10.880 recuperados e 190 óbitos

Xavantina:
456 confirmados, 4 ativos, 447 recuperados e 5 óbitos

Xaxim:
6.184 confirmados, 57 ativos, 6.010 recuperados e 117 óbitos

Zortéa:
866 confirmados, 11 ativos, 842 recuperados e 13 óbitos

Mais informações para a imprensa:

Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br

Amanda Mariano, Bruna Matos e Patrícia Pozzo
Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) / SES
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
www.dive.sc.gov.br 


Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom 

O projeto de lei da Bolsa Estudante, que estabelece um auxílio financeiro para estudantes de baixa renda matriculados na rede estadual de Santa Catarina, foi encaminhado para a Assembleia Legislativa nesta segunda-feira, 29. Com a proposta, o Governo do Estado pretende criar uma bolsa anual de R$ 6.250 para até 60 mil alunos. A medida está incluída no programa Gente Catarina.

"Esta iniciativa é fundamental no combate à evasão escolar, além de complementar a renda das famílias que mais precisam. Educação é prioridade absoluta e por isso investimos na valorização dos professores, na qualificação do ensino e na manutenção dos alunos nas escolas", destaca o governador Carlos Moisés.

O valor da bolsa será dividido em 11 pagamentos mensais de R$ 568, programados para ocorrerem entre fevereiro e dezembro. A expectativa é que o auxílio comece a ser pago já em 2022, com investimento previsto de R$ 375 milhões anuais.

De acordo com o texto do projeto, poderão ser contemplados estudantes do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos, cujas famílias estejam registradas no Cadastro Único (Cadúnico) do governo federal. A regulamentação do projeto, que vai definir a forma como os estudantes farão suas inscrições, ocorrerá após a sua aprovação.

Gente Catarina

O programa Gente Catarina foi criado para elevar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) em regiões que hoje apresentam os menores indicadores do estado. Com a proposta da Bolsa Estudante, o governo pretende facilitar o acesso de estudantes de baixa renda à educação e combater a evasão escolar.

Informações adicionais para imprensa:
Gabriel Duwe de Lima
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Fone: (48) 3664-0347 
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
www.sed.sc.gov.br 

 

juro zero

Fomentar o empreendedorismo, estimular a formalização e promover o desenvolvimento da economia catarinense. Esses são os objetivos do programa Juro Zero em Santa Catarina que este mês completa 10 anos no apoio ao microempreendedor individual, disponibilizando empréstimos de até R$ 5 mil para pequenos negócios do estado. E neste ano, o Governo vem atuando para tornar o programa uma política pública de incentivo e na formalização do Microempreendedor Individual.

Das 1.077.712 empresas ativas no estado, quase 500 mil são MEIs, sendo que alguns já acionaram o Juro Zero. Geser Luciano de Souza começou o negócio como microempreendedor e hoje se tornou microempresário (ME). Quando estava no início, Geser, de Blumenau, fez duas operações com o programa. Ele começou atividades em 2011, desenvolvendo um molde de grampo fixador de telha, contra vendavais. Na época, ele trabalhava como funcionário, mas reuniu recursos e conseguiu patentear o produto.

“Apesar de algumas dificuldades, em 2014 consegui abrir um CNPJ como MEI, as portas foram se abrindo e comecei a atender outras empresas, emitindo nota fiscal eletrônica e com o Juro Zero, a empresa foi expandindo”, conta.

Geser procurou uma instituição de microcrédito que sugeriu a ele fazer uma nova operação para injetar os recursos na empresa e realizar os projetos que estavam em mente. Então, o MEI começou a entrar na linha moveleira, fabricando também pezinhos para sofás e móveis. A empresa, em Blumenau, prosperou e, em 2020, o faturamento ultrapassou o limite de MEI, obrigando Geser mudar o porte da empresa para uma Microempresa (ME).

 

Segundo dados da Associação das Instituições de Microcrédito e Microfinanças da região Sul do Brasil (Amcred), no último ano, 49,12% dos contratos do Juro Zero são realizados por mulheres. Os outros 50,87% são homens. Paulo Henrique Jurgensen já foi MEI e também usou o Juro Zero em dois momentos do seu negócio. Morador da região de Campo Alegre, Paulo começou a perceber a falta de hotéis e o potencial do local em que mora para o turismo com a construção de um autódromo. Primeiramente, decidiu alugar a chácara da mãe que é destinada para criação de animais e hortaliças para o consumo. Em 2019, virou MEI, montou uma casa rústica ao lado da chácara da família e começou a alugar.

Em 2020, com a pandemia, sofreu um pouco, mas teve uma outra ideia: expandir o seu negócio para um site de locação de imóveis para todos da região. “Assim muitos moradores que estavam com dificuldades financeiras, poderiam alugar por meio do meu site, gerando renda não só para mim, mas para a vizinhança e obter uma renda extra”. O negócio cresceu justamente na pandemia e ele teve que mudar do MEI para uma empresa limitada. 

Atualmente, além dos imóveis de locação de final de semana, ele tem ainda imóveis de locação semestral para pessoas que querem ter um lar rural aos finais de semana. Utilizou do Juro Zero para reformas nos imóveis, troca de móveis e até uma piscina. “Sem sombra de dúvidas o Programa Juro Zero, em 2019, foi o meu pontapé inicial para regularização, e expansão”, conta.

Quase R$ 400 milhões em créditos


Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom 

Desde que foi implantado, em 2011, o Juro Zero concedeu R$ 399.272.775,00 em 125.287 operações, movimentando a economia catarinense em mais de R$ 447 milhões. O programa é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) e da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc), em parceria com as instituições de microcrédito catarinenses.

“É nosso papel como Estado criar oportunidades para o cidadão. E o Juro Zero vem ao encontro disso. Ele fomenta negócios e gera renda para a população. E assim, junto aos catarinenses, vamos promovendo o crescimento de Santa Catarina”, ressalta o governador Carlos Moisés.

Para o secretário da SDE, Luciano Buligon, o Juro Zero é um ciclo de investimento  tanto para o MEI quanto para o Estado. “O Programa Juro Zero é mais que uma linha de crédito. Ele é uma política pública que atua na formalização do MEI, que passa a adquirir direitos com seu CNPJ regularizado e também contribui com o crescimento do estado, gerando novas vagas de emprego. O Juro Zero ainda é aquele impulso que o microempreendedor precisa para avançar ou começar um pequeno negócio e evoluir na vida empreendedora”, destaca.

O presidente Eduardo Machado afirma que o Badesc tem também no seu DNA a missão de reduzir as desigualdades sociais permitindo o acesso ao crédito aos pequenos negócios. “Para nós, é um orgulho ter criado o programa com apoio de outras instituições que acreditaram na nossa ideia. Nestes 10 anos, atuamos como aliado estratégico dos microempreendedores e um dos principais repassadores de recursos para as organizações de microcrédito de Santa Catarina, responsáveis por conceder o crédito aos MEIs, micro e pequenos negócios, gerando emprego e renda para muitas famílias catarinenses”, destaca.

Setor Varejista é o segmento que mais capta recurso


Foto: Clóvis Perozin/ Arquivo / SDE

Líder em captação de recursos para o Juro Zero, o comércio varejista captou R$ 10,8 milhões de empréstimos de março de 2020 até julho de 2021. Em seguida vem cabeleireiros (R$ 7,5 milhões), obras de alvenaria (R$ 5 milhões), promoção de vendas (R$ 3,7 milhões) e estética ( R$ 2,8 milhões).

Oeste do estado é campeão

Em relação aos números, a região Oeste é a que mais possui recursos captados, somando quase R$ 11 milhões de janeiro a setembro de 2021. Em seguida vem o sul catarinense ( R$ 9,1 milhões), Vale do Itajaí ( R$ 9 milhões), Norte catarinense ( R$ 6,3 milhões), Grande Florianópolis ( R$ 4,1 milhões) e Serra ( R$ 3,2 milhões). 

WhatsApp Image 2021 11 24 at 17.38.17

Juro Zero como Política Pública

A comissão de constituição e justiça da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) admitiu tramitação em regime de urgência do Projeto de Lei (PL) do Executivo que altera o art. 2º da Lei nº 15.570, de 2011.

A legislação institui o Programa Juro Zero, com o objetivo de incentivar a formalização de empreendedores populares, o investimento produtivo, a promoção da inclusão social e a geração de emprego e renda em Santa Catarina. O PL altera parte da lei, aumentando o limite governamental para o subsídio dos juros na operação do programa.

Políticas públicas são medidas criadas pelos governos para garantir direitos, assistência ou prestações de serviços à população, assegurando que a população tenha acesso aos direitos garantidos pela lei. Na prática, o Juro Zero como instrumento de política pública vai fortalecer o programa, continuando a realizar operações para o MEI.

Quem Participa

Podem participar os MEIs formalizados. É considerado microempreendedor individual aquele que possui receita bruta anual de até R$ 81 mil. O MEI deve ter apenas um estabelecimento e não ser sócio, administrador ou titular de outros empreendimentos. Se precisar de ajuda, pode contratar um funcionário com remuneração de até um salário mínimo ou o piso da categoria.

Conheça aqui quais atividades são reconhecidas para MEI. Se você não está formalizado, você também pode se formalizar no Portal do Empreendedor. Os postos de atendimento do Sebrae também estão à disposição para tirar dúvidas sobre a formalização. Localize aqui o posto de atendimento do Sebrae mais próximo.

Como funciona

O empréstimo do Juro Zero será oferecido pelas instituições de microcrédito habilitadas pelo Badesc para esta finalidade em todas as regiões de Santa Catarina. Os MEIs formalizados devem procurar uma dessas instituições para fazer o pedido do microcrédito. Localize aqui o posto de atendimento de uma instituição de microcrédito mais próximo.

Se o pedido for aprovado, o MEI recebe um crédito de até R$ 5 mil. Ao pagar todas as prestações em dia, a última parcela será paga pelo Governo do Estado.

O empreendedor tem direito a fazer até duas operações por CNPJ, sujeitas à análise de crédito nas instituições de microcrédito presentes em todas as regiões de Santa Catarina (OSCIPs), e pelas cooperativas do Sistema Sicoob, com operação do Badesc. 

Texto: Jornalista Pablo Mingoti 

Mais informações para a imprensa:
Mônica Foltran
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDE
Fone: (48) 3665-2261 / 99696-1366
E-mail: jornalistamonicafoltran@gmail.com
Site: www.sde.sc.gov.br

 


Foto: Maurício Vieira/Secom
 
A Celesc iniciou as obras para a construção de duas novas linhas de distribuição que vão se conectar à nova Subestação de Fronteira Ratones, no Norte da Ilha, em Florianópolis. As duas linhas possuem tensão de 138 kV, e terão aproximadamente cinco quilômetros de extensão. O investimento da empresa para executar a obra é de R$ 61 milhões.
 
Os trabalhos para a construção das linhas da Celesc iniciaram assim que a licença ambiental de instalação foi concedida pela Fundação Municipal do Meio Ambiente de Florianópolis (Floram), no último dia 15 de outubro. A expectativa é de que elas estejam aptas para entrar em operação a partir de abril de 2022. As linhas de distribuição estão sendo construídas com um trecho de aproximadamente 2,7 quilômetros de extensão, em circuito aéreo, e em um trecho de aproximadamente 2,16 quilômetros em circuito isolado e subterrâneo.
 
Segundo o diretor de Distribuição da Celesc, Sandro Levandoski, a implantação da Subestação Ratones e das linhas associadas irá eliminar os riscos de corte de carga no atendimento à Ilha de Santa Catarina, tanto em regime normal de operação quanto em casos de contingências, garantindo mais confiabilidade no abastecimento para a capital do estado. Além disso, a entrada em operação da subestação, que operará em tensões de 230 e 138 kV, representará um aumento na capacidade nos sistemas de energia elétrica que atendem à Ilha de Santa Catarina, passando dos atuais 1.284 MVA para 1.584 MVA - um aumento de aproximadamente 23% de capacidade instalada.
 
Esse reforço representará uma diminuição dos carregamentos das linhas e equipamentos no restante dos sistemas elétricos da região metropolitana, melhorando o atendimento em toda a Grande Florianópolis.
 
A ampliação e reconfiguração dos sistemas elétricos com a nova subestação também contribuirá para a redução nas perdas técnicas da Celesc. Esse ganho representará uma diminuição de perdas anuais de cerca de 5,0 % no sistema de alta tensão e de aproximadamente 1,2% no total de perdas técnicas da Celesc Distribuição, representando uma economia de aproximadamente R$ 4,5 milhões por ano.
 
Sobre a Subestação Ratones e as linhas de distribuição associadas
 
A Subestação Ratones 230/138kV será uma nova subestação de fronteira da Rede Básica do SIN (Sistema Interligado Nacional) com a Celesc Distribuição, e está sendo construída na região Norte da Ilha de Santa Catarina, no bairro de Ratones, em Florianópolis.
 
Os empreendimentos em construção viabilizarão o terceiro ponto de conexão entre os sistemas elétricos de abastecimento da região insular da capital catarinense e o SIN. O vencedor do leilão da Aneel para as obras de construção da subestação foi o Consórcio Colúmbia, formado pelas empresas Transmissoras TAESA e ISA-CETEP. Enquanto o consórcio é responsável pelas obras da subestação e das linhas de transmissão em 230.000 Volts, cabe à Celesc a construção das linhas de distribuição em 138.000 Volts que vão se conectar a ela.
 
“Os estudos que deram origem à SE Ratones foram executados em conjunto pela equipe de planejamento da Celesc e a Empresa de Pesquisas Energéticas (EPE), órgão vinculado ao Ministério de Minas e Energia (MME)”, explicou o engenheiro Ricardo Hinnig da Silva, gerente da Divisão de Planejamento do Sistema Elétrico da Celesc.
 
Mais conexões com a Rede Básica
 
A Subestação Ratones é mais uma das obras de rede básica de fronteira, fruto do trabalho de planejamento de longo prazo da Celesc, em parceria com os demais agentes do setor elétrico. Além dela, estão em fase de implantação mais cinco novas subestações de Rede Básica de Fronteira em Santa Catarina: SE 230/138/69kV Tubarão Sul, SE 525/230/138kV Joinville Sul; SE 230/138kV Jaraguá do Sul; SE 525/230/138kV Itajaí 2 e SE 230/138kV Indaial. Todas essas obras trazem relevantes benefícios para o estado, garantindo o atendimento adequado para a sociedade catarinense. 

Informações adicionais para a imprensa
Assessoria de Imprensa 
Centrais Elétricas de Santa Catarina - Celesc 
E-mail: comunica@celesc.com.br
Atendimento 24h: 0800 048 0120
Site: www.celesc.com.br


Fotos: Peterson Paul/Secom

O governador Carlos Moisés manifestou apoio às mobilizações da sociedade civil organizada por mais investimentos nas rodovias federais de Santa Catarina. Na manhã desta segunda-feira, 29, o gestor participou do abaixo-assinado promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) e pelo Grupo ND, como parte da campanha “SC Não Pode Parar”.

"As BRs de Santa Catarina precisam de mais investimentos. Importante a mobilização da Fiesc, do Grupo ND e de todos os catarinenses. Temos pressa. O Governo do Estado investirá R$ 465 milhões nas rodovias federais, já investiu R$ 1,7 bilhão na infraestrutura estadual e repassou R$ 3 bilhões em transferências voluntárias para os municípios", lembrou o governador.

Os R$ 465 milhões em recursos estaduais citados por ele são para acelerar os trabalhos nas BRs 470, 163, 280 e 285. O aporte recebeu o aval da Assembleia Legislativa. Carlos Moisés também propôs uma união de esforços estaduais e federais para a duplicação da BR-282, a fim de viabilizar uma concessão que não seja onerosa para os usuários da rodovia. Ele antecipou que já há R$ 50 milhões reservados para aportar em melhorias na rodovia, tão logo o Governo Federal tenha projeto.

"O Governo do Estado, lá em novembro de 2018, elegeu a infraestrutura como a bandeira da gestão. Esta pauta merece a união de todos os catarinenses", completou Carlos Moisés. O abaixo-assinado está disponível no neste endereço.

De acordo com a Fiesc e o Grupo ND, o abaixo-assinado pretende ser um movimento histórico, demonstrando a união e a força dos catarinenses para sensibilizar quanto a necessidade de equacionar entraves burocráticos e viabilizar os investimentos necessários.

O presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar, enalteceu a iniciativa do Governo do Estado ao investir nas rodovias federais e considerou o abaixo-assinado um importante passo para sensibilizar a sociedade e as autoridades.

"Santa Catarina se destaca sem seus índices, de desenvolvimento, de qualidade de vida, de segurança. Mas a precariedade da infraestrutura rodoviária é um consenso. Precisamos de soluções para que possamos manter e até incrementar os resultados que Santa Catarina vem apresentando", afirmou. Aguiar também defendeu investimentos em outros modais, como o ferroviário. 

Para o presidente-executivo do Grupo ND, Marcello Petrelli, houve equívocos da parte dos representantes de Santa Catarina e da imprensa no passado, no que diz respeito às cobranças por mais investimentos, o que levou o Governo Federal a favorecer outros estados. 

"Brasília sempre tratou como se Santa Catarina não precisasse de nada.Todos nós sabemos que as rodovias federais estão numa situação deplorável. Focar no problema e falar abertamente é o começo da busca pela solução", afirmou.

O ato teve a presença do secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, prefeitos, parlamentares estaduais e federais e empresários.

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3058 
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Aires Mariga/Epagri

A Gerência Regional da Epagri em Joinville promove nesta terça-feira, 30, o Dia da Cidadania Rural, mais um evento a compor o calendário comemorativo dos 30 anos de fundação da Empresa. São esperadas cerca de 300 pessoas, do campo e da cidade, que poderão participar de minipalestras, minioficinas e outras atrações que visam a democratizar o conhecimento produzido pela aniversariante. O evento acontece a partir das 9 horas, na Epagri do município, que fica na rodovia SC 418, Km 0,3, bairro Pirabeiraba.

As minioficinas tratarão de temas de interesse dos públicos rural e urbano. Biofertilizantes, abelhas nativas, compostagem, meteorologia e Plantas Alimentícias Não Convencionais (Panc) estão entre os diversos assuntos a serem abordados. Já nas minipalestras, os assuntos são mais de interesse específico dos agricultores familiares, como sucessão familiar, outorga de água, linhas de crédito, seguro agrícola e cooperativismo, entre outros.

O Dia da Cidadania Rural terá também outras atrações, que vão interessar pessoas de todas as idades, tanto do campo quanto da cidade. Haverá exposição de pequenos animais, venda de produtos coloniais e de lanches, mostra de máquinas e equipamentos, energia fotovoltaica e muito mais. A programação termina às 16 horas, com bolo de aniversário pelos 30 anos de fundação da Epagri.

“Nossa intenção é trazer ao público um pouco do que realizamos na região, bem como comemorar com a sociedade nossa satisfação em colaborar com o desenvolvimento sustentável do meio rural catarinense nesses 30 anos de história da Epagri”, explicou Hector Silvio Haverroth, gerente regional da Epagri em Joinville. 

30 anos da Epagri

Em 20 de novembro de 1991, o Estado uniu os trabalhos de pesquisa e extensão rural e pesqueira, somando experiências em diferentes áreas e fortalecendo ainda mais o setor. De lá para cá, a Epagri se firmou junto à sociedade como uma empresa confiável e eficiente, sempre ao lado dos catarinenses. Para marcar seus 30 anos a Empresa organizou um calendário com eventos que acontecem por toda Santa Catarina até dezembro.

A Epagri está presente em todos os municípios do estado, que podem contar com o serviço de pelo menos um extensionista rural. Dispõe de 13 unidades de pesquisa estrategicamente espalhadas, a fim de desenvolver tecnologias aplicadas às necessidades dos agricultores de cada região. A estrutura da Empresa conta ainda com 13 Centros de Treinamento, também espalhados pelo território catarinense, com o objetivo de capacitar agricultores, técnicos e outros profissionais.

O sucesso de Santa Catarina no agronegócio é um dos reflexos do bom trabalho desenvolvido pela Epagri ao longo de seus 30 anos de história. Em 2020, em plena crise sanitária e econômica, o estado catarinense alcançou o maior Valor de Produção Agropecuária (VPA) da história: R$ 40,9 bilhões. No ano passado, a agropecuária catarinense também bateu recorde de participação no valor de exportações do Estado: 70,2%.

Santa Catarina é hoje o maior exportador de suínos e o segundo maior de frangos do Brasil. Somos o maior produtor de cebola, ostra, maçã e carne suína do país; o segundo maior produtor de arroz, carne de frango, palmito, pitaia e pera; terceiro de alho, erva-mate, maracujá e pêssego e quarto de uvas. Tudo isso numa área que ocupa apenas 1,13% do território nacional.

Serviço

  • O que: Dia da Cidadania Rural
  • Quando: terça-feira, 30 de novembro, das 9h às 16h
  • Onde: na Epagri de Joinville (rodovia SC 418, Km 0,3, bairro Pirabeiraba)
  • Informações e entrevistas: Hector Silvio Haverroth, gerente regional da Epagri em Joinville (47) 34611525

Informações para a imprensa
Gisele Dias, jornalista
(48) 99989-2992


Fotos: Júlio Cavalheiro/Secom

O governador Carlos Moisés entregou na manhã desta segunda-feira, 29, na Casa d’Agronômica, em Florianópolis, os troféus e certificados aos 15 alunos vencedores da 3ª edição do Prêmio Honestidade nas Escolas. O projeto foi criado com o objetivo de despertar nos alunos a ética, a integridade e o respeito, tanto no âmbito escolar como familiar e social. Foram premiados os desenhos mais criativos a partir do tema “Como praticar a Honestidade na Escola?”.

“Não há meia verdade, nem mais ou menos correto. Sempre temos que fazer as escolhas pela integridade, transparência e pelo correto. A exemplo disso, as crianças nos mostram que estão aprendendo e têm muitas lições também para nos ensinar. Esse projeto é uma grande oportunidade, uma semente que está sendo plantada para a importância das ações de honestidade no dia a dia serem cada mais valorizadas”, reforçou o governador, que esteve acompanhado da primeira-dama, Késia Martins da Silva.

O chefe do Executivo estadual apresentou ainda aos alunos o que o Governo tem feito para melhorar o estado, para colocar efetivamente o dinheiro onde ele deve estar, com uma gestão mais transparente sempre pautada pela integridade.

Participaram desta edição mais de 25 mil alunos do 1ª ao 5º ano do Ensino Fundamental de escolas de 36 das 37 coordenadorias regionais da Rede Estadual de Ensino. O concurso é uma iniciativa da Secretaria Executiva de Integridade e Governança (SIG), em cooperação pedagógica com a Secretaria de Estado da Educação (SED). Como prêmio, os alunos receberam também uma viagem de estudos a Florianópolis, com direito a hospedagem, realizada neste fim de semana (27 e 28 de novembro).  

O secretário designado da SIG, Cristiano Socas da Silva, destacou que o Governo do Estado entende que assuntos importantes como as virtudes e valores humanos devem ser discutidos e refletidos desde a infância. “É um aprendizado para a vida. Com isso, as crianças, no seu dia a dia, podem mostrar para seus colegas, amigos, pais que é importante sempre ser honesto, justo e responsável.”

O Prêmio Honestidade nas Escolas

A 1ª Edição ocorreu em 2019, como um projeto piloto que contemplou a participação de cinco escolas dos municípios de Águas Mornas, Biguaçu, São José, Florianópolis e Antônio Carlos. A 2ª Edição foi realizada em 2020 e teve a participação de 79 crianças de 30 escolas de 26 municípios.

“É muito gratificante ver o resultado desse esforço nos desenhos inscritos. Agradecemos a todos os servidores da SED envolvidos no projeto, principalmente da Diretoria de Ensino e das Regionais de Educação, que incentivaram a participação de professores e alunos”, pontuou o diretor de Integridade da SiG, Carlos Petiz.

A aluna de São Bento do Sul Valentina Maester Valmorbida, de 9 anos, do 5º ano do Ensino Fundamental, destacou que ser honesto é sempre falar a verdade, independentemente da situação. “No meu desenho (reprodução abaixo), as crianças estavam jogando futebol e quebraram uma janela, após isso todos saíram correndo para não levar a culpa, mas a menina que tinha quebrado ficou e assumiu que quebrou. Isso é honestidade. Hoje eu estou muito feliz em receber a premiação das mãos do governador. Nunca imaginei que eu ia ganhar o prêmio e nem conhecer o governador.”

Também acompanharam o ato alguns professores e diretores das escolas.
 
Julgamento

A Comissão Julgadora de 2021 escolheu os melhores desenhos do 1º ao 5º ano (três de cada ano) com base nos seguintes critérios: pertinência ao tema proposto, criatividade, impacto visual e autenticidade.


 
Vencedores
 
1º Ano
1º Brenda Emanuelli Laba - EEB Dante Mosconi (Caçador)
2º Maria Vitória Lopes da Trindade - EEF Imaculada Conceição (Jacinto Machado)
3º Luiza Venturi Mariz - EEB Anair Margarida Voltolini (Pouso Redondo)

2º Ano
1º Alex Ribeiro dos Santos - EEB Dante Mosconi (Caçador)
2º Manuely Cristine Fontenelle Peixoto - EEB Tenente Ary Rauen (Mafra)
3º Isis Moro Costa - EEB Barão do Rio Branco (Urussanga)

3º Ano
1º Flávia Lock Pinheiro - EEB Jorge Schultz (Turvo)
2º Ana Clara Rosa - EEB João Teixeira Nunes (Tubarão)
3º Jasmim Milek Laskoski - EEB Dante Mosconi - Caçador
 
4º Ano
1º Lívia Gonçalves Vicentin -  EEB Jorge Schultz (Turvo)
2º Gustavo Davi Kogicovisci - EEB Dom Orlando Dotti (Caçador)
3º Ariane Rafaela Blasius da Silva - EEF Dr. Waldomiro Colautti
 
5º Ano
1º Valentina Maester Valmorbida - EEB São Bento (São Bento do Sul)
2º Isadora Antônio Santos -  EEB João Frassetto (Criciúma)
3º Yasmin Vitoria Ribeiro de Lima - EEB Dante Mosconi - Caçador
 
>>> CONFIRA OS DESENHOS VENCEDORES DA 3° EDIÇÃO NO SITE DA SIG

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Informações adicionais para imprensa:
Cléia Schmitz
Assessoria de Imprensa
Controladoria-Geral do Estado
E-mail: cschmitz@cge.sc.gov.br
(48) 3664-5651 / (48) 99128-1980
Site: www.cge.sc.gov.br