Compartilhe

Descrição do áudio:  

No Dia Mundial de Luta contra a Aids, celebrado neste domingo, dia 1º, o Governo de Santa Catarina, por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, DIVE, reforça a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do HIV. A doença não tem cura, mas o vírus pode ser evitado com o uso de preservativo. No caso de pessoas já infectadas, o diagnóstico precoce é fundamental para um tratamento eficaz./

A médica infectologista da DIVE, Aline Vitali Grando, explica que a prevenção pode ser feita de forma combinada, com uso de vários métodos/

SONORA 

Entre 2007 e 2018, Santa Catarina registrou 14.232 novos casos de infecção por HIV. A taxa de detecção passou de 4,9 para 39 casos por 100 mil habitantes no período, o que mostra um aumento no número de diagnósticos. A realização de testes rápidos contribui para esse cenário e está disponível em todos os municípios catarinenses. /

No primeiro semestre deste ano, foram distribuídos 1,1 milhão de testes no estado. Eles são realizados nas unidades de saúde, sem a necessidade de estrutura laboratorial, com a coleta de uma gota de sangue da ponta do dedo ou pela saliva. O resultado sai em, no máximo, 30 minutos.//

Duração: 1 Min 51 Seg
Apresentação: Fabiana de Liz
Técnica: Fabiana de Liz
Produção: Serviço de Rádio da Secretaria Executiva de Comunicação
Contato: (48) 3665-3051 
E-mail: radiosecom@gmail.com