Com o menor número de ressalvas e recomendações dos últimos 18 anos, 5 e 8, respectivamente, a prestação de contas do Governo do Estado, referente ao segundo ano de gestão do governador Carlos Moisés, foi novamente aprovada por unanimidade. A sessão virtual do Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE) foi realizada nesta quarta-feira, 2.

“Mesmo diante de tantos desafios e incertezas em 2020, conseguimos trabalhar com gestão tributária e econômica eficiente, culminando em resultados positivos. O trabalho que iniciamos no primeiro ano de Governo foi fundamental para o equilíbrio das contas e para que tivéssemos essa aprovação unânime”, destacou o governador Carlos Moisés.

O relator e conselheiro, Luiz Roberto Herbst, elogiou a gestão e recomendou a aprovação em seu parecer. “Considerando a análise técnica na referida prestação de contas, as contrarrazões apresentadas pelo Poder Executivo, e que as contas representam adequadamente a posição orçamentária e financeira de 2020, emito o parecer pela aprovação”, declarou. Herbst destacou a evolução nas despesas com a Saúde, pois embora a aplicação mínima, segundo critério constitucional, seja de 12% da Receita Corrente Líquida (RCL), o Estado investiu 14,56%, o que corresponde a R$ 4,39 bilhões.

Assim como em 2019, a evolução do resultado orçamentário de 2020 foi um dos pontos positivos. Santa Catarina registrou superavit de R$ 1,86 bilhões, o maior de todos os tempos. “Tivemos um ano atípico, com o início de uma pandemia mundial e, no primeiro semestre do ano passado, o Estado sofreu com queda brusca na arrecadação. Contudo, a partir do segundo semestre, a economia foi se equilibrando e a gestão responsável foi determinante para conseguirmos números exitosos”, explicou o secretário de Estado da Fazenda (SEF), Paulo Eli, que representou o governador Carlos Moisés na apreciação das contas.

O secretário agradeceu os esforços de todos os profissionais da SEF, que resultaram na consolidação dos números e no cumprimento de metas. “Quando assumimos a Fazenda, em 2018, tínhamos inúmeros compromissos atrasados, com fornecedores que se recusavam a fazer entregas. O planejamento é fundamental e, por isso, estamos construindo um plano até 2035 com os principais entraves, incluindo dívida pública, riscos fiscais e deficit da previdência. Já temos melhorias da gestão tributária e da financeira, da receita corrente líquida, fruto do trabalho das nossas equipes”, enalteceu Eli.

O procurador do Ministério Público de Contas (MPC), Diogo Ringenberg, salientou que o equilíbrio econômico do Estado, em comparação com o país, favoreceu os bons números. “Santa Catarina gerou mais de 50 mil empregos em 2020, um saldo muito positivo. O Estado teve retração no PIB de apenas 1,6%, mesmo percentual de queda da atividade econômica. Em comparação com o país, cuja queda neste quesito foi de 4,4%, os resultados podem ser considerados satisfatórios”, pontuou. Ringenberg também enfatizou que o Governo catarinense evoluiu na transparência e na disponibilização de informações, realizando reuniões com técnicos do TCE e MPC para treinamento e acesso ao Sistema de Administração Tributária (SAT). “Lembrando que as contas do Poder Executivo de 2017 receberam um parecer prévio negativo justamente pela ausência de transparência fiscal”, ressaltou.

Repasse histórico para Educação

Na Educação, foram aplicados R$ 5,5 bilhões, também o maior repasse da história de Santa Catarina. De acordo com o Balanço Geral, sem computar as despesas com inativos, a despesa corresponde a 24,35% da Receita Líquida de Impostos (RLI). A SEF justifica que o Estado tinha a reserva financeira suficiente para atingir os 25%, porém, por conta da paralisação das aulas presenciais, houve redução de gastos sobretudo com transporte e energia elétrica. “Não tem como desconsiderar os efeitos da pandemia e todas as dificuldades enfrentadas pela Educação em 2020”, argumentou o procurador do MPC.

“A Secretaria da Fazenda vai atuar para minimizar, cada vez mais, os eventuais apontamentos do TCE. Vamos analisar cada ressalva e trabalhar para atender todos os pontos. Aqueles que, porventura, tivermos posição diferenciada, iremos buscar tratativas com o TCE para consolidarmos o entendimento”, concluiu a secretária adjunta da Fazenda, Michele Roncalio.

O parecer prévio será encaminhado à Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), que irá julgar a aprovação ou rejeição das contas do Poder Executivo. Participaram da videoconferência o presidente do TCE, Adircélio de Moraes Ferreira Júnior; procurador-geral de Justiça, Fernando Comin; e o controlador-geral do Estado (CGE), Cristiano Socas; além de conselheiros do TCE e diretores da SEF.

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação da Secretaria da Fazenda
Michelle Nunes
Fone: (48) 3665-2575/ (48) 99929-4998
E-mail: jornalistaminunes@gmail.com
Site: www.sef.sc.gov.br 
facebook.com/fazendasc
https://www.instagram.com/fazendasc

 

assinatura
Foto: Divulgação / SDE 

Valorizar e qualificar os empreendedores artesanais e desenvolver o setor de artesanato catarinense para promover qualificação e geração de renda. Esses são alguns dos objetivos da assinatura do Acordo de Cooperação Técnica entre o Governo de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), com o Ministério da Economia, nesta quarta-feira, 2. A ação formaliza ações do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) no Estado.

“A economia solidária tem um papel fundamental no fortalecimento de atividades econômicas sustentáveis, com base no trabalho colaborativo. Esta parceria com o Ministério da Economia agrega e fortalece a capacitação dos profissionais, tão importante, principalmente em tempos de pandemia. Trabalhamos no sentido de prover mais oportunidades, gerar trabalho, renda e emprego para a população”, enfatiza o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon.

Entre as ações do acordo de cooperação estão elevar o nível cultural, profissional, social e econômico dos artesãos, bem como desenvolver, promover o artesanato e realizar o suporte técnico operacional para a execução das políticas públicas voltadas ao desenvolvimento do setor, entre outras.

“Esta parceria, na prática, já existe com Santa Catarina. Agora, estamos fortalecendo ainda mais. O Estado conta com uma Coordenação Estadual do Artesanato atuante e sempre pronta a atender as solicitações e aderir às oportunidades apresentadas pela Coordenação Nacional do Artesanato. Vamos muito além, com foco em um mercado ainda mais competitivo”, frisa o diretor de Emprego e Renda, Diego Goulart.

Parceria recente

A parceria mais recente entre o Governo de SC e o PAB foi a capacitação para ensinar os artesãos catarinenses a ofertar os produtos na plataforma eletrônica do Mercado Livre, que tem sido, em tempos de pandemia da Covid-19, um aliado para impulsionar as vendas, garantir um retorno financeiro positivo e alcançar mais consumidores.

Principais ações para fortalecer o artesanato

• Cadastramento dos Artesãos no SICAB, para emissão da Carteira Nacional de Artesão, de acordo com as diretrizes previstas na legislação vigente;
• Manutenção do caminhão do artesanato, para a logística das feiras nacionais e de outras ações e parcerias para atendimento aos artesãos;
• Realização de formação de avaliadores do artesanato, especializados na curadoria dos produtos artesanais;
• Estrutura e apoio para o funcionamento do Conselho Estadual do Artesanato e da Economia Solidária - CEAES, importante espaço de discussão e deliberação coletiva sobre as políticas para os segmentos;
• Adesão as feiras nacionais incentivadas pelo PAB, elaboração de editais de seleção e apoio logístico para os artesãos;
• Realização de mapeamento do setor artesanal nos municípios, com vistas a ter diagnóstico para planejamento de ações;
• Realização de parceria com a SANTUR, para inclusão dos artesãos no portal Viaje+SC, identificando potencial turístico na atividade artesanal.

Mais informações para a imprensa:
Mariane Lidorio
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDE
Fone: (48) 3665-4298 / 99601-1488
E-mail: mari@sde.sc.gov.br
Site: www.sde.sc.gov.br


Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

Santa Catarina acelerou o crescimento no primeiro trimestre de 2021. O bom desempenho dos indicadores catarinenses refletiu no Produto Interno Bruto estadual, que cresceu 2,9% em 12 meses encerrados em março deste ano, frente ao mesmo período do ano anterior. Os dados estão apresentados no Boletim de Indicadores Econômico-Fiscais de Santa Catarina, do mês de junho, divulgado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) e que traz uma análise exclusiva dos indicadores econômicos do Estado.

"Esse resultado reforça o movimento de retomada da economia catarinense. Os números de geração de empregos também apontam neste sentido, que Santa Catarina está no caminho do crescimento. São reflexo da nossa economia diversificada, de um povo empreendedor e trabalhador e do nosso esforço para garantir segurança para os investimentos", afirma o governador Carlos Moisés.

“Temos os melhores índices econômicos atestados pelos indicadores oficiais, como IBGE e o Ministério da Economia. Nosso desafio é manter Santa Catarina com números acima da média nacional. Nossa receita para que isso se mantenha é cuidar da saúde das pessoas, fortalecer, cada vez mais, um trabalho integrado com o setor produtivo e entidades para atrair novas empresas, apostar na inovação para soluções efetivas e gerar emprego à população”, enfatiza o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon.

De acordo com o economista da SDE, Paulo Zoldan, no primeiro trimestre deste ano, os principais segmentos da economia tiveram um crescimento bastante robusto e contribuíram para acelerar a recuperação do PIB catarinense. A indústria de transformação, por exemplo, cresceu 17,8% neste primeiro trimestre, quando comparado com o mesmo trimestre de 2020. Na mesma comparação, os serviços cresceram 9,4%, o comércio 7,7%, as exportações 4,3% e as importações 46,6%.

“Este desempenho permitiu acelerar o crescimento da economia e manter a posição de Santa Catarina entre as de maior crescimento do país. Na comparação com as 14 maiores economias do Brasil, quando observado o período de 12 meses encerrados em março de 2021, relativos ao mesmo período anterior, o estado figura como o de melhor desempenho na produção de serviços, terceiro na produção industrial e quarto no crescimento do volume de vendas do comércio. Na geração de empregos formais, o estado passou da terceira posição em março, para a primeira em abril”, enfatiza.

Setor de serviços impulsiona economia

Para o economista, o bom desempenho da economia catarinense foi puxado principalmente pelo do setor de serviços, responsável por 68% do PIB e que cresceu 2,5% no período e pelo comércio, que cresceu outros 4,8%. A indústria total cresceu 4,6%, sendo que a indústria de transformação cresceu 2,1% e a construção civil, no embalo das reformas residenciais e retomada dos investimentos, cresceu 14,8%.

No setor de serviços, além do desempenho do comércio, o destaque foi o crescimento dos serviços profissionais, científicos, técnicos e administrativos e complementares, que cresceram 17,2%. Serviços estes, impulsionados pelo próprio crescimento da produção industrial e do comércio.

Na indústria de transformação os maiores destaques foram o crescimento dos segmentos de máquinas e equipamentos (25%); de máquinas elétricas (15,8%); de borracha e material plástico (8,1%); do têxtil (6,7%) e de papel e celulose (5,9%).

>>> Confira mais detalhes do Boletim Econômico-Fiscais do mês de maio aqui

Mais informações para a imprensa:
Mônica Foltran
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDE
Fone: (48) 3665-2261 / 99696-1366
E-mail: jornalistamonicafoltran@gmail.com
Site: www.sde.sc.gov.br

 

assinaturaSRS
Foto: Divulgação / SDE

Promoção do desenvolvimento local e inclusão social por meio da oferta de empregos. Este é o foco da assinatura do Acordo de Cooperação Técnica assinado entre o Governo de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), e a Prefeitura de Santa Rosa do Sul, para que a administração municipal mantenha o primeiro ponto de atendimento do Sistema Nacional do Emprego (Sine), com supervisão estadual. O ato ocorreu na manhã desta quarta-feira, 2.

“Em um período como este em que estamos vivendo, de pandemia mundial, os desafios da atuação do Sine são ainda maiores. E é justamente na geração de empregos que estamos concentrando grande parte dos nossos esforços. Com a confiança do empreendedor catarinense, os resultados estão aí, quase 100 mil vagas só no primeiro quadrimestre deste ano. Continuaremos fazendo este trabalho, para Santa Catarina crescer a cada dia mais”, disse o secretário da SDE, Luciano Buligon.

“Uma parceria muito importante foi selada a partir de hoje. O ato representa um cuidado e zelo da administração, com o intuito de valorizar a questão do emprego. Isto nos dará frutos muito grandes e a população será ainda mais acolhida. Santa Rosa do Sul sai satisfeita. Agradeço ao Governo de Santa Catarina. E digo mais: faremos muitas outras parcerias para desenvolver cada vez mais nosso município”, frisa o prefeito Almides Roberg Silva da Rosa.

Para o diretor de Emprego e Renda da SDE, Diego Goulart, este acordo representa um momento de fortalecimento e crescimento e, por isto, o Governo está junto. "Agora nós seremos 128 unidades em Santa Catarina. Continuamos seguindo a linha da gestão Carlos Moisés e, que o secretário Buligon nos solicita a cada dia, que é aproximar o cidadão dos serviços públicos. Isto tem gerado resultados muito positivos. O Estado segue sendo referência nacional na geração de empregos", destaca ele.

A unidade municipalizada do Sine de Santa Rosa do Sul será estruturada em uma sala no paço municipal, localizada na Rua Ferminio Pedro Raupp, nº 400, Centro.

Serviços

A intermediação de mão de obra será o principal serviço oferecido na unidade. Entre outros estão, seguro-desemprego; informação sobre o mercado de trabalho e orientação para o trabalhador. Assim como as outras, esta agência também aproximará empresas que necessitam contratar profissionais dos trabalhadores que buscam uma oportunidade.

Mais informações para a imprensa:
Mariane Lidorio
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDE
Fone: (48) 3665-4298 / 99601-1488
E-mail: mari@sde.sc.gov.br
Site: www.sde.sc.gov.br

 

O Governo do Estado reuniu virtualmente nesta quarta-feira, 2, representantes da sociedade civil e de outras esferas do setor público que irão participar da formulação do 1º Plano de Ação SC Governo Aberto. Na reunião, os participantes foram apresentados ao programa do Estado em parceria com a Open Government Partnership (OGP), iniciativa internacional que promove governos mais transparentes, responsáveis, eficientes e inclusivos.

Os participantes também conheceram a metodologia de trabalho que será utilizada para construção dos compromissos e das ações que vão compor o Plano. O prazo final para elaboração é 31 de julho e para execução 31 de outubro de 2022. Quatro mesas temáticas foram pré-definidas pelo Governo do Estado para compor o 1º Plano SC Governo Aberto: Transparência Ativa; Compras Públicas; Participação do Usuário e Avaliação dos Serviços Públicos; e Articulação de Governo Aberto e Controle Social nos Municípios.

Estão previstas duas reuniões para cada mesa temática, com início na próxima semana e finalização dos trabalhos ainda em junho. Entre os convidados da sociedade civil estão representantes de instituições como observatórios sociais, universidades, imprensa, conselhos regionais de classe, associações empresariais e entidades de fomento à transparência pública. O objetivo é ter paridade entre atores de dentro e de fora do governo, seguindo premissa da OGP.

O controlador-geral do Estado, Cristiano Socas da Silva, e a secretária de Integridade e Governança, Naiara Augusto, fizeram a abertura da reunião. Socas destacou a importância da participação social: “O Governo vai avançar muito quando a sociedade civil estiver empoderada e ciente de seu direito de receber o que lhe pertence. Acredito que estamos fazendo história”. Para Naiara, a via de colaboração em um Governo Aberto é de mão-dupla: “O Estado entrega serviços à sociedade e a sociedade nos ajuda a aperfeiçoar as políticas públicas”.

Entenda

Santa Catarina é o primeiro Estado brasileiro a fazer parte da OGP. A candidatura de adesão à organização foi uma iniciativa da Controladoria-Geral do Estado (CGE) com o apoio da Secretaria de Integridade e Governança (SIG) e Secretaria de Articulação Internacional (SAI). O projeto teve o aval imediato do governador Carlos Moisés, que enviou à OGP uma Carta de Suporte à inscrição de Santa Catarina.

A candidatura ainda teve o endosso do Observatório Social de Santa Catarina e do Grupo de Pesquisa Politeia da Udesc Esag, que seguem participando do grupo coordenador do projeto no Estado de Santa Catarina. Hoje, 78 países e 76 governos locais fazem parte da instituição. Além de apoiar e acompanhar todo o processo de elaboração e execução do Plano de Governo Aberto, ao final a OGP fará uma avaliação de desempenho do Estado de Santa Catarina em todo o processo.

“O projeto em parceria com a OGP é uma oportunidade de transformarmos iniciativas de Governo Aberto em uma política de Estado. O nosso desafio é criar um movimento com bases fortes para conseguirmos avançar em conjunto”, destacou a professora Paula Shommer Chies, coordenadora do Grupo de Pesquisa Politeia da Udesc Esag.

Informações adicionais para imprensa:
Cléia Schmitz
Assessoria de Imprensa
Controladoria-Geral do Estado
E-mail: cschmitz@cge.sc.gov.br
(48) 3664-5651 / (48) 99128-1980
Site: www.cge.sc.gov.br 

 

 


Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom 

O beneficiário do SC Mais Renda, auxílio emergencial criado pelo Governo do Estado, poderá utilizar os R$ 900 nas modalidades alimentação e despesas essenciais em milhares de estabelecimentos credenciados em todos os municípios de Santa Catarina. Será possível usar o cartão em locais como supermercados, mercearias, padarias, quitandas, açougues, farmácias, restaurantes, papelarias, livrarias e até em postos de combustíveis.

Para utilizar o crédito, as 67 mil famílias a serem beneficiadas deverão usar o próprio cartão no momento da compra. Não há possibilidade de sacar o valor, pois o saque geraria custos adicionais ao beneficiário (R$ 5,90 por saque) e nem todos os municípios do Estado possuem terminal 24h do Banco do Brasil, banco com o qual a rede Alelo trabalha.

O secretário adjunto de Desenvolvimento Social, Daniel Netto Cândido, dá mais detalhes sobre o auxílio. “Queremos que a utilização ocorra da melhor maneira possível para o beneficiário, sem transtornos para quem já sofreu tanto com essa pandemia. Os cartões devem ser entregues com segurança e rapidez, amenizando o sofrimento de milhares de catarinenses. Por determinação do governador Carlos Moisés, estamos trabalhando de forma integrada e sem medir esforços para que a primeira parcela seja paga já no mês de julho”.

O reforço financeiro do SC Mais Renda contempla três parcelas de R$ 300 para pessoas em situação de vulnerabilidade e desempregados que atuavam nos setores mais afetados pela pandemia de Covid-19.

Famílias beneficiadas

Podem ser contempladas famílias registradas no Cadastro Único (CadÚnico) e que não receberam nenhum auxílio do Governo Federal, além de pessoas desempregadas nos setores ligados a alimentação, alojamento, promoções, eventos e turismo. Quem recebe Benefício de Prestação Continuada (BPC) não pode ser contemplado com o auxílio emergencial.

Além desses grupos, o Governo do Estado incluiu no pacote pessoas que trabalhavam no transporte coletivo e que perderam seus empregos. Também foram incluídos trabalhadores que tenham perdido o vínculo formal de emprego entre 19 de março de 2020 e 1º de maio de 2021, em empresas nos setores com atividades principais descritas na Emenda Substitutiva Global à Medida Provisória 240.

Informações adicionais para a imprensa
Fabiana de Liz
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: fabianadeliz@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3003
Site: www.sc.gov.br  
www.facebook.com/governosc e @GovSC

 


Foto: Divulgação/Celesc  

Após a conclusão dos trabalhos para o restabelecimento da energia elétrica no Meio-Oeste de Santa Catarina, o governador Carlos Moisés determinou a criação de um grupo de trabalho para analisar as fragilidades dos sistemas de transmissão e distribuição e encaminhar as soluções adequadas. Ele considerou "inaceitável" a forma como um grande número de catarinenses ficou sem fornecimento e o tempo necessário para a retomada.

"A retomada do fornecimento de energia elétrica foi prioridade nestes dias, mas agora precisamos focar em soluções perenes. Teremos um diagnóstico completo e ações para tornar o sistema mais resiliente. É urgente. Uma situação como essa, ocorrida em cidades tão importantes, não pode voltar a acontecer em Santa Catarina. É inaceitável", afirma Carlos Moisés.

Antecipação de investimentos

O Estado já havia informado à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) sobre a necessidade de incremento na transmissão para a região. "A agência realizou um leilão que promoverá investimentos de uma nova linha de transmissão de 230kV, até 2023, para que haja redundância na transmissão de energia elétrica ao Meio-Oeste. Vamos em busca de antecipar esta obra junto ao órgão regulador", informou o governador.

Entenda o ocorrido

Na última quinta-feira, dia 28, fortes ventos causaram problemas na rede elétrica da região, especialmente entre Videira e Campos Novos. Foram derrubadas quatro torres de transmissão de energia de 230 kV sob responsabilidade da empresa transmissora, com sede no Rio de Janeiro.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou que, por conta disso, houve o desligamento automático da linha de transmissão entre Campos Novos e Videira, interrompendo a transferência de cargas da subestação de Videira devido à indisponibilidade de outras linhas de 138 kV na região, atingindo também outras três subestações em Caçador e Fraiburgo.

A Celesc disponibilizou todas as equipes para atender a ocorrência. A primeira providência de suas equipes foi percorrer os hospitais e postos de saúde para auxiliar no funcionamento de geradores, inclusive fornecendo óleo diesel. O fornecimento foi restabelecido na noite dessa terça-feira, 1º.

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3058 
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC





Há, em Santa Catarina, 975.430 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus, sendo que 937.596 estão recuperados e 22.417 continuam em acompanhamento. O balanço foi divulgado nesta quarta-feira, 2. Desde o início da pandemia, 15.417 mortes foram causadas pela doença respiratória. A taxa de letalidade é de 1,58%.

Em comparação com o boletim do dia anterior, houve mais 63 óbitos registrados. Aos casos confirmados se somaram 2.831, enquanto a estimativa de recuperados cresceu 2.475. São 293 casos ativos a mais.

>>> Confira aqui o boletim diário desta quarta-feira, 2
>>> Confira o detalhamento dos óbitos por data
>>> Saiba mais sobre as fontes e os conceitos dos dados

Todos os 295 municípios catarinenses já confirmaram ao menos um caso e 292 deles têm registros de óbitos. O Governo do Estado estima que haja 288 municípios com casos ativos. A região com a maior quantidade de casos ativos hoje, proporcionalmente à população, é Meio-Oeste, que tem 756 para cada 100 mil habitantes. Na sequência, aparecem Extremo-Oeste (499) e Serra (486).

A taxa de ocupação dos leitos de UTI Adulto pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina é de 95,2%. Isso significa que, dos 1.526 leitos existentes no estado para adultos, 1.452 estão ocupados, sendo 933 por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção por coronavírus.

Confira o detalhamento por regional de saúde:

Alto Uruguai Catarinense:
Casos confirmados: 21.653 (14.650 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 663 (449 por 100 mil hab.)
Óbitos: 266 (180 por 100 mil hab.)
Recuperados: 20.724

Alto Vale do Itajaí:
Casos confirmados: 30.790 (9.892 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.274 (409 por 100 mil hab.)
Óbitos: 457 (147 por 100 mil hab.)
Recuperados: 29.059

Alto Vale do Rio do Peixe:
Casos confirmados: 30.307 (10.217 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 955 (322 por 100 mil hab.)
Óbitos: 707 (238 por 100 mil hab.)
Recuperados: 28.645

Carbonífera:
Casos confirmados: 66.479 (15.021 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.870 (422 por 100 mil hab.)
Óbitos: 984 (222 por 100 mil hab.)
Recuperados: 63.625

Extremo-Oeste:
Casos confirmados: 24.762 (10.629 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.162 (499 por 100 mil hab.)
Óbitos: 331 (142 por 100 mil hab.)
Recuperados: 23.269

Extremo-Sul:
Casos confirmados: 26.872 (13.148 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 638 (312 por 100 mil hab.)
Óbitos: 546 (267 por 100 mil hab.)
Recuperados: 25.688

Foz do Rio Itajaí:
Casos confirmados: 101.415 (13.859 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.989 (272 por 100 mil hab.)
Óbitos: 1.766 (241 por 100 mil hab.)
Recuperados: 97.660

Grande Florianópolis:
Casos confirmados: 175.106 (14.244 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.638 (133 por 100 mil hab.)
Óbitos: 2.396 (195 por 100 mil hab.)
Recuperados: 171.072

Laguna:
Casos confirmados: 59.741 (16.070 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.177 (317 por 100 mil hab.)
Óbitos: 1.045 (281 por 100 mil hab.)
Recuperados: 57.519

Meio-Oeste:
Casos confirmados: 31.420 (16.088 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.477 (756 por 100 mil hab.)
Óbitos: 425 (218 por 100 mil hab.)
Recuperados: 29.518

Médio Vale do Itajaí:
Casos confirmados: 109.799 (13.773 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.854 (233 por 100 mil hab.)
Óbitos: 1.325 (166 por 100 mil hab.)
Recuperados: 106.620

Nordeste:
Casos confirmados: 152.217 (14.395 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 2.712 (256 por 100 mil hab.)
Óbitos: 2.374 (224 por 100 mil hab.)
Recuperados: 147.131

Oeste:
Casos confirmados: 50.570 (13.854 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 996 (273 por 100 mil hab.)
Óbitos: 927 (254 por 100 mil hab.)
Recuperados: 48.647

Planalto Norte:
Casos confirmados: 33.189 (8.708 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.661 (436 por 100 mil hab.)
Óbitos: 641 (168 por 100 mil hab.)
Recuperados: 30.887

Serra:
Casos confirmados: 37.012 (12.945 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.391 (486 por 100 mil hab.)
Óbitos: 720 (252 por 100 mil hab.)
Recuperados: 34.901

Xanxerê:
Casos confirmados: 24.098 (11.927 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 960 (475 por 100 mil hab.)
Óbitos: 507 (251 por 100 mil hab.)
Recuperados: 22.631

Confira o detalhamento por município:

Abdon Batista:
372 casos confirmados, 24 casos ativos, 345 recuperados e 3 óbitos

Abelardo Luz:
1.383 confirmados, 22 ativos, 1.318 recuperados e 43 óbitos

Agrolândia:
1.350 confirmados, 140 ativos, 1.191 recuperados e 19 óbitos

Agronômica:
593 confirmados, 36 ativos, 545 recuperados e 12 óbitos

Água Doce:
1.147 confirmados, 65 ativos, 1.067 recuperados e 15 óbitos

Águas de Chapecó:
409 confirmados, 18 ativos, 386 recuperados e 5 óbitos

Águas Frias:
478 confirmados, 1 ativo, 475 recuperados e 2 óbitos

Águas Mornas:
698 confirmados, 2 ativos, 687 recuperados e 9 óbitos

Alfredo Wagner:
659 confirmados, 2 ativos, 650 recuperados e 7 óbitos

Alto Bela Vista:
160 confirmados, 5 ativos, 153 recuperados e 2 óbitos

Anchieta:
565 confirmados, 89 ativos, 469 recuperados e 7 óbitos

Angelina:
486 confirmados, 6 ativos, 479 recuperados e 1 óbito

Anita Garibaldi:
1.112 confirmados, 33 ativos, 1.070 recuperados e 9 óbitos

Anitápolis:
314 confirmados, 3 ativos, 307 recuperados e 4 óbitos

Antônio Carlos:
1.477 confirmados, 21 ativos, 1.434 recuperados e 22 óbitos

Apiúna:
776 confirmados, 9 ativos, 752 recuperados e 15 óbitos

Arabutã:
390 confirmados, 5 ativos, 378 recuperados e 7 óbitos

Araquari:
3.368 confirmados, 71 ativos, 3.227 recuperados e 70 óbitos

Araranguá:
9.423 confirmados, 201 ativos, 9.002 recuperados e 220 óbitos

Armazém:
1.353 confirmados, 10 ativos, 1.314 recuperados e 29 óbitos

Arroio Trinta:
552 confirmados, 11 ativos, 529 recuperados e 12 óbitos

Arvoredo:
285 confirmados, nenhum ativo, 281 recuperados e 4 óbitos

Ascurra:
1.085 confirmados, 21 ativos, 1.055 recuperados e 9 óbitos

Atalanta:
384 confirmados, 23 ativos, 350 recuperados e 11 óbitos

Aurora:
729 confirmados, 26 ativos, 689 recuperados e 14 óbitos

Balneário Arroio do Silva:
1.909 confirmados, 42 ativos, 1.820 recuperados e 47 óbitos

Balneário Barra do Sul:
1.344 confirmados, 25 ativos, 1.284 recuperados e 35 óbitos

Balneário Camboriú:
23.173 confirmados, 421 ativos, 22.405 recuperados e 347 óbitos

Balneário Gaivota:
1.171 confirmados, 31 ativos, 1.109 recuperados e 31 óbitos

Balneário Piçarras:
4.337 confirmados, 58 ativos, 4.234 recuperados e 45 óbitos

Balneário Rincão:
1.274 confirmados, 5 ativos, 1.230 recuperados e 39 óbitos

Bandeirante:
252 confirmados, 6 ativos, 244 recuperados e 2 óbitos

Barra Bonita:
166 confirmados, 6 ativos, 159 recuperados e 1 óbito

Barra Velha:
3.856 confirmados, 56 ativos, 3.712 recuperados e 88 óbitos

Bela Vista do Toldo:
74 confirmados, 8 ativos, 63 recuperados e 3 óbitos

Belmonte:
226 confirmados, 2 ativos, 219 recuperados e 5 óbitos

Benedito Novo:
937 confirmados, 6 ativos, 914 recuperados e 17 óbitos

Biguaçu:
10.507 confirmados, 129 ativos, 10.222 recuperados e 156 óbitos

Blumenau:
47.263 confirmados, 847 ativos, 45.881 recuperados e 535 óbitos

Bocaina do Sul:
364 confirmados, 6 ativos, 355 recuperados e 3 óbitos

Bom Jardim da Serra:
572 confirmados, 10 ativos, 558 recuperados e 4 óbitos

Bom Jesus:
352 confirmados, 17 ativos, 329 recuperados e 6 óbitos

Bom Jesus do Oeste:
181 confirmados, 9 ativos, 166 recuperados e 6 óbitos

Bom Retiro:
683 confirmados, 32 ativos, 636 recuperados e 15 óbitos

Bombinhas:
3.350 confirmados, 20 ativos, 3.275 recuperados e 55 óbitos

Botuverá:
863 confirmados, 6 ativos, 849 recuperados e 8 óbitos

Braço do Norte:
7.543 confirmados, 196 ativos, 7.264 recuperados e 83 óbitos

Braço do Trombudo:
584 confirmados, 7 ativos, 573 recuperados e 4 óbitos

Brunópolis:
257 confirmados, 8 ativos, 241 recuperados e 8 óbitos

Brusque:
25.139 confirmados, 422 ativos, 24.463 recuperados e 254 óbitos

Caçador:
5.358 confirmados, 149 ativos, 5.000 recuperados e 209 óbitos

Caibi:
568 confirmados, 11 ativos, 546 recuperados e 11 óbitos

Calmon:
32 confirmados, 1 ativo, 27 recuperados e 4 óbitos

Camboriú:
11.634 confirmados, 169 ativos, 11.316 recuperados e 149 óbitos

Campo Alegre:
1.144 confirmados, 47 ativos, 1.064 recuperados e 33 óbitos

Campo Belo do Sul:
708 confirmados, 36 ativos, 653 recuperados e 19 óbitos

Campo Erê:
982 confirmados, 119 ativos, 855 recuperados e 8 óbitos

Campos Novos:
5.122 confirmados, 158 ativos, 4.866 recuperados e 98 óbitos

Canelinha:
1.208 confirmados, 15 ativos, 1.180 recuperados e 13 óbitos

Canoinhas:
5.548 confirmados, 387 ativos, 5.079 recuperados e 82 óbitos

Capão Alto:
148 confirmados, 9 ativos, 137 recuperados e 2 óbitos

Capinzal:
4.347 confirmados, 184 ativos, 4.126 recuperados e 37 óbitos

Capivari de Baixo:
4.062 confirmados, 90 ativos, 3.904 recuperados e 68 óbitos

Catanduvas:
1.699 confirmados, 68 ativos, 1.605 recuperados e 26 óbitos

Caxambu do Sul:
482 confirmados, 13 ativos, 461 recuperados e 8 óbitos

Celso Ramos:
393 confirmados, 28 ativos, 360 recuperados e 5 óbitos

Cerro Negro:
133 confirmados, 9 ativos, 120 recuperados e 4 óbitos

Chapadão do Lageado:
300 confirmados, 6 ativos, 291 recuperados e 3 óbitos

Chapecó:
34.018 confirmados, 503 ativos, 32.893 recuperados e 622 óbitos

Cocal do Sul:
3.002 confirmados, 106 ativos, 2.848 recuperados e 48 óbitos

Concórdia:
12.751 confirmados, 340 ativos, 12.256 recuperados e 155 óbitos

Cordilheira Alta:
539 confirmados, 7 ativos, 524 recuperados e 8 óbitos

Coronel Freitas:
1.542 confirmados, 28 ativos, 1.490 recuperados e 24 óbitos

Coronel Martins:
145 confirmados, 3 ativos, 139 recuperados e 3 óbitos

Correia Pinto:
1.136 confirmados, 29 ativos, 1.062 recuperados e 45 óbitos

Corupá:
1.640 confirmados, 34 ativos, 1.573 recuperados e 33 óbitos

Criciúma:
33.623 confirmados, 944 ativos, 32.181 recuperados e 498 óbitos

Cunha Porã:
834 confirmados, 70 ativos, 743 recuperados e 21 óbitos

Cunhataí:
186 confirmados, nenhum ativo, 185 recuperados e 1 óbito

Curitibanos:
3.981 confirmados, 171 ativos, 3.680 recuperados e 130 óbitos

Descanso:
784 confirmados, 55 ativos, 718 recuperados e 11 óbitos

Dionísio Cerqueira:
1.591 confirmados, 69 ativos, 1.482 recuperados e 40 óbitos

Dona Emma:
438 confirmados, 16 ativos, 417 recuperados e 5 óbitos

Doutor Pedrinho:
399 confirmados, 3 ativos, 392 recuperados e 4 óbitos

Entre Rios:
601 confirmados, 12 ativos, 581 recuperados e 8 óbitos

Ermo:
323 confirmados, 3 ativos, 317 recuperados e 3 óbitos

Erval Velho:
724 confirmados, 57 ativos, 657 recuperados e 10 óbitos

Faxinal dos Guedes:
1.616 confirmados, 67 ativos, 1.524 recuperados e 25 óbitos

Flor do Sertão:
121 confirmados, 6 ativos, 115 recuperados e nenhum óbito

Florianópolis:
75.265 confirmados, 638 ativos, 73.648 recuperados e 979 óbitos

Formosa do Sul:
340 confirmados, 7 ativos, 328 recuperados e 5 óbitos

Forquilhinha:
4.718 confirmados, 134 ativos, 4.544 recuperados e 40 óbitos

Fraiburgo:
4.141 confirmados, 125 ativos, 3.934 recuperados e 82 óbitos

Frei Rogério:
273 confirmados, 15 ativos, 251 recuperados e 7 óbitos

Galvão:
305 confirmados, 4 ativos, 294 recuperados e 7 óbitos

Garopaba:
3.110 confirmados, 23 ativos, 3.049 recuperados e 38 óbitos

Garuva:
1.884 confirmados, 47 ativos, 1.809 recuperados e 28 óbitos

Gaspar:
7.732 confirmados, 243 ativos, 7.340 recuperados e 149 óbitos

Governador Celso Ramos:
2.418 confirmados, 27 ativos, 2.367 recuperados e 24 óbitos

Grão-Pará:
1.137 confirmados, 64 ativos, 1.065 recuperados e 8 óbitos

Gravatal:
2.059 confirmados, 25 ativos, 1.988 recuperados e 46 óbitos

Guabiruba:
3.322 confirmados, 13 ativos, 3.270 recuperados e 39 óbitos

Guaraciaba:
1.445 confirmados, 60 ativos, 1.367 recuperados e 18 óbitos

Guaramirim:
6.143 confirmados, 40 ativos, 6.028 recuperados e 75 óbitos

Guarujá do Sul:
439 confirmados, 29 ativos, 403 recuperados e 7 óbitos

Guatambú:
749 confirmados, 7 ativos, 726 recuperados e 16 óbitos

Herval d'Oeste:
3.874 confirmados, 236 ativos, 3.586 recuperados e 52 óbitos

Ibiam:
178 confirmados, 9 ativos, 165 recuperados e 4 óbitos

Ibicaré:
463 confirmados, 13 ativos, 443 recuperados e 7 óbitos

Ibirama:
1.442 confirmados, 24 ativos, 1.393 recuperados e 25 óbitos

Içara:
6.396 confirmados, 170 ativos, 6.128 recuperados e 98 óbitos

Ilhota:
1.682 confirmados, 15 ativos, 1.640 recuperados e 27 óbitos

Imaruí:
1.015 confirmados, 7 ativos, 988 recuperados e 20 óbitos

Imbituba:
6.457 confirmados, 30 ativos, 6.328 recuperados e 99 óbitos

Imbuia:
554 confirmados, 15 ativos, 530 recuperados e 9 óbitos

Indaial:
8.851 confirmados, 79 ativos, 8.660 recuperados e 112 óbitos

Iomerê:
258 confirmados, 21 ativos, 229 recuperados e 8 óbitos

Ipira:
362 confirmados, 13 ativos, 344 recuperados e 5 óbitos

Iporã do Oeste:
540 confirmados, 14 ativos, 518 recuperados e 8 óbitos

Ipuaçu:
973 confirmados, 20 ativos, 942 recuperados e 11 óbitos

Ipumirim:
679 confirmados, 55 ativos, 616 recuperados e 8 óbitos

Iraceminha:
370 confirmados, 42 ativos, 327 recuperados e 1 óbito

Irani:
1.473 confirmados, 51 ativos, 1.407 recuperados e 15 óbitos

Irati:
277 confirmados, 10 ativos, 259 recuperados e 8 óbitos

Irineópolis:
563 confirmados, 69 ativos, 484 recuperados e 10 óbitos

Itá:
900 confirmados, 21 ativos, 860 recuperados e 19 óbitos

Itaiópolis:
2.335 confirmados, 86 ativos, 2.207 recuperados e 42 óbitos

Itajaí:
27.839 confirmados, 832 ativos, 26.387 recuperados e 620 óbitos

Itapema:
11.474 confirmados, 85 ativos, 11.167 recuperados e 222 óbitos

Itapiranga:
1.977 confirmados, 116 ativos, 1.847 recuperados e 14 óbitos

Itapoá:
3.007 confirmados, 19 ativos, 2.927 recuperados e 61 óbitos

Ituporanga:
2.976 confirmados, 120 ativos, 2.801 recuperados e 55 óbitos

Jaborá:
842 confirmados, 24 ativos, 811 recuperados e 7 óbitos

Jacinto Machado:
1.245 confirmados, 27 ativos, 1.190 recuperados e 28 óbitos

Jaguaruna:
2.997 confirmados, 39 ativos, 2.906 recuperados e 52 óbitos

Jaraguá do Sul:
27.234 confirmados, 705 ativos, 26.210 recuperados e 319 óbitos

Jardinópolis:
351 confirmados, 5 ativos, 342 recuperados e 4 óbitos

Joaçaba:
5.555 confirmados, 304 ativos, 5.190 recuperados e 61 óbitos

Joinville:
91.299 confirmados, 1.514 ativos, 88.308 recuperados e 1.477 óbitos

José Boiteux:
574 confirmados, 6 ativos, 561 recuperados e 7 óbitos

Jupiá:
222 confirmados, 28 ativos, 190 recuperados e 4 óbitos

Lacerdópolis:
418 confirmados, 9 ativos, 405 recuperados e 4 óbitos

Lages:
23.701 confirmados, 864 ativos, 22.399 recuperados e 438 óbitos

Laguna:
4.792 confirmados, 93 ativos, 4.568 recuperados e 131 óbitos

Lajeado Grande:
200 confirmados, 11 ativos, 184 recuperados e 5 óbitos

Laurentino:
1.001 confirmados, 32 ativos, 964 recuperados e 5 óbitos

Lauro Müller:
2.140 confirmados, 57 ativos, 2.049 recuperados e 34 óbitos

Lebon Régis:
989 confirmados, 82 ativos, 859 recuperados e 48 óbitos

Leoberto Leal:
239 confirmados, nenhum ativo, 237 recuperados e 2 óbitos

Lindóia do Sul:
824 confirmados, 36 ativos, 777 recuperados e 11 óbitos

Lontras:
1.030 confirmados, 58 ativos, 954 recuperados e 18 óbitos

Luiz Alves:
1.903 confirmados, 14 ativos, 1.878 recuperados e 11 óbitos

Luzerna:
927 confirmados, 49 ativos, 866 recuperados e 12 óbitos

Macieira:
134 confirmados, 4 ativos, 125 recuperados e 5 óbitos

Mafra:
4.362 confirmados, 208 ativos, 4.073 recuperados e 81 óbitos

Major Gercino:
322 confirmados, 3 ativos, 312 recuperados e 7 óbitos

Major Vieira:
394 confirmados, 40 ativos, 350 recuperados e 4 óbitos

Maracajá:
1.018 confirmados, 33 ativos, 968 recuperados e 17 óbitos

Maravilha:
4.039 confirmados, 229 ativos, 3.759 recuperados e 51 óbitos

Marema:
222 confirmados, 14 ativos, 195 recuperados e 13 óbitos

Massaranduba:
2.247 confirmados, 27 ativos, 2.202 recuperados e 18 óbitos

Matos Costa:
151 confirmados, 6 ativos, 143 recuperados e 2 óbitos

Meleiro:
1.082 confirmados, 25 ativos, 1.038 recuperados e 19 óbitos

Mirim Doce:
287 confirmados, 18 ativos, 265 recuperados e 4 óbitos

Modelo:
363 confirmados, 11 ativos, 341 recuperados e 11 óbitos

Mondaí:
920 confirmados, 23 ativos, 888 recuperados e 9 óbitos

Monte Carlo:
1.065 confirmados, 46 ativos, 986 recuperados e 33 óbitos

Monte Castelo:
697 confirmados, 88 ativos, 592 recuperados e 17 óbitos

Morro da Fumaça:
3.107 confirmados, 51 ativos, 3.020 recuperados e 36 óbitos

Morro Grande:
510 confirmados, 7 ativos, 498 recuperados e 5 óbitos

Navegantes:
8.457 confirmados, 247 ativos, 8.048 recuperados e 162 óbitos

Nova Erechim:
541 confirmados, 33 ativos, 500 recuperados e 8 óbitos

Nova Itaberaba:
350 confirmados, 2 ativos, 345 recuperados e 3 óbitos

Nova Trento:
1.736 confirmados, 20 ativos, 1.704 recuperados e 12 óbitos

Nova Veneza:
2.543 confirmados, 88 ativos, 2.429 recuperados e 26 óbitos

Novo Horizonte:
156 confirmados, 12 ativos, 144 recuperados e nenhum óbito

Orleans:
4.565 confirmados, 179 ativos, 4.322 recuperados e 64 óbitos

Otacílio Costa:
3.103 confirmados, 155 ativos, 2.894 recuperados e 54 óbitos

Ouro:
1.419 confirmados, 96 ativos, 1.306 recuperados e 17 óbitos

Ouro Verde:
296 confirmados, 19 ativos, 267 recuperados e 10 óbitos

Paial:
202 confirmados, 1 ativo, 197 recuperados e 4 óbitos

Painel:
157 confirmados, 5 ativos, 147 recuperados e 5 óbitos

Palhoça:
26.939 confirmados, 235 ativos, 26.387 recuperados e 317 óbitos

Palma Sola:
871 confirmados, 46 ativos, 810 recuperados e 15 óbitos

Palmeira:
281 confirmados, 26 ativos, 252 recuperados e 3 óbitos

Palmitos:
1.558 confirmados, 30 ativos, 1.491 recuperados e 37 óbitos

Papanduva:
553 confirmados, 8 ativos, 507 recuperados e 38 óbitos

Paraíso:
65 confirmados, 2 ativos, 58 recuperados e 5 óbitos

Passo de Torres:
1.093 confirmados, 23 ativos, 1.047 recuperados e 23 óbitos

Passos Maia:
254 confirmados, 21 ativos, 222 recuperados e 11 óbitos

Paulo Lopes:
1.216 confirmados, 20 ativos, 1.182 recuperados e 14 óbitos

Pedras Grandes:
654 confirmados, 20 ativos, 613 recuperados e 21 óbitos

Penha:
4.910 confirmados, 115 ativos, 4.714 recuperados e 81 óbitos

Peritiba:
373 confirmados, 14 ativos, 356 recuperados e 3 óbitos

Pescaria Brava:
1.569 confirmados, 33 ativos, 1.514 recuperados e 22 óbitos

Petrolândia:
642 confirmados, 45 ativos, 577 recuperados e 20 óbitos

Pinhalzinho:
2.897 confirmados, 105 ativos, 2.760 recuperados e 32 óbitos

Pinheiro Preto:
512 confirmados, 19 ativos, 487 recuperados e 6 óbitos

Piratuba:
529 confirmados, 10 ativos, 510 recuperados e 9 óbitos

Planalto Alegre:
260 confirmados, 3 ativos, 248 recuperados e 9 óbitos

Pomerode:
4.705 confirmados, 124 ativos, 4.522 recuperados e 59 óbitos

Ponte Alta:
493 confirmados, 16 ativos, 465 recuperados e 12 óbitos

Ponte Alta do Norte:
282 confirmados, 7 ativos, 270 recuperados e 5 óbitos

Ponte Serrada:
1.150 confirmados, 63 ativos, 1.046 recuperados e 41 óbitos

Porto Belo:
2.656 confirmados, 13 ativos, 2.596 recuperados e 47 óbitos

Porto União:
3.575 confirmados, 220 ativos, 3.294 recuperados e 61 óbitos

Pouso Redondo:
1.589 confirmados, 81 ativos, 1.484 recuperados e 24 óbitos

Praia Grande:
1.068 confirmados, 22 ativos, 1.030 recuperados e 16 óbitos

Presidente Castello Branco:
426 confirmados, 1 ativo, 421 recuperados e 4 óbitos

Presidente Getúlio:
1.576 confirmados, 51 ativos, 1.494 recuperados e 31 óbitos

Presidente Nereu:
110 confirmados, 4 ativos, 102 recuperados e 4 óbitos

Princesa:
346 confirmados, 31 ativos, 310 recuperados e 5 óbitos

Quilombo:
1.332 confirmados, 21 ativos, 1.272 recuperados e 39 óbitos

Rancho Queimado:
417 confirmados, 3 ativos, 412 recuperados e 2 óbitos

Rio das Antas:
427 confirmados, 15 ativos, 403 recuperados e 9 óbitos

Rio do Campo:
499 confirmados, 21 ativos, 471 recuperados e 7 óbitos

Rio do Oeste:
686 confirmados, 33 ativos, 645 recuperados e 8 óbitos

Rio do Sul:
8.160 confirmados, 361 ativos, 7.691 recuperados e 108 óbitos

Rio dos Cedros:
918 confirmados, 11 ativos, 885 recuperados e 22 óbitos

Rio Fortuna:
712 confirmados, 22 ativos, 683 recuperados e 7 óbitos

Rio Negrinho:
4.520 confirmados, 176 ativos, 4.253 recuperados e 91 óbitos

Rio Rufino:
221 confirmados, 5 ativos, 211 recuperados e 5 óbitos

Riqueza:
455 confirmados, 22 ativos, 419 recuperados e 14 óbitos

Rodeio:
1.413 confirmados, 15 ativos, 1.375 recuperados e 23 óbitos

Romelândia:
313 confirmados, 23 ativos, 285 recuperados e 5 óbitos

Salete:
741 confirmados, 14 ativos, 719 recuperados e 8 óbitos

Saltinho:
187 confirmados, 7 ativos, 177 recuperados e 3 óbitos

Salto Veloso:
612 confirmados, 47 ativos, 557 recuperados e 8 óbitos

Sangão:
1.693 confirmados, 44 ativos, 1.638 recuperados e 11 óbitos

Santa Cecília:
1.176 confirmados, 33 ativos, 1.126 recuperados e 17 óbitos

Santa Helena:
80 confirmados, 2 ativos, 76 recuperados e 2 óbitos

Santa Rosa de Lima:
299 confirmados, 2 ativos, 292 recuperados e 5 óbitos

Santa Rosa do Sul:
1.110 confirmados, 14 ativos, 1.072 recuperados e 24 óbitos

Santa Terezinha:
340 confirmados, 25 ativos, 313 recuperados e 2 óbitos

Santa Terezinha do Progresso:
260 confirmados, 24 ativos, 233 recuperados e 3 óbitos

Santiago do Sul:
138 confirmados, nenhum ativo, 136 recuperados e 2 óbitos

Santo Amaro da Imperatriz:
3.572 confirmados, 26 ativos, 3.478 recuperados e 68 óbitos

São Bento do Sul:
7.570 confirmados, 197 ativos, 7.247 recuperados e 126 óbitos

São Bernardino:
242 confirmados, 5 ativos, 234 recuperados e 3 óbitos

São Bonifácio:
447 confirmados, nenhum ativo, 440 recuperados e 7 óbitos

São Carlos:
715 confirmados, 39 ativos, 658 recuperados e 18 óbitos

São Cristóvão do Sul:
160 confirmados, 7 ativos, 142 recuperados e 11 óbitos

São Domingos:
1.042 confirmados, 1 ativo, 1.024 recuperados e 17 óbitos

São Francisco do Sul:
6.559 confirmados, 80 ativos, 6.352 recuperados e 127 óbitos

São João Batista:
4.414 confirmados, 71 ativos, 4.265 recuperados e 78 óbitos

São João do Itaperiú:
608 confirmados, nenhum ativo, 596 recuperados e 12 óbitos

São João do Oeste:
453 confirmados, 10 ativos, 436 recuperados e 7 óbitos

São João do Sul:
948 confirmados, 48 ativos, 887 recuperados e 13 óbitos

São Joaquim:
2.634 confirmados, 131 ativos, 2.438 recuperados e 65 óbitos

São José:
32.907 confirmados, 271 ativos, 32.094 recuperados e 542 óbitos

São José do Cedro:
1.499 confirmados, 69 ativos, 1.410 recuperados e 20 óbitos

São José do Cerrito:
626 confirmados, 21 ativos, 596 recuperados e 9 óbitos

São Lourenço do Oeste:
869 confirmados, 12 ativos, 823 recuperados e 34 óbitos

São Ludgero:
2.594 confirmados, 116 ativos, 2.448 recuperados e 30 óbitos

São Martinho:
724 confirmados, 1 ativo, 709 recuperados e 14 óbitos

São Miguel da Boa Vista:
237 confirmados, 9 ativos, 224 recuperados e 4 óbitos

São Miguel do Oeste:
4.310 confirmados, 129 ativos, 4.125 recuperados e 56 óbitos

São Pedro de Alcântara:
718 confirmados, 8 ativos, 701 recuperados e 9 óbitos

Saudades:
892 confirmados, 10 ativos, 874 recuperados e 8 óbitos

Schroeder:
3.028 confirmados, 94 ativos, 2.903 recuperados e 31 óbitos

Seara:
2.441 confirmados, 106 ativos, 2.312 recuperados e 23 óbitos

Serra Alta:
261 confirmados, 12 ativos, 244 recuperados e 5 óbitos

Siderópolis:
1.156 confirmados, 15 ativos, 1.100 recuperados e 41 óbitos

Sombrio:
3.297 confirmados, 109 ativos, 3.121 recuperados e 67 óbitos

Sul Brasil:
469 confirmados, 43 ativos, 420 recuperados e 6 óbitos

Taió:
2.016 confirmados, 46 ativos, 1.951 recuperados e 19 óbitos

Tangará:
1.255 confirmados, 62 ativos, 1.168 recuperados e 25 óbitos

Tigrinhos:
299 confirmados, 12 ativos, 287 recuperados e nenhum óbito

Tijucas:
6.037 confirmados, 115 ativos, 5.837 recuperados e 85 óbitos

Timbé do Sul:
799 confirmados, 9 ativos, 776 recuperados e 14 óbitos

Timbó:
6.393 confirmados, 55 ativos, 6.259 recuperados e 79 óbitos

Timbó Grande:
619 confirmados, 20 ativos, 585 recuperados e 14 óbitos

Três Barras:
1.854 confirmados, 127 ativos, 1.674 recuperados e 53 óbitos

Treviso:
742 confirmados, 36 ativos, 696 recuperados e 10 óbitos

Treze de Maio:
1.071 confirmados, 36 ativos, 1.026 recuperados e 9 óbitos

Treze Tílias:
858 confirmados, 29 ativos, 819 recuperados e 10 óbitos

Trombudo Central:
1.093 confirmados, 30 ativos, 1.043 recuperados e 20 óbitos

Tubarão:
19.010 confirmados, 349 ativos, 18.271 recuperados e 390 óbitos

Tunápolis:
971 confirmados, 22 ativos, 942 recuperados e 7 óbitos

Turvo:
1.876 confirmados, 44 ativos, 1.813 recuperados e 19 óbitos

União do Oeste:
334 confirmados, 5 ativos, 318 recuperados e 11 óbitos

Urubici:
712 confirmados, 3 ativos, 684 recuperados e 25 óbitos

Urupema:
228 confirmados, 1 ativo, 224 recuperados e 3 óbitos

Urussanga:
3.213 confirmados, 85 ativos, 3.078 recuperados e 50 óbitos

Vargeão:
291 confirmados, 4 ativos, 283 recuperados e 4 óbitos

Vargem:
472 confirmados, 22 ativos, 447 recuperados e 3 óbitos

Vargem Bonita:
723 confirmados, 28 ativos, 688 recuperados e 7 óbitos

Vidal Ramos:
477 confirmados, 14 ativos, 455 recuperados e 8 óbitos

Videira:
9.217 confirmados, 151 ativos, 8.965 recuperados e 101 óbitos

Vitor Meireles:
369 confirmados, nenhum ativo, 366 recuperados e 3 óbitos

Witmarsum:
250 confirmados, 22 ativos, 224 recuperados e 4 óbitos

Xanxerê:
8.875 confirmados, 311 ativos, 8.411 recuperados e 153 óbitos

Xavantina:
345 confirmados, 6 ativos, 334 recuperados e 5 óbitos

Xaxim:
3.922 confirmados, 195 ativos, 3.626 recuperados e 101 óbitos

Zortéa:
743 confirmados, 29 ativos, 704 recuperados e 10 óbitos

Mais informações para a imprensa:

Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br

Amanda Mariano, Bruna Matos e Patrícia Pozzo
Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) / SES
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
www.dive.sc.gov.br 


Foto: Divulgação / SIE

A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) informa que o tráfego de veículos na Serra do Rio do Rastro (SC-390) será liberado pelos próximos dias, em função das comemorações de Corpus Christi. O trânsito estará livre desde as 19h de quarta-feira, 2, até as 7h de segunda-feira, 7, quando o serviço de restauração será retomado.

O secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Augusto Vieira, destaca que a medida visa potencializar a economia do turismo, importante para a região e para o Estado.

A partir de segunda-feira, 7, o tráfego volta a ser fechado nos horários já estipulados. Para os motoristas que irão subir a Serra com destino ao Planalto, o tráfego estará bloqueado das 7h às 18h, de segunda a sexta-feira. Já para os condutores que irão descer a Serra com destino ao Sul, o tráfego fica bloqueado das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira. Aos fins de semana, o tráfego está sempre liberado.

Mais informações para imprensa:
Bianca Backes
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-84148268
ascom.sie@gmail.com


Fotos: Divulgação / CBMSC

Um menino de 2 anos foi encontrado pelas equipes do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), na manhã desta quarta-feira, 2, em São Bento do Sul e Campo Alegre, e por dois binômios (bombeiro militar + cão de busca). A criança estava desaparecida desde a tarde desta terça, 1º de junho.

O CBMSC foi acionado perto das 18h50 da terça-feira, para iniciar as buscas por um menino, que estava aos cuidados da avó, e desapareceu por volta das 17h30, em Campo Alegre. A equipe local iniciou a investigação, acionando também o serviço de busca, resgate e salvamento com cães, em que os binômios formados pelo capitão Clemente Michels e o cão Chewbacca, de Canoinhas, além do soldado David Canever e a cadela Léia, de Porto União. As buscas começaram pelo entorno da propriedade, além das casas de vizinhos e a equipe de São Bento do Sul reforçou a operação, para aumentar a área de procura.

A operação se estendeu durante toda a noite e madrugada, até que por volta das 6h30 a criança foi encontrada de bruços, em total silêncio, muito assustada e com frio, em uma área de reflorestamento aos fundos da residência. Os militares agasalharam o menino e levaram ele no colo até os braços da mãe. Após a higiene e alimentação, mãe e filho foram conduzidos ao Hospital São Luiz, em Campo Alegre.

Os militares trabalharam nesta ocorrência por mais de 12 horas e contaram com apoio das Polícias Civil e Militar da região.

“Nós destacamos a importância de os familiares acionarem o Corpo de Bombeiros Militar o mais rápido possível, nestes casos. A agilidade no acionamento contribuiu para o desfecho positivo desta ocorrência. Era uma criança com poucos anos de vida, perdida em um local em que a temperatura cai muito durante a noite, o que poderia ocasionar uma hipotermia. Foi muita satisfação entregarmos essa criança bem para a mãe”, comenta o tenente João Ricardo Prochmann, que responde pelo comando do quartel de São Bento do Sul.

Informações adicionais à imprensa:
Melina Cauduro
Assessoria de Imprensa
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina - CBMSC
48) 3665-8426 / (48) 98843-4427 / (48) 9 9938-9839
imprensa@cbm.sc.gov.br