Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom

Um Estado que está passando a limpo toda a gestão da saúde, eliminando desperdícios, melhorando as compras, pagando dívidas e investindo mais nos hospitais. Esse foi o panorama exposto pelo governador Carlos Moisés durante a abertura do Congresso Sul Brasileiro de Medicina de Emergência Adulto e Pediátrica, realizada na noite desta quinta-feira, 5, no CentroSul, em Florianópolis. O evento segue até sábado, 7.

"Estamos investindo mais do que foi investido no passado e com uma forma diferente de fazer gestão, de forma responsável", afirmou o governador, citando exemplos como a compra de oxigênio medicinal domiciliar, que era realizada até o início de 2019 por R$ 24 milhões ao ano e, agora, a mesma quantidade é adquirida por metade do preço. Com medidas assim, ainda segundo Moisés, é possível ampliar os investimentos no que é essencial. "No ano passado, foram destinados cerca de R$ 80 milhões aos hospitais filantrópicos, neste ano são R$ 190 milhões e, a partir do ano que vem, serão R$ 300 milhões. É um esforço que estamos fazendo para governar a favor do cidadão", resumiu.

O governador ainda enalteceu a importância evento para que os profissionais estejam cada vez mais capacitados. "É de suma importância para nós que labutamos no pré-hospitalar, como foi meu caso nos tempos de Corpo de Bombeiros Militar. Sabemos como é decisivo qualificar o atendimento médico anterior à chegada ao ambiente hospitalar, assim como o trabalho da equipe que recebe no hospital e tem que estar bem preparada", declarou Moisés. 

Homenagem a bombeiros e cães

 
Foto: Peterson Paul/Secom

Na abertura, profissionais e cães que ajudaram nos trabalhos de buscas em Brumadinho (MG) receberam uma homenagem da organização do evento. Marley, o mais novo integrante canino da equipe de buscas do Corpo de Bombeiros Militar, e o tutor, o soldado Willian Valdeley, estiveram presentes para receber a condecoração, assim como outros bombeiros militares.

O Congresso é realizado pela Associação Brasileira de Medicina de Emergência (Abramede). A abertura teve a presença de autoridades como o secretário de Estado da Saúde, Helton Zeferino, o secretário adjunto, André Motta Ribeiro, o presidente nacional da Abramede, Frederico Arnald, o vice-presidente da associação, Luiz Alexandre Alegretti Borges, e o presidente do Congresso, Vitor Benincá.

De acordo com Benincá, o congresso aborda o tema "Minutos que valem a vida" e tem por objetivo fortalecer a abordagem do atendimento inicial das diversas formas clínicas de medicina de emergência adulto e pediátrica. Os painéis promovem atualização para médicos emergencistas, enfermeiros e técnicos de enfermagem, equipes da assistência pré-hospitalar e intra-hospitalar, além dos demais profissionais envolvidos com o atendimento emergencial e acadêmicos.

 
Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99605-9196
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC

 
Foto: Diyana Dimitrova/Pixabay

Micro e minigeradores de energia, até o limite de 1 MW de potência, terão incentivo na tributação estadual em Santa Catarina. A medida foi regulamentada pelo Decreto 233/2019, que isenta de ICMS a geração distribuída de eletricidade em centrais deste porte.

“Esse é um movimento para Santa Catarina gerar mais energia e produzir ainda mais. Estamos fortalecendo a diversificação energética no nosso estado”, afirma o governador Carlos Moisés.

Até a regulamentação do Decreto, os geradores deste porte pagavam até 25% de ICMS. Ao isentar o imposto sobre micro e minigeradores, o estado beneficia tanto empresas quanto consumidores residenciais. Um exemplo é uma propriedade agrícola com geração de energia solar fotovoltaica que atende o próprio consumo e gera o excedente para rede distribuidora.

“Estamos atendendo a um pedido antigo do setor produtivo e que vem fortalecer a diversificação do uso de energias, gerar emprego e renda e desenvolvimento para  Santa Catarina”, destaca o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), Lucas Esmeraldino. A pasta é responsável por coordenar as ações, por meio da Diretoria de Minas e Energia.

A adesão ao Convênio ICMS 16/15 do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) inclui ainda a geração solar, hídrica, eólica e biomassa enriquecida com gás natural e terá vigência de 48 meses após a ligação do equipamento gerador na rede distribuidora. A expectativa é de que a adesão do estado incentive novos investimentos no setor. O tema foi amplamente discutido pelo Confaz e o projeto encaminhado à Assembleia Legislativa para regulamentar o benefício fiscal.

“A produção limpa é um avanço para toda a sociedade. A medida faz parte do projeto de revisão de benefícios fiscais, valorizando as boas práticas e, sobretudo, a Tributação Verde”, salientou o secretário de Estado da Fazenda (SEF), Paulo Eli.

Diversificação energética
Para o diretor de Minas e Energia da SDE, Cristiano Alencar, a geração distribuída de energia contribui não somente para uma maior diversificação da matriz elétrica, como também para o baixo impacto ambiental. Este modelo tem por característica a geração mais próxima ao ponto de consumo, o que promove qualidade de energia e auxilia no alívio da demanda de carga às concessionárias, contribuindo para a postergação de investimento em transmissão e distribuição.

“Os benefícios são tanto econômicos quanto ambientais, sociais e sistêmicos; impactando a sociedade e o governo. O cidadão passa a ter um papel mais ativo e participativo, permitindo ainda um maior controle dos seus gastos em energia e contribuindo para o desenvolvimento sustentável da sociedade”, destaca.

Segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), para cada megawatt (MW) instalado de geração distribuída, há a abertura de aproximadamente 30 empregos diretos em toda a cadeia produtiva, que envolve desenvolvimento de projetos, instalação, fabricação, vendas e distribuição.

Somente em Santa Catarina, hoje, são 5.706 unidades geradoras dentro do modelo de geração distribuída de energia, com mais de 66 MW de potência instalada. O Brasil conta com mais de 103.919mil unidades e Santa Catarina é o quinto na posição no ranking nacional dos estados em relação à potência instalada, atrás de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, São Paulo e Mato Grosso.

Mais informações para a imprensa:
Mônica Foltran
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDE
Fone: (48) 3665-2261 / 99696-1366
E-mail: jornalistamonicafoltran@gmail.com
Site: www.sds.sc.gov.br


Educação Especial é pauta de encontro na UFSC - Foto: Julio Cavalheiro / Arquivo / Secom


O Congresso Catarinense de Educação Especial ocorre em Florianópolis de 9 a 11 de setembro  e deve reunir cerca de 600 pesquisadores e profissionais de todo o Brasil atuantes na área da Educação Especial. O encontro é promovido pela Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), em colaboração com a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

O evento ocorre no Centro de Cultura e Eventos da UFSC com palestras ministradas por pesquisadores de renome nacional, apresentação de comunicações orais e pôsteres, além de mesas redondas e fóruns de discussão que contarão com a participação de representantes das principais instituições e associações atuantes na Educação Especial em Santa Catarina.

Entre os destaques da programação estão as palestras “Políticas públicas em educação especial”, apresentada pelo professor José Geraldo Silveira Bueno, da Faculdade de Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), e “Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva”, apresentada pela professora Rosalba Maria Cardoso Garcia, do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Com o objetivo de ampliar e atualizar o conhecimento técnico-científico na área da Educação Especial, o Congresso reunirá pesquisadores e profissionais de universidades e instituições especializadas em educação especial, como Apaes, órgãos governamentais da área da Educação, escolas com serviços de atendimento educacional especializado, entidades de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, Ministério Público, Ministério do Trabalho, entre outros.

Mais detalhes da programação estão disponíveis no site ccee2019.udesc.br.

Serviço:

Congresso Catarinense de Educação Especial
Data: 9 a 11 de setembro de 2019
Local: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - Campus Universitário Reitor João David Ferreira Lima
R. Eng. Agrônomo Andrei Cristian Ferreira, 570 – Trindade - Florianópolis (SC)
Informações: ccee2019.udesc.br 

Informações adicionais para a imprensa:
Aline Buaes
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Educação Especial - FCCE
E-mail: imprensa@fcee.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-4943 / 99115-8918
Site: www.fcee.sc.gov.br

 


Cerimônia de abertura da Semana da Pátria, na última segunda-feira, no Palácio Cruz e Sousa - Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom

O desfile Cívico Militar em homenagem aos 197 anos da Independência do Brasil ocorre na manhã deste sábado, 7, em Florianópolis. O evento terá início às 8h45 na Passarela do Samba Nego Quirido, na região central da Capital. O ato é organizado pelo Governo do Estado, pela Prefeitura de Florianópolis, pela Marinha, Aeronáutica, Exército, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Liga de Defesa Nacional. O desfile é aberto à comunidade e poderá ser cancelado em caso de condições meteorológicas desfavoráveis.

A Semana da Pátria em Santa Catarina começou nesta segunda-feira com um ato no Palácio Cruz e Sousa, no Centro da Capital. Na oportunidade, após acender o fogo simbólico que será mantido durante a semana, Moisés defendeu a união de todos os cidadãos brasileiros e catarinenses para alcançar os objetivos em comum.

"Serve a semana da Pátria para refletirmos sobre o que significa estar juntos no espaço territorial. É respeitar uns aos outros, aceitar as nossas diferenças culturais e até ideológicas para fazer as entregas necessárias. Precisamos unir o país e Santa Catarina em prol dos ideais maiores do Brasil e do nosso Estado", declarou o governador.

Para a realização do desfile, o fechamento da via será realizado às 06h30. O evento contará com aproximadamente 1.500 alunois da rede pública, além de autoridades civis e militares. 

Credenciamento de Imprensa

Os jornalistas interessados em acompanhar o ato devem realizar credenciamento até 12h de sexta-feira, dia 6, pelo e-mail imprensa@secom.sc.gov.br, com os seguintes dados: nome, função, veículo de imprensa e CPF.

SERVIÇO:
O quê: Desfile Cívico Militar em homenagem ao 197º aniversário da Independência do Brasil
Quando: sábado, 07 de setembro, a partir das 08h45
Onde: Passarela Nego Quirido, Florianópolis

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
Site: www.sc.gov.br

Modelo já foi testado em Joinville (foto) e Blumenau  - Foto: Claudio D'Amato/SAI 

Todas as regiões de Santa Catarina terão, nas próximas semanas, a presença da equipe da Secretaria de Assuntos Internacionais (SAI), que está levantando dados de diversas localidades catarinenses para consolidar o programa SC Global. O objetivo é fazer do Estado o mais aberto ao comércio exterior do Brasil e com a maior presença de investimentos e parcerias internacionais. O primeiro passo é conhecer as demandas e oportunidades que cada região tem a oferecer.

A agenda detalhada deve estar definida até semana que vem. “No primeiro semestre, já testamos este modelo em Blumenau e Joinville e recebemos um feedback positivo dos empresários e entidades de classe”, explica o secretário de Assuntos Internacionais, Derian Campos.

SC Global

O mote do programa SC Global é "The best hub for business in Brazil". De acordo com Campos, a estratégia para ampliar a presença de Santa Catarina no mercado internacional e a de investimentos estrangeiros no Estado é integrar todos os atores ligados ao mercado externo e desenvolver projetos dentro de três pilares: aumento das exportações, captação de investimentos e articulação internacional.

Na captação de investimentos, o foco da Secretaria Executiva de Assuntos Internacionais é nas áreas de inovação, indústria, agronegócio, economia do mar e logística. “Já inserimos Santa Catarina no radar de vários órgãos de investimento internacional e continuamos constantemente buscando oportunidades para o desenvolvimento”, conclui o secretário.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
Site: www.sc.gov.br


O Museu Histórico de SC é um dos espaços que abrem normalmente no feriado. Foto: Cristiano Estrela / Secom

Alguns dos espaços culturais administrados pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) terão horários de funcionamento alterados neste sábado, 7 de setembro, Dia da Independência do Brasil. A Galeria do Artesanato e a Biblioteca Pública, em Florianópolis, estarão fechadas durante o feriado.

Já o Museu Histórico de Santa Catarina, em Florianópolis; o Museu Nacional do Mar, em São Francisco do Sul; e a Casa de Campo do Governador Hercílio Luz, em Rancho Queimado, atenderão o público com horários normais. O Centro Integrado de Cultura, o Museu de Arte de Santa Catarina, o Museu da Imagem e do Som, o Teatro Álvaro de Carvalho e o Teatro Ademir Rosa, todos em Florianópolis, também estarão abertos em horário normal durante o feriado.

Centro Integrado de Cultura (CIC)

Abre normalmente, das 10h às 21h.

Endereço: Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis.
Contato: (48) 3664-2555.

Confira a programação
Mercado Nomad

Sala de Cinema do CIC

Terá sessões de quinta-feira a domingo, às 20h.

:: Consulte a programação aqui

Endereço: Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis.
Contato: (48) 3664-2555.

Museu de Arte de Santa Catarina (Masc)

Abre normalmente, das 10h às 21h.

:: Confira a programação do espaço

Endereço: no Centro Integrado de Cultura (CIC) – Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica – Florianópolis
Contato: (48) 3664-2629

Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC)

Abre normalmente, das 10h às 21h.

:: Confira a programação do espaço

Endereço: no Centro Integrado de Cultura (CIC) – Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica – Florianópolis
Contato: (48) 3664-2650

Museu Histórico de Santa Catarina - Palácio Cruz e Sousa

Sábado e domingo abre normalmente, das 10h às 16h.

:: Confira a programação do espaço

Endereço: Praça XV de Novembro, 227 - Centro - Florianópolis.
Contato: (48) 3665-6363

Museu Nacional do Mar - Embarcações Brasileiras

Abre normalmente, das 10h às 18h (última admissão às 17h30).

Endereço: Rua Manoel Lourenço de Andrade, 133 - Centro - São Francisco do Sul
Contato: (47) 3481-2155

Casa de Campo do Governador Hercílio Luz

Abre normalmente, das 10h às 17h.

Endereço: Rua Paulo Sell, 428 - Taquaras - Rancho Queimado
Contato: (48) 3275-1453

Biblioteca Pública de Santa Catarina

Fechada.

Endereço: Rua Tenente Silveira, 343 - Centro - Florianópolis
Contato: (48) 3665-6422

Galeria do Artesanato - Casa da Alfândega

Fechada.

Endereço: Praça XV de Novembro, enquina com Rua Victor Meirelles

Museu Etnográfico Casa dos Açores

Sábado e domingo abre normalmente, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Endereço: BR-101, km 189 - Balneário São Miguel - Biguaçu
Contato: (48) 3665-6195

Teatro Álvaro de Carvalho (TAC)

:: Consulte a programação para o feriado aqui

Endereço: Rua Marechal Guilherme, 26 - Centro - Florianópolis
Contato: (48) 3665-6401.

Teatro Ademir Rosa 

:: Consulte a programação para o feriado aqui

Endereço: Localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC)
Avenida Gov. Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis
Contato: (48) 3664-2628.


Assessoria de Comunicação
Fundação Catarinense de Cultura (FCC)
Fone: (48) 3664-2571 / 3664-2572 
Email: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.cultura.sc.gov.br
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura
Twitter: www.twitter.com/fccoficial

 Foto: Jonas Pôrto/Udesc

O curso de Ciências Biológicas, do Centro de Educação Superior da Região Sul (Ceres), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), em Laguna, foi avaliado como excelente pelo Conselho Estadual de Educação (CEE-SC). O curso obteve o conceito 4,77 (em uma escala de 1 a 5) no processo de reconhecimento do curso, feito a partir da visita da comissão externa à unidade em 28 e 29 de agosto.A comissão foi composta pelos professores Robson dos Santos, da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), e Eduardo Guimarães Barboza, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs).

O processo de avaliação considerou três dimensões (organização didático-pedagógica, corpo docente e infraestrutura) e contou com a participação de alunos, técnicos e professores. Durante a visita, os avaliadores fizeram reuniões com direções, departamentos, corpo docente, corpo discente, secretarias e visitaram toda a infraestrutura da Udesc Laguna.

Parcerias
Para o chefe do Departamento de Engenharia de Pesca e Ciências Biológicas (DEPB), Fábio de Farias Neves, o excelente conceito obtido se deve a um conjunto de fatores. "Esse reconhecimento é resultado do comprometimento, do preparo e da dedicação de todos os envolvidos: alunos, técnicos e professores. É um desempenho muito importante, pois credibiliza a formação dos nossos alunos no mercado de trabalho e reconhece o esforço e a atenção do nosso corpo docente e dos técnicos, motivando todos a continuarmos melhorando e buscando excelência no ensino, pesquisa e extensão", afirma.

Neves destaca, também, o envolvimento da comunidade acadêmica e a parceria entre gestores do centro de ensino e da universidade no processo avaliativo, incluindo a Direção de Ensino (DEG), a Comissão Setorial de Avaliação (CSA), a Pró-Reitoria de Ensino (Proen) e a Coordenadoria de Avaliação Institucional (Coai).

O trabalho envolveu reuniões com todos os envolvidos com a equipe diretiva da Udesc Laguna e setores do centro de ensino. Equipes da Proen e da Coai deram suporte aos preparativos e acompanharam as atividades da comissão, incluindo reuniões com docentes e acadêmicos do curso, com o Núcleo Docente Estruturante (NDE) e com as comissões da instituição envolvidas, além de visitas às instalações da unidade. 

A pró-reitora de Ensino, Soraia Cristina Tonon da Luz, destaca a importância do suporte dado aos cursos durante todo o percurso formativo do aluno. "O resultado da avaliação externa pelo CEE reflete todos os esforços empreendidos a partir das políticas de ensino, pesquisa e extensão que a universidade tem proporcionado. O suporte técnico-administrativo é muito importante e a parceria entre a Proen e Coai neste processo avaliativo externo, dando total suporte e realizando reuniões prévias com os cursos, nos possibilitam aprimorar cada vez mais este processo", afirma. 

Avaliação interna
Já a coordenadora da Coai, Gesilani Júlia da Silva Honório, ressalta a importância da avaliação interna dos cursos, realizada semestralmente, com a finalidade de identificar fragilidades e buscar soluções. Os itens avaliados no procedimento abordam as mesmas dimensões consideradas pelo CEE.

“Os processos relacionados à avaliação interna são de extrema importância, pois são ferramentas essenciais para que ocorram reflexões, e, como resultado, direcionamento de ações, a fim de garantirmos a excelência dos nossos cursos de graduação e de nossa universidade”, afirma Gesilani.

Sobre o curso
Criado em 2015, o curso de Ciências Biológicas da Udesc Laguna teve início no segundo semestre do ano seguinte. Com duração de quatro anos e meio, oferece 30 vagas anuais, distribuídas entre duas opções: Biodiversidade e Biologia Marinha. As duas opções possuem a mesma grade curricular até a quinta fase, depois seguem com grades curriculares distintas até a conclusão, na nona fase. 

O ingresso ocorre pelo Vestibular de Inverno da Udesc e pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O aluno opta pela ênfase ao se inscrever. As aulas são presenciais e ocorrem em período integral.

Enade
A primeira turma se formará no final do ano de 2020. No próximo ano, os alunos concluintes estarão aptos a participar do primeiro Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). A pró-reitora de Ensino destaca que os centros recebem, todos os anos, orientações para a realização da prova, por meio do Seminário Institucional do Enade.

“A nota do exame compõe 20% da nota do Conceito Preliminar de Curso (CPC), emitido pelo Ministério da Educação (MEC), cujo conceito auxilia no processo de renovação de reconhecimento dos cursos, sem a obrigatoriedade das visitas externas”, explica Soraia.

Missão e perfil do profissional
O curso de Ciências Biológicas da Udesc Laguna visa formar profissionais críticos, éticos e cidadãos com espírito de solidariedade, capacitados para analisar a estrutura e dinâmica de sistemas marinhos e terrestres, e implementar ações ligadas à sua conservação e uso sustentável.

O bacharel da área pode atuar na coordenação de planos, programas, projetos e trabalhos multidisciplinares no campo das Ciências Biológicas, além de orientar, dirigir, assessorar e prestar consultoria a empresas, fundações, sociedades e associações de classe, entidades autárquicas, privadas ou do poder público. Outra área de atuação é no magistério.

Planejamento
A criação do curso seguiu planejamento definido pelo Plano 20 da Udesc Laguna (2010-2030) e atende os focos pedagógicos planejados para o centro, que prevê o atendimento das potencialidades e necessidades vocacionais da região.

Mais informações podem ser obtidas no site.

Siga a universidade pelo FacebookInstagramTwitter, Udesc em Rede (newsletter e podcast), WhatsApp e YouTube. Se você é aluno, acesse office.udesc.br para ter e-mail, pacote Office 365 e Windows 10 Educacional.

Reitor: Marcus Tomasi

 

Luiz Eduardo Schmitt – Secretário de Comunicação da Udesc | Célia Penteado

(48) 3664-8006 | (48) 99958-8368 | (48) 3664-8007

luiz.schmitt@udesc.br

comunicacao@udesc.br

celia.penteado@udesc.br

 

Rodrigo Brüning Schmitt - Reitoria e unidades de Laguna e Balneário Camboriú

(48) 3664-8010

rodrigo.schmitt@udesc.br

 

Valmor Pizzetti - Reitoria e unidades do Oeste, Ibirama e Udesc Cead

(48) 3664-7935

valmor.pizzetti@udesc.br

 

Isabela Vargas - Joinville

(47) 3481-7930 | (47) 99196-2230

isabela.vargas@udesc.br

comunicacao@cct.udesc.br

 

Carlito Costa - Cefid

(48) 3664-8622 | (48) 99977-1832

carlito.costa@udesc.br

 

Carolina Hommerding –  Faed

(48) 3664-8512 | (48) 99133-1236

carolina.h@udesc.br

 

Gustavo Vaz - Esag

(48) 3664-8281 | (48) 99161-9002

gustavo.vaz@udesc.br

 

Laís Moser - Ceart

(48) 3664-8350

lais.moser@udesc.br


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

A espera de mais de dois anos das comunidades de São João Batista e Major Gercino está prestes a chegar ao fim. O governador Carlos Moisés assinou na manhã desta quinta-feira, 5, a ordem de serviço para a recuperação funcional de três pontos da rodovia SC-108, que liga as duas cidades do Vale do Rio Tijucas. A solenidade ocorreu no Distrito de Tigipió, no interior de São João Batista. O investimento será de R$ 2,26 milhões. 

“A primeira mensagem que nós gostaríamos de deixar aqui é que nenhum lugar do Estado está esquecido, mesmo aqueles que o governador ainda não conseguiu visitar. Nós estamos pensando em projetos para todo o Estado”, afirmou Moisés, que ressaltou que a obra será feita com recursos próprios.

A recuperação na SC-108 inclui serviços de terraplenagem, pavimentação, drenagem, obras de arte correntes, sinalização e obras complementares, entre elas o fornecimento de materiais asfálticos, para contenção em três pontos da rodovia. 

De acordo com o secretário adjunto da Infraestrutura, Thiago Vieira, a empresa responsável pelos serviços irá se mobilizar a partir de agora, para que os trabalhos comecem dentro de aproximadamente 20 dias. Assim que for iniciada, o prazo de conclusão da obra é de até 180 dias. 

“Nós já realizamos uma primeira reunião com a empresa e queremos acelerar o processo de mobilização. Vamos iniciar o serviço com a cratera, que gera mais insegurança. O prazo contratual é de até 180 dias, mas a empresa já manifestou o seu interesse em reduzir esse prazo”, frisou Vieira.

Para o prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido, a obra é fundamental, pois a erosão da rodovia prosseguia e havia até mesmo o risco de uma interdição total, isolando comunidades inteiras.

“É essencial para toda a região. Por aqui transitam milhares de pessoas todos os dias. É um momento importante para a nossa região”, pontuou Cândido.

Quem também comemorou a assinatura da ordem de serviço foi o prefeito Valmor Kammers, de Major Gercino. Ele lembrou que toda a produção da cidade passa pela SC-108.

“Esperamos muito tempo por essa obra. Foram muitos pedidos. Era um problema que vinha se arrastando há muito tempo, mas agora é a hora de parabenizar o Governo do Estado”, opinou o prefeito.

Histórico do problema

O asfalto começou a ceder na SC-108 em junho de 2017, depois que o nível do Rio Tijucas aumentou em função de fortes chuvas ao longo daquele mês. O primeiro deslizamento ocorreu no quilômetro 166 (mais especificamente entre os quilômetros 165+210 e 165+526,1) da rodovia, que liga São João Batista a Major Gercino.

Formou-se então uma cratera com aproximadamente 50 metros de comprimento, localizada no Distrito de Tigipió, onde residem aproximadamente dois mil moradores, que trafegam diariamente pelo trecho.

Com o passar do tempo, outros pontos apresentaram deslizamentos menores como entre os quilômetros 158+640 e 158+846,6, nos lados esquerdo e direito da rodovia e que também foram contemplados no projeto de recuperação.

Saiba quais os três pontos da rodovia que receberão reparos

Contenção 1: localizada no lado esquerdo entre os quilômetros  158+640 e 158+846,6

Contenção 2: localizada no lado direito entre os quilômetros 158+640 e 158+846,6

Contenção 3: localizada entre os quilômetros 165+210 e o km 165+526,1

Projeto para asfaltar trecho entre Major Gercino e Angelina

Também na manhã desta quinta-feira, o governador Carlos Moisés autorizou um projeto para as asfaltar o trecho da SC-108 entre Major Gercino e Angelina. Após a conclusão do projeto, que deve ocorrer no primeiro semestre de 2020, a obra poderá ser incluída no programa de investimentos Novos Rumos. 

“Com o projeto, nós teremos valoração quantitativa e, ainda no nosso governo, colocarmos no cronograma da Infraestrutura e fazermos essa entrega importante para o pessoal de Angelina e Major Gercino”, disse Moisés. 

Com a eventual pavimentação da rodovia, formaria-se um corredor asfaltado ligando o Vale do Rio Tijucas com a BR-282.

Informações adicionais para a imprensa
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC 

 

Um dos mais importantes materiais de referência na área de ensino de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) para crianças surdas em Santa Catarina, o “Vocabulário em Língua de Sinais” (São José: IOESC, 2001), da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), está sendo disponibilizado para download gratuito no site da instituição. Publicado originalmente em 2001 como parte de um pacote de materiais voltados para auxiliar a inclusão do educando surdo no ensino regular, o Vocabulário, cuja edição impressa não está mais disponível para distribuição há muitos anos, é até hoje muito requisitado por escolas e professores.

O material é dividido em 10 categorias temáticas com desenhos do sinal em LIBRAS que ilustram o movimento para a realização correta do sinal. “Foram muitos meses de trabalho e dedicação, e acabou sendo um dos primeiros materiais desenvolvidos em LIBRAS, em Santa Catarina, e distribuído, na época, para todas as escolas que possuíam Atendimento Educacional Especializado na área de Deficiência Auditiva”, relembra a professora Jeane Probst Leite, Supervisora de Atividades Educacionais Nuclear da FCEE.

O Vocabulário está disponível para download neste link. Confira também outras publicações da Fundação Catarinense de Educação Especial disponíveis para download gratuito na página Publicações da FCEE

Informações adicionais para a imprensa:
Aline Buaes
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Educação Especial - FCCE
E-mail: imprensa@fcee.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-4943 / 99115-8918
Site: www.fcee.sc.gov.br

 

Termina às 23h59 do dia 12 de setembro o prazo de inscrições no Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura e do Prêmio Catarinense de Cinema que, juntos, distribuirão R$ 24.860 milhões a projetos da área cultural. Para participar da edição de 2019 dos editais, os projetos devem ser inscritos nas plataformas, criadas especialmente para este fim, disponíveis no site cultura.sc.gov.br.

Prêmio Elisabete Anderle
A principal ferramenta de fomento à arte em Santa Catarina distribuirá R$ 5,6 milhões a projetos de três áreas: Patrimônio Cultural, Artes e Artes Populares. Os recursos são do Governo do Estado de Santa Catarina, com promoção da Fundação Catarinense de Cultura (FCC).

Proponentes de todo o estado podem submeter seus projetos para os três editais que compõem o Prêmio Elisabete Anderle. O Edital de Patrimônio Cultural premiará projetos nas categorias Patrimônio Material; Patrimônio Imaterial; Museus; e Bibliotecas Públicas. O Edital de Artes Populares contemplará as categorias Artes Circenses; Culturas Populares e Diversidades; Culturas Negras e Afro-Brasileiras; e Culturas dos Povos Indígenas. E o Edital de Artes se subdivide nas categorias Artes Visuais; Dança; Música; Teatro; e Letras - Livro, Leitura e Literatura.

O Edital Elisabete Anderle de Apoio às Artes e à Cultura do Estado de Santa Catarina foi instituído pela Lei 15.503/11 e regulamentado pelo Decreto 2.336/14. Promovido desde 2009 por meio da FCC, tem o objetivo de selecionar projetos culturais que receberão apoio financeiro para realizar ações nos campos das Artes, Artes Populares e Patrimônio Cultural, que objetivem o estímulo e o fomento da produção, circulação, pesquisa, documentação, formação, restauração, preservação e difusão de produtos, bens e/ou serviços culturais que sejam acessíveis a diferentes públicos; contribuam para a construção e compartilhamento de conhecimentos e modos de fazer; beneficiem a geração de produtos, bens e serviços culturais.

Prêmio Catarinense de Cinema
A edição de 2019 do Edital Prêmio Catarinense de Cinema terá um valor recorde distribuído a projetos em 26 categorias. O Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), e o Governo Federal, por meio do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA)/Agência Nacional do Cinema (Ancine) disponibilizarão recursos na ordem de R$ 19.260.000,00 para o setor audiovisual catarinense.

Serão contempladas nesta edição as seguintes categorias: Produção de Longa-metragem de Ficção; Produção de Telefilme de Documentário; Produção de Obra Seriada de Ficção; Produção de Obra Seriada de Documentário; Produção de Longa-metragem de Ficção em Animação; Produção de Obra Seriada de Ficção de Animação; Produção de Longa-metragem Baixo Orçamento de Ficção; Produção de Curta-metragem; Desenvolvimento de Projeto de Longa-metragem de Ficção; Desenvolvimento de Projeto de Obra Seriada de Ficção; Desenvolvimento de Projeto de Obra Seriada de Ficção em Animação; Produção de Jogos Eletrônicos Módulo 1; Produção de Jogos Eletrônicos Módulo 2; Produção de Jogos Eletrônicos Módulo 3; Produção de Jogos Eletrônicos Módulo 4; Festival de Cinema com mais de 10 anos; Festival de Cinema com mais de 5 anos; Festival de Games ou Transmídia; Novo Festival de Cinema; Curso de Capacitação em Produção Executiva; Cursos de Qualificação Técnica Audiovisual; Laboratório de Criação e Desenvolvimento de Conteúdo Audiovisual; Comercialização de Longa-metragem; Promoção de Santa Catarina como destino cinematográfico; Mapeamento e Estudo do Setor Audiovisual Catarinense; e Circuito de Exibição de Cinema Catarinense.

O Prêmio Catarinense de Cinema existe desde 2001 e foi instituído pela Lei Estadual nº 15.746, de 11 de janeiro de 2012. Desde sua criação, foram realizadas 12 edições, incluindo a atual.

Informações adicionais para imprensa
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefones: (48) 3664-2571 / 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br