A professora Luciane Mulazani dos Santos, da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Joinville, foi selecionada entre 70 profissionais de todo país para receber o Prêmio Professor Rubens Murillo Marques. A iniciativa da Fundação Carlos Chagas, de São Paulo, está na 3ª edição e tem por objetivo valorizar e divulgar experiências inovadoras na educação. 

Professora do curso de Licenciatura em Matemática, Luciane apresentou as experiências vivenciadas com os alunos da disciplina "Didática da Matemática" em que a rede social Facebook foi utilizada como ambiente virtual de aprendizagem. “Exercitamos o modelo Flipped Classroom ou “Sala de Aula Invertida", em que os alunos aprendem o conteúdo em suas próprias casas, por meio de recursos interativos. Promovemos uma discussão sobre a formação inicial do professor de matemática para uma educação básica de qualidade”, explicou a professora.

Luciane é mestre e doutora em Educação, e defende a busca constante por inovações no ensino, seja em termos de metodologias, recursos didáticos ou processos. “É um dos movimentos que podem nos aproximar da educação de qualidade, que todos almejamos, para todos os níveis de ensino”, afirma.
A entrega do Prêmio será realizada no dia 25 de novembro, no auditório da Fundação Carlos Chagas.

{text}

O governador Raimundo Colombo anunciou, nesta quinta-feira, 17, em Concórdia, no Oeste do Estado, a liberação de R$ 2,4 milhões em convênios e mais R$ 12,6 milhões em recursos do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam), para investimentos nos sete municípios da região. Também foi assinada a autorização para licitação da revitalização e construção do novo traçado do Contorno Viário Norte de Concórdia, com valor estimado de R$ 34,7 milhões.

“Os municípios precisam de apoio e esses recursos são importantes para ajudar no desenvolvimento da região. Já investimos com o Pacto e agora com recursos do Fundam”, disse Colombo.

pacto por sc prestando contas - concordia 20131017 1869942784
Foto: Neiva Daltrozo/SECOM

>>> Mais imagens na galeria de fotos

As obras no Contorno Viário Norte de Concórdia têm extensão de 13,6 quilômetros e serão divididas em duas etapas, sendo a primeira com a recuperação e ampliação de nove quilômetros e a segunda com a construção de 4,6 quilômetros que vai até a BR-153. Com a revitalização do Contorno, as agroindústrias da região terão mais competitividade, com o escoamento da produção mais ágil e segura. “O município também ganha com uma melhora significativa na mobilidade urbana, pois o trânsito de veículos não passará por dentro da cidade”, destacou o secretário regional de Concórdia, Paulo Pastore.

O trajeto do contorno viário começa na BR-153 e vai até o Cemitério Parque Concórdia. Para essa obra, o governo do Estado, por meio do Pacto pelas Estradas, vai investir R$ 34,7 milhões. “Vamos realizar a licitação a partir de hoje e a nossa expectativa é começar as obras no início do ano que vem”, explicou o secretário de Estado da Infraestrutura, Valdir Cobalchini.

Também foram assinados os convênios do Fundo Social para investimentos nos municípios de Concórdia, Irani, Alto Bela Vista e Presidente Castelo Branco. Os investimentos chegam a R$ 2,4 milhões e serão aplicados na infraestrutura, na agricultura e na saúde dos municípios (tabela abaixo).

Investimentos Fundo Social

Município

Obra

Investimento

Concórdia

Construção do Contorno Viário de Concórdia

R$ 34,76 milhões

Concórdia

Instituto Nacional de Carne Suína

R$ 30 mil

Concórdia

Construção do Clube da Comunidade de Cachimbo – Juventus Futebol Clube

R$ 120 mil

Concórdia

Ampliação do Centro Comunitário da Associação de Moradores do Bairro Petrópolis

R$ 40 mil

Concórdia

Recuperação da camada asfáltica da Rua Oswaldo Zandavalli

R$ 300 mil

Concórdia

Aquisição de equipamentos médico-hospitalares para o Hospital São Francisco – Beneficência Camiliana do Sul

R$ 1,55 milhão

 

Total

R$ 36,8 milhões

Alto Bela Vista

Aquisição de um veículo para transporte de pacientes

R$ 45 mil

 

Total

R$ 45 mil

Irani

Implantação da sala de emergência

R$ 90 mil

 

Total

R$ 90 mil

Presidente Castelo Branco

Reabertura das estradas vicinais

R$ 100 mil

Presidente Castelo Branco

Infraestrutura da área industrial

R$ 110 mil

Presidente Castelo Branco

Projeto de abastecimento de água no interior do município com a compra de equipamentos

R$ 50 mil

Presidente Castelo Branco

Programa de incentivo à ovinocultura

R$ 40 mil

 

Total

R$ 300 mil

 

Total Geral

R$ 37,2 milhões

Fundam
Os recursos do Fundam, no total de R$ 12,6 milhões, irão atender os municípios de Concórdia, Alto Bela Vista, Ipira, Irani, Peritiba, Piratuba e Presidente Castelo Branco.  Os recursos serão disponibilizados a fundo perdido e sem contrapartida. Para cada município ter acesso será necessário apresentar até dois projetos.

O principal critério para a distribuição dos recursos é o número de habitantes por município. O dinheiro só poderá ser utilizado para investimentos e os projetos deverão contemplar exclusivamente as áreas de infraestrutura (logística e mobilidade urbana); construção e ampliação de prédios nas áreas de educação, saúde e assistência social; construção nas áreas de desporto e lazer; saneamento básico; aquisição de equipamentos, veículos e materiais destinados aos serviços de saúde e educação; e máquinas e equipamentos rodoviários novos, fabricados em território nacional.

Recursos do Fundam

Cidade

Investimento

Concórdia

R$ 5 milhões

Alto Bela Vista

R$ 880 mil

Ipira

R$ 900 mil

Irani

R$ 1,35 milhão

Peritiba

R$ 1 milhão

Piratuba

R$ 2,5 milhões

Presidente Castelo Branco

R$ 1 milhão

Total

R$ 12,6 milhões

Leia também
>>> Governo presta contas do Pacto Por SC na região de Concórdia
>>> Governador presta contas de investimentos do Pacto por Santa Catarina na região de Seara
>>> Governo do Estado libera recursos e autoriza contorno viário na região de Seara
>>> Governo do Estado será parceiro no projeto Itá das Águas

{text}

O Hospital Dr. Waldomiro Colautti, de Ibirama, está aprimorando seu sistema de distribuição de medicamentos para o centro cirúrgico com a utilização de kits para procedimentos agendados e cirurgias de emergência. Dessa forma, a farmácia consegue fornecer exatamente o que o paciente necessita para cada caso, exercendo maior controle sobre o consumo de medicamentos e na redução de gastos.

“Com o sistema de kits conseguimos minimizar gastos e aumentar o controle do uso dos medicamentos no centro cirúrgico. E também obtivemos redução nas perdas, algo que estava se tornando difícil, uma vez que não dispomos de Farmácia Satélite”, explica a farmacêutica responsável pelo setor, Adriana de Carli da Silva.

O sistema de distribuição dos medicamentos para as clínicas também foi modificado. “Com a prescrição eletrônica e a informatização da farmácia com códigos de barras em todos os itens está sendo possível a rastreabilidade de todos os medicamentos que saem e retornam ao estoque da farmácia”, conta Adriana.

Segundo a farmacêutica, esse sistema permite um aumento na segurança desde a prescrição até a administração do medicamento ao paciente. Além disso, possibilita devoluções com precisão e também uma dupla-checagem da prescrição, evitando que ampolas ou embalagens parecidas se misturem.

“Esse novo modelo também vem facilitando a rotina da enfermagem na separação dos medicamentos. Nosso próximo passo, agora, será a execução do projeto de fracionamento de líquidos orais em seringas Oralpak”, comenta a farmacêutica Adriana.

{text}

Trinta e duas famílias de baixa renda do município de Blumenau, no Vale do Itajaí, serão contempladas com a moradia própria na tarde da próxima quinta-feira (24/10). A Companhia de Habitação do Estado de Santa Catarina (Cohab/SC), a prefeitura e o Serviço Social do Comércio (Sesc) irão inaugurar o Conjunto Habitacional Edmundo Pacheco, no bairro Itoupavazinha. O ato de entrega será realizado na rua Fritz Brusch, a partir das 14h.

O investimento total no empreendimento foi de R$ 1,9 milhão, com recursos provenientes dos órgãos parceiros. Foram construídos dois blocos, com 16 apartamentos cada, e um salão de festa para o condomínio. Cada habitação, de 48,3 metros quadrados, possui dois quartos, banheiro, sala e cozinha conjugadas e área de serviço. A Cohab atuou como agente organizador na execução das obras.

“Receber a chave da nova moradia significa uma mudança de vida no cotidiano destas famílias. Nós sabemos que ter um teto próprio, além de trazer mais conforto, resultará no aumento da autoestima e melhora na saúde destes catarinenses”, afirmou o presidente da Cohab/SC, Ronério Heiderscheidt.

{text}

Os técnicos que participaram da Oficina Regional de Mobilização Intersetorial de Políticas Públicas sobre Drogas em Criciúma, no Sul do Estado, nesta quinta-feira, 17/10, definiram as propostas da Mesorregião para inclusão no Plano Catarinense de Políticas Públicas sobre Drogas.

Dentre as proposições estão a de criar um sistema de informação interligado e de encaminhamento aos diversos setores de rede; elaborar protocolo de fluxo de atendimento; criar 0800 para orientações sobre os serviços na região; elaborar campanhas de prevenção e de divulgação dos serviços; construir e ampliar os Centros de Atendimento Psicossocial (CAPS); e criar e estruturar os Conselhos Municipais de Políticas sobre Drogas (Comads);

Estas e as demais proposições serão encaminhadas ao colegiado gestor da Mesorregião de Criciúma para análise das prioridades e posterior aprovação, elaboração do plano operativo e a execução conjunta com o Governo do Estado.

Além de Criciúma, já foram realizadas as oficinas de Florianópolis, Jaraguá do Sul, São Miguel do Oeste e Chapecó. Faltam duas: em Joaçaba e Lages, que ocorrem até o final do ano.

O secretário adjunto de Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), Eleudemar Ferreira Rodrigues, destacou que as oficinas regionais contribuem para o alinhamento sobre os problemas enfrentados pelos municípios e para o entendimento das ações que devem ser prioritárias em cada região. “O governo do Estado está comprometido em criar o Plano de maneira integrada com todas as áreas de governo e com a sociedade”, ressaltou.

Como iniciou – A ideia de elaboração do Plano Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas surgiu a partir da adesão do Estado ao programa federal Crack, é possível vencer, conforme decreto 991, de 25 de maio de 2012. A Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST) coordena o programa em Santa Catarina e paralelamente trabalha a elaboração e implantação do Plano num grupo intersetorial.

Os detalhes sobre as oficinas regionais de políticas públicas sobre drogas e outros assuntos relacionados ao tema podem ser acessados no endereço: www.vencerasdrogas.sc.gov.br.

 

O governador Raimundo Colombo repassou R$ 150 mil para o Carnaval de Itá e anunciou que o Estado será parceiro no projeto Itá das Águas. “Em Santa Catarina, 12% da riqueza é turismo. Itá tem um grande potencial. As pessoas querem ações e obras que possam fazer a diferença no local onde vivem e, sem dúvida, todo auxílio que pretendemos dar para o município correspondem aos anseios da comunidade”, disse o governador durante a visita à Itá nesta quinta-feira, 17.

ita 20131017 1219307877
Foto: James Tavares/SECOM

>>> Mais imagens na galeria de fotos

O projeto Itá das Águas é um espetáculo de luzes, som e água no lago da represa, onde aparecem as torres da Igreja Matriz São Pedro, na região da antiga cidade, alagada durante a construção da usina hidrelétrica. O projeto está orçado em R$ 1,7 milhões. A prefeita Leide Mara Bender explica que as imagens serão projetadas nas torres para contar a história do município, desde a colonização até a construção da usina e o alagamento das terras.

“Vamos preservar a paisagem do local e, principalmente, a visão para as torres da Igreja. Será um marco no desenvolvimento do turismo do Estado. É um projeto arrojado, de alta tecnologia e baixo custo de manutenção. Já fizemos uma maquete do projeto e agora estudamos toda a parte de engenharia para a sua execução”, comentou a prefeita.

Outra solicitação do município foi o apoio para a implantação de um projeto de condução e tratamento final do esgoto sanitário da cidade. A Casan está executando o projeto que, dentro de 90 dias, deve estar concluído. O governador informou que após a conclusão será lançado o edital para licitação da obra.

Percorrendo Itá
Localizado no Oeste Catarinense, Itá tem uma população de 6,8 mil habitantes, conforme dados do IBGE.  A cidade foi totalmente reconstruída em 1996 para receber os moradores da antiga Itá, inundada com o lago da usina hidrelétrica, distante cinco quilômetros do atual município. 

A mudança da paisagem despertou o município para o turismo, que hoje tem várias atividades  aquáticas e exploração de águas termais. Quando as águas do rio Uruguai inundaram a cidade velha, restaram visíveis apenas as torres da velha igreja, que hoje serve também como ponto turístico. Visitam o município anualmente mais de 100 mil pessoas.

{text}

O governador Raimundo Colombo estará no Meio-Oeste para uma série de eventos nesta sexta-feira, 18/10. Serão realizadas palestras de balanço dos investimentos do Pacto por SC, assinados convênios para investimentos em parceria com as prefeituras e inaugurado o Centro de Diagnóstico por Imagens do Hospital Universitário Santa Terezinha, em Joaçaba.

Em Campos Novos, Videira e Joaçaba, o governador fará as palestras “Pacto por SC: prestando contas”. Até o final do ano, serão realizados 36 encontros com a proposta de detalhar as obras realizadas desde janeiro de 2011 e em andamento ou previstas pelo programa Pacto por Santa Catarina em cada região do Estado. A soma dos recursos do Pacto por SC é de R$ 9,4 bilhões, resultando no maior pacote de investimentos da história catarinense.

Em Campos Novos, também está prevista a assinatura de convênios para a liberação de recursos para as cidades da região. Campos Novos será beneficiada com mais de R$ 100 mil para compra de implementos agrícolas. Para a cidade vizinha de Brunópolis, o governador vai repassar R$ 250 mil para compra de uma escavadeira hidráulica para atender aos agricultores do município. O investimento beneficia diretamente mais de 800 agricultores familiares.

Em Videira, também serão assinados convênios com prefeituras da região e o contrato de financiamento com a prefeitura de Iomerê pelo programa Badesc Cidades Juro Zero no valor de R$ 900 mil. O programa da Agência de Fomento de Santa Catarina (Badesc) oferece financiamentos de médio e longo prazo para ações de melhorias de infraestrutura e de serviços nas cidades catarinenses, promovendo o crescimento econômico com geração de emprego e renda. Os juros são subsidiados pelo Governo do Estado.

Em Joaçaba, antes da palestra, o governador Colombo inaugura às 18h o Centro de Diagnóstico por Imagens do Hospital Universitário Santa Terezinha, resultado de R$ 3 milhões de investimentos em parceria com o BNDES. O novo espaço fará serviços como ressonância magnética e ultrassonografia. O Governo do Estado já investiu, também, R$ 10 milhões nas obras de ampliação do hospital, previstas para serem concluídas em março de 2014, aumentando o número de leitos de 110 para 199.

O roteiro das palestras e visitas desta sexta-feira, 18/10

Campos Novos – Palestra “Pacto por SC: prestando contas”
Horário: coletiva às 9h10min e palestra a partir das 9h30min
Local: Clube 7 de Setembro, Rua Estevão Zanatta, 80, bairro São Sebastião

Tangará – Visita ao prefeito Euclides Cruz
Horário: 11h40min
Local: Prefeitura de Tangará, Avenida Irmãos Piccoli, 267, Centro

Videira – Palestra “Pacto por SC: prestando contas”
Horário: coletiva às 14h10min e palestra a partir das 14h30min
Local: IFC Campus Videira, Rodovia SC-135, km 125

Pinheiro Preto – Visita ao prefeito Euzebio Calisto Vieceli
Horário: 16h15min
Local: Prefeitura de Pinheiro Preto, Avenida Marechal Arthur Costa e Silva, 111, Centro

Ibicaré – Visita ao prefeito Ari Ferrari
Horário: 17h
Local: Prefeitura de Ibicaré, Rua Dom Pedro II, 133, Centro

Joaçaba – Inauguração do Centro de Diagnóstico por Imagens do Hospital Universitário Santa Terezinha
Horário: 18h
Local: Hospital Santa Terezinha, Rua Domingos Bonato, 37, Centro

Joaçaba – Palestra “Pacto por SC: prestando contas”
Horário: coletiva às 19h10min e palestra a partir das 19h30min
Local: Teatro Alfredo Sigwatt, Rua Roberto Trompowski, 63, Centro

 

{text}

{text}

A Secretaria de Estado da Saúde informa, a seguir, a situação das emergências dos hospitais Celso Ramos e Regional de São José, nesta quinta-feira, 17 de outubro.

Nesta quinta-feira, 17, até o final da manhã, a emergência do Hospital Celso Ramos, em Florianópolis, estava atendendo 15 pessoas. A situação é de normalidade. Segundo informações da instituição, havia um paciente em estado grave. Nas últimas 24 horas, o Celso Ramos recebeu, na Emergência, 280 pessoas. Deste total de atendimentos, 131 são do setor de ortopedia, que, em geral, envolve pessoas que sofreram acidentes de trânsito.

No Hospital Regional de São José havia, na emergência geral, 129 pacientes até às 14h desta quinta-feira. Na emergência havia 18 pessoas aguardando consulta. O atendimento é feito de acordo com a gravidade dos casos, a partir da classificação de risco que é feita com cada paciente que chega.

Nas últimas 24 horas, de acordo com as informações da direção do Hospital Regional de São José, o setor de emergência atendeu 294 pacientes. Na emergência pediátrica,     149 crianças foram atendidas. O quadro geral do Hospital Regional de São José é de 308 pacientes internados. Ao todo,  19 internações foram feitas nas últimas 24 horas.

No Hospital Regional de São José, cerca de 80% dos casos que chegam à Emergência são ambulatoriais, ou seja, são situações que podem ser resolvidas nos postos de saúde. Por isso, a Secretaria de Estado da Saúde orienta a população a primeiro procurar os centros de saúde dos seus municípios. Os postos de saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão aptos a atender situações de urgência, que são aqueles em que a pessoa não corre riscos. São casos, por exemplo, de febre e dores generalizadas. Os casos mais graves serão encaminhados para os hospitais.

{text}

O governador Raimundo Colombo apresentou, na manhã desta quinta-feira, 17, em Seara, no Oeste do Estado, a palestra “Pacto por SC: prestando contas”. A ação faz parte do roteiro de palestras que pretende detalhar as obras realizadas, desde janeiro de 2011, e em andamento ou previstas pelo programa Pacto por Santa Catarina. O evento realizado na Associação Desportista Classista Seara foi aberto para a comunidade e está acontecendo em todas as regiões catarinenses.

“Estamos fazendo visita em todas as 36 regionais e, aqui, vamos apresentar todo o nosso trabalho e os investimentos na região, além de promover algumas ações que vamos iniciar agora e que vão fortalecer bastante o desenvolvimento da região”, enfatizou o governador.

Nos municípios de Seara, Paial, Ipumirim, Arabutã, Xavantina, Lindóia do Sul, Itá e Arvoredo foram investidos pelo Governo do Estado R$ 103 milhões, sendo R$ 69,6 milhões em obras já concluídas. Outros R$ 26,5 milhões estão aplicados nas obras em andamento e mais R$ 6,9 milhões estão previstos para ações a serem iniciadas.

 Em infraestrutura, o programa aplicou R$ 52,9 milhões na região, com destaque para conclusão das pavimentações asfálticas em 9,8 quilômetros do acesso ao distrito de Nova Teutônia, no valor de R$ 8,2 milhões; da SC-484, em um trecho de 15 quilômetros que dá acesso ao município de Paial, com investimento de R$ 14,6 milhões; e do trecho de 28 quilômetros, que liga Lindóia do Sul até Irani, no valor de R$ 28 milhões.

Outro destaque foi na agricultura, com investimento total de R$ 14,2 milhões, a exemplo da entrega de tratores e distribuidores no valor de R$ 500 mil. Já na educação, o programa aplicou R$ 12,5 milhões na ampliação e reforma de seis escolas estaduais, além da implantação de laboratórios Proinfo em oito municípios da Regional de Seara. Das unidades escolares em reforma, apenas a EEB General Liberato Bittencourt e a EEB Rosina Nardi estão em andamento, com prazo para término de 60 e 120 dias, respectivamente.

Já nas áreas de energia, assistência social, saúde, turismo, cultura, esporte, Defesa Civil e segurança pública, os investimentos, desde 2011, chegaram a R$ 16,4 milhões, com exemplo na construção, em andamento, de uma unidade de saúde para a instalação do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), em Itá.

Leia também:

>>> Governo do Estado libera recursos e autoriza contorno viário na Região de Seara

{title} {text} {readmore}

O governador Raimundo Colombo anunciou na manhã desta quinta-feira, 17, em Seara, no Oeste do Estado, a liberação de R$ 1,9 milhão em convênios e contratos e mais R$ 11 milhões em recursos do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam) para investimentos em oito municípios da região. Também foram assinadas duas autorizações, que totalizam R$ 17 milhões, sendo uma para ampliação da EEB Rosina Nardi e, a outra, para a construção do contorno viário de Seara.

“Os recursos são muito importantes para cada município que poderá investir em recuperação de vias públicas, por exemplo. E isso traz desenvolvimento para a região. Com o Fundam, os recursos são a fundo perdido, onde a prefeitura não precisa devolver para o Estado”, disse Colombo.

A autorização para a licitação do contorno viário de Seara contempla 9,42 quilômetros do trecho que liga a rodovia SC-283, que vem de Chapecó, até Concórdia. A obra está prevista para iniciar em janeiro de 2014 com investimentos de R$ 16,4 milhões do Pacto por Santa Catarina. “O objetivo será desviar o trânsito de caminhões, que hoje cruza o município de Seara, evitando acidentes”, comentou a secretária regional de Seara, Gládis dos Santos.

seara 20131017 1464688252
Foto: Neiva Daltrozo/Secom

Educação

Com recursos de R$ 600 mil do Pacto pela Educação, a outra autorização assinada pelo governador possibilita o início do processo de licitação para ampliação da Escola de Educação Básica Rosina Nardi, em Seara. As obras serão para a construção de cozinha, refeitório, depósito para materiais, dois banheiros, sala para a direção e três salas de aula. A unidade também receberá uma rampa coberta para acesso ao ginásio.

Arvoredo e Xavantina

Já os municípios de Arvoredo e Xavantina assinaram contratos de financiamento com o Programa da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc) Cidades Juro Zero, no valor total de R$ 1,4 milhão. Os contratos firmados nesta linha de crédito do Badesc terão os juros compensados pelo Governo do Estado. Desta forma, a prefeitura pagará para a Agência apenas o valor principal do financiamento, ficando dispensada do pagamento de juros.

E os convênios firmados com recursos do Fundo Social serão para investimentos nos municípios de Itá, Ipumirim, Lindóia do Sul e Arabutã. Foram destinados cerca de R$ 500 mil que serão aplicados na infraestrutura dos municípios, a exemplo de recuperação de estradas vicinais e malhas viárias.

Município

Obra

Investimento

Seara

Construção do Contorno Viário de Seara

R$ 16,4 milhões

Seara

Ampliação da EEB Rosina Nardi

R$ 600 mil

 

Total

R$ 17 milhões

Itá

Construção de passeios públicos

R$ 103 mil

Itá

Recuperação de estradas vicinais

R$ 50 mil

 

Total

R$ 153 mil

Ipumirim

Aquisição de combustíveis, brita e pneus

R$ 50 mil

Ipumirim

Recuperação da SC-154 de Ipumirim a ponte do Rio Irani

R$ 10 mil

Ipumirim

Recuperação de estradas vicinais para escoamento da produção agrícola

R$ 150 mil

Ipumirim

Realização da 5ª Feira de Gado de Leite e Ovinos

R$ 15 mil

 

Total

R$ 225 mil

Lindóia do Sul

Recuperação de estradas vicinais

R$ 60 mil

 

Total

R$ 60 mil

Arabutã

Manutenção da malha viária

R$ 40 mil

 

Total

R$ 40 mil

Arvoredo

Contrato de financiamento do Programa Badesc Cidades Juro Zero

R$ 680 mil

 

Total

R$ 680 mil

Xavantina

Contrato de financiamento do Programa Badesc Cidades Juro Zero

R$ 800 mil

 

Total

R$ 800 mil

 

Total Geral

R$ 18,9 milhões

 

Fundam

Os recursos do Fundam, no total de R$ 11 milhões, irão atender os municípios de Seara, Arabutã, Arvoredo, Ipumirim, Itá, Lindóia do Sul, Paial e Xavantina.  A verba será disponibilizada a fundo perdido e sem contrapartida. Para cada município ter acesso, será necessário apresentar até dois projetos de investimentos.

O principal critério para a distribuição dos recursos é o número de habitantes por município. O dinheiro só poderá ser utilizado para investimentos e os projetos deverão contemplar exclusivamente as áreas de infraestrutura (logística e mobilidade urbana); construção e ampliação de prédios nas áreas de educação, saúde e assistência social; construção nas áreas de desporto e lazer; saneamento básico; aquisição de equipamentos, veículos e materiais destinados aos serviços de saúde e educação; e máquinas e equipamentos rodoviários novos, fabricados em território nacional.

Recursos do Fundam

Cidade

Investimento

Seara

R$ 2,12 milhões

Arabutã

R$ 1,48 milhão

Arvoredo

R$ 1,2 milhão

Ipumirim

R$ 1,55 milhão

Itá

R$ 1,3 milhão

Lindóia do Sul

R$ 1,09 milhão

Paial

R$ 1,23 milhão

Xavantina

R$ 1,05 milhão

Total

R$ 11,02 milhões

Leia também:

>>> Governador presta contas de investimentos do Pacto por Santa Catarina na região de Seara

{text}