Processo seletivo especial aceita média final geral do ensino médio ou nota do Enem - Arte: Agência Moove

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) segue com prazo aberto para inscrições gratuitas no Vestibular de Inverno 2021 - Processo Seletivo Especial. São duas formas de avaliação para 1.040 vagas em 37 cursos de graduação, todos gratuitos. Faça sua inscrição em www.udesc.br/vestibular até 30 de junho e confira outros detalhes no edital.

No Centro de Educação Superior do Alto Vale do Itajaí (Ceavi), em Ibirama, há 90 vagas para Ciências Contábeis, Engenharia Civil e Engenharia de Software. Os candidatos interessados em estudar na Udesc Alto Vale podem consultar o Guia de Cursos Udesc e acessar a playlist de vídeos do centro.

Processo seletivo especial

A universidade fará um processo seletivo especial devido à impossibilidade de realizar provas presenciais durante a pandemia de Covid-19. Para participar do Vestibular de Inverno 2021, o candidato deverá optar por um dos critérios abaixo:

  • Nota geral do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem): apenas para candidatos que prestaram a prova do Enem em 2017, 2018 ou 2019;
  • Média final geral de conclusão do ensino médio: apenas para candidatos que já concluíram o ensino médio. Essa média final precisará estar dentro de um padrão de nota de 0 a 10. Os candidatos que tiverem outro padrão de nota, com conceitos diferentes, terão de apresentar, além do histórico escolar, uma declaração da sua instituição com a conversão para o padrão de 0 a 10.


Veja mais detalhes sobre as formas de avaliação no item 2 do edital. Nas vagas de cada um dos dois critérios, há reserva de 30% pelo Programa de Ações Afirmativas da Udesc, sendo 20% para os candidatos que fizeram todo o ensino médio na rede pública e 10% para candidatos negros.

As inscrições serão homologadas a partir de 9 de agosto, e a primeira chamada está prevista para ocorrer a partir de 11 de agosto. Os aprovados ingressarão no segundo semestre letivo de 2021 da Udesc, com início previsto para 20 de setembro.

Outros municípios com vagas

Confira onde mais há oportunidades de estudo da Udesc:

  • Balneário Camboriú (Cesfi): Administração Pública e Engenharia de Petróleo;
  • Chapecó (CEO): Enfermagem e Zootecnia;
  • Florianópolis (Cefid): Educação Física (Bacharelado), Educação Física (Licenciatura) e Fisioterapia;
  • Florianópolis (Esag): Administração, Administração Pública e Ciências Econômicas;
  • Florianópolis (Faed): Geografia (Bacharelado), História (Licenciatura) e Pedagogia;
  • Joinville (CCT): Ciência da Computação, Engenharia (Civil, de Produção e Sistemas, Elétrica e Mecânica), Física (Licenciatura), Matemática (Licenciatura), Química (Licenciatura) e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas;
  • Lages (CAV): Agronomia, Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia Florestal e Medicina Veterinária;
  • Laguna (Ceres): Ciências Biológicas (Biologia Marinha e Biodiversidade) e Arquitetura e Urbanismo;
  • Pinhalzinho (CEO): Engenharia Química;
  • São Bento do Sul (Ceplan): Engenharia de Produção - Habilitação Mecânica e Sistemas de Informação.


Mais informações

Mais informações podem ser obtidas na página oficial do vestibular e com a Coordenadoria de Vestibulares e Concursos (Covest), pelo e-mail vestiba@udesc.br.

Acompanhe as notícias do vestibular pelo Facebook, pelo Instagram, pelo Twitter e pela Udesc em Rede.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

A cidade de Curitibanos completou 152 anos de fundação nesta sexta-feira, 11, e coube ao governador Carlos Moisés entregar o presente. Uma solenidade marcou a inauguração do Sistema de Esgotamento Sanitário do município, um importante centro regional da Serra Catarinense. O investimento é de R$ 50,8 milhões, realizado pela Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), em uma parceria com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD).

A obra de Curitibanos integra o planejamento do Governo de Santa Catarina, que tem no saneamento uma de suas prioridades. Por meio da Casan, estão sendo investidos R$ 800 milhões somente em esgotamento sanitário. Para 2021, a projeção é de colocar em operação pelo menos oito sistemas de esgotamento sanitário, reduzindo ainda mais o déficit de cobertura no estado.

Na visão do governador Carlos Moisés, o investimento em saneamento básico representa um ato de responsabilidade não apenas para o presente, mas principalmente para as futuras gerações. Ele salientou ainda a alegria de poder estar presente em Curitibanos no aniversário da cidade e com uma entrega tão importante.

”Hoje é um dia emblemático para a cidade. É um prazer vir aqui para vivenciar esse momento. A Casan tem priorizado este tipo de investimento e nós entendemos que ele vai trazer mais atratividade para o município. Trata-se de uma iniciativa pensando no futuro, pois também gera riqueza e melhorias para o meio ambiente”, diz o governador.

A primeira etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário de Curitibanos conta com uma Estação de Tratamento com capacidade de depurar até 40 litros por segundo, além de 38,6 quilômetros de rede coletoras, beneficiando 14 mil moradores. Os bairros contemplados são Centro, Bosque, Bom Jesus, Água Santa, Universitário Waldemar Ortigari, Vila Nossa Senhora Aparecida e São Francisco, atendendo pouco mais de 30% da população urbana do município.

A presidente da Casan, Roberta Maas dos Anjos, salienta que a obra trará mais condições de saúde e qualidade de vida aos moradores, permitindo a conservação do meio ambiente e um desenvolvimento mais sustentável para Curitibanos no longo prazo. Ela ainda parabenizou a cidade pelos seus 152 anos e disse que a Casan continuará a investir na região.

“Essa entrega é um grande presente para o município no dia do seu aniversário. Uma obra importante e moderna que oportuniza saúde, além de colaborar com o desenvolvimento da região. Não somente do ponto de vista ambiental, mas também econômico”, diz.

O prefeito Kleberson Lima destacou que a obra vai trazer mais qualidade de vida para a população curitibanense: “O sentimento hoje é de agradecimento. É um dia muito especial para a nossa cidade. Essa obra é um grande passo que está sendo dado em relação à qualidade de vida e à saúde dos nossos cidadãos. Temos que comemorar esse momento penais no bem estar da nossa população”.

Reforço no abastecimento de água

Para reforçar o abastecimento de água em Curitibanos, a Casan está investindo aproximadamente R$ 3 milhões em melhorias no sistema já instalado na cidade. A principal ação é a automação da Estação de Tratamento, trabalho já em fase final. A informatização, que otimizará todas as tarefas de operação, permitirá um controle total do processo de tratamento, proporcionando mais segurança e confiabilidade na qualidade da água distribuída.

Além disso, a Estação de Tratamento receberá mais água a partir do segundo semestre deste ano. Está previsto para entrar em operação um poço profundo que acrescentará mais 22 mil litros por hora ao sistema, reforçando o abastecimento para os bairros São Luís, São José, São Francisco e Bosque.

Tampas comemorativas



Localizada no centro geográfico de Santa Catarina, Curitibanos recebeu também no dia de seu aniversário duas tampas personalizadas da Casan, que são um dos equipamentos usados para manutenção do Sistema de Esgotamento Sanitário. As pesadas tampas de ferro possuem design com símbolos da cidade: a Igreja Matriz, o Museu do Contestado, a Araucária, árvore característica da região, o alho e o agronegócio.

A personalização das peças integra as comemorações de 50 anos da Casan. Para cada novo sistema de esgoto inaugurado em Santa Catarina, a companhia entregará à prefeitura tampões com imagens de referências para a cidade.

Coração de Santa Catarina

Além da inauguração do Sistema de Esgotamento Sanitário, o governador Carlos Moisés também sancionou uma lei que altera a denominação de Curitibanos de “Capital Catarinense do Alho” para “Coração do Estado de Santa Catarina”. A proposição é do deputado estadual Nilso Berlanda, que acompanhou o ato nesta sexta-feira. Também estiveram presentes o deputado estadual Valdir Cobalchini e o secretário de Estado da Infraestrutura, Thiago Vieira.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


Aumento foi puxado por profissionais administrativos e transportes - Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom 

Santa Catarina apresentou o segundo melhor crescimento no setor de serviços do país, 13,7%, mais que o triplo da média nacional, que foi 3,7%. Os dados são referentes ao acumulado deste ano, em comparação com o mesmo período de 2020 e que ainda refletem as consequências da pandemia. Entre os maiores estados brasileiros, SC teve a maior alta em 2021. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 11, na Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Os números em diferentes segmentos vêm demonstrando a retomada da nossa economia. Isso tem sido possível porque viemos cumprindo o nosso papel de garantir regramentos seguros. Com muita responsabilidade, vamos avançando no setor econômico e no enfrentamento à Covid-19, com a vacinação e os protocolos sanitários”, ressaltou o governador Carlos Moisés.

Os dados da variação mensal dos serviços no acumulado do ano em Santa Catarina tiveram alta generalizada e foram puxados por: profissionais administrativos e complementares (31,3%); transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (17,8%); informação e comunicação (9,0%); e outros serviços (8,8%).

“Em uma demonstração clara da pujança econômica do Estado, Santa Catarina apresentou nos primeiros meses de 2021 a maior alta entre os maiores estados do país. No acumulado do ano, Santa Catarina cresceu três vezes mais que a média nacional. Números que comprovam a resiliência catarinense e fortalecem as ações de enfrentamento, de cuidado com a saúde e com a manutenção do emprego das pessoas”, disse o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), Luciano Buligon.

Na variação acumulada em 12 meses, o setor de serviços do Estado registrou incremento de 2,3%. O crescimento foi puxado por serviços profissionais, administrativos e complementares (22,5%); transporte, serviços auxiliares ao transporte e correios (5,1%); e outros serviços (2,0%).

Receita

Quando analisado o recorte de receita do setor de serviços no mês de abril houve incremento de 34,1% em Santa Catarina, na comparação com o mesmo mês de 2020, superior ao Rio Grande do Sul e Paraná, que registraram 29,3% e 20,8%, respectivamente.

Maior número de empregos

Em abril, o setor de serviços também apresentou resultados positivos na geração de empregos formais em Santa Catarina. O maior crescimento veio nesta atividade econômica, com um saldo de 5.170 novas carteiras assinadas. Na sequência vem a indústria (+2.670), comércio (+2.053) e a construção civil (+2.021).

Turismo

A pesquisa traz ainda indicadores de volume de serviços das atividades turísticas. O setor do turismo foi um dos mais impactados pela pandemia e ainda encontra grandes dificuldades de retomar a normalidade.

Santa Catarina voltou a apontar crescimento no mês abril em relação a março de 8,3%, sendo o terceiro maior resultado do país.

Mais informações para a imprensa:
Mariane Lidorio
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDE
Fone: (48) 3665-4298 / 99601-1488
E-mail: mari@sde.sc.gov.br
Site: www.sde.sc.gov.br 

 



O Governo de Santa Catarina informou que há 1.002.008 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus, dos quais 962.553 estão recuperados e 23.560 permanecem em acompanhamento. O número foi divulgado nesta sexta-feira, 11. A Covid-19 causou 15.895 mortes no estado desde o início da pandemia. A taxa de letalidade atual é de 1,59%.

Há 52 óbitos a mais em comparação com o boletim do dia anterior. Registrou-se um aumento de 4.043 na quantidade de confirmados. Já a estimativa de recuperados aumentou 3.398. Registrou-se um crescimento de 593 no número de casos ativos.

>>> Confira aqui o boletim diário desta sexta-feira, 11
>>> Confira o detalhamento dos óbitos por data
>>> Saiba mais sobre as fontes e os conceitos dos dados

Há 203 municípios que não registraram óbitos nos últimos sete dias. Entre eles estão Gaspar, Imbituba, Rio Negrinho, São Miguel do Oeste e São João Batista.

A estimativa do Governo do Estado é que 291 municípios tenham casos ativos. A região com a maior quantidade de casos ativos hoje, proporcionalmente à população, é Meio-Oeste, que tem 742 para cada 100 mil habitantes. Em seguida, estão Xanxerê (575) e Serra (471).

Atualmente, há 1.499 leitos de UTI Adulto ativos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o estado, dos quais 1.463 estão ocupados, sendo 969 por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção por coronavírus. A taxa de ocupação de UTI Adulto é de 97,6%.

Confira o detalhamento por regional de saúde:

Alto Uruguai Catarinense:
Casos confirmados: 22.424 (15.172 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 632 (428 por 100 mil hab.)
Óbitos: 288 (195 por 100 mil hab.)
Recuperados: 21.504

Alto Vale do Itajaí:
Casos confirmados: 31.719 (10.191 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.166 (375 por 100 mil hab.)
Óbitos: 472 (152 por 100 mil hab.)
Recuperados: 30.081

Alto Vale do Rio do Peixe:
Casos confirmados: 31.795 (10.719 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.184 (399 por 100 mil hab.)
Óbitos: 741 (250 por 100 mil hab.)
Recuperados: 29.870

Carbonífera:
Casos confirmados: 68.806 (15.547 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 2.072 (468 por 100 mil hab.)
Óbitos: 1.053 (238 por 100 mil hab.)
Recuperados: 65.681

Extremo-Oeste:
Casos confirmados: 26.250 (11.268 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.090 (468 por 100 mil hab.)
Óbitos: 352 (151 por 100 mil hab.)
Recuperados: 24.808

Extremo-Sul:
Casos confirmados: 27.639 (13.523 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 735 (360 por 100 mil hab.)
Óbitos: 567 (277 por 100 mil hab.)
Recuperados: 26.337

Foz do Rio Itajaí:
Casos confirmados: 104.289 (14.252 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 2.188 (299 por 100 mil hab.)
Óbitos: 1.794 (245 por 100 mil hab.)
Recuperados: 100.307

Grande Florianópolis:
Casos confirmados: 176.901 (14.390 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.730 (141 por 100 mil hab.)
Óbitos: 2.424 (197 por 100 mil hab.)
Recuperados: 172.747

Laguna:
Casos confirmados: 61.120 (16.441 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.332 (358 por 100 mil hab.)
Óbitos: 1.071 (288 por 100 mil hab.)
Recuperados: 58.717

Meio-Oeste:
Casos confirmados: 32.885 (16.838 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.449 (742 por 100 mil hab.)
Óbitos: 446 (228 por 100 mil hab.)
Recuperados: 30.990

Médio Vale do Itajaí:
Casos confirmados: 112.532 (14.116 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 2.056 (258 por 100 mil hab.)
Óbitos: 1.360 (171 por 100 mil hab.)
Recuperados: 109.116

Nordeste:
Casos confirmados: 155.138 (14.671 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 2.821 (267 por 100 mil hab.)
Óbitos: 2.435 (230 por 100 mil hab.)
Recuperados: 149.882

Oeste:
Casos confirmados: 51.762 (14.181 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.155 (316 por 100 mil hab.)
Óbitos: 942 (258 por 100 mil hab.)
Recuperados: 49.665

Planalto Norte:
Casos confirmados: 35.273 (9.255 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.442 (378 por 100 mil hab.)
Óbitos: 686 (180 por 100 mil hab.)
Recuperados: 33.145

Serra:
Casos confirmados: 38.350 (13.413 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.347 (471 por 100 mil hab.)
Óbitos: 746 (261 por 100 mil hab.)
Recuperados: 36.257

Xanxerê:
Casos confirmados: 25.125 (12.435 por 100 mil hab.)
Casos ativos: 1.161 (575 por 100 mil hab.)
Óbitos: 518 (256 por 100 mil hab.)
Recuperados: 23.446

Confira o detalhamento por município:

Abdon Batista:
390 casos confirmados, 2 casos ativos, 384 recuperados e 4 óbitos

Abelardo Luz:
1.415 confirmados, 33 ativos, 1.337 recuperados e 45 óbitos

Agrolândia:
1.438 confirmados, 124 ativos, 1.295 recuperados e 19 óbitos

Agronômica:
605 confirmados, 31 ativos, 561 recuperados e 13 óbitos

Água Doce:
1.173 confirmados, 48 ativos, 1.110 recuperados e 15 óbitos

Águas de Chapecó:
426 confirmados, 19 ativos, 401 recuperados e 6 óbitos

Águas Frias:
493 confirmados, 15 ativos, 476 recuperados e 2 óbitos

Águas Mornas:
699 confirmados, 2 ativos, 688 recuperados e 9 óbitos

Alfredo Wagner:
660 confirmados, 1 ativo, 652 recuperados e 7 óbitos

Alto Bela Vista:
163 confirmados, 3 ativos, 158 recuperados e 2 óbitos

Anchieta:
615 confirmados, 41 ativos, 566 recuperados e 8 óbitos

Angelina:
502 confirmados, 12 ativos, 489 recuperados e 1 óbito

Anita Garibaldi:
1.131 confirmados, 16 ativos, 1.105 recuperados e 10 óbitos

Anitápolis:
315 confirmados, 1 ativo, 310 recuperados e 4 óbitos

Antônio Carlos:
1.504 confirmados, 26 ativos, 1.455 recuperados e 23 óbitos

Apiúna:
801 confirmados, 23 ativos, 763 recuperados e 15 óbitos

Arabutã:
393 confirmados, 1 ativo, 385 recuperados e 7 óbitos

Araquari:
3.415 confirmados, 27 ativos, 3.315 recuperados e 73 óbitos

Araranguá:
9.712 confirmados, 249 ativos, 9.241 recuperados e 222 óbitos

Armazém:
1.367 confirmados, 16 ativos, 1.321 recuperados e 30 óbitos

Arroio Trinta:
569 confirmados, 13 ativos, 543 recuperados e 13 óbitos

Arvoredo:
291 confirmados, nenhum ativo, 287 recuperados e 4 óbitos

Ascurra:
1.117 confirmados, 25 ativos, 1.082 recuperados e 10 óbitos

Atalanta:
400 confirmados, 20 ativos, 369 recuperados e 11 óbitos

Aurora:
755 confirmados, 29 ativos, 712 recuperados e 14 óbitos

Balneário Arroio do Silva:
1.949 confirmados, 29 ativos, 1.865 recuperados e 55 óbitos

Balneário Barra do Sul:
1.361 confirmados, 24 ativos, 1.301 recuperados e 36 óbitos

Balneário Camboriú:
23.484 confirmados, 319 ativos, 22.812 recuperados e 353 óbitos

Balneário Gaivota:
1.201 confirmados, 38 ativos, 1.131 recuperados e 32 óbitos

Balneário Piçarras:
4.418 confirmados, 42 ativos, 4.331 recuperados e 45 óbitos

Balneário Rincão:
1.303 confirmados, 23 ativos, 1.240 recuperados e 40 óbitos

Bandeirante:
296 confirmados, 15 ativos, 278 recuperados e 3 óbitos

Barra Bonita:
170 confirmados, 2 ativos, 166 recuperados e 2 óbitos

Barra Velha:
3.902 confirmados, 40 ativos, 3.772 recuperados e 90 óbitos

Bela Vista do Toldo:
78 confirmados, 5 ativos, 70 recuperados e 3 óbitos

Belmonte:
241 confirmados, 11 ativos, 225 recuperados e 5 óbitos

Benedito Novo:
970 confirmados, 18 ativos, 934 recuperados e 18 óbitos

Biguaçu:
10.658 confirmados, 135 ativos, 10.364 recuperados e 159 óbitos

Blumenau:
48.890 confirmados, 1.227 ativos, 47.117 recuperados e 546 óbitos

Bocaina do Sul:
369 confirmados, 6 ativos, 360 recuperados e 3 óbitos

Bom Jardim da Serra:
580 confirmados, 6 ativos, 570 recuperados e 4 óbitos

Bom Jesus:
387 confirmados, 33 ativos, 348 recuperados e 6 óbitos

Bom Jesus do Oeste:
181 confirmados, 1 ativo, 174 recuperados e 6 óbitos

Bom Retiro:
707 confirmados, 30 ativos, 662 recuperados e 15 óbitos

Bombinhas:
3.369 confirmados, 11 ativos, 3.302 recuperados e 56 óbitos

Botuverá:
874 confirmados, 11 ativos, 855 recuperados e 8 óbitos

Braço do Norte:
7.779 confirmados, 238 ativos, 7.452 recuperados e 89 óbitos

Braço do Trombudo:
597 confirmados, 10 ativos, 583 recuperados e 4 óbitos

Brunópolis:
261 confirmados, 4 ativos, 249 recuperados e 8 óbitos

Brusque:
25.615 confirmados, 297 ativos, 25.053 recuperados e 265 óbitos

Caçador:
5.527 confirmados, 143 ativos, 5.162 recuperados e 222 óbitos

Caibi:
581 confirmados, 16 ativos, 554 recuperados e 11 óbitos

Calmon:
34 confirmados, nenhum ativo, 30 recuperados e 4 óbitos

Camboriú:
11.817 confirmados, 122 ativos, 11.543 recuperados e 152 óbitos

Campo Alegre:
1.166 confirmados, 36 ativos, 1.097 recuperados e 33 óbitos

Campo Belo do Sul:
730 confirmados, 16 ativos, 694 recuperados e 20 óbitos

Campo Erê:
1.057 confirmados, 91 ativos, 958 recuperados e 8 óbitos

Campos Novos:
5.381 confirmados, 190 ativos, 5.087 recuperados e 104 óbitos

Canelinha:
1.233 confirmados, 18 ativos, 1.202 recuperados e 13 óbitos

Canoinhas:
5.873 confirmados, 315 ativos, 5.470 recuperados e 88 óbitos

Capão Alto:
154 confirmados, 14 ativos, 138 recuperados e 2 óbitos

Capinzal:
4.548 confirmados, 188 ativos, 4.319 recuperados e 41 óbitos

Capivari de Baixo:
4.159 confirmados, 86 ativos, 4.003 recuperados e 70 óbitos

Catanduvas:
1.765 confirmados, 69 ativos, 1.669 recuperados e 27 óbitos

Caxambu do Sul:
493 confirmados, 12 ativos, 472 recuperados e 9 óbitos

Celso Ramos:
410 confirmados, 14 ativos, 391 recuperados e 5 óbitos

Cerro Negro:
140 confirmados, 6 ativos, 130 recuperados e 4 óbitos

Chapadão do Lageado:
318 confirmados, 13 ativos, 302 recuperados e 3 óbitos

Chapecó:
34.550 confirmados, 593 ativos, 33.326 recuperados e 631 óbitos

Cocal do Sul:
3.149 confirmados, 140 ativos, 2.959 recuperados e 50 óbitos

Concórdia:
13.127 confirmados, 261 ativos, 12.696 recuperados e 170 óbitos

Cordilheira Alta:
553 confirmados, 14 ativos, 531 recuperados e 8 óbitos

Coronel Freitas:
1.573 confirmados, 20 ativos, 1.529 recuperados e 24 óbitos

Coronel Martins:
182 confirmados, 31 ativos, 148 recuperados e 3 óbitos

Correia Pinto:
1.247 confirmados, 22 ativos, 1.178 recuperados e 47 óbitos

Corupá:
1.667 confirmados, 31 ativos, 1.602 recuperados e 34 óbitos

Criciúma:
34.553 confirmados, 944 ativos, 33.077 recuperados e 532 óbitos

Cunha Porã:
888 confirmados, 53 ativos, 813 recuperados e 22 óbitos

Cunhataí:
187 confirmados, 1 ativo, 185 recuperados e 1 óbito

Curitibanos:
4.384 confirmados, 251 ativos, 3.994 recuperados e 139 óbitos

Descanso:
831 confirmados, 50 ativos, 768 recuperados e 13 óbitos

Dionísio Cerqueira:
1.688 confirmados, 52 ativos, 1.595 recuperados e 41 óbitos

Dona Emma:
451 confirmados, 17 ativos, 429 recuperados e 5 óbitos

Doutor Pedrinho:
410 confirmados, 3 ativos, 402 recuperados e 5 óbitos

Entre Rios:
627 confirmados, 33 ativos, 586 recuperados e 8 óbitos

Ermo:
334 confirmados, 12 ativos, 317 recuperados e 5 óbitos

Erval Velho:
768 confirmados, 46 ativos, 712 recuperados e 10 óbitos

Faxinal dos Guedes:
1.670 confirmados, 70 ativos, 1.573 recuperados e 27 óbitos

Flor do Sertão:
130 confirmados, 6 ativos, 124 recuperados e nenhum óbito

Florianópolis:
75.989 confirmados, 747 ativos, 74.249 recuperados e 993 óbitos

Formosa do Sul:
353 confirmados, 16 ativos, 332 recuperados e 5 óbitos

Forquilhinha:
5.070 confirmados, 212 ativos, 4.814 recuperados e 44 óbitos

Fraiburgo:
4.349 confirmados, 193 ativos, 4.072 recuperados e 84 óbitos

Frei Rogério:
304 confirmados, 33 ativos, 264 recuperados e 7 óbitos

Galvão:
356 confirmados, 42 ativos, 307 recuperados e 7 óbitos

Garopaba:
3.137 confirmados, 24 ativos, 3.074 recuperados e 39 óbitos

Garuva:
1.918 confirmados, 34 ativos, 1.854 recuperados e 30 óbitos

Gaspar:
7.845 confirmados, 80 ativos, 7.610 recuperados e 155 óbitos

Governador Celso Ramos:
2.440 confirmados, 14 ativos, 2.402 recuperados e 24 óbitos

Grão-Pará:
1.183 confirmados, 48 ativos, 1.127 recuperados e 8 óbitos

Gravatal:
2.083 confirmados, 35 ativos, 2.002 recuperados e 46 óbitos

Guabiruba:
3.378 confirmados, 18 ativos, 3.319 recuperados e 41 óbitos

Guaraciaba:
1.503 confirmados, 50 ativos, 1.435 recuperados e 18 óbitos

Guaramirim:
6.195 confirmados, 53 ativos, 6.065 recuperados e 77 óbitos

Guarujá do Sul:
477 confirmados, 36 ativos, 432 recuperados e 9 óbitos

Guatambú:
758 confirmados, 5 ativos, 736 recuperados e 17 óbitos

Herval d'Oeste:
4.080 confirmados, 235 ativos, 3.792 recuperados e 53 óbitos

Ibiam:
203 confirmados, 14 ativos, 185 recuperados e 4 óbitos

Ibicaré:
477 confirmados, 16 ativos, 453 recuperados e 8 óbitos

Ibirama:
1.476 confirmados, 38 ativos, 1.412 recuperados e 26 óbitos

Içara:
6.577 confirmados, 164 ativos, 6.307 recuperados e 106 óbitos

Ilhota:
1.725 confirmados, 20 ativos, 1.678 recuperados e 27 óbitos

Imaruí:
1.022 confirmados, 7 ativos, 995 recuperados e 20 óbitos

Imbituba:
6.516 confirmados, 49 ativos, 6.367 recuperados e 100 óbitos

Imbuia:
564 confirmados, 10 ativos, 545 recuperados e 9 óbitos

Indaial:
8.937 confirmados, 84 ativos, 8.740 recuperados e 113 óbitos

Iomerê:
274 confirmados, 14 ativos, 252 recuperados e 8 óbitos

Ipira:
381 confirmados, 23 ativos, 353 recuperados e 5 óbitos

Iporã do Oeste:
578 confirmados, 37 ativos, 533 recuperados e 8 óbitos

Ipuaçu:
993 confirmados, 17 ativos, 965 recuperados e 11 óbitos

Ipumirim:
736 confirmados, 53 ativos, 675 recuperados e 8 óbitos

Iraceminha:
412 confirmados, 43 ativos, 367 recuperados e 2 óbitos

Irani:
1.514 confirmados, 49 ativos, 1.448 recuperados e 17 óbitos

Irati:
284 confirmados, 5 ativos, 271 recuperados e 8 óbitos

Irineópolis:
644 confirmados, 74 ativos, 560 recuperados e 10 óbitos

Itá:
950 confirmados, 44 ativos, 885 recuperados e 21 óbitos

Itaiópolis:
2.472 confirmados, 92 ativos, 2.333 recuperados e 47 óbitos

Itajaí:
29.632 confirmados, 1.242 ativos, 27.761 recuperados e 629 óbitos

Itapema:
11.555 confirmados, 80 ativos, 11.252 recuperados e 223 óbitos

Itapiranga:
2.031 confirmados, 63 ativos, 1.954 recuperados e 14 óbitos

Itapoá:
3.095 confirmados, 27 ativos, 3.006 recuperados e 62 óbitos

Ituporanga:
3.071 confirmados, 97 ativos, 2.918 recuperados e 56 óbitos

Jaborá:
874 confirmados, 40 ativos, 827 recuperados e 7 óbitos

Jacinto Machado:
1.276 confirmados, 31 ativos, 1.216 recuperados e 29 óbitos

Jaguaruna:
3.096 confirmados, 67 ativos, 2.976 recuperados e 53 óbitos

Jaraguá do Sul:
28.362 confirmados, 866 ativos, 27.159 recuperados e 337 óbitos

Jardinópolis:
354 confirmados, 2 ativos, 348 recuperados e 4 óbitos

Joaçaba:
5.839 confirmados, 289 ativos, 5.485 recuperados e 65 óbitos

Joinville:
92.581 confirmados, 1.533 ativos, 89.543 recuperados e 1.505 óbitos

José Boiteux:
581 confirmados, 7 ativos, 566 recuperados e 8 óbitos

Jupiá:
250 confirmados, 23 ativos, 223 recuperados e 4 óbitos

Lacerdópolis:
427 confirmados, 9 ativos, 414 recuperados e 4 óbitos

Lages:
24.585 confirmados, 958 ativos, 23.170 recuperados e 457 óbitos

Laguna:
4.909 confirmados, 96 ativos, 4.681 recuperados e 132 óbitos

Lajeado Grande:
226 confirmados, 30 ativos, 191 recuperados e 5 óbitos

Laurentino:
1.037 confirmados, 46 ativos, 985 recuperados e 6 óbitos

Lauro Müller:
2.227 confirmados, 76 ativos, 2.112 recuperados e 39 óbitos

Lebon Régis:
1.027 confirmados, 89 ativos, 890 recuperados e 48 óbitos

Leoberto Leal:
252 confirmados, 13 ativos, 237 recuperados e 2 óbitos

Lindóia do Sul:
862 confirmados, 34 ativos, 817 recuperados e 11 óbitos

Lontras:
1.054 confirmados, 44 ativos, 991 recuperados e 19 óbitos

Luiz Alves:
1.930 confirmados, 22 ativos, 1.896 recuperados e 12 óbitos

Luzerna:
974 confirmados, 41 ativos, 921 recuperados e 12 óbitos

Macieira:
135 confirmados, nenhum ativo, 130 recuperados e 5 óbitos

Mafra:
4.589 confirmados, 139 ativos, 4.356 recuperados e 94 óbitos

Major Gercino:
332 confirmados, 3 ativos, 323 recuperados e 6 óbitos

Major Vieira:
428 confirmados, 27 ativos, 397 recuperados e 4 óbitos

Maracajá:
1.069 confirmados, 39 ativos, 1.012 recuperados e 18 óbitos

Maravilha:
4.318 confirmados, 161 ativos, 4.105 recuperados e 52 óbitos

Marema:
236 confirmados, 24 ativos, 199 recuperados e 13 óbitos

Massaranduba:
2.297 confirmados, 38 ativos, 2.241 recuperados e 18 óbitos

Matos Costa:
163 confirmados, 5 ativos, 156 recuperados e 2 óbitos

Meleiro:
1.122 confirmados, 36 ativos, 1.065 recuperados e 21 óbitos

Mirim Doce:
295 confirmados, 10 ativos, 281 recuperados e 4 óbitos

Modelo:
365 confirmados, 1 ativo, 353 recuperados e 11 óbitos

Mondaí:
959 confirmados, 46 ativos, 903 recuperados e 10 óbitos

Monte Carlo:
1.139 confirmados, 79 ativos, 1.025 recuperados e 35 óbitos

Monte Castelo:
782 confirmados, 84 ativos, 679 recuperados e 19 óbitos

Morro da Fumaça:
3.192 confirmados, 66 ativos, 3.088 recuperados e 38 óbitos

Morro Grande:
515 confirmados, 5 ativos, 505 recuperados e 5 óbitos

Navegantes:
8.697 confirmados, 252 ativos, 8.278 recuperados e 167 óbitos

Nova Erechim:
618 confirmados, 64 ativos, 545 recuperados e 9 óbitos

Nova Itaberaba:
377 confirmados, 2 ativos, 372 recuperados e 3 óbitos

Nova Trento:
1.773 confirmados, 25 ativos, 1.736 recuperados e 12 óbitos

Nova Veneza:
2.637 confirmados, 70 ativos, 2.540 recuperados e 27 óbitos

Novo Horizonte:
166 confirmados, 15 ativos, 151 recuperados e nenhum óbito

Orleans:
4.749 confirmados, 190 ativos, 4.489 recuperados e 70 óbitos

Otacílio Costa:
3.191 confirmados, 125 ativos, 3.012 recuperados e 54 óbitos

Ouro:
1.494 confirmados, 74 ativos, 1.403 recuperados e 17 óbitos

Ouro Verde:
310 confirmados, 17 ativos, 283 recuperados e 10 óbitos

Paial:
205 confirmados, 3 ativos, 198 recuperados e 4 óbitos

Painel:
157 confirmados, 1 ativo, 151 recuperados e 5 óbitos

Palhoça:
27.199 confirmados, 228 ativos, 26.650 recuperados e 321 óbitos

Palma Sola:
903 confirmados, 35 ativos, 853 recuperados e 15 óbitos

Palmeira:
295 confirmados, 19 ativos, 273 recuperados e 3 óbitos

Palmitos:
1.601 confirmados, 32 ativos, 1.532 recuperados e 37 óbitos

Papanduva:
796 confirmados, 43 ativos, 712 recuperados e 41 óbitos

Paraíso:
69 confirmados, 3 ativos, 61 recuperados e 5 óbitos

Passo de Torres:
1.132 confirmados, 36 ativos, 1.073 recuperados e 23 óbitos

Passos Maia:
278 confirmados, 26 ativos, 240 recuperados e 12 óbitos

Paulo Lopes:
1.225 confirmados, 12 ativos, 1.199 recuperados e 14 óbitos

Pedras Grandes:
670 confirmados, 16 ativos, 632 recuperados e 22 óbitos

Penha:
4.994 confirmados, 63 ativos, 4.849 recuperados e 82 óbitos

Peritiba:
393 confirmados, 14 ativos, 376 recuperados e 3 óbitos

Pescaria Brava:
1.656 confirmados, 28 ativos, 1.606 recuperados e 22 óbitos

Petrolândia:
646 confirmados, 14 ativos, 610 recuperados e 22 óbitos

Pinhalzinho:
3.053 confirmados, 123 ativos, 2.898 recuperados e 32 óbitos

Pinheiro Preto:
520 confirmados, 9 ativos, 503 recuperados e 8 óbitos

Piratuba:
548 confirmados, 16 ativos, 523 recuperados e 9 óbitos

Planalto Alegre:
262 confirmados, 3 ativos, 250 recuperados e 9 óbitos

Pomerode:
4.831 confirmados, 150 ativos, 4.622 recuperados e 59 óbitos

Ponte Alta:
507 confirmados, 12 ativos, 483 recuperados e 12 óbitos

Ponte Alta do Norte:
291 confirmados, 9 ativos, 276 recuperados e 6 óbitos

Ponte Serrada:
1.189 confirmados, 63 ativos, 1.085 recuperados e 41 óbitos

Porto Belo:
2.668 confirmados, 15 ativos, 2.605 recuperados e 48 óbitos

Porto União:
3.863 confirmados, 199 ativos, 3.597 recuperados e 67 óbitos

Pouso Redondo:
1.637 confirmados, 62 ativos, 1.550 recuperados e 25 óbitos

Praia Grande:
1.084 confirmados, 23 ativos, 1.045 recuperados e 16 óbitos

Presidente Castello Branco:
428 confirmados, 2 ativos, 422 recuperados e 4 óbitos

Presidente Getúlio:
1.634 confirmados, 61 ativos, 1.541 recuperados e 32 óbitos

Presidente Nereu:
117 confirmados, 4 ativos, 109 recuperados e 4 óbitos

Princesa:
370 confirmados, 16 ativos, 348 recuperados e 6 óbitos

Quilombo:
1.407 confirmados, 75 ativos, 1.293 recuperados e 39 óbitos

Rancho Queimado:
418 confirmados, 1 ativo, 415 recuperados e 2 óbitos

Rio das Antas:
454 confirmados, 22 ativos, 423 recuperados e 9 óbitos

Rio do Campo:
522 confirmados, 27 ativos, 487 recuperados e 8 óbitos

Rio do Oeste:
695 confirmados, 19 ativos, 668 recuperados e 8 óbitos

Rio do Sul:
8.386 confirmados, 328 ativos, 7.947 recuperados e 111 óbitos

Rio dos Cedros:
930 confirmados, 9 ativos, 899 recuperados e 22 óbitos

Rio Fortuna:
731 confirmados, 19 ativos, 705 recuperados e 7 óbitos

Rio Negrinho:
4.806 confirmados, 215 ativos, 4.492 recuperados e 99 óbitos

Rio Rufino:
222 confirmados, 2 ativos, 215 recuperados e 5 óbitos

Riqueza:
473 confirmados, 14 ativos, 445 recuperados e 14 óbitos

Rodeio:
1.439 confirmados, 17 ativos, 1.399 recuperados e 23 óbitos

Romelândia:
350 confirmados, 34 ativos, 308 recuperados e 8 óbitos

Salete:
757 confirmados, 14 ativos, 735 recuperados e 8 óbitos

Saltinho:
212 confirmados, 21 ativos, 188 recuperados e 3 óbitos

Salto Veloso:
639 confirmados, 40 ativos, 591 recuperados e 8 óbitos

Sangão:
1.718 confirmados, 22 ativos, 1.685 recuperados e 11 óbitos

Santa Cecília:
1.226 confirmados, 48 ativos, 1.160 recuperados e 18 óbitos

Santa Helena:
82 confirmados, 2 ativos, 77 recuperados e 3 óbitos

Santa Rosa de Lima:
300 confirmados, 1 ativo, 294 recuperados e 5 óbitos

Santa Rosa do Sul:
1.132 confirmados, 23 ativos, 1.085 recuperados e 24 óbitos

Santa Terezinha:
354 confirmados, 10 ativos, 342 recuperados e 2 óbitos

Santa Terezinha do Progresso:
285 confirmados, 26 ativos, 256 recuperados e 3 óbitos

Santiago do Sul:
138 confirmados, nenhum ativo, 136 recuperados e 2 óbitos

Santo Amaro da Imperatriz:
3.583 confirmados, 13 ativos, 3.499 recuperados e 71 óbitos

São Bento do Sul:
7.825 confirmados, 112 ativos, 7.586 recuperados e 127 óbitos

São Bernardino:
306 confirmados, 31 ativos, 272 recuperados e 3 óbitos

São Bonifácio:
448 confirmados, 1 ativo, 440 recuperados e 7 óbitos

São Carlos:
738 confirmados, 29 ativos, 691 recuperados e 18 óbitos

São Cristóvão do Sul:
166 confirmados, 4 ativos, 151 recuperados e 11 óbitos

São Domingos:
1.102 confirmados, 11 ativos, 1.074 recuperados e 17 óbitos

São Francisco do Sul:
6.598 confirmados, 45 ativos, 6.425 recuperados e 128 óbitos

São João Batista:
4.454 confirmados, 39 ativos, 4.335 recuperados e 80 óbitos

São João do Itaperiú:
613 confirmados, 2 ativos, 599 recuperados e 12 óbitos

São João do Oeste:
464 confirmados, 13 ativos, 444 recuperados e 7 óbitos

São João do Sul:
966 confirmados, 30 ativos, 923 recuperados e 13 óbitos

São Joaquim:
2.745 confirmados, 100 ativos, 2.577 recuperados e 68 óbitos

São José:
33.220 confirmados, 329 ativos, 32.346 recuperados e 545 óbitos

São José do Cedro:
1.649 confirmados, 105 ativos, 1.522 recuperados e 22 óbitos

São José do Cerrito:
645 confirmados, 11 ativos, 625 recuperados e 9 óbitos

São Lourenço do Oeste:
897 confirmados, 14 ativos, 848 recuperados e 35 óbitos

São Ludgero:
2.714 confirmados, 137 ativos, 2.546 recuperados e 31 óbitos

São Martinho:
730 confirmados, 6 ativos, 710 recuperados e 14 óbitos

São Miguel da Boa Vista:
252 confirmados, 13 ativos, 235 recuperados e 4 óbitos

São Miguel do Oeste:
4.603 confirmados, 150 ativos, 4.395 recuperados e 58 óbitos

São Pedro de Alcântara:
719 confirmados, 2 ativos, 708 recuperados e 9 óbitos

Saudades:
912 confirmados, 18 ativos, 886 recuperados e 8 óbitos

Schroeder:
3.134 confirmados, 101 ativos, 3.000 recuperados e 33 óbitos

Seara:
2.574 confirmados, 122 ativos, 2.426 recuperados e 26 óbitos

Serra Alta:
273 confirmados, 15 ativos, 253 recuperados e 5 óbitos

Siderópolis:
1.178 confirmados, 25 ativos, 1.111 recuperados e 42 óbitos

Sombrio:
3.405 confirmados, 117 ativos, 3.219 recuperados e 69 óbitos

Sul Brasil:
495 confirmados, 20 ativos, 468 recuperados e 7 óbitos

Taió:
2.084 confirmados, 65 ativos, 2.000 recuperados e 19 óbitos

Tangará:
1.290 confirmados, 51 ativos, 1.212 recuperados e 27 óbitos

Tigrinhos:
303 confirmados, 4 ativos, 298 recuperados e 1 óbito

Tijucas:
6.141 confirmados, 84 ativos, 5.974 recuperados e 83 óbitos

Timbé do Sul:
818 confirmados, 16 ativos, 788 recuperados e 14 óbitos

Timbó:
6.492 confirmados, 94 ativos, 6.318 recuperados e 80 óbitos

Timbó Grande:
679 confirmados, 51 ativos, 614 recuperados e 14 óbitos

Três Barras:
1.951 confirmados, 101 ativos, 1.796 recuperados e 54 óbitos

Treviso:
774 confirmados, 28 ativos, 736 recuperados e 10 óbitos

Treze de Maio:
1.103 confirmados, 36 ativos, 1.057 recuperados e 10 óbitos

Treze Tílias:
870 confirmados, 29 ativos, 831 recuperados e 10 óbitos

Trombudo Central:
1.123 confirmados, 26 ativos, 1.076 recuperados e 21 óbitos

Tubarão:
19.384 confirmados, 425 ativos, 18.558 recuperados e 401 óbitos

Tunápolis:
1.001 confirmados, 35 ativos, 959 recuperados e 7 óbitos

Turvo:
1.924 confirmados, 51 ativos, 1.852 recuperados e 21 óbitos

União do Oeste:
338 confirmados, 4 ativos, 323 recuperados e 11 óbitos

Urubici:
717 confirmados, 2 ativos, 690 recuperados e 25 óbitos

Urupema:
228 confirmados, 1 ativo, 224 recuperados e 3 óbitos

Urussanga:
3.397 confirmados, 134 ativos, 3.208 recuperados e 55 óbitos

Vargeão:
298 confirmados, 7 ativos, 286 recuperados e 5 óbitos

Vargem:
481 confirmados, 14 ativos, 464 recuperados e 3 óbitos

Vargem Bonita:
754 confirmados, 35 ativos, 712 recuperados e 7 óbitos

Vidal Ramos:
493 confirmados, 19 ativos, 466 recuperados e 8 óbitos

Videira:
9.561 confirmados, 195 ativos, 9.262 recuperados e 104 óbitos

Vitor Meireles:
370 confirmados, 1 ativo, 366 recuperados e 3 óbitos

Witmarsum:
259 confirmados, 20 ativos, 235 recuperados e 4 óbitos

Xanxerê:
9.205 confirmados, 345 ativos, 8.703 recuperados e 157 óbitos

Xavantina:
355 confirmados, 10 ativos, 340 recuperados e 5 óbitos

Xaxim:
3.975 confirmados, 205 ativos, 3.669 recuperados e 101 óbitos

Zortéa:
780 confirmados, 27 ativos, 742 recuperados e 11 óbitos

Mais informações para a imprensa:

Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br

Amanda Mariano, Bruna Matos e Patrícia Pozzo
Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) / SES
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
www.dive.sc.gov.br 


Fotos: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

Quarenta e três anos de espera separaram a demanda pela pavimentação da SC-451, entre Frei Rogério e Fraiburgo, no Meio-Oeste, da assinatura de ordem de serviço para início das obras na rodovia. O governador Carlos Moisés esteve nesta sexta-feira, 11, em Frei Rogério, para autorizar o começo do trabalho. A empresa contratada tem um prazo de dois anos para concluir a obra.

No pacote que prevê, além do asfalto, serviços como terraplenagem, drenagem, bueiros, canaletas, sarjetas, sinalização, iluminação e a construção de um viaduto serão investidos R$ 47,4 milhões. O trecho de 17,8 quilômetros vai de Frei Rogério até o entroncamento com a SC-452, em Fraiburgo.

“Queremos interligar os municípios para integrar o Estado, criando caminhos para o desenvolvimento regional. É o agronegócio que movimenta boa parte da economia daqui, então queremos dar condições para que prospere”, destacou o governador, ao lançar a pedra fundamental da obra.

>>> Mais fotos no álbum 

Por encurtar o caminho entre as cidades, a nova rodovia vai impulsionar o desenvolvimento industrial e rural para toda a região, já que é por onde passa o escoamento de grãos, verduras, alho, nectarina, pera, maçã e leite produzidos por agricultores e comercializados por cooperativas locais.

O presidente da Cooperboa, Nei Remi Rigo, afirma que o ganho com a pavimentação do trecho é incalculável. Instalada às margens da SC-451 há 8 anos, a cooperativa recebe cerca de 150 mil sacos de grãos/ano. E a expectativa é crescer ainda mais após a conclusão da obra.

“Para se ter uma ideia, quando chove, temos que rebocar os caminhões para que possam subir carregados para a cooperativa. Dá para imaginar o quanto o asfalto vai facilitar o escoamento da nossa produção”, avalia o cooperativista.

Segurança viária

A rodovia também é caminho diário para trabalhadores e estudantes que se deslocam entre os municípios.

“Tem um fator muito importante para a gente que é o da segurança viária. Mesmo não sendo pavimentada, a estrada já é utilizada pela população. Com a obra, além de proporcionar conforto para quem transita nessa estrada, estaremos evitando risco de acidentes”, destaca o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira.

O aposentado Adilson de Almeida Ribeiro, 61 anos, mora na beira da estrada desde que nasceu e relata que já presenciou acidentes.

“É para melhorar a vida de pessoas como o senhor Adilson que o governo precisa trabalhar. Para os catarinenses”, reforçou o governador.

“Vai facilitar muito”

A cerca de 15 quilômetros do local onde o governador assinava a ordem de serviço, o comerciante Jacson Mauri Proencio Martins, 32 anos, ainda se mostrava incrédulo com relação ao início da pavimentação. Morador do Bairro Macieira, em Fraiburgo, ele conta que ouve falar na obra desde que se mudou para a localidade, há 30 anos.

“Eu acho que só vou acreditar quando enxergar a máquina na estrada. A gente tem uma expectativa grande porque vai facilitar muito a logística de quem mora na região e, para mim, que tenho mercado, tenho esperança de que vai refletir nos negócios. Vai melhorar a vida de todo mundo, no fim das contas”, comemorou.

O prefeito de Fraiburgo, Wilson Ribeiro, destaca que o primeiro pedido para o asfaltamento da 451 é ainda mais antigo. “O pessoal conta que fez solicitação em 1.978, há 43 anos”, calcula o prefeito.

O prefeito de Frei Rogério, Jair da Silva Ribeiro, salienta o potencial turístico da região que conta, por exemplo, com o Parque Sino da Paz, referência da colonização japonesa no município.

Mais informações para imprensa:
Bianca Backes
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-84148268
ascom.sie@gmail.com

 


Foto: Olavo Moraes / Imetro

Segurança, mercado e perspectivas do Gás Natural Veicular foram tema do 2º Fórum Estadual do Uso Consciente do GNV, realizado nesta sexta-feira, 11, em Florianópolis. O evento reuniu entidades públicas e privadas do segmento do Gás Natural Veicular em Santa Catarina e no Brasil. Teve transmissão on-line e interação com o público.

O Fórum contou com a participação do Governo do Estado, com destaque para a SDE (Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável), o Imetro-SC (Instituto de Metrologia de Santa Catarina), e a SCGÁS (Companhia de Gás de Santa Catarina). Marcos Heleno Guerson Júnior, presidente do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) participou da abertura via web.

“Estamos vivendo um momento histórico para o segmento de GNV em Santa Catarina, onde órgãos do Estado, diretamente ligados à cadeia do Gás Natural Veicular em parceria com a iniciativa privada (por meio das associações representativas do segmento) debatem um tema fundamental que é o uso consciente do GNV para o estado de Santa Catarina e todo o Brasil”, analisa Rudinei Floriano, presidente do Imetro-SC.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, destacou a importância do incentivo ao uso do GNV, uma iniciativa sustentável e que agrega desenvolvimento e empregos: “Estou aqui representando o compromisso do Governo de apoiar a política do GNV no Estado. Por entender a importância destes insumos para a economia de Santa Catarina que é o fornecimento de gás, o governador Moisés está priorizando a implantação em Santa Catarina de uma usina de gás natural, na Baía da Babitonga que irá se conectar com o gasoduto Brasil-Bolivia e agregar competitividade ao Estado”.

Na oportunidade o secretário anunciou o projeto piloto que funcionará a partir de um veículo da SDE que sem custos ao Estado, será adaptado para uso de GNV. O projeto é o primeiro passo para a possibilidade de conversão de toda a frota do Governo de Santa Catarina.

“A união de esforços em prol do GNV em Santa Catarina é uma ação de forte caráter social. Este evento, coordenado pela Associação Catarinense dos Organismos de Inspeção, demonstra a unidade de diversos segmentos em valorizar os mais de 112 mil usuários do produto no Estado”, avalia Leonardo Mosimann Estrella, gerente de marketing e comunicação da SCGÁS.

A organização do 2º Fórum é da ACOI (Associação Catarinense dos Organismos de Inspeção), e, além do Imetro-SC, a SCGÁS e a SDE, outros órgãos do Governo de Santa Catarina participaram do encontro: PMSC (Polícia Militar de Santa Catarina), PCSC (Polícia Civil de Santa Catarina), CECOP (Conselho Estadual de Combate à Pirataria), Procon SC (Diretoria de Relação e Defesa do Consumidor de Santa Catarina), MPSC (Centro de Apoio Operacional do Consumidor do Ministério Público de Santa Catarina) e SAN (Secretaria Executiva de Articulação Nacional).

Mais informações para imprensa:
Olavo Moraes 
Assessoria de Comunicação
Instituto de Metrologia de Santa Catarina (Imetro)
(48) 3381-5248 / 9-9960-8906
olavo@imetro.sc.gov.br 

O Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) promove na próxima segunda-feira, 14, data em que se comemora o Dia Mundial do Doador de Sangue,  o lançamento do livro "A História da Hemoterapia Catarinense. O cotidiano dos anos 1950 aos dias atuais". O lançamento, virtual, acontece às 19 horas, pelos perfis das redes sociais do Centro: Instagram (@hemoscoficial), Facebook (Hemosc), YouTube (Hemoscoficial).

O Hemosc é responsável pelo abastecimento de quase a totalidade do sangue que chega aos hospitais e clínicas do Estado. Pelo menos 99% do sangue transfundido aos catarinenses saem da mesma estrutura, com o mesmo padrão de qualidade na captação.

Com o slogan "A verdadeira nobreza está no Sangue", a rede Hemosc deseja mobilizar a comunidade para que todos reflitam sobre essa importante necessidade e participem no momento oportuno e necessário deste processo. Neste ano, até o presente, vivenciaram o processo 68.126 candidatos à doação, com um total de 59.174 bolsas coletadas. Neste mesmo período, foram fornecidas 84.378 bolsas para transfusão.

As unidades da rede estarão com decoração especial na próxima semana, para receber os doadores. Muitas empresas solidárias ao Hemosc marcaram sua presença com doações de produtos, contribuindo para engrandecer as comemorações. A data comemorativa foi instituída em 2014 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), para trazer à luz a importância de salvar vidas por meio da doação de sangue, além de promover a reflexão na comunidade mundial sobre o tema.

A necessidade de sangue seguro é universal. O sangue é essencial para tratamentos e intervenções urgentes de todos os tipos (acidentes, conflitos, desastres etc.), e pode ajudar pacientes que sofrem de condições de saúde com risco de vida, além de apoiar procedimentos cirúrgicos complexos. Tem papel primordial nos cuidados maternos e neonatais. Há pessoas que necessitam de transfusões durante toda a vida, como por exemplo os portadores de talassemias e anemia falciforme. Esse suprimento indispensável só pode ser garantido por meio de doações regulares e voluntárias.

Para mais informações, entrar em contato com Roseli Sandrin pelo telefone/whats (48) - 98426 4853

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
E-mail: imprensa@secom.sc.gov.br
Site: www.sc.gov.br

 


Foto: Divulgação/Imetro/SC

A semana foi de trabalho intenso para o Instituto de Metrologia de Santa Catarina (Imetro-SC) na fiscalização de Postos de Combustível. Com atuação de força-tarefa na Grande Florianópolis e no Planalto Norte, foram fiscalizados 18 estabelecimentos nos quatro dias de operação. Oito bombas medidoras foram reprovadas e quatro interditadas. As ações tiveram início na terça-feira, dia 8 de junho, e encerraram nesta sexta-feira, 11.

“O Imetro-SC tem trabalhado com dedicação na defesa dos direitos do consumidor e na justa concorrência de mercado, atuando para detectar fraudes de combustível, sejam elas mecânica ou eletrônica”, explica Rudinei Floriano, presidente do Imetro-SC, que participou da ação de hoje em São Bento do Sul.

A operação em São José foi realizada nos dias 8 e 9 de junho, em uma ação conjunta entre o Imetro-SC, a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), e o Procon do Município. Foram fiscalizados oito postos de combustível, houve a verificação e a perícia eletrônica em 62 bombas medidoras. Seis foram reprovadas (prazo de dez dias para regularização) e três interditadas (lacradas até a realização do reparo) por vazamento.

Em São José, a ANP verificou a qualidade do combustível e o Procon conferiu as documentações, alvarás e certificados. As reprovações foram em razão de mangueira danificada, e as interdições ocorreram por vazamento, como medida cautelar de segurança.

Em São Bento do Sul, nesta quinta e sexta-feira, foram verificados 10 postos de combustível, 69 bicos, com uma interdição, por erro de vazão, e duas reprovações, uma por vazamento, e outra devido a bomba não desligar em 60 segundos após o abastecimento. Hoje a Força Tarefa prossegue em São Bento do Sul, com a participação da Polícia Civil, a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), e o Procon do Município.

Mais informações para imprensa:
Olavo Moraes 
Assessoria de Comunicação
Instituto de Metrologia de Santa Catarina (Imetro)
(48) 3381-5248 / 9-9960-8906
olavo@imetro.sc.gov.br 


Foto: Prefeitura de Brusque/ Divulgação

O governador Carlos Moisés vistoriou na manhã desta sexta-feira, 11, as cidades de Canelinha e Brusque para acompanhar os trabalhos de atendimento aos estragos causados pelas fortes chuvas que atingiram Santa Catarina nesta semana. Durante a visita ao Vale do Itajaí, o chefe do Executivo estadual anunciou um convênio para reconstrução da ponte Prefeito Antônio Heil, cuja estrutura cedeu na última quarta-feira, 9.

“Estamos hoje aqui para trazer solidariedade e também reafirmar o nosso compromisso com o prefeito, de que vamos conveniar com o município a transferência de recursos para a imediata restauração desta ponte. O governo do Estado disponibiliza recurso para que possamos restabelecer o tráfego de veículos aqui, da melhor forma possível”, disse o governador. Carlos Moisés estava acompanhado do chefe da Defesa Civil, David Busarello, e foi recebido pelo prefeito de Brusque, Ari Vequi.

Os técnicos da Secretaria de Infraestrutura do Estado e do município de Brusque trabalham no cálculo do investimento necessário para a reconstrução, porém, estudos preliminares apontam para cerca de R$ 1 milhão. “Estamos realizando os estudos técnicos. O Governo do Estado colocará a sua parte e se houver necessidade o município entrará com outra parcela, para que possamos rapidamente construir uma nova ponte”, completou Carlos Moisés.

Para o prefeito, a visita do governador foi fundamental. “Ele garantiu o recurso para podermos reconstruir a ponte. Nós vamos trabalhar para realizar os procedimentos o mais rápido possível, na dispensa de licitação, para tentarmos viabilizar primeiro o convênio, que ele já colocou à disposição”, destacou Vequi.

Após as vistorias em Canelinha e Brusque, o governador se deslocou ao Sul, em locais também atingidos pelas fortes chuvas. Na quinta-feira, 10, o governador Carlos Moisés esteve reunido com prefeitos de Imaruí e Pescaria Brava para tratar sobre ações de reconstrução aos municípios após o temporal.


Foto: Peterson Paul / Secom

Atenção aos municípios

O atendimento nas áreas atingidas pelas tempestades nesta semana segue acelerado pelas equipes do Governo do Estado. Até o momento 23 municípios relataram ocorrências em função das fortes chuvas. São eles: Balneário Gaivota, Brusque, Camboriú, Canelinha, Criciúma, Cocal do Sul, Guaraciaba, Gravatal, Içara, Imbituba, Imaruí, Itajaí, Jaguaruna, Laguna, Luiz Alves, Morro da Fumaça, Nova Veneza, Penha, Santa Rosa Do Sul, Tubarão, Timbó e Timbé do Sul.

Já foram liberados pela Defesa Civil de Santa Catarina 285 cestas básicas, 363 colchões, 303 kits de acomodação, 316 kits de higiene, 257 kits de limpeza e cinco rolos de lona. Os itens de assistência humanitária foram entregues nesta quinta-feira, 10, para as famílias atingidas no município do Sul do Estado. A entrega continua nesta sexta-feira, 11, com uma grande operação de logística que conta com o apoio do Ministério Público de Santa Catarina.

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3058 
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

 


Foto: Divulgação/Fapesc

Após nove anos sem uma nova edição, a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc) publicou edital para o Prêmio de Valorização da Biodiversidade de Santa Catarina. As inscrições estão abertas até 21 de junho. Podem participar estudantes de pós-graduação, professores, pesquisadores e jornalistas.

>>> Acesse o edital completo do prêmio

A ideia é incentivar pesquisas e produção de conhecimento sobre espécies do ecossistema catarinense. Assim como apoiar a divulgação desses estudos, dando mais visibilidade aos resultados.

Esse é o caso da pesquisadora Karine Louise dos Santos, professora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Curitibanos. Em 2010, ela inscreveu um artigo publicado na revista científica Economic Botany, dos Estados Unidos. No mesmo ano recebeu a notícia de que foi uma das premiadas pela Fapesc.

A publicação trata dos conhecimentos tradicionais e manuseio da goiabeira serrana, espécie nativa de Santa Catarina e do Sul do país. Karine vem pesquisando sobre o tema desde a graduação.

“Eu continuo trabalhando com espécies nativas de ocorrência aqui na nossa região. Além da goiaba, trabalho com outras espécies como a araucária e a erva-mate. Hoje estudamos a incorporação em sistemas biodiversos de produção, a exemplo dos agroflorestais. Incorporamos essas espécies com o intuito de promover serviços agrossistêmicos, garantir equilíbrio ambiental e, também, gerar renda aos agricultores”, explica a pesquisadora.

Karine destaca ainda que o prêmio é um importante estímulo para quem trabalha e foca nas espécies nativas. "Às vezes temos dificuldade para acessar recursos para trabalhar com esse grupo de espécies. O prêmio foi muito bem-vindo. Representa um olhar atencioso para nossa biodiversidade”.

Por isso, o presidente da fundação, Fábio Zabot Holthausen, reforça a participação de pesquisadores, alunos e jornalistas nessa premiação. “A Fapesc, por meio desta chamada pública, convida a todos a inscreverem as suas propostas, os seus estudos e as suas reportagens. E, com isso, teremos um grande prêmio aqui em Santa Catarina, dando destaque às pessoas que valorizam nosso ecossistema”, comenta.

Quem pode participar

Tanto pesquisadores quanto professores, estudantes de pós-graduação e jornalistas podem se inscrever em uma das três categorias. Na Roberto Miguel Klein serão destacados os trabalhos que envolvem a ecologia e a biodiversidade de plantas nativas do Estado.

Já na categoria Raulino Reitz, serão aceitas publicações que tratam da recuperação e da conservação das matas ciliares e atreladas a recursos hídricos. Por fim, pode se inscrever em Burle Marx quem tiver material específico de publicações científicas e jornalísticas relacionadas à biodiversidade urbana e paisagismo ecológico.

Serão nove premiados, que receberão R$ 15 mil cada, mais medalhas e passagens para o Rio de Janeiro para visitar o sítio Roberto Burle Marx e o Jardim Botânico.

Proteção da biodiversidade

O Estado de Santa Catarina está inserido Mata Atlântica, que é responsável por uma parcela significativa da diversidade ecológica do Brasil. Esse bioma está presente em 17 estados. Mas, por estar em uma faixa litorânea, em que vivem mais de 80% da população brasileira, é também o mais devastado.

Restam hoje apenas 12,4% da cobertura original da Mata Atlântica. Seria preciso ao menos 30% para garantir a conservação, segundo artigo publicado na revista Science.

Segundo a coordenadora de projetos na Fapesc e responsável pelo Prêmio de Valorização da Biodiversidade, Márcia Patrícia Hoeltgebaum, das 46 mil espécies de plantas registradas no país, mais de 20 mil foram identificadas na Mata Atlântica. E mais: metade delas são de ocorrência exclusivas desse tipo de bioma.

“Santa Catarina detém cerca de 28% da cobertura florestal remanescente. Então, ações de conservação devem ser priorizadas no Estado”, defende Márcia, que também é bióloga e pesquisadora.

Foco na divulgação dos resultados

Um dos diferenciais do Prêmio de Valorização da Biodiversidade é aliar o trabalho científico com a divulgação dos resultados na imprensa. “O jornalismo tem fundamental importância na conexão do ecossistema de ciência, tecnologia e inovação com a sociedade. É pelo trabalho dos jornalistas que muitos projetos e pesquisas que estão em desenvolvimento chegam até as pessoas e se tornam conhecidos”, explica a assessora de imprensa da Fapesc, Francieli Regina de Oliveira.

Para participar, os jornalistas precisam ter elaborado uma matéria que apresente o resultado de pesquisas relacionadas à biodiversidade. Também é preciso ter o diploma de mestre, título mínimo também exigido para os outros participantes (pesquisadores, professores e alunos).

As inscrições para o edital 19/2021 podem ser feitas diretamente na plataforma da Fapesc. Para mais informações, acesse www.fapesc.sc.gov.br.

Informações adicionais para imprensa:
Gisele Krama
Assessoria de Imprensa
Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de SC - Fapesc
E-mail: gisele@fapesc.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-4857 / 99122-2201
Site: www.fapesc.sc.gov.br