Foto: Mauricio Vieira / Secom

O ministro do Turismo, Gilson Machado, informou à governadora Daniela Reinehr que fará uma visita a Santa Catarina entre os dias 14 e 16 de maio. A confirmação ocorreu durante uma audiência na manhã desta terça-feira, 27, em Brasília, que teve a presença também do deputado federal Daniel Freitas e do secretário de Articulação Nacional, Jorge Davi.

A agenda do ministro no Estado prevê compromissos em cidades do Litoral e da Serra catarinense, com lançamentos de obras e inaugurações. O roteiro preliminar inclui as cidades de Balneário Camboriú, Itapema, Governador Celso Ramos, Laguna, Bom Jardim da Serra e São Joaquim. 

“Saio daqui muito contente com a confirmação da visita do ministro e com todo o carinho e atenção que o Ministério do Turismo tem dado a Santa Catarina. É muito bom saber que o ministro percebe todo o potencial turístico do nosso Estado. E também deixamos o Governo do Estado à disposição para o que for necessário”, afirmou a governadora após o encontro. 

>> Mais fotos na galeria

Segundo o ministro Gilson Machado, Santa Catarina possui um dos maiores potenciais turísticos da América Latina e a agenda servirá também para fortalecer os laços entre o Governo Federal e o estadual. 

Ainda durante a reunião, a chefe do Executivo estadual relatou ao ministro a expressiva queda no índice de mortes, de casos de Covid-19 e espera por leitos de UTI em Santa Catarina no último mês.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


Foto: Cristiano Estrela / Secom

O Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) do Mirante da Serra do Rio do Rastro, conduzido pela Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) e SC Parcerias (SCPar), recebeu sete cadastros de interessados em realizar os estudos técnicos para implantação de um complexo turístico no local. O prazo de cadastramento terminou às 18h da última sexta-feira, 9.

“Estamos muito satisfeitos com o resultado dessa etapa do processo. É mais um passo para concretizar um projeto relevante para o turismo no estado, que vai viabilizar a parceria entre o poder público e a iniciativa privada com foco no desenvolvimento do potencial turístico da Serra catarinense”, comemora o presidente da Santur, Leandro “Mané” Ferrari.

Os próximos passos do processo do PMI, conforme previsto no edital, são a análise dos cadastros pela Comissão de Avaliação, formada por técnicos da Santur e SCPar, e a definição dos autorizados a elaborar os estudos técnicos, que deverão ser apresentados no prazo de 120 dias.

“Esse foi o terceiro PMI no âmbito do Programa de Parcerias e Investimentos do Estado de Santa Catarina e que resultou em 15 cadastros. Isso demonstra o sucesso do Governo do Estado nesse programa de concessões público-privadas”, acrescenta Ramiro Zinder, secretário executivo de Parcerias Público-Privadas (PPPs) da SC Par.

Esses estudos deverão abranger aspectos como a viabilidade técnica, operacional, econômica, financeira, ambiental e jurídicos para a estruturação do projeto de concessão do complexo turístico para a iniciativa privada. Além de um mirante, o local deverá contar com uma estrutura de apoio ao visitante, como lojas, estacionamentos e restaurantes.

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Imprensa Santur
Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur)
E-mail: ascom@santur.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-7480 / (48) 99959-8096
Site: www.santur.sc.gov.br 


Foto: Mauricio Vieira / Secom

O governador Carlos Moisés anunciou, nesta segunda-feira, 29, a liberação de R$ 7.184.978,25 para a execução da sinalização turística em cinco regiões. No ato de assinatura, realizado na Casa d' Agronômica, em Florianópolis, estiveram presentes o secretário da Infraestrutura do Estado (SIE), Thiago Vieira, e o presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur), Leandro "Mané" Ferrari.

A sinalização será executada pelo Governo do Estado inicialmente em cinco regiões turísticas: Caminho dos Canyons, Encantos do Sul, Caminhos do Contestado, Vale das Águas e Caminhos da Fronteira. A empresa vencedora da licitação é a SINASC, do município de Palhoça.

De acordo com Carlos Moisés, após a execução dessas sinalizações, novos processos licitatórios serão abertos para a contemplação das demais regiões turísticas. A expectativa, de acordo com o governador, é de que até o final de 2022 todo o território catarinense esteja sinalizado. Segundo o Mapa do Turismo Brasileiro, do Ministério do Turismo, Santa Catarina conta com 13 regiões turísticas.


Foto: Divulgação / Santur

“Conseguimos aprovar esse projeto com os técnicos da Infraestrutura e da Santur, sem despesas extras. Para isso, separamos R$ 20 milhões. Até 2022, devemos fazer a sinalização das demais regiões de Santa Catarina. Precisamos trabalhar em todas as frentes e, com isso, estamos também projetando o futuro do nosso estado”, destacou o governador.

Para o presidente da Santur, Leandro "Mané" Ferrari, o investimento em infraestrutura turística significará um fortalecimento ao setor, pois irá tornar as regiões mais acessíveis e, consequentemente, mais atrativas ao turista.

“Montamos um projeto que era um pleito de todo o trade turístico de Santa Catarina. Queremos que o turista catarinense e aquele que venha de fora do Estado chegue com segurança em todas as nossas regiões. É um projeto feito dentro de casa, por assim dizer, com técnicos da Santur e da Infraestrutura. Estamos dando um passo muito importante na estruturação turística e, com isso, tornando o acesso às nossas regiões mais atrativo e fácil”, destacou o presidente da Santur.

A empresa vencedora da licitação receberá da SIE a ordem de serviço para dar início à execução das obras de instalação das placas. O secretário de Infraestrutura do Estado, Thiago Vieira, reforçou também a economia de mais de quatro milhões de reais no processo licitatório em relação ao valor inicial de R$11 milhões previstos.

“O Governo do Estado finalizou a licitação dos cinco primeiros corredores turísticos com um processo bastante transparente. Desta forma, conseguimos uma economia de mais de R$ 4 milhões. Agora, a empresa vencedora irá realizar a ordem de serviço para começar as sinalizações deste projeto bastante robusto, com quase 20 milhões de reais reservados e, assim, que possamos ampliar a economia do turismo em Santa Catarina”, avaliou o secretário de Infraestrutura do Estado, Thiago Vieira.

Mais informações da Sinalização Turística

  • Valor de referência Lote 1 – R$ 3.223.555,10
    Economia de 43% - R$ 1.834.995,37
  • Valor de referência Lote 2 – R$ 2.828.286,05
    Economia de 32,8% - R$ 1.899.995,86
  • Valor de referência Lote 3 – R$ 5.296.347,00
    Economia de 35% - R$ 3.449.987,01
  • Valor total: R$ 7.184.978,24
    Total economizado: R$ 4.163.209,76

 

Informações adicionais para a imprensa:
Renan Koerich
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina - Santur
E-mail: renan@santur.sc.gov.br
Fone: (48) 3665- 7480​ / (48) 9-9959-8096
Site: www.turismo.sc.gov.br 


Foto: Cristiano Estrela / Arquivo/  Secom

O acesso facilitado ao crédito para auxiliar as empresas do turismo a enfrentar os impactos da Covid-19 é uma das prioridades do Governo de Santa Catarina. O valor disponibilizado pelos bancos de fomento para o setor chegará a R$ 329 milhões em 2021, considerando os repasses desde o início da pandemia. Além disso, ainda há o apoio aos microempreendedores individuais com o Programa Juro Zero e a regulamentação de um fundo de aval para quem não dispõe de garantias reais para acessar o sistema financeiro.

“O Governo do Estado está sensível ao momento desafiador do segmento turístico, um dos grandes motores da nossa economia, em meio à pandemia. Os recursos são fundamentais para uma retomada das atividades com mais tranquilidade, preservando emprego e renda dos catarinenses”, afirma o governador Carlos Moisés

Outra ação do Governo do Estado passa pela a Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) que tem atuado em parceria com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e o Badesc para que o dinheiro chegue mais rápido no caixa de quem mais precisa.

“A atuação da Santur em parceria com os bancos de fomento do estado representa a soma de esforços para que os recursos do Fungetur sejam liberados o mais rápido possível para socorrer os negócios do turismo. Foi um novo desafio que assumimos ao colocar nossa equipe para trabalhar junto com os bancos com o objetivo de atender os empreendedores do turismo com a agilidade que o momento pede”, enfatiza Leandro “Mané” Ferrari, presidente da Santur.

Até o momento, as operações realizadas no âmbito da parceria entre a Santur e as agências de fomento somam R$ 25 milhões e 150 contratos, atendendo predominantemente micro e pequenos negócios do turismo. Foram 136 operações de crédito para micro e pequenas empresas e outras 14 para médias empresas.

Na soma total, o BRDE liberou R$ 62 milhões desde o início da pandemia, com projeção de mais R$ 130 milhões ainda neste ano, entre recursos próprios e do Fundo Geral do Turismo (Fungetur). Segundo o diretor financeiro da instituição, Marcelo Haendchen Dutra, as linhas de crédito para atender o setor turístico buscam suprir situações emergenciais dos clientes, com taxas de juros reduzidas, simplificação de processos e flexibilização de garantias.

“Buscamos oferecer esse apoio, desde o início da crise, em especial às micro, pequenas e médias empresas e aos empreendedores individuais que demandam capital de giro para superar os prejuízos econômicos provocados pela pandemia”, explica Dutra.

A essas cifras, somam-se R$ 37 milhões do Fungetur disponibilizados pelo Badesc, que agora terá o aporte de mais R$ 100 milhões, conforme anúncio do governador Carlos Moisés na última sexta-feira, 19. O presidente do banco, Eduardo Machado, destaca que o aporte adicional possibilitará ampliar o limite de crédito das operações realizadas com o setor. 

“A classe turística é a que mais vem sofrendo com a pandemia e o Badesc, com apoio da Santur, não tem medido esforços para atender o mais rápido possível e fazer o recurso chegar na mão do empreendedor”, completa Machado.

Solicitação via Viaje+SC

O gerente de Promoção Turística da Santur e coordenador do trabalho de cooperação com as agências de fomento de Santa Catarina, Fábio Farber, destaca a distribuição do crédito como outro aspecto positivo, possibilitando que um maior número de empresas seja beneficiada pela ação. 

“O recurso foi bem pulverizado entre as empresas, o que é muito bom. Além de um maior número de contratos, isso possibilitou atender diferentes segmentos. Vale salientar que as empresas podem solicitar o atendimento para acessar o Fungetur no portal do Programa Viaje+SC, da Santur”, acrescenta Farber.

​Os recursos disponibilizados podem ser usados para capital de giro das empresas, como restaurantes, bares, empresas de eventos, entre outras passíveis de cadastro junto ao Ministério do Turismo (Cadastur), podendo ser aplicados na aquisição de máquinas e equipamentos, como na construção de novos empreendimentos ou reformas e obras de ampliação.

Fundo garantidor

Os empreendedores de Santa Catarina também contam com o Fundo de Aval do Estado (FAE/SC), criado para auxiliar aqueles que não dispõem de garantias reais para a contratação de um empréstimo. Com o aporte de R$ 164 milhões, divididos em 24 parcelas, o Governo do Estado projeta até R$ 1,64 bilhão em financiamentos para impulsionar a retomada econômica.

Programa Juro Zero

Além do FAE/SC, microempreendedores individuais no turismo também podem ser atendidos pelo Programa Juro Zero, que disponibiliza empréstimos de até R$ 5 mil. O valor pode ser parcelado em oito prestações, sendo que a última parcela é isenta caso as sete primeiras sejam quitadas em dia. Para participar do Programa, o MEI deve ter receita anual de até R$ 81 mil e ser formalizado. 

O Juro Zero é  coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e operacionalizado pelo Badesc. Conta ainda com parceria da Associação das Instituições de Microcrédito e Microfinanças da Região Sul do Brasil (Amcred) e do Sicoob - Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil.

Em 2020, o Juro Zero registrou recorde, com mais de R$ 59 milhões em concessões de crédito entre janeiro e dezembro, que atenderam 14,4 mil operações - um aumento de 67% no valor disponibilizado, comparando com o mesmo período de 2019.

Informações adicionais para a imprensa:
Renan Koerich
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina - Santur
E-mail: renan@santur.sc.gov.br
Fone: (48) 3665- 7480​ / (48) 9-9959-8096
Site: www.turismo.sc.gov.br 


Foto: Cristiano Estrela / Arquivo / Secom

Mais um importante passo foi dado para concretizar o projeto de um novo equipamento turístico na Serra Catarinense, com investimentos totalmente privados. Nesta semana, a Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) e a SC Participações e Parcerias (SCPar) lançaram o edital referente ao Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), para receber estudos técnicos visando a implantação de um complexo turístico na Serra do Rio do Rastro.

Além de um mirante, o local deverá contar com uma estrutura de apoio ao visitante, proporcionando uma nova experiência na Serra catarinense. Para o presidente da Santur, Leandro Mané Ferrari, este é um dos projetos prioritários para o turismo regional.

“A Serra catarinense, que é muito apreciada pelos turistas nos períodos mais frios, ganhará um equipamento junto a um dos principais atrativos da região, a Serra do Rio do Rastro. Com isso, a nossa expectativa é agregar ainda mais valor a esse patrimônio natural e incentivar o turismo o ano todo”, comenta Ferrari. 

Conforme previsto no Chamamento Público 02/2021, e seguindo as premissas do Programa de Parcerias e Investimentos do Estado de Santa Catarina (PPI-SC) da SCPar, o PMI deve trazer estudos de viabilidade técnica, operacional, econômica, financeira, ambiental e aspectos jurídicos para a estruturação do projeto de concessão do novo complexo turístico, no município de Bom Jardim da Serra. O prazo de envio dos cadastros para solicitar participação no PMI vai até 09 de abril de 2021. 

O edital do Chamamento Público está disponível no site www.ppi.sc.gov.br.

Informações adicionais para a imprensa:
Carla Coloniese
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina - Santur
E-mail: renan@santur.sc.gov.br
Fone: (48) 3665- 7480​ 
Site: www.turismo.sc.gov.br 

 


Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Arquivo / Secom

A Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc) lançaram nesta segunda-feira, 01 de março, edital para elaboração de um estudo de demanda turística no Estado. Podem se inscrever na chamada 02/2021 professores doutores vinculados a instituições de ciência, tecnologia e inovação (ICTIs). Será escolhida uma proposta no valor de R$ 725 mil. 

>>> Confira o edital aqui

As propostas podem ser enviadas até 1° de abril, via plataforma da Fapesc. O prazo para execução do estudo será de 12 meses, a partir da homologação da pesquisa vencedora. 

O objetivo da chamada é qualificar, quantificar e traçar o perfil de fluxos de visitantes em diferentes épocas do ano, utilizando metodologias adaptadas às especificidades do estado e ao contexto atual.

“Esse estudo representa um passo fundamental para consolidar a nossa Central de Inteligência do Turismo e uma gestão baseada em dados. Entre outras coisas, o estudo servirá para orientar ações relacionadas aos investimentos, formatação e promoção de produtos turísticos, com campanhas publicitárias dirigidas ou segmentadas sobre os destinos e atrativos do estado”, explica o presidente da Santur, Leandro “Mané” Ferrari.

Além disso, com esta ação será possível identificar a percepção da qualidade dos serviços oferecidos e da infraestrutura turística; apontar os hábitos de viagem dos catarinenses – turismo emissivo (dentro e fora de Santa Catarina); e atualizar as informações dos municípios catarinenses, que já realizaram pesquisas de demanda turística.

O presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, explica que esse edital faz parte do Programa #Fapesc@Gov+Pesquisa&Inovação, lançado pela fundação. “Nosso objetivo com o programa é levar ações de ciência, tecnologia e inovação para resolver problemas e desafios da sociedade catarinense que são gerenciados pelos órgãos públicos do Estado”, destaca. 

A Santur já é parceira da Fapesc nesse programa, quando lançou em 2020 um edital para desenvolvimento de tecnologias para a área do turismo em Santa Catarina. Participaram também a Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural; a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável; a Secretaria de Estado da Administração, a Defesa Civil de Santa Catarina, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, a Controladoria Geral do Estado e a SCPar. 

Mais informações sobre esse e outros editais estão disponíveis em www.fapesc.sc.gov.br. Confira as ações relacionadas ao turismo em Santa Catarina em www.santur.sc.gov.br.

Informações adicionais para a imprensa:
Carla Coloniese
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina - Santur
E-mail: renan@santur.sc.gov.br
Fone: (48) 3665- 7480​ 
Site: www.turismo.sc.gov.br 


Informações adicionais para imprensa:
Gisele Krama
Assessoria de Imprensa
Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de SC - Fapesc
E-mail: gisele@fapesc.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-4857 / 99122-2201
Site: www.fapesc.sc.gov.br


Foto: Divulgação / Secretaria de Turismo de Joinville

A Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) vai coordenar nova pesquisa na maior cidade do estado com objetivo de averiguar o comportamento do turista que visita Joinville e deixa o município pelo Aeroporto Lauro Carneiro de Loyola. A pesquisa começou nas áreas de embarque na segunda-feira, 25, com a abordagem dos viajantes que retornam aos seus lugares de origem.

O mesmo levantamento já foi realizado no Floripa Airport, no projeto-piloto na Capital, e deve ser realizado em outros aeroportos de Santa Catarina.

“As pesquisas que estão sendo coordenadas pela Santur nos permitem avançar na gestão pública do turismo baseada em dados, que estão sendo agregados à Central de Inteligência do Turismo. Pela primeira vez o setor está dispondo de um painel de dados e informações qualificadas para a tomada de decisões”, destaca o presidente da Santur, Leandro “Mané” Ferrari.

Segundo a diretora de Estudos e Inovação da Santur, Luana Emmendoerfer, o levantamento também permite conhecer os motivos que trouxeram o turista ao estado e se ele retornaria em outra ocasião, entre outras informações.

“Nosso estado é riquíssimo em atrativos tanto para o turista nacional quanto internacional. Mas, para qualificar o destino e diferenciá-lo, precisamos conhecer quem nos visita e quais suas percepções. Além disso, os dados dessa pesquisa vão compor a ferramenta Almanach, onde teremos um painel exclusivo para o monitoramento das informações”, enfatizou Luana.

Em Joinville, os pesquisadores são servidores da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e bolsistas de graduação do projeto Eventos, da Univille. O trabalho também conta com apoio da Infraero e Joinville e Região Convention & Visitors Bureau.

“A Universidade vai auxiliar a Santur na análise dos indicadores”, explica a professora Yoná da Silva Dalonso, responsável pela coordenação da pesquisa na Univille.

O aeroporto presta o apoio operacional para que o trabalho possa ser realizado no local com atenção às medidas de prevenção à Covid-19. Os pesquisadores, devidamente identificados para a abordagem dos passageiros, seguem os protocolos de segurança já conhecidos, como uso de máscara e álcool gel. Para diminuir o contato com os viajantes, são utilizados cartões com um QR Code, e o participante pode responder o questionário utilizando o próprio celular.

Informações adicionais para a imprensa:
Renan Koerich
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina - Santur
E-mail: renan@santur.sc.gov.br
Fone: (48) 3665- 7480​ / (48) 9-9959-8096
Site: www.turismo.sc.gov.br 

A Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) lançou, nesta terça-feira, 19, o espaço que vai abrigar a Central de Inteligência do Turismo do Estado. A estrutura fica na sede do órgão, em Florianópolis, e oferecerá suporte técnico e tecnológico para o trabalho de coleta, monitoramento e análise de indicadores do setor.

"Pela primeira vez temos estrutura para analisar e gerir dados. Uma estrutura participativa, criada para integrar cada vez mais o trade, as entidades representativas do turismo e os gestores públicos. Esse espaço dentro da Santur é mais um passo para consolidarmos um modelo de gestão baseado em dados, o que é fundamental para fortalecer os destinos turísticos e alcançar melhores resultados", destaca o presidente da Santur, Leandro “Mané” Ferrari.

Para o presidente da Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), deputado Ivan Naatz, o lançamento da Central de Inteligência do Turismo é um momento histórico para o Estado.

"Pela primeira vez temos um portal com informações completas e confiáveis da produção turística catarinense, esse mercado extraordinário que não para de crescer", frisou.

Políticas públicas

A nova estrutura é ponto de partida para o efetivo funcionamento de uma Central de Inteligência do Turismo, conforme explica a diretora de Estudos e Inovação da Santur, Luana Emmendoerfer.

"Estamos avançando rumo à criação da Central de Inteligência do Turismo em Santa Catarina, que passa por várias etapas, começando pelos dados, depois a informação, o conhecimento, para, então, gerar inteligência. É um processo que vai ajudar a desenvolver políticas públicas mais assertivas, baseada em dados", comenta Luana.

A Santur já vem trabalhando com esse objetivo. Recentemente, lançou o Almanach, uma ferramenta que traz um panorama do setor no Estado, reunindo informações como o número de empresas, registros no Cadastur, empregos gerados, tipos de negócios e arrecadação de ICMS. O Almanach, que já está integrado à Central de Inteligência, foi apresentado ao grupo.

"É um trabalho que reúne, com competência, consistência e profundidade, dados da política pública para o turismo de Santa Catarina. A Santur vive uma fase de profissionalização com a entrega de uma ferramenta estratégica para definir investimentos e para auxiliar os municípios a estruturarem as redes locais do turismo", disse a deputada Paulinha.

A tomada de decisões baseada em dados também foi destacada pelo superintendente de Turismo de Florianópolis, Fábio Queiroz.

 "O Almanach é fundamental para ajudar estado e município a tomar decisões com base em dados e informações atualizadas, além de ser uma ferramenta importante para o próprio mercado", comenta Fábio.

"Temos que aprender a trabalhar com dados que possibilitam investir e ver o futuro de maneira concreta. Uma ferramenta dessas contribui para que os investidores saibam para onde ir. Dados são fundamentais para definição de políticas, sejam ações imediatas ou de longo prazo", complementa Zena Becker, coordenadora do Movimento Floripa Sustentável.

A diretora Estudos e Inovação da Santur, Luana Emmendoerfer, reforça que o espaço da Central de Inteligência surge para agregar a Rede de Inteligência do Turismo, formada pela Santur, UFSC, Fecomércio SC e Fecam, além do trade, entidades representativas do setor e outros atores que queiram contribuir e compartilhar dados e informações que venham auxiliar o setor turístico no Estado.

Segunda edição do Boletim Almanach

A Santur publicou nesta terça-feira, 19, a segunda edição do Boletim Almanach. Elaborado pela Diretoria de Estudos e Inovação, a publicação traz informações sobre a ocupação hoteleira, fluxo de passageiros - com destaque para os períodos de Natal e Réveillon, além de dados sobre a permanência dos turistas no Estado, arrecadação de ICMS turístico e do programa Viaje+Seguro SC.

De periodicidade quinzenal, o boletim sintetiza informações do Almanach, painel de dados do turismo lançado no final de setembro e disponível para consulta pública.

::: Acesse o Boletim Almanach 02 

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Imprensa Santur
Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur)
E-mail: ascom@santur.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-7480 / (48) 99959-8096
Site: www.santur.sc.gov.br 


Foto: Divulgação / Santur

A Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) lança nesta terça-feira, 19, às 10h, o espaço que vai abrigar a Central de Inteligência do Turismo do Estado. A estrutura fica na sede do órgão, em Florianópolis, e oferecerá o suporte técnico e tecnológico para o trabalho de coleta, monitoramento e análise de indicadores do setor.

A nova estrutura, ponto de partida para o efetivo funcionamento de uma Central de Inteligência, representa um passo importante para consolidar o modelo de gestão do turismo baseado em dados. A Santur já vem trabalhando com esse objetivo e, recentemente, lançou o Almanach. A ferramenta traz um panorama do setor no estado, reunindo informações como o número de empresas, registros no Cadastur, empregos gerados, tipos de negócios, arrecadação de ICMS, entre outras informações.

Além disso, o trabalho de inteligência no turismo vem ocorrendo em cooperação com a Ufsc, Fecomércio SC e Fecam, que formam a Rede de Inteligência do Turismo de SC, juntamente com a Santur, além do envolvimento do trade turístico e entidades do setor. O foco é a produção de estudos e pesquisas, sistematização, análise e monitoramento de dados.

Durante o lançamento do espaço da Central de Inteligência do Turismo, a equipe da Diretoria de Estudos e Inovação da Santur também vai apresentar a segunda edição do Boletim Almanach - Dados do Verão Catarinense.

Serviço:
O quê: Lançamento da Central de Inteligência do Turismo de Santa Catarina
Onde: Santur / Rua Eduardo Gonçalves D’Ávila, número 301, Itacorubi, Florianópolis
Quando: Terça-feira, 19 de janeiro, às 10h

Informações adicionais para a imprensa:
Renan Koerich
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina - Santur
E-mail: renan@santur.sc.gov.br
Fone: (48) 3665- 7480​ / (48) 9-9959-8096
Site: www.turismo.sc.gov.br 


Foto: Divulgação / SEF

Prefeitos em exercício e eleitos para a próxima gestão de Alfredo Wagner, São Pedro de Alcântara, Rancho Queimado, São Bonifácio, Águas Mornas, Anitápolis, Santo Amaro da Imperatriz e Angelina participaram de reunião nesta segunda-feira, 14, na Secretaria de Estado da Fazenda (SEF). O objetivo foi discutir e alinhar ações para a elaboração de um plano diretor de turismo que contemple a região.

“O governo catarinense vem investindo em infraestrutura para atrair desenvolvimento por todo o Estado, tanto pela questão logística, para escoamento de produção, quanto para expandir o turismo, setor muito importante na nossa economia e que deve ser alavancado”, disse a secretária em exercício da Fazenda, Michele Roncalio. Segundo ela, a regularidade fiscal e o acompanhamento da gestão pública são importantes para o sucesso da iniciativa.

Para o presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur), Mané Ferrari, trata-se de um grande passo para ampliar a vocação local, que inclui o ecoturismo, as águas termais, além do turismo religioso e da gastronomia tipicamente alemã. “É primordial que os prefeitos criem estruturas de turismo em seus governos para que os municípios façam parte do mapa turístico no Ministério do Turismo. Juntos vamos criar um projeto e dar a infraestrutura necessária para que as cidades desta região se destaquem também neste segmento”, salientou. A previsão é que o plano de execução do projeto seja de 12 meses.

O encontro contou com participação do deputado estadual, Marcos Vieira, e do titular da SEF, Paulo Eli, que está atualmente de férias. Eli frisou que o plano prioriza a infraestrutura para, consequentemente, atrair investimentos privados que fortaleçam o turismo no local. “Esse plano diretor que será construído em conjunto servirá como uma bússola para nortear qual a melhor potencialidade de cada município e quais pontos devem ter mais destaque em investimentos”, esclareceu.

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação da Secretaria da Fazenda
Michelle Nunes
Fone: (48) 3665-2575/ (48) 99929-4998
E-mail: jornalistaminunes@gmail.com
Sarah Goulart
E-mail: sgoulart@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2504/ (48) 99992-2089
Site: www.sef.sc.gov.br 
facebook.com/fazendasc
https://www.instagram.com/fazendasc