Foto: Mauricio Vieira / Secom

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, dá continuidade às obras de revitalização da SC-401 Norte, em Florianópolis. Começou nesta semana a pintura da sinalização nas pistas de rolamento da rodovia, nos trechos onde a pavimentação já foi finalizada.

A obra está com 25% dos serviços concluídos. Estão sendo realizadas a implantação da terceira faixa do Cemitério do Itacorubi, a rotatória do Cemitério Jardim da Paz e a pavimentação definitiva.

>> Mais fotos na galeria

As melhorias na rodovia fazem parte do Programa Novos Rumos. A previsão é que os trabalhos sejam concluídos em dezembro de 2020.

Mais informações para imprensa:
Patricia Zomer
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-9995-8494
ascom.sie@gmail.com


Foto: Julio Cavalheiro / Arquivo / Secom

A obra de recuperação emergencial dos blocos estruturais das pontes Pedro Ivo Campos e Colombo Machado Salles, em Florianópolis, começou nesta segunda-feira, 1º de junho, com a montagem dos andaimes sobre a balsa para possibilitar a execução dos serviços.

As intervenções serão realizadas em seis blocos, três em cada ponte (ver figura), iniciando pela Colombo Salles. A previsão é que até o fim de junho os serviços comecem a ser realizados simultaneamente nos três blocos. O prazo de execução é de três meses para cada estrutura.


Fotos: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

Com investimento de mais de R$ 560 mil, o governador Carlos Moisés autorizou nesta sexta-feira, 29, a elaboração do projeto executivo da obra de restauração da SC-150, trecho que liga Piratuba e Capinzal, no Meio-Oeste. Esta etapa é imprescindível para que o Estado possa realizar as melhorias necessárias à rodovia. A empresa responsável poderá iniciar os trabalhos imediatamente e tem prazo de 360 dias para concluir o serviço.

O governador ressaltou que mesmo com o enfrentamento da pandemia, o Estado segue com as obras que trazem melhorias para a vida das pessoas. “Estamos focados na missão de salvar vidas e na gestão da pandemia, esta é nossa prioridade, mas, sempre que possível, estaremos presentes, trazendo ações e a mensagem de otimismo que vai dando força ao processo de retomada. Santa Catarina sairá na frente, não tenho dúvidas”, afirmou Carlos Moisés.

>>> Mais fotos na galeria 

O secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, destacou que o projeto não trata apenas da restauração, mas contempla uma série de melhorias ao longo do trecho. “Outro ponto importante é que chegamos a um custo 43% menor do orçamento inicial, ou seja, estamos investindo numa prioridade da região com a valorização do recurso público”, frisou.

O ato de assinatura ocorreu na Unoesc de Capinzal, respeitando as regras de distanciamento social e limite de público. Também participaram da reunião, o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, o subchefe da Casa Civil, Juliano Chiodelli, os deputados Romildo Titon e Altair Silva, além de prefeitos da região.

Benefício para os municípios

O prefeito de Capinzal, Nilvo Dorini, disse que o município será diretamente impactado com uma nova logística de infraestrutura que contempla também a obra de recuperação da rodovia entre Jaborá e Ouro, praticamente concluída. “É essencial para o bom desempenho das nossas atividades econômicas, tenho certeza que os municípios da nossa região passarão a viver uma nova fase de expansão e desenvolvimento”, destacou.

Da mesma forma, o prefeito de Piratuba, Olmir Benjamini, acredita que a obra é fundamental para o município de vocação turística. “Muita gente deixa de visitar Piratuba por causa das condições dessa rodovia, o turismo depende muito de boa infraestrutura. Depois de tanto tempo de descaso, reacende a nossa esperança de que a obra poderá ser uma realidade”, comemorou.



O Projeto


O trecho da SC-150 que será restaurado tem extensão de 25,2 quilômetros, entre Capinzal e Piratuba, e pegando o entroncamento da SC-467, sentido Zortéa, e o entrocamento da SC-390 – trecho Piratuba. 

O projeto da SC-150 prevê:

  • Reforma da ponte Arroio da Vila, com inclusão de passeios laterais;
  • 2,5 km de tratamento de travessias urbanas;
  • Estudo da inclusão de aproximadamente 10 quilômetros de faixa adicional na rodovia;
  • Estudo de adequações nas interseções ou implantação de novas interseções.

Comunidade comemora

Importante via para o escoamento da produção de leite, suínos e grãos, a SC-150 também é fundamental para o turismo da região Meio-Oeste, já que dá acesso a um dos principais balneários de água termal do Estado, em Piratuba.

Produtores rurais, como Gilnei Dias do Amaral, comemoram o anúncio do Governo do Estado para o projeto de recuperação da rodovia. Ele tem a propriedade ao lado da SC-150 e conta que, com frequência, acaba socorrendo outros usuários da via com problemas nos veículos. “É um trecho com muito buraco, toda hora alguém bate aqui pedindo ajuda para chegar até a cidade e trocar um pneu ou consertar o carro”, relatou.

Assim que ficou sabendo que o projeto da obra de restauração da rodovia foi autorizado pelo Governo do Estado, Gilnei se disse otimista com as oportunidades que poderão surgir no futuro. “Essa obra pronta será um sonho realizado. Ela vai trazer mais segurança, conforto e a chance de uma vida melhor para todos nós”, disse.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Julio Cavalheiro / Arquivo / Secom

A recuperação emergencial dos blocos estruturais das pontes Pedro Ivo Campos e Colombo Machado Salles, em Florianópolis, começa na próxima segunda-feira, 1º de junho. O secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE), Thiago Vieira, assinou digitalmente, nesta sexta-feira, 29, a ordem de serviço para o começo dos trabalhos.

A empresa portuguesa Teixeira Duarte é responsável pela execução dos serviços, que serão realizados simultaneamente em dois blocos. A companhia está mobilizada para iniciar a obra e assinou um termo de responsabilidade garantindo o cumprimento do cronograma para que os trabalhos sejam concluídos no prazo contratual de 180 dias. O valor do contrato é de R$ 6.984.146,89.

A contratação da obra foi definida após um laudo técnico solicitado pela SIE, em dezembro de 2019, e concluído em fevereiro de 2020, apontar a necessidade de recuperar emergencialmente seis blocos das estruturas.

“Desde que foram inauguradas, a Colombo Salles há 45 anos e a Pedro Ivo há 29 anos, as pontes nunca tinham recebido manutenção estrutural. A primeira ação neste sentido começou em fevereiro de 2019, nesta gestão, e segue em andamento. Porém, a manutenção que está sendo realizada nas estruturas não contempla a recuperação destes seis blocos que foram apontadas em estudo concluído no início deste ano. Por isso, a necessidade de fazer a recuperação emergencial”, explica o secretário da Infraestrutura, Thiago Vieira.

Manutenção das pontes Pedro Ivo e Colombo Salles

Iniciada em fevereiro de 2019, a obra de manutenção das pontes Pedro Ivo Campos e Colombo Machado Salles está com 34% dos serviços executados. O projeto de manutenção foi licitado em 2016, e teve como base um estudo realizado em 2015, que não apontou problemas na parte estrutural dos seis blocos que precisam ser recuperados emergencialmente.

Dentro da obra de manutenção estão sendo realizados trabalhos de recuperação estrutural dos pilares e vigas em pontos localizados, hidrojateamento, pinturas metálica e impermeabilizante, montagem e desmontagem de andaimes. A passarela de pedestres da ponte Pedro Ivo está interditada desde o dia 4 de maio para dar continuidade aos serviços de manutenção da ponte e permanecerá fechada até a conclusão da obra. Como alternativa, pedestres e ciclistas deverão utilizar as passarelas da Ponte Hercílio Luz. O prazo contratual para conclusão da obra de manutenção é fevereiro de 2021.

Mais informações para imprensa:
Patricia Zomer
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-9995-8494
ascom.sie@gmail.com


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Carlos Moisés vistoriou, nesta quinta-feira, 28, a obra de pavimentação da SC-467, que liga as cidades de Ouro e Jaborá, no Meio-Oeste catarinense. A estrada está com 91% dos trabalhos concluídos e deve ser finalizada até agosto. Desde o fim de abril, todo o asfalto foi colocado, restando serviços de acabamento, tais como sinalização, drenagem e paisagismo. O investimento do Governo do Estado para a finalização da obra é de R$ 28,6 milhões.

A visita foi acompanhada pelo secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, pelo deputado estadual Romildo Titon, e prefeitos de Ouro, Neri Luiz Miqueloto, de Jaborá, Adelir Manoel Inácio, e de Capinzal, Nilvo Dorini.

Em um encontro informal com as autoridades na cidade de Ouro, o governador destacou o simbolismo da pavimentação da SC-467. Além de ajudar a escoar a produção da região, diminuindo distâncias, a obra é uma mostra de que o Governo do Estado não parou mesmo durante a pandemia, com os trabalhos ocorrendo de maneira acelerada.

“A obra está quase concluída e já facilitou muito a vida de quem vai a Chapecó, por exemplo. Esse é um investimento fundamental. Apesar de todas as dificuldade com a pandemia, os projetos do Governo continuaram. Agora eu quero voltar aqui em breve para inaugurar esta rodovia”, falou Carlos Moisés.

>>> Imagens na galeria 

O secretário Thiago Vieira lembrou que a pavimentação teve início há sete anos e parou por duas oportunidades. Desde o fim do ano passado, quando a obra foi retomada com a assinatura da ordem de serviço, os trabalhos foram realizados com muita agilidade, inclusive adiantando o cronograma.

“Depois de muitos percalços, nos últimos seis meses conseguimos um ritmo acelerado, executando aproximadamente 40% da obra. Essa é uma ligação que vai beneficiar todo o Oeste de Santa Catarina, dando mais conforto e segurança para quem trafega pela região”, disse Vieira.

Fim de uma espera de 40 anos

O agricultor Deonir Dalposso, 60 anos, viu a abertura da estrada no fim da década de 1970. Há 40 anos, ele esperava pela pavimentação da SC-467, que se tornou realidade há cerca de um mês, com o asfaltamento do trecho em frente à sua propriedade, onde produz milho e cria aves e bovinos. Ao lado da esposa Aldete e da neta Leidhiane, ele conta que percorre em pouco mais de cinco minutos um trecho que levava até meia hora em dias de chuva.

“O deslocamento fica bem mais fácil, e também valorizou o nosso terreno. Antes era bem mais difícil o acesso. Nós precisávamos bastante desse asfalto. Agora já estamos vendo caminhões bitrem passarem por aqui”, conta o agricultor.

A SC-467 tem aproximadamente 30 quilômetros de extensão, no trecho entre Ouro e Jaborá.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


Foto: Divulgação / SIE

A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) informa que o cadastro de novos beneficiários para receber o passe livre para travessia do ferry boat entre Itajaí e Navegantes será realizado de 3 a 9 de junho.

O cadastramento ocorrerá das 12h às 18h, no escritório da SIE, em Navegantes, localizado à Rua João Sacavem, 962. Os documentos necessários para realizar o cadastro estão listados neste link. Nos dias 1º e 2 de junho não haverá expediente no escritório.

Desde março de 2020, quando as medidas de combate à Covid-19 foram determinadas pelo Governo do Estado, a atualização de dados e o recadastramento dos beneficiários estão sendo renovados automaticamente por mais seis meses. Sendo assim, não é necessário ir até o escritório para fazer a atualização. A renovação automática permanecerá no mês de junho e até que as atividades sejam retomadas integralmente.

Distribuição do passe livre de julho

O passe livre referente ao mês de julho para o ferry boat entre Navegantes e Itajaí será disponibilizado entre os dias 15 e 24 de junho. A retirada do benefício ocorrerá das 12h às 18h, no escritório localizado na Rua João Sacavem, 962, em Navegantes.

Mais informações para imprensa:
Patricia Zomer
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-9995-8494
ascom.sie@gmail.com


Foto: Mauricio Vieira / Secom

A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) informa que a partir desta terça-feira, 26, até sexta-feira, 29 de maio, o trânsito no Túnel Antonieta de Barros sofrerá alterações no período noturno para serviços de manutenção preventiva e corretiva do sistema de iluminação, conservação e manutenção das câmeras e substituição da bandeiras hasteadas no local.

As faixas de rolamento serão interditadas nos dois sentidos, alternadamente, das 22h às 5h para não atrapalhar o trânsito na região. Os trabalhos serão iniciados no sentido Bairro-Centro com o fechamento da faixa da direita no dia 26, e a da esquerda, no dia 27. No sentido Centro-Bairro, a interrupção da pista da direita ocorrerá no dia 28, enquanto a da esquerda será no dia 29.

Mais informações para imprensa:
Patricia Zomer
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-9995-8494
ascom.sie@gmail.com

 


Fotos: Divulgação / DCSC

Após oito meses de atividades o Governo do Estado, por meio da Defesa Civil de Santa Catarina (DCSC), realizou a vistoria final das ações de contenção da rodovia SC-108, em Guaramirim.  A obra foi finalizada para garantir a segurança dos moradores da localidade da Vila Freitas e dos usuários da rodovia. O projeto contou com investimento R$ 2.155.620,17, repassados pelo Governo Federal, além do apoio da Prefeitura do município.

Foram realizadas contenções de encosta com muros de gabião, na parte inferior, e de crib wall, na área superior, sistema de drenagem e reconstrução da pista de rolamento. Além de beneficiar os moradores da região, a obra garante também o escoamento da produção agrícola e industrial dos municípios do entorno.

A execução do projeto apresentou grandes desafios, como a instabilidade inicial da encosta, a grande quantidade de material que precisou ser retirado (cerca de 13.574 metros cúbicos, equivalente a 1.357 caminhões carregados), e os grandes índices pluviométricos que obrigavam a constante paralisação dos trabalhos.

"Após um momento de dificuldade enfrentada durante a execução e pelas famílias após o deslizamento que destruiu 10 residências, chegamos ao final com um excelente resultado. O local ficou mais seguro, é possível observar a alegria de moradores e a volta à normalidade da circulação na rodovia", comentou o chefe da DCSC, João Batista Cordeiro Júnior.

"Agora a preocupação é com a manutenção da segurança no local, sem novas invasões e com fiscalização constante pelos órgãos responsáveis", reforçou João Batista. Segundo ele, foi realizada uma conversa com o prefeito do município para que o local seja regulamentado como área verde.

"Uma obra complexa e com maior grau de dificuldade já realizada no município, mas a obra ficou muito bem feita e com alta qualidade", ressaltou o prefeito de Guaramirim, Luiz Antônio Chiodini.

Informações adicionais para imprensa:
Flávio Vieira Júnior
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - DC
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889 / 99651-5888
E-mail: ascom@defesacivil.sc.gov.br
Site: www.defesacivil.sc.gov.br


Foto: Julio Cavalheiro / Arquivo / Secom

A obra de recuperação estrutural das pontes Pedro Ivo Campos e Colombo Machado Salles, em Florianópolis, irá iniciar na primeira quinzena de junho. A empresa portuguesa Teixeira Duarte será responsável pela execução dos serviços.

O contrato será realizado pela Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) e o valor para a execução dos serviços é de R$ 6.984.146,89. A previsão é que obra seja e concluída em 180 dias, a contar da emissão da ordem de serviço.

A contratação da obra foi definida após um laudo técnico solicitado pela SIE, em dezembro de 2019 e concluído em fevereiro de 2020, apontar a necessidade de recuperar emergencialmente seis blocos das estruturas.

"Com acompanhamento do Tribunal de Contas de Santa Catarina e conhecimento do Ministério Público Estadual, foi finalizado de maneira célere, transparente e responsável, o processo de contratação de uma empresa com expertise para realizar os serviços emergenciais, que são altamente complexos", explica o secretário da Infraestrutura, Thiago Vieira.

Mais informações para imprensa:
Patricia Zomer
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-9995-8494
ascom.sie@gmail.com


Manutenação na SC-114. Foto: Divulgação/ CIM/Amavi

A SC-114, entre Salete e Pouso Redondo, no Alto Vale do Itajaí começou a receber sinalização viária horizontal e vertical neste mês de maio. Esta é mais uma das rodovias beneficiadas pelo Projeto Recuperar, uma parceria do Governo de Santa Catarina e as prefeituras para melhorar a malha viária estadual. A obra foi garantida através do Consórcio Cim/Amavi, que é responsável por 495 quilômetros de rodovias estaduais que passam por 26 municípios da região da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí.

Outra rodovia que começou a ser beneficiada pelo Projeto Recuperar fica na Grande Florianópolis. A SC-108, entre Santa Rosa de Lima e Anitápolis, é uma rodovia não pavimentada e está recebendo melhorias neste mês de maio. 

Esses são dois exemplos do projeto que pretende atingir os 6 mil quilômetros da malha viária catarinense, com obras de recuperação asfáltica, limpeza, manutenção e sinalização viária.

Mais de 100 ordens de serviço

Em 2020, o Consórcio Interfederativo de Santa Catarina (CinCatarina), já emitiu 102 ordens de serviço, com investimentos na ordem de R$ 1,5 milhão. As rodovias beneficiadas estão em municípios que compõem a Associação dos Municípios do Alto Vale do Rio do Peixe (Amarp), Associação dos Municípios do Meio Oeste Catarinense (Ammoc), Associação dos Municípios dos Municípios do Planalto Norte de Santa Catarina (Amplasc), Associação dos Municípios do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc), Associação dos Municípios do Noroeste (Amnoroeste), e Associação dos Municípios da Grande Florianópolis (GranFpolis).

O engenheiro e gerente do CinCatarina, Mauricio Perazzoli, explicou que foi preciso fazer alguns ajustes e aprimoramentos no Projeto Recuperar, junto com a SIE, para avançar com os trabalhos. “Este ano foi dado continuidade aos serviços de recuperação dos buracos, roçadas e limpeza de sarjeta, e também se iniciou o repasse de materiais, como pedra britada e bica corrida, para os municípios efetuarem as aplicações nas rodovias estaduais não pavimentadas. Na sequência, vão ser iniciados os serviços de sinalização vertical e horizontal”, confirmou.

O consórcio é responsável por uma malha viária de 1.561 quilômetros em 64 cidades, abrange a maior parte das obras em execução no momento. Através do convênio com os municípios estão sendo feitos o diagnóstico da situação das rodovias, manutenção, limpeza e recuperação da pavimentação asfáltica, sinalização das pistas e placas. Veja abaixo as rodovias beneficiadas.


O projeto

O Projeto Recuperar, criado ano passado, faz com que o Estado e os municípios dividam as responsabilidades para a execução das obras, de forma colaborativa. Cabe ao Governo do Estado repassar para as prefeituras os recursos, já os municípios, ligados aos consórcios, apontam os serviços e trechos prioritários para a recuperação nas rodovias. 

O modelo de gestão conta atualmente com 9 consórcios tratados, em 15 associações conveniadas. “Mesmo com as dificuldades que temos vivido em função do novo coronavírus, o Governo do Estado mantém seu compromisso em investir na infraestrutura das rodovias catarinenses. E nós, da CAM, estamos trabalhando cada vez mais focados para garantir o maior número de parcerias possíveis com as prefeituras”, afirmou o coordenador da Central de Atendimento aos Municípios, Gabriel Arthur Loeff.

A Casa Civil de Santa Catarina, através da Central de Atendimento aos Municípios (CAM), faz as discussões individuais com os consórcios e a Secretaria da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) dá seguimento à parceria, firma os convênios e fiscaliza os trabalhos.

Trabalhos executados em 2020:

CinCatarina:

-Limpeza de plataforma
SC- 355: Iomerê, Treze Tília, Água Doce, Fraiburgo e Videira
SC-135: Ibaim, Campos Novos,Celso Ramos, Videira, Caçador, Pinheiro Preto e Tangará
SC-120: Lebon Régis
SC-340: Timbó Grande
SC-159:  Irati, São Lourenço do Oeste e São Bernardino
SC-453: Ibicaré, Luzerna, Tangará
SC-305: São Lourenço do Oeste
SC-465: Ibicaré
SC-150: Luzerna
SC-480: São Lourenço do Oeste e Jupiá
SC-482: Galvão e Coronel Martins

-Material asfáltico e/ou conservação rodoviária
SC-416: Itapoá e Garuva (obras complementares)
SC-120: Lebon Régis
SC-355: Lebon Régis, Fraiburgo , Iomerê, Catanduvas. Treze Tílias e Água Doce
SC-135: Campos Novos e Celso Ramos
SC-417: Garuva
SC-350: Caçador
SC-482: Galvão e Coronel Martins
SC-452: Monte Carlo
SC-150: Água Doce
SC-415: São Francisco do Sul

-Fornecimento de pedras
SC-390: Celso Ramos
SC-435: São Bonifácio

Acesso ao município
Brunópolis

Consórcio Cim/Amavi:

-Britas para revestimento primário
SC-350: Taió e Rio do Oeste

-Limpeza de plataforma (roçadas e limpeza de canaletas)
SC-350: Ituporanga e Alfredo Wagner
SC-486: Vidal Ramos e Ituporanga
SC-281: Imbuia

-Conservação rotineira (tapa-buracos)
SC-114: Salete e Pouso Redondo
SC-114: Santa Terezinha e Rio do Campo

-Sinalização viária horizontal e vertical
SC-114: Salete e Pouso Redondo

Informações adicionais à imprensa
Márcia Callegaro
Assessoria de Comunicação
Casa Civil
E-mail: comunicacao@casacivil.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2104 / 98842-8479
Site: www.scc.sc.gov.br
www.fb.com/casacivilsc / @CasaCivilSC