Na tarde deste sábado, 28, foi liberado o trânsito para os motoristas no novo acesso ao Sul da Ilha de Santa Catarina. A abertura garante a ligação à região e ao novo terminal aeroportuário de Florianópolis.

O local recebeu sinalização para indicar todas as mudanças e facilitar o trajeto dos motoristas. Com extensão total de oito quilômetros, a via será liberada com aproximadamente 1,5 quilômetro em pista simples, sendo um trecho no início do lote 1A, do Trevo da Seta até a ponte do Rio Tavares, e em toda a extensão do lote 1B, do viaduto Carianos até o fim do loteamento Santos Dumont. No lote 1B, a pista em mão dupla inicia pelo lado esquerdo da rodovia até o quilômetro 12+100, onde foi realizado um desvio provisório para a pista do lado direito da estrada e segue por ela até a ligação com as pistas duplas do lote 1C, que continuam até a interseção de acesso ao Sul da Ilha.

::: VEJA A GALERIA DE IMAGENS

Sendo assim, com essa nova ligação, os motoristas terão mais uma opção para acessar regiões como Ribeirão da Ilha, Pântano do Sul e Campeche, além do novo terminal de passageiros do Aeroporto Internacional de Florianópolis.

A liberação do trânsito no trecho é uma primeira etapa da obra, que tem previsão de entrega completa para março de 2020. Quando finalizado, o novo acesso deverá absorver 60% do tráfego da região, que é de aproximadamente 40 mil veículos por dia. Além disso, haverá redução de 22% no custo dos deslocamentos no trecho — menor tempo e gasto de viagem.

O investimento final, entre execução e desapropriações, será de aproximadamente R$ 260 milhões. Para garantir a passagem de veículos, desde o começo de 2019, o Governo do Estado fez quase três vezes mais desapropriações de imóveis em comparação aos quatro anos anteriores. De 254 processos, a equipe da Secretaria da Infraestrutura e Mobilidade (SIE), em parceria com a equipe da Procuradoria Geral do Estado (PGE), solucionou 187 casos de janeiro a setembro deste ano. De junho de 2014 a dezembro de 2018, foram 65 lotes desapropriados.
Os serviços também foram acelerados.

A obra será realizada quase três vezes mais rápida do que nos anos anteriores. Em 15 meses - até março de 2020 - serão executados 40% dos trabalhos, ao passo que, de junho de 2014 até dezembro de 2018, a execução foi de 60%.


Informações adicionais para imprensa:
Luiz Gustavo Silva
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99609-7077
E-mail: luizgustavosilva@secom.sc.gov.br
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC 


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

O novo acesso ao Sul da Ilha de Santa Catarina será liberado para o tráfego de veículos a partir deste sábado, 28, às 14h. A abertura para o trânsito antecipa o compromisso do Governo do Estado em garantir a ligação à região e ao novo terminal aeroportuário de Florianópolis.

“Estamos honrando o compromisso assumido pelo Governo. Conseguimos acelerar os trabalhos de desapropriações e de execução da obra, o que vai garantir a liberação do trânsito neste sábado. Isso demonstra toda a seriedade e transparência no trabalho que vem sendo realizado”, destaca o governador Carlos Moisés da Silva.

:: MAIS IMAGENS NA GALERIA 

A liberação do trânsito no trecho é uma primeira etapa da obra, que tem previsão de entrega completa para março de 2020. O investimento, entre execução e desapropriações, será de aproximadamente R$ 260 milhões. Para garantir a passagem de veículos, desde o começo de 2019, o Governo do Estado fez quase três vezes mais desapropriações de imóveis em comparação aos quatro anos anteriores. De 254 processos, a equipe da Secretaria da Infraestrutura e Mobilidade (SIE), em parceria com a equipe da Procuradoria Geral do Estado (PGE), solucionou 187 casos de janeiro a setembro deste ano. De junho de 2014 a dezembro de 2018, foram 65 lotes desapropriados.

Os serviços também foram acelerados. A obra será realizada quase três vezes mais rápida do que nos anos anteriores. Em 15 meses - até março de 2020 - serão executados 40% dos trabalhos, ao passo que, de junho de 2014 até dezembro de 2018, a execução foi de 60%.

Com o novo acesso, a população também ganha mais mobilidade e qualidade de vida: “Neste primeiro momento de liberação já será possível aliviar boa parte do intenso volume de tráfego da rodovia SC-405, desviando pela nova via os usuários do Sul da Ilha, especialmente da Tapera, Ribeirão da Ilha e Campeche”, explica o secretário da Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler.

Após a conclusão total, o novo acesso deverá absorver 60% do tráfego da região, que é de aproximadamente 40 mil veículos por dia. Além disso, haverá redução de 22% no custo dos deslocamentos no trecho — menor tempo e gasto de viagem.

Turismo, geração de emprego e mobilidade urbana

A liberação do novo acesso ao Sul da Ilha também refletirá no desenvolvimento do turismo na região, com geração de emprego e renda. O trecho facilita a chegada e saída às regiões do Ribeirão da Ilha e do Pântano do Sul, polos de gastronomia e cultura açoriana.

A valorização imobiliária poderá ultrapassar 50% em bairros como Tapera e Carianos. Também haverá uma expansão da malha cicloviária do município em cerca de oito quilômetros, o que representa um acréscimo de aproximadamente 10% na malha total da Grande Florianópolis.


Imagem: Arte / Secom

Informações do acesso

Com extensão total de oito quilômetros, a via será liberada com aproximadamente 1,5 quilômetro em pista simples, sendo um trecho no início do lote 1A, do Trevo da Seta até a ponte do Rio Tavares, e em toda a extensão do lote 1B, do viaduto Carianos até o fim do loteamento Santos Dumont. No lote 1B, a pista em mão dupla inicia pelo lado esquerdo da rodovia até o quilômetro 12+100, onde foi realizado um desvio provisório para a pista do lado direito da estrada e segue por ela até a ligação com as pistas duplas do lote 1C, que continuam até a interseção de acesso ao Sul da Ilha.

Mais informações para imprensa:
Patricia Zomer
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-9995-8494
ascom.sie@gmail.com


Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom

A população de Ilhota poderá usufruir de melhores condições nas principais ruas do município em breve. O governador Carlos Moisés encerrou a agenda de trabalho no Vale do Itajaí com a liberação de R$ 6,37 milhões para investimentos na infraestrutura viária de Ilhota. O ato foi realizado na Câmara de Vereadores na manhã desta terça-feira, 24.

O primeiro investimento confirmado foi a revitalização de 1,7 quilômetro do trecho urbano da SC-412 (ruas Ricardo Paulino Maes e 21 de Junho), no valor de R$ 1,3 milhão, via convênio. A Prefeitura dará uma contrapartida de R$ 694 mil, totalizando aproximadamente R$ 2 milhões. O trecho consiste na principal via do município e o mais importante eixo de ligação com as cidades vizinhas de Gaspar e Itajaí. O projeto também inclui drenagem, calçadas em paver, sinalização e ciclofaixa.

::: Veja mais imagens na galeria de fotos

"Queremos sempre estreitar as relações com os municípios, entender o que as comunidades precisam e fazer o que é necessário. Estamos governando para todas as cidades de Santa Catarina, inclusive as de menor população", ressaltou Carlos Moisés. "Nenhum município ficará fora do nosso radar. Estamos ajustando o caixa para entregar mais, usando bem o dinheiro público", acrescentou.

De acordo com o prefeito de Ilhota, Erico de Oliveira, atualmente, a prefeitura gasta R$ 130 mil por ano com manutenção da SC-412. A expectativa  é que essa despesa reduza drasticamente após a revitalização.

O município ainda foi contemplado com dois financiamentos da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc), nos valores de R$ 3 milhões e R$ 2,07 milhões. Os recursos serão aplicados em pavimentação de vias no município, entre elas a Bonifácio Maba, João Domingos Pereira e Amaro Luiz de Souza. "É o maior volume de recursos que Ilhota já contratou. Essa atuação do Badesc, não só junto aos municípios mas também aos empreendedores, está fazendo a diferença para o desenvolvimento", afirmou o presidente do Badesc, Eduardo Machado.

Também participaram do ato o chefe da Casa Civil, Douglas Borba, o presidente da Câmara de Vereadores, Juarez Antonio da Cunha, deputados, vereadores e a comunidade.

Badesc Cidades

O Programa Badesc Cidades já investiu na economia catarinense R$ 1,6 bilhões, divididos em 1.249 operações em atendimento a 281 municípios. O objetivo do Programa é apoiar a realização de obras de infraestrutura e melhoria dos serviços, de responsabilidade dos municípios de SC, priorizando o crescimento econômico e a geração de emprego e renda ao cidadão catarinense. O financiamento pode ser de até 100% do valor do investimento. O prazo de carência varia de acordo com cada projeto, sendo o máximo de 24 meses, e amortização em até 48 meses.

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99605-9196
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC

 


Fotos: Ricardo Wolffenbuttel / Secom

A possibilidade de operação noturna com segurança no Aeroporto Regional de Blumenau - Aeroporto Quero-Quero - está perto de se tornar realidade. Na manhã desta segunda-feira, 23, o governador Carlos Moisés anunciou a liberação de R$ 4 milhões para melhorias no terminal aeroportuário.

"A segurança e a possibilidade de voos noturnos é de muita importância para Blumenau e região. Estamos fortalecendo um equipamento que pode ajudar no desenvolvimento e também a consolidar a cidade como referência no transplante de órgãos, já que eles poderão ser trazidos a qualquer hora do dia ou da noite", ressalta Carlos Moisés.

:: VEJA GALERIA DE FOTOS DO AEROPORTO

Os recursos serão repassados ao município via convênio, para que sejam tomadas as providências necessárias para contratação das empresas que vão realizar os serviços.

O balizamento inclui luzes da pista, equipamento "PAPI" (Indicador de Percurso de Aproximação de Precisão) para rampa virtual iluminada, biruta iluminada e gerador. Também estão previstos 1.100 metros de muro e cerca, com 4,60 metros de altura.

Participaram do ato o secretário da Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler; a presidente da Santur, Flavia Didomenico; o presidente da Fesporte, Rui Godinho;  o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Koerich; o prefeito de Blumenau Mário Hildebrandt; o presidente da Associação Empresarial de Blumenau (Acib), Avelino Lombardi; deputados e lideranças locais.

A agenda de trabalho do governador em Blumenau segue ao longo desta segunda-feira, com mais liberações de recursos em outras áreas.

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99605-9196
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC



A Semana Nacional de Trânsito começou nesta quarta-feira, 18 e vai até o dia 25 de setembro, com o tema No trânsito, dê sentido à vida. O foco principal da campanha é sensibilizar a sociedade e valorizar a vida daqueles que estão mais vulneráveis no trânsito: pedestres, ciclistas e motociclistas.

O slogan segue as diretrizes da Organização das Nações Unidas (ONU), instituída pela Década Mundial de Ação pela Segurança no Trânsito – 2011/2020: Seja você a mudança no trânsito, para a redução de 50% dos índices de mortalidade nas vias.

“É um período muito importante para uma necessária reflexão. Temos que evoluir na complexa questão do trânsito, que afeta segmentos distintos como saúde, educação, segurança e economia”, ressalta a diretora do Detran, Sandra Mara Pereira.

O Detran tem se preocupado com a segurança viária e apoiado as iniciativas que visam a educação e a conscientização no trânsito de todo o Estado. Por meio de parcerias com órgãos públicos e privados incentiva o respeito às regras de trânsito, à gentileza, à condução responsável e à preservação da vida. O objetivo do órgão é intensificar as ações educativas a partir do próximo ano.

Este ano, o Detran tem investido na modernização e na melhoria dos serviços oferecidos ao cidadão catarinense. Com o lançamento do Portal Digital, é possível solicitar a CNH Definitiva, a segunda via do documento, a Permissão Internacional para Dirigir.

Informações adicionais para imprensa
Janaina Guliato
Assessoria de Imprensa
Departamento Estadual de Trânsito de SC (Detran)
E-mail: imprensa@detran.sc.gov.br  
Fone: (48) 3664-1733
www.detran.sc.gov.br 

 


Foto: Mauricio Vieira / Secom

O Governo de Santa Catarina e o Consórcio Intermunicipal Catarinense (Cimcatarina) assinaram, no início da tarde desta quarta-feira, 18, o primeiro convênio do Projeto Recuperar para manutenção de rodovias estaduais. O ato foi celebrado pelo governador Carlos Moisés, o chefe da Casa Civil, Douglas Borba, o secretário adjunto da Infraestrutura, Thiago Vieira, o coordenador da Central de Atendimento aos Municípios, Gabriel Loeff, e o prefeito de Luzerna e presidente do Cimcatarina, Moisés Diersmann.

Esse é o maior consórcio intermunicipal que integra o programa em número de municípios e malha rodoviária. São 64 cidades, com 1.651,7 quilômetros de rodovias estaduais e uma população total de 764 mil habitantes. 

"Nós somos muito felizes em assinar o primeiro convênio com o Cimcatarina, tanto pela abrangência quanto pela experiência que eles têm com as compras, já com resultados muito positivos de economia. É um momento de vitória. Uma ideia que nasceu dentro do nosso governo, uma ideia municipalista", afirma Carlos Moisés. "Vamos empoderar as prefeituras para decidir as prioridades e atender melhor os cidadãos", acrescenta.

Mais de R$ 2,5 milhões por mês

Esse primeiro contrato destina R$ 12,8 milhões para o Cimcatarina (referentes a cinco meses de trabalho) apenas para os serviços de manutenção. O valor do investimento do Governo do Estado é superior a R$ 2,5 milhões por mês. Assinado o convênio, o Cimcatarina já poderá receber os recursos para iniciar os trabalhos. 

De acordo com o chefe da Casa Civil, os demais consórcios que aderiram ao Recuperar vão assinar os convênios em breve. "Esse é o modelo que mais vai trazer efetividade na recuperação da malha viária. Esse convênio simboliza muito bem a aproximação do Estado com os municípios. É algo pioneiro no Brasil, que, sem dúvida, vai servir de exemplo para o restante do país", acredita Douglas Borba.

Novo modelo já apresenta resultados

Conforme o prefeito de Luzerna, o modelo de compra adotado pelo Cimcatarina já trouxe resultados. O consórcio já lançou um edital de licitação com valor global de R$ 45 milhões, e alcançou uma economia de R$ 17 milhões. "Conseguimos uma redução de 48% a 50% em relação à tabela do Deinfra no que diz respeito à sinalização e 35% a 37% quanto à recuperação", relata Diersmann. 

Estão contemplados no Cimcatarina todos os membros das associações de municípios do Alto Irani (Amai), Meio Oeste Catarinense (Ammoc), Alto Vale do Rio do Peixe (Amarp), Noroeste Catarinense (Amnoroeste), Planalto Sul de Santa Catarina (Amplasc), além de parte dos municípios da associação do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc) e da Grande Florianópolis (Granfpolis).


Imagem: Sal Santos / Secom

Projeto Recuperar

Já nesta primeira etapa do Projeto Recuperar, estão aptos a firmar convênios com o Governo 11 consórcios, que envolvem 18 associações de municípios. Ou seja, 201 cidades do Estado, com 4,2 mil quilômetros de malha rodoviária, já podem utilizar esse modelo de serviço. O total de investimentos com os 11 consórcios chega a R$ 7,4 milhões mensais. 

Com o Recuperar, o Governo projeta dobrar a aplicação de recursos com o serviço. A partir do ano que vem, a previsão é que o projeto receba R$ 120 milhões por ano, o que representa um crescimento de 124% em relação aos R$ 53,5 milhões aplicados em 2018.

Confira a relação de todos os municípios contemplados neste primeiro convênio:

Abdon Batista
Abelardo Luz
Água Doce
Águas Mornas
Anitápolis
Antônio Carlos
Arroio Trinta
Bom Jesus
Brunópolis
Caçador
Calmon
Campos Novos
Capinzal
Catanduvas
Celso Ramos
Coronel Martins
Entre Rios
Faxinal dos Guedes
Fraiburgo
Galvão
Garuva
Ibiam
Ibicaré
Iomerê
Ipuaçu
Irati
Itapoá
Joaçaba
Jupiá
Lacerdópolis
Lajeado Grande
Lebon Régis
Luzerna
Macieira
Major Gercino
Marema
Matos Costa
Monte Carlo
Nova Trento
Novo Horizonte
Ouro
Ouro Verde
Passos Maia
Pinheiro Preto
Ponte Serrada
Quilombo
Rancho Queimado
Rio das Antas
Rio Negrinho
Salto Veloso
São Bernardino
São Bonifácio
São Domingos
São Francisco do Sul
São Lourenço do Oeste
Tangará
Timbó Grande
Treze Tílias
Vargeão
Vargem
Videira
Xanxerê
Xaxim
Zortéa

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99605-9196
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Patricia Zomer / SIE

O secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE), Carlos Hassler, participou de reunião na Associação Comercial e Industrial de Joinville, na noite desta segunda-feira, 16, para debater a concessão do Aeroporto Lauro Carneiro de Loyola, em Joinville. O encontro contou com a participação do secretário Nacional da Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura, Ronei Glanzmann, que apresentou ações e investimentos em infraestrutura aeroportuária.

A concessão de aeroportos tem como objetivo atrair investimentos para ampliar, aperfeiçoar a infraestrutura aeroportuária brasileira e, consequentemente, promover melhorias no atendimento aos usuários do transporte aéreo no Brasil. Os níveis de qualidade dos serviços determinados para esses aeroportos, baseados em padrões internacionais, estão previstos nos contratos de concessão, que são geridos e fiscalizados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

"Estamos investindo na melhoria da infraestrutura aeroportuária, na aviação regional e, com a abertura do mercado para o capital estrangeiro, teremos a chegada de novas empresas, abrindo novas rotas, aumentando a disponibilidade de voos e contribuindo para a redução dos preços das passagens aéreas”, disse Glanzmann.

As concessões de aeroportos foram iniciadas em 2011 e, até momento, conforme dados da Anac, foram realizadas cinco rodadas, nas quais 22 aeroportos, que representam 57% do tráfego regular no país, foram concedidos à iniciativa privada. A 6ª rodada de concessões dos aeroportos já qualificada pelo Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), tem leilão previsto para o 4º trimestre de 2020 e engloba o Bloco Sul com nove aeroportos, incluindo o de Joinville e de Navegantes. A estimativa inicial de despesa de capital (Capex) para o aeroporto de Joinville é de R$ 193.541.038,83 e para o de Navegantes é de R$ 333.397.328,92.

A principal dúvida dos participantes da reunião foi em relação às garantias de que os investimentos no aeroporto de Joinville serão realizadas quando a concessão for efetivada, uma vez que o Bloco Sul conta com aeroportos com movimentação muito maior, como de Curitiba e Navegantes. "O contrato de concessão corresponde a todo o bloco e qualquer inadimplência implica em penalidade para o bloco", explicou Glanzmann

Para o secretário Hassler, a parceria com a iniciativa privada tem se mostrado eficaz. "A concessão é uma maneira de garantir que os usuários tenham melhores serviços com menor aporte de recurso do Estado", explicou.

Também participaram da reunião o diretor executivo da Secretaria de Governo de Joinville, Jalmei Duarte, o superintendente do Aeroporto de Joinville, Ronei Heidemann, o vice-presidente da ACIJ, Adriano Bornschein, e o executivo da ACIJ, Marcos Krelling.

Mais informações para imprensa:
Patricia Zomer
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-9995-8494
ascom.sie@gmail.com

 

Imagem: Detran/SC

As novas regras para quem pretende tirar a carteira de habilitação ou mudar de categoria passam a valer a partir desta segunda-feira, 16. Dentre as principais mudanças estão a redução do número de aulas práticas, uso facultativo do simulador, inclusão de aula noturna para obtenção da CNH para motocicletas (categoria A) e condições especiais para conduzir ciclomotor. As alterações também englobam os alunos que já começaram o o processo de formação.

As medidas constam na Resolução nº 778/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). O gerente de Habilitação de Condutores do Departamento Estadual de Trânsito de Santa Catarina (Detran/SC), Cristiano Sousa, frisa que essa é uma determinação federal, cabendo ao órgão de trânsito estadual cumprir as determinações legais.

Para a categoria B, há uma redução de 25 horas/aula para 20 horas/aula, sendo pelo menos uma hora no período noturno - antes eram cinco horas no período noturno. Já na categoria A continuam as 20 horas/aula, mas passa a ter a obrigatoriedade de ao menos uma hora/aula no período noturno. Para a adição de categoria A ou B, a quantidade continua sendo de 15 horas/aula, das quais pelo menos uma hora no período noturno.

Na categoria dos ciclomotores - veículos de até 50 cilindradas e que atingem até 50 km/h - a novidade ficou por conta da não exigência de aulas teóricas e práticas nos 12 primeiros meses, sendo exigida a aprovação do candidato nos exames teórico e prático. Em caso de reprovação no exame prático, o candidato deverá passar por cinco horas/aula, sendo ao menos uma no período noturno.

O uso do simulador de direção agora é facultativo. As aulas devem ser realizadas antes das práticas, limitadas a cinco horas/aula.

Informações adicionais para imprensa
Janaina Guliato
Assessoria de Imprensa
Departamento Estadual de Trânsito de SC (Detran)
E-mail: imprensa@detran.sc.gov.br  
Fone: (48) 3664-1733
www.detran.sc.gov.br 

 

Fotos: Mauricio Vieira / Secom

Sonho antigo dos moradores de Nova Veneza, a pavimentação completa da rodovia NVA 353 agora é realidade. Um ato na manhã deste sábado, 14, no salão da igreja da comunidade de Rio Cedro Alto marcou a entrega do último trecho asfaltado, com uma extensão de 5,8 quilômetros. A obra na estrada municipal foi resultado de um convênio firmado entre o Governo de Santa Catarina e a prefeitura. O investimento nesse trecho foi de R$ 2,47 milhões, sendo R$ 2,2 milhões do Estado, com uma contrapartida de R$ 247 mil do município.

Presente no evento, o governador Carlos Moisés destacou a importância do asfalto para o desenvolvimento de pequenas comunidades do interior. Agora a ligação entre Vila Maria e São Bento Alto, em Nova Veneza, está 100% pavimentada, o que ajudará no escoamento da produção agrícola local. “A comunidade se sente honrada por poder se conectar com o Centro da cidade. O asfalto é inclusão e segurança para as pessoas. Nova Veneza agora conta com uma boa malha pavimentada e isso também ajuda a trazer desenvolvimento”, frisou o governador.

O prefeito Rogério Frigo ressaltou o empenho do governo do Estado em concluir a rodovia: “Essa é a maior obra em pavimentação asfáltica da história de Nova Veneza. Foi uma obra difícil. É um sonho que começou lá em 2011 e agora conseguimos entregar. Temos asfalto do Centro até a ultima comunidade do nosso município. Vamos conseguir atrair investimentos, não tenho dúvida”, discursou Frigo.

A NVA 353 tem uma extensão total de 14,2 quilômetros. Ela começou a ser asfaltada em 2014, porém a obra parou pouco mais de um ano depois. O convênio com o Estado foi retomado em 2018 e pavimentação foi concluída no final de julho deste ano. Somando as duas etapas de trabalho, o investimento do governo do Estado chega a R$ 5,68 milhões.

Na mesma solenidade, o Governo do Estado também firmou um compromisso de fornecer kits de transposição para a reconstrução de pontes em duas comunidades de Nova Veneza atingidas por uma enxurrada em janeiro de 2019. Ao todo, os recursos empregados somam R$ 185 mil.

Agenda de entregas no Sul

Em dois dias no Sul do Estado, o governador anunciou investimentos de aproximadamente R$ 40 milhões para a região. Na tarde de sexta-feira, foi autorizado o repasse de R$ 9 milhões para a pavimentação do acesso do centro de Jaguaruna ao aeroporto da cidade. Já durante a noite, em Criciúma, foram liberados R$ 8 milhões para o Centro de Inovação e outros R$ 22,5 milhões para a revitalização da rodovia Jorge Lacerda, o acesso Sul à BR-101.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


Fotos: Mauricio Vieira / Secom

O governador Carlos Moisés autorizou, na noite desta sexta-feira, 13, a licitação para a revitalização da Rodovia Jorge Lacerda, em Criciúma, orçada em R$ 22,5 milhões. Ele ainda garantiu R$ 8 milhões para a construção do Centro de Inovação da cidade. O ato foi realizado na Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc).

Por se tratar de uma demanda prioritária da região, o Governo de Santa Catarina incluiu a rodovia no programa Novos Rumos, um pacote de obras de infraestrutura prioritárias a ser executado com recursos próprios.

:: MAIS IMAGENS NA GALERIA

"Se nós investirmos em infraestrutura, futuramente teremos recursos para investir em saúde, educação e segurança. Estamos vendo os gargalos de cada região e investindo neles, com recursos próprios. É dessa forma que nós enxergamos a gestão pública. Vamos olhar para os 295 municípios de nosso Estado, sem distinção”, discursou Moisés. 

O chefe da Casa Civil, Douglas Borba, acredita que ao escolher as obras prioritárias, o Estado contribui para o impulsionamento regional. “O Governo tem elencado as prioridades de cada região. Estamos investindo em obras que trarão desenvolvimento econômico. Tanto a revitalização da Jorge Lacerda quanto o Centro de Inovação são clamores da população e que darão um retorno certo”

A rodovia faz a ligação sul entre Criciúma e a BR-101, além de ser um importante acesso para Forquilhinha. O trecho a ser recuperado compreende 8,5 quilômetros entre a rodovia federal e a rótula de intersecção com a Rodovia Gabriel Arns.

Esta é a quinta obra do Novos Rumos confirmada. As outras são a conclusão do Contorno Viário Oeste de Chapecó, a duplicação do acesso ao Eixo Industrial de Joinville, a duplicação do trecho estadualizado da BR-280, entre Guaramirim e Jaraguá do Sul, e a revitalização da SC-401, em Florianópolis.

R$ 8 milhões para o Centro de Inovação de Criciúma

A infraestrutura não foi o único setor a receber boas notícias na noite desta sexta-feira. No mesmo ato, o governador também assinou digitalmente a liberação de R$ 8 milhões para a construção do futuro Centro de Inovação de Criciúma. No primeiro semestre, Moisés já havia se comprometido em fazer os repasses. A partir de agora, a Unesc está apta a receber as parcelas para a edificação do Centro, que congregará o setor de tecnologia e inovação da região carbonífera. 

“A gente está atendendo às demandas das próprias comunidades. Quando assumimos, o Centro de Inovação foi elencado como a prioridade número 1 para Criciúma”, disse Carlos Moisés. 

“Os centros de inovação ajudaram a indicar as potencialidades de cada região. Aqui no Sul eu tenho convicção de que isso vai acontecer. A tecnologia é o futuro e essas estruturas têm esse foco muito claro”, ressaltou o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino. 

Na visão da reitora da Unesc, Luciane Ceretta, o Centro de Inovação permitirá mapear todo o potencial tecnológico do Sul, congregando as forças da região:

“A constituição de um Centro de Inovação reúne a possibilidade de potencializar muitas iniciativas que estão postas, mas soltas. Incentivando isso, estas ideias geram receita, renda e melhoram a qualidade de vida das pessoas por meio do desenvolvimento”. 

A expectativa da universidade é que o Centro fique pronto em agosto de 2020. Ele ficará na Rua Araranguá, no Centro da cidade. Após o ato na Unesc, a comitiva do governador participou do jantar beneficente em homenagem aos 15 anos da Associação de Pais e Amigos dos Autistas da Região Carbonífera (AMA- REC). No evento, o governador assinou digitalmente a liberação de R$ 124 mil para a reforma do espaço que hoje abriga os alunos.

“Esse é uma entrega módica, de dinheiro público, fruto do tributo que vocês recolhem, mas que fará a diferença para essa Associação e as pessoas que ela ajuda”, discursou.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br