Foto: Mauricio Vieira / Secom

Depois de anunciar investimentos para as regiões de Caçador, Concórdia e Joaçaba, o governador Carlos Moisés esteve em Ouro nesta sexta-feira, 1º, para atender a uma demanda antiga da comunidade. Ele assinou a ordem de serviço para retomada das obras na SC-467, trecho que liga Ouro a Jaborá. Para conclusão dos serviços de pavimentação nos 33,6 quilômetros da estrada, serão investidos R$ 28,6 milhões de recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). 

:: VEJA GALERIA DE FOTOS 

Com a assinatura da ordem de serviço, a empresa Planaterra, segunda colocada da licitação, assume os trabalhos na rodovia estadual. A medida foi necessária depois da rescisão do contrato neste ano com a Triunfo, por não cumprimento do cronograma. 

O governador reforçou que o investimento em infraestrutura é uma das prioridades dessa gestão, porque reverte em melhorias para todas as áreas, como saúde e educação. “Esse empreendimento vai trazer segurança, comodidade e conforto para os usuários da via. Além de impulsionar o desenvolvimento dessa região, que produz tanto e é muito importante para a arrecadação do estado”, disse. 

O prefeito de Ouro, Neri Luiz Miqueloto, destacou que a pavimentação da rodovia estadual vai ajudar no escoamento da produção da região. “Essa obra é de uma grandeza imensurável, porque somos produtores de proteína animal e vegetal. Com as melhorias, vamos ter aumento da suinocultura, avicultura e produção de leite em Ouro e nas cidades do entorno”, disse. 

As obras de pavimentação da SC-467 começaram em setembro de 2017. Agora a empresa responsável precisa concluir os serviços de terraplenagem e asfaltar a via – dos 33,6 quilômetros, apenas nove estão pavimentados. A empresa já está mobilizada e o início dos trabalhos é imediato. O prazo para conclusão das obras é de um ano. 

“A maior dificuldade foi fazer toda o encaminhamento para conseguir manter o financiamento dentro do prazo estabelecido e da legalidade, depois da desistência da empresa responsável. Agora, os trabalhos recomeçam e, se o tempo ajudar, podemos entregar a obra até antes do prazo previsto”, ressaltou o secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler. 

Também estavam presentes no ato o chefe da Casa Civil, Douglas Borba, os prefeitos Kleber Nora (Jaborá), Nilvo Dorini (Capinzal), Gianfranco Volpato (Ibicaré), Alcides Mantovani (Zorteá), deputados e outras autoridades.

Informações adicionais para imprensa:
Karine Wenzel
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
Fone: (48) 3665-3005 
E-mail: karinew@secom.sc.gov.br 
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC

 
Foto: Ricardo Wolffenbüttel/ Secom

O Governo de Santa Catarina e o Consórcio Lambari assinaram o quarto convênio do Projeto Recuperar em Santa Catarina. O compromisso foi firmado na manhã desta sexta-feira, 1, durante agenda do governador Carlos Moisés em Joaçaba. Pelo acordo, serão repassados R$ 2,7 milhões para manutenção de rodovias de 14 municípios da região. No ato, também foram liberados R$ 250 mil para a reforma da sede do Instituto Médico Legal (IML) de Concórdia.

O Consórcio Lambari, que engloba cidades do Alto Uruguai catarinense, irá receber R$ 554,9 mil mensais, durante cinco meses de trabalho. Assim, será feita a manutenção de 337 quilômetros de estradas estaduais da região. O governador Carlos Moisés destacou a importância dessa parceria entre Estado e municípios.

“Somos um governo municipalista. Queremos ajudar os municípios, pois isso é bom para o Estado. Na área da Infraestrutura, entendemos que o Projeto Recuperar é uma forma de ampliar essa parceria, com o governo repassando os recursos e os consórcios, que englobam as associações de municípios, fazendo a execução”, disse o governador. 

::VEJA GALERIA DE FOTOS

O chefe da Casa Civil, Douglas Borba, ressaltou que a iniciativa busca melhorar a condição rodoviária, já que a maior parte da malha se encontra em estado precário:  “Nosso objetivo é realizar as entregar e facilitar a vida do cidadão que se desloca pelas nossas estradas, carregando as nossas riquezas.”

Este é o quarto convênio assinado com o Projeto Recuperar. O primeiro foi firmado em 18 de setembro entre o Governo de Santa Catarina e o Consórcio Intermunicipal Catarinense (Cincatarina). No dia 3 de outubro, foram oficializados os compromissos com o consórcio da Associação dos Municípios da Região de Laguna (CIM-Amurel) e com o Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Associação de Municípios do Vale do Itajaí (CIM-Amavi).

Aproveitando a agenda do governador Carlos Moisés no Meio-Oeste, foram assinadas novas ordens de serviço do Cincatarina. Os trabalhos de manutenção contemplam a SC-350, em trechos dos municípios de Água Doce, Caçador e Lebon Régis, além da SC-120, em Lebon Régis.

Com o Recuperar, o Governo planeja dobrar a aplicação de recursos com o serviço. A partir do ano que vem, a previsão é que o projeto receba R$ 120 milhões por ano, o que representa um crescimento de 124% em relação aos R$ 53,5 milhões aplicados em 2018.

Investimentos e mais profissionais para o IML de Concórdia

 Foto: Mauricio Vieira/ Secom

Para melhorar a estrutura do IML de Concórdia, o governador Carlos Moisés liberou R$ 250 mil para a reforma do prédio construído na década de 1990. A instituição atende os 14 municípios da região do Alto Uruguai catarinense. Com a medida, o local estará adequado às normas técnicas e também irá oferecer melhores condições para o trabalho de necropsia. A previsão é que as obras comecem em até três meses. 

O governador anunciou ainda que dois peritos criminais irão atuar no Núcleo Regional de Perícias de Concórdia. Eles foram nomeados em outubro deste ano e devem iniciar os trabalhos em Concórdia em meados de dezembro. Atualmente, dois peritos médico-legistas atendem a demanda da região.

Melhor estrutura para delegacias em Concórdia

Durante o evento, o governo autorizou ainda o lançamento de um edital de licitação para locação de um prédio em Concórdia. A estrutura irá abrigar a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) e a Divisão de Investigação Criminal (DIC) do município. A expectativa é que o processo de licitação seja concluído em 60 dias.

Atualmente, essas unidades policiais ocupam um prédio de mais de 40 anos e que necessitaria de ampla reforma, com orçamento inicial de R$ 600 mil. Em paralelo à locação do novo espaço, serão feitas tratativas para viabilizar a construção de um novo prédio para essas delegacias.

Projeto Recuperar

Os 14 municípios contemplados pelo convênio com o Consórcio Lambari são:

Alto Bela Vista
Arabutã
Concórdia
Ipira
Ipumirim
Irani
Itá
Jaborá
Lindóia do Sul
Peritiba
Piratuba
Presidente Castello Branco
Seara
Xavantina

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 

 

 
Governador assinou convênios com liberação de recursos para infraestrutura, segurança pública e defesa civil | Foto: Ricardo Wolffenbütell/Secom

O Governo do Estado anunciou investimentos importantes nesta sexta-feira, 1º de novembro, e quinta-feira, 31 de outubro, para o Meio-Oeste catarinense. Os repasses para melhorias em aeroportos, rodovias, prevenção de desastres e segurança pública somam R$ 65 milhões, entre verbas estaduais e federais. Os atos foram realizados pelo governador Carlos Moisés, que cumpriu agendas na região. 

::: GALERIA DE FOTOS DA AGENDA NO MEIO-OESTE

O primeiro compromisso foi firmado em Luzerna, na noite de quinta, com a liberação de R$ 12 milhões para revitalização de estradas do município e de Joaçaba e Herval d'Oeste. Os recursos do Programa Novos Rumos serão usados para recuperar cerca de 19 quilômetros de asfalto.

“Somos um governo municipalista. Queremos ajudar os municípios e regiões, pois isso é bom para todo o Estado. Estamos atendendo aqui demandas importantes para o Meio-Oeste na infraestrutura de estradas e aeroportos, sem deixar a segurança público para trás, uma das prioridades do governo, assim como investimentos para a Defesa Civil”, afirmou Carlos Moisés.

Fortalecimento da aviação regional 

 
Aeroporto de Joaçaba receberá mais de R$ 16 milhões em investimentos | Foto: Ricardo Wolffenbütell/Secom

Com o objetivo de estimular a aviação regional para conectar o Meio-Oeste com as demais regiões do estado e do país, o Governo do Estado e o Governo Federal estão investindo aproximadamente R$ 18,8 milhões em melhorias nos aeroportos de Joaçaba e Caçador. Os atos para a formalização dos repasses ocorreram em uma solenidade na manhã desta sexta-feira, 1º, no Aeroporto Santa Terezinha, em Joaçaba.

O Santa Terezinha receberá R$ 16,3 milhões para melhorias e ampliação da pista. O valor tem origem federal e foi obtido por meio de uma emenda do senador Jorginho Mello na época em que ocupava o cargo de deputado federal. No caso do Aeroporto Regional de Caçador Doutor Carlos Alberto da Costas Neves, o investimento é estadual, em um total de R$ 2,5 milhões. 

Para o governador Carlos Moisés, existe uma necessidade de se fortalecer a malha aérea regional, o que será facilitado com as melhorias nos dois aeródromos. Ele lembrou ainda a tributação especial que foi concedida no começo do ano com o objetivo de atrair mais voos para o Estado. 

“O mundo hoje está cada vez mais conectado. Isso precisa ocorrer também com os transportes, inclusive o aéreo. O governo está buscando parceria com as empresas para trazer mais voos e fomentar a aviação regional”, afirmou o governador. 

Infraestrutura e Segurança Pública 

 
IML de Concórdia será reformado | Foto: Maurício Vieira/Secom

O Governo de Santa Catarina e o Consórcio Lambari assinaram o quarto convênio do Projeto Recuperar. O compromisso foi firmado também na manhã desta sexta-feira, 1º, durante agenda do governador em Joaçaba. Com o convênio, serão repassados, no total, R$ 2,7 milhões para manutenção de rodovias de 14 municípios da região. No ato, também foram liberadas verbas para a sede do Instituto Médico Legal (IML) de Concórdia e anuciadas novidades para a Polícia Civil. 

O Consórcio Lambari, que engloba as cidades do Alto Uruguai catarinense, irá receber R$ 554,9 mil mensais, durante cinco meses de trabalho. Assim, será feita a manutenção de 337 quilômetros de estradas estaduais. Carlos Moisés destacou a importância da parceria do governo com os municípios: 

“Na área da Infraestrutura, entendemos que o Projeto Recuperar é uma forma de ampliar a parceria entre Estado e cidades, com o governo repassando os recursos e os consórcios, que englobam as associações de municípios, fazendo a execução.”

Para melhorar a estrutura do Instituto Médico Legal de Concórdia, o governo liberou R$ 250 mil para a reforma do prédio construído na década de 1990. O IML da região atende os 14 municípios da região do Alto Uruguai catarinense. Com a medida, o local estará adequado às normas técnicas e também irá oferecer melhores condições para o trabalho de necropsia. A previsão é que as obras comecem em até três meses.  

O governador anunciou ainda que dois peritos criminais irão atuar no Núcleo Regional de Perícias de Concórdia. Eles foram nomeados em outubro deste ano e devem iniciar os trabalhos no local em meados de dezembro. Atualmente, dois peritos médico-legistas atendem a demanda da região.

Melhor estrutura para delegacias em Concórdia

Durante o evento, o governo autorizou ainda o lançamento de um edital de licitação para locação de um prédio em Concórdia. A estrutura irá abrigar a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) e a Divisão de Investigação Criminal (DIC) do município. A expectativa é que o processo seja concluído em 60 dias. 

Atualmente, essas unidades policiais ocupam um prédio de mais de 40 anos e que necessitaria de ampla reforma, com orçamento inicial de R$ 600 mil. Em paralelo à locação do novo espaço, serão feitas tratativas para viabilizar a construção de um novo prédio para essas delegacias. 

Dinheiro para Defesa Civil

 e
Foto: Ricardo Wolffenbütell/Secom

Ainda em Joaçaba, um repasse de R$ 2,5 milhões por parte da Defesa Civil para os municípios de Itapiranga, Videira, Herval d’Oeste, Joaçaba, Lages e Otacílio Costa foi firmado. Trata-se da apresentação e entrega das cartas de inundação e de um sistema para previsão de eventos meteorológicos críticos. Segundo o governador, o valor vai ajudar em políticas de prevenção por parte das administrações municipais:

“Além disso, esses estudos também beneficiam no planejamento urbano dessas cidades. A liberação de um loteamento ou a instalação de parques industriais, por exemplo. Isso facilita a vida da engenharia, trazendo segurança e um desenvolvimento mais sustentável”. 

Ainda na área da Defesa Civil, ocorreu a liberação de um kit para transposição de obstáculos na Linha do Bugre, no município de Caçador, com investimento estadual de R$ 57 mil.

Ato final em Ouro - SC-467

 
Foto: Maurício Vieira/Secom

Depois de anunciar investimentos para as regiões de Caçador, Concórdia e Joaçaba, o governador Carlos Moisés finalizou a extensa agenda de trabalho em Ouro para atender a uma demanda antiga da comunidade. Ele assinou a ordem de serviço para retomada das obras na SC-467, trecho que liga o município a Jaborá. Para conclusão dos serviços de pavimentação nos 33,6 quilômetros da estrada, serão investidos R$ 28,6 milhões de recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). 

Com a assinatura da ordem de serviço, a empresa Planaterra, segunda colocada da licitação, assume os trabalhos na rodovia estadual. A medida foi necessária depois da rescisão do contrato neste ano com a Triunfo, por não cumprimento do cronograma. 

O governador reforçou que o investimento em infraestrutura é uma das prioridades dessa gestão, porque reverte em melhorias para todas as áreas, como saúde e educação.  “Esse empreendimento vai trazer segurança, comodidade e conforto para os usuários da via. Além de impulsionar o desenvolvimento dessa região, que produz tanto e é muito importante para a arrecadação do Estado”, disse. 

As obras de pavimentação da SC-467 começaram em setembro de 2017. Agora a companhia responsável precisa concluir os serviços de terraplenagem e asfaltar a via – dos 33,6 quilômetros, apenas nove estão pavimentados. A empresa já está mobilizada e o início dos trabalhos é imediato. O prazo para conclusão das obras é de um ano. 

“A maior dificuldade foi fazer toda o encaminhamento para conseguir manter o financiamento, dentro do prazo estabelecido e da legalidade, depois da desistência da empresa responsável. Agora, os trabalhos recomeçam e, se o tempo ajudar, podemos entregar a obra até antes do prazo previsto”, ressaltou o secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler.

 
Foto: Maurício Vieira/Secom

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 

 
Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom

A região de Joaçaba receberá R$ 12 milhões para a revitalização de três importantes acessos rodoviários. Os recursos, que fazem parte do Programa Novos Rumos, serão utilizados na SC-453, entre Joaçaba e Luzerna, na Avenida Santa Teresinha, que dá acesso à BR-282, e na via Egídio Pozzobon, em Herval d’Oeste. Ao todos, serão recuperados aproximadamente 19 quilômetros de asfalto. 

::: MAIS IMAGENS NA GALERIA DE FOTOS

O dinheiro será repassado por meio de um convênio com o Consórcio CinCatarina, que realizará a licitação das obras. O ato que oficializou o repasse da verba ocorreu na noite desta quinta-feira, 31, na cidade de Luzerna, com a presença do governador Carlos Moisés. 

“Essa obra era um consenso aqui na região pela sua importância. Estamos conseguindo fazer investimentos com recursos próprios porque reduzimos o tamanho da máquina pública. É um investimento que vai ajudar no desenvolvimento de toda essa região”, afirmou o governador. 


Foto: Maurício Vieira/Secom

Para o prefeito de Luzerna e presidente do Consórcio CinCatarina, Moisés Diersmann, a expectativa é que as obras comecem no primeiro semestre de 2020. “Essa parceria entre o Governo e os consórcios é muito importante e ajuda a trazer economia aos cofres públicos. A revitalização desses acessos é uma demanda antiga e que finalmente está sendo atendida”, reiterou. 

O secretário de Estado da Infraestrutura, Carlos Hassler, destacou que os financiamentos são importante para grandes obras, porém o investimento com recurso próprio garante um retorno mais imediato para o desenvolvimento econômico de Santa Catarina: "A importância de ser repasse com verba do Estado para infraestrutura é que, ao fim do investimento, você recolhe o retorno do desenvolvimento econômico". 

Também participaram da solenidade o chefe da Casa Civil, Douglas Borba, o chefe da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Júnior, o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Koerich, o deputado estadual Altair Silva, o deputado federal Fábio Schiochet, o prefeito de Joaçaba, Dioclesio Ragnini, e o prefeito em exercício de Herval d’Oeste, Mauro Martini, entre outras autoridades.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 

 
Foto: Arquivo/Secom

A empresa Teixeira Duarte foi a vencedora do processo licitatório para a execução das obras preventivas na Serra do Rio do Rastro (SC-390). A abertura das propostas de preço e documentação da licitação ocorreu nesta quarta-feira, 30, na sede da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE), em Florianópolis. A companhia será responsável por executar tanto o projeto quanto a obra, com valor orçado em R$ 19.048.771,00.

"Após um grande esforço para a elaboração de uma documentação bastante técnica e detalhada, estamos chegando ao fim do processo administrativo que nos permitirá dar início a execução dos serviços", exaltou o secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler.

O plano de trabalho prevê a intervenção ao longo da rodovia SC-390, contemplando 25 pontos em taludes, podendo variar o material, dependendo do local. Além dessas ações estruturantes, será feita a retirada de blocos rochosos e outros materiais que estão soltos e depositados sobre os taludes.

Os 25 pontos de intervenção estão dentro do perímetro territorial dos municípios de Orleans, Lauro Müller e Bom Jardim da Serra. Após o resultado, o processo seguirá os trâmites administrativos para homologação, a assinatura do contrato e ordem de serviço.

Mais informações para imprensa:
Patricia Zomer
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-9995-8494
ascom.sie@gmail.com

 
Foto Mauricio Vieira/Secom

A Ordem de Serviço para a retomada das obras de duplicação do trecho estadualizado da BR-280, entre Guaramirim e Jaraguá do Sul, no Norte de Santa Catarina, foi assinada nesta quarta-feira, 30. O ato ocorreu no gabinete da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE), em Florianópolis, com a presença do secretário Carlos Hassler. A iniciativa faz parte do programa Novos Rumos, um pacote de intervenções estratégicas do Governo do Estado para melhorar a infraestrutura catarinense. 

“O governo mais uma vez prova que tem feito seu papel, novamente com recursos próprios, resultado de economias e esforço em tornar a gestão mais eficiente. Há um direcionamento nosso para investir justamente nas obras que vão ter impacto maior para o desenvolvimento das regiões, como é o caso da BR-280”, afirmou o governador Carlos Moisés.

O trabalho será retomado com drenagem e terraplenagem no entrocamento da BR-280 com a SC-108, em Guaramirim. A Empresa já está mobilizada e deve iniciar os serviços na próxima semana. “Esta é uma obra muito importante para o desenvolvimento econômico do Estado. Ela estava paralisada e graças aos esforços do governo conseguimos dar a ordem de reinício” declarou Hassler. 

A obra compreende a duplicação de 8,9 quilômetros da rodovia. O contrato prevê adequação, duplicação, melhoramentos e restauração da pista existente e obras de arte especiais no trecho entre a rodovias SC-108 (que vai para Joinville) e a Ponte do Portal, sobre o Rio Itapocuzinho, no limite entre Guaramirim e Jaraguá do Sul. 

Com investimento de R$ 103 milhões, a duplicação do trecho estadualizado da BR-280 faz parte do programa Novos Rumos. Para este ano, já foram liberados R$ 4 milhões, sendo R$ 3,7 milhões para a empresa Infrasul, responsável pela obra, e R$ 300 mil para a Azimute, que fará a supervisão dos serviços.

Esta foi uma das seis obras do Novos Rumos anunciadas. As outras são a conclusão do Contorno Viário Oeste de Chapecó, a revitalização da SC-401, em Florianópolis, a duplicação do acesso ao Eixo Industrial de Joinville, a restauração da rodovia Jorge Lacerda, em Criciúma, e a construção do Centro de Convenções de Blumenau.

 
Assinatura foi feita após reunião na Secretaria, nesta quarta | Vanessa Pires/SIE


Mais informações para imprensa:
Patricia Zomer
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-9995-8494
ascom.sie@gmail.com



 


Foto: Mauricio Vieira / Secom

A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) informa que, entre os dias 28 e 31 de outubro, o trânsito no Túnel Antonieta de Barros sofrerá alterações no período da noite. As faixas de rolamento nos dois sentidos serão interditadas, alternadamente, para realização de serviços de manutenção preventiva e corretiva do sistema de iluminação.

No sentido Bairro-Centro, o fechamento da faixa da direita ocorrerá no dia 28, e a da esquerda, no dia 29. No sentido Centro-Bairro, a interrupção da pista da direita ocorrerá no dia 30, enquanto a da esquerda será no dia 31. Os trabalhos serão realizados das 22h às 5h para não atrapalhar o trânsito na região.

>> MAIS FOTOS NA GALERIA

Mais informações para imprensa:
Patricia Zomer
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-9995-8494
ascom.sie@gmail.com


Foto: Vânio Demétrio/ Aresc 

A Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc) fiscaliza o transporte de passageiros à Oktoberfest, em Blumenau. As operações, que ocorrem nos fins de semana, têm como objetivo identificar as condições do translado e combater a atividade irregular. As duas equipes começaram os trabalhos no dia 11 de outubro e atuam na chegada aos pavilhões e também no desembarque do Aeroporto de Navegantes.

Durante as abordagens, os agentes verificaram a documentação necessária para a execução do serviço, condições de conforto e segurança do veículo, além de atender e orientar os usuários e empresas de transporte.  A operação de fiscalização continua nos próximos fins de semana da Oktoberfest.

 “É de grande importância a fiscalização no transporte intermunicipal para poder garantir a legalidade da execução do serviço de transporte de passageiros e a tranquilidade e segurança dos usuários. Destaco o número expressivo de pessoas que utilizam o transporte aéreo para chegar ao estado e que dependem de transporte complementar para chegar ao destino. Em tempo de Oktoberfest, é muito expressivo o número de turistas que desembarcam no Aeroporto de Navegantes e utilizam o serviço de ônibus e vans para chegar a Blumenau”, reforça o gerente de Fiscalização de Transporte da Aresc, Nilton de Sá.

Mais informações para imprensa:
Flávia Farias Grechi
Assessoria de Comunicação
Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc)
E-mail: comunicacao@aresc.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-9013 / 99127-1839
www.aresc.sc.gov.br

 
Arte: Ascom/Detran-SC

Com o objetivo de evitar fraudes, o processo de emissão Carteira Nacional de Habilitação (CNH) passa a ter mais uma etapa: a validação facial. Após coleta da fotografia e da biometria, as informações são enviadas automaticamente para o sistema nacional do Denatran e comparadas com as imagens anteriormente recolhidas do usuário, dificultando a emissão de um documento com a foto de um estelionatário e os dados de uma vítima. Santa Catarina é o quinto estado do país a utilizar a tecnologia.

Na prática, cabe ao Detran/SC, antes da emissão do documento, fazer a coleta e a checagem biométrica no banco de imagens do Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach). Após a tentativa de validação dos dados, quando o índice de similaridade é maior ou igual a 90%, o documento é automaticamente enviado para emissão por parte do Detran. Caso não atinja o nível mínimo, a comparação visual será feita manualmente pela Gerência de Habilitação do Departamento. O procedimento é usado na identificação de condutores em processo de renovação da CNH, de mudança ou adição de categoria. 

“Santa Catarina já possui um índice de fraudes próximo de zero, com essa implementação não existirá mais essa possibilidade. Quando for implantado em todo o país, o sistema estará interligado e não terá mais a possibilidade de fraudes”, ressaltou o gerente de habilitação do Detran/SC, Cristiano Sousa.

Além de garantir mais segurança aos motoristas, a nova fase de validação também traz economia para os Detrans, uma vez que o procedimento é centralizado. 

No estado, o Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (Ciasc) é o responsável por fazer a ponte entre o órgão de trânsito estadual e o nacional.

Processo de emissão

1 - Primeiro é realizada a coleta biométrica e envio das imagens (foto, assinatura digitalizada e digitais) antes da autorização para emissão
2 - Depois é feita a validação biométrica da fotografia, quando existir uma emissão anterior que possua foto no banco de imagens do Renach
2.1 - Caso o índice de similaridade entre as imagens fique abaixo do aceitável (menor ou igual a 90%), a imagem é reprovada, o que demanda a checagem “manual” por um usuário do Detran por meio do Renach Web, que poderá aprovar ou reprovar a imagem coletada
2.2 - Caso a imagem seja aprovada na validação automática, ou por um usuário do Detran no Renach Web, o processo pode prosseguir para que seja realizada a autorização de emissão
3 - O Detran detentor do prontuário do condutor envia a autorização de emissão
4 - Por fim, a gráfica credenciada realiza a impressão da CNH

Informações adicionais para imprensa
Janaina Guliato
Assessoria de Imprensa
Departamento Estadual de Trânsito de SC (Detran)
E-mail: imprensa@detran.sc.gov.br  
Fone: (48) 3664-1733
www.detran.sc.gov.br 


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

Os serviços nas pistas de rolagem da ponte Colombo Machado Salles serão reiniciados a partir desta terça-feira, 15, com a recuperação das juntas de dilatação da estrutura. O trabalho será realizado à noite, das 23h às 5h, e será necessário interditar parcialmente as pistas da ponte que faz a ligação da Ilha de Santa Catarina em direção ao continente. A previsão é que o serviço dure, aproximadamente, 50 dias.

Na terça-feira, o trabalho será realizado na última junta de dilatação (no sentido Centro – Bairro) e duas pistas serão interditadas simultaneamente para execução do serviço. O trânsito será desviado a partir da metade da ponte Colombo Salles.

Os serviços fazem parte do cronograma das obras de recuperação e manutenção das pontes Colombo Salles e Pedro Ivo Campos.

Mais informações para imprensa:
Patricia Zomer
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-9995-8494
ascom.sie@gmail.com