Compartilhe


Fotos: Divulgação / Polícia Civil

A Polícia Civil realiza nesta quinta-feira, 5, a Operação Marias em Santa Catarina. A ação tem como objetivo o cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão de autores de crimes cometidos com o emprego de violência doméstica e familiar contra a mulher. Também estão sendo fiscalizadas medidas protetivas de urgência concedidas a estas vítimas pela Justiça.

Pela manhã, dados parciais indicavam que ao menos cinco pessoas haviam sido presas, sendo uma delas em flagrante, em Palhoça, por descumprimento de medida protetiva. Estão sendo realizadas ações em 11 cidades catarinenses. A operação é idealizada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícia (CONCPC), tem o apoio do Ministério da Justiça e ocorre em vários Estados do país.


Coletiva de imprensa

“Estamos intensificando todos os dias e agindo na proteção da mulher. A Polícia Civil e a Segurança Pública de Santa Catarina não admitem que a mulher seja vítima de agressões e precisam ser respeitadas”, assinala o presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial e Delegado Geral da Polícia Civil em SC, Paulo Koerich.

As autoridades reforçaram o papel das vítimas em denunciar este tipo de crime à polícia e também os descumprimentos das ordens judiciais pelos agressores. “Decretada a medida protetiva, que as mulheres informem à Polícia Civil qualquer descumprimento ou ação que seja praticada contra quem aquela medida foi decretada para que nós possamos mais uma vez entrar em cena e preservar a sua vida”, observou o presidente do Colegiado.

Informações adicionais para imprensa:
Diogo Vargas
Assessoria de Comunicação
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8708 / (48) 99119-8960
Site: www.pc.sc.gov.br