Imagem: Divulgação/PMSC

Neste mês de setembro, a Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) está realizando a campanha de arrecadação de brinquedos que serão destinados a instituições de proteção à infância. A ação social vai até o dia 9 de outubro.

Os donativos podem ser entregues em todas as unidades da instituição. Vale destacar que os materiais doados podem ser novos ou usados (em bom estado), devendo estar higienizados, conforme medida de prevenção ao novo coronavírus.

Mais do que cumprir sua missão na Segurança Pública, a PMSC se importa com o futuro da sociedade, seja preservando a ordem em todo o território catarinense, seja levando alegria as crianças pelo Estado.

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Imprensa
Marcelo Passamai
Polícia Militar de Santa Catarina - PMSC
E-mail: ccschefia@pm.sc.gov.br e ccssubchefia@pm.sc.gov.br
Fone: (48) 3229-6920/3229-6921
Site: www.pm.sc.gov.br 


Foto: Divulgação/PCSC

A Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC) finalizou a contagem do dinheiro apreendido na Operação “Lado A”, deflagrada nesta quinta-feira, 10. Ao total, foram apreendidos valores em espécie de R$ 3.136.031,00 (três milhões, centro e trinta e seis reais e trinta e um centavos), incluindo na soma os dólares apreendidos e já convertidos.

>>> Operação da Polícia Civil apreende 71 quilos de cocaína e prende sete pessoas na Grande Florianópolis

A ação foi realizada pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE/DEIC) após quatro meses de investigações. Além do dinheiro, que estava em um casa em Palhoça e em um fundo falso de uma Caminhonete apreendida em Biguaçu, a operação da Polícia Civil apreendeu 71 quilos de cocaína, veículos e efetuou sete prisões.

Informações adicionais para imprensa:
Diogo Vargas
Assessoria de Comunicação
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8708 / (48) 99119-8960
Site: www.pc.sc.gov.br 

 

 


Foto: Divulgação / PCSC

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), desencadeou na manhã desta quinta-feira, 10, a Operação Lado A para cumprir 13 mandados de busca e apreensão em Florianópolis, São José, Palhoça e Santo Amaro da Imperatriz.

A investigação iniciada nos primeiros meses de 2020 busca apurar a atuação de diversas pessoas na distribuição de drogas em toda a região da Grande Florianópolis, principalmente de cocaína. Sete pessoas foram presas em flagrante (4 em Palhoça, 2 em São José e 1 em Santo Amaro da Imperatriz). Os crimes investigados são de tráfico de drogas e associação para o tráfico, tendo sido as ordens judiciais expedidas pela Vara Metropolitana do Crime Organizado.

Foram apreendidos 71 quilos de cocaína, maconha, grande volume de valores em espécie ainda em contagem, 6 veículos, balança, telefones celulares e documentos com contabilidade do tráfico de drogas.

Apoiaram a operação da Deic equipes da DPCo e da DIC de Palhoça, da DPCo de Santo Amaro da Imperatriz, do 4° BPM, canil da Guarda Municipal de Florianópolis e canil da SAP.

Investigação

“Esta foi uma investigação literalmente artesanal. A equipe monitorou os alvos, os locais, a distribuição da droga, a contabilidade da droga, que culminaram com a expedição de 13 mandados cumpridos hoje, com a apreensão de 71 quilos de cocaína, dinheiro, veículos e sete prisões”, destacou o delegado Cláudio Monteiro.

Informações adicionais para imprensa:
Diogo Vargas
Assessoria de Comunicação
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8708 / (48) 99119-8960
Site: www.pc.sc.gov.br 


Foto: Divulgação / SSP

A Secretaria de Estado da Segurança Pública firmou na tarde desta quarta-feira, 9, um acordo de cooperação com Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) que irá possibilitar o intercâmbio de dados e inteligência.

O acordo era muito esperado tanto pelas instituições de Segurança Pública (Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina) quanto pelo Ministério Público. A partir de agora, SSP e MPSC terão acessos aos sistemas de inteligência um do outro melhorando a política de segurança no estado e a troca de informações.

“O convênio traz o amadurecimento das instituições e a troca de informações com um único objetivo: bem servir o cidadão catarinense e a melhoria do serviço de segurança pública do nosso Estado”, afirmou o presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial, delegado-geral Paulo Koerich.

Para o procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina, Fernando da Silva Comin, com esta troca de informações de ambos os sistemas, o MPSC terá acesso ao SISP (Sistema Integrado de Segurança Pública) e as instituições de segurança terão acesso ao sistema do MPSC.

“Acima de tudo o acordo representa a maturidade destas instituições no enfrentamento à criminalidade”, afirmou.

Informações adicionais para imprensa:
Aline Rebequi Cavallazzi
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Segurança Pública de SC (SSP/SC)
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-8183/ 999912590
Site: www.ssp.sc.gov.br


Foto: Divulgação / Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia de Polícia do Continente, em Florianópolis, identificaram e prenderam em flagrante dois receptadores de fios furtados da Ponte Hercílio Luz. As prisões aconteceram na terça-feira, 08, nas comunidades conhecidas como “Maloca” e “Morro da Caixa”. O suspeito dos furtos também foi identificado e será indiciado no curso do inquérito policial.

“Agora o setor de investigação trabalha para identificar outros envolvidos na ação criminosa”, explica o delegado Paulo Augusto Hakim.

O inquérito policial instaurado para apurar os furtos ocorridos na ponte indica que, em quatro dias distintos, foram subtraídos cerca de mil metros de cabos.

Após as diligências realizadas na terça-feira, foram localizados e apreendidos aproximadamente 100 metros de fiação, que foram restituídos ao representante legal da ponte.

Sobre os furtos e andamento da obra

Os condutores elétricos estão sendo instalados para a iluminação da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis. A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) informa que os furtos dos cabos de cobre ocorreram na subestação continental da ponte e ao longo da estrutura, na altura da pista. Trechos da tubulação foram abertos e os cabos cortados.

Como não é possível realizar emenda ao longo dos circuitos principais, será necessário passar o cabeamento por todo o trecho novamente, o que pode gerar um impacto na obra e possível atraso na conclusão, uma vez que, por conta da pandemia da Covid-19, os fornecedores estão limitando as demandas e solicitando prazos mais longos para entrega.

Informações adicionais para imprensa:
Diogo Vargas
Assessoria de Comunicação
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8708 / (48) 99119-8960
Site: www.pc.sc.gov.br 


Foto: Divulgação/PMSC

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), por meio do Comando de Policiamento Rodoviário (CPMR), dará início a partir das 18 horas desta sexta-feira, 4, à Operação Independência. A iniciativa busca proporcionar conforto, fluidez e segurança aos usuários das rodovias estaduais catarinenses, durante o fim de semana prolongado por conta do feriado do Dia da Independência. A ação seguirá até as oito horas do dia oito de setembro, em todo o Estado.

Com a suspensão dos tradicionais desfiles cívicos, o Comando de Policiamento Rodoviário informa que concentrará esforços no patrulhamento das 89 rodovias estaduais, que perfazem uma malha viária de aproximadamente 4.000 quilômetros. O CPMR desenvolverá uma política de conscientização dos usuários, no sentido de prevenir, ao máximo, a ocorrência de acidentes de trânsito, bem como possíveis infrações. Também recomenda aos motoristas que não dirijam após ingerir bebidas alcoólicas, utilizem o cinto de segurança, respeitem os limites de velocidade, bem como as regras gerais de circulação de trânsito.

Estatísticas demonstram que o número de acidentes aumenta nos períodos de feriados prolongados, muitos deles motivados pela falta de atenção, pelo aumento do volume de tráfego e, principalmente, pelo descumprimento da regulamentação de trânsito por parte dos usuários que trafegam nas rodovias.

Na Operação independência do ano de 2018 (não houve feriado prolongado em 2019) aconteceram 72 acidentes, sendo 32 acidentes com vítimas e 40 acidentes sem vítimas, envolvendo 125 veículos e causando ferimentos em 58 pessoas. Não houve registro de morte no período da operação.

Confira as recomendações para quem vai viajar

- Verifique as condições do seu veículo, tais como parte mecânica, freios, sistema de iluminação e pneus

- Regularize seus documentos de porte obrigatório, evitando situações desagradáveis no seu passeio

- Motorista e passageiros devem utilizar o cinto de segurança

- É obrigatório o uso do farol baixo, mesmo durante o dia, em todas as rodovias

- Só ultrapasse em locais permitidos e com segurança

- Mantenha a velocidade regulamentar para a via

- Se consumir bebidas alcoólicas, não dirija

- Lembre que gentileza gera gentileza, seja paciente e cortês no trânsito

Cuidado nas rodovias mais movimentadas

As principais rodovias que merecem maior atenção por parte dos motoristas, por conta da intensa movimentação de pedestres e ciclistas e pelo volume maior de veículos são:

SC - 401, 402, 403, 404, 405 e 406 (Florianópolis),

SC - 486 (BR-101/Brusque),

SC - 370 (Tubarão/Gravatal/Braço do Norte),

SC - 283 (Concórdia/Itapiranga),

SC - 412 (BR-101/Gaspar),

SC - 150 (BR 282/Piratuba),

SC - 415 (BR-280/São Francisco/Balneário da Enseada),

SC - 418 (BR-101/São Bento do Sul/),

SC - 108 (Blumenau/BR 280 e Brusque/Gaspar),

SC - 410 (Tijucas/Nova Trento),

SC - 350 (Alfredo Wagner/Rio do Sul) e

SC - 445 (Criciúma/ BR-101/Praia do Rincão).

O Comando de Policiamento Rodoviário informa que, em caso de emergência nas rodovias, o cidadão deve entrar em contato pelo número 198, que liga o usuário ao posto mais próximo da Polícia Militar Rodoviária. O contato também pode ser efetuado pelo número 190.

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Imprensa
Marcelo Passamai
Polícia Militar de Santa Catarina - PMSC
E-mail: ccschefia@pm.sc.gov.br e ccssubchefia@pm.sc.gov.br
Fone: (48) 3229-6920/3229-6921
Site: www.pm.sc.gov.br 


Foto: Divulgação/PCSC

Santa Catarina passa a contar com o Programa de Atenção às Vítimas de Estupro, instituído pela Lei 17.995, sancionada pelo governador Carlos Moisés e publicada no Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira, 3. A medida visa dar apoio às vítimas e identificar provas periciais que caracterizam o estupro praticado, subsidiando o processo criminal com laudo técnico. 

O programa será implantado nas unidades de polícia do Estado, inclusive nas Delegacias de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso de Santa Catarina e o IML, em ação conjunta com os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), os Centros de Assistência Especializados de Assistência Social (CREAS) e Centros de Referência de Atendimento à Mulher do Estado de Santa Catarina. 

O trabalho será realizado por profissionais peritos capacitados tecnicamente do quadro do funcionalismo público e deverá fortalecer o combate à impunidade dos criminosos. Para dar início aos procedimentos periciais, o servidor terá que colher o testemunho da vítima e as informações na unidade de saúde que realizou o primeiro atendimento. 

Em todas as etapas, deverão ser observados os princípios de respeito da dignidade da pessoa, sigilo, privacidade e que não haja discriminação alguma por parte do profissional. No caso de violência contra menores, deverão ser observadas diretrizes elencadas no Estatuto da Criança e do Adolescente. Dois parágrafos do texto foram vetados por  “inconstitucionalidade material por ofensa ao direito das crianças e dos adolescentes ao acesso à justiça”, podendo provocar o retardamento ou prejuízo da diligência e comprometendo o direito de acesso urgente ao atendimento.

O Projeto de Lei é da deputada estadual Ada Faraco De Luca. 

Informações adicionais à imprensa
Márcia Callegaro
Assessoria de Comunicação
Casa Civil
E-mail: comunicacao@casacivil.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2104 / 98842-8479
Site: www.scc.sc.gov.br
www.fb.com/casacivilsc / @CasaCivilSC

 


Foto: Divulgação / Polícia Civil

Policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC) desencadearam na manhã desta terça-feira, 01, a Operação “Resgate Frustrado” em Joinville. A ação cumpre 30 mandados judiciais expedidos pela Justiça, sendo 10 mandados de prisão preventiva e 20 mandados de busca e apreensão contra integrantes de uma associação criminosa especializada em roubo e furto de veículos.

Foram presas 11 pessoas, sendo 10 em decorrência das ordens de prisão e uma em flagrante por tráfico de drogas. De acordo com o delegado Murilo Batalha, a quadrilha atuava em Joinville e no litoral catarinense. A investigação começou em fevereiro pela DIC, quando foram identificados integrantes da associação criminosa.

Foram apreendidos veículos, rádios comunicadores, drogas, balança e dinheiro. Ao longo das investigações foram recuperados 18 automóveis que haviam sido roubados ou furtados. O nome “Resgate Frustrado” se dá pelo fato de que os criminosos extorquiam as vítimas para que dessem alguma quantia para a devolução dos veículos furtados ou roubados.

Informações adicionais para imprensa:
Diogo Vargas
Assessoria de Comunicação
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8708 / (48) 99119-8960
Site: www.pc.sc.gov.br 


Imagem: Divulgação/PCSC

Com a situação da pandemia e a necessidade de isolamento social, criminosos estão se adaptando e criando cada vez mais formas de atacar e explorar vulnerabilidades de pessoas, empresas e autoridades. Com isso, a importância da necessidade de cuidados e configurações de privacidade no uso de redes sociais e aplicativos de mensagens.

Em Santa Catarina, foram detectados golpes envolvendo a criação de perfis falsos em redes sociais e aplicativos de mensagens. Esses golpes, que utilizam de engenharia social e obtenção de informações em fontes abertas, costumam ser direcionados para pessoas e empresas que disponibilizam principalmente dados de contato sem qualquer restrição em redes sociais.

Para mitigar esse tipo de ataque, algumas dicas de segurança (confira abaixo) foram feitas pela Polícia Civil e o Núcleo de Inteligência e Segurança Institucional (NIS) do Tribunal de Justiça de SC. Denúncias podem ser feitas ao 181 ou WhatsApp (48-98844-0011).

Dicas de segurança

  • • Configuração da verificação em duas etapas nos aplicativos de mensagens e redes sociais. (Para evitar perder o acesso caso sofra uma tentativa de invasão)
  • • Ajustar seu aplicativo de mensagens para não mostrar sua foto de perfil para quem não estiver salvo em sua lista de contatos
  • • Configurar seu perfil na rede social (ex. facebook, instagram) para ocultar dados de contato. (e-mails, telefone celular)
  • • Nunca repasse para terceiros senhas e códigos recebidos

Informações adicionais para imprensa:
Diogo Vargas
Assessoria de Comunicação
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8708 / (48) 99119-8960
Site: www.pc.sc.gov.br 


Foto: Divulgação / PCSC

A Delegacia de Defraudações da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) deflagrou nesta sexta-feira, 28, a uma operação de combate à falsificação e à comercialização de suplementos alimentares falsificados. A ação está ocorrendo nas cidades catarinenses de Florianópolis, Itajaí e Camboriú, contando também com alvos nos Estados do Paraná e de São Paulo.

Estão sendo cumpridos nove mandados de busca e apreensão em estabelecimentos do ramo com o objetivo de retirar de circulação mercadorias falsificadas, coletar elementos probatórios e desarticular a rede de comércio clandestino de produtos “piratas”.

Alerta

“É importante ressaltar que além desta prática fomentar uma rede ilegal de comércio, referidos produtos podem causar malefícios à saúde dos consumidores, tendo em vista que os produtos falsos são produzidos sem qualquer controle de qualidade na produção ou nos ingredientes utilizados”, afirma o delegado Rodrigo Bortolini.

Na operação, coordenada pela Delegacia de Defraudações da Deic, e que contou com a participação das Polícias Civis de São Paulo e Paraná, foram apreendidas amostras de produtos que serão devidamente periciadas para constatar a falsificação e responsabilizar os infratores.

Informações adicionais para imprensa:
Diogo Vargas
Assessoria de Comunicação
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8708 / (48) 99119-8960
Site: www.pc.sc.gov.br