Foto: Mauricio Vieira / Secom

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) está com inscrições abertas em processos seletivos para médicos e enfermeiro em unidades próprias. As vagas são para suprir a necessidade de profissionais nos hospitais Regional Hans Dieter Schmidt (HRHDS), em Joinville, e Hospital Geral e Maternidade Tereza Ramos (HGMTR), em Lages.

No Hospital Regional de Joinville há nove vagas de médico Clínico Geral para atuar na Emergência e/ou Unidade de Terapia Intensiva (UTI), duas para médico especialista em Medicina Intensiva e médico especialista em Psiquiatria. As inscrições devem ser feitas até a próxima terça-feira, 18. Outras informações podem ser adquiridas por meio do edital de processo seletivo nº 023/2020/SES.

Já o edital de processo seletivo simplificado 024/2020 torna pública a abertura de vagas para médicos e enfermeiro no Hospital Tereza Ramos, em Lages, até o dia 20 de agosto. As vagas são para médico Clínico Geral, para atuar na Emergência e/ou UTI (09); médico especialista em Medicina Intensiva (02); médico especialista em Ginecologia e Obstetrícia (04); especialista em Ginecologia e Obstetrícia com experiência comprovada em Oncologia (01); e enfermeiro especialista em Terapia Intensiva (01).

As inscrições ocorrerão somente online, pelo site da SES/SC, e não será cobrada taxa de inscrição.

Hemosc abre vagas para Florianópolis e Lages

O Hemosc abriu processo seletivo para contratação de um médico para atuar em Lages (edital 049/2020), com inscrições até o dia 20 de agosto.

Também foi publicado o edital 050/2020 para o cargo Bioquímico I/Biomédico I/Biólogo I, para atuação no Hemosc de Florianópolis, cujas inscrições devem ser feitas entre os dias 18 e 25 de agosto.

Os benefícios são: vale transporte, refeição, prêmio por desempenho, plano de saúde, seguro de vida, folga de aniversário, convênio com universidades e farmácia.

Informações sobre os editais e fichas de inscrição, acesse Processos Seletivos – Organizações Sociais do portal da Secretaria de Saúde de Santa Catarina.

Vaga para auxiliar de TI (PCD) em Joinville

Por meio do edital de processo seletivo simplificado 08/2020, o Hospital Infantil Jeser Amarante Farias (HIJAF), de Joinville, está com inscrições abertas até o dia 18 de agosto para Auxiliar de Tecnologia da Informação, exclusivamente para Pessoa com Deficiência (PCD), que possua curso Técnico em Informática.

Entre os benefícios estão plano de saúde, vale transporte, convênio farmácia, bonificação por assiduidade, triênio e refeitório interno. As inscrições encerram-se na próxima terça-feira, 18.

Mais informações para a imprensa:
Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br


Foto: Fabrício Escandiuzzi / SES

O Hospital Governador Celso Ramos, em Florianópolis, já conta com um novo aparelho de tomografia em funcionamento. O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, esteve na unidade para verificar o espaço construído exclusivamente para a instalação do novo tomógrafo. Ele também passou por diversas alas do hospital e acompanhou os trabalhos na UTI e no setor de emergência.

A atual gestão da Secretaria de Estado da Saúde (SES) precisou construir um espaço e realizar todas as adequações necessárias para a instalação do equipamento. A sala foi construída com barita e novo sistema de climatização para atender as normas técnicas e de segurança para a utilização do tomógrafo.

“É uma importante entrega para a unidade e a população da Grande Florianópolis. Agora com dois tomógrafos em funcionamento, consequentemente estaremos proporcionando mais agilidade nos atendimentos”, afirmou o secretário.

Mais informações para a imprensa:
Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br


Fotos: Mauricio Vieira / Secom

A região serrana recebeu um importante reforço na área de saúde e no combate à pandemia de Covid-19. Em ato com a presença do governador Carlos Moisés, a nova ala do Hospital Tereza Ramos foi ativada nesta segunda-feira, 10, em Lages. A estrutura receberá neste primeiro momento 28 leitos de UTI exclusivos para o tratamento da doença provocada pelo novo coronavírus. Isso significa mais nove leitos de terapia intensiva para pacientes da Serra, já que serão realocados 19 leitos exclusivos para Covid-19 hoje instalados na parte antiga do hospital.

De acordo com o planejamento da Secretaria de Estado da Saúde, a nova torre será ativada de maneira gradativa. O investimento do Governo no prédio é de aproximadamente R$ 105 milhões. Nessa primeira etapa, os leitos de UTI ocuparão o terceiro andar da nova torre. O governador Carlos Moisés relembrou que esteve no mês de fevereiro no hospital, quando havia anunciado a abertura da nova ala para o dia 14 de agosto. 

“Estamos aqui para ativar esse espaço importante, que proporcionará um serviço público de qualidade. Ainda faremos outras melhorias nesse ambiente, que garantirá também mais qualidade para os servidores da saúde. Estamos olhando a saúde com atenção, não apenas pela pandemia, mas de forma perene. Precisamos fazer a boa gerência do dinheiro público e é isso que essa administração vem realizando”, discursou o governador.

>> Mais fotos na galeria

O secretário adjunto da Saúde, Aldo Baptista Neto, contou que 30 novos servidores já foram incorporados ao quadro funcional do hospital, e a expectativa é que esse número chegue a 100 em breve. Ele afirma que os novos leitos garantirão um melhor atendimento aos pacientes com a Covid-19.

Nos últimos dois meses, o Governo do Estado realizou obras para que a nova ala pudesse ser aberta. Também foram entregues dois carros de emergência, dois desfibriladores, seis camas de UTI, 10 monitores multiparâmetros, 15 suportes reguláveis para soro e 23 respiradores.

"É um anseio grande da região há muitos anos. Esse é o primeiro passo para que essa ala venha atender efetivamente a comunidade. Neste momento de pandemia, é um equipamento moderno com com boxes isolados, o que traz segurança assistencial para o paciente e equipe. Agora vamos realizar os testes na nova ala e, dando tudo certo, até o final da semana estaremos abrindo os novos leitos de UTI Covid", ressaltou o diretor do hospital, Fábio Lage.

A nova ala foi batizada como Centro de Terapia Intensiva (CTI) Jonas Coelho Lehmkuhl em homenagem ao médico que atuava no Hospital Tereza Ramos e foi vítima de Covid-19 em julho. A esposa de Jonas, Cediane Lehmkuhl, recebeu a homenagem durante o ato.

A abertura da nova ala do Hospital Tereza Ramos foi acompanhada pelo chefe interino da Casa Civil, Juliano Chiodelli, pelos deputados federais Carmen Zanotto e Fábio Schiochet, deputados estaduais Paulinha, Marcius Machado e Nilso Berlanda, e pelo prefeito de Lages, Antonio Ceron. 



>> Leia também:

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


Foto: James Tavares / Arquivo / Secom

O volume de doadores nos hemocentros de Santa Catarina diminuiu de forma contínua e preocupante nas últimas semanas, resultando na baixa dos estoques sanguíneos. Houve redução na maioria das tipagens, como A+, A-, B-, O+ e O-, mas os tipos O+ e A+ são os mais críticos neste momento.

O frio e chuva, associados à falta de transporte público, contribuíram para a diminuição da doação de sangue. No entanto, a demanda de sangue pelos hospitais, clínicas e ambulatórios se manteve.

É importante destacar que as doações, desde o início da pandemia e isolamento social, estão sendo realizadas mediante agendamento prévio. Ele pode ser feito pelo site do Hemosc, na aba "Agende sua doação", ou por telefone, na aba "Onde doar e horários".

O que é necessário para doar:

  • Ter idade entre 18 e 69 anos, 11 meses e 29 dias;
  • Doadores com idade de 16 e 17 anos de idade, são aceitos para doação mediante a presença e autorização formal dos pais e/ou responsável legal;
  • O limite de idade para primeira doação é de 60 anos;
  • O candidato à doação deve estar em boas condições de saúde, sem feridas ou machucados no corpo;
  • Pesar acima de 50 kg (com desconto de vestimentas);
  • Apresentar documento de identidade com foto, emitido por órgão oficial: RG., carteira profissional, carteira de motorista, etc.
  • Ter repousado bem na noite antes da doação;
  • Evitar o jejum. Fazer refeições leves e não gordurosas, nas 4 horas que antecedem a doação;
  • Evitar uso de bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas;
  • Evitar vir acompanhado com crianças sem acompanhantes.

    Saiba quem não pode doar:

  • Quem tem ou teve as seguintes doenças:

    • Hepatite após os 11 anos de idade;
    • Lepra (Hanseníase);
    • Hipertireoidismo e tireoidite de Hashimoto;
    • Doença auto-imune;
    • Doença de Chagas;
    • AIDS;
    • Problemas cardíacos (necessita avaliação e declaração do seu cardiologista);
    • Diabetes;
    • Câncer.

    Outras situações:

    • Fez ou faz uso de algumas drogas ilícitas nos últimos 12 meses;
    • Mantém relações sexuais de risco;
    • Gestantes ou mulheres que amamentam bebês com menos de 12 meses;
    • Teve contato sexual com parceiro ocasional/eventual nos últimos 12 meses.
    • Pessoas que tenham se deslocado ou que sejam procedentes de países com casos confirmados de infecções pelo SARS-CoV-2 - inaptas para a doação por 14 dias após o retorno destes países;
    • Pessoas que foram infectadas pelos vírus SARS-CoV-2 após diagnóstico clínico e/ou laboratorial - inaptas pelo um período de 30 dias após a completa recuperação (assintomáticas e sem sequelas que contraindiquem a doação);
    • Aqueles que tiveram contato nos últimos 30 dias com pessoas que apresentaram diagnóstico clínico e/ou laboratorial de infecções pelo vírus SARS-CoV-2 - inaptos pelo período de 14 dias após o último contato com essas pessoas;
    • Pessoas que permaneceram em isolamento voluntário ou indicado por equipe médica devido a sintomas de possível infecção pelo SARS-CoV-2 - inaptas pelo período que durar o isolamento (no mínimo 14 dias) se estiverem assintomáticos.

Informações adicionais para a imprensa:
Gabriela Ressel
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Saúde
Telefone: (48) 3664-8822
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br e secretariadeestadodasaude@gmail.com

 

 


Foto: Mauricio Vieira / Secom

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) está com inscrições abertas em processos seletivos para médicos e outros profissionais da área da saúde. As vagas são para suprir a demanda em unidades localizadas na Grande Florianópolis e no Hospital Doutor Waldomiro Colautti, em Ibirama.

Em Florianópolis, as vagas são para farmacêutico (seis), na Administração Central da SES; fisioterapeuta e fonoaudiólogo no Centro Catarinense de Reabilitação (CCR), e técnico de laboratório no Laboratório Central (Lacen). Esses profissionais deverão cumprir 30 horas de trabalho semanais. Outras informações estão disponíveis no edital de processo seletivo Nº 020/2020/SES.

Também para as unidades da Grande Florianópolis está aberto o processo seletivo nº 021/2020/SES para a contratação de médicos, com carga horária de 20 horas semanais. Na Administração Central SES há uma vaga para especialista em Clínica Médica e/ou Cancerologia/Oncologia e uma vaga para especialista em Medicina de Família e Comunidade e/ou Preceptoria. No CCR, são duas vagas para especialista em Medicina Física e Reabilitação. No Hospital Infantil Joana de Gusmão (HIJG), há uma vaga para especialista em Neonatologia e uma para Cirurgia Plástica com área de atuação em Cirurgia Crânio-Maxilo-Facial. Já na Maternidade Carmela Dutra (MCD), há oportunidade para especialista em Ginecologia e Obstetrícia.

Em São José, há quatro vagas para especialista em Pediatria com experiência em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal, no Hospital Dr. Homero de Miranda Gomes (HRSJ), e uma vaga para especialista em Cardiologia, no Instituto de Cardiologia de Santa Catarina. Além desses profissionais, também serão contratados especialista em Anestesiologia (nove vagas), em Cirurgia Vascular, em Cirurgia Torácica, em Medicina Intensiva (seis), em Neonatologia (três) para suprir a demanda das unidades hospitalares da SES na região.

Já o Hospital Dr. Waldomiro Colautti, em Ibirama, está com vagas abertas (edital 022/2020) para enfermeiro especialista em Terapia Intensiva, fisioterapeuta especialista em Fisioterapia Hospitalar e/ou experiência comprovada em área hospitalar (quatro vagas), médico Clínico Geral para atuar na Emergência e/ou UTI (seis), e médico especialista em Medicina Intensiva (duas).

As inscrições ocorrerão somente online, pelo site da SES, com prazo até o dia 12 de agosto para as vagas da Grande Florianópolis e até 13 de agosto para o Hospital de Ibirama. Não será cobrada taxa de inscrição.

O candidato poderá se inscrever em mais de uma vaga ofertada por edital, quando houver. A documentação comprobatória digitalizada, em arquivo único e formato PDF, deverá ser encaminhada exclusivamente ao endereço eletrônico inscricaopss@saude.sc.gov.br, dentro do período de inscrição.

Informações adicionais para a imprensa:
Gabriela Ressel
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Saúde
Telefone: (48) 3664-8822
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br e secretariadeestadodasaude@gmail.com

 


Foto: Michelle Nunes / SEF

O secretário de Estado da Fazenda (SEF), Paulo Eli, e a secretária adjunta, Michele Roncalio, participaram da reunião Extraordinária da Comissão de Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), nesta segunda-feira, 3. Na pauta, a emenda 815 da Lei 17.875 de 2019, a Lei Orçamentária Anual (LOA), que estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício financeiro de 2020.

"A emenda prevê apoio financeiro de R$ 20 milhões aos consórcios intermunicipais de Saúde. Neste momento de pandemia da Covid-19, todos os esforços para a Saúde são fundamentais", explica o secretário da SEF. Segundo ele, para agilizar as transferências, será realizada nesta semana uma reunião técnica com os representantes dos consórcios para avaliar como será o repasse dos recursos. “O governador Carlos Moisés assumiu o compromisso de fazer com que a transferência dos recursos chegue à população catarinense", esclareceu, lembrando que o Estado repassou mais de R$ 100 milhões de emendas parlamentares impositivas para a área da Saúde.

No início da reunião, realizada por videoconferência, a diretora executiva do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Nordeste de Santa Catarina (CISNordeste), Ana Maria Jansen, fez uma apresentação sobre os 13 consórcios intermunicipais de Saúde de Santa Catarina. "São instrumentos importante de apoio à gestão municipal. Desenvolvemos programas de interesse comum, por meio de ação coletiva, com o objetivo de consolidar o processo de regionalização”, disse.

Para ela, o pronto-atendimento do Estado é uma grande conquista. "Queremos agradecer e estaremos trabalhando e, com certeza, iremos conseguir resolver tecnicamente a forma de repasse dos recursos", finalizou.

A deputada estadual e vice-presidente da Comissão de Finanças e Tributação, Luciane Carminatti, destacou a atuação do Governo do Estado com os pleitos dos parlamentares. “A Fazenda tem sido muito aberta e parceira da Assembleia Legislativa na prestação de contas”, reforçou.

Lei Orçamentária Anual

A LOA é um instrumento de gestão, com ênfase nos aspectos financeiros e físicos, compatível com a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e Plano Plurianual (PPA), e estima a receita e fixa a despesa para o período de um ano, visando o atingimento de objetivos pré-estabelecidos da política governamental.

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação da Secretaria da Fazenda
Michelle Nunes
Fone: (48) 3665-2575/ (48) 99929-4998
E-mail: jornalistaminunes@gmail.com
Sarah Goulart
E-mail: sgoulart@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2504/ (48) 99992-2089
Site: www.sef.sc.gov.br 
facebook.com/fazendasc
https://www.instagram.com/fazendasc




Foto: Divulgação / Arquivo / Secom

A partir de agora está permitido o ingresso de animais domésticos e de estimação em todos os hospitais privados e públicos em Santa Catarina. A lei nº 17.968/2020, sancionada pelo governador Carlos Moisés, foi publicada nesta sexta-feira, 31, no Diário Oficial do Estado (DOE). O Projeto de Lei é de autoria da deputada Marlene Fengler.

Com a medida, pacientes internados poderão receber a visita dos animais desde que sejam respeitados os critérios definidos em cada unidade hospitalar, além de observar as regras estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Pela lei, para ingressar no hospital o animal de estimação deverá ter a autorização prévia da administração, estar acompanhado por um familiar do paciente e ser transportado dentro de caixas específicas conforme o tamanho do bicho, exceto de os grande porte.

Considera-se animal de estimação os que podem entrar em contato com os seres humanos sem causar perigo, além dos utilizados na Terapia Assistida de Animais (TAA) como cães, gatos, pássaros, coelhos, chinchilas, tartarugas e hamsters. Qualquer outra espécie deverá passar pela avaliação do médico do paciente para receber autorização.

O animal poderá frequentar o quarto do paciente, mas não poderá acessar as áreas de isolamento, de quimioterapia, de transplante, de assistência a pacientes com vítimas de queimaduras e de Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Também fica proibida a entrada nas áreas de preparo de medicamentos, de manipulação, processamento, preparação e armazenamento de alimentos e na farmácia do hospital.

Confira as regras estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS):

1. verificação da espécie animal a ser autorizada;

2. autorização expressa para a visitação expedida pelo médico do paciente internado;

3. laudo veterinário atestando as boas condições de saúde do animal, acompanhado da carteira de vacinação atualizada, com a anotação da vacinação múltipla e antirrábica, assinada por médico veterinário com registro no órgão regulador da profissão;

4. visível aparência de boas condições de higiene do animal;

5. no caso de caninos, equipamento de guia do animal, composto por coleira preferencialmente do tipo peiteira e, quando necessário, enforcador;

6. determinação de um local específico dentro do ambiente hospitalar para o encontro entre o paciente internado e o animal de estimação, podendo ser no próprio quarto de internação, sala de estar específica ou, no caso de cães de grande porte, no jardim interno, se o estabelecimento dispuser deste espaço.

Para o paciente ter o benefício previsto na lei, a unidade hospitalar e o Governo do Estado poderão firmar convênios com profissionais habilitados, hospitais veterinários, organizações não governamentais, bem como com o poder municipal.

Informações adicionais à imprensa
Márcia Callegaro
Assessoria de Comunicação
Casa Civil
E-mail: comunicacao@casacivil.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2104 / 98842-8479
Site: www.scc.sc.gov.br
www.fb.com/casacivilsc / @CasaCivilSC




Fotos: Divulgação / HGCR

Uma paciente em tratamento contra o câncer de mama no Hospital Governador Celso Ramos (HGCR), em Florianópolis, foi presenteada pelos servidores com um casamento dentro da unidade. A cerimônia ocorreu na quinta-feira, 23, e marcou a união de Cristiane de Souza, 47 anos, e Danilo, seu companheiro há 30 anos.

Cristiane foi diagnosticada com câncer de mama em dezembro de 2019, quando realizou cirurgia no HGCR para retirada de um cisto. Em fevereiro deste ano, realizou mastectomia esquerda com esvaziamento axilar e implante de prótese. Foi internada novamente em 2 de junho com sinais de invasão local em possível recidiva (volta) do câncer de mama.

Ciente e orientada pelos profissionais com relação ao seu quadro clínico, Cristiane foi acompanhada pela família durante toda a hospitalização. Mãe de um casal, João e Erica, compartilha alegrias, lutas, tristezas e conquistas com seu companheiro Danilo há 30 anos, mas nunca chegou a oficializar a união.

Após manifestar aos servidores do hospital seu desejo em realizar uma cerimônia de casamento, a equipe se mobilizou para atender seu pedido. Porém, devido ao cenário da pandemia da Covid-19, a paciente não pode se deslocar e não foi possível realizar seu sonho naquele momento. Além disso, após uma baixa emocional, os planos de casamento tiveram de esperar.

A história tomou um novo rumo a partir de 20 de julho, quando Cristiane obteve uma melhora em seu estado emocional e estava motivada em realizar seu sonho. Os setores de Psicologia, Serviço Social, Enfermagem e Medicina do HGCR se mobilizaram e os familiares providenciaram o documento de união estável.

O grupo de trabalho começou pequeno e tornou-se gigante. Rapidamente diferentes profissionais abraçaram a causa para colocar em prática o sonho da paciente. Foram doados buquê, bolo, vestido, arranjo de flores, fotos, balões, músico, além de serviços estéticos de cabelo, unhas e maquiagem à paciente.

Em 48 horas tudo estava pronto para o dia tão especial. “Fizemos tudo conforme os desejos da Cristiane. Respeitamos as cores que ela gosta, a roupa, a simplicidade no evento, a presença dos filhos. Procuramos também, durante todo o tempo, tomar bastante cuidado com a restrição de contato e medidas de afastamento devido à pandemia, explicou Sara Evaristo de Lima Melo, psicóloga do HGRC.

O grande dia

A quinta-feira, 23, amanheceu um dia lindo. Tudo foi preparado em uma sala no 8°andar do hospital. Companheiro e filhos chegaram ansiosos. Também estavam presentes alguns profissionais. A cerimônia iniciou às 13h.

Embalada pela canção de Roberto Carlos, “Como é grande o meu amor por você”, Cristiane entrou plena e em paz, de mãos dadas com seu filho João. Com sorriso largo e olhos radiantes, transbordava felicidade.

“Tudo foi feito com simplicidade e carinho para que ela pudesse realizar seu sonho. Estamos muito felizes por ela. Sensação de dever cumprido”, emocionou-se Sara.

Cristiane recebeu alta hospitalar no mesmo dia, após a cerimônia, para comemorar com sua família.  Devido ao seu quadro de saúde, foi para casa utilizando um cilindro de oxigênio, adquirido com arrecadação de doações financeiras de médicos e residentes do hospital.

Informações adicionais para a imprensa:
Gabriela Ressel
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Saúde
Telefone: (48) 3664-8822
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br e secretariadeestadodasaude@gmail.com


Foto: Divulgação / Hospital Tereza Ramos 

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) convoca para admissão imediata profissionais para atuar no Hospital Geral e Maternidade Tereza Ramos, em Lages. Os candidatos foram selecionados por meio dos editais de processo seletivo 027/2019, 031/2019, 017/2020, 019/2020.

Estão sendo chamados enfermeiros, enfermeiros especialistas em obstetrícia, farmacêuticos, fisioterapeutas, médicos clínico gerais, médicos especialistas em medicina intensiva, nutricionistas, e técnicos em enfermagem.

A lista de candidatos convocados está disponível aqui.

Mais informações para a imprensa:
Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br

O Hospital Florianópolis e a Fundação de Apoio ao Hemosc e Cepon (Fahece) estão com processos seletivos abertos, a partir desta terça-feira, 21, a profissionais de diversas áreas.

No Hospital Florianópolis, para a vaga de Auxiliar de Serviços Gerais (edital 28/2020), o candidato precisa ter ensino médio completo e experiência mínima de seis meses na função; para Técnico de Manutenção (edital 29/2020), é necessário curso técnico em Elétrica e experiência na função, e para o Técnico de Enfermagem na UTI (edital 30/2020), o profissional deve ter curso técnico e habilitação profissional (COREN), além de experiência em UTI. As inscrições se encerram, respectivamente, nos dias 23, 24 e 25 de julho. Além do salário base, os profissionais receberão refeição no local, vale-transporte, estacionamento, folga de aniversário, convênio com SESC e Unimed.

Já a Fahece está com inscrições abertas até o dia 28 de julho para contratação de Analista de Sistemas I, por meio do edital 042/2020, para 40 horas/semanais. Os profissionais que pleitearem a vaga precisam ter ensino superior em Análise de Sistemas, Sistemas de Informação, Ciências da Computação, Gestão da Tecnologia da Informação ou curso de ensino superior equivalente. Também é exigida experiência mínima de seis meses. Entre os benefícios estão: vale-transporte, refeição, prêmio por desempenho, plano de saúde, seguro de vida, folga de aniversário, convênio com universidades e farmácia.

Para informações sobre os editais e fichas de inscrição, acesse o link Processos Seletivos – Organizações Sociais do portal da Secretaria de Saúde de Santa Catarina.

Informações adicionais para a imprensa:
Gabriela Ressel
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Saúde
Telefone: (48) 3664-8822
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br e secretariadeestadodasaude@gmail.com