Compartilhe

Cirurgiões de cabeça e pescoço, fonoaudiólogas e enfermeiras estomaterapeutas das 16 Unidades de Assistência de Alta Complexidade (Unacons) do Estado participaram do 1° Curso Teórico e Prático de Reabilitação Fonatória e Pulmonar para laringectomizados e traqueostomizados. O evento ocorreu no sábado, 23, em Florianópolis.  

O curso, que tem o apoio e a participação da Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Superintendência de Serviços Especializados e Regulação (SUR), teve palestras e uma apresentação de coral com pacientes laringectomizados no período da manhã. Durante a tarde, enfermeiros e fonoaudiólogos participaram de aulas práticas e cirurgiões trabalharam inserindo próteses em cinco pacientes.

O curso marca uma conquista importante para Santa Catarina, que é o primeiro estado do país a fornecer insumos para reabilitação vocal e pulmonar através do  Sistema Único de Saúde (SUS). A medida deve beneficiar cerca de 300 pessoas que passaram por cirurgias para tratar doenças como câncer de boca e garganta.

“Com esta iniciativa esperamos trazer mais qualidade de vida a estes pacientes que, historicamente, não recebiam atendimento pelo estado” comenta o secretário da Saúde, Helton de Souza Zeferino. O Estado deve repassar cerca de R$ 1,5 milhão por ano para compra dos itens.

Esse público está contemplado na portaria ministerial nº 400, de 16 de novembro de 2009, porém não houve avanço por parte do Governo Federal para inclusão dos códigos de insumos na Tabela do SUS e nem custeio específico para os serviços. Santa Catarina foi o primeiro estado que estruturou esta padronização para reabilitação dentro da Rede de Cuidados à Saúde da Pessoa com Deficiência.

Foram padronizados 11 itens, sendo que somente um consta na Tabela do SUS. Estima-se que o montante para aquisição desses itens será de R$ 1,7 milhão ao ano, sendo que 90% desse total será custeado exclusivamente pela Secretaria de Estado da Saúde.

O Superintendente de Serviços Especializados e Regulação, Ramon Tartari, declarou que este resultado é fruto do esforço de muitas pessoas da área técnica, da sensibilidade pela causa e de uma gestão eficiente implementada na SES. “Novas ações estão previstas para 2020 em diferentes áreas, buscando melhorar o acesso, a qualidade e a integralidade da atenção à saúde dos catarinenses”, destacou.

Mais informações para a imprensa:
Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-7448 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br