Foto: Julio Cavalheiro / Secom

Além de anunciar um plano de investimentos em seu retorno ao cargo após a absolvição pelo Tribunal do Impeachment, o governador Carlos Moisés divulgou nesta sexta-feira, 27, mudanças no primeiro escalão de Governo. São novos nomes para a Casa Civil, a Secretaria Executiva de Comunicação e a Procuradoria-Geral do Estado.

Na Casa Civil, Eron Giordani será o novo chefe. Ele já atuou como secretário da Casa Civil nas prefeituras de Chapecó e Florianópolis, além de ter participado do Conselho de Administração da Celesc. Nos últimos dois anos, atuou na chefia de gabinete da presidência da Assembleia Legislativa (Alesc).

O governador destacou a capacidade de diálogo do novo chefe da Casa Civil com os parlamentares.

“Os deputados estaduais se sentiram amplamente representados com essa escolha. Conversei com os líderes de bancada sobre esse convite, que foi aceito, e o diálogo se estabelece e se amplia. O Eron não é deputado, mas conhece amplamente a atividade parlamentar e tem experiência pública”, reforçou Carlos Moisés.

Na Secretaria Executiva de Comunicação, assume o jornalista Jefferson Douglas. Ele já atuou em vários veículos de comunicação do Estado, foi coordenador de imprensa do Governo do Estado em 2019 e atuava mais recentemente na assessoria do BRDE.

“É um nome que o mercado conhece. Foi consensuado entre os veículos de comunicação e as associações que representam o jornalismo em Santa Catarina. Houve muita conversa nesses dias de novembro em que estive afastado”, salientou o governador.

Por fim, foi anunciado o retorno de Alisson de Bom de Souza ao cargo de procurador-geral do Estado. Funcionário de carreira da instituição, ele já havia comandado a pasta, que cuida dos interesses jurídicos do Estado, na maior parte do ano de 2020.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Carlos Moisés apresentou um plano de investimentos estratégicos para Santa Catarina em sua volta ao cargo, após a absolvição no processo de impeachment sobre a equiparação salarial dos procuradores do Estado. O programa Santa Catarina. Um Estado de Verdade prevê quase R$ 10 bilhões até 2022 nas áreas de infraestrutura, retomada da economia e planejamento hídrico.

Segundo o chefe do Executivo, trata-se de um projeto com visão de futuro, pensado as necessidades do Estado no ano de 2035. Serão investimentos em todas as regiões de Santa Catarina. Na infraestrutura, o valor chega a R$ 5,5 bilhões. Para a retomada da economia, serão empregados R$ 2,3 bilhões. No planejamento hídrico, o aporte será de R$ 1,7 bilhão.

“Nós projetamos os próximos dois anos tendo muita confiança na Justiça. Arrumamos a casa nestes dois primeiros anos, 2019 e 2020, e agora chegou o momento de planejar o futuro. Quem não planeja não sabe para onde vai. Precisamos pensar o nosso Estado para os próximos 20, 30 anos”, destaca o governador.

>>> Mais fotos na galeria 

Em relação ao planejamento hídrico, além das ações de curto prazo para o combate da estiagem, estão previstas soluções de longo prazo, em especial na região Oeste. O investimento em infraestrutura tem como principal missão melhorar a situação da malha rodoviária e aeroviária de Santa Catarina. Na questão da retomada da economia, o intuito é gerar crédito mais abundante para as empresas que sofreram com os impactos da pandemia de Covid-19.

“Justiça restabelecida”

Em coletiva de imprensa no fim da tarde, o governador Carlos Moisés afirmou aos jornalistas que o julgamento do Tribunal de Impeachment desta sexta, com um placar de 6 a 3 e uma abstenção, restabeleceu a Justiça.

“Hoje é um dia histórico para Santa Catarina. Um dia em que a verdade e a Justiça foram restabelecidas. Nós sempre defendemos a ausência de justa causa e de um motivo legal que embasasse a representação contra o governador. Entendemos que um processo eminentemente político não poderia prosperar. Porém, ele nos faz refletir e avaliar a importância do relacionamento com poderes e órgãos. Queremos olhar para frente, aprender com os erros, não esquecer o passado e projetar o futuro”, destacou Carlos Moisés.

O governador também comunicou que pretende pautar os próximos dois anos pelo diálogo e entendimento em tudo o que for positivo para o Estado de Santa Catarina.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 




Foto: Daniel Conzi / Agência AL

Por seis votos a três com uma abstenção, o Tribunal Misto de Julgamento do Impeachment absolveu o governador Carlos Moisés da acusação de crime de responsabilidade no ato de equiparação salarial dos procuradores do Estado com os procuradores da Assembleia Legislativa (Alesc). A decisão foi tomada na tarde desta sexta-feira, 27, após cinco horas de sessão no plenário da Alesc. Com o resultado, Carlos Moisés retornará à função de governador, da qual está afastado há um mês.

O retorno acontece assim que ocorrer a notificação do resultado junto ao governador e governadora interina. Dessa maneira, Daniela Reinehr, que assumiu o Estado em 27 de outubro, volta ao cargo de vice-governadora.

Votaram a favor da absolvição do governador os desembargadores Carlos Alberto Civinski, Sérgio Antônio Rizelo, Claudia Lambert de Faria, Rubens Schulz e os deputados Maurício Eskudlark e Laercio Schuster. Votaram pela perda do cargo os deputados Kennedy Nunes, Sargento Lima e o desembargador Luiz Felipe Schuch. O deputado Luiz Fernando Vampiro se absteve.

Com o resultado, chega ao fim um processo que teve início em 22 de julho, quando o presidente da Alesc, deputado Júlio Garcia, aceitou a abertura do impeachment por conta de uma denúncia feita por Ralf Zimmer Jr. No documento, ele acusava o governador e a vice-governadora de terem cometido crime de responsabilidade ao concederem o aumento dos procuradores do Estado, com o intuito de fornecer equiparação salarial com os procuradores da Alesc. Ao analisarem a admissibilidade, em 23 de outubro, os componentes do Tribunal retiraram a vice-governadora do processo.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
E-mail: imprensa@secom.sc.gov.br
Site: www.sc.gov.br


Foto: Divulgação / CGE

A Controladoria-Geral do Estado disponibilizou painéis de seu sistema de inteligência para mais 11 órgãos e entidades da Administração Pública Estadual, totalizando 13 com as secretarias que fizeram parte do projeto piloto. Os painéis trazem informações das prestações  de contas dos recursos repassados a entidades e prefeituras, entre outros, por meio de convênios, termos de fomento, termos de colaboração e instrumentos congêneres, bem como de adiantamentos, diárias e cartões de pagamento.

“Oferecer instrumentos que ampliam o controle e o monitoramento dos recursos públicos é uma das atribuições da CGE e os painéis desenvolvidos por nossa equipe de inteligência de dados cumprem muito bem essa função, além de melhorar a gestão operacional dos recursos antecipados”, afirma o Controlador-Geral do Estado, Cristiano Socas da Silva. Para se ter uma ideia do volume de informações, em 2019 mais de 112 mil prestações de conta foram geradas, somando mais de R$ 1 bilhão em repasses de recursos antecipados.

Aprovação

A Secretaria da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) e a Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) foram os dois órgãos a testar os painéis, desenvolvidos pela área de Inteligência da CGE (BI-CGE). “O retorno que recebemos foi excelente. A equipe da Infraestrutura nos relatou que o tempo de execução de determinadas atividades reduziu de 15 para dois dias”, observa Alcione Teresa Costa, responsável pelas atividades de prestações de contas na Gerência de Auditoria de Recursos Antecipados (Geran/AGE/CGE), parceira do BI-CGE.

Os órgãos também relataram a importância de poder contar com relatórios gerenciais completos, ampliando o controle e o monitoramento das Prestações de Contas. “Sem os painéis, precisávamos buscar as informações em cada um dos processos, tornando a análise muito mais complexa e demorada”, afirma Gabriela Costa,  da área de Convênios da SIE).  

A CGE planeja disponibilizar os painéis para mais 22 órgãos e entidades no primeiro trimestre de 2021. Segundo Ivana Corrêa de Oliveira, coordenadora do BI-CGE, a prestação de contas das transferências voluntárias é apenas um dos conteúdos que a Controladoria pretende disponibilizar por meio de painéis de seu sistema de inteligência.  “Nosso objetivo é incluir novas informações nos painéis ao longo do tempo, além de garantir um processo de melhoria continuada de acordo com as sugestões feitas pelos usuários”. 

Os órgãos e entidades que vão começar a usar os painéis são:  Fundação Catarinense de Esporte, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, Fundação Catarinense de Cultura, Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina, Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina, Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Secretaria de Estado da Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural, Secretaria de Estado da Educação, Secretaria de Estado da Saúde, Secretaria de Estado de Administração Prisional e Socioeducativa e Secretaria de Estado da Fazenda.

Informações adicionais para imprensa:
Cléia Schmitz
Assessoria de Imprensa
Controladoria-Geral do Estado
E-mail: cschmitz@cge.sc.gov.br
Fone: (48) 99128-1980
Site: www.cge.sc.gov.br 

 


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

A governadora Daniela Reinehr comandou por webconferência na tarde desta quinta-feira, 26, uma reunião com a Federação Catarinense de Municípios (Fecam) e parte do primeiro escalão de Governo para tratar de soluções conjuntas para o enfrentamento das crises geradas pela pandemia de Covid-19 e pela estiagem no Estado. Durante o encontro, os representantes do executivo estadual ouviram as demandas dos prefeitos e apresentaram as ações realizadas e previstas no que se refere aos temas.

A chefe do Executivo estadual mediou o encontro e ressaltou que todas as estruturas de Governo estão focadas em buscar minimizar os impactos negativos tanto da pandemia quanto da estiagem. Segundo Daniela Reinehr, o principal objetivo do encontro foi estabelecer um canal de diálogo com as prefeituras e buscar solucionar as demandas apresentadas.

“Colocamos sempre todas as pastas à disposição da Fecam e estamos buscando junto ao Governo Federal que não nos faltem insumos nem equipamentos para o enfrentamento da pandemia. Em relação à estiagem, também criamos o gabinete de crise e buscamos a celeridade para atender a população mais afetada”, destacou a governadora.

Leitos desativados

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, lembrou que o Estado possui 190 leitos de UTI desativados em hospitais da rede pública, notadamente filantrópicos. Segundo ele, para que haja novas habilitações é necessário que os leitos estejam ativos – e o Estado garante o valor de custeio para as unidades. Motta Ribeiro destacou ainda que os 190 leitos já contam com equipamentos para funcionar em tempo integral.

“Caso eles estivessem ativos, nossa taxa de ocupação hoje seria de 70%. Nós já estamos em contato para que as unidades hospitalares ativem todos eles. E também seguimos em conversas com o Ministério da Saúde para novas habilitações”, destaca o secretário.

Apenas na última semana, foram 45 novas habilitações e outra 50 prorrogações de leitos de UTI para tratamento da Covid-19.

Ações contra estiagem

Prefeitos, em especial do Extremo Oeste catarinense, relataram os prejuízos causados pela estiagem. Coube ao chefe da Defesa Civil, Aldo Baptista Neto, elencar as ações de enfrentamento. Ele lembrou a criação do gabinete de crise, que inclui a Secretaria de Estado da Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural, o Instituto do Meio Ambiente (IMA), a Secretaria Executiva do Meio Ambiente (SEMA), a Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Defesa Civil e Epagri.

Baptista recordou ainda os investimentos para a compra de caixas d´água e de reservatórios, além das ações da Casan. Ao todo, 80 municípios já decretaram situação de emergência, com 31 deles tendo o status reconhecido pelo Governo do Estado até o momento. Estes últimos já possuem acesso aos recursos do Executivo. As demais solicitações seguem em análise. O chefe da Defesa Civil ainda recordou que está em contato com o Governo Federal para tratar da questão, com a entrega de combustíveis e de cestas de alimentos.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


Imagem: Divulgação / BIM Academy de Barcelona

O Governo de Santa Catarina assinou um acordo de cooperação técnica com a BIM Academy de Barcelona, na Espanha. Trata-se de uma parceria costurada pela Secretaria de Assuntos Internacionais (SAI) em parceria com a Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade (SIE) para a implementação do modelo construtivo nas obras sob responsabilidade do Estado. Com o acordo de cooperação, serão feitas capacitações técnicas para os engenheiros da SIE.

O Building Information Modeling (BIM) é um modelo construtivo que permite um entendimento integral dos projetos de infraestrutura, o que diminui o risco de erros e leva a resultados com melhor qualidade, uma vez que a abordagem está baseada em informações virtuais completas e não apenas em desenhos técnicos em duas dimensões.

“Este acordo vai ao encontro do objetivo da SIE de se modernizar, capacitando seu corpo técnico para poder licitar, revisar e administrar projetos em BIM” declara o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira.

Por meio do BIM, é possível planejar, projetar, construir e gerenciar o ambiente construído a partir do uso de modelos em até 7D. Segundo a secretária de Assuntos Internacionais, Daniella Abreu, abrir portas com instituições internacionais é positivo para o desenvolvimento futuro de Santa Catarina.

“As parcerias técnicas internacionais são fundamentais para o desenvolvimento de processos governamentais mais sólidos, sem a necessidade de reinventar a roda, uma vez que podemos aprender, ensinar e trocar experiências com governos e entidades verdadeiramente interessados em parcerias estratégicas que permitam a criação de uma rede mundial de inovação em infraestrutura”, diz.

A BIM Academy de Barcelona é uma das instituições mais renomadas de treinamento em BIM da Europa, representada no Brasil pela BIM Brasil. Segundo o acordo de cooperação, serão preparados cursos online de capacitação para os engenheiros da SIE, sem custo para o Governo do Estado.

Conheça os principais pontos do acordo de cooperação

• Compartilhar informações técnicas, materiais e conhecimento em ações que visem à melhoria da gestão de projetos públicos;

• Promover a troca de experiência entre os partícipes;

• Propor a realização de treinamento e de programas de capacitações técnicas de servidores nas áreas de planejamento, implantação, monitoramento e controle, fiscalização e gestão de obras públicas;

• Promover estudos, debates e intercâmbio de informações sobre a gestão e fiscalização de contratos de engenharia de serviços de engenheiros e arquitetura;

• Fomentar a realização de estudos, debates e o intercâmbio de informações sobre sustentabilidade ambiental, transparência, inovação e novas tecnologias nos projetos e obras de engenharia e arquitetura;

• Articular debates e o intercâmbio de experiências e informações sobre modelos organizacionais, sistemas de informações, normas técnicas, normas legais e orientações ligadas à plataforma BIM.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


Foto: Maurício Vieira/Secom

Conforme Ato Administrativo de Anulação nº 1844/2020, publicado na edição extra do Diário Oficial do Estado desta terça-feira, 24, a governadora Daniela Reinehr anulou o ato constante no Processo Administrativo PGE nº 4421/2019, que concedeu a verba remuneratória de equivalência aos procuradores do Estado, em relação à remuneração dos procuradores do Poder Legislativo. O documento determina que a Secretaria de Estado da Administração tome as devidas providências para a instauração da tomada de contas especial, na forma da legislação vigente.

>>> Ato Administrativo de Anulação nº 1844/2020

A decisão leva em conta o ofício TCE/SC/GAP/180/2020, de 21 de janeiro de 2020, do Tribunal de Contas do Estado, que apontou irregularidades no ato de concessão da verba remuneratória de equivalência dos procuradores do Estado de Santa Catarina.

De acordo com a governadora, na época só tomou conhecimento acerca da comunicação do referido Ofício do Tribunal de Contas depois de encerrada sua interinidade à frente do Governo. Já na condição de titular do Poder Executivo, afirma que seguirá as determinações do Tribunal de Contas do Estado, valendo-se do poder de autotutela em anular atos administrativos, nos termos do art. 53 da Lei n° 9.784/1999, nos moldes da Súmula nº 473, do Supremo Tribunal Federal.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
E-mail: imprensa@secom.sc.gov.br
Site: www.sc.gov.br



Estão abertas as inscrições para a 1ª Semana Integrada da Transparência e do Combate à Corrupção de Santa Catarina, marcada para os dias 1, 2 e 3 de dezembro, das 13h45 às 16h30. O evento será transmitido via internet e contará com a participação de seis especialistas no uso de instrumentos que promovem o controle e a transparência. A abertura será feita pelo Ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner de Campos Rosário. A Semana é uma promoção integrada da Controladoria-Geral do Estado (CGE-SC), Controladoria-Geral do Município de Blumenau (CGM) e Secretaria de Gestão e Controle da Prefeitura de Navegantes com o apoio da CGU.

Com o slogan Desafios para uma Gestão Ética e Íntegra, o encontro online tem o objetivo de despertar a participação da sociedade na administração pública, além de prestar contas sobre ações dos governos nas áreas de controle e transparência. O evento contará com duas palestras por tarde e espaço para perguntas dos participantes. Os órgãos promotores da Semana integram a equipe de Santa Catarina no Time Brasil, projeto da CGU criado para estimular a cooperação entre estados, municípios e órgãos parceiros com o objetivo de implementar ações de melhoria da gestão e do fortalecimento ao combate à corrupção.

As inscrições estão abertas no link doity.com.br/semana-da-transparencia. Os certificados de participação serão emitidos para quem participar de, no mínimo, quatro palestras. Para participar da Semana Integrada, basta acessar o Youtube da CGE-SC no horário marcado. O link é bit.ly/youtubeCGESC

Programação

1º dia - 01/12/2020
13h45 - Abertura com o Ministro da CGU, Wagner de Campos Rosário
14h - Boas-vindas dos órgãos promotores
14h15 - Transparência: Perspectivas e Desafios
Palestrante: Napoleão Bernardes

Doutor em Ciência Jurídica (Univali) e professor titular da Faculdade de Direito da Furb, Bernardes foi prefeito de Blumenau (2013-2018). A convite do Banco Mundial, foi o Conferencista de Abertura do Global Partners Forum 2019, promovido pelo Global Partnership for Social Accountability / World Bank Group, em Washington/DC. Foi reconhecido em 2016 como o gestor público do ano pelo CFA (Conselho Federal de Administração). Em 2017 foi premiado pela Esag Udesc com o 1º lugar no Prêmio de Boas Práticas em Gestão Pública.

15h15 - Jornalismo e Dados Públicos
Palestrante: Cristian Weiss
Cristian Edel Weiss é jornalista da NSC Comunicação, com atuações pelo Grupo RBS e Deutsche Welle, empresa federal de comunicação da Alemanha. É fellow do programa internacional Dataship, de formação em jornalistas de dados da Deutsche Welle Akademie, Alemanha. Também atua com fact-checking e integra o time de colaboradores do Projeto Comprova, coalizão de 28 dos mais importantes veículos de mídia do Brasil para combater a desinformação. É membro das associações Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), de Jornalistas em Educação (Jeduca) e da Escola de Dados, da Open Knowledge.

2º dia - 02/12/2020
14h15 - Corrupção: da prevenção ao combate
Palestrante: Clóvis Squio

Auditor interno do Poder Executivo de Santa Catarina, Clóvis Squio é gerente de Responsabilização de Entes Privados e Combate à Corrupção na CGE-SC. Seu trabalho é criar e aperfeiçoar instrumentos que ajudem a evitar irregularidades e investigar a participação de agentes públicos e privados em possíveis fraudes. Squio é bacharel em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina e mestre em Administração pela Esag Udesc.

15h15 - Proteção ao denunciante no Brasil: da teoria à prática
Palestrante: Marcos Gerhardt Lindenmayer

Auditor Federal de Finanças e Controle, Marcos Gerhardt Lindenmayer é Chefe de Gabinete da Ouvidoria-Geral da União. Atua nas áreas de gestão interna, cooperação nacional e internacional, gestão de informações, planejamento e execução de projetos, normas, inovação e comunicação. Lindenmayer exerceu atividades na área de análise de recursos da Lei de Acesso à Informação ao longo dos três primeiros anos de implantação da LAI no Brasil.

3º dia - 03/12/2020
14h15 - O uso de novas tecnologias para a integridade da gestão pública
Palestrante: Raul Clei Coccaro Siqueira

Controlador-Geral do Estado do Paraná, Raul Clei Coccaro Siqueira é especialista em ética e compliance pela Society of Corporate Compliance and Ethics (SCCE) e pela Legal, Ethics & Compliance (LEC), membro do Instituto Brasileiro de Direito Empresarial (IBRADEMP) e do Instituto Paranaense de Compliance (IPACOM). Secretário Geral da Comissão de Gestão Pública, Transparência e Controle da Administração e Conselheiro da Comissão de Direito da Cidade da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Paraná.

15h15 - Boas práticas de combate à corrupção na visão do controle externo
Palestrante: Waldemir Paulino Paschoiotto

Auditor Federal de Controle Externo há 12 anos, Waldemir Paulino Paschoiotto é Secretário do Tribunal de Contas da União em Santa Catarina. Exerceu o mesmo cargo nos estados de Roraima e Mato Grosso. Atualmente, também coordena a Rede de Controle da Gestão Pública em Santa Catarina (biênio 2020-21). Paschoiotto é graduado em Ciências Contábeis e Direito, especialista em Auditoria e mestrando em Administração.

Informações adicionais para imprensa:
Cléia Schmitz
Assessoria de Imprensa
Controladoria-Geral do Estado
E-mail: cschmitz@cge.sc.gov.br
Fone: (48) 99128-1980
Site: www.cge.sc.gov.br 


Vitor Correa e Soraya Costa Elias, gestora de Projetos Eproj. Foto: Divulgação / PMI Santa Catarina

O Escritório de Gestão de Projetos do Governo de Santa Catarina (Eproj) foi considerado o Melhor Escritório de Projetos do estado no Prêmio Melhores do Ano 2020 PMI-SC. O evento do Project Management Institute (PMI), associação mundial sem fins lucrativos em Gerenciamento de Projetos, foi realizado em Blumenau, na noite desta segunda-feira, dia 23. O ato contou com a presença dos representantes das instituições e empresas candidatas ao prêmio.

Cada gestor teve 10 minutos para realizar o pitch, apresentando ao público o trabalho e projetos desenvolvidos. Seguindo os protocolos de saúde devido à pandemia do novo coronavírus, neste ano, o público participou por meio da transmissão ao vivo.

Como iniciativa do PMI SC, o Prêmio reconhece projetos e escritórios de projetos (PMOs) de todo o estado, dando visibilidade para as boas práticas e iniciativas desenvolvidas por gestores. O Eproj concorreu com a empresa Softplan na categoria Melhor PMO. O prêmio definiu também o Melhor Projeto do Ano, entregue para a equipe do Floripa Airport.

O coordenador geral do Eproj, Vitor Correa, ressaltou que este é um momento de muita alegria e um marco importante para a gestão pública catarinense. “É um reconhecimento ao trabalho de monitoramento e acompanhamento dos projetos e ações, realizado por uma grande equipe em conjunto com as secretarias estaduais”, pontuou.

O Eproj atua no gerenciamento de projetos públicos e na difusão dos conceitos de gestão no estado de Santa Catarina, desde 2013. A função do Escritório de Projetos é assessorar e apoiar os gestores dos órgãos e secretarias estaduais, proporcionando mais agilidade e efetividade nas ações do poder executivo catarinense.

A transmissão do evento contou com mais de 150 participantes online. A escolha dos vencedores foi dada por votação do público e também a partir da avaliação de critérios técnicos, definidos previamente pela equipe do PMI SC.

Informações adicionais para imprensa
Mariana Peixoto
Jornalista
Escritório de Gestão de Projetos de SC (EPROJ)
E-mail: marianapeixoto@eproj.sc.gov.br
Fone: (48) 9 9689.1094 ou (37) 9 9156.2270 (WhatsApp)


Fotos: Mauricio Vieira / Secom

O Governo de Santa Catarina solicitou formalmente ao embaixador argentino no Brasil, Daniel Scioli, a abertura de um consulado do país vizinho na cidade de Chapecó, no Oeste do estado. O documento, assinado pela governadora Daniela Reinehr, foi entregue pelo chefe da Casa Civil, Ricardo Miranda Aversa, durante uma recepção oficial no quartel do Comando Geral da Polícia Militar, em Florianópolis, na tarde desta quinta-feira, 19. O pedido atende a uma demanda das federações empresariais (Fiesc, Facisc e Fecomércio) e do município de Chapecó.

Ao embaixador argentino, a governadora Daniela Reinehr reafirmou o seu desejo de estreitamento das relações bilaterais. Ela colocou a estrutura do Estado à disposição em tudo o que for possível para o incremento das parcerias entre Santa Catarina e o país vizinho. “Temos o objetivo claro de promover o desenvolvimento econômico. Tratamos com o embaixador de assuntos muito importantes, como os corredores logísticos eficientes, as questões fronteiriças e as relações internacionais. Temos a certeza de que essa parceria é de extrema importância para o futuro de Santa Catarina”, afirmou a governadora, que participou da recepção por meio de webconferência por causa da Covid-19.

>> Mais fotos na galeria

Pela manhã, Daniel Scioli e a sua comitiva também participaram de um evento na Federação das Indústrias (Fiesc). Ele classificou ambas as agendas como muito produtivas, com a criação de uma pauta de trabalho em áreas importantes como infraestrutura e turismo. “Foi um encontro muito positivo com as indústrias e o comércio. Quero agradecer à governadora pela hospitalidade a vontade de trabalhar Santa Catarina junto à Argentina. O Estado de Santa Catarina tem vantagens competitivas muito interessantes para nossos investidores, com sua infraestrutura e seus portos”, salientou Scioli.

Na visão do chefe da Casa Civil, Ricardo Miranda Aversa, a conversa com o embaixador argentino foi rápida, porém objetiva. Ele reforçou o desejo de aumentar a interlocução com o país vizinho. “Santa Catarina tem muito a oferecer, assim como a Argentina. Colocamos assuntos importantes, entre eles a abertura do consulado em Chapecó e a questão da aduana. Acredito que o embaixador saiu bastante impressionado e nossos objetivos para essa rodada de conversa foi plenamente atingido”.

Secretários apresentam ações de Governo

Durante a recepção oficial, os secretários de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, da Agricultura e Pesca, Ricardo de Gouvêa, de Assuntos Internacionais, Daniella Abreu, e o presidente da SCPar, Enio Parmeggiani, apresentaram ações do Governo do Estado com objetivo de facilitar o intercâmbio comercial entre os dois países. Uma das principais demandas apresentadas ao embaixador foi a efetivação da Rota do Milho, para trazer o produto do Paraguai para o Oeste catarinense, por meio da província argentina de Misiones.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br