A Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte (SOL) e o Conselho Estadual de Esporte (CED) realizam, na segunda-feira, 4, às 19h, cerimônia de entrega da Comenda do Mérito Esportivo, Medalha Marcílio Krieger e Medalha de Gran Mérito do Esporte. O evento ocorrerá no Auditório Antonieta de Barros da Assembleia Legislativa de Santa Catarina.

Receberão o título de Comendador do Esporte: José Augusto Carrillo, José Maria Nunes, Luiz Ernani Buerger, Marcelo da Silva Costa, Raul Ferrari e José Eduardo Nunes Souza (in memorian). Como entidade esportiva, a homenageada deste ano será a Associação Joaçabense de Voleibol.

A Comenda é outorgada anualmente pelo CED a personalidades que se destacaram ou prestaram relevantes serviços ao esporte catarinense e nacional. Instituída em 1994, a comenda já foi entregue para 145 pessoas e 16 entidades esportivas. 

Medalha Marcílio Krieger e Gran Mérito do Esporte

Ainda na noite de homenagens, a Medalha Marcílio Krieger de 2017 será conferida pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) de Santa Catarina a Guilherme Augusto Caputo Bastos, ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Tullo Cavallazzi Filho, conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e ex-presidente da OAB-SC, e Wanderley Godoy Jr., desembargador do Tribunal Regional do Trabalho – 12ª Região (TRT12).

Marcílio Krieger, falecido em 2010, foi um dos principais nomes do direito esportivo brasileiro e referência nacional na área. Entre outras atividades, trabalhou como auditor no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e foi um dos autores do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), prestava consultoria sobre Direito Desportivo a clubes, atletas e sindicatos de atletas, além de rádios e jornais.

O jornalista Roberto Alves será homenageado com a Medalha de Gran Mérito do Esporte, a maior manifestação honrosa concedida a um esportista catarinense. Alves é comendador do Esporte desde o ano 2000.

Informações adicionais para a imprensa

Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte - SOL
Fone: (48) 3665-7436
E-mail: imprensa@sol.sc.gov.br
Site: www.sol.sc.gov.br


Foto: Saul Oliveira/SOL

Os destaques esportivos de 2017 receberam, na noite desta terça-feira, 28, o Troféu Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte, uma realização da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL) em parceria com o Instituto Guga Kuerten (IGK). A cerimônia de entrega foi realizada no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis.

O secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan, destacou o grande significado do Troféu, como momento de celebração e união. “É a noite de gala do esporte catarinense e certamente somos todos vencedores”, disse. Ele também salientou a contribuição das práticas esportivas para uma sociedade mais saudável e segura. “Esporte é mais saúde, mais vida, mais educação e cidadania. É menos gasto com hospitais e presídios. É nisso que acreditamos e que nos move no comando da Secretaria”, acrescentou.



Os destaques do esporte catarinense de 2017 serão conhecidos nesta terça-feira, 28, na cerimônia do Troféu Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte, no Teatro Pedro Ivo Campos, em Florianópolis, com início às 19h30. A entrada é gratuita e não requer convite. O Troféu Gustavo Kuerten é uma iniciativa da SOL em parceria com o Instituto Guga Kuerten. Foi criado pelo decreto 1.279/2008 e está em sua 9ª edição.

“Teremos um grande momento de celebração do esporte catarinense”, antecipa o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), Leonel Pavan.

Concorrem ao prêmio cinco finalistas em cada categoria, sendo três eleitos em votação popular pela Internet e outros dois indicados pelo Conselho Estadual de Esporte. Os vencedores serão definidos na manhã que antecede a premiação pela curadoria do Troféu, formada por representantes da SOL, Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), Conselho Estadual de Esporte, Tribunal de Justiça Desportiva, Conselho Regional de Educação Física, Associação de Cronistas Esportivos, Associação das Federações Esportivas de Santa Catarina e Instituto Guga Kuerten (IGK).

Neste ano, o prêmio alcançou novos recordes: foram 254 indicações feitas pelas federações esportivas e entidades do paradesporto e 10.078 participações na votação pela Internet que ajudaram a definir os finalistas de 2017.

Os finalistas de 2017

O Melhor Atleta

- LEONARDO ANDRÉ SCHILLING* (Natação)

- MOACIR ZIMMERMANN* (Atletismo)

- EDER GIOVANI LUCIANO (Bodyboarding) 

- DOUGLAS SANTOS BROSE (Karatê) 

- GABRIEL HENRIQUE OCHNER (Patinação Artística) 

 

A Melhor Atleta

- DANIELA SEIBT* (Voleibol)

- VALÉRIA KUMIZAKI* (Karatê)

- LIEGE LAURENTINO (Bodyboarding) 

- MARIANY HATORI MIYAMOTO (Ginástica Rítmica) 

- GABRIELLA PEREIRA GIRALDI (Patinação Artística) 

 

O Melhor Atleta Paradesportivo

- BRUNO BECKER DA SILVA* (Natação)

- YMANITU SILVA* (Tênis em cadeira de rodas)

- CONRADO CONTESSI (Tênis de Mesa)

- LUCAS ANDRÉ FERRARI (Atletismo) 

- PEDRO ROGERIO DE SOUZA SILVA (Karatê) 

 

A Melhor Atleta Paradesportivo

- BRUNA APARECIDA DE OLIVEIRA LEMOS* (Atletismo)

- SUÉLEN MARCHESKI DE OLIVEIRA*(Atletismo)

- CAMILA MULLER (Atletismo) 

- BRENDA DE SOUZA (Basquetebol em cadeira de rodas) 

- SUZANA NAHIRNEI (Atletismo)

 

O Melhor Atleta de Futebol Profissional

- DOUGLAS ALAN SCHUCK FRIEDRICH - DOUGLAS* (Futebol)

- LUIS DIALLISSON DE SOUZA ALVES - APODI* (Futebol)

- HENAN FARIA SILVEIRA - HENAN (Futebol)

- REINALDO MANOEL DA SILVA - REINALDO (Futebol)

- SÉRGIO DUTRA JUNIOR - JR DUTRA (Futebol)

 

O(A) Atleta Revelação

- LUCAS MORESCO ZIMMERMANN* (Bicicross)

- VITÓRIA SARMENTO LEITE* (Karatê)

- GUILHERME MARIANTE FILHO (Bodyboarding)

- ISABELLA FORNARI DE FARIA (Patinação Artística)

- VICTOR HUGO VIEIRA (Basquetebol)

 

O(A) Atleta Revelação Paradesportivo

- LUCAS DA SILVA CORREA* (Tênis em cadeira de rodas)

- LUCAS HANSEN* (Tênis de Mesa)

- ROBSON GASPERI (Surf) 

- EMANUELLY KEILLA REMOALDO (Atletismo) 

- JULIA PEREIRA MARCELINO (Bocha Paralímpica) 

 

A Melhor Entidade Esportiva

- BARRIGA VERDE CLUBE DE ORIENTAÇÃO* (Orientação)

- CLUBE DE XADREZ DE BLUMENAU* (Xadrez)

- ASSOCIAÇÃO COMPANHIA ARTÍSTICA DE PATINAGEM (Patinação Artística) 

- ASSOCIAÇÃO SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE JOINVILLE (Karatê) 

- DESTERRO RUGBY CLUBE (Rugby) 

 

A Melhor Entidade Paradesportiva

- ASSOCIAÇÃO FLORIANOPOLITANA DE DEFICIENTES FÍSICOS* (Basquetebol em cadeira de rodas)

- CLUBE DE REGATAS ALDO LUZ* (Remo paralímpico)

- ASSOCIAÇÃO CATARINENSE PARA INTEGRAÇÃO DO CEGO - ACIC (Atletismo)

- ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS - APAE CHAPECÓ (Atletismo) 

- ASSOCIAÇÃO DO PARADESPORTO DE BLUMENAU - APESBLU (Atletismo) 

 

O(A) Melhor Técnico

- THIAGO MENDES OLIVO* (Atletismo)

- VANESSA HAGEMAN* (Ginástica Rítmica)

- RAQUEL CHEREM SCHWARZ FRIEDRICH (Bodyboarding)

- JULIANA PEREIRA (Ginástica artística)

- VANDERLEI MACHADO DE OLIVEIRA (Karatê)

 

O(A) Melhor Técnico do Paradesporto

-ALEXANDRE MEDEIROS GHIZI* (Tênis de Mesa)

- GUILHERME RIBEIRO SOARES* (Remo Paralímpico)

- FAYOLA DAIANE BUENO DA SILVA (Bocha Paralímpica)

- MARTINHO MROTSKOSKI NETO (Handebol)

- DIEGO ANTUNES (Atletismo)

 

A Melhor Equipe Esportiva

- ADIEE UDESC FME - JUVENIL* (Ginástica Rítmica)

- ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA T-REX FUTEBOL AMERICANO - TIMBÓ-SC* (Futebol Americano)

- ABLUGO - INFANTIL (Ginástica artística)

- MINI GRUPO INFANTIL - COLÉGIO CULTURA DE BRUSQUE (Patinação Artística)

- DESTERRO RUGBY CLUBE (Rugby)

 

A Melhor Equipe Paradesportiva

- FLORIPA MAGIC AFLODEF* (Basquetebol em cadeira de rodas)

- HANDEBOL FME/SATC/JUDECRI* (Handebol)

- APAE DE TAIÓ (Atletismo)

- CLUBE DE REGATAS ALDO LUZ (Remo Paralímpico)

- EQUIPE FME / MAMPITUBA DE TÊNIS DE MESA PARALÍMPICO (Tênis de Mesa)

 

O(A) Melhor Árbitro(a)

- BERNADETE CONTE* (Atletismo)

- CHRISTIANE MOGK DE FARIA* (Ginástica Rítmica)

- CRISTHIANE LEITE KRUEGER WIPPEL (Patinação Artística)

- CLAYTON ROBERTO PEREIRA (Karatê)

- PABLO SCHOEFFEL (Badminton)

 

O(A) Melhor Árbitro(a) do Paradesporto

- EDISON PEREIRA DA SIVA (Bocha)

- ANDRÉ CUNHA (Basquetebol em cadeira de rodas)

- ADEMAR JOSÉ KAMLER (Atletismo)

* Indicações feitas pelo Conselho Estadual de Esporte

Informações adicionais para a imprensa

Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte - SOL
Fone: (48) 3665-7436
E-mail: imprensa@sol.sc.gov.br
Site: www.sol.sc.gov.br


Foto: Wander Roberto / COB

Com o fim dos Jogos Escolares da Juventude, em Brasília, Santa Catarina tem mais uma vez motivos para comemorar. Com sete de oito medalhas possíveis nas modalidades coletivas, o #TimeSC encerrou sua participação na capital federal com 47 medalhas: 11 de ouro, 22 de prata e 14 de bronze. A campanha de 2017 é ainda melhor que a do ano passado, quando os atletas de 15 a 17 anos também haviam conquistado 47 medalhas, mas três a menos de ouro e duas a menos de prata.


Fotos: Antonio Prado/Fesporte

Santa Catarina repetiu o feito do ano passado e sagrou-se vice-campeã geral das Paralimpíadas Escolares 2017 nesta sexta-feira, 24, em São Paulo. Os catarinenses somaram, no total, 381 pontos contra 458 de São Paulo, primeiro lugar. O Distrito Federal fechou sua participação em terceiro lugar com 379.

Oficialmente, o time Santa Catarina conquistou, no total, 94 medalhas sendo 47 de ouro, 35 de prata e 12 de bronze. Foram 18 medalhas a mais em relação a 2016, cujo quadro final foi de 76 medalhas.

 Nem todas as medalhas entraram para a pontuação oficial, já que o regulamento determina que para entrar no cômputo geral a prova tem que ter pelo menos cinco representantes de estados diferentes. 

Atletismo e natação, com o maior número de atletas, foram os destaques. No atletismo, Santa Catarina conquistou 40 medalhas: 17 de ouro, 17 de prata e 6 de bronze, ficando em quinto lugar na classificação geral. 

Já na natação, os catarinenses arremataram 40 medalhas sendo 26 de ouro, 9 de prata e 5 de bronze, fechando a participação com o vice-campeonato.

Outros destaques foram a bocha paralímpica, campeã geral com um ouro e duas pratas; o tênis de mesa com o terceiro lugar com três de ouro, uma prata e três bronze; além tênis cadeira de rodas com um ouro e duas pratas e o terceiro lugar na classificação geral.

O basquete em cadeira de rodas ficou em terceiro lugar na classificação geral e o goallball fechou sua participação em sétimo lugar. O judô catarinense teve apenas um representante e conquistou uma medalha de ouro.

Ao fazer uma análise do time de Santa Catarina na competição, o chefe da delegação catarinense, Ademar Silva, disse que o resultado final foi satisfatório. “Viemos com o propósito de ficar entre os três primeiros lugares. E conseguimos nosso objetivo. Brigamos com gigantes do paradesporto como São Paulo e Rio de Janeiro e ficamos entre os dois melhores estados do Brasil. Saímos de São Paulo orgulhosos de nossos atletas, pois conseguimos uma maior pontuação em relação a 2016, quando fechamos com 358 pontos, ou seja, foram 23 pontos a mais”, concluiu.

A delegação catarinense foi composta por 130 pessoas entre técnicos, dirigentes e atletas. Promovida pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, a competição reúniu cerca de mil atletas de todo o Brasil com idade entre 12 a 17. A delegação catarinense foi gerenciada pelo Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

 

 

A quarta-feira, 22, foi dia de estreia do time Santa Catarina nas Paralímpíadas Escolares, em São Paulo. E foi no atletismo que vieram as primeiras medalhas, 11 no total, pela manhã, sendo 7 de ouro, 3 de prata e 1 de bronze. Com mais um ouro no judô os catarinenses fecharam a manhã de quarta-feira com um total de 12 medalhas. 

O destaque do primeiro dia foi  Emanuelli Keila Remoaldo, 17 anos, do Colégio Industrial, de Lages, que obteve duas medalhas de ouro. A primeira no arremesso do peso F35 e a segunda nos 100 metros T35. Todas na categoria deficiente físico (DF)

Até aí nada de anormal, já que atleta, que tem atrofia nas duas pernas, é atual campeã brasileira nos 100 e 400 metros adulto. O detalhe é que atleta veio de uma lesão séria. Há cerca de 45 dias ela quebrou o osso do pé esquerdo (quinto metatarso) quando treinava para as Paralimpíadas Escolares e competiu no sacrifício.

“Eu quebrei o pé enquanto treinava para esta competição. Coloquei o pé em um buraco e sofri a lesão. Há 15 dias tirei o gesso, mas fiquei com medo de treinar e quebrar de novo. Fiquei esse tempo parada e só aqui fui competir. Graças a Deus deu tudo certo”, respirou aliviada.

Também foram destaques no atletismo os medalhistas de ouro Ian de Oliveira, da Escola Municipal Belizário Rodrigues, de Lages, nos 100 metros T35 DV (deficiente visual); Gabriel Erbetz, da Escola Estadual João XXIII, de Maravilha, nos 100 metros T13; Larissa de Souza, da Escola Municipal Belisária Rodrigues, de Lages, nos 100 metros T13 DV, Kauani Cantovisck, da Escola Municipal Fausta Rath, de Lages, nos 100 metros DV (deficiente visual)  e José Alexandre Martins da Costa, da Escola Municipal Quintino Bocaiúva, de Blumenau, medalha de ouro nos 100 metros T47 DF. 

No primeiro dia do atletismo também foram medalhistas: Igor Diogo Tamasia, da Escola Estadual Pedro Christiano Feddersen, de Blumenau, prata no lançamento do disco, categoria F7; Eduardo da Cruz, da Escola Estadual Marechal Olímpio Falconieri da Cunha, de Itajaí,  prata no lançamento do dardo e bronze nos 100 metros B11; e Matheus do Amaral, da Escola Municipal Presidente Médici, de Balneário Camboriú, medalha de prata nos  100 metros T47.

 Ainda pela manhã, houve também medalha de ouro no judô com Rafael Garrido Silveira, do Instituto Estadual de Educação, de Florianópolis, categoria até 90 quilos para deficientes visuais (DV).

Estiveram em quadra no primeiro dia de competição também atletas da bocha paralímpica, natação, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas, goalball, judô e futebol de sete.

Organizadas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), as Paralimpíadas Escolares são o maior evento escolar paralímpico do mundo. Em sua 11ª edição, 944 atletas competirão em 10 modalidades. Pela primeira vez, a competição contará com esportistas que representarão todos os Estados brasileiros mais o Distrito Federal.  A delegação catarinense é gerenciada pelo Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte e conta com um grupo de 135 pessoas entre atletas técnicos e dirigentes.

Santa Catarina está em segundo lugar geral atrás de São Paulo. Até o momento os catarinenses já conquistaram 16 de ouro, 11 de prata e 5 de bronze.

Informações para a imprensa
Antonio Prado
(48) 9 8802-5867
Fesporte Assessoria de Comunicação



Os finalistas de 2017 do Troféu Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte foram definidos com participação histórica dos internautas. A votação popular deste ano alcançou o número recorde de 10.078 votantes. “A resposta do público foi excelente e confirma a importância do Troféu Guga para coroar os atletas, equipes, árbitros, técnicos e entidades que se destacaram durante o ano“, salienta o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), Leonel Pavan.

Os três concorrentes mais votados pela internet em cada categoria e outros dois nomes escolhidos pelo Conselho Estadual de Esporte formam o elenco de cinco finalistas. Os vencedores serão definidos pela curadoria do Troféu e revelados na próxima terça-feira, 28, em cerimônia que será realizada no Teatro Pedro Ivo Campos, em Florianópolis, com início às 19h30. A entrada é gratuita e não requer convite.

O Troféu Guga deste ano também registrou aumento do número de indicações feitas pelas federações esportivas e entidades do paradesporto: foram 254 nomes. No ano passado a premiação recebeu 243 indicações e 165 em 2015. “A cada ano, o troféu se aprimora e ganha mais visibilidade. As equipes da SOL envolvidas na organização desse evento se esmeram para inovar e fazer da premiação um momento de celebração do esporte catarinense”, completa Pavan.

O prêmio, uma iniciativa da SOL em parceria com o Instituto Guga Kuerten (IGK), está em sua 9ª edição.

Os finalistas de 2017

  • O Melhor Atleta
    - LEONARDO ANDRÉ SCHILLING* (Natação)
    - MOACIR ZIMMERMANN* (Atletismo)
    - EDER GIOVANI LUCIANO (Bodyboarding) 
    - DOUGLAS SANTOS BROSE (Karatê) 
    - GABRIEL HENRIQUE OCHNER (Patinação Artística) 

    A Melhor Atleta
    - DANIELA SEIBT* (Voleibol)
    - VALÉRIA KUMIZAKI* (Karatê)
    - LIEGE LAURENTINO (Bodyboarding) 
    - MARIANY HATORI MIYAMOTO (Ginástica Rítmica) 
    - GABRIELLA PEREIRA GIRALDI (Patinação Artística) 

    O Melhor Atleta Paradesportivo
    - BRUNO BECKER DA SILVA* (Natação)
    - YMANITU SILVA* (Tênis em cadeira de rodas)
    - CONRADO CONTESSI (Tênis de Mesa)
    - LUCAS ANDRÉ FERRARI (Atletismo) 
    - PEDRO ROGERIO DE SOUZA SILVA (Karatê) 

    A Melhor Atleta Paradesportivo
    - BRUNA APARECIDA DE OLIVEIRA LEMOS* (Atletismo)
    - SUÉLEN MARCHESKI DE OLIVEIRA*(Atletismo)
    - CAMILA MULLER (Atletismo) 
    - BRENDA DE SOUZA (Basquetebol em cadeira de rodas) 
    - SUZANA NAHIRNEI (Atletismo)

    O Melhor Atleta de Futebol Profissional
    - DOUGLAS ALAN SCHUCK FRIEDRICH - DOUGLAS* (Futebol)
    - LUIS DIALLISSON DE SOUZA ALVES - APODI* (Futebol)
    - HENAN FARIA SILVEIRA - HENAN (Futebol)
    - REINALDO MANOEL DA SILVA - REINALDO (Futebol)
    - SÉRGIO DUTRA JUNIOR - JR DUTRA (Futebol)

    O(A) Atleta Revelação
    - LUCAS MORESCO ZIMMERMANN* (Bicicross)
    - VITÓRIA SARMENTO LEITE* (Karatê)
    - GUILHERME MARIANTE FILHO (Bodyboarding)
    - ISABELLA FORNARI DE FARIA (Patinação Artística)
    - VICTOR HUGO VIEIRA (Basquetebol)

    O(A) Atleta Revelação Paradesportivo
    - LUCAS DA SILVA CORREA* (Tênis em cadeira de rodas)
    - LUCAS HANSEN* (Tênis de Mesa)
    - ROBSON GASPERI (Surf) 
    - EMANUELLY KEILLA REMOALDO (Atletismo) 
    - JULIA PEREIRA MARCELINO (Bocha Paralímpica) 

    A Melhor Entidade Esportiva
    - BARRIGA VERDE CLUBE DE ORIENTAÇÃO* (Orientação)
    - CLUBE DE XADREZ DE BLUMENAU* (Xadrez)
    - ASSOCIAÇÃO COMPANHIA ARTÍSTICA DE PATINAGEM (Patinação Artística) 
    - ASSOCIAÇÃO SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE JOINVILLE (Karatê) 
    - DESTERRO RUGBY CLUBE (Rugby) 

    A Melhor Entidade Paradesportiva
    - ASSOCIAÇÃO FLORIANOPOLITANA DE DEFICIENTES FÍSICOS* (Basquetebol em cadeira de rodas)
    - CLUBE DE REGATAS ALDO LUZ* (Remo paralímpico)
    - ASSOCIAÇÃO CATARINENSE PARA INTEGRAÇÃO DO CEGO - ACIC (Atletismo)
    - ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS - APAE CHAPECÓ (Atletismo) 
    - ASSOCIAÇÃO DO PARADESPORTO DE BLUMENAU - APESBLU (Atletismo) 

    O(A) Melhor Técnico
    - THIAGO MENDES OLIVO* (Atletismo)
    - VANESSA HAGEMAN* (Ginástica Rítmica)
    - RAQUEL CHEREM SCHWARZ FRIEDRICH (Bodyboarding)
    - JULIANA PEREIRA (Ginástica artística)
    - VANDERLEI MACHADO DE OLIVEIRA (Karatê)

    O(A) Melhor Técnico do Paradesporto
    -ALEXANDRE MEDEIROS GHIZI* (Tênis de Mesa)
    - GUILHERME RIBEIRO SOARES* (Remo Paralímpico)
    - FAYOLA DAIANE BUENO DA SILVA (Bocha Paralímpica)
    - MARTINHO MROTSKOSKI NETO (Handebol)
    - DIEGO ANTUNES (Atletismo)

    A Melhor Equipe Esportiva
    - ADIEE UDESC FME - JUVENIL* (Ginástica Rítmica)
    - ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA T-REX FUTEBOL AMERICANO - TIMBÓ-SC* (Futebol Americano)
    - ABLUGO - INFANTIL (Ginástica artística)
    - MINI GRUPO INFANTIL - COLÉGIO CULTURA DE BRUSQUE (Patinação Artística)
    - DESTERRO RUGBY CLUBE (Rugby)

    A Melhor Equipe Paradesportiva
    - FLORIPA MAGIC AFLODEF* (Basquetebol em cadeira de rodas)
    - HANDEBOL FME/SATC/JUDECRI* (Handebol)
    - APAE DE TAIÓ (Atletismo)
    - CLUBE DE REGATAS ALDO LUZ (Remo Paralímpico)
    - EQUIPE FME / MAMPITUBA DE TÊNIS DE MESA PARALÍMPICO (Tênis de Mesa)

    O(A) Melhor Árbitro(a)
    - BERNADETE CONTE* (Atletismo)
    - CHRISTIANE MOGK DE FARIA* (Ginástica Rítmica)
    - CRISTHIANE LEITE KRUEGER WIPPEL (Patinação Artística)
    - CLAYTON ROBERTO PEREIRA (Karatê)
    - PABLO SCHOEFFEL (Badminton)

    O(A) Melhor Árbitro(a) do Paradesporto
    - EDISON PEREIRA DA SIVA (Bocha)
    - ANDRÉ CUNHA (Basquetebol em cadeira de rodas)
    - ADEMAR JOSÉ KAMLER (Atletismo)

    * Indicações feitas pelo Conselho Estadual de Esporte

Informações adicionais para a imprensa

Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte - SOL
Fone: (48) 3665-7436
E-mail: imprensa@sol.sc.gov.br
Site: www.sol.sc.gov.br

Uma delegação composta por 96 atletas catarinenses viaja na segunda-feira, 20, rumo a São Paulo para participar da etapa nacional das Paralimpíadas Escolares. A delegação será composta por 130 pessoas entre técnicos, dirigentes e atletas. Até o dia 25 de novembro a briga pela tão cobiçada de medalha de ouro passará pelas provas de atletismo, bocha paralímpica, natação, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas, goalball, judô e futebol de sete.

Todas as provas serão realizadas no CT Paralímpico, na Rodovia dos Imigrantes, na capital paulista. A previsão do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), organizador do evento, é que participem da competição cerca de 900 atletas de 12 a 17 anos.

A expectativa é que o time de Santa Catarina possa repetir o feito de 2014 quando foi campeão brasileiro deixando para trás gigantes como Rio de Janeiro e São Paulo. “Sabemos que a tarefa é difícil, mas não impossível já que no ano passado fomos vice-campeões”, crê João Cascaes, diretor técnico da delegação catarinense.

Naquele ano, SC conquistou 59 medalhas, sendo 31 de ouro, 20 de prata de 8 de bronze. Na pontuação final, somou 351 pontos, contra 350 do Rio de Janeiro, 341 de São Paulo e 275 de Minas Gerais.

Segundo Ademar Silva, gerente de esporte de participação da Fesporte e chefe da delegação catarinense, Santa Catarina deve brigar pelos três primeiros lugares, juntamente com Rio de Janeiro, São Paulo e Pará. “Estes três estados virão com equipes fortes e veremos uma briga muito boa, pois dispõem de atletas com bom nível técnico”, prevê o dirigente.

A delegação catarinense será gerenciada pelo Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte.

Mais informações para a imprensa:

Antonio Prado
(48) 9 9696-3045
Assessoria de Imprensa
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126
Site: www.fesporte.sc.gov.br
(48) 9 9696-3045


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Raimundo Colombo participou, na noite desta quinta-feira, 16, da inauguração da 28ª Unidade Operacional do Serviço Social do Comércio (Sesc), em São Joaquim, na Serra Catarinense. A unidade começou as atividades com restaurante, café e uma academia. Gradativamente serão oferecidos eventos e serviços nas áreas de Educação, Saúde, Cultura, Lazer e Assistência. O Sesc investiu R$ 4,1 milhões na implantação da unidade.

"São Joaquim é bonita e está ficando cada vez mais atrativa, com o frio, a maçã, o vinho de qualidade, a força da sua vocação turística e agora o Sesc se junta a esse conjunto com a formação humana, o desenvolvimento empresarial e faz uma base importante como já tem em outras cidades e dá um passo de qualidade e segurança para o desenvolvimento que se espera ter aqui", afirmou o governador.


Foto: Renan Koerich / Fesporte 

A partir desta sexta-feira, 17, Santa Catarina começa a sua partição nos Jogos Escolares da Juventude(JEJ) para estudantes de 15 a 17 anos em Brasília. Embarcaram nesta quarta-feira, 15, atletas das modalidades individuais: atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez. Depois, será a vez da participação dos competidores das modalidades coletivas: basquetebol, futsal, handebol e vôlei.

Em alto astral, o "Time Santa Catarina" desembarcou em Brasília, na noite desta quarta-feira, 15, com a expectativa de fazer história na competição.

Organizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), os JEJ serão realizados de 16 a 25 de novembro com a participação de 4 mil atletas de todo o país. Em 2016, em João Pessoa, na Paraíba, Santa Catarina conquistou 47 medalhas realizando a melhor participação da história. Foram 8 medalhas de ouro, 20 de prata e 19 de bronze.

Santa Catarina participa com uma delegação de 189 pessoas entre dirigentes, professores-técnicos e alunos-atletas, que obtiveram a classificação para a competição na etapa estadual dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) em setembro, em Curitibanos.

A delegação catarinense em Brasília será gerenciada pelo Governo de Santa Catarina por meio da Fesporte.

Texto: Antonio Prado

Mais informações para a imprensa:
Renan Koerich
(48) 9 9959-8096
Assessoria de Imprensa
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126
Site: www.fesporte.sc.gov.br