Florianópolis - Troféu Guga Kuerten 2018
Foto Divulgação/Fesporte

Encerra nesta terça-feira (30), às 23h59, o prazo para entidades esportivas e paradesportivas de Santa Catarina fazerem a indicação de nomes de atletas, equipes, técnicos, árbitros e outros para concorrerem ao Troféu Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte de 2018, promovido pelo Governo do Estado em parceria com o Instituto Guga Kuerten. A cerimônia de entrega ocorre na noite de 26 de novembro, no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis.

São 15 categorias em disputa que receberão suas indicações: o melhor atleta, a melhor atleta, o melhor atleta paradesportivo, a melhor atleta paradesportiva, o melhor atleta de futebol profissional, atleta revelação, atleta revelação paradesportivo, melhor entidade esportiva, melhor entidade paradesportiva, melhor técnico, melhor técnico do paradesporto, melhor equipe esportiva, melhor equipe paradesportiva, melhor árbitro, melhor árbitro do paradesporto.

COMUNICADO OFICIAL – A Fesporte ( Fundação Catarinense de Esporte) comunica que termina no próximo dia 21 de agosto, terça-feira, o prazo para envio do termo de desistência, convocação e inclusão de atletas participantes da etapa Estadual dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC). Acesse www.fesporte.sc.gov.br, campo “cadastro de atletas e dirigentes”.

Antônio Prado
Assessoria de Imprensa da Fesporte

Mais de 4 mil atletas participarão da 58ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) entre os dias 6 e 16 de setembro, em Caçador. Alguns estarão na festa esportiva apenas por participação. Outros, porém, figuram no seleto grupo de estrelas da competição.

Estrelas

No atletismo, por exemplo, nomes como Simone Ponte Ferraz, Micaela Melo e Fábio Schneider, de São José, estão cotados para brilharem ao lado de Luiz Henrique Schneider, de Rio do Sul.

Simone tem nove participações nos Jasc é a recordista catarinense nos 3.000m com obstáculos (10min46s) e a segunda no ranking brasileiro na prova. Micaela é a recordista brasileira sub-23 nos 100m com barreiras (13s59).

Fábio tem a melhor marca estadual nos 100m em 2018 (10s45) e Luiz Henrique é o recordista estadual absoluto no lançamento do disco (55m46cm).

Mas não é só no atletismo que desfilarão grandes atletas. O tênis de mesa, que tradicionalmente traz nomes de peso, este ano terá mais uma vez os medalhões que integram a seleção brasileira: Cazuo Matsumoto, Jéssica Yamada, que competirão por Concórdia, e ainda Alexia Nakashima, por Joinville.

Cazuo tem no currículo o título de campeão latino-americano; Jéssica é atual campeã sul-americana por equipe e Alexia foi campeã pan-americana juvenil em 2017.

Quem optar em assistir ao futsal feminino terá a oportunidade de ver em ação Amandinha, de Lages, eleita nos últimos três anos a melhor jogadora do mundo da modalidade.

Se a ideia é acompanhar a performance de um medalhista olímpico a pedida é o tiro, que contará com a participação de Felipe Wu, medalhista de prata na Rio 2016 no tiro esportivo. Ele competirá por Chapecó.

Já na ginástica rítmica, com a ausência de Jéssica Maier que disputará o Mundial com a seleção brasileira, o principal nome será Alessandra Correa, também integrante do selecionado brasileiro no conjunto, que competirá por Blumenau.

O xadrez terá entre suas estrelas Gilberto Milos, que é hexacampeão brasileiro e grande mestre, o grau máximo a ser atingido por um atleta.

Jasc

Os Jasc contam com  disputas de atletismo, basquete, bocha, bolão 16, bolão 23, caratê, futebol, futsal, ginástica artística, ginástica rítmica, handebol, jiu-jítsu, judô, natação, punhobol, remo, taekwondo, tênis, tênis de mesa, tiro, triathlon, voleibol, vôlei de praia e xadrez.O evento é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Caçador.

Antonio Prado - Fesporte

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

Joinville lidera Joguinhos Abertos com 73 pontos e Blumenau segue em segundo

Depois de seis dias de competições, Joinville lidera os Joguinhos Abertos de Santa Catarina que estão sendo realizados em Curitibanos com 73 pontos. Até o momento, os joinvilenses venceram no masculino do caratê a natação e xadrez e também no feminino do basquete.

Blumenau figura em segundo lugar com 62 pontos e depois aparece Tubarão, em terceiro, na classificação geral com 49 pontos. Os Blumenauenses venceram até o momento a ginástica artística no masculino e feminino conquistadas neste domingo, 22.

Cada troféu conquistado vale 13 pontos. O segundo colocado leva oito pontos e o terceiro, cinco.

O domingo, 22, em Curitibanos, foi marcado também pelos títulos de Itajaí no masculino e feminino do taekwondo. Já Balneário Camboriú foi campeão no voleibol e handebol, ambos no feminino. Joinville conquistou o troféu de campeão do xadrez masculino e São Bento do Sul do feminino.

Uma das atrações do dia foi a medalha de ouro de Vitor Porto, de São José, campeão mundial de taekwondo, na categoria acima de 73kg.

Nesta segunda-feira, 23, no final do dia, será decido o título do futebol feminino entre Chapecó e Criciúma. Ainda nesta segunda estrearam o tênis de mesa e o futsal masculino. Na terça, 24, tem início a ginástica rítmica e o ciclismo.

Os Joguinhos iniciaram dia 17 e prosseguem até dia 28. A competição tem a participação de 2.700 atletas de 94 municípios com idade até 18 anos disputando 16 modalidades esportivas.

Joinville é maior campeão dos Joguinhos com 13 títulos, mas é seguido de perto por Blumenau, que tem 12, ou seja, a edição de Curitibanos será uma espécie de tira-teima para ver quem é o melhor do estado.

O maior número de títulos seguidos pertence a Blumenau (com sete conquistas) que foi campeão de 1990 a 1996. Mas Joinville está no páreo com seis, já que foi campeão de 2012 a 2017, ou seja, se os joinvilenses vencerem a etapa de Curitibanos igualam a marca de Blumenau.

Texto: Antonio Prado
(48) 9 9696-3045

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

Tubarão e Balneário Camboriú são os campeões do atletismo nos Joguinhos Abertos de SC

Depois de seis etapas da competição, a modalidade foi encerrada na tarde desta sexta-feira, 20. Foram 44 provas disputadas para definir os campeões gerais. No feminino, Tubarão, com 234 pontos, Joinville, com 173, e Itajaí, com 130 formaram o pódio. No masculino, Balneário Camboriú somou 150pontos, seguido de São José, com 143, e Tubarão, com102. Com isso, Tubarão teve destaque especial, por ser o município que somou mais pontos para a classificação geral. Foram 18 só no atletismo.

“É fruto de seis anos de trabalho, com a criação do Bolsa-Atleta em Tubarão, que nos permitiu manter os atletas na cidade, além do trabalho dos profissionais de Educação Física, e, claro, mérito também dos atletas que abdicaram de outras atividades e do lazer para estar aqui nos Joguinhos conquistando este título”, explicou o técnico de Tubarão, Marcos Paulo Huber.

 O técnico Diogo Gamboa disse que a avaliação é a melhor possível quanto à participação de Balneário Camboriú no atletismo dos Joguinhos Abertos. “Balneário nunca tinha conquistado um troféu de atletismo nos eventos da Fesporte, e já estreamos com um título no masculino. Nosso município não tem uma pista, mas conseguimos formar grandes atletas. O título é graças a eles. Não há o que ser corrigido em nossa participação”, completou Gamboa.

 Além dos campeões, o destaque ficou também para os dois atletas escolhidos como os melhores da competição pela comissão de arbitragem. São eles o blumenauense Matheus Gabriel Correa, vencedor das provas de marcha atlética e de 10 mil metros, e a josefense Micaela Rosa de Melo, que venceu os 100 e os 400 metros com barreiras.

Texto: Heron Queiroz (48) 9 9656-3362


Foto arquivo: Heron Queiroz / Fesporte 

A 9ª edição dos Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina (Parajesc) reunirão entre os dias 6 a 8 de julho em Florianópolis, cerca de 408 participantes de 197 escolas entre atletas e dirigentes. Estarão em disputa as modalidades de atletismo, basquete de cadeira de rodas, bocha paralímpica, natação, goalball, judô, voleibol sentado , tênis de mesa, tênis de cadeira de rodas e futebol sete.

A maioria das modalidades serão disputadas nas dependências esportivas da UFSC. As exceções serão o tênis de mesa, que será no ginásio Capitão Waldir Schmdt, e a natação, que terá como palco a piscina da Elase. Os Parajesc são destinados a estudantes com idade entre 12 a 17 anos com deficiências física, auditiva, intelectual e visual.

O cronograma prevê para esta quarta-feira-feira, 4, a chegada das delegações. Dia 5, na quinta, classificação funcional, que define o grau de deficiência de cada participante. E entre os dias 6 e 8 ocorrem as competições.

A etapa estadual dos Parajesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com a Prefeitura de Florianópolis e Secretaria de Estado da Educação.

As escolas campeãs das modalidades farão parte da seleção catarinense que participará da etapa nacional da competição, as Paralimpíadas Escolares, que serão realizadas de 20 a 25 de novembro em São Paulo. Nesta competição, em 2017, Santa Catarina foi vice-campeã Brasileira, atrás somente de São Paulo, o campeão-geral.

Texto: Antonio Prado

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 99696-3045
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br 

Selecionáveis mantêm tradição dos Jogos Escolares de SC com grandes atletas

Os Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) já revelaram muitos atletas de seleção brasileira e alguns até olímpicos como Sérgio Galdino, na marcha atlética,  Luisa Matsuo, na ginástica rítmica, o nadador Xuxa e  Darlan Romani, no arremesso de peso.

 A etapa estadual 2018 que está sendo disputada desde o dia 23 em Videira, para atletas de 15 a 17 anos, mantém essa tradição. O time de futsal feminino da Escola Estadual Lourdes Lago, de Chapecó, por exemplo, tem 10 de suas 10 atletas na seleção brasileira de futebol e futsal.

Um time de estrelas formado por Camila, Laura, Carol, Manu e Nalon, que recentemente foram campeãs mundiais escolar na cidade israelense de Rischon Lesion. As cinco têm a companhia de Rafa, Isabela, Bruninha, Yasmim e Mariza, que em novembro de 2017 foram campeãs mundiais sub-17 pela Seleção Brasileira de Futebol no Uruguai.

Campanha invicta

Com tanto talento junto os resultados vieram. Em cinco jogos dos Jesc foram cinco vitórias. A última nesta sexta-feira, 29, na penúltima rodada da competição: 5x0 diante da Escola da Escola Estadual Maria da Glória Pereira, de Balneário Camboriú, com gols de Bruninha, Isabela, Emanuela, Nalon e Mariza.

A performance do grupo é o resultado de um trabalho de mais de cinco anos da Escola Lourdes Lago,  que começou com o professor Cleto,  e que nos últimos tempos recebeu a parceria da  Chapecoense.

“Em 2015 este time foi campeão sul-americano e em 2017 foi campeão brasileiro escolar. Somando tudo são mais de 10 títulos estaduais desde 2014 nas diversas competições que disputamos”, destaca o auxiliar técnico, professor Amauri Geordan.

Jesc e o crescimento profissional

Amauri enfatiza que os Jesc são muito importantes para o crescimento da carreira de uma atleta. “Se muitas jogadoras do meu time estão na seleção é devido a eventos como este da Fesporte, os Jesc”, destaca.  “Esta competição ajuda ao atleta a crescer no esporte e também proporciona  experiência  profissional de âmbito até internacional, pois muitas de nossas jogadoras conhecem algumas cidades no exterior graça ao esporte escolar”, complementa.

As palavras de Amauri ecoam na voz de Bruninha, uma das destaques e capitã do time: “os Jesc são uma competição muito grande que nos possibilita representar o Brasil no mundo inteiro e poder compartilhar essa experiência com minhas amigas é algo gratificante”, destaca.

Para o treinador Silvio da Rosa  os Jesc têm um valor especial. “Sou natural do Rio Grande do Sul e estou no estado desde 2013, os Jesc já revelaram inúmeros atletas olímpicos. É um evento de qualidade, pois tem atletas de grande potencial, prontos para brilharem no Brasil e no mundo”, elogia.

Os Jesc são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Videira com o apoio da Secretaria Estadual de Educação.

Informações adicionais para a imprensa

Antônio Prado
Assessoria de Imprensa
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 99696-3045
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br


Foto: Heron Queiroz / Fesporte

A 11ª edição dos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) começou na quarta-feira à noite, 23, em Rio do Sul, reunindo 172 municípios. Antes mesmo do começo da solenidade, os atletas a partir dos 60 anos, se confraternizavam e aproveitaram para dançar. O fogo simbólico, conduzido pelo atleta Frederico Goral, da sede dos Jogos, campeão dos Jasc na modalidade de bocha, foi aceso fora do Centro de Eventos Hermann Purnhagen por medida de segurança. O juramento coube a Armelindo Schllup, com 10 títulos estaduais, cinco brasileiros e também dos Jasc. Os Jasti vão até o domingo, 27, na disputa de nove modalidades. 

O secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Tufi Michreff Neto, destacou em seu pronunciamento que os Jogos Abertos da Terceira Idade têm um investimento baixo em comparação com a confraternização que proporciona aos participantes. Ele lembrou que desde as fases microrregionais, com 222 municípios, a competição reuniu 8 mil atletas a partir de 60 anos. O secretário garantiu que todas as competições promovidas pela Fesporte até o final do ano estão garantidas, mesmo com os cortes no orçamento.

A competição, de acordo com a presidente da Fesporte, Natália Lúcia Petry, é uma forma do governo do Estado contribuir para melhorar a qualidade de vida da população catarinense. “Um evento desta natureza valoriza aqueles atletas que não tiveram a oportunidade de competir na sua juventude. Temos que agradecer pelo que fizeram por nós”. Ela lembrou que cada vez mais a população nesta faixa etária busca qualidade de vida.

O prefeito de Rio do Sul, José Thomé, ressaltou que sediar mais uma vez uma competição de âmbito estadual, além da confraternização dos participantes, importante pelo retorno econômico que representa para os municípios. “Toda a rede hoteleira da região está 100% comprometida, sem falar no comércio”.

Os Jogos Abertos da Terceira Idade, promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Rio do Sul e Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) prosseguem até domingo (27). As modalidades em disputa são: bocha; bolão 23; canastra; danças de salão, coreografada e folclórica; dominó; handebol adaptado; e voleibol.

Texto: Orlando Pereira / Especial para a Fesporte

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 


Foto arquivo:  Heron Queiroz / Fesporte

Começa nesta quarta-feira, dia 23, às 19h30, com a cerimônia de abertura no Centro de Eventos Hermann Purnhagen, em Rio do Sul, a etapa estadual da 11ª edição dos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) de Santa Catarina. Até sábado, dia 26, cerca de 2 mil atletas com idade a partir de 60 anos, de 172 municípios, disputarão nove modalidades esportivas: bocha, bolão, vôlei e handebol adaptados, além de truco, canastra, dominó, dança de salão e dança coreografada.

O evento é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Rio do Sul e Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs).


Foto: Homero Buzzi / ADR Rio do Sul

À véspera do início da 11ª edição dos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti),  em Rio do Sul, foi realizado o Congresso Técnico, no município, nesta terça-feira, 22. As competições, que começam nessa quarta, 23, e vão até domingo, 27, reúnem 216 delegações municipais, com a participação de 3.012 atletas, que já começaram a chegar na cidade. Os Jasti são uma realização do Governo do Estado através da Fesporte, em parceria com o município de Rio do Sul e a Agência de Desenvolvimento Regional de Rio do Sul.

A abertura também será nessa quarta-feira, no Centro de Eventos Hermann Purnhagen, a partir das 19h30, quando haverá o acendimento da pira olímpica, o juramento do atleta e a apresentação de grupos de danças. A entrada é gratuita.

O sorteio de chaves, em suas várias modalidades nos dois naipes, foi realizado sob a coordenação de João Cascaes, da Fesporte. Haverá disputa de bocha, bolão, vôlei e handebol adaptados, além de truco, canastra, dominó, dança de salão e dança coreografada. De acordo com o gerente de esporte de participação, Ademar da Silva, decidiu-se por fazer o Congresso na véspera da abertura, para garantir uma maior participação das delegações.

Antes do sorteio das chaves, a presidente da Fesporte, Natália Lúcia Petry, destacou a importância dos Jasti. "É um reconhecimento que o Governo do Estado presta àqueles que, de algum modo, participaram da recente história de sucesso de nosso Estado, com seu trabalho e sua dedicação nos vários setores, em suas comunidades", observou.

O prefeito de Rio do Sul, José Thomé, agradeceu a todos pelo empenho em tornar os Jasti uma realidade no município. O prefeito lembrou o impacto econômico de eventos assim, já que toda a região está com 100% das reservas de hotéis preenchidas, além de movimentar outro setores. 

Informações adicionais para a imprensa:
Homero Buzzi
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Rio do Sul
E-mail: imprensa@rsl.adr.sc.gov.br
Telefones: (47) 3526-3014 / 99905-6336 
sc.gov.br/regionais/riodosul