Campeãs mundias representam Santa Catarina nos JUBs | Foto: Fom Conradi/Leoas da Serra

Com 178 pessoas (141 atletas, 26 técnicos e 11 oficiais), a delegação de Santa Catarina viaja nesta segunda-feira, 21, a Salvador (BA), para participar da etapa nacional dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs). A competição reunirá até dia 28 cerca de 2.500 universitários de todos os 26 estados mais o Distrito Federal. Já nesta segunda, a partir das 19h, haverá a cerimônia de abertura no ginásio do Centro Pan-americano de judô. As disputas começam nesta terça-feira, 22.

Uma das estrelas do Time SC é  Amandinha, eleita cinco vezes a melhor jogadora de futsal do mundo, que disputará a competição com o time campeão mundial Leoas da Serra, representando a Uniplac, de Lages.  A competição será organizada pela Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e a delegação de Santa Catarina será gerenciada pela Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) e Federação Catarinense do Desporto Universitário (FCDU). 

Estarão nas disputas as modalidades de basquete, basquete 3x3, caratê, futsal, handebol, vôlei, vôlei de praia, jogos eletrônicos, judô e trabalho acadêmico. Segundo o presidente da FCDU, Manoel Rebelo, a expectativa é superar a performance dos catarinenses em 2018: “Ano passado conquistamos 56 medalhas, sendo 24 de ouro, 10 de prata e 22 de bronze. Nesta edição da Bahia, temos todas as condições de superar esta marca”.

Para Rui Godinho, presidente da Fesporte, gerenciar a delegação catarinense nos JUBs, juntamente com a FCDU, era um desejo desde o início de sua gestão, iniciada em janeiro deste ano. “Quando assumimos a Fundação, nosso objetivo era apoiar e fortalecer o esporte escolar e universitário. E estamos conseguindo. Já estamos em fase final de elaboração de anteprojetos de lei que beneficiam este setor com bolsa atleta, por exemplo. Acreditamos que a junção esporte e educação são meios para a construção de campeões e cidadãos”.

Por questões de logística, o atletismo dos JUBs foi realizado nos dias 12 e 13 de setembro em Fortaleza (CE). Santa Catarina participou com 13 atletas e obteve 16 medalhas: oito de ouro, seis de prata e duas de bronze.  

Universidades que formam o Time SC:

Basquete masculino – Unisociesc (Joinville)
Basquete masculino 3x3 – Unisociesc (Joinville)
Basquete feminino 3 x3 Unisociesc  (Jaraguá do Sul)
Basquete masculino 3x3 – UFSC (Florianópolis)
Basquete feminino indoor  Unochapecó (Chapecó) 
Futsal masculino Unochapecó (Chapecó)
Futsal Feminino Leoas da Serra/Uniplac (Lages)
Handebol masculino Univali (Itajaí)
Handebol feminino UnC (Concórdia)
Voleibol masculino  Unoesc (Chapecó)
Voleibol feminino Unochapecó (Chapecó)
Vôlei de praia masculino Univali (Itajaí)
Vôlei de praia feminino UFSC (Florianópolis)
Jogos eletrônicos Futebol FIFA Udesc (Florianópolis)
Jogos eletrônicos LOL UFSC (Florianópolis)
Judô masculino  Unisul (Palhoça)
Judô feminino Unisul (Palhoça)
Caratê feminino – Univali (Itajaí)
Trabalho acadêmico Udesc e UFSC (Florianópolis)


A 15ª edição dos Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) terminou neste sábado, 19, em Caçador, sem surpresas. Joinville confirmou a hegemonia e levou o sétimo título geral da competição. A delegação da maior cidade do estado somou, no quadro geral, 37 pontos, sendo campeã no segmento Deficiente Visual (DV) e vice-campeã nos segmentos Deficiente Auditivo (DA), Físico (DF) e Intelectual (DI).

Somando 34 pontos, Itajaí ficou com o vice-campeonato geral, com títulos nos segmentos DF e DI, mas com apenas uma segunda colocação, contra três vice-campeonatos dos joinvilenses. Chapecó fechou o quadro de pontuação em terceiro lugar com 19 pontos, com uma vitória na categoria DA.

Na programação do último dia do evento, sábado, dia 20, disputa somente em cinco provas de duas modalidades esportivas: a bocha, nos segmentos de deficiente intelectual (DI), masculino e feminino, e deficiente físico (DF), para cadeirante e para andante, ambos no masculino, e o xadrez para deficientes visuais (DV).Na sexta-feira, foram 19 encerramentos, considerando gêneros e segmentos do atletismo basquete, bocha, bocha paralímpica, futsal, tênis de mesa e ciclismo. 

Cerca de dois mil atletas de 71 municípios competiram nesta edição dos Parajasc, que teve início no último dia 14. 

Confira a classificação por segmento:

DEFICIÊNCIA VISUAL (DV)
1º - Joinville – Campeão no atletismo masculino e feminino e na natação masculino e feminino
2º - Itajaí – Campeão no ciclismo feminino
3º - Florianópolis – Campeão no golbol masculino

DEFICIÊNCIA AUDITIVA (DA)
1º - Chapecó – campeão no atletismo e no xadrez masculino e na bocha feminino
2º - Joinville – Campeão no atletismo e natação, ambos no feminino
3º - Blumenau – Campeão natação masculino

DEFICIÊNCIA FÍSICA (DF)
1º - Itajaí – Campeão no atletismo e no xadrez masculino e na bocha feminina e mista
2º - Joinville – Campeão na natação masculino e feminino, tênis de mesa feminino, basquete cadeirante misto e tênis de mesa feminino 
3º - Blumenau – Campeão atletismo femino

DEFICIÊNCIA INTELECTUAL (DI)
1º - Itajaí – Campeão no basquete e tênis masculino e na bocha e no tênis feminino
2º - Joinville – Campeão na  natação masculino e feminino
3º - Brusque – Vice campeão no basquete e bocha masculino

Mais informações para a imprensa: 
Heron Queiroz
Assessoria de Comunicação
Fesporte
Fone: (48) 99635-9617 / 3665-6126
www.fesporte.sc.gov.br
www.facebook.com/fesporte

 

 
Imagem do Parajasc de 2018 | Antonio Prado/Fesporte

Começa nesta segunda-feira, dia 14, em Caçador, a 15ª edição dos Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc), evento que envolve atletas com deficiência física (DF), auditiva (DA) intelectual (DI) e visual (DV). Serão cerca de dois mil participantes de 71 municípios que disputarão 12 modalidades até 19 de outubro: atletismo, tênis de mesa, xadrez, futsal, ciclismo, golbol, handebol em cadeira de rodas, xadrez, basquete, basquete em cadeira de rodas, bocha paralímpica e bocha rafa vollo.

O evento é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Caçador. A abertura oficial da competição será na segunda-feira, 14, às 19 horas, no ginásio de esporte da Escola Paulo Schieffler. No mesmo dia, pela manhã, serão realizadas as classificações funcionais, que definem a classe de competição de cada atleta. 

A modalidade de natação, por questões técnicas, foi antecipada para 2 e 3 de agosto, a fim de que se realizasse em Indaial, paralelamente às disputas dos Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina (Parajesc). Com a antecipação da modalidade, Joinville saiu na frente na pontuação dos Parajasc ao faturar sete dos oito títulos em disputa na modalidade: DF masculino, DF feminino, DV masculino, DV feminino, DA feminino, DI masculino e DI feminino.

Os Jogos Abertos Paradesportivos foram criados visando à inclusão e integração de atletas com deficiência por meio do esporte. O evento tem como finalidades favorecer o desenvolvimento global da pessoa com deficiência e sua integração na sociedade pela prática esportiva adequada às suas necessidades especiais. 

Ainda está entre as finalidades dos Parajasc proporcionar aos atletas a aquisição de experiências que venham enriquecer seus conhecimentos e facilitar sua relação com o meio em que vivem, contribuindo para o exercício de sua cidadania, e propiciar o intercâmbio técnico e de gestão entre profissionais e dirigentes.

Mais informações para a imprensa: 
Heron Queiroz
Assessoria de Comunicação
Fesporte
Fone: (48) 99635-9617 / 3665-6126
www.fesporte.sc.gov.br
www.facebook.com/fesporte


O futsal estará na programação das etapas classificatórias regionais dos Jasc Centro-Oeste, em Curitibanos, e Oeste, em Xanxerê - Foto: Fon Conradi / Fesporte

As etapas regionais da 59ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) começam nesta sexta-feira, 27, em Curitibanos e Xanxerê. As disputas classificatórias ocorrem até o dia 1º de outubro e vão definir os municípios que irão para a fase estadual, que será realizada em novembro, em Indaial, Timbó e Pomerode.

Curitibanos será sede da etapa Centro-Oeste com a participação de cerca de 1.200 atletas de 33 municípios com idade a partir de 18 anos. Eles irão disputar as modalidades de basquete e bolão 23, no masculino, e ainda bocha, futsal e voleibol, todos no masculino e feminino. A cerimônia de abertura em Curitibanos está programada para as 20h30 desta sexta no ginásio Cassemiro de Abreu.  

Participam da regional Centro-Oeste os municípios de Abdon Batista, Agrolândia,  Agronômica, Água Doce, Arroio Trinta, Caçador, Campo Belo do Sul, Campos Novos, Capinzal, Catanduvas, Curitibanos, Herval D´Oeste, Ibicaré, Ibirama, Jaborá, Joaçaba, Lages, Lebon Régis, Luzerna, Monte Carlo, Otacílio Costa, Ouro, Pinheiro Preto, Pouso Redondo, Rio Das Antas, Rio do Sul, Santa Cecília, São Cristóvão do Sul, São José do Cerrito, Tangará, Trombudo Central, Vargem Bonita e Videira.

Já Xanxerê será sede da etapa Oeste com a participação de 1.300 atletas a partir de 18 anos de 35 municípios disputando as modalidades bocha, bolão 23, futsal e voleibol, todos no masculino e feminino, além do handebol masculino. A cerimônia de abertura em Xanxerê ocorre nesta sexta-feira, às 19h no Ginásio da Arena.

Participam da competição os municípios de Abelardo Luz, Águas de Chapecó, Belmonte, Caibí, Caxambú do Sul,  Chapecó, Concórdia, Cunha Porã, Cunhataí, Faxinal dos Guedes, Guarujá do Sul, Iporã do Oeste, Iraceminha, Itá, Lindóia do Sul, Maravilha, Nova Erechim, Palma Sola, Palmitos,  Pinhalzinho, Piratuba, Planalto Alegre, Ponte Serrada, Quilombo, São Carlos, São João do Oeste, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste, Saudades, Seara, Serra Alta, Tunápolis,  Xanxerê, Xavantina e Xaxim.

Após as etapas em Curitibanos e Xanxerê ocorrerão mais duas regionais em Criciúma (sede da etapa Sul), de 2 a 6 de outubro, e Rio Negrinho (etapa Leste-Norte) entre os dias 4 e 8 de outubro.

“Estamos começando as etapas regionais dos Jogos Abertos de Santa Catarina, que já fazem parte da cultura esportiva do nosso Estado e ao longo dos anos já revelaram inúmeros atletas Os Jasc são instrumentos para o desenvolvimento integral de seus participantes”, destacou o presidente da Fesporte, Rui Godinho, na mensagem aos participantes das etapas regionais. 

Os Jasc são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com as prefeituras dos municípios sedes.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 




Foto: Antonio Prado / Fesporte 

Depois de nove dias de competições, o município de Joinville se consagrou neste sábado, 21, em Videira, como o campeão geral da 19ª edição da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), com 120 pontos. Florianópolis fechou em segundo lugar com 109 e Jaraguá do Sul em terceiro com 88.

Para serem os melhores da competição, os joinvilenses foram campeões no masculino e no feminino do atletismo e caratê, além da natação feminina, tênis masculino. Este é o décimo título conquistado pela cidade do Norte do Estado na história da Olesc. 

“É um título que vem para consolidar o trabalho. Joinville investe forte nas categorias de base por meio do Programa Iniciação Esportiva, que atende a mais de 8 mil crianças, principalmente de área de vulnerabilidade social, de onde surgem talentos para fazer parte das nossas equipes de rendimento. É um sistema muito sustentável, que valoriza os atletas da casa”, disse Estevan Cattoni, secretário municipal de Esporte de Joinville.

A etapa estadual da Olesc começou no dia 13 de setembro com a participação de 2.800 atletas com idades entre 8 a 17 anos vindos de 82 municípios.  Estiveram em disputa as modalidades atletismo, basquetebol, caratê, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, ginástica artística, handebol, natação judô, tênis, tênis de mesa, voleibol e xadrez.

Neste sábado, último dia de competições, foram definidos os campeões do basquete, futsal, vôlei e tênis masculinos; do handebol feminino; do judô e tênis de mesa masculinos e femininos.

No basquete masculino, Jaraguá do Sul ficou com o título, ao vencer Chapecó por 59 a 48. No futsal masculino, o troféu maior ficou com Jaraguá do Sul, que derrotou Criciúma por 3 a 1. No handebol feminino, Blumenau chegou mais alto no pódio, ao aplicar 29 a 16 no na equipe de Criciúma.

No tênis masculino, o confronto entre Florianópolis e Joinville teve a equipe do Norte como vencedora, em dois jogos, duplo 2 a 0. O tênis de mesa feminino teve como campeões, na soma das competições individuais, duplas e equipes, os representantes de Pouso Redondo; e no masculino, Joaçaba. No vôlei masculino, Brusque fez 3 a 0 em Balneário Camboriú (25/21, 25/22 e 25/20), tornando-se campeão.

A Olesc foi uma realização do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Videira.
Ao fazer uma análise do evento o presidente da Fesporte, Rui Godinho, se disse satisfeito com o resultado final da competição. “Fizemos uma grande Olesc. Tivemos medalhas e troféus com o sistema braile, que facilita a inclusão do deficiente visual no processo. Por fim tivemos um nível técnico excelente de jogos. Todos estão de parabéns”, finalizou Godinho.

Por questões de logísticas duas modalidades foram disputadas antecipadamente, a natação e a ginástica artística foram realizadas recentemente em Palhoça e Blumenau respectivamente.

Jaraguá do Sul foi campeã geral na natação masculina e Joinville no gênero feminino. Já na ginástica artística o título ficou com São Bento do Sul, entre os homens, e Florianópolis entre as mulheres.
A cerimônia de encerramento ocorreu no Complexo Esportivo Sérgio Luiz Marafon (Medalhão).

Os campeões por modalidade

Atletismo masculino – Joinville

Atletismo feminino – Joinville

Basquete masculino – Jaraguá do Sul

Basquete feminino – Jaraguá do Sul

Ciclismo – Jaraguá do Sul

Caratê masculino – Joinville

Caratê feminino – Joinville

Futsal masculino – Jaraguá do Sul

Futsal feminino – Arvoredo

Ginástica artística masculina – São Bento do Sul

Ginástica artística feminina – Florianópolis

Ginástica rítmica – Florianópolis

Handebol masculino – Itajaí

Handebol feminino – Blumenau

Natação masculina – Jaraguá do Sul

Natação feminina – Joinville

Tênis masculino – Joinville

Tênis feminino – Itajaí

Tênis de mesa masculino – Joaçaba

Tênis de mesa feminino – Pouso Redondo

Voleibol masculino – Brusque

Voleibol feminino – Saudades

Xadrez masculino – Florianópolis

Xadrez feminino – São Bento do Sul

Informações adicionais para a imprensa
Antonio Prado/Heron Queiroz
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 48 9 9949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br


Foto: Antonio Prado / Fesporte

Participar da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) tem um sabor especial até para os atletas com experiência em campeonatos. É o caso do mesatenista Guilherme Marchiori, 13 anos, da equipe de Chapecó. Ele soma títulos como o de campeão brasileiro, da Copa do Brasil e do sul-americano, mas participa da Olesc pela primeira vez. A etapa estadual da 19ª edição da Olesc segue até o dia 21 de setembro em Videira. 

“Sempre tive vontade de participar da Olesc e estou realizando este sonho. Como está no início dos jogos, estou bastante ansioso”, diz Guilherme, com as unhas pintadas como batismo por ser calouro na competição. O garoto de Chapecó ocupa o primeiro lugar no ranking catarinense da sua faixa etária. Agora o mesatenista se prepara para disputar mais uma competição internacional, o Campeonato Latino-Americano, em outubro, em Porto Rico.

Na estreia, nesta segunda-feira, 16, Guilherme ajudou sua equipe a vencer Fraiburgo por 3 a 0. Nascido em São Bento do Sul, o garoto defende Chapecó desde o início deste ano. “Comecei jogar aos seis anos de idade e de lá pra cá não parei mais. Atualmente treino cerca de duas horas por dia e quero um dia chegar à seleção brasileira adulta e poder participar de um campeonato mundial e Olimpíada”.

O tênis de mesa da Olesc segue até o dia 21 de setembro, no ginásio de esportes do Parque da Uva, em Videira.

Informações adicionais para a imprensa
Antonio Prado
Assessoria de Imprensa
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 48 9 9949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

Fotos: Heron Queiroz / Fesporte

Atletas de caratê, ciclismo, ginástica rítmica e atletismo subiram ao pódio neste domingo, 15, na Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), em Videira. Com os resultados deste domingo, Joinville dispara na liderança. A cidade do Norte de Santa Catarina fez duas dobradinhas douradas: no caratê e no atletismo, além de um terceiro lugar no ciclismo e na ginástica rítmica. Com isso, os joinvilenses chegam a 84 pontos, seguidos por Florianópolis, com 52, e Jaraguá do Sul, com 51 pontos. A etapa estadual da 19ª edição da Olesc começou na sexta-feira, 13, e segue até o dia 21 de setembro. 

As premiaçõs começaram na manhã deste domingo, quando Florianópolis recebeu o troféu inédito de campeã geral de ginástica rítmica. “É com muito orgulho que voltamos pra casa com esse troféu depois de ter trabalhado arduamente o ano inteiro no nosso ginásio e inesperadamente ser campeãs, principalmente porque não éramos favoritas. Nós tivemos a capacidade de colocar em prática tudo aquilo que treinamos”, disse a treinadora da equipe da Capital, Evelise Garofalo.  

Para conquistar o titulo geral, Florianópolis somou 124,8 pontos. Blumenau fechou com 119,65 e Joinville ficou em terceiro, com 116,15 pontos. No ciclismo, quem garantiu o primeiro lugar geral foi Jaraguá do Sul, bicampeã da modalidade. O município conquistou o primeiro título de ciclismo na última edição, em Indaial. Jaraguá do Sul somou 53 pontos, Florianópolis teve 38, e Joinville, 33, completando o pódio geral da modalidade. 

Já no caratê, Joinville foi campeão geral no masculino e no feminino. Os títulos foram confirmados com o kumitê por equipe, realizado na manhã deste domingo, no ginásio do Sesi, em Videira. Na classificação geral, Joinville atingiu 76 pontos no masculino. Em segundo ficou Tubarão, com 54, seguido por Içara, com 37. No feminino, os joinvilenses somaram 60 pontos, seguidos dos caratecas de Blumenau, com 53, e os de Içara, com 48 pontos.

Final do atletismo com emoção

O atletismo terminou com emoção em Videira. Na disputa do troféu masculino, Joinville precisava não apenas vencer o revezamento 4x100 misto, mas bater o recorde da prova. E foi o que fizeram os joinvilenses Leonardo Mendes, Uanderson da Silva, Barbara Vale e Camilly dos Santos, que voaram para cravar 3min.46s49. Assim, Joinville somou 130,5 pontos na classificação geral, contra os 128 pontos de Balneário Camboriú, que terminou em segundo lugar. Jaraguá do Sul ficou na terceira posição, com 104 pontos

No atletismo feminino, Joinville teve uma vitória mais tranquila ao atingir 126 pontos. Jaraguá do Sul somou 78 pontos e Blumenau fechou o pódio, com 70 pontos. A treinadora joinvilense Margit Weise afirma que o sacrifício valeu a pena. “Estamos aqui há três dias competindo sob sol e frio. Nossos atletas resistiram bravamente a tudo isso com garra e determinação e fomos campeões”, disse a treinadora.

Melhores atletas do atletismo

Larissa da Silva Luci, de Nova Veneza, foi escolhida a melhor atleta da Olesc, no atletismo, pelo júri técnico. Ela bateu o recorde dos 800m com o tempo de 2min17s85 e se despede da competição como tetracampeã dos 800m e 1.500m. “Foi uma honra muito grande me despedir em grande estilo desta competição que é tão importante em minha vida”, disse a campeã.

Eduardo Malczevski, de Blumenau, foi o atleta destaque entre os homens. Ele foi recordista dos 100m rasos, estabelecendo uma nova marca na competição, com o tempo de 10s81. Venceu também os 200 metros com a marca de 22s19. “É muito gratificante ser o atleta destaque porque eu treinei muito para esta competição e consegui colocar todos os treinos em prática aqui em Videira”, afirma Malczevski.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Heron Queiroz
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br


Foto: Heron Queiroz / Fesporte 

A etapa estadual da 19ª edição da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) começou na manhã desta sexta-feira, 13, em Videira, entregando as primeiras medalhas da competição. O primeiro ouro veio no atletismo com Kauan Vicente Nicocelli, 17 anos, de Joinville, que arremessou o martelo a 52m50cm.

“Este ano estou fazendo uma boa temporada. Já venci recentemente os Joguinhos Abertos de Santa Catarina e agora na Olesc onde não esperava vencer”, admitiu o campeão.

Quem também saiu feliz da pista de atletismo do Complexo Esportivo Sérgio Luiz Marafon foi Alex Agostinho, de Balneário Camboriú, medalha de ouro no salto em altura, ao pular 1m83cm. “Treino há três anos para conquistar este primeiro lugar. É uma sensação muito boa. Só tenho a agradecer meus treinadores Daia e Diogo Gamboa e que me proporcionaram isso. Estou muito feliz”, disse o campeão.

Além das primeiras medalhas do atletismo a manhã desta sexta-feira foi dia de premiar os campeões das primeiras provas do ciclismo. Na briga entre municípios quem se deu melhor na prova Team Relay foi a equipe de Florianópolis, que conquistou o primeiro lugar, seguida de Joinville, em segundo, e Jaraguá do Sul, que fechou sua participação em terceiro lugar.

Já na prova seguinte, a de cross-country, Mateus Coan, de São Bento do Sul, ficou com a medalha de ouro, seguido de Nicolas Pereira, de Balneário Camboriú, em segundo, e  Ian Franceschini, de Concórdia, em terceiro lugar geral.

Entre as mulheres a medalha de ouro do cross-country coube a Liandra Heimann, de Timbó, com Letícia Garcia, de Jaraguá do Sul,em segundo, e Mireli Nunes, de Joinville, em terceiro lugar. 

A Olesc é uma promoção do governo de Santa Catarina e realizada por intermédio da Fesporte, em parceria com o município de Videira. 

As competições vão até o dia 21. Em Videira são 12 modalidades em disputa: atletismo, basquetebol, caratê, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, tênis, tênis de mesa, voleibol e xadrez, masculinos e femininos.

Abertura

Um público de aproximadamente 3 mil pessoas esteve presente no Centro Poliesportivo Municipal Sérgio Marafon, o Medalhão, para a abertura oficial da 19ª edição Olesc, na noite de quinta-feira, 12, em Videira.

Atletas de 82 municípios catarinenses fizeram o desfile das delegações participantes. Dentre as autoridades presentes, estavam a vice-governadora do Estado, Daniela Reinehr e o presidente da Fesporte, Rui Godinho.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

Santa Catarina entrou na rota do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) para receber um Centro de Referência de Treinamento para o paradesporto. O assunto foi tratado entre o  gestor de esporte escolar do CPB, Ramon Pereira, o presidente da Fesporte, Rui Godinho, e com Alexandre Farias Luz, coordenador de políticas públicas para pessoas com deficiência da Prefeitura de Florianópolis, em uma reunião na última terça-feira, 10.

Ficou definido que Florianópolis sediará dia 21 de setembro na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) o Festival Dia do Atleta Paralímpico, voltado para profissionais de educação física. O evento, denominado de núcleo de estudos, faz parte do calendário do CPB que prevê ações similares em 70 cidades, que inclui todos os estados brasileiros. Além da Capital catarinense Itajaí está no mapa do núcleo de estudos.

Segundo Pereira o núcleo de estudos trabalhará a capacitação dos professores baseada em três atividades lúdicas que engloba atletismo, voleibol sentado e basquete em cadeira de rodas. “A ideia do Festival dia do Atleta Paralímpico e começar a capacitar professores para que estes profissionais possam trabalhar na escola com alunos com deficiência, pois o que acontece hoje é que o aluno deficiente é dispensado da aula de educação física por falta de conhecimento do professor em aplicar de forma correta uma atividade paralímpica”, destaca o dirigente do CPB.

Após a capacitação, a ideia é implantar até 2024 um Centro de Referência de Treinamento paralímpico em cada Estado do Brasil com a mesma filosofia de trabalho adotada no Centro de Treinamento Paralímpico em São Paulo, um dos mais modernos do mundo e que é gerenciado pelo CPB. “Vamos criar estes centros por o todo o Brasil. Em Santa Catarina começaremos implantando um centro em Blumenau e estamos conversando com dirigentes em Florianópolis para implantarmos um na Capital com a parceria da Fesporte”, esclarece Ramon Pereira, que enfatiza que cada centro contemplará cerca de 160 estudantes com deficiência.

“A mão de obra especializada para o trabalho nestes centros virá da parceria entre UFSC, Fesporte e prefeituras”, destaca gestor de esporte escolar do Comitê Paralímpico Brasileiro. O dirigente informa ainda que o projeto contemplará no país cerca de 6.200 estudantes e que cerca de 11 mil profissionais estarão envolvidos com a proposta.

Segundo Pereira, a escolha de Santa Catarina para ser um dos estados a receber futuramente um centro de referência em treinamento paralímpico tem um motivo especial. O Estado é uma referência no Brasil no paradesporto escolar.

“O meu parâmetro são os resultados de Santa Catarina na Paralimpíada Escolar, em que reunimos todos os anos os estados do Brasil em São Paulo. Os catarinenses ficam sempre entre os três primeiros lugares nas competições e certamente quando um estado fica nessa colocação é porque isso reflete na atividade em que é feita no estado”, destaca Ramon Pereira.

Para o presidente da Fesporte, Rui Godinho, toda a parceria com o intuito de melhorar o paradesporto escolar no Estado é bem-vinda. “Nós da Fesporte, como nossas ações, lutamos para que o paradesporto escolar catarinense seja o melhor do Brasil e tenho certeza que a parceria entre Fesporte, CPB, UFSC e prefeituras para a implantação de centros de referências nesse setor tem tudo para trazer resultados positivos no futuro”, finalizou o dirigente.

Informações adicionais para a imprensa
Antonio Prado
Assessoria de Imprensa
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 48 9 9949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br


Foto: Divulgação / Fesporte 

A partir desta quinta-feira, 12, começa em Videira, com a cerimônia de abertura, a etapa estadual da 19ª edição da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc). A festa esportiva está marcada para as 20h no Complexo Esportivo Sérgio Luiz Marafon. O local passou esta quarta-feira, 11, sendo preparado para a abertura, que terá a presença da vice-governadora, Daniela Reinehr.

As competições começam nesta sexta-feira, 13, com a participação de 2.800 atletas com idades de 8 a 17 anos, de 82 municípios. Até sábado, dia 21, a disputa será pelos títulos de 12 modalidades: atletismo, basquetebol, caratê, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, tênis, tênis de mesa, voleibol e xadrez.

Por questões de logísticas duas modalidades foram disputadas antecipadamente, a natação e a ginástica artística, realizadas em Palhoça e Blumenau, respectivamente.

Jaraguá do Sul foi campeã geral na natação masculina e Joinville no gênero feminino. Já na ginástica artística o título ficou com São Bento do Sul, entre os homens, e Florianópolis entre as mulheres.

A etapa estadual da Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Videira.

Para a disputa da etapa estadual da Olesc os municípios participantes das modalidades coletivas passaram por etapas classificatórias como microrregionais e regionais. Nas provas individuais, os municípios montam suas seleções com atletas mais bem ranqueados para disputar a etapa estadual, sem necessidade de passar pelas regionais.

Nesta Olesc, pela primeira vez será usado o sistema Braille nas medalhas e nos troféus, com os dizeres primeiro, segundo e terceiro para os participantes que conquistarem ouro, prata e bronze respectivamente. A novidade faz parte do processo de inclusão social adotado pela Fesporte este ano, que iniciou em julho com a implantação do pódio adaptado, já utilizado nos Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina (Parajesc) e no 1º Brasileiro de Jiu-Jitsu Paradesportivo.

Na edição 2019 da Olesc foram inscritos 9.960 atletas de 210 municípios. Para o presidente da Fesporte, Rui Godinho, participar da Olesc é ser ator de um dos eventos esportivos mais importantes do Estado. “Uma competição que nos últimos anos tem sido referência para muitos estados brasileiros. Ela é muito mais que gols e pontos. Por isso, vivenciar a Olesc em sua plenitude é poder vivenciar experiências, além quadra, únicas, com benefícios para a vida”, destaca o Godinho.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br