Foto: Heron Queiroz / Fesporte

Boas notícias para o esporte em 2021. A Fesporte firmou um contrato na ordem de R$ 500.000 com o Ministério da Cidadania. O recurso terá como destino a compra de bolas de handebol, basquete, voleibol, futsal e futebol de campo e beneficiará 259.396 pessoas.

Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) 12 a 14 anos, Jesc 15 a 17 anos, Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina (Parajesc), Campeonato Catarinense Escolar de Futebol (Moleque Bom de Bola), Jogos da Terceira Idade (Jasti), Jogos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) além da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) e Joguinhos Abertos de Santa Catarina estão no rol dos eventos beneficiados. O contrato foi concebido via emenda parlamentar, por intermédio da deputada federal Caroline de Toni.

Para o presidente da Fesporte, Rui Godinho, o convênio com o Ministério da Cidadania é essencial porque ajuda a desonerar o orçamento da instituição que preside e fortalece principalmente o esporte escolar e de participação, duas vertentes que trabalham o esporte como inclusão social, promove cidadania e a descoberta de novos talentos.

“Essa assinatura de convênio é uma ação muito importante para o esporte catarinense, pois ele abre um diálogo com o Governo Federal para futuras parcerias, já que fazia muito tempo que não tínhamos contratos similares na esfera federal. Acredito que esta ação abre uma nova fase de investimentos no esporte, principalmente no esporte escolar”, destaca o presidente da Fesporte, Rui Godinho.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 


Foto: Antonio Prado / Fesporte 

O calendário oficial das etapas estaduais dos eventos da Fesporte para 2021 está definido. Uma reunião entre dirigentes da Fesporte e representantes municipais concluiu, na quarta-feira, 25, os últimos ajustes. O encontro foi realizado na sede da Fesporte, em Florianópolis, e obedeceu todos os protocolos de segurança contra o coronavírus. O calendário será enviado ao Conselho Estadual de Esporte para ser homologado.

Foram definidas datas e sedes das etapas estaduais dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc), Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina (Parajesc), Joguinhos Abertos de Santa Catarina, Jogos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc), Campeonato Catarinense Escolar de Futebol - Moleque Bom de Bola, Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) e Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti).

Entre as principais mudanças para o ano que vem ficou definido que a Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) será usada como evento para a formação da seleção escolar de Santa Catarina que irá disputar a etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), 15 a 17 anos, organizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), que passou de competição escolar para rendimento.

Com isso a Fesporte se adequa à nova formatação dos JEJ, proposto pelo COB, que a partir do ano que vem será entre seleções estaduais escolares e não mais uma competição entre escolas, como ocorria anteriormente. Antes a seletiva catarinense para os JEJ saía dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc).
Com a volta da etapa nacional dos Jogos Escolares Brasileiros (JEB’S) para 2021, a serem organizados pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), a etapa estadual dos Jesc 12 a 14 anos passa a ser seletiva para o evento nacional, que é disputado entre escolas.

As noites comemorativas aos 22 anos do Festival Escolar Dança Catarina ficaram programadas para ocorrer entre os dias 11 a 13 de junho.

Para o presidente da Fesporte Rui Godinho, a reunião foi extremamente positiva. “Nossa gestão é democrática e os municípios são nossos parceiros na realização de eventos, por isso convidamos os representantes para que juntos discutíssemos um calendário que fosse bom pra todos. Todos nós saímos satisfeitos”, destacou.

“Essa reunião foi muito positiva. Os municípios ficaram muito felizes por essa conversa. Por essa forma democrática que tivemos aqui em relação ao calendário 2021, por isso quero parabenizar a todos por essa iniciativa”, destacou Sérgio Cirola, diretor-geral da Fundação Municipal de Esportes de Videira.

Confira como ficou o calendário das etapas estaduais

  • Jesc 12 a 14 anos – 2 a 10 de julho - Timbó
  • Olesc – 23 a 31 de julho – Curitibanos
  • Parajesc – 5 a 8 de agosto – Timbó
  • Joguinhos – 4 a 12 de setembro – Videira
  • Parajasc – 24 a 29 de setembro – Rio do Sul
  • Moleque Bom de Bola – 29 de setembro a 3 de outubro – Luis Alves
  • Jasc – 27 de outubro a 5 de novembro – Jaraguá do Sul
  • Jasti – 1 a 5 de dezembro – Criciúma

    Informações adicionais para a imprensa
    Antônio Prado
    Assessoria de Imprensa 
    Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
    Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
    E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
    Site: www.fesporte.sc.gov.br

     


Foto: Antonio Prado/ Fesporte

Ao longo de seus 11 anos de existência, o Troféu Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte tem se consolidado como a premiação mais importante no campo do esporte catarinense, mas este ano, devido à Covid-19, o evento que tradicionalmente ocorre no início de dezembro foi cancelado. A comissão organizadora entende que o momento exige tal atitude. E esperam realizar a edição 2021 com o mesmo intuito de sempre - valorizar e reconhecer todo os esforço dos esportistas e das entidades catarinenses, que a cada dia ajudam a construir o qualificado esporte de Santa Catarina.

Nas últimas 11 edições do Troféu Guga, foram agraciados 59 atletas, 18 entidades esportivas, 18 técnicos, 18 equipes e 13 árbitros.

Em Santa Catarina, o esporte amador foi significativamente afetado a partir de março com a pandemia do Coronavírus. Competições foram canceladas com o intuito de evitar contaminações.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 


Foto: Antonio Prado / Arquivo / Fesporte 

O calendário de eventos da Fesporte terá uma nova divisão esportiva no próximo ano. Na última reunião do Conselho Estadual de Esporte (CED) uma nova formatação foi aprovada para as disputas Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) 12 a 14 anos e 15 a 17, Campeonato Catarinense Escolar de Futebol (Moleque Bom de Bola), Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), Joguinhos Abertos de Santa Catarina e Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc).

Agora estes eventos serão disputados em seis regiões esportivas e não mais quatro. Além das tradicionais Oeste, Leste-Norte e Sul, que estavam na formatação anterior, mais três regiões foram agregadas: Extremo-Oeste, Centro e Planalto Vale.

Antes as fases classificatórias iniciais de disputa estavam divididas em 12 etapas microrregionais. Agora serão 18, que serão organizadas pelo coordenador esportivo educacional da CRE (Coordenadoria Regional de Educação) de cada micro. A etapa microrregional é classificatória para a etapa regional, que classifica para a etapa estadual de cada evento.

Para Marcelo Scharf, gerente de esporte de rendimento da Fesporte, a nova divisão esportiva já era um sonho antigo da instituição, já que trará muitos benefícios no gerenciamento dos eventos da Fesporte. “Antes havia uma divisão esportiva geográfica específica para os esportes de rendimento e outra para a área escolar. Agora, com este novo formato, unificamos, de forma mais didática, as regiões esportivas dos dois segmentos, facilitando o melhor entendimento de todos os atores envolvidos nas competições”.

Scharf destaca ainda que a nova divisão encurtará a distância entre os municípios e aproximará as microrregiões. “Essa nova proposta vai trazer também economia na realização dos eventos e impactará positivamente nas questões de logísticas. Com isso todos ganham. Ganha o esporte catarinense”, concluiu.

Confiram como ficou a nova divisão

Região Extremo-Oeste

  • 48 municípios
  • Micros: 1, 2 e 3
  • Abrangência: CRE: São Miguel do Oeste, Itapiranga (Micro 1), Dionísio Cerqueira, São Lourenço do Oeste (2), Maravilha e Palmitos (3).

Região Oeste

  • 57 municípios
  • Micros: 4, 5 e 6
  • Abrangência: CRE: Quilombro, Chapecó (Micro 4), Xanxerê, Seara (5), Concórdia e Joaçaba (6)

Região Centro

  • 40 municípios
  • Micros: 7,8 e 9
  • Abrangência: CRE: Campos Novos, Curitibanos (Micro 7), Videira, Caçador (8), Canoinhas e Mafra (9)

Região Planalto Vale

  • 49 municípios
  • Micros: 10, 11 e 12
  • Abrangência: CRE: São Joaquim, Lages (Micro 10), Taió, Ibirama (11), Rio do Sul e Ituporanga (12)

Região Leste-Norte

  • 42 municípios
  • Micros: 13, 14 e 15
  • Abrangência: CRE: Brusque, Blumenau (Micro 13), Timbó, Jaraguá do Sul (14), Joinville e Itajaí (15)

Região Sul

  • 60 municípios
  • Micros: 16, 17 e 18
  • Abrangência: CRE: Grande Florianópolis, Laguna (Micro 16), Tubarão, Braço do Norte (17), Criciúma e Araranguá (18)

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 


Foto: Arquivo / Secom

Festival Escolar Dança Catarina terá sua edição em 2020, mas desta vez on-line. A Fesporte vai realizar nas noites de 23 a 27 de novembro, via transmissão pela internet, o evento, por conta da pandemia do coronavírus.

As inscrições poderão ser feitas entre os dias 3 a 13 de novembro neste link e estarão sob a responsabilidade da Gerência de Esporte de Base e Inclusão (Gebai).

Para participar os estudantes devem estar matriculados na rede de ensino e sua escola enviar um vídeo de apresentação aos organizadores com até um minuto e meio de duração.

Serão premiados os vencedores em sete categorias:

  • Mirim Solo: 6 a 11 anos (masculino e feminino);
  • Infantil Solo: 11 a 15 anos (masculino e feminino);
  • Juvenil Solo: 15 anos ou mais (masculino e feminino);
  • Irmãos: idade livre (misto);
  • Família: idade livre (misto);
  • Professores e coreógrafos solo: idade livre (misto);
  • Professores e coreógrafos duo e trio: dade livre (misto).

Segundo a professora e coreógrafa Mapi Cravo, uma das coordenadoras do Festival, o regulamento prevê que a medida do espaço cênico para filmagem fica a critério do participante podendo ser ao ar livre, em casa, no quarto, ou como fluir a criatividade do grupo.

O regulamento determina também que as apresentações serão apreciadas por uma banca de jurados, composta por dois integrantes, representantes do meio artístico da dança.

Os primeiros lugares serão convidados para participar da noite comemorativa do Festival Escolar Dança Catarina 20 anos a ser realizada em 2021. Mapi Cravo esclarece que não haverá no evento on-line divisão regional como acontece na competição presencial.

O Festival Escolar Dança Catarina On-Line é uma promoção do Governo do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e apoio das prefeituras municipais.

Mapi Cravo lembra que o festival sempre foi voltado também para a família e a oportunidades de fazê-lo de forma on-line dá um significado real a esta proposta já que integrará, via Internet, os lares catarinenses, abrangendo a família como um todo.

O Festival Escolar Dança Catarina On-Line é um dos eventos escolares que pertencem à Gerência de Esporte de Base e Inclusão (Gebai). É promovido pelo Governo do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e apoio das prefeituras municipais.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

Estão abertas, até 30 de outubro, as inscrições para a 1ª edição dos Jogos Escolares On-line de Xadrez (JEX) de Santa Catarina. A competição inédita é voltada para alunos atletas até 18 anos, matriculados nas unidades de ensino do Estado que praticam a modalidade de xadrez.

Para participar do evento o interessado deve se inscrever junto ao coordenador esportivo da sua Coordenadoria Regional de Educação (CRE). As inscrições podem ser feitas com orientação dos professores, pais ou pelo próprio aluno.

A competição será realizada na plataforma on-line de xadrez, via Web (Lichess) dia 7 de novembro e será organizada pela Gerência de Desporto Educacional da Fesporte em parceria com a Federação Catarinense de Xadrez (FCX).

Forma de disputa

A forma de disputa dos JEX será em três torneios divididos nas categorias sub-11 anos (nascidos até 2009), 12 a 14 anos (nascidos entre 2006 a 2008) e 15 a 18 anos (nascidos entre 2002 a 2005). Será utilizado o Sistema Suíço em sete rodadas com tempo de 10+5 (10 minutos mais 5 segundos de acréscimo).

De acordo com o regulamento da competição todos os participantes receberão como premiação certificado de participação (enviados on-line pelo e-mail da inscrição). Os cinco primeiros colocados nos gêneros masculino e feminino receberão medalhas e a unidade escolar do aluno vencedor de cada categoria receberá um kit de material esportivo, que deverá ser entregue pelos coordenadores esportivos de sua respectiva CRE.

Critérios de participação

Ainda de acordo com o regulamento dos JEX são seguintes os critérios para a participação:

  • Estar matriculado em estabelecimentos da rede de ensino do estado de Santa Catarina até o terceiro ano do Ensino Médio, conforme faixa etária estabelecida pelo regulamento da competição;
  • Ter idade até 18 anos;
  • Realizar inscrição junto ao coordenador esportivo da sua Coordenadoria Regional de Educação (CRE), por meio de formulário próprio a ser enviado, conforme faixa etária estabelecida pelo regulamento da competição;
  • As inscrições podem ser feitas com orientação dos professores, pais ou pelo próprio aluno;
  • Antes de preencher o formulário de inscrição o aluno deve criar um e-mail (se não tiver), criar seu nickname e realizar seu registro na Plataforma Lichess, que será utilizada para a competição.

    Informações adicionais para a imprensa
    Antônio Prado
    Assessoria de Imprensa 
    Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
    Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
    E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
    Site: www.fesporte.sc.gov.br

     

A Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) em comum acordo com Conselho Estadual de Esporte e do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado de Santa Catarina cancelou a 60ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). A decisão foi tomada em reunião, no final da tarde desta quarta-feira, 30.

Após o encontro a entidade divulgou uma nota oficial esclarecendo os motivos do cancelamento entre os quais: tempo limitado para a organização do evento e inviabilidade de recursos e ainda a instabilidade nas ações de contenção do novo coronavírus.

Confira a nota oficial:

A Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), em reunião com membros do Conselho Estadual de Esporte (CED) e do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado de Santa Catarina (TJD/SC),

Considerando o respeito aos municípios catarinenses em relação a tempo, organização e recursos, e de forma que nenhum deles se sinta lesado;

Considerando todo o trabalho realizado pela Fesporte para viabilizar a realização de eventos esportivos em Santa Catarina, elaborando, no decorrer de sete meses de pandemia de covid-19 até aqui, seis calendários de eventos, além das adaptações de regulamentos e diversas reuniões com órgãos sanitários, esportivos e representantes de Municípios;

Considerando o momento ainda instável nas ações de contenção do novo coronavírus, quando já atingimos o mês de outubro, e a inviabilidade técnica;

Resolve cancelar a edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina no ano de 2020 e encaminhar para a Casa Civil de Santa Catarina proposta de projeto de lei para aplicação do orçamento que seria destinado ao evento como auxílio emergencial a atletas catarinenses, tendo como base de critério para tal o PL nº 2.824/2020.

A Fesporte ainda esclarece:

Que todos os procedimentos necessários para tentar viabilizar as competições foram tomados até o último instante, de forma que pudesse assegurar ao máximo a manutenção de auxílios por meio de bolsas e os empregos na área esportiva.

Que jamais houve tantos motivos para cancelamento de uma edição dos Jasc, uma vez que a pandemia é uma situação agravada não apenas num município ou numa região do estado, mas em todo o território estadual, assim como no país e no mundo inteiro;

Que, apesar de não haverem sido realizadas competições, o ano de 2020 foi bastante produtivo em termos de gestão esportiva, a exemplo das seguintes ações:

Um sistema de gestão esportiva em desenvolvimento dividido em três partes: i) cadastro; ii) gestão de eventos (súmulas, boletins, regulamentos); iii) gestão interna (otimização de ferramentas, como site oficial e programas administrativos);

O programa de inventariação de instalações esportivas e georreferenciamento, que permitirá ações mais eficazes de políticas públicas do estado e orientar entidades esportivas acerca das praças existentes, condições e localizações;

Realização de repasse de recursos visando a melhorias de estrutura em instalações esportivas, aquisição de veículos e de equipamentos para prática de esportes e atividades físicas, entre outros, e entrega materiais esportivos, por meio do Fundo Social;

Apoio e parceria na realização de cursos on-line na área do esporte, visando à formação e qualificação de profissionais da área do esporte.

A Fesporte chegou a lançar um manual para retomada das competições, todavia entende que o momento ainda carece de cautela, minimizando os riscos não apenas para os esportistas, mas para toda a sociedade catarinense. A instituição mantém-se ainda na luta pelas questões do esporte e na defesa dos interesses do esporte catarinense, a exemplo do auxílio emergencial que certamente contribuirá sobremaneira para a manutenção dos atletas e técnicos.

Florianópolis, 30 de setembro de 2020

Rui Godinho da Mota
Presidente da Fesporte

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 


Foto: Fabrício Correa/Fesporte

A Fesporte repassou R$ 100 mil em material esportivo para a prefeitura de Gaspar nesta sexta-feira, 14. O recurso é do Fundo Social do Governo de Santa Catarina. Entre o material entregue ao prefeito Kleber Wan-Dall pelo presidente da Fesporte, Rui Godinho, estão bolas de diversas modalidades, coletes e placas esportivas, caneleiras entre outros. Há também PCs e TVs para uso em projetos esportivos.

“Esses recursos fazem parte da descentralização do Fundo Social do governo estadual, que repassa para a Fesporte firmar convênio com municípios e que conta ainda com a participação de parceria da Assembléia Legislativa”, destaca Rui Godinho.

Segundo o dirigente, o esporte catarinense será beneficiado com novos repasses após as eleições. “Nossa idéia é sempre auxiliar comunidades que trabalham com projetos esportivos de cunho social, pois sabemos que o esporte é um grande instrumento de inclusão social”, finaliza o presidente da Fesporte.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

 

A Fesporte prepara a segunda edição do Desafio de Modalidades Esportivas On-Line, batizado de Modeon, que será lançado nesta quarta-feira, 12, a partir das 10h. A ideia é mobilizar a comunidade esportiva de Santa Catarina e despertar a força de engajamento das diversas modalidades esportivas neste período de pandemia. Esta segunda edição abrange 64 modalidades do esporte catarinense. Na primeira disputa, 30 de julho e 5 de agosto, foram 32 e um alcance de 1,6 milhões de pessoas no Instagram.

O Modeon é um desafio on-line realizado em confrontos por meio de votação no story do instagram @fesportesc. Os confrontos duram 24h, período em que o público vota na sua modalidade preferida. Ganha a modalidade que tiver maior votação sobre a sua adversária passando de fase até chegar à grande final. Os participantes têm até o dia 20 de agosto para votar.

“Com os eventos esportivos parados, por conta da Covid-19, buscamos uma alternativa de movimentar a comunidade esportiva. A ideia era saber qual a modalidade tinha mais torcida no estado, por meio do voto no Instagram da Fesporte. Nos surpreendemos positivamente com o engajamento de atletas, dirigentes, pais, filhos, irmãos, presidentes de federações, todos pedindo votos para sua modalidade preferida. Enfim, o Modeon virou um case de sucesso”, destaca o presidente da Fesporte, Rui Godinho.

Na primeira edição o judô foi o campeão geral com 43.071 votos, uma média de 8.614 por confronto, seguido da natação, com 35.118, e em terceiro lugar o jiu-jitsu, com 32.726 votos. Foram sete dias de competição, 93 publicações, 150 mil interações, mais de 1,2 milhões de visualizações, com um alcance de 1,6 milhões de pessoas. Quase 9 mil pessoas passaram a seguir a Fesporte no Instagram e ajudaram a totalizar os 243.053 votos.

Participam da segunda edição do Modeon as modalidades de atletismo, automobilismo, badminton, basquete 3x3, basquete, bocha, bodyboard, bolão 16, bolão 23, boliche, boxe, canastra, canoagem, caratê, ciclismo, dança, dominó, escalada esportiva, esgrima, esportes eletrônicos, futebol, futebol 7, futebol de areia, futsal, ginástica rítmica, ginástica artística, golbol, golfe, halterofilismo, handebol, hipismo, hóquei de grama, jiu-jitsu, judô, kitesurf, luta olímpica, motociclismo, muaythai, nado sincronizado, natação, pádel, parabadminton, patinação, pentatlo moderno, pólo aquático, punhobol, remo, rúgbi, saltos ornamentais, skate, squash, stand up, surfe, taekwondo, tênis, tênis de mesa, tiro, tiro com arco, triatlo, truco, vela, vôlei, vôlei de praia e xadrez.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 


Pista em Timbó. Foto: Antonio Prado / Arquivo / Fesporte

A Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) realiza um mapeamento inédito, junto a dirigentes municipais, de todas as instalações esportivas em Santa Catarina. A etapa cadastral deve ser concluída no dia 30 de junho. Quando o levantamento estiver pronto, Santa Catarina deve ser um dos primeiros estados brasileiros a ter um georreferenciamento das praças de esportes de seus municípios.

Após a coleta de dados, todas as informações de infraestrutura esportiva de Santa Catarina estarão disponíveis no site da Fesporte para serem consultadas pelo público, como quadras, campos de futebol, pistas, ginásios, canchas, piscinas, entre outras. Detalhes como dimensões das estruturas esportivas, banheiros, capacidade de público, vestiários, equipamentos, mapas de localização e fotos poderão ser vistos pelos usuários.

A coordenação do trabalho está sendo realizado pela Gerência de Políticas de Projetos Esportivos da Fesporte (Geppe), por meio dos coordenadores esportivos regionais vinculados à entidade, que dão suporte aos gestores municipais neste levantamento.

Para o presidente da Fesporte, Rui Godinho, este levantamento irá possibilitar o desenvolvimento de estratégias que subsidiarão a elaboração de uma plataforma de gestão de indicadores de esporte e lazer no estado para delinear ações que promovam maior qualidade de vida à população catarinense.

 “O Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, mais uma vez está na vanguarda no Brasil no que diz respeito ao gerenciamento do setor esportivo. Este diagnóstico da realidade atual das instalações esportivas do Estado servirá como um mecanismo para subsidiar a tomada de decisões relativas às políticas públicas catarinenses, bem como potencializar as práticas esportivas como geradoras de desenvolvimento. Depois que todo o processo de catalogação estiver concluído o usuário terá a infraestrutura esportiva catarinense na palma da mão”, reforça.

Na prática, segundo o presidente, o mapa do esporte catarinense será importante instrumento para saber quais as regiões que necessitam de maior investimento público e mostrar onde há infraestrutura adequada para a realização dos eventos da Fesporte, como Jasc, Joguinhos, Olesc, Parajasc, entre outros.

Como é feito o levantamento

 “As ações estão sendo realizadas de forma online por dirigentes municipais com apoio de nossos coordenadores esportivos. Eles acessam o nosso sistema, via ‘QR Codes’ que direcionam a questionários com a solicitação de informações sobre as instalações esportivas. Depois que as informações são preenchidas, elas são enviadas para o nosso sistema. Depois passam por uma formatação didática e visual para uma melhor compreensão do público. A etapa seguinte é georreferenciamento , que ficará disponível no site da Fesporte”, esclarece Aline Floss, gerente da Geppe.


Imagem: Reprodução

A ação atende a Lei na Lei Complementar n° 741, de 12 de junho de 2019, que diz que a Fesporte tem por objetivo fomentar, desenvolver e executar a política estadual de esporte e promover o inventário e a hierarquização dos espaços esportivos.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br