A Secretaria de Estado da Educação (SED) prorrogou em uma semana o prazo para os professores da rede estadual preencherem o formulário de certificação do curso de formação pedagógica para o regime especial de atividades escolares não presenciais. Assim, os docentes têm até o dia 7 de junho acessar a avaliação on-line e garantir o certificado com carga horária equivalente a 40 horas.

“Praticamente todos os 40 mil professores da rede participaram das formações, mas nem todos ainda conseguiram preencher o formulário. Sabemos que uma certificação de 40 horas é importante para a carreira docente, então ajustamos o prazo para que os professores tenham a oportunidade de preencher a avaliação”, destaca a diretora de Ensino da SED, Zaida Jeronimo Rabello Petry.

Acesse o formulário de avaliação

Como conseguir a certificação?

O formulário on-line é dividido em três etapas: dados de identificação, questões formativas e de autoavaliação. O questionário tem 20 perguntas e considera os conteúdo trabalhados durante a série de webinars. Os cursistas que atingirem o aproveitamento mínimo de 60% das questões formativas receberão o certificado.

O ciclo de formação ocorreu entre os dias 2 de abril e 15 de maio de 2020 com orientações sobre estratégias para a aprendizagem remota, uso de tecnologias digitais e temáticas pedagógicas relacionadas ao Currículo Base do Território Catarinense. As 31 transmissões on-line somam cerca de um milhão de visualizações e seguem disponíveis para acesso dos docentes e gestores escolares no site da SED.

Informações adicionais para imprensa:
Sicilia Vechi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Fone: (48) 3664-0353 / (48) 3664-0353 / 99132-5252
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
www.sed.sc.gov.br 


Foto: Nildomar Dias / Divulgação

O secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, assinou na manhã desta quinta-feira, 27, a ordem de serviço para o início da reforma geral na Escola de Educação Básica Pedro II, em Blumenau. Ele esteve na unidade de ensino conversando com os gestores e assinou o documento em uma reunião, que contou com a presença de representantes da escola e da empresa contratada para as obras.


Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) decidiu que retomará, em junho, as aulas em mais de 60 cursos presenciais de graduação de forma não presencial. Em reuniões coordenadas pelo reitor, Dilmar Baretta, e pelo pró-reitor de Ensino (Proen), Nério Amboni, com diretores-gerais e de Ensino de Graduação de todos os centros, a maioria dos gestores das unidades foi favorável à retomada das aulas não presenciais em junho para os cursos presenciais de graduação enquanto perdurar a pandemia do novo coronavírus.


O secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, apresentou aos deputados da Assembleia Legislativa (Alesc) na tarde desta quinta-feira, 21, o panorama do Programa de Bolsas Universitárias de Santa Catarina (Uniedu). A transmissão virtual teve duração de uma hora e meia e contou com a participação de representantes da Acafe, Ampesc e Diretórios Centrais dos Estudantes (DCE) de instituições de ensino superior (IES).

Após expor a situação do Uniedu neste ano, Natalino Uggioni respondeu dúvidas dos parlamentares e esclareceu detalhes sobre o programa do Governo do Estado de Santa Catarina, gerido pela Secretaria de Estado da Educação (SED). Também ressaltou que o Uniedu tem como objetivo a inclusão de jovens no ensino superior, o fomento à formação de professores e ao desenvolvimento regional.

“Temos trabalhado com muito afinco para atender as necessidades dos alunos em parceria com as entidades representantes das IES, sempre seguindo a legislação específica do Uniedu. Precisamos manter esse zelo e responsabilidade com os recursos públicos que estão sob nossa gestão”, afirmou Uggioni.

Programa concede 11 modalidades de bolsas de estudos

O Uniedu agrega os programas de atendimento aos estudantes de educação superior de acordo com os artigos 170 e 171 da Constituição Estadual. O artigo 170 prevê a concessão de bolsas de estudo e pesquisa, além de financiar o Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional (Proesde), que destina bolsas de estudo para cursos de licenciaturas, desenvolvimento regional e municípios de baixo IDH.

Já o artigo 171 especifica o Fundo de Apoio à Manutenção e ao Desenvolvimento da Educação Superior (Fumdes), que concede bolsas de pesquisa e estudo para graduação, licenciatura, especialização, mestrado e doutorado.

Como funciona a concessão das bolsas

O processo começa quando a mantenedora responsável pela instituição de ensino superior faz o cadastro para aderir ao programa Uniedu, informando o número de estudantes matriculados em cada campus, instituição ou unidade de ensino. A Secretaria de Estado da Educação (SED) distribui recursos liberados pela Secretaria de Estado da Fazenda de forma proporcional para as mantenedoras.

Após o aluno preencher o cadastro e entregar a documentação exigida, o sistema do Uniedu classifica os estudantes em cada instituição de ensino superior de acordo com o Índice de Carência. O objetivo é beneficiar os jovens de maior vulnerabilidade econômica e incluí-los no ensino superior com a bolsa de estudos, que pode variar de 25% a 100% do valor da mensalidade.

A distribuição das bolsas de estudos é feita pela instituição de ensino superior, que analisa a documentação dos alunos de acordo com a classificação do sistema Uniedu. Quando a instituição encontra alguma inconsistência no cadastro do aluno, deve justificar a não concessão do benefício para escolher o candidato seguinte na classificação baseada no Índice de Carência.

Investimento recorde em 2020

O investimento total previsto para o Uniedu em 2020 é de R$ 222,6 milhões, valor recorde na história do programa. O valor soma o orçamento destinado ao programa neste ano, de R$ 206 milhões, com o superávit registrado pela Secretaria da Fazenda no ano passado, em que a arrecadação foi maior que a planejado.

O investimento para 2020 é 20% maior que os R$ 185,4 milhões executados em 2019. Na comparação com os anos anteriores, o aumento é ainda mais perceptível. O valor previsto para 2020 é 130% maior do que os R$ 96,6 milhões investidos em 2018, por exemplo.

Aumento no número de alunos beneficiados em 2020

Com mais investimento, o número de alunos beneficiados com bolsas de estudo do Uniedu também aumenta, com 14.339 alunos contemplados no primeiro semestre de 2020. O número é 13% maior em relação ao primeiro semestre do ano passado, quando 12.667 estudantes receberam o benefício.

Também há crescimento de 24% em relação aos 11.490 alunos beneficiados no segundo semestre de 2019. Para efeito de comparação, o número de 2019.2 considera os benefícios anuais, já que houve a liberação dos recursos em duas etapas.

Crescimento de inscritos com elevado Índice de Carência

O número de estudantes concorrendo a bolsas do programa Uniedu também aumentou nos últimos semestres. As 19 mil inscrições do segundo semestre de 2018 quase triplicaram em 2020, período que teve o cadastro de 53,3 mil alunos.

O Secretário Natalino Uggioni também explicou que cresceu o número de alunos com alto Índice de Carência por conta do contexto econômico nacional, tornando maior a disputa pela bolsa de estudos. Cabe à instituição de ensino superior fazer a escolha dos alunos beneficiados, assim como a escolha de disponibilizar uma parcela do repasse para os alunos que ingressam no segundo semestre.

Informações adicionais para imprensa:
Gabriel Duwe de Lima
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Fone: (48) 3664-0347 
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
www.sed.sc.gov.br 





A Secretaria de Estado da Educação (SED) estabeleceu medidas de agendamento para o atendimento presencial ao público externo no prédio do órgão central, em Florianópolis. Estão incluídos nas demandas externas serviços como o protocolo geral, equivalência de estudos, certidão de tempo de contribuição, aposentadoria, entre outros. A medida busca reduzir a possibilidade de contágio do Coronavírus.

O atendimento deverá ser solicitado pelo e-mail: agendamento@sed.sc.gov.br. A mensagem eletrônica deverá relatar o assunto a ser tratado no atendimento e um telefone para contato. A SED retornará ao solicitante, marcando data, horário e orientações para que o cidadão compareça ao atendimento presencial. Além do atendimento marcado, a SED mantém o trabalho remoto dos demais setores do órgão central e das Coordenadores Regionais de Educação. Informações de contato podem ser acessadas nos links abaixo:

Estrutura Organizacional da SED: http://sed.sc.gov.br/secretaria/estrutura-organizacional
Coordenadorias Regionais: http://sed.sc.gov.br/secretaria/coordenadorias-regionais


Atendimento para pais e alunos

Para atender o público catarinense que não possui internet ou tem acesso restrito, a SED disponibiliza ainda um telefone 0800 para atendimento a pais e alunos da rede estadual de ensino de Santa Catarina. O telefone 0800 644 7890 foi criado para orientar e tirar dúvidas de estudantes e responsáveis no horário entre 12h30 e 19h, seguindo a jornada de trabalho das coordenadorias regionais de educação. Pais e alunos podem receber orientações de como e quando buscar as atividades impressas disponibilizadas pela escola e também podem fazer outras solicitações pelo canal.

As ligações de telefone fixo serão direcionadas diretamente para a região do aluno, enquanto as chamadas de celular serão encaminhadas para Chapecó, Joinville ou Florianópolis. Os profissionais auxiliarão as pessoas com informações repassadas pelas escolas, por tutoriais e pela página Tira-Dúvidas da SED. Nessa página o público também pode tirar suas dúvidas sobre temas relacionados à rede educação estadual no período de combate à pandemia do Coronavírus.

O número 0800 não deve ser usado como canal de denúncia, situação que deve ser encaminhada diretamente à ouvidoria (ouvidoria@sed.sc.gov.br). Para questões de quadro docente, além de dúvidas de professores e equipe técnica, deve-se utilizar os canais institucionais de telefone celular e e-mail, informados acima.

Informações adicionais para imprensa:
Ana Paula Flores
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Fone: (48) 3664-0353 
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
www.sed.sc.gov.br


Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) completará 55 anos de fundação na próxima semana, em 20 de maio. Diferente das datas anteriores, o aniversário deste ano tem um significado ainda mais marcante para a instituição. Em meio à pandemia do novo coronavírus, a universidade se reinventa em diversas atividades e está atuando firme em dezenas de ações de combate à doença, que envolvem alunos, professores e técnicos nas áreas de ensino, pesquisa e extensão em várias regiões do Estado.

Para lembrar a data, a instituição preparou o documento "Udesc em Ação", que é voltado à comunidade acadêmica e à comunidade externa e traz um resumo das principais ações neste período de pademia, com o objetivo de prestar contas à sociedade. Confira o material. No documento, é possível saber como a universidade está agindo em frentes como apoio a órgãos de saúde, fabricação de equipamentos de proteção individual (EPIs) e prestação de serviços à comunidade. 

Além disso, a universidade lançou um selo comemorativo dos 55 anos, elaborado pelo Laboratório de Design (LabDesign), do Centro de Artes (Ceart). O selo foi criado com base nas ideias de credibilidade, compromisso e notoriedade da instituição na sociedade. A marca será aplicada em materiais de divulgação e outras ações.

Selo comemorativo marca mais uma etapa na história da Universidade dos Catarinenses - Arte: LabDesign

 

O reitor da Udesc, Dilmar Baretta, gravou um vídeo à comunidade falando sobre este momento.

Nova gestão completa 30 dias

O aniversário dos 55 anos da Udesc também coincide com os primeiros 30 dias da nova gestão da Reitoria, liderada pelo reitor, Dilmar Baretta, e pelo vice-reitor, Luiz Antonio Ferreira Coelho. Antes mesmo de iniciar a gestão, em 12 de abril, o reitor e o vice-reitor já estavam empenhados em ações de combate à pandemia, assim como em questões que envolvem os trabalhos administrativos e de ensino na universidade.

Em um curto espaço de tempo, a equipe da nova gestão implementou soluções como a possibilidade de realização de formaturas por meio de plataforma online, para evitar eventos com aglomeração de pessoas. Também foi aprovada uma resolução que permite reuniões do Conselho Universitário (Consuni), órgão máximo da universidade, por videoconferência, com a participação dos conselheiros nas suas próprias casas.

Outra resolução também permitiu que graduandos contemplados com subsídio de refeição consigam receber os valores mensais por depósito em conta bancária, sem prejudicar os estudantes neste período. Em outra frente, a nova gestão criou uma instrução normativa para regulamentar o teletrabalho entre os servidores e uma para conter gastos, com cortes de investimento e custeio, em virtude da queda de arrecadação no Estado.

Sobre a recuperação das aulas presenciais de graduação e pós-graduação, que foram suspensas por causa da pandemia, a Reitoria criou um grupo de trabalho (GT) para estudar a forma como poderia ser feita essa reposição. A medida está em discussão no Consuni.

Referência em ensino, pesquisa e extensão

Fundada em 20 de maio de 1965, a Udesc mantém o Estado na quarta posição do ranking das unidades da federação com instituições estaduais de ensino superior. SC só fica atrás de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná no último levantamento do Índice Geral de Cursos (IGC), do Ministério da Educação (MEC). A Udesc também está no Times Higher Education (THE), ranking que apresenta as melhores universidades do mundo. Nesse levantamento, ela apareceu pela primeira vez entre 1.396 instituições de 92 países. 

Além disso, a universidade é uma das 50 instituições que mais produziram ciência no Brasil nos últimos cinco anos, conforme ranking feito pela Universidade de São Paulo (USP), a partir de dados coletados pela base Web of Science e compilados pela Clarivate Analytics. Atualmente, há mais de 170 grupos de pesquisa na Udesc.

Sobre a instituição

A Udesc, que tem excelência no ensino superior atuando nas áreas de ensino, pesquisa e extensão, dispõe de uma estrutura multicampi, com 12 unidades em nove cidades de Santa Catarina, além de 32 polos de apoio presencial para o ensino a distância, em parceria com a Universidade Aberta do Brasil (UAB), do MEC. Atualmente, são 15 mil alunos distribuídos em 60 cursos de graduação e 50 mestrados e doutorados, que são oferecidos gratuitamente. Mais de 95% dos professores efetivos são mestres e doutores. A Udesc já formou mais de 60 mil profissionais.

Na pesquisa, a Udesc mantém mais de 170 grupos certificados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento e Tecnológico (CNPq), divididos em oito grandes áreas: Ciências Agrárias; Biológicas; da Saúde; Exatas e da Terra; Humanas; Sociais Aplicadas; Engenharias; e Linguística, Letras e Artes. Servidores e acadêmicos da Udesc realizam 700 ações de extensão por ano em diversas áreas para levar o conhecimento obtido no ensino e na pesquisa ao público externo, beneficiando 600 mil pessoas anualmente.

Mais informações para a imprensa:
Luiz Eduardo Schmitt
Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-8006/8010





Foto: Divulgação / SED

O sistema do Uniedu, programa do Governo do Estado para a concessão de bolsas universitárias, entrou em período previsto de manutenção nesta terça-feira, 5, de acordo com o calendário divulgado na última semana pela Secretaria de Estado da Educação. A partir do dia 9, sábado, já podem ser feitos novos cadastros no sistema ou alterados os existentes.

Enquanto técnicos da secretaria realizam até quinta-feira, 8, os ajustes necessários para o bom funcionamento da plataforma, os alunos podem continuar imprimindo cadastros, confirmando o aceite ao CAFE e assinando os recibos. 

Alunos que tiveram resposta negativa sobre a concessão de bolsa durante a primeira fase também poderão acessar o sistema Uniedu a partir do dia 9 para atualização de dados, retornando, assim, à lista das IES. A ação garante participação na segunda etapa de concessão de bolsas das IES, a partir do dia 18 de maio.

O período de manutenção do sistema foi determinado em acordo com as entidades representativas das universidades (Acafe e Ampesc). Para as IES, está disponível, sem interrupções, a possibilidade de emissão e divulgação da lista de contemplados, conforme orientações técnicas emitidas pela SED.

Em meio ao combate à pandemia do coronavírus, que provoca impactos sociais e econômicos, com a suspensão de aulas, o Governo do Estado mantém seu compromisso de investimento na concessão de bolsas universitárias, tendo prorrogado o calendário Uniedu para ampliar a oportunidade de ingresso aos alunos. Os recursos destinados ao programa também foram mantidos, totalizando R$ 206,4 milhões para este ano. A partir deste ano, as novas regras do programa, regulamentadas pelos decretos estaduais 470 e 508, garantem que os alunos mais carentes sejam os beneficiários.

“Estamos fazendo a gestão do Programa Uniedu em estreito alinhamento com as entidades representantes das IES. Todas as informações e comunicações estão sendo disponibilizadas a todos os interessados. Mantemos o compromisso com o zelo na aplicação dos recursos públicos nesse programa, seguindo os preceitos da legislação específica”, afirma o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni.

Sistema estabelece Índice de Carência e IES executa distribuição

A seleção dos bolsistas é feita com base na avaliação do grau de carência dos candidatos de acordo com o Índice de Carência (IC) calculado pelo Sistema de Cadastro do Uniedu. O percentual de auxílio varia de 25% a 100% da mensalidade paga pelo aluno. A classificação baseada é atualizada diariamente e os candidatos com maior Índice de Carência ao fim do dia 17 de maio poderão ser beneficiados, de acordo com as bolsas de estudo concedidas em cada instituição de ensino superior.

Já o processo de seleção e a distribuição das bolsas Uniedu são regidos e executados pelas IES, fundamentados na legislação em vigor. As instituições são as responsáveis pela execução e orientação de seus estudantes candidatos à bolsa. Informações úteis como preenchimento do cadastro on-line, entrega e validação de documentos, informação sobre tipos de bolsas disponibilizadas, funcionamento do índice de carência e dinâmica da distribuição das bolsas são temas sob a responsabilidade da IES.

Entre os dias 18 e 29 de maio, as instituições de ensino superior poderão fazer correção das bolsas já lançadas, bem como, conceder novas bolsas. Dúvidas e problemas devem ser reportados para o e-mail: uniedu@sed.sc.gov.br.

Informações adicionais para imprensa:
Sicilia Vechi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Fone: (48) 3664-0353 / (48) 3664-0353 / 99132-5252
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
www.sed.sc.gov.br 

Este sábado, 25, foi o dia estabelecido no calendário 2020 do Governo do Estado de Santa Catarina como o Dia da Família na Escola, data celebrada anualmente na terceira semana de abril. A suspensão das aulas em prevenção ao novo coronavírus mudou a programação das escolas estaduais catarinenses, levando a um estímulo ainda mais forte à presença das famílias no cotidiano escolar de seus filhos. As atividades do Dia da Família na Escola, neste ano, serão em casa, atendendo a orientação dos órgãos de saúde para enfrentar o período de pandemia. 

A Secretaria de Estado da Educação (SED) integra a iniciativa do Movimento Santa Catarina pela Educação, para reforçar junto aos estudantes e seus familiares uma série de orientações para enfrentar a pandemia de Covid-19. O secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, ressalta a importância de estimular a presença das famílias na educação formal.

“O binômio família-escola é determinante para uma educação de qualidade quando das ações presenciais, e torna-se ainda mais relevante nesse período de atividades não presenciais na educação. A participação dos pais no acompanhamento das atividades escolares e na orientação quanto aos cuidados de higiene e saúde aos seus filhos é fator crítico de sucesso para o período que estamos vivendo. Aproveitamos a data para fortalecer a relação de nossa rede de escolas com as famílias de nossos estudantes”.

A partir dos canais de comunicação das instituições envolvidas no movimento, a comunidade escolar tem acesso às informações. A Federação das Indústrias (FIESC), Undime/SC e federações do comércio (Fecomércio), do transporte (Fetrancesc) e da agricultura (Faesc), integram o Movimento Santa Catarina pela Educação e propõem a ação.

Como encarar o isolamento

A campanha tem como tema “Educação em Saúde” e traz dicas para encarar o isolamento social. As famílias devem construir uma rotina diária para cumprir as atividades escolares propostas e incluir outras que aliviem o estresse; continuar se informando, por meio de fontes confiáveis, manter bons hábitos alimentares e cuidar da saúde. O conteúdo digital será enviado às famílias dos alunos por meio dos canais das instituições participantes do Movimento SC pela Educação. 

 “A proposta sempre foi a de fortalecer o vínculo entre família e escola, o que se torna ainda mais desafiador com a crise que estamos enfrentando. Por isso, a campanha deste ano traz dicas simples, mas importantes para a saúde física e mental das famílias”, comenta o presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar.

Além de integrar a ação do movimento, a SED também lançou neste sábado o caderno Dicas para Fortalecer o Vínculo Familiar, elaborado pelo Núcleo de Educação e Prevenção (Nepre), com orientações e sugestões de atividades em família e uma abordagem voltada à saúde e à convivência em tempos de distanciamento social. O evento do Dia da Família na Escola será realizado no segundo semestre nas unidades de ensino da rede estadual de ensino, em data a ser confirmada após a retomada das aulas.

Informações adicionais para imprensa:
Sicilia Vechi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Fone: (48) 3664-0353 / (48) 3664-0353 / 99132-5252
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
www.sed.sc.gov.br 


Dilmar Baretta e Luiz Coelho assumirão como reitor e vice-reitor da Udesc Foto: Divulgação 

O reitor e o vice-reitor eleitos para a Gestão 2020-2024 da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Dilmar Baretta e Luiz Antonio Ferreira Coelho, tomarão posse nesta quarta-feira, 8, às 14h, em solenidade que será totalmente online devido às medidas de combate ao novo coronavírus. Os mandatos iniciarão no dia 12.

Todos os envolvidos com a cerimônia participarão das suas residências, e o evento terá transmissão ao vivo para as comunidades acadêmica e externa pelo site vc.udesc.br. A solenidade ocorreria inicialmente no Teatro Governador Pedro Ivo Campos, em Florianópolis, e chegou a ser remarcada para o Plenarinho da Reitoria. Para evitar qualquer tipo de aglomeração e garantir a segurança de todos, no entanto, a universidade buscou viabilizar a realização do evento sem encontros presenciais.

Os integrantes do Conselho Universitário (Consuni) também não serão reunidos em razão da impossibilidade de estarem nas salas de transmissão de videoconferência dos centros e da Reitoria.

Inovação

"É uma medida inovadora e totalmente alinhada às necessidades do momento atual, que foi possível graças ao apoio de todos os envolvidos", diz o secretário dos Conselhos Superiores da Udesc, Murilo de Souza Cargnin.

A Udesc suspendeu todas as atividades acadêmicas por 30 dias, a partir de 17 de março, e o expediente presencial, de acordo com a quarentena decretada pelo Governo do Estado.

Reitoria

Os professores Baretta e Coelho assumirão os cargos de reitor e de vice-reitor da universidade pelos próximos quatro anos, nos lugares do atual reitor, Marcus Tomasi, e do atual vice-reitor, Leandro Zvirtes.

A eleição para reitor e vice-reitor da Udesc ocorreu em outubro de 2019 e envolveu alunos, técnicos universitários e professores da instituição. A equipe de pró-reitores, coordenadores e secretários já foi anunciada pelos futuros gestores. Confira a relação.

Currículos

Dilmar Baretta é professor do Departamento de Zootecnia do Centro de Educação Superior do Oeste (CEO), em Chapecó. Foi diretor-geral do centro entre 2016 e 2019 e diretor de Pesquisa e Pós-Graduação de 2010 a 2016. Acesse o Currículo Lattes.

Luiz Antonio Ferreira Coelho é professor do Departamento de Matemática do Centro de Ciências Tecnológicas (CCT), em Joinville, onde foi diretor de Pesquisa e Pós-Graduação de 2004 a 2005 e de 2012 a 2016. Acesse o Currículo Lattes.

Mais informações para a imprensa:
Luiz Eduardo Schmitt
Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-8006/8010




Foto: Arquivo / Secom

A Secretaria de Estado da Educação (SED) planejou ações emergenciais voltadas às 1.065 unidades escolares de Santa Catarina para prevenir a disseminação do Coronavírus. Entre as ações estão: a distribuição de álcool em gel para as escolas, a antecipação dos recursos do cartão de pagamento (CPESC) e o adiamento de eventos de formação previstos para a próxima semana. As aulas estão mantidas na rede estadual de ensino.

A SED realizou a aquisição de frascos de álcool gel 70% e, a partir da próxima semana, o produto começa a ser distribuído nas 36 coordenadorias regionais de educação. Os recursos da primeira parcela do cartão CPESC, que é utilizado pelos diretores das escolas para despesas cotidianas, como compra de sabonete líquido e outros itens de higiene e limpeza, serão antecipados, com depósito a partir da próxima semana.

O cartão permite aos gestores a aquisição de materiais de consumo enquadrados como de natureza extraordinária ou urgente, de pequeno vulto e pronto pagamento, elencados conforme as necessidades escolares.

Adiamento de eventos

Dois eventos de formação previstos para a próxima semana foram adiados pela SED, como medida de prevenção. O primeiro deles, sobre o Censo Escolar, receberia 45 participantes das coordenadorias em Treze Tílias. O segundo trata do Novo Ensino Médio e reuniria 300 professores em Florianópolis. As novas datas serão informadas em breve pela SED.

Documento orienta escolas

Além dessas ações, a Diretoria de Ensino atualizou, na tarde de quinta-feira, 12, as orientações oficiais de prevenção ao Coronavírus para as coordenadorias regionais de educação. Um documento de orientação já havia sido encaminhado no dia 4 de março. Agora, com a confirmação dos dois primeiros casos de Coronavírus em Santa Catarina, conforme informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES), a SED reforça o apelo às unidades escolares de todo o Estado para que estejam atentas às medidas de prevenção para evitar o contágio.

Elas envolvem ações de higiene pessoal e limpeza no ambiente escolar, além de divulgação do cartaz informativo produzido pela SES em locais de grande circulação de estudantes, funcionários e familiares.

O secretário da SED, Natalino Uggioni, destaca que todas as ações em curso têm caráter preventivo: “Estamos informando a comunidade escolar e reforçando os hábitos para a prevenção do vírus. Dessa forma, poderemos ter um resultado efetivo. É momento de estarmos atentos e disseminarmos sempre as informações dos órgãos de saúde oficiais, evitando criar pânico”, finaliza.

Algumas das orientações enviadas às unidades escolares

- Organizar trabalho pedagógico de prevenção à doença com orientações sobre medidas de higiene pessoal, como por exemplo, a prática da etiqueta da tosse;

- Professores, funcionários e estudantes devem intensificar a higienização das mãos, manter arejados os ambientes escolares e utilizar adequadamente os bebedouros;

- Intensificar a limpeza do prédio escolar, principalmente de maçanetas, torneiras, bebedouros e computadores. Aconselha-se que a desinfecção de mesas e cadeiras seja realizada a cada mudança de turno, utilizando material de limpeza apropriado;

- Fixar material informativo sobre a prevenção da gripe em locais de grande circulação de estudantes, funcionários e familiares.

Informação no combate à doença

Mais informações estão disponíveis no endereço bit.ly/PrevençãoNasEscolas, que traz um guia com orientações do Governo de Santa Catarina para a prevenção do vírus.

Informações adicionais para imprensa:
Ana Paula Flores
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Fone: (48) 3664-0353 
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
www.sed.sc.gov.br