2 SC Fotos: Billy Culleton/Ascom Porto de São Francisco

Após quase dois anos de preparação, o Porto de São Francisco do Sul receberá os certificados ISO 9001 (de Gestão da Qualidade) e o ISO 14001 (de Gestão Ambiental), ambos na última versão: 2015. A recomendação foi anunciada nesta sexta-feira, 24, pela empresa QMS do Brasil, durante a reunião de encerramento da auditoria externa. 

O reconhecimento possibilita o ingresso de São Francisco do Sul no seleto grupo de portos públicos certificados. A norma ISO 9001 é um conjunto de diretrizes internas que buscam alcançar o gerenciamento de qualidade para atender eficientemente às demandas dos clientes. Já a ISO 14001 especifica os requisitos do sistema de gestão ambiental, focando no comprometimento das empresas no gerenciamento e prevenção dos potenciais impactos ao meio ambiente.

Ao anunciar a recomendação sem nenhuma “não conformidade”, os auditores Karine Bucholdz e Renato Anselmo Júnior destacaram a segurança dos colaboradores do Porto ao responder sobre os processos de gestão interna. “Nos surpreendeu positivamente o domínio e a confiança demonstrada pelos funcionários ao serem questionados acerca das ações que cada um cumpre na sua rotina de trabalho, sempre de acordo com as diretrizes da empresa”, afirmou Anselmo Júnior.

A certificação definitiva deve ser emitida em até 60 dias, após os relatórios serem validados por uma comissão de certificação no Brasil e, posteriormente, na Austrália, onde está localizada a sede da empresa QMS.

Para o presidente do Porto, Vladimir Fey, a conquista mostra que o Porto de São Francisco tem uma gestão inovadora e moderna, que visa ao aumento constante na competitividade dos serviços. “Esta certificação atesta o nosso constante compromisso em ser referência na gestão portuária no país e vetor do desenvolvimento de Santa Catarina”, comemorou.

Já o diretor de Operações e Logística, Reinaldo Ferreira de Lima enfatizou: “A nossa recomendação para a Certificação das normas ISO demonstra que o Porto de São Francisco do Sul não se destaca entre os portos organizados brasileiros apenas pelos seus índices de desempenho, mas também pela qualidade do seu Sistema de Gestão Integrado”.

Levantamento

A auditoria da empresa QMS foi realizada em duas etapas: de 31 de maio a 3 de junho e entre os dias 21 e 24 de junho. Os auditores externos percorreram os setores do Porto para avaliar os processos do Sistema de Gestão Integrado.
Eles questionaram os colaboradores sobre as atividades desempenhadas, se estavam de acordo com a correspondente documentação e se tinham conhecimento da missão, visão e valores da empresa. Ainda perguntaram sobre o objetivo do Sistema de Gestão Integrado e a política de gestão do Porto.

Cronologia

  • Em 2019, a administração do Porto indicou duas servidoras como responsáveis para iniciar o processo, com vistas à certificação: Suellen Jovita e Sheyla Soares.
    Naquele ano, ambas participaram de cursos sobre a condução das ações para o Porto receber os certificados ISO.
  • O processo para a escolha da empresa de consultoria foi iniciado em agosto de 2020.
    Em janeiro de 2021, foi contratada a RPD Consultoria, que começou diagnosticando como estava cada setor do Porto com relação aos requisitos necessários à certificação.
  • Nos meses seguintes, houve diversas reuniões com a diretoria executiva do Porto, que definiram o marco estratégico e a política de qualidade e meio ambiente.
  • Desde abril de 2021, a administração realizou treinamentos junto aos servidores, formando líderes, facilitadores e auditores internos para dar seguimento às ações necessárias para obter a recomendação.
  • Em março de 2022 foi realizada a auditoria interna com a empresa contratada para verificar a eficácia das ações planejadas. Objetivo foi avaliar os processos de gestão, em diferentes setores do complexo portuário, por meio de entrevistas com os colaboradores. Participaram três auditores consultores da Alara e 13 auditores internos, do Porto.
  • Já em abril deste ano foi iniciado o processo final para a auditoria externa, com reuniões preparatórias. A empresa QMS realizou a auditoria entre o final de maio e final de junho, culminando com a recomendação para que o Porto de São Francisco do Sul receba a certificação ISSO 9001 e 14001.

Informações adicionais para a imprensa:
Billy Culleton
Assessoria de Imprensa
Porto de São Francisco do Sul
E-mail: billy@portodesaofranciscodosul.com.br
Fone: (48) 99968-3091
Site: www.portosaofrancisco.com.br
@scparportodesaofranciscodosul

 

 

 

 Foto: Ascom/Jucesc

Pelo segundo ano consecutivo, a tabela de preços dos serviços do registro público de empresas mercantis e atividades afins da Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc) não terá reajuste. A ação teve o apoio dos vogais do colégio da Jucesc, que representam diversas entidades catarinenses, além dos servidores da autarquia.

Segundo o presidente da Junta, Juarez Carneiro, a solicitação do Governo do Estado para a realização de um estudo sobre a tabela de preços dos serviços da Jucesc resultou em uma análise técnica e a viabilidade para a não aplicabilidade do reajuste.  

“Estamos entre as poucas Juntas Comerciais que não aplicaram os reajustes nos últimos dois anos e não aplicaremos no atual exercício”, ressalta Carneiro, ao reforçar que esta ação resulta de esforços na gestão dos recursos arrecadados e no monitoramento dos efeitos da pandemia da Covid-19.

Mesmo com a tabela de preços dos serviços congelada, a Jucesc segue a missão e busca constante pela excelência nos serviços prestados, sempre com foco na simplificação e desburocratização de processos, para facilitar ao empreendedor.

O ato veda a aplicação de reajuste na ordem de 10,25% na tabela de preços. A estimativa é que o congelamento dos valores beneficie mais de 200 mil empreendedores e usuários do sistema da Junta Comercial.

“É mais uma iniciativa na qual, seguindo as diretrizes do Governador Carlos Moisés, trabalhamos em conjunto e em várias frentes, para o incentivo ao empreendedorismo e, consequentemente, mais oportunidades e desenvolvimento em nosso Estado”, reforça o secretário interino de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Jairo Sartoretto.

Fique por dentro da nossa tabela de preços acessando aqui.

Mais informações para a imprensa:
Mariane Lidorio
Assessoria de Comunicação
Junta Comercial de Santa Catarina - Jucesc
Fone: (48) 3665-5900 / 98815-4348
E-mail: marianemendes@jucesc.sc.gov.br
Site: www.jucesc.sc.gov.br 

 

 

 Foto: Julio Cavalheiro/Secom

O evento itinerante de empregabilidade e qualificação profissional chega nesta quinta-feira, 23, em Caçador, com oportunidades de emprego, ofertas de cursos de capacitação on-line e presencial. A Caravana do Emprego e o Programa Qualifica SC são iniciativas do Governo de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE). 

“A ação chega a sua 22ª edição, dos quais já realizou mais de 12 mil atendimentos nas cidades que passou. É uma iniciativa conjunta entre o Sine e o Programa QualificaSC, levando até as cidades emprego e capacitação. Muitas pessoas hoje têm dificuldade de conseguir uma vaga no mercado por falta de qualificação e esta ação tem sido uma grande oportunidade para aqueles que mais precisam”, enfatiza o secretário da SDE, Jairo Sartoretto.

Nesta semana o SINE de Santa Catarina dispõe de 6.860 vagas de emprego. As ofertas estão em todas as regiões catarinenses. Dessas vagas, 244 são para pessoas com deficiência (PcD). Há emprego para os mais variados cargos, desde vagas para auxiliares a profissionais formados. Concórdia é o município com mais vagas em aberto, entre as unidades do Sine. São 1015 oportunidades disponíveis.

Para concorrer

Candidatos devem procurar uma das mais de 140 unidades do Sine, estaduais e municipais, em funcionamento em Santa Catarina. Para realizar o cadastro pessoalmente, é necessário apresentar documentos pessoais, como RG, CPF e carteira de trabalho.

Agenda

Caçador

  • Dia: 23/06
  • Local: Praça Central
  • Horário: 8h às 16h

Próxima edição

Junho

  • 30/06 - Capivari de baixo

Sobre o Qualifica SC

O Programa disponibiliza cursos gratuitos de capacitação e com certificados para pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade de baixa renda. Atrelado ao Programa Gente Catarina, nesta primeira etapa serão atendidos os 61 municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Santa Catarina, posteriormente, será ampliado para todas as cidades do Estado.

Os cursos presenciais são feitos em parceria com a Uniasselvi e estarão disponíveis nas regiões da Grande Florianópolis, Sul, Planalto Serrano, Oeste e Norte.

Os virtuais na modalidade EaD, realizados pelo Instituto Mix, são mais de 20 cursos em todas as regiões do Estado. As oportunidades são em diferentes áreas, envolvendo o setor de turismo, eventos, tecnologia, alimentação, beleza, construção civil, idiomas e gestão empresarial. É a oportunidade de ficar mais qualificado para o mercado de trabalho e ampliar as possibilidades na carreira profissional. As inscrições estarão abertas até que as mais de 5 mil vagas sejam preenchidas.

Gente Catarina

O Programa Gente Catarina, visa impulsionar o desenvolvimento nas regiões de SC com menores indicadores do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). O Governo do Estado reservou um valor de pouco mais de R$ 1 milhão no orçamento do programa de capacitação que terá como foco as pessoas de baixa renda em 61 municípios do Estado.

Mais informações para a imprensa:
Mônica Foltran
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDE
Fone: (48) 3665-2261 / 99696-1366
E-mail: jornalistamonicafoltran@gmail.com
Site: www.sde.sc.gov.br

 Fotos: Ascom/SDE

O Plano de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica do Rio Canoas e dos afluentes do Rio Pelotas teve a sua ordem de serviço assinada na última sexta-feira, 17, pelo governador Carlos Moisés, em Lages.

O Plano é um projeto da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), por meio da Secretaria Executiva do Meio Ambiente e será acompanhado e aprovado pelo Comitê das Bacias Hidrográficas do Rio Canoas e afluentes do Rio Pelotas.

“Com um investimento de R$ 1,3 milhão, o Plano vai nortear a gestão dos recursos hídricos da região, sendo um importante instrumento para orientar o planejamento dos nossos mananciais tão importantes para o equilíbrio do meio ambiente”, destaca o governador Carlos Moisés.

Sociedade civil

O Plano de Recursos Hídricos está inserido no Programa Gente Catarina, contemplando uma área de 22.247 km² e 32 municípios da região do planalto serrano, dentre eles Lages, Campos Novos, Curitibanos e São Joaquim. Na oportunidade, o secretário executivo do Meio Ambiente, Leonardo Porto Ferreira, enfatizou a importância da participação da sociedade civil, dos usuários de água e dos órgãos públicos na elaboração deste Plano, tão esperado na região.

“Para a elaboração desse instrumento que irá orientar os usos da água nas próximas décadas nas bacias hidrográficas do Rio Canoas e afluentes do Rio Pelotas, estão programados diversos encontros regionais, oficinas e audiências públicas para garantir a participação dos diferentes segmentos da sociedade das bacias hidrográficas e do Comitê Canoas e Pelotas”, afirmou.

Diagnóstico

Para a elaboração dos estudos foi contratada a HRA Engenharia e Meio Ambiente que terá até 24 meses para a elaboração do diagnóstico dos recursos hídricos, prognóstico e plano de ações de curto, médio e longo prazo para promover a melhoraria na qualidade e na disponibilidade dos recursos hídricos, contribuindo para o desenvolvimento sustentável da região. 

O evento, que foi realizado na Associação Comercial e Industrial de Lages (Acil), contou com a presença do prefeito da cidade, Antônio Ceron; do secretário Executivo do Meio Ambiente, Leonardo Porto Ferreira, que representou a SDE/ SEMA; da deputada estadual Ana Paula da Silva, a Paulinha; do deputado Romildo Titon; do chefe da Casa Civil, Juliano Chiodelli, além de demais autoridades.

Mais informações para a imprensa:
Mônica Foltran
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDE
Fone: (48) 3665-2261 / 99696-1366
E-mail: jornalistamonicafoltran@gmail.com
Site: www.sde.sc.gov.br

  Foto: Peterson Paul 

A Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc) tem um novo presidente. O contador Juarez Domingues Carneiro assumirá a presidência da autarquia que é responsável pelo registro mercantil catarinense, tendo a continuidade da também profissional da área contabilista Renata Silva, como vice-presidente. A nomeação saiu no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira, 20.

O novo presidente diz que se sente honrado em presidir a Jucesc, uma autarquia que vem ao longo de sua história prestando relevantes serviços à sociedade catarinense. “Agradeço a confiança depositada pelo nosso Governador Carlos Moisés e esperamos de forma harmônica e integrada dar continuidade ao processo de modernização da Junta e ao trabalho desenvolvido pelas gestões anteriores. Juntamente com os servidores, destinaremos esforços na implementação do balcão único e assinaturas avançadas, assim como na integração dos 295 municípios à Redesim e integração dos cartórios. A ideia é agregar cada vez mais as soluções inovadoras e tecnológicas para garantir que a instituição siga trabalhando com agilidade junto ao seu público e sendo referência no Brasil”, frisa Juarez Domingues Carneiro.

Desde 1893, a Jucesc, que é vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, registra o nascimento das empresas que surgem no Estado. Hoje, com 129 anos contribuindo para o desenvolvimento econômico e com o ambiente de negócios catarinense, a Junta possui cerca de 1,2 milhão de empresas ativas e se consolida com uma autarquia moderna, ágil e 100% digital, exercendo um papel fundamental no incentivo ao empreendedorismo.

Conheça o novo presidente

Juarez Domingues Carneiro tem 63 anos e é natural da capital catarinense, Florianópolis, onde reside atualmente. Além de contador e doutor nesta área, ele também é auditor, administrador e advogado.

Presidiu os conselhos: Federal de Contabilidade (CFC) e Regional de Contabilidade de Santa Catarina (CRC/SC). Também foi presidente da Fundação Brasileira de Contabilidade (FBC) e fez parte do Conselho Curador da mesma instituição. E ainda, ex-presidente do Grupo Latino-Americano de Emissores de Normas de Informação Financeira (GLENIF).

Com vasta experiência também na área privada, Juarez é sócio aposentado da KPMG Auditores e ex-sócio da Martinelli Auditores.

Em órgãos públicos tem experiência como procurador, diretor e gerente. Quando se trata de academias, Carneiro é membro da Nacional de Economia (ANE); Catarinense de Ciências Contábeis (ACCC); Norte-Rio-Grandense de Contabilidade; Sergipana de Contabilidade; e membro Honorário da Academia Pernambucana de Ciências Contábeis. Além disso, é professor universitário de diversas IES.

Mais informações para a imprensa:
Mariane Lidorio
Assessoria de Comunicação
Junta Comercial de Santa Catarina - Jucesc
Fone: (48) 3665-5900 / 98815-4348
E-mail: marianemendes@jucesc.sc.gov.br
Site: www.jucesc.sc.gov.br 

Foto: Peterson Paul / Secom 

O governador Carlos Moisés participou na noite desta segunda-feira, 20, da abertura oficial da Exposuper, em Joinville. A Feira de Produtos, Serviços e Equipamentos para Supermercados e Convenção Catarinense de Supermercadistas chega a sua 33ª edição e vai até o dia 23 de junho, na Expoville, com foco em gerar oportunidades de negócios e promover a integração de todo o setor. O evento é realizado pela Associação Catarinense de Supermercadistas (Acats), que comemora 50 anos em 2022.

Em seu discurso, o chefe do Executivo estadual falou sobre a força do setor que gera milhares de empregos e ajuda a arrecadar recursos para o estado. Também destacou a importância do público e do privado funcionarem em harmonia em Santa Catarina.

 "Quando SC registra a menor taxa de mortalidade durante a pandemia, ao mesmo tempo em que consolidamos o menor percentual de desemprego do Brasil, podemos observar que os dois setores atuaram bem, fizeram sua parte. O Estado aplicou normas necessárias para a saúde pública, mas os empreendedores não precisaram fechar e continuaram gerando riqueza. Um equilíbrio muito importante entre o público e privado", disse o governador.

"Tenho certeza que essa gestão é o sonho de consumo dos empreendedores. Um governo que consegue realmente aplicar os tributos recolhidos com esforço nos catarinenses, nas cidades. Na saúde, na educação, na infraestrutura e em diversos outros setores. Para que a produção seja distribuída da melhor maneira possível, estamos investindo não apenas nas rodovias estaduais, mas nas municipais e até nas federais", completou. 

A Exposuper é um dos maiores eventos para a geração de negócios de Santa Catarina. Além da feira, com mais de 200 expositores nacionais e internacionais, o evento vai contar com palestras e painéis temáticos com relevância para empresas e pessoas. O principal objetivo da Exposuper, segundo a organização, é gerar oportunidades de negócios, proporcionar acesso a informações atualizadas, novas tecnologias e inovações, além de promover a integração de todo o setor. 

O evento em Joinville foi acompanhado pelos secretários de Estado da Fazenda, Paulo Eli, da Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural, Ricardo Miotto, e secretário-geral de Governo, Márcio Ferreira; pelos deputados federais Darci de Matos, Coronel Armando e Rodrigo Coelho; deputada estadual Paulinha, a prefeita de Joinville em exercício, Rejane Gambin, o prefeito licenciado, Adriano Silva; vereadores, secretários municipais, entre outras autoridades locais.

Informações adicionais para imprensa:
Vitor Vieira de Oliveira 
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
E-mail: vitoroliveira@secom.sc.gov.br   
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 

Fotos: Julio Cavalheiro / Secom 

O governador Carlos Moisés e o presidente do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), Daniel Vinicius Netto, entregaram, na tarde desta segunda-feira, 20, a Licença Ambiental de Operação (LAO) para a empresa Berneck Unidade Lages. O documento atesta o cumprimento das exigências ambientais da indústria.

Para a fábrica de Curitibanos, que já está em operação, mas pretende ampliar o parque fabril, foi entregue a Licença Ambiental de Instalação (LAI). Com as inovações e investimentos que somam R$ 2,2 bilhões. As duas unidades vão gerar mais de 870 empregos diretos e 1,8 indiretos.

“A Berneck escolheu Santa Catarina para ampliar seus investimentos. Para o nosso governo é muito importante fortalecer a indústria, o empresário catarinense, assim somos parceiros para gerar empregos, renda e qualidade de vida para nossa população. Confirma a vocação do estado como um celeiro de oportunidades. Acreditamos nas pessoas e no empreendedorismo. Nosso estado avança com a cooperação e a união. Hoje se concretiza mais um pouco dessa caminhada”, destacou o governador.

O CEO da empresa, Andre Fauth, explicou que, para poder operar de forma regular e receber o documento, foi preciso cumprir as três fases de licenciamento ambiental: a Licença Ambiental Prévia (que analisa a viabilidade ambiental do empreendimento), a Licença Ambiental de Instalação (que permite a realização da obra e instalação de equipamentos) e a Licença Ambiental de Operação.

“A Berneck cumpriu todas essas etapas e comprovou que a fábrica de Lages está em conformidade com a legislação ambiental. Estamos aumentando em 40% nossa capacidade produtiva. Vamos atender mais clientes no mercado nacional e aumentar as exportações. O Governo do Estado foi muito eficiente, tratou tudo de uma maneira célere e profissional desde a primeira apresentação do projeto da fábrica de Lages. O apoio do atual governo foi fundamental para esse avanço. É um grande dia para a empresa”, ressaltou Fauth.

O prefeito de Lages, Antonio Ceron, destacou que o início das operações da empresa é um marco para o município. “Agora a fábrica já está habilitada a operar. Será muito mais emprego e renda para a população. Vai dar um impulso ainda maior em uma das riquezas que temos em Lages, que é o reflorestamento de pinos”, pontuou o gestor municipal, que também agradeceu ao Governo do Estado pela presteza na atuação da liberação das licenças.

“As unidades representam muito para a economia da região serrana e a liberação das duas licenças para essa grande indústria vai somar muito para a sociedade catarinense”, pontuou o presidente do IMA.

“O Governo atua para atrair cada vez mais investidores, oferecendo segurança para que eles possam prosperar, trazendo mais empregos, renda e desenvolvimento. Em Lages e Curitibanos, além de ampliar os empregos, vai desenvolver e muito a região fortalecendo toda atividade econômica”, salientou o chefe da Casa Civil, Juliano Chiodelli.

A nova unidade em Lages

Foram investidos R$1,6 bi na nova unidade, que fica às margens da Rodovia BR-116, próximo ao limite de Lages e Capão Alto. O empreendimento deve gerar imediatamente cerca de 800 empregos diretos e 1,5 mil indiretos. Quando a fábrica atingir a sua capacidade total de operação, aumentará a produção em quase 40%.

Ampliação em Curitibanos

A Berneck vai fazer o aumento da capacidade produtiva de MDP, em Curitibanos. Atualmente a capacidade produtiva da unidade é de 440 mil metros cúbicos. Com a ampliação, a produção deve dobrar.

O projeto de ampliação MDP da fábrica de Curitibanos consiste em adquirir e implementar equipamentos de ponta na área de preparação das partículas de madeira úmida e seca, que compõe o produto MDP. Para isso, serão investidos R$ 600 milhões nos próximos dois anos. A ampliação ainda contempla a construção de um barracão de 14 mil m2 e vai gerar aproximadamente 70 empregos diretos e 300 indiretos.

Acompanharam as entregas na Casa d’ Agronômica o diretor industrial da Berneck, Daniel Berneck, diretor de Regularização Ambiental do IMA, Glaucio Maciel Capelari, coordenador regional do Ima, Fernando Sommariva e secretário de Desenvolvimento Econômico de Lages, Álvaro Júnior.

Sobre a Berneck

Com 70 anos de história, é uma empresa familiar 100% brasileira especializada em painéis MDP, MDF e HDF, além de madeira serrada de Pinus e Teca. Tem plantas industriais com capacidade de produção e tecnologia de ponta no Paraná e Santa Catarina.

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

 

O Governo do Estado participou do Brasil Investment Forum (BIF) 2022, nesta terça e quarta-feira, 14 e 15, em São Paulo. Com um estande virtual e a presença de representantes das secretarias de Assuntos Internacionais (SAI), do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) e da Fazenda (SEF), o Executivo catarinense apoiou o maior fórum de investimentos da América Latina, apresentou as potencialidades de diversos setores da economia a empresários brasileiros e estrangeiros com interesse em investir no estado e prospectou novas rodadas de negócios.

“O BIF sempre foi uma ótima oportunidade para que os Estados e os investidores se encontrassem; e a volta do formato presencial, na modalidade híbrida, ajudou muito. Fizemos inúmeros contatos com possíveis grandes parceiros,que se interessaram pelos programas de atração de investimento do Governo de Santa Catarina. Dentre os quais, as oportunidades de PPI que o Estado oferece”, afirmou o secretário de Assuntos Internacionais, Fernando Raupp.

A secretária adjunta da Fazenda, Michele Roncalio, foi painelista no evento. Em sua exposição, falou sobre a experiência de Santa Catarina com o Programa de Parcerias e Investimentos (PPI). “Fomos convidados como uma boa prática para apresentar o modelo que vem sendo desenvolvido em Santa Catarina de parceria e concessões, especialmente sobre as garantias que estamos oferecendo aos que querem investir no nosso estado”, disse Michele.

Segundo ela, o PPI é mais que um projeto de gestão, é um projeto de Estado. “O que estamos construindo aqui vem sendo considerado, tanto pelo BID quanto pela rede de parcerias público-privadas, como um bom exemplo de governança”, explicou.

O contato com os investidores também foi destacado pelo diretor de Empreendedorismo e Competitividade da SDE, Carlos Alberto Arns Filho, que acompanhou o evento nas salas virtuais. “Nosso estado possui uma economia diversificada, benefícios fiscais atraentes e um ambiente para investimentos muito favorável, e esses investidores puderem ter acesso a todas essas informações e contatos que facilitarão a atração de novos negócios.”

Economia internacionalizada

Na abertura do evento, o ministro de Relações Exteriores (Itamaraty), Carlos França, apontou que a economia brasileira está se modernizando e internacionalizando, situação representada com a entrada do Brasil na OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico). O chanceler afirmou que a inserção representou um marco histórico para o país e que é resultado de intenso engajamento diplomático. “Estamos trabalhando por uma economia moderna e competitiva, com a consolidação positiva na atração de fluxo frequente de investimentos”, disse.

A confiança no Brasil também foi tema da fala do presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Mauricio Claver-Carone. Ele elogiou o ambiente de negócios brasileiro, destacando o país dentro da América Latina. “O Brasil é o país certo na hora certa. É um dos 10 países no mundo mais atraentes para investimentos. Eu acredito no Brasil e você deveria acreditar no Brasil também.”

Para Claver-Carone, que se colocou à disposição de investidores internacionais, o mundo deveria prestar atenção em setores-chave dentro do Brasil, como tecnologia da informação, infraestrutura e energia renovável. O bom ambiente de negócios no país esteve, ainda, nas apresentações do presidente da República, Jair Bolsonaro; do ministro da Economia, Paulo Guedes; e do presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), Augusto Pestana.

BIF 2022

O BIF 2022 reuniu autoridades do setor público, representantes de bancos de desenvolvimento, executivos e CEOs de empresas globais para debater o ambiente de negócios brasileiro e as oportunidades existentes nos mais diversos setores da economia. Cerca de 600 pessoas acompanham presencialmente o evento, que também foi transmitido ao vivo na plataforma online do fórum.

O Brasil Investment Forum 2022 foi organizado pela ApexBrasil, pelo Ministério das Relações Exteriores, pelo Ministério da Economia e pelo BID. Os painéis abordaram assuntos como a conjuntura econômica do Brasil e do mundo, tendências, competitividade e houveram sessões que apresentaram o ambiente em setores como agronegócio, infraestrutura, energia, imobiliário, inovação e tecnologia da informação.

Com informações da ApexBrasil

Mais informações para a imprensa:
Patrícia Pinheiro
Assessoria de Comunicação
Secretaria Executiva de Assuntos Internacionais - SAI
Fone: (48) 3665-2209 / (61) 98179-0680
E-mail: ascom@sai.sc.gov.br
Site: www.sai.sc.gov.br

 Fotos: Ricardo Wolffenbuttel/Secom

Nos dias 14 e 15 de junho, o Governo de Santa Catarina apresentou, no Seminário Brasil Mais Simples, o programa SC Bem Mais Simples (SCBMS), política pública de simplificação coordenado pela SDE e implantado em 2021. O evento nacional, uma iniciativa promovida pelo Sebrae/SC, debateu a importância da desburocratização para melhoria do ambiente de negócios.

A apresentação da iniciativa, bem como os números no Estado, foi realizada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) e a Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc), o Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), Vigilância Sanitária (DIVS), o Corpo de Bombeiros Militar, as secretarias da Fazenda, Casa Civil e Conselho Estadual do Meio Ambiente (CONSEMA).

Para o secretário interino da SDE, Jairo Sartoretto, a iniciativa do Sebrae/SC vem ao encontro dos objetivos do Governo do Estado. “O Programa SC Bem Mais Simples tem a missão de simplificar a abertura de empresas, e isto se torna fator primordial para atração de novos negócios em nosso Estado e poder disseminar a atuação deste programa com empreendedores e especialistas do cenário nacional é uma oportunidade incrível para o nosso Estado”, frisa Sartoretto.

Também presente no evento, a presidente da Jucesc, Renata Silva, falou sobre a atuação da Junta na missão de simplificar a abertura de empresas e a integração do SCBMS com as cidades.

“Para os municípios, este programa se torna essencial quando o assunto é desenvolvimento local, atração de novos negócios, geração de emprego e renda. A Jucesc, tendo a responsabilidade pela operacionalidade técnica e pelo funcionamento do sistema informatizado e automatizado que possibilita a completa comunicação e integração entre os órgãos de licenciamento, fica à disposição de todos os gestores municipais para eventuais dúvidas. Nosso foco é facilitar a vida do empreendedor catarinense, assim, queremos ir além e integrar o maior número de cidades possíveis ainda neste ano".

O gerente de Novos Negócios da SDE, Antonio Ricardo Machado Slosaski, que participou da apresentação do programa, destacou os números e a integração do SC Bem Mais Simples entre as prefeituras. “No total, foram integrados 66 municípios ao programa, 34 estão sendo treinados e iniciarão a adesão ao programa, 23 em fase de treinamento do sistema e 172 estão sendo articulados para aprovarem em suas Câmaras Municipais a Lei de Adesão”, destaca Slosaski.

O diretor administrativo da Jucesc, Diego Holler, apresentou no evento os dados estatísticos dos municípios que já implantaram o programa, evidenciando as vantagens alcançadas e o tempo necessário para o licenciamento e legalização de empresas e o fluxo de integração dos dados. “O SCBMS apresenta novidades sem alterar a dinâmica já conhecida e executada pelos servidores dos órgãos e os empreendedores na utilização dos sistemas. Um dos municípios implantados diminuiu o tempo total de abertura de empresas de 3 dias e 22 horas para 6 horas”, pontua.

O evento

Entre os temas que foram debatidos no Seminário, a palestra sobre a Lei de Liberdade Econômica, transformação digital e transparência, com André Santa Cruz, Diretor do Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração, esteve entre os pontos de destaque na abertura do evento. Bem como a palestra sobre os avanços da REDESIM, ministrada pela representante da Receita Federal, Olga Maria Silva Embiruçu. A iniciativa trouxe menos burocracia e mais simplificação e desenvolvimento aos municípios brasileiros.

Ainda no primeiro dia, foram apresentados cases de sucesso de municípios catarinenses participantes do programa Cidade Empreendedora que aplicaram políticas de desburocratização, como Pinhalzinho, Florianópolis e Rio do Sul, e de outros Estados, como Ponta Grossa/PR, Belo Horizonte/ MG, Bom Jardim/ RJ e São Paulo/SP.

Durante o evento, todos os municípios que aderiram à prática de simplificação do ambiente de negócios de acordo com a Lei de Liberdade Econômica, e que participam do Programa Cidade Empreendedora, serão reconhecidos com o Selo Município Empreendedor.

O gerente de desenvolvimento regional do Sebrae/SC, Paulo César Sabbatini Rocha, reforça que o objetivo do evento é promover a melhoria do ambiente de negócios no estado, trazendo padronização, simplificação e estimulando a aplicação da Lei de Liberdade Econômica. “Nosso Estado vem avançando na desburocratização do processo de formalização de empresas, tornando o ambiente muito mais atrativo ao empreendedor. Nesse contexto, o intercâmbio de experiências e a capacitação constante dos profissionais que estão na linha de frente nos municípios é fundamental para garantir avanços cada vez mais significativos nessa área”, comenta Paulo.

Mais informações para a imprensa:
Mônica Foltran
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDE
Fone: (48) 3665-2261 / 99696-1366
E-mail: jornalistamonicafoltran@gmail.com
Site: www.sde.sc.gov.br

  Fotos Maurício Vieira/Secom

Durante seis meses, o casal de aposentados Waldo e Nair Roters, de 93 e 89 anos, acompanhou da varanda da residência o dia a dia da movimentação das máquinas e os trabalhos de pavimentação na rua Vereador Otto Wruck, uma das vias que compõem a Rota da Cachaça, em Luiz Alves. Nesta quarta-feira, 15, o sonho de mais de 60 anos se tornou realidade. Em frente à casa, com muita alegria, o casal testemunhou a conclusão do asfalto, um acesso rápido, seguro e sinalizado. Era o sentimento de alívio de quem por seis décadas sentiu na pele a dificuldade de morar numa rua de terra.

“Mudou a nossa realidade. Estamos felizes, esperamos muito por este asfalto, até achávamos que não íamos conseguir ver. E aqui estamos nós, comemorando. Só temos a agradecer. Muitos prometeram, mas chegou a vez do governador Carlos Moisés e do prefeito Marcos Pedro Veber deixarem a obra pronta e realizarem o sonho das comunidades”, relatou o casal.

A tão esperada pavimentação, que também impulsionará o turismo e a produção regional da Capital Catarinense da Cachaça, foi inaugurada oficialmente pelo governador Carlos Moisés, na manhã desta quarta-feira, em ato na Sociedade Duque de Caxias, com a presença de autoridades e comunidade. O evento ainda foi marcado pela entrega do Título de Cidadão Honorário Luizalvense ao governador, em reconhecimento aos serviços prestados ao município.

“Além das pessoas que vivem ao longo da rodovia, a pavimentação colabora para o turismo local, para o desenvolvimento de Luiz Alves e contempla aqueles que desbravaram a atividade da produção da cachaça. Para nós é uma alegria chegar nas cidades e fazer entregas efetivas. Isso faz parte do movimento municipalista que significa colocar o dinheiro onde as pessoas vivem. Acreditamos na infraestrutura, seja ela municipal, estadual ou federal. Estamos conectando as regiões, gerando oportunidades para os catarinenses”, disse o governador, ao agradecer pelo título recebido.

O prefeito Marcos Pedro Veber destacou que um novo tempo começa para o município, que é referência na produção de cachaça artesanal e aguardente no Estado com mais de 1 milhão de litros\ano.

“É um grande marco. Vai oferecer mais qualidade de vida para a população e garantir que mais turistas procurem o município, não só pela fama da boa cachaça artesanal, mas também para aproveitar outros atrativos, como o turismo religioso, rural e a compra nas lojas de fábrica têxteis. O governador tem sido um grande parceiro, trabalhando em prol das pequenas cidades com um olhar e sensibilidade nunca vistos anteriormente,” afirmou.

A obra

O trecho de cinco quilômetros pavimentado na Rota da Cachaça passa pelas ruas Vereador Otto Wruck, Fratelli Signorelli, Roberto Rech e a Estrada Geral Ribeirão do Bugre. Com um investimento de R$ 3,3 milhões do Governo do Estado, a obra foi realizada pela prefeitura. A assinatura do convênio ocorreu em 21 de junho de 2021, a ordem de serviço foi entregue em 12 de novembro e as obras iniciaram no dia 3 de dezembro. Menos de um ano depois, o governador voltou a Luiz Alves para participar da inauguração.

“É mais um dia de alegria. O governo Carlos Moisés é um governo realizador. Depois de tanta espera, a obra é finalmente entregue à população. A comunidade aguardava por isso. É um dia histórico para a região”, enfatizou o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Augusto Vieira.

Turismo

Ao todo, são dez alambiques espalhados por diversas regiões de Luiz Alves, colecionando premiações nacionais e internacionais. Os produtos são comercializados em diversas regiões do país e até mesmo exportados.

Um dos alambiques é da família Wruck, produtora de cachaça em Luiz Alves desde 1938. O patriarca Otto Wruck – que dá nome a uma das ruas asfaltada – passou o negócio para os filhos, que ampliaram a produção e hoje vendem a bebida até para a Alemanha e Paraguai.

O empresário Adolar Wruck, filho do fundador, ressaltou a importância da pavimentação para o desenvolvimento da região. “É um sonho que se concretiza. Não tenho nem palavras para agradecer. Já disse há um ano, no dia da assinatura do convênio, e hoje reforço que é preciso infraestrutura para que os locais possam se desenvolver. Isso é o que recebemos agora. É uma grande conquista para o turismo, empresários e moradores.”

SC-414

Mas as boas notícias na Capital Catarinense da Cachaça não pararam por aí. Foi entregue ainda a ordem administrativa de mobilização para que a empresa selecionada para a pavimentação da SC-414, no trecho entre Luiz Alves e a SC-108, em Blumenau, passando por Massaranduba, possa se organizar para iniciar as obras logo após a assinatura da ordem de serviço, que deve ser expedida em 10 dias.

São 12,79 km de estrada a serem pavimentados. Para isso, estão previstos os serviços de terraplanagem, pavimentação asfáltica, drenagem, obras de arte corrente, pavimentação, obras de arte especiais, obras de arte complementares, serviços diversos, meio ambiente e contenção. O investimento previsto será de R$ 58,6 milhões.

Reforço para a saúde

Ainda no ato, foi assinado o convênio com o município de Luiz Alves para aquisição de equipamentos e materiais permanentes para saúde, no valor de R$ 288,4 mil.

Implantaçao da rede de água

Outros atos importantes foram as assinaturas das ordens de serviços, por meio da Casan, para implantação de nova captação de água no Rio Luiz Alves. O valor investido é de aproximadamente R$ 80 mil, com recursos próprios e beneficiará 12 mil habitantes. Também para reforma e revitalização da Estação de Tratamento de Água de Luiz Alves (R$ 98 mil). E para a o instalação de Reservatório Pré-fabricado para Água Tratada, no Bairro Rio do Peixe, no município, com capacidade de 50 mil litros, (R$ 238 mil).

Honraria

O título de Cidadão Honorário ao governador Carlos Moisés foi aprovado por unanimidade pelos vereadores. “O título representa a nossa gratidão ao apoio e a atenção do governador com o nosso município”, disse o presidente da Câmara de Vereadores, Jorge Soares da Silva Winter. Também receberam a honraria os deputados estaduais Vicente Caropreso e Paulinha e o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Augusto Vieira.

 

Leia também

::: ::: ::: 

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Salvar
Preferências para Cookies
Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você recusar o uso de cookies, este site pode não funcionar como esperado.
Aceitar todos
Rejeitar todos
Leia mais
Analytics
Ferramentas usadas para analisar os dados para medir a eficácia de um site e entender como ele funciona.
Google Analytics
Aceitar
Rejeitar