Compartilhe


Kit de transposição instalado no município de Pedras Grandes    Foto: Flavio Vieira Junior/DCSC

O Governo do Estado, por meio da Defesa Civil de Santa Catarina (DCSC), finalizou o processo licitatório na modalidade de Ata de Registro de Preços para aquisição de Kits de Transposição (Pontes). O processo teve a participação de três empresas e teve o valor inicial estimado em R$ 24.318.417,00 por peça pré-moldada. O resultado final resultou na economia para os cofres públicos de 38,4%, assim, cada peça que for instalada terá o custo de R$ 14.979.994,00.

“O processo foi um sucesso e a sociedade ganha com a continuidade desse Programa”, destacou o gerente de licitações e contratos da DCSC, Carlos Eduardo Besen Nau. Segundo ele, a Ata terá a validade de 12 meses e a empresa vencedora foi a Protensul Pré-Fabricado Ltda.

O projeto de kits de transposição é utilizado em ações de resposta a eventos extremos, quando pontes e pontilhões são destruídos ou danificados por fortes tempestades. Para a instalação das estruturas é realizada uma parceria com os municípios, que ficam responsáveis apenas pela construção das cabeceiras e guarda-corpos. Já a Defesa Civil Estadual realiza o transporte e montagem das estruturas pré-moldadas.

“A Defesa Civil utiliza atas de registro de preço para a aquisição dos mais diferentes produtos, que vão desde kits de transposição a itens de assistência humanitária e até casas pré-fabricadas”, explicou o Chefe da DCSC, João Batista Cordeiro Jr. Segundo ele, a modalidade proporciona agilidade na resposta aos municípios atingidos e com produtos de qualidade. “No caso dos kits de transposição, a ação é de resposta e preventiva, já que proporciona o retorno da mobilidade em áreas urbanas e rurais, garantindo mais segurança para as pessoas, escoamento da produção e até beneficiando o turismo em algumas situações”, completou.

O projeto já realizou a instalação de mais de 400 pontes em todas as regiões do Estado. Os kits possuem a capacidade de até 24 toneladas e, de forma modular, podem ser adaptados nas mais diferentes situações. Para a definição das dimensões da estrutura que será instalada, a DCSC realiza um estudo hidrológico no local e analisa a ampliação da vazão dos rios, garantindo que a nova ponte esteja acima da cota de inundação e evitando o represamento dos rios e córregos durante fortes enxurradas.

Informações adicionais para imprensa:
Flávio Vieira Júnior
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - DC
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889 / 99651-5888
E-mail: ascom@defesacivil.sc.gov.br
Site: www.defesacivil.sc.gov.br