Orientação em Canasvieiras, em Florianópolis. Fotos: Mauricio Vieira/ Secom

As forças de segurança de Santa Catarina trabalham de forma intensificada desde as 23h desta sexta-feira, 26, para garantir o cumprimento das novas medidas de enfrentamento à Covid-19 em todo território catarinense. Conforme as determinações do Decreto 1.172 do Governo do Estado, está suspenso o funcionamento de serviços não essenciais até as 6h de segunda-feira, 1º de março. 

Na madrugada, as equipes estiveram em estabelecimentos que permaneciam abertos após o horário permitido, os quais foram orientados a fechar, notificados e, em alguns casos, interditados. Aglomerações foram dispersas.  Neste sábado, 27, o trabalho seguiu intenso em áreas públicas, como praias e parques, além de comércios. Na Grande Florianópolis, grandes lojas de departamento e estabelecimentos alocados em um shopping center foram fechados por descumprirem o decreto.

>> Mais fotos na galeria

O comandante geral da Polícia Militar de Santa Catarina, Dionei Tonet, ressaltou que Santa Catarina vive o momento mais crítico, por isso a fiscalização, que já ocorre há um ano, foi intensificada. “Nesta madrugada tivemos operações no estado inteiro. Na quarta-feira, deslocamos para 85 cidades 500 novos soldados que estavam trabalhando na Operação Veraneio. Tivemos algumas interações de fiscalização mais acentuadas nesta noite justamente no momento das 23h, quando as pessoas ainda estavam em estabelecimentos. Mas não tivemos nenhuma ação que se transformasse em uma ação policial”, pontuou.

O delegado geral da Polícia Civil, Paulo Koerich, afirma que as ações continuarão de forma integrada pelo Estado com as forças de segurança, cujos trabalhos têm trazido importantes resultados na segurança pública catarinense. Ele reforça a importância da conscientização da população e também seu papel de denúncias às polícias.


Foto: Polícia Civil de SC

O trabalho conta com a atuação da Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC), Capitania dos Portos de SC, Segurança Pública e Defesa Civil. Apoiam ainda a Secretaria de Estado da Saúde, Vigilância Sanitária Estadual e municipais, guardas dos municípios e prefeituras.

Estabelecimentos foram fechados

A delegada Regional da Polícia Civil em Palhoça, Michele Alves Correa Rebelo, responsável pela operação do município da Grande Florianópolis, destacou que foi feita a abordagem de cerca de 15 estabelecimentos, inclusive quadra de futebol, entre a noite de sexta-feira e madrugada de sábado. Dois estabelecimentos foram autuados e um deles interditado.

“Considero como positivo o resultado da operação nesta primeira noite. Estamos fiscalizando a efetividade das medidas do decreto. Solicitamos para que todos cumpram as determinações. Caso contrário, podem ser autuados, estabelecimentos podem ser fechados e até responder por crimes”, explicou.

Durante a manhã deste sábado foram fechados estabelecimentos de um shopping e outras grandes lojas de departamentos na região da Grande Florianópolis. Muitas dessas lojas estavam fazendo os funcionários trabalharem com as portas fechadas. Pela infração, os estabelecimentos foram autuados e fechados.

Decreto também prevê fechamento de serviços no próximo fim de semana

Os protocolos de saúde, previstos no decreto do Governo do Estado, têm o objetivo de desacelerar a curva de contágio da doença em um momento de alta taxa de ocupação dos leitos clínicos e de UTI no Estado. O decreto também estabelece o fechamento de atividades não essenciais no próximo fim de semana, entre as 23h de 5 de março e 06h de 8 de março.

Como denunciar

As denúncias podem ser feitas pelos canais da PCSC: 181 e WhatsApp 48-98844-0011. Também pelo 190 da Polícia Militar e por meio do aplicativo PMSC Cidadão, disponível nas plataformas IOS e Android.

>>> Coronavírus em SC: Saiba quais serviços não podem funcionar neste fim de semana após decreto do Governo do Estado

>>> Coronavírus em SC: Reunião define ações de fiscalização no estado durante o fim de semana

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Santa Catarina tem 668.811 casos confirmados de Covid-19. Desses, 626.305 são considerados recuperados e 35.192 continuam em acompanhamento. O número foi divulgado neste sábado, 27. O novo coronavírus causou 7.314 óbitos no estado até esta data. Com isso, a taxa de letalidade é de 1,09%.

O número de casos ativos registrou um crescimento de 1.728 e há 72 novos óbitos em comparação com a última atualização diária. Aos casos confirmados se somaram 5.112, enquanto a estimativa de recuperados subiu 3.312.

>>> Confira aqui o boletim diário deste sábado, 27
>>> Confira o detalhamento dos óbitos por data
>>> Saiba mais sobre as fontes e os conceitos dos dados

Já foram confirmados casos em todos os 295 municípios catarinenses e 278 cidades registraram pelo menos um óbito. Estima-se que haja casos ativos em 294. O local com a maior quantidade de pessoas que já contraíram Covid-19 é Joinville, com 62.203 casos, seguida por Florianópolis (58.403), Blumenau (35.576), São José (25.736), Chapecó (24.586), Criciúma (22.685), Palhoça (19.418), Balneário Camboriú (18.629), Itajaí (17.487) e Brusque (17.378).

A taxa de ocupação dos leitos de UTI pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina é de 91,5%. Isso significa que, dos 1.579 leitos existentes no estado, 135 estão livres e 1.444 estão ocupados, sendo 816 por pacientes com confirmação ou suspeita de Covid-19.

Confira o detalhamento de casos confirmados por município:

Abdon Batista - 190
Abelardo Luz - 921
Agrolândia - 566
Agronômica - 282
Água Doce - 465
Águas de Chapecó - 245
Águas Frias - 363
Águas Mornas - 536
Alfredo Wagner - 542
Alto Bela Vista - 75
Anchieta - 277
Angelina - 325
Anita Garibaldi - 645
Anitápolis - 199
Antônio Carlos - 1017
Apiúna - 522
Arabutã - 229
Araquari - 2004
Araranguá - 6589
Armazém - 859
Arroio Trinta - 316
Arvoredo - 159
Ascurra - 738
Atalanta - 128
Aurora - 327
Balneário Arroio do Silva - 1289
Balneário Barra do Sul - 1008
Balneário Camboriú - 18629
Balneário Gaivota - 834
Balneário Piçarras - 2877
Balneário Rincão - 953
Bandeirante - 106
Barra Bonita - 87
Barra Velha - 2488
Bela Vista do Toldo - 45
Belmonte - 129
Benedito Novo - 614
Biguaçu - 7594
Blumenau - 35576
Bocaina do Sul - 305
Bom Jardim da Serra - 502
Bom Jesus - 245
Bom Jesus do Oeste - 94
Bom Retiro - 383
Bombinhas - 2787
Botuverá - 655
Braço do Norte - 5185
Braço do Trombudo - 332
Brunópolis - 109
Brusque - 17378
Caçador - 3297
Caibi - 278
Calmon - 19
Camboriú - 8783
Campo Alegre - 678
Campo Belo do Sul - 415
Campo Erê - 645
Campos Novos - 2773
Canelinha - 974
Canoinhas - 2911
Capão Alto - 98
Capinzal - 3010
Capivari de Baixo - 2748
Catanduvas - 972
Caxambu do Sul - 252
Celso Ramos - 230
Cerro Negro - 61
Chapadão do Lageado - 132
Chapecó - 24586
Cocal do Sul - 1970
Concórdia - 8055
Cordilheira Alta - 395
Coronel Freitas - 1128
Coronel Martins - 63
Correia Pinto - 827
Corupá - 1253
Criciúma - 22685
Cunha Porã - 466
Cunhataí - 96
Curitibanos - 1843
Descanso - 532
Dionísio Cerqueira - 400
Dona Emma - 258
Doutor Pedrinho - 176
Entre Rios - 436
Ermo - 231
Erval Velho - 402
Faxinal dos Guedes - 943
Flor do Sertão - 44
Florianópolis - 58403
Formosa do Sul - 258
Forquilhinha - 2532
Fraiburgo - 1990
Frei Rogério - 162
Galvão - 136
Garopaba - 2154
Garuva - 1250
Gaspar - 5771
Governador Celso Ramos - 1636
Grão-Pará - 748
Gravatal - 1475
Guabiruba - 1958
Guaraciaba - 741
Guaramirim - 4719
Guarujá do Sul - 115
Guatambú - 427
Herval d'Oeste - 2275
Ibiam - 101
Ibicaré - 198
Ibirama - 1055
Içara - 4391
Ilhota - 1263
Imaruí - 845
Imbituba - 4510
Imbuia - 340
Indaial - 5834
Iomerê - 119
Ipira - 196
Iporã do Oeste - 340
Ipuaçu - 629
Ipumirim - 360
Iraceminha - 236
Irani - 696
Irati - 198
Irineópolis - 175
Itá - 535
Itaiópolis - 1223
Itajaí - 17487
Itapema - 8184
Itapiranga - 890
Itapoá - 1469
Ituporanga - 1694
Jaborá - 402
Jacinto Machado - 822
Jaguaruna - 2130
Jaraguá do Sul - 12978
Jardinópolis - 281
Joaçaba - 3413
Joinville - 62203
José Boiteux - 501
Jupiá - 111
Lacerdópolis - 293
Lages - 14043
Laguna - 3229
Lajeado Grande - 116
Laurentino - 690
Lauro Müller - 1536
Lebon Régis - 160
Leoberto Leal - 137
Lindóia do Sul - 524
Lontras - 564
Luiz Alves - 1339
Luzerna - 579
Macieira - 90
Mafra - 2719
Major Gercino - 220
Major Vieira - 155
Maracajá - 731
Maravilha - 2337
Marema - 116
Massaranduba - 1520
Matos Costa - 90
Meleiro - 790
Mirim Doce - 119
Modelo - 173
Mondaí - 529
Monte Carlo - 558
Monte Castelo - 139
Morro da Fumaça - 2404
Morro Grande - 310
Navegantes - 5481
Nova Erechim - 358
Nova Itaberaba - 224
Nova Trento - 1340
Nova Veneza - 1713
Novo Horizonte - 97
Orleans - 3174
Otacílio Costa - 1904
Ouro - 875
Ouro Verde - 224
Paial - 121
Painel - 95
Palhoça - 19418
Palma Sola - 578
Palmeira - 136
Palmitos - 1077
Papanduva - 309
Paraíso - 39
Passo de Torres - 614
Passos Maia - 181
Paulo Lopes - 813
Pedras Grandes - 313
Penha - 3166
Peritiba - 210
Pescaria Brava - 1168
Petrolândia - 240
Pinhalzinho - 1740
Pinheiro Preto - 200
Piratuba - 350
Planalto Alegre - 168
Pomerode - 3557
Ponte Alta - 295
Ponte Alta do Norte - 176
Ponte Serrada - 585
Porto Belo - 2054
Porto União - 1196
Pouso Redondo - 1018
Praia Grande - 683
Presidente Castello Branco - 394
Presidente Getúlio - 1154
Presidente Nereu - 70
Princesa - 68
Quilombo - 918
Rancho Queimado - 270
Rio das Antas - 222
Rio do Campo - 265
Rio do Oeste - 435
Rio do Sul - 4899
Rio dos Cedros - 526
Rio Fortuna - 402
Rio Negrinho - 1955
Rio Rufino - 132
Riqueza - 259
Rodeio - 861
Romelândia - 152
Salete - 531
Saltinho - 110
Salto Veloso - 317
Sangão - 1284
Santa Cecília - 844
Santa Helena - 58
Santa Rosa de Lima - 202
Santa Rosa do Sul - 807
Santa Terezinha - 134
Santa Terezinha do Progresso - 148
Santiago do Sul - 120
Santo Amaro da Imperatriz - 2576
São Bento do Sul - 3442
São Bernardino - 174
São Bonifácio - 335
São Carlos - 383
São Cristóvão do Sul - 117
São Domingos - 731
São Francisco do Sul - 4489
São João Batista - 3159
São João do Itaperiú - 467
São João do Oeste - 305
São João do Sul - 678
São Joaquim - 1111
São José - 25736
São José do Cedro - 553
São José do Cerrito - 348
São Lourenço do Oeste - 540
São Ludgero - 1646
São Martinho - 479
São Miguel da Boa Vista - 173
São Miguel do Oeste - 3046
São Pedro de Alcântara - 537
Saudades - 583
Schroeder - 2002
Seara - 1331
Serra Alta - 141
Siderópolis - 848
Sombrio - 2206
Sul Brasil - 222
Taió - 1320
Tangará - 592
Tigrinhos - 195
Tijucas - 4641
Timbé do Sul - 489
Timbó - 4362
Timbó Grande - 345
Três Barras - 1152
Treviso - 512
Treze de Maio - 819
Treze Tílias - 496
Trombudo Central - 618
Tubarão - 14062
Tunápolis - 731
Turvo - 1339
União do Oeste - 206
Urubici - 479
Urupema - 55
Urussanga - 2578
Vargeão - 165
Vargem - 159
Vargem Bonita - 441
Vidal Ramos - 217
Videira - 4849
Vitor Meireles - 275
Witmarsum - 154
Xanxerê - 5979
Xavantina - 280
Xaxim - 2928
Zortéa - 555
Outros estados - 13474
Outros países - 2

Municípios com óbitos por Covid-19:

Abdon Batista - 1
Abelardo Luz - 25
Agrolândia - 6
Agronômica - 7
Água Doce - 3
Águas de Chapecó - 1
Águas Mornas - 3
Alfredo Wagner - 1
Alto Bela Vista - 2
Anchieta - 4
Anita Garibaldi - 4
Antônio Carlos - 15
Apiúna - 11
Arabutã - 2
Araquari - 30
Araranguá - 101
Armazém - 8
Arroio Trinta - 3
Arvoredo - 1
Ascurra - 3
Aurora - 8
Balneário Arroio do Silva - 22
Balneário Barra do Sul - 18
Balneário Camboriú - 204
Balneário Gaivota - 11
Balneário Piçarras - 23
Balneário Rincão - 22
Bandeirante - 1
Barra Bonita - 1
Barra Velha - 46
Bela Vista do Toldo - 1
Belmonte - 3
Benedito Novo - 7
Biguaçu - 82
Blumenau - 329
Bocaina do Sul - 3
Bom Jardim da Serra - 3
Bom Jesus - 3
Bom Jesus do Oeste - 2
Bom Retiro - 8
Bombinhas - 29
Botuverá - 4
Braço do Norte - 43
Braço do Trombudo - 3
Brusque - 133
Caçador - 90
Caibi - 2
Calmon - 2
Camboriú - 95
Campo Alegre - 21
Campo Belo do Sul - 8
Campo Erê - 5
Campos Novos - 28
Canelinha - 12
Canoinhas - 40
Capão Alto - 2
Capinzal - 17
Capivari de Baixo - 32
Catanduvas - 7
Caxambu do Sul - 2
Celso Ramos - 2
Cerro Negro - 2
Chapadão do Lageado - 1
Chapecó - 256
Cocal do Sul - 28
Concórdia - 61
Cordilheira Alta - 3
Coronel Freitas - 9
Correia Pinto - 27
Corupá - 15
Criciúma - 262
Cunha Porã - 8
Curitibanos - 39
Descanso - 7
Dionísio Cerqueira - 14
Dona Emma - 1
Doutor Pedrinho - 3
Entre Rios - 5
Ermo - 2
Erval Velho - 7
Faxinal dos Guedes - 9
Florianópolis - 486
Formosa do Sul - 3
Forquilhinha - 22
Fraiburgo - 26
Frei Rogério - 4
Galvão - 1
Garopaba - 11
Garuva - 18
Gaspar - 85
Governador Celso Ramos - 11
Grão-Pará - 5
Gravatal - 18
Guabiruba - 23
Guaraciaba - 4
Guaramirim - 37
Guarujá do Sul - 3
Guatambú - 5
Herval d'Oeste - 21
Ibicaré - 1
Ibirama - 21
Içara - 46
Ilhota - 13
Imaruí - 8
Imbituba - 38
Imbuia - 4
Indaial - 53
Iomerê - 3
Ipira - 1
Iporã do Oeste - 4
Ipuaçu - 4
Ipumirim - 2
Iraceminha - 1
Irani - 2
Irati - 5
Irineópolis - 1
Itá - 3
Itaiópolis - 16
Itajaí - 349
Itapema - 131
Itapiranga - 8
Itapoá - 30
Ituporanga - 19
Jaborá - 5
Jacinto Machado - 14
Jaguaruna - 30
Jaraguá do Sul - 131
Jardinópolis - 3
Joaçaba - 20
Joinville - 715
José Boiteux - 5
Jupiá - 2
Lacerdópolis - 3
Lages - 224
Laguna - 52
Lajeado Grande - 2
Laurentino - 1
Lauro Müller - 23
Lebon Régis - 11
Lindóia do Sul - 4
Lontras - 4
Luiz Alves - 6
Luzerna - 3
Macieira - 4
Mafra - 23
Major Gercino - 5
Major Vieira - 3
Maracajá - 9
Maravilha - 28
Marema - 3
Massaranduba - 10
Matos Costa - 1
Meleiro - 13
Mirim Doce - 3
Modelo - 3
Mondaí - 1
Monte Carlo - 12
Monte Castelo - 3
Morro da Fumaça - 26
Navegantes - 85
Nova Erechim - 6
Nova Itaberaba - 1
Nova Trento - 5
Nova Veneza - 12
Orleans - 32
Otacílio Costa - 15
Ouro - 10
Ouro Verde - 8
Paial - 1
Painel - 2
Palhoça - 138
Palma Sola - 7
Palmitos - 19
Papanduva - 11
Paraíso - 3
Passo de Torres - 7
Passos Maia - 2
Paulo Lopes - 7
Pedras Grandes - 9
Penha - 49
Peritiba - 3
Pescaria Brava - 11
Petrolândia - 3
Pinhalzinho - 7
Pinheiro Preto - 1
Piratuba - 3
Planalto Alegre - 5
Pomerode - 29
Ponte Alta - 6
Ponte Alta do Norte - 2
Ponte Serrada - 16
Porto Belo - 15
Porto União - 16
Pouso Redondo - 16
Praia Grande - 6
Presidente Castello Branco - 4
Presidente Getúlio - 14
Presidente Nereu - 2
Princesa - 1
Quilombo - 17
Rancho Queimado - 3
Rio das Antas - 5
Rio do Campo - 3
Rio do Oeste - 3
Rio do Sul - 37
Rio dos Cedros - 9
Rio Fortuna - 4
Rio Negrinho - 7
Rio Rufino - 3
Riqueza - 6
Rodeio - 9
Romelândia - 1
Salete - 5
Salto Veloso - 5
Sangão - 6
Santa Cecília - 12
Santa Helena - 2
Santa Rosa de Lima - 3
Santa Rosa do Sul - 12
Santa Terezinha - 1
Santa Terezinha do Progresso - 1
Santiago do Sul - 2
Santo Amaro da Imperatriz - 34
São Bento do Sul - 45
São Bonifácio - 3
São Carlos - 4
São Cristóvão do Sul - 4
São Domingos - 5
São Francisco do Sul - 61
São João Batista - 45
São João do Itaperiú - 5
São João do Oeste - 6
São João do Sul - 6
São Joaquim - 18
São José - 262
São José do Cedro - 4
São José do Cerrito - 4
São Lourenço do Oeste - 19
São Ludgero - 11
São Martinho - 2
São Miguel da Boa Vista - 1
São Miguel do Oeste - 24
São Pedro de Alcântara - 4
Saudades - 1
Schroeder - 10
Seara - 13
Serra Alta - 2
Siderópolis - 21
Sombrio - 29
Sul Brasil - 2
Taió - 11
Tangará - 5
Tijucas - 54
Timbé do Sul - 10
Timbó - 28
Timbó Grande - 5
Três Barras - 23
Treviso - 5
Treze de Maio - 4
Treze Tílias - 3
Trombudo Central - 7
Tubarão - 218
Tunápolis - 4
Turvo - 10
União do Oeste - 2
Urubici - 7
Urussanga - 36
Vargeão - 4
Vargem - 2
Vargem Bonita - 5
Vidal Ramos - 3
Videira - 36
Vitor Meireles - 2
Witmarsum - 1
Xanxerê - 65
Xavantina - 2
Xaxim - 51
Zortéa - 6

Mais informações para a imprensa:

Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br

Amanda Mariano, Bruna Matos e Patrícia Pozzo
Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) / SES
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
www.dive.sc.gov.br 


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

O Governo do Estado está preparando repasse suplementar de mais R$ 1,6 milhão ao Hospital Regional do Oeste (HRO), em Chapecó, para ampliar a disponibilidade de leitos e a atenção a pacientes de Covid-19 no Oeste catarinense. A Secretaria de Estado da Saúde aguarda o cadastramento da proposta da unidade hospitalar para formalizar a transferência. O valor se soma aos mais de R$ 36,5 milhões repassados ao hospital durante o período de enfrentamento à pandemia. São recursos que permitiram a ampliação de 79 leitos dedicados ao coronavírus na unidade hospitalar.

“Desde o início da pandemia estamos mobilizados para garantir a ampliação de nossa rede e o envio de recursos aos hospitais. Os repasses à rede filantrópica ultrapassam R$ 638,7 milhões, com 908 leitos ampliados”, afirma o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

Na semana passada, o Governo do Estado instalou um Centro Integrado de Operações contra a Covid-19 em Chapecó para atender e apoiar a realidade regional, que teve aumento da transmissibilidade de casos e de óbitos nas últimas semanas.

Oeste ganha 230 novos leitos clínicos e 67 de UTI

O governador Carlos Moisés esteve em Chapecó na semana passada e anunciou a ativação de novos leitos para atender a região. Nos últimos 30 dias, já foi pactuada a abertura de 230 leitos clínicos e 67 leitos de UTI com as unidades hospitalares da região.

Após reunião com o secretário de Estado da Saúde, o Ministério da Saúde também enviou representantes da Força Nacional em Saúde para Chapecó e Xanxerê, além de outras cidades da região, para entendimento das necessidades e outras intervenções nos fluxos de trabalho locais. As equipes já estão na região e a medida faz parte da estratégia de enfrentamento ao aumento do número de casos e ao agravamento da crise do coronavírus em Santa Catarina.

Informações adicionais para a imprensa
Júlia Pitthan
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: juliapitthan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3027
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC 

 

Entidades catarinenses manifestaram apoio neste sábado, 27, às medidas de enfrentamento à Covid-19 adotadas pelo Governo do Estado. Os representantes de diversos segmentos econômicos defenderam as determinações do Decreto 1.172, que suspende o funcionamento de serviços não essenciais das 23h desta sexta-feira até as 06h de segunda-feira, 1º de março, e no próximo fim de semana.

As entidades destacaram que o setor produtivo tem adotado, desde o início da pandemia, todos os cuidados e protocolos de proteção da saúde. O Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (COFEM) manifestou seu apoio às medidas restritivas previstas nos dois decretos do Governo do Estado. O COFEM defendeu, em nota, que, “com a devida observância dos protocolos sanitários, a segurança dos trabalhadores é garantida e que a adoção de um lockdown completo não é a melhor resposta para enfrentar o agravamento da pandemia”.

O Conselho é composto pelas Federações das Indústrias (Fiesc), do Comércio (Fecomércio), da Agricultura (Faesc), dos Transportes (Fetrancesc), das Associações Empresariais (Facisc), das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), das Micro e Pequenas Empresas (Fampesc), além do Sebrae-SC.

“A vida está sempre em primeiro lugar. Não há contradição entre a manutenção da atividade fabril e a proteção à saúde das pessoas. Os profissionais estão seguros dentro das fábricas, pois os protocolos são rigorosos e seguidos à risca. A indústria está comprometida com a sociedade e desde o início da crise desenvolveu inúmeras ações de apoio”, disse o presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar.

Ele também lembrou que a atividade industrial faz parte de uma cadeia essencial, e, por isso, sua interrupção teria graves consequências, inclusive para produção de alimentos, bebidas, embalagens e outros itens necessários ao enfrentamento da pandemia.

Para o presidente da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), Sérgio Rodrigues Alves, é necessário primeiro avaliar os resultados alcançados com o decreto em vigor. “Vamos aguardar os resultados do atual decreto para depois, caso não tenha surtido efeito desejado adotar medidas mais duras”. Na sexta-feira, 26, a Facisc emitiu um comunicado apoiando o decreto do Governo do Estado. A entidade congrega 148 associações empresariais e mais de 34 mil empresas em Santa Catarina.

A Federação das Empresas de Transporte de Carga do Estado de Santa Catarina (Fetrancesc) também reiterou o posicionamento do Governo do Estado. Em nota, a Federação apoia as restrições nos fins de semana, por considerar o período com maior número de aglomerações clandestinas.

“A contaminação não vem só de quem trabalha, aliás quem trabalha gera economia para o custeio das atividades do Estado. Creditamos o maior contágio ao convívio social indiscriminado e irresponsável”, declara o texto.

O presidente da Federação dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de Santa Catarina (Fhoresc), Estanislau Emílio Bresolin, reforçou, em ofício, que "para combater os efeitos da pandemia do Covid19 é necessário permitir que empresas e trabalhadores voltem a produzir recursos necessários à própria sobrevivência, como também para gerar tributos que permitirão ao Estado enfrentar de maneira adequada a crise".

A Associação Empresarial de Palhoça (ACIP) reconheceu a gravidade da crise pela qual a saúde passa neste momento. No entanto, acredita que o momento exige sobretudo, conscientização por parte da população.

“Empresa aberta não é porta de entrada do vírus, é garantia de preservação de empregos e de renda, proporcionando equilíbrio social e a perspectiva de um novo momento para o futuro de todas as famílias”, afirma o presidente da associação, Ivan Cadore.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
E-mail: imprensa@secom.sc.gov.br
Site: www.sc.gov.br


Fiscalização do decreto 1.172 na madrugada deste sábado em Palhoça. Foto: Mauricio Vieira / Secom

O Governo do Estado protocolou junto ao Ministério Público de Santa Catarina na manhã deste sábado, 27, resposta à Recomendação Conjunta n. 1/2021 encaminhada pelo órgão e pelo Ministério Público Federal, o Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina, o Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina, a Defensoria Pública do Estado de Santa Catarina e a Defensoria Pública da União. O documento, assinado por integrantes do Grupo Gestor de Governo e o secretário de Estado da Saúde, destaca que os promotores e defensores sustentam sua recomendação baseados quase exclusivamente na avaliação do Decreto nº 1.168, de 24 de fevereiro, que trouxe medidas de restrição sem suspensão de atividades. No entanto, na sexta-feira, 26, o Governo do Estado editou o Decreto nº 1.172, que determinou a suspensão de diversas atividades e serviços não essenciais durante este fim de semana.

>> Confira o ofício na íntegra aqui

Neste sentido, Santa Catarina vive hoje a suspensão de atividades e serviços não essenciais, como postula a Recomendação Conjunta n. 1/2021. O Decreto nº 1.172 suspende o funcionamento de diversos serviços e atividades entre as 23h de 26 de fevereiro às 06h de 1º de março de 2021, bem como no mesmo período entre os dias 5 a 8 de março. São 55 horas de restrições que acarretam na redução de circulação e aglomeração de pessoas.

É fato que a situação se agravou nas últimas semanas e também é fato que o Governo do Estado está atento e tomando todas as medidas necessárias para mitigar os efeitos da Covid-19. Trata-se, evidentemente, de um processo permanente e dinâmico, em que as decisões devem ser tomadas à luz de uma criteriosa avaliação da evolução da epidemia (em relação a contágio, internações e óbitos), do ritmo de estruturação da rede pública de saúde (número de leitos abertos, ocupação hospitalar, estoques de EPIs e de outros insumos e produtos necessários) e dos impactos socioeconômicos decorrentes das medidas de distanciamento social implementadas.

É necessário pontuar, não obstante, que, diante do ineditismo dos fatos, e do ainda limitado nível de conhecimento existente em literatura científica especificamente sobre a Covid-19, não há uma fórmula pronta e definitiva de enfrentamento da pandemia, sendo necessário um acompanhamento diário do progresso da crise.

A resposta destaca ainda que é necessária a avaliação da eficácia das medidas já adotadas pelo Governo do Estado, especialmente o Decreto nº 1.172, de 26 de fevereiro de 2021, que estão sendo executadas nesse exato momento, não sendo razoável a substituição da política pública vigente, amplamente discutida com atores sociais, técnicos, econômicos e jurídicos, por outra sem orientação técnica.

Com relação à recomendação que solicita que seja garantida transparência das filas de espera por leitos de UTI e clínicos no Estado, salienta-se que esta transparência já é garantida, uma vez que estas informações estão sendo divulgadas constantemente e, inclusive, são de conhecimento dos órgãos que emitiram a recomendação ora respondida. De todo modo, serão levadas em consideração as recomendações para que estas informações se tornem de mais fácil acesso à população; para tanto, a área técnica necessita de tempo razoável para avaliação.

Em resposta à recomendação de que se articule junto à União e demais Estados da Federação a garantia de transferência de pacientes que aguardam por vaga em UTI, informa-se que tais interlocuções já estão acontecendo. Contudo, o cenário pandêmico está agravado em todo o país, o que dificulta sobremaneira as transferências interfederativas.

Com relação à solicitação dos “estudos técnicos” que justificaram o Decreto Estadual nº 1.168/2021, um documento com exposição de motivos elaborado pelo Superintendente de Vigilância em Saúde deram ensejo à elaboração do citado decreto. Neste ponto, salienta-se que, conforme muito bem explanado na recomendação conjunta ora respondida, a situação sanitária no Estado é preocupante e demanda a tomada de decisões ágeis e imediatas, o que não se coaduna com a elaboração de estudos técnicos conclusivos.

Além disso, os decretos editados nessa última semana deixam clara a possibilidade de os municípios adotarem medidas mais restritivas, baseados nas realidades locais, em consonância com a estratégia da regionalização adotada. É fato que a situação se agravou nas últimas semanas e também é fato que o Governo do Estado está atento e tomando todas as medidas necessárias para mitigar os efeitos da Covid-19.

De rigor pontuar que a atuação do administrador muitas vezes não pode esperar o desenvolvimento de longos e exaurientes estudos técnicos, uma vez que a velocidade das demandas sociais não acompanha o ritmo acadêmico. É na experimentação de quadro valendo-se da matriz de risco com movimentos calculados no sentido de aumento ou diminuição de restrições, quando necessárias, que se encontra o ponto de equilíbrio. Por fim, a necessidade de uma avaliação global da questão, sem descuidar de todos os interesses dos catarinenses e tendo como preponderância a vida e a saúde da população, exige que as medidas restritivas a serem adotadas sejam graduais, na medida do possível, evitando-se a quebra da legítima expectativa depositada pela população sobre as ações de governo.

Cabe acrescentar que o Governo do Estado entende a gravidade do momento e avalia diuturnamente o cenário para a adoção de medidas que possam garantir a assistência aos catarinenses.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
E-mail: imprensa@secom.sc.gov.br
Site: www.sc.gov.br

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste sábado, 27, os dados da Matriz de Risco Potencial em relação ao novo coronavírus. Pela nova classificação, todas as regiões do estado se encontram em nível gravíssimo (cor vermelha).

Em relação aos dados divulgados na semana passada, a região Carbonífera apresentou piora no cenário e foi reclassificada da situação Grave (cor laranja) para Gravíssimo.

>> Confira a matriz na íntegra

Pela segunda semana consecutiva, a região Oeste registrou nota 4 (valor mais alto) em todos os quesitos avaliados pela matriz. A mesma situação foi verificada na região de Xanxerê. Pela primeira vez desde a criação da matriz, em julho de 2020, foram registradas duas regiões com notas 4 em todos os quesitos de avaliação.

No dia 26 de fevereiro, o estado alcançou a marca de 33.464 casos ativos. Na data da divulgação da última matriz, do dia 20 de fevereiro, eram 24.526 mil casos ativos.

“Apresentamos um cenário de aceleração em todo o Estado, sem nenhum indicativo de estabilização neste momento”, explica a analista de dados Bianca Vieira, do Centro de Operações de Emergência em Saúde.

Mais informações para a imprensa:
Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br


Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

As ações de fiscalização que serão executadas neste fim de semana foram definidas pelos representantes do Grupo de Ações Coordenadas (Grac) na tarde desta sexta-feira, 26, na sede da Defesa Civil, em Florianópolis. Elas visam o cumprimento do novo decreto do Governo do Estado, publicado na manhã desta sexta. 

A reunião contou com representantes da Secretaria de Estado da Saúde, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC), Capitania dos Portos de SC, Segurança Pública e Defesa Civil. Santa Catarina terá um contingente de mais de 500 integrantes de forças de segurança pelos municípios para fiscalizar e coibir aglomerações. 

O superintendente de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, reforçou que o estado tem enfrentado um momento grave da pandemia, mesmo que se tenha dobrado a capacidade de atendimento. "Existe um esforço do Governo e de todos nós para dar conta da alta demanda e reforçar a estrutura hospitalar, mas precisamos diminuir a circulação, a aglomeração e essa falsa sensação de nova normalidade”, afirmou. “Pelo contrário, nós vivemos um momento delicado e com altas taxas de ocupação de leitos. Se todas as regras tivessem sido cumpridas, nós talvez não estivéssemos nessa situação. Neste momento, além de tudo, temos que entender e avaliar que há também novas variantes e possibilidades de transmissões mais rápidas da doença", declarou. 

Uma das maiores preocupações manifestadas foram as praias, beach clubs e aglomerações de pessoas mais jovens. 

"Temos que conter a disseminação e, principalmente, o excesso de exposição. Vemos isso até em redes sociais, onde festas particulares são compartilhadas e viralizadas. Os jovens também precisam entender o problema e manter a tríade de prevenção: o uso da máscara, o distanciamento e a higiene, que são comprovadamente eficazes", finalizou Macário.

Mais informações para a imprensa:
Andrey Lehnemann
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99628-1141
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br


Foto: Cristiano Estrela / Secom

O Balanço Parcial de Vacinação da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina divulgado nesta sexta-feira, 26, mostra que o estado aplicou 218.597 doses (D1 + D2) da vacina contra o novo coronavírus na população dos grupos prioritários. Deste total, 162.829 correspondem à Dose 1 (D1) e 55.768 à Dose 2 (D2). O boletim é elaborado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) com informações fornecidas pelos municípios catarinenses. 

Os grupos prioritários que estão sendo vacinados neste momento são: os trabalhadores da saúde, os idosos e as pessoas com deficiência institucionalizados, a população indígena e os idosos com mais de 80 anos. 

“Neste momento, nossa prioridade é imunizar 100% da população idosa, com mais de 85 anos, e avançar na vacinação daqueles com idade entre 80 e 84 anos. Esses públicos são bastante vulneráveis e podem evoluir para formas graves da Covid-19, caso adoeçam, portanto é importante que todos estejam protegidos”, esclarece o diretor da Dive, João Augusto Brancher Fuck.

Cobertura vacinal (D1) nos grupos prioritários que já iniciaram a vacinação 

  • trabalhadores da saúde: 70,80%
  • idosos institucionalizados: 114,52%
  • população indígena: 71,64%
  • idosos com 90 anos e mais: 60,57%
  • idosos com 85 a 89 anos: 15,94%
  • idosos com 80 a 84 anos: 1,14%

Cobertura vacinal (D2) nos grupos prioritários que já iniciaram a vacinação

  • trabalhadores da saúde: 26,41%
  • idosos institucionalizados: 84,44%
  • população indígena: 42,08%
  • idosos com 90 anos e mais: 1,06%
  • idosos com 85 a 89 anos: 0,06%
  • idosos com 80 a 84 anos: 0,01%

>>> Confira aqui o balanço parcial atualizado da vacinação contra a Covid-19 em Santa Catarina por municípios (26/02/2021). 

Doses recebidas na última quarta foram distribuídas 

As 59.500 doses da vacina Oxford/AstraZeneca e metade das 48.200 doses da vacina Coronavac/Butantan recebidas na última quarta-feira, 24, foram distribuídas para as 17 Unidades Descentralizadas de Vigilância Epidemiológica (UDVES) das Regionais de Saúde de Santa Catarina. A distribuição começou na quinta, 25, pela manhã e foi finalizada no mesmo dia. 

As 59.500 doses da Oxford/AstraZeneca foram distribuídas de forma integral, sem reserva da Dose 2 (D2), tendo em vista que o intervalo entre a D1 e a D2 desta vacina é de 11 semanas.

No caso da vacina Coronavac/Butantan apenas metade das doses recebidas (24.100) foram distribuídas para a aplicação da Dose (D1), considerando que o intervalo dessa vacina é menor, de 2 a 4 semanas. Desta forma, foram enviadas 83.600 doses aos municípios. Essa forma de distribuição segue recomendação do Ministério da Saúde (MS).

Santa Catarina recebeu mais de 405 mil doses de vacina

Santa Catarina recebeu 405.840 doses das vacinas Oxford/AstraZeneca e Coronavac/Butantan em seis remessas. Elas chegaram ao estado nos dias 18, 24 e 25 de janeiro; 7 e 24 de fevereiro. Elas foram encaminhadas ao estado nesta ordem:

  • 18.01.2021 – 144.040 doses Butantan/Coronavac – Distribuído: (D1: 19/01 e D2: 02/02)
  • 24.01.2021 – 47.500 doses Oxford/Astrazeneca – Distribuído: (D1: 25/01)
  • 25.01.2021 – 21.600 doses Butantan/Coronavac – Distribuído (D1: 02/02 e D2: 19/02)
  • 07.02.2021 – 85.000 doses Butantan/Coronavac -  Distribuído (D1: 08/02 e D2: 25/02)
  • 24.02.2021 – 59.500 doses Oxford/Astrazeneca - Distribuído (D1: 25/02)
  • 24.02.2021 – 48.200 doses Butantan/Coronavac - Distribuído – metade 24.100 (D1: 25/02)

D1: Primeira Dose | D2: Segunda Dose

Pfizer diz que vai priorizar venda de vacinas para o Governo Federal

O Governo de Santa Catarina recebeu nesta sexta-feira, 26, a resposta do Laboratório Pfizer sobre a manifestação de interesse na aquisição da vacina Covid-19 mRNAVaccine BNT162b2 para a utilização no Programa Estadual de Imunização (PNI).

O laboratório destacou que, neste momento, está priorizando as negociações com o Governo Federal e que, após disponibilidade global de doses e viabilidade legal com os estados, pode avançar em negociações para aquisição.

Informações adicionais para a imprensa:
Amanda Mariano
Bruna Matos
Patrícia Pozzo
NUCOM - Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive)
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
www.dive.sc.gov.br
www.instagram.com/divesantacatarina
www.facebook.com/divesantacatarina



O Governo do Estado relatou que há 663.699 pacientes com teste positivo para Covid-19, sendo que 622.993 se recuperaram e 33.464 estão em acompanhamento. O balanço foi divulgado nesta sexta-feira, 26. O novo coronavírus causou 7.242 mortes no estado desde o início da pandemia. Com isso, a taxa de letalidade é de 1,09%.

Houve mais 77 óbitos registrados em relação à última atualização diária. A quantidade de casos confirmados cresceu 6.050 e outras 4.368 pessoas passaram a ser consideradas recuperadas, segundo estimativa do Governo do Estado. Esses dados resultam numa alta de 1.605 no número de casos ativos.

>>> Confira aqui o boletim diário desta sexta-feira, 26
>>> Confira o detalhamento dos óbitos por data
>>> Saiba mais sobre as fontes e os conceitos dos dados

Já foram confirmados casos em todos os 295 municípios catarinenses e 278 cidades registraram pelo menos um óbito. O Governo do Estado estima que haja 293 com casos ativos. O local com a maior quantidade de casos é Joinville, que soma 61.862. Em seguida, estão Florianópolis (57.760), Blumenau (35.282), São José (25.585), Chapecó (24.039), Criciúma (22.523), Palhoça (19.286), Balneário Camboriú (18.522), Itajaí (17.409) e Brusque (17.212).

Dos 1.568 leitos de UTI existentes pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina, há 1.422 ocupados, sendo 799 por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção por coronavírus. A ocupação é de 90,7% e há 146 leitos vagos atualmente.

Confira o detalhamento de casos confirmados por município:

Abdon Batista - 192
Abelardo Luz - 906
Agrolândia - 565
Agronômica - 280
Água Doce - 456
Águas de Chapecó - 230
Águas Frias - 360
Águas Mornas - 534
Alfredo Wagner - 542
Alto Bela Vista - 74
Anchieta - 276
Angelina - 324
Anita Garibaldi - 642
Anitápolis - 199
Antônio Carlos - 998
Apiúna - 518
Arabutã - 229
Araquari - 1992
Araranguá - 6570
Armazém - 859
Arroio Trinta - 315
Arvoredo - 159
Ascurra - 728
Atalanta - 128
Aurora - 325
Balneário Arroio do Silva - 1278
Balneário Barra do Sul - 1007
Balneário Camboriú - 18522
Balneário Gaivota - 830
Balneário Piçarras - 2877
Balneário Rincão - 953
Bandeirante - 105
Barra Bonita - 81
Barra Velha - 2485
Bela Vista do Toldo - 45
Belmonte - 126
Benedito Novo - 614
Biguaçu - 7552
Blumenau - 35282
Bocaina do Sul - 301
Bom Jardim da Serra - 501
Bom Jesus - 242
Bom Jesus do Oeste - 94
Bom Retiro - 380
Bombinhas - 2774
Botuverá - 647
Braço do Norte - 5155
Braço do Trombudo - 332
Brunópolis - 108
Brusque - 17212
Caçador - 3281
Caibi - 273
Calmon - 19
Camboriú - 8727
Campo Alegre - 678
Campo Belo do Sul - 410
Campo Erê - 643
Campos Novos - 2762
Canelinha - 973
Canoinhas - 2889
Capão Alto - 94
Capinzal - 2990
Capivari de Baixo - 2737
Catanduvas - 955
Caxambu do Sul - 251
Celso Ramos - 227
Cerro Negro - 61
Chapadão do Lageado - 130
Chapecó - 24039
Cocal do Sul - 1954
Concórdia - 8005
Cordilheira Alta - 387
Coronel Freitas - 1097
Coronel Martins - 63
Correia Pinto - 825
Corupá - 1246
Criciúma - 22523
Cunha Porã - 453
Cunhataí - 93
Curitibanos - 1840
Descanso - 526
Dionísio Cerqueira - 389
Dona Emma - 257
Doutor Pedrinho - 176
Entre Rios - 436
Ermo - 231
Erval Velho - 401
Faxinal dos Guedes - 921
Flor do Sertão - 44
Florianópolis - 57760
Formosa do Sul - 258
Forquilhinha - 2525
Fraiburgo - 1964
Frei Rogério - 162
Galvão - 133
Garopaba - 2117
Garuva - 1244
Gaspar - 5765
Governador Celso Ramos - 1634
Grão-Pará - 746
Gravatal - 1471
Guabiruba - 1956
Guaraciaba - 721
Guaramirim - 4687
Guarujá do Sul - 112
Guatambú - 419
Herval d'Oeste - 2262
Ibiam - 101
Ibicaré - 191
Ibirama - 1052
Içara - 4367
Ilhota - 1259
Imaruí - 837
Imbituba - 4460
Imbuia - 337
Indaial - 5816
Iomerê - 114
Ipira - 195
Iporã do Oeste - 330
Ipuaçu - 628
Ipumirim - 357
Iraceminha - 232
Irani - 680
Irati - 192
Irineópolis - 171
Itá - 514
Itaiópolis - 1223
Itajaí - 17409
Itapema - 8145
Itapiranga - 863
Itapoá - 1449
Ituporanga - 1685
Jaborá - 402
Jacinto Machado - 817
Jaguaruna - 2124
Jaraguá do Sul - 12891
Jardinópolis - 276
Joaçaba - 3388
Joinville - 61862
José Boiteux - 501
Jupiá - 109
Lacerdópolis - 291
Lages - 13893
Laguna - 3213
Lajeado Grande - 110
Laurentino - 688
Lauro Müller - 1535
Lebon Régis - 157
Leoberto Leal - 136
Lindóia do Sul - 521
Lontras - 563
Luiz Alves - 1335
Luzerna - 575
Macieira - 88
Mafra - 2713
Major Gercino - 219
Major Vieira - 155
Maracajá - 723
Maravilha - 2315
Marema - 115
Massaranduba - 1514
Matos Costa - 90
Meleiro - 788
Mirim Doce - 119
Modelo - 172
Mondaí - 509
Monte Carlo - 556
Monte Castelo - 139
Morro da Fumaça - 2397
Morro Grande - 311
Navegantes - 5462
Nova Erechim - 349
Nova Itaberaba - 224
Nova Trento - 1336
Nova Veneza - 1708
Novo Horizonte - 97
Orleans - 3158
Otacílio Costa - 1896
Ouro - 864
Ouro Verde - 223
Paial - 120
Painel - 93
Palhoça - 19286
Palma Sola - 576
Palmeira - 135
Palmitos - 1045
Papanduva - 309
Paraíso - 39
Passo de Torres - 613
Passos Maia - 181
Paulo Lopes - 813
Pedras Grandes - 309
Penha - 3166
Peritiba - 209
Pescaria Brava - 1165
Petrolândia - 240
Pinhalzinho - 1705
Pinheiro Preto - 195
Piratuba - 349
Planalto Alegre - 166
Pomerode - 3534
Ponte Alta - 293
Ponte Alta do Norte - 176
Ponte Serrada - 580
Porto Belo - 2044
Porto União - 1192
Pouso Redondo - 1003
Praia Grande - 681
Presidente Castello Branco - 392
Presidente Getúlio - 1150
Presidente Nereu - 69
Princesa - 68
Quilombo - 913
Rancho Queimado - 269
Rio das Antas - 222
Rio do Campo - 265
Rio do Oeste - 434
Rio do Sul - 4883
Rio dos Cedros - 525
Rio Fortuna - 402
Rio Negrinho - 1945
Rio Rufino - 130
Riqueza - 256
Rodeio - 861
Romelândia - 150
Salete - 530
Saltinho - 109
Salto Veloso - 317
Sangão - 1283
Santa Cecília - 838
Santa Helena - 58
Santa Rosa de Lima - 201
Santa Rosa do Sul - 803
Santa Terezinha - 133
Santa Terezinha do Progresso - 145
Santiago do Sul - 117
Santo Amaro da Imperatriz - 2559
São Bento do Sul - 3440
São Bernardino - 174
São Bonifácio - 334
São Carlos - 365
São Cristóvão do Sul - 117
São Domingos - 712
São Francisco do Sul - 4462
São João Batista - 3149
São João do Itaperiú - 467
São João do Oeste - 305
São João do Sul - 670
São Joaquim - 1102
São José - 25585
São José do Cedro - 537
São José do Cerrito - 345
São Lourenço do Oeste - 539
São Ludgero - 1630
São Martinho - 478
São Miguel da Boa Vista - 173
São Miguel do Oeste - 3015
São Pedro de Alcântara - 537
Saudades - 579
Schroeder - 1996
Seara - 1324
Serra Alta - 141
Siderópolis - 843
Sombrio - 2192
Sul Brasil - 222
Taió - 1320
Tangará - 586
Tigrinhos - 189
Tijucas - 4632
Timbé do Sul - 488
Timbó - 4330
Timbó Grande - 344
Três Barras - 1141
Treviso - 508
Treze de Maio - 818
Treze Tílias - 491
Trombudo Central - 616
Tubarão - 14004
Tunápolis - 731
Turvo - 1337
União do Oeste - 198
Urubici - 478
Urupema - 45
Urussanga - 2568
Vargeão - 163
Vargem - 155
Vargem Bonita - 439
Vidal Ramos - 217
Videira - 4779
Vitor Meireles - 275
Witmarsum - 154
Xanxerê - 5817
Xavantina - 275
Xaxim - 2874
Zortéa - 552
Outros estados - 13416
Outros países - 2

Municípios com óbitos por Covid-19:

Abdon Batista - 1
Abelardo Luz - 25
Agrolândia - 6
Agronômica - 7
Água Doce - 3
Águas de Chapecó - 1
Águas Mornas - 3
Alfredo Wagner - 1
Alto Bela Vista - 2
Anchieta - 4
Anita Garibaldi - 3
Antônio Carlos - 15
Apiúna - 11
Arabutã - 2
Araquari - 30
Araranguá - 101
Armazém - 8
Arroio Trinta - 3
Arvoredo - 1
Ascurra - 3
Aurora - 7
Balneário Arroio do Silva - 22
Balneário Barra do Sul - 18
Balneário Camboriú - 204
Balneário Gaivota - 11
Balneário Piçarras - 22
Balneário Rincão - 22
Bandeirante - 1
Barra Bonita - 1
Barra Velha - 46
Bela Vista do Toldo - 1
Belmonte - 3
Benedito Novo - 7
Biguaçu - 80
Blumenau - 327
Bocaina do Sul - 3
Bom Jardim da Serra - 3
Bom Jesus - 3
Bom Jesus do Oeste - 2
Bom Retiro - 8
Bombinhas - 29
Botuverá - 4
Braço do Norte - 43
Braço do Trombudo - 3
Brusque - 133
Caçador - 89
Caibi - 2
Calmon - 2
Camboriú - 94
Campo Alegre - 21
Campo Belo do Sul - 8
Campo Erê - 5
Campos Novos - 28
Canelinha - 12
Canoinhas - 40
Capão Alto - 2
Capinzal - 17
Capivari de Baixo - 32
Catanduvas - 7
Caxambu do Sul - 1
Celso Ramos - 2
Cerro Negro - 2
Chapadão do Lageado - 1
Chapecó - 245
Cocal do Sul - 28
Concórdia - 60
Cordilheira Alta - 3
Coronel Freitas - 8
Correia Pinto - 27
Corupá - 15
Criciúma - 262
Cunha Porã - 8
Curitibanos - 38
Descanso - 7
Dionísio Cerqueira - 14
Dona Emma - 1
Doutor Pedrinho - 3
Entre Rios - 5
Ermo - 2
Erval Velho - 7
Faxinal dos Guedes - 9
Florianópolis - 481
Formosa do Sul - 3
Forquilhinha - 22
Fraiburgo - 26
Frei Rogério - 4
Galvão - 1
Garopaba - 11
Garuva - 17
Gaspar - 85
Governador Celso Ramos - 11
Grão-Pará - 5
Gravatal - 18
Guabiruba - 23
Guaraciaba - 4
Guaramirim - 37
Guarujá do Sul - 3
Guatambú - 5
Herval d'Oeste - 21
Ibicaré - 1
Ibirama - 21
Içara - 46
Ilhota - 12
Imaruí - 8
Imbituba - 38
Imbuia - 4
Indaial - 52
Iomerê - 3
Ipira - 1
Iporã do Oeste - 4
Ipuaçu - 4
Ipumirim - 2
Iraceminha - 1
Irani - 2
Irati - 3
Irineópolis - 1
Itá - 3
Itaiópolis - 16
Itajaí - 341
Itapema - 130
Itapiranga - 8
Itapoá - 30
Ituporanga - 19
Jaborá - 5
Jacinto Machado - 14
Jaguaruna - 30
Jaraguá do Sul - 129
Jardinópolis - 3
Joaçaba - 20
Joinville - 708
José Boiteux - 5
Jupiá - 2
Lacerdópolis - 3
Lages - 223
Laguna - 52
Lajeado Grande - 2
Laurentino - 1
Lauro Müller - 23
Lebon Régis - 11
Lindóia do Sul - 4
Lontras - 4
Luiz Alves - 6
Luzerna - 3
Macieira - 3
Mafra - 23
Major Gercino - 5
Major Vieira - 3
Maracajá - 9
Maravilha - 28
Marema - 3
Massaranduba - 10
Matos Costa - 1
Meleiro - 13
Mirim Doce - 3
Modelo - 3
Mondaí - 1
Monte Carlo - 12
Monte Castelo - 3
Morro da Fumaça - 26
Navegantes - 83
Nova Erechim - 6
Nova Itaberaba - 1
Nova Trento - 5
Nova Veneza - 12
Orleans - 32
Otacílio Costa - 15
Ouro - 10
Ouro Verde - 8
Paial - 1
Painel - 2
Palhoça - 138
Palma Sola - 7
Palmitos - 18
Papanduva - 11
Paraíso - 3
Passo de Torres - 7
Passos Maia - 2
Paulo Lopes - 7
Pedras Grandes - 9
Penha - 49
Peritiba - 3
Pescaria Brava - 11
Petrolândia - 3
Pinhalzinho - 7
Pinheiro Preto - 1
Piratuba - 3
Planalto Alegre - 5
Pomerode - 28
Ponte Alta - 6
Ponte Alta do Norte - 2
Ponte Serrada - 16
Porto Belo - 15
Porto União - 16
Pouso Redondo - 16
Praia Grande - 6
Presidente Castello Branco - 3
Presidente Getúlio - 14
Presidente Nereu - 2
Princesa - 1
Quilombo - 16
Rancho Queimado - 3
Rio das Antas - 5
Rio do Campo - 3
Rio do Oeste - 3
Rio do Sul - 37
Rio dos Cedros - 9
Rio Fortuna - 4
Rio Negrinho - 7
Rio Rufino - 3
Riqueza - 6
Rodeio - 9
Romelândia - 1
Salete - 5
Salto Veloso - 5
Sangão - 6
Santa Cecília - 12
Santa Helena - 2
Santa Rosa de Lima - 3
Santa Rosa do Sul - 12
Santa Terezinha - 1
Santa Terezinha do Progresso - 1
Santiago do Sul - 2
Santo Amaro da Imperatriz - 34
São Bento do Sul - 45
São Bonifácio - 3
São Carlos - 4
São Cristóvão do Sul - 4
São Domingos - 5
São Francisco do Sul - 61
São João Batista - 45
São João do Itaperiú - 5
São João do Oeste - 6
São João do Sul - 6
São Joaquim - 18
São José - 258
São José do Cedro - 4
São José do Cerrito - 4
São Lourenço do Oeste - 19
São Ludgero - 10
São Martinho - 2
São Miguel da Boa Vista - 1
São Miguel do Oeste - 24
São Pedro de Alcântara - 4
Saudades - 1
Schroeder - 10
Seara - 13
Serra Alta - 2
Siderópolis - 21
Sombrio - 28
Sul Brasil - 2
Taió - 11
Tangará - 5
Tijucas - 54
Timbé do Sul - 10
Timbó - 28
Timbó Grande - 5
Três Barras - 22
Treviso - 5
Treze de Maio - 4
Treze Tílias - 3
Trombudo Central - 7
Tubarão - 218
Tunápolis - 4
Turvo - 10
União do Oeste - 2
Urubici - 7
Urussanga - 36
Vargeão - 4
Vargem - 2
Vargem Bonita - 5
Vidal Ramos - 3
Videira - 36
Vitor Meireles - 2
Witmarsum - 1
Xanxerê - 63
Xavantina - 2
Xaxim - 48
Zortéa - 6

Mais informações para a imprensa:

Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br

Amanda Mariano, Bruna Matos e Patrícia Pozzo
Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) / SES
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
www.dive.sc.gov.br 


Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Arquivo / Secom

O Governo do Estado publicou o Decreto 1.172 nesta sexta-feira, 26, suspendendo o funcionamento de serviços não essenciais das 23h desta sexta-feira, 26 de fevereiro, até as 06h de segunda-feira, 1º de março. Os protocolos de saúde, previstos na publicação, têm o objetivo de desacelerar a curva de contágio da doença em um momento de alta taxa de ocupação dos leitos clínicos e de UTI no Estado. O decreto também estabelece o fechamento de atividades não essenciais no próximo fim de semana, entre as 23h de 5 de março e 06h de 8 de março.

>>>>Confira o decreto na íntegra

Veja quais são os serviços que não podem operar neste e no próximo fim de semana:

– Comércio de rua, excetuado o comércio essencial;

– Shopping centers, centros comerciais, galerias;

– Academias, centros de treinamento, salões de beleza, barbearias, cinemas e teatros;

– Shows e espetáculos;

– Bares, pubs, beach clubs, cafés, pizzarias, casas de chás, casas de sucos, lanchonetes e restaurantes;

– Parques temáticos, parques aquáticos e zoológicos;

– Circos e museus;

– Feiras, exposições e inaugurações;

– Congressos, palestras e seminários;

– Utilização de piscinas de uso coletivo, clubes sociais e esportivos e quadras esportivas;

– Agências bancárias, correspondentes bancários, lotéricas 
e cooperativas de crédito;

– Os eventos, inclusive na modalidade drive-in, e as reuniões de qualquer natureza, de caráter público ou privado, incluídos excursões, cursos presenciais, missas e cultos religiosos;

– Os serviços públicos considerados não essenciais, em âmbito municipal, estadual ou federal, que não puderem ser realizados por meio digital 
ou mediante trabalho remoto;

– A concentração, a circulação e a permanência de pessoas em parques, praças e praias;

– O calendário de eventos esportivos organizados pela Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte);

– Salões de festas e demais espaços de uso coletivo em condomínios e prédios privados.

Fica proibida ainda a aglomeração de pessoas em qualquer ambiente, seja interno ou externo, em cumprimento às regras sanitárias emitidas pela Secretaria 
de Estado da Saúde (SES).

Tele-entrega

A comercialização de alimentos e bebidas por bares, cafés, restaurantes e similares somente pode funcionar no sistema de tele-entrega ou retirada no estabelecimento. As atividades econômicas que não estão englobadas no decreto, como indústrias, podem funcionar, seguindo todos os protocolos sanitários estabelecidos.

Vale destacar que os municípios catarinenses poderão estabelecer medidas específicas de enfrentamento mais restritivas do que as previstas no Decreto, a fim de conter a contaminação e a propagação do Covid-19 em seus territórios.

Decretos

Nesta semana o Governo do Estado também publicou o Decreto 1.168, com novas medidas de enfrentamento à Covid-19. Essas medidas entraram em vigor na quinta-feira, 25, e valem por 15 dias.

Leia também:

>> 

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
E-mail: imprensa@secom.sc.gov.br
Site: www.sc.gov.br