Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Cidasc celebra 39 anos com conquistas na agropecuária catarinense

Cidasc celebra 39 anos com conquistas na agropecuária catarinense

Desde que foi criada, em 27 de novembro de 1979, a Cidasc trabalha para promover o agronegócio regional e o desenvolvimento das cadeias produtivas por meio da sanidade animal, vegetal e inspeção de produtos de origem animal, com o objetivo garantir a excelência sanitária dos rebanhos e lavouras do Estado.

Oportunidades

Próximos eventos

Os interessados em participar do último leilão do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN/SC), de 2018, que ocorrerá dia 4 de dezembro, em Palhoça, terão direito à visitação, nos dias 29 e 30 de novembro e 03 de dezembro, nos pátios (depósitos) autorizados.

Mais informações no http://www.detran.sc.gov.br

Os veículos com documentos, considerados conservados e direito a circulação em vias públicas, estão representados em lotes individuais por 16 automóveis e 148 motocicletas, que serão leiloados, a partir das 09h do dia 4 de dezembro, nas dependências da Spazio Flez, localizado na Rua João Born, nº 1401, Ponte do Imaruim, em Palhoça, na Grande Florianópolis. O lance vencedor não pagará nenhum débito atrasado (multa, imposto, seguro), todavia, com ressalva ao licenciamento não vencido dos veículos com placa final 0 (zero).

Quanto aos veículos baixados, considerados sucatas e sem direito a circularem em vias públicas, serão leiloados 311 automóveis e 215 motocicletas, sem despesas de débitos de documentação para o arrematante, com valores a partir de R$ 100. Estes veículos são destinados para retirada de peças e venda somente para pessoa jurídica, do ramo de desmanche e/ou peças usadas.  

O pagamento deverá ser realizado, via depósito, pelo arrematante em até 24 horas após o leilão. A renda alcançada será, posteriormente, transferida para conta bancária prevista no edital de leilão público nº 24/CEL/2018 (DETRAN/SC), destinado para pagamentos dos débitos atrasados. O que sobrar retorna para o proprietário do veículo ficando à disposição em conta da Secretaria da Segurança Pública.

Todos os veículos (motos e carros) são oriundos de apreensões por infrações de trânsito, removidos aos pátios e não recolhidos pelos proprietários, no prazo superior a seis meses de depósito. Os carros serão vendidos livres, sem multas e IPVA vencidos até a data do leilão. 

Alguns veículos oferecidos são: GM/Celta, ano 2002, com lances iniciais de R$ 1.500,00 (lote nº 23240), e Honda Biz 125 ES, ano 2006, por R$ 300 (lote 23293), um HB20, ano 2014, com valor inicial de R$ 2.800,00 (lote 23241), e uma moto SUZUKI GSX750F ano 2005, por R$ 1.500,00 (lote 23255).

O voleibol está na programação da Olesc (Foto: Heron Queiroz/Fesporte)

A partir da próxima sexta-feira, dia 30, começam as emoções estaduais da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) e os cerca de 4 mil atletas com idades entre 14 a 16 anos, de 84 municípios dos quatros quantos de Santa Catarina, não veem a hora da competição começar. Indaial e Timbó sediarão a competição, um fato inédito nos 18 anos de história do torneio, cuja promoção é do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Timbó e Indaial.

Foto: Julio Cavalheiro/Secom

Maior importador de milho do Brasil, Santa Catarina espera um aumento de 10% na safra de milho grão. Segundo informações do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa), os produtores devem colher 2,7 milhões de toneladas na safra 2018/19 – 261 toneladas a mais do que no último ano. O grão é matéria-prima indispensável para abastecer o setor produtivo de carnes, carro-chefe da economia catarinense.

O crescimento na safra é resultado do aumento da área plantada e da produtividade. Em Santa Catarina, serão 328,6 mil hectares cultivados com milho grão – um incremento de 7,4% em relação à safra 2017/18. O ganho de área pode ser explicado pelos preços favoráveis do grão desde o início deste ano e também pela necessidade de rotação de culturas com a soja.

Milho 10 T

O sonho catarinense de ter uma produtividade média de 10 toneladas/hectare já é realidade nas regiões de Xanxerê e Campos Novos. E expectativa é de que, até 2020, essa seja a produtividade de todo o estado.

Para a próxima safra, o rendimento das lavouras de milho grão deve ficar em 8,3 toneladas/hectare – o maior rendimento do Brasil. “Com sementes de alto valor genético e com alto padrão de produtividade, nós esperamos uma safra muito boa. Os produtores catarinenses investem cada vez mais em tecnologias e, se o clima for favorável, nós vamos fazer da safra 2018/19 um recorde na produção”, ressalta o secretário da Agricultura e da Pesca, Airton Spies.

Milho Silagem

A área de cultivo de milho com o objetivo de produção de silagem tem crescido sensivelmente em Santa Catarina. Segundo levantamentos da Epagri/Cepa, a área plantada com silagem vem aumentando 15% ao ano desde 2013. Essa expansão está diretamente relacionada ao expressivo crescimento da produção leiteira de Santa Catarina. Para a safra 2018/19 está prevista uma colheita de 9,1 milhões de toneladas em 218 mil hectares plantados.

Consumo de milho em SC

Um gigante na produção de carnes, Santa Catarina se tornou também um grande comprador de milho. Todos os anos, quatro milhões de toneladas do grão saem do Mato Grosso, Goiás e Mato Grosso do Sul para abastecer as cadeias produtivas de suínos, aves e leite em Santa Catarina.

O estado produz, em média, três milhões de toneladas de milho por ano e utiliza sete milhões na alimentação de suínos e aves – o consumo diário passa de 19 mil toneladas. Aumentar a produção de milho é um grande desafio em Santa Catarina, principalmente com o aumento de produtividade. O acompanhamento de safras é feito pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa) e publicado no Boletim Agropecuário.

Informações adicionais para a imprensa
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca 
E-mail: imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-4417/ 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br

Foto: Julio Cavalheiro/Secom

As cortinas do palco do Teatro Pedro Ivo Campos se abriram para mais um momento emocionante nesta terça-feira, 27, em Florianópolis. O espetáculo, no entanto, reuniu não só artistas, mas também servidores que se dedicam a manter, por 10 anos, o caçula entre os teatros administrados pelo Governo do Estado de Santa Catarina. A data foi marcada por uma solenidade com descerramentos das placas comemorativa do aniversário, a denominação do palco “Zeula Soares” e a entrega de placas em homenagem a quem trabalha para divulgar a cultura.

A primeira vez que o Teatro Governador Pedro Ivo abriu suas portas para o público foi em 21 de novembro de 2008. A construção do Teatro, que funciona junto ao Centro Administrativo do Governo do Estado, levou três anos e contou com investimentos de R$ 5,9 milhões. “Vencemos desafios de toda a ordem para manter as atividades desta casa e, já que esse palco possibilita aflorar tantos sentimentos, o aplauso de hoje é de agradecimento a toda a nossa equipe que faz esse teatro existir e sobreviver”, discursou o secretário-adjunto de Estado da Administração, Nelson Nappi Júnior.

Ao longo desses dez anos, o Pedro Ivo foi palco de 1.718 espetáculos para um público de mais de um milhão de pessoas. Para a promoção da cultura no Estado, foram realizados gratuitamente 388 apresentações. Pelo palco do Teatro passaram espetáculos de dança, peças teatrais, apresentações musicais dos mais diferentes gêneros, óperas, orquestras e musicais, com o destaque para o projeto de plateia infantil.

Secretário-adjunto de Estado da Administração

Teatro de formação de plateia

Nessa modalidade, um dos projetos de sucesso é do produtor carioca Roberto Rezende, que deixou o Rio de Janeiro e veio para Santa Catarina. Desde 2000, ele trabalha com a missão de despertar o gosto pela cultura nas famílias, começando cada vez mais cedo, pelas crianças.

Rezende chegou ao estado em 2014. Reside em Bombinhas, mas encontrou no palco do Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis, o local perfeito para os ensaios e apresentações de um elenco formado por artistas catarinenses. Dependendo do espetáculo, entram em cena até 21 artistas.

“O Teatro Pedro Ivo é minha segunda casa e o apoio que ganhamos aqui, em cada apresentação, é diferenciado e acolhedor”, destacou o diretor artístico, que revelou o objetivo de contribuir com sua produção para que o Pedro Ivo se transforme em uma referência em teatro infantil.

Entre os espetáculos que são apresentados pela equipe de Roberto Rezende estão os musicais Peter Pan, A Pequena Sereia, Os Saltimbancos e Rei Leão. “Santa Catarina compreendeu e aceitou muito bem nossa proposta, temos casa cheia em praticamente todos os espetáculos”, agradeceu.

Mostra de Cinema Infantil

Outro evento cultural que, desde  2009, ocorre no Teatro Pedro Ivo Campos é a Mostra de Cinema Infantil, da idealizadora Luiza Lins. Ela também foi uma das homenageadas com a placa de comemoração dos dez anos do Teatro. Luiza destaca que o evento deu um salto importante no alcance de público depois que passou a ser realizado no Pedro Ivo. A mostra já atingiu 20 mil crianças. “Esse lugar cumpre uma missão muito importante. Eu não acredito em educação sem cultura, essa combinação amplia o conhecimento e transforma o cidadão em um ser humano muito melhor”, enfatizou Luiza Lins.

A Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis é um dos mais importantes festivais do segmento no país, utilizando o cinema como instrumento de inclusão, educação e intercâmbio de culturas.

Também foram homenageados na solenidade o secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli, o assistente jurídico da secretaria de Estado da Administração, Adriano Dias de Lima, a Associação Pró-Música de Florianópolis, o pianista Pablo Rossi, a RPR Produções Artísticas e o Grupo Cena 11 Cia. de Dança.

Luiza Lins, idealizadora da mostra

Talento e dedicação de um artista de bastidores

Entre os homenageados, o nome do administrador do Teatro Pedro Ivo, desde a fundação, Irani Brunner Apolinário, foi unanimidade como exemplo de dedicação. O servidor contou que foi chamado para atuar no Teatro por conta do conhecimento técnico na montagem dos equipamentos de luz, mas acabou assumindo com pleno entusiasmo funções administrativas e a liderança de processos que ajudaram a colocar o Pedro Ivo entre as casas mais importantes na cena cultural de Santa Catarina.

“Muitas vezes eu troco os momentos com a minha família para estar aqui, preparando o teatro para as apresentações, ajudando os artistas e cuidando dos detalhes para que tudo funcione bem durante os espetáculos. Faço isso com orgulho porque, para mim, é um compromisso com o bem da sociedade”, declarou.

Além do administrador, a equipe de manutenção do Teatro conta com outros três servidores, quatro técnicos, cinco auxiliares administrativos e outras quatro pessoas responsáveis pela limpeza da estrutura.

Equipe responsável pela manutenção do teatro e homenageados

A estrutura

O Teatro Governador Pedro Ivo possui uma área construída de 2,6 mil metros quadrados. O teatro tem capacidade para 722 lugares e conta com um moderno sistema de iluminação, composto por 210 refletores de 265 mil watts de potência. O espaço conta ainda com três camarins individuais e dois coletivos, além de um elevador elétrico para o deslocamento da orquestra do fosso (espaço reservado para os músicos, abaixo do palco), dinamizando os espetáculos.

O palco tem uma área de 450 metros quadrados e uma boca de cena de 7 x 14 metros, o que representa um dos diferenciais do teatro, em função da proximidade do palco, de grandes dimensões, com a plateia.

Palco levará nome de Zeula Soares

Um dos atos mais marcantes das homenagens alusivas aos dez anos do Teatro Pedro Ivo foi o descerramento da placa indicativa do palco. O espaço passa a se chamar Zeula Soares, nome da artista catarinense, nascida na Capital, que consolidou carreira em atuações marcantes como poetisa, atriz, autora e diretora teatral.

A irmã Maura Soares acompanhou o descerramento da placa e agradeceu o gesto por parte do Governo do Estado. “Esse momento reconhece e eterniza o talento que minha irmã Zeula Soares transmitia em sua arte”.

Maura Soares, irmã de Zeula Soares

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Foto: Maurício Vieira/Secom

O secretário de Estado da Comunicação, Gonzalo Pereira, representou o governo de Santa Catarina nesta terça-feira, 27, no evento Inovar SC, na sede da Fecomércio, em Florianópolis. A quinta edição do encontro tem como conceito as SmartCities, com o aperfeiçoamento tecnológico voltado ao desenvolvimento urbano. Palestrantes de empresas do ramo da Tecnologia e Inovação contaram um pouco de suas experiências e da crescente importância do setor em todo o mundo.

O secretário proferiu o discurso de abertura, em que saudou os presentes e falou sobre a necessidade de o governo ser um parceiro do setor tecnológico, ajudando no desenvolvimento tanto das empresas consolidadas quanto das start-ups. No meio da tarde, o secretário voltou ao púlpito para convidar os presentes a prestigiar a campanha Compre de SC, que privilegia o consumo de produtos fabricados em Santa Catarina.

“Nosso Estado tem o maior número proporcional de start-ups. A indústria da tecnologia é próspera e cresce muito em Santa Catarina. Nós aproveitamos esse evento, que reúne as principais lideranças do segmento, para falar sobre a campanha Compre de SC, incentivá-los para que participem. Essa campanha foi desenvolvida de forma inovadora e conta com o apoio do cidadão”, disse Pereira.

Em sua fala, o secretário também relembrou que a campanha foi muito importante para ajudar a recompor as finanças do Estado depois da greve dos caminhoneiros. No caso dos produtos catarinenses, em um cálculo feito pela Secretaria de Estado da Fazenda, a recuperação nas vendas foi muito mais rápido do que no caso dos materiais feitos fora do Estado:

“Essa campanha nasceu com o propósito de buscar uma solução para o problema da queda na arrecadação, que significa menos recursos para investimento em áreas como saúde e educação e os demais serviços que o Estado presta. E a curva de recuperação do produto catarinense foi muito mais rápida e queremos que ela se estenda”.

O site da campanha Compre de SC está disponível em http://campanhas.sc.gov.br/compredesc/ e a sua adesão é gratuita para empresários e todos que queiram participar.

Informações adicionais para a imprensa

Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Página 10 de 340