Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Vigas de metal retiradas da Hercílio Luz serão usadas na construção de outras pontes

Oportunidades

Próximos eventos


Em Brusque, o nível do Rio Itajaí-Mirím atingiu 6,40m às 7h30. Foto: Defesa Civil/Divulgação 

A chuva continua em Santa Catarina e 85 municípios já registram ocorrências como inundação, alagamentos, enchentes, granizo, vendaval, queda de árvore e deslizamentos de terra. A chuva voltou a cair neste domingo , 4, após uma pequena pausa de dois dias. As chuvas registradas nas últimas 24 horas superaram a previsão mensal de precipitação para o mês de junho, especialmente no Planalto Sul, onde a média mensal de precipitação fica entre 90mm e 130mm, conforme dados da Defesa Civil. Os maiores volumes de chuva foram registradas em Lages (172mm), Bocaína do Sul (166mm), São José do Cerrito (161mm), Otacílio Costa (153mm), Rio Rufino (119mm) e Alfredo Wagner (112mm).

>>> Escolas suspendem aulas devido à chuva em Santa Catarina

A Defesa Civil alerta para o risco de deslizamentos de terra em todas as regiões do Estado, especialmente no Oeste, Meio-Oeste, Vale do Itajaí, Litoral Sul e Grande Florianópolis. Deve ser observado qualquer movimento de terra ou rochas próximas a residências, inclinação de postes e árvores e rachaduras em muros ou paredes. Neste caso, é recomendável que a família saia de casa e acione a Defesa Civil municipal pelo 199 ou o Corpo de Bombeiros 193. A Defesa Civil chama a atenção ainda pra o risco de inundações nos médios e grandes rios nos municípios do Vale do Itajaí, especialmente no Alto Vale, Rio Canoas, Rio Cará, Rio Uruguai, e todas as bacias do Litoral Sul. Também há possibilidade de inundações nas bacias do Rio do Peixe, Rio Negro, Rio Tijucas e Rio Queimados. 

No Estado, já são 1.021 desalojados (em casa de parentes e amigos); 1.178 desabrigados (estão em abrigos públicos); 9.988 afetados (todos atingidos de alguma forma pelo evento) e 2.568 residências afetadas. Na noite deste domingo, houve registros de enxurrada em Agrolândia, Petrolândia, Imbuia, São José do Cerrito e Bom Retiro. Em Bom Retiro, a água afetou 24 casas, sendo que uma família foi para residência de parentes. Em São José do Cerrito, a Defesa Civil municipal informou que a água atingiu 40 residências. Em pouco tempo, a água baixou e ninguém precisou sair de casa.

Em Lages, mais um abrigo foi ativado. Agora são cinco abrigos com 133 pessoas. Nesta segunda-feira, 6, uma geóloga da Udesc vai vistoriar as áreas de risco das famílias que saíram de casa no domingo. A Defesa Civil Estadual enviou para Lages 288 cestas básicas, 288 kits de limpeza, 748 kits de higiene pessoal, 83 colchões de solteiro e 83 acomodações de solteiro. Para Rio do Sul, foram encaminhados 147 cestas básicas; 526 kits higiene pessoal; 144 galões de água de 5 litros; 147 kits de limpeza; 50 colchões de solteiro e 50 kits acomodações para colchões.

A meteorologista da Epagri/Ciram Gilsânia Cruz informou que a chuva segue até quinta-feira, 8. Os valores variam entre 150mm e 230mm de chuva, dependendo da região. “As pessoas devem acompanhar a previsão do tempo diariamente porque previsão podem mudar”, disse.

Para mais informações sobre o tempo e alertas, siga as redes sociais da Epagri/Ciram e Defesa Civil SC.

Abrigos:

Lages: 6 abrigos com 171 pessoas

Rio do Sul: 12 abrigos com 564 pessoas

Rio do Oeste: 3 abrigo com 186 pessoas

Ponte Serrada: 1 abrigo com 4 pessoas

Laurentino: 1 abrigo com 70 pessoas 

Capinzal: 1 abrigo com 6 pessoas

Agronômica: 1 abrigo 97 pessoas

Taio 1 abrigo 7 pessoas

Correia Pinto  1 abrigo - 56 pessoas

Barragens - 05/06/2017 – Última atualização 7h

- Vale Sul

* Montante: 31.65 m

* Jusante: 1.70 m

* Comportas abertas: 0

* Comportas fechadas: 5

* Canal extravasor: fechado

* Tempo: chuvoso 

* Reservatório: 100 % 

- Vale Oeste

* Montante: 17.28 m

* Jusante: 5.40 m

* Comportas abertas: 0

* Comportas fechadas: 7

* Canal extravasor: Fechado 

* Tempo: chuvoso 

* Reservatório: 57%

- Vale Norte

* Montante: 12.00 m 

* Comportas abertas: 2

* Comportas fechadas: 0

* Tempo: chuvoso 

* Reservatório: 10%

 

Nível dos Rios 

* Taió: 6.40 m

* Rio do Oeste: 7,41m

* Ituporanga: 2,75m

* Rio do Sul: 9,55m

* Brusque: 6,40m 

Recomendações da Defesa Civil SC:

Alagamentos/Inundações: evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

Enxurradas: Não fique próximo às margens de rios e ribeirões, principalmente em regiões de relevo acentuado, montanhoso e pequenos vales, pois muitas vezes há temporais intensos sobre os topos e cabeceiras, gerando repentinamente grande quantidade de água num curto espaço de tempo. Este tipo de evento adverso apresenta grande poder destrutivo, podendo arrastar veículos, pessoas, animais e mobílias por vários quilômetros. A força das águas pode ainda provocar o rolamento de blocos de pedras, arrancar árvores, destruir edificações e causar deslizamentos de terra nas margens.

Tempestades com descargas elétricas (raios) e ventos fortes: Proteja-se em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Se não encontrar um abrigo, agache-se com os pés juntos, com a cabeça encostada em seu peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo suas orelhas ou apoiadas em seus joelhos. Se estiver na praia, jamais fique na água. Não olhe para o raio. Se estiver em casa ou qualquer outro local abrigado, desligue os aparelhos eletrônicos, não use o telefone, fique longe das janelas e lembre-se, o banheiro em alvenaria é o melhor local durante uma tempestade!

Deslizamentos de terra: deve ser observado qualquer movimento de terra ou rochas próximas a residências, inclinação de postes e árvores e rachaduras em muros ou paredes. Neste caso, é recomendável que a família saia de casa e acione a Defesa Civil municipal pelo 199 ou o Corpo de Bombeiros 193.

Qualquer problema comunique a coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros no número 193. 

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3005 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc   e @GovSC

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) aplicou neste domingo, 4, as provas do Vestibular de Inverno 2017 para cursos presenciais, em oito cidades catarinenses - Florianópolis, Lages, Laguna, São Bento do Sul, Joinville, Chapecó, Ibirama, Balneário Camboriú. Segundo a Coordenadoria do Vestibular da Udesc, dos 8.596 candidatos inscritos em 35 cursos de graduação, 1.202 não compareceram aos locais de prova, o que gerou um índice de abstenção de 14,01%. 


Foto: Helena Marquardt/ADR Ibirama

A Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Ibirama começou nesta sexta-feira, dia 2, uma operação tapa-buracos no Vale Norte. A recuperação emergencial, anunciada pelo governador Raimundo Colombo após os danos causados pelas chuvas, começou na SC-340 em Ibirama e seguiu até Presidente Getúlio. Nos próximos dias o trabalho continua em outros municípios.

A costureira Marilene Pereira da Silva, que mora a margem da SC-340 em Ibirama, foi uma das primeiras beneficiadas. Ela conta que com a grande quantidade de chuva dos últimos dias, uma verdadeira cratera acabou se formando no asfalto em frente a sua residência, o que oferecia riscos aos motoristas e também transtornos para sua família durante a madrugada. “O pessoal acabava não vendo o buraco e passando dentro e dava muito barulho. A gente também estava muito preocupado por causa dos acidentes, mas agora ficou ótimo.”

De acordo com o secretário executivo da ADR de Ibirama, Jamir Marcelo Schmidt, o próprio governador pediu celeridade no trabalho de recuperação, que é fundamental para garantir a segurança dos motoristas que trafegam por rodovias estaduais. “Ainda não temos ideia do valor total que precisaremos investir aqui na região porque esse levantamento ainda está sendo concluído, mas já iniciamos o tapa-buracos e o que posso garantir é que estaremos focados nessa recuperação nos próximos dias para que todos os cidadãos possam trafegar com mais tranquilidade e segurança após esses reparos”, enfatizou.

Ação conjunta garante agilidade nos reparos

A ação conjunta, que envolve a Secretaria de Estado da Infraestrutura, Departamento Estadual Infraestrutura (Deinfra) e Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs), foi anunciada na manhã de quarta-feira, 31 de maio, pelo governador Raimundo Colombo e vai garantir mais agilidade na recuperação das rodovias estaduais.

Na data Colombo ressaltou que a operação seria feita de forma emergencial nos cerca de sete mil quilômetros de SCs no Estado. “Vamos liberar os recursos de maneira muito ágil para que, assim que a chuva dê trégua, o trabalho de recuperação possa começar imediatamente”, declarou na data.

Mais informações para a imprensa:

Helena Marquardt
Assessoria de comunicação 
ADR Ibirama
Fone (47) 3357-8908 / (47) 98819-9350
E-mail: imprensa@iir.sdr.sc.gov.br
Site: www.adrs.sc.gov.br/adribirama
Facebook: www.facebook.com/regional.ibirama


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

O balanço da situação das chuvas em Santa Catarina foi o principal assunto do programa Com a Palavra, o Governador desta semana. O governador Raimundo Colombo disse que a Defesa Civil no Estado e nos municípios está em alerta e pronta para atuar com base nas informações do sistema de monitoramento. “O alerta se mantém para a semana que vem, porque ainda há previsão de muita chuva. Como o solo estará encharcado, os rios e as barragens com um grande volume de água, os riscos de deslizamentos e enchentes aumentam”, frisou Colombo.

O governador reforçou que as barragens sobrelevadas do Vale do Itajaí já cumpriram um papel importante e responderam de forma muito positiva em relação ao controle do volume da água nos rios. 

Durante a entrevista, Colombo também falou de outra medida do Governo do Estado, por consequência do excesso de chuvas em todas as regiões de Santa Catarina. Uma ação conjunta entre a secretaria de Estado da Infraestrutura, as Agências de Desenvolvimento Regional e o Deinfra definiu uma recuperação emergencial das rodovias catarinenses que foram danificadas pelo excesso de água. “O asfalto sofre um desgaste causado por esse alto volume de chuva e, por isso, de forma antecipada, vamos dar toda a condição e oferecer os recursos para os reparos necessários, com foco na segurança de quem trafega pelas nossas estradas”, explicou.

Colombo também falou da entrega da ordem de serviço para a construção do elevado da BR-280. A obra será em Guaramirim, no entroncamento com a SC-108, acesso a Massaranduba e Blumenau. O investimento é de R$ 41,2 milhões do Governo do Estado pelo Pacto por Santa Catarina.

A íntegra da entrevista está nos canais oficiais do Governo do Estado no Vimeo e no Youtube.  Acesse o programa Com a Palavra, o Governador também pela Rádio Secom.


Foto de aquivo: Helena Marquardt / ADR Ibirama

O secretário de Estado da Educação (SED), Eduardo Deschamps, assinou nesta sexta-feira, 2, contratos com 30 Cooperativas de Agricultores Familiares, para fornecimento de gêneros alimentícios para a alimentação escolar dos mais de 525 mil alunos da Rede Estadual de Ensino. Com a assinatura, o Governo do Estado irá investir em 2017, cerca de R$ 16 milhões. Cerca de 4 mil famílias que vivem no campo serão beneficiados com a compra.

Página 526 de 559

Conecte-se