Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Vigas de metal retiradas da Hercílio Luz serão usadas na construção de outras pontes

Oportunidades

Próximos eventos


Fotos: James Tavares/Secom

O governador Raimundo Colombo participou nesta terça-feira, 5, na Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), em Florianópolis, do Fórum Regional Estadão, que discutiu o cenário e os obstáculos para 2018, as boas práticas de gestão pública e as oportunidades de investimentos e negócios em Santa Catarina. Colombo apresentou os potenciais do Estado e os desafios enfrentados para superar a crise econômica.

Raimundo Colombo destacou que para ter os melhores resultados diante do cenário de crise foi necessário fazer reformas estruturais e fortalecer os potenciais econômicos catarinenses. Ele também citou como medidas importantes a renegociação da dívida pública e a reforma da previdência.

>>> Galeria de fotos

Outra premissa era não punir a sociedade e reforçar a competitividade, por isso Santa Catarina não aumentou impostos. O governador também ressaltou os investimentos no turismo e na agricultura, o aumento das exportações e as ações voltadas à tecnologia e inovação.

“Nosso Estado é inovador. Aqui os desafios sempre foram muito bem superados. Todas as ações tomadas nos ajudaram a garantir o equilíbrio fiscal, honrar os compromissos com nossos fornecedores e manter as obras e salários em dia”, disse.

Conforme Colombo, 2018 será um ano decisivo. Ele defendeu que a reforma da previdência precisa ser feita com bom senso e com equilíbrio. “Estamos no limite das ações que podemos fazer. Se não mudarmos o que for estrutural, não teremos como avançar. E este encontro hoje é uma excelente oportunidade para debatermos e aprofundar as questões”, afirmou.

O evento contou com a palestra Perspectivas Econômicas para 2018, com Adriana Fernandes, do Jornal Estadão. E teve dois painéis: Boas práticas de Gestão Pública e Oportunidades de Investimentos e Negócios em Santa Catarina.

O secretário de Estado da Fazenda, Renato Lacerda, participou do debate sobre boas práticas de gestão pública. Ele destacou ações do Estado para estimular o ambiente de negócios e atrair investimentos para Santa Catarina. Lacerda também apontou medidas internas de gestão para reduzir despesas e tornar as decisões governamentais mais acertadas. O secretário ainda anunciou a conclusão de um documento que estabelece regras de gestão e governança às nove estatais catarinenses. 

“Apresentamos como está a economia de Santa Catarina e por que é vantajoso investir no Estado. Este encontro de hoje é uma grande sinergia entre o poder público e privado”, disse o presidente da Fiesc, Glauco Côrte.

Também presente no encontro, o especialista em finanças públicas e consultor econômico Raul Velloso, elogiou a atuação de Santa Catarina na busca de superação e desenvolvimento. “Quem dera o Brasil tivesse os problemas de SC. Atribuo a situação a uma gestão competente de dois mandatos de um governo que fez o dever de casa”, salientou. 

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Cléia Schmitz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Fazenda - SEF
E-mail: cschmitz@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2572 / 99157-1980
Site: www.sef.sc.gov.br


Foto: James Tavares / Secom

O I Encontro Catarinense sobre Concessões e Parcerias Público-Privadas (PPPs) foi realizado nesta segunda-feira, 4, no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis. O evento apresentou cases de municípios e estados que adotaram esses modelos, além de esclarecer dúvidas sobre o tema.

Na abertura do evento, o Governo do Estado, representado pela Secretaria de Estado do Planejamento, e o BRDE, assinaram um termo de cooperação para assessorar as prefeituras catarinenses interessadas em adotar a concessão ou PPP. Para o secretário de Estado do Planejamento, Murilo Flores, esse foi o pontapé inicial para uma política do Estado de apoiar os municípios para que eles tenham acesso a esse tipo de proposta. "Vamos oferecer uma assessoria, que vai desde a elaboração de uma lei municipal até a construção de um projeto que vá ser contemplado com recursos da iniciativa privada”.


Foto: Divulgação/PC

Em trabalho conjunto, a Polícia Civil, por meio da Divisão Especializada de Combate ao Narcotráfico (Denarc), a Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) e a Receita Federal do Brasil realizaram, na manhã desta segunda-feira, 4, a apreensão de 100Kg de substância semelhante a “cocaína”, com valor estimado em R$ 3 milhões.

O condutor de um veículo Renault Master foi abordado às margens da BR-101, no município de Camboriú. Após verificação, foi constatado que, no assoalho do carro, estavam ocultados 94 tabletes da substância, com os símbolos Mercedes Benz e Rolex.

Ele recebeu voz de prisão e foi conduzido até a sede da Deic, onde será autuado pelo crime de tráfico interestadual de drogas. O homem é natural e reside na cidade de Curitiba, no Paraná, e tem 40 anos de idade.

O trabalho de investigação durou cerca de quatro semanas e envolveu equipes da Polícia Civil - Denarc/Deic - e Receita Federal do Brasil.

Informações adicionais para a imprensa
Clarissa Margotti
Assessoria de Imprensa
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-2313 / 99968-9600
Site: www.policiacivil.sc.gov.br


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Raimundo Colombo assinou nesta segunda-feira, 4, o acordo de cooperação entre o Governo do Estado e o Governo da Província de Misiones-Argentina e o convênio técnico para viabilizar a vinda de policiais argentinos para a próxima edição da Operação Veraneio 2017/2018, com lançamento oficial previsto para 15 de dezembro. Os atos foram realizados na Casa d'Agronômica, em Florianópolis, com honras militares ao governador da Província de Misiones, Hugo Passalacqua na presença do secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, e cúpulas da Segurança Pública catarinense e argentina e do secretário executivo de Assuntos Internacionais, Carlos Adauto Virmond Vieira. 


Indústria de transformação foi um dos setores que registrou crescimento no período - Foto: Jaqueline Noceti / Secom

A economia de Santa Catarina cresceu 3,14% de janeiro a setembro de 2017 em comparação com o mesmo período de 2016. Os dados fazem parte do Índice de Atividade Econômica Regional (IBCR-SC), calculados pelo Banco Central e que ajudam a compor o PIB do ano. O crescimento do Estado ficou bem acima da média nacional, que completou os nove primeiros meses do ano com aumento de 0,43%. 

Só no mês de setembro, a evolução de Santa Catarina foi de 3,49% enquanto o avanço no país foi de 1,3% se comparado ao mesmo mês do ano anterior.

Página 376 de 562

Conecte-se