Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Volta às Aulas: ano letivo começa segunda para 600 mil alunos no estado

Volta às Aulas: ano letivo começa segunda para 600 mil alunos

Às vésperas do início das aulas, a Secretaria de Estado de Educação (SED) está trabalhando para elevar a qualidade de ensino ao patamar de países como Cingapura e Finlândia, fazendo de Santa Catarina uma referência na educação pública..

 

Oportunidades

Próximos eventos

José Boiteux - Projeto desenvolvido por escola estadual ajuda a recuperar mata ciliar
Alunos receberam orientações sobre solo, adubação, irrigação e germinação - Fotos: Helena Marquardt/ADR Ibirama

Alunos de uma escola estadual de José Boiteux têm sido um verdadeiro exemplo na preservação do meio ambiente. Há mais de dois anos eles plantam árvores nativas na unidade e depois transferem as mudas para a margem do rio, ajudando a recuperar a mata ciliar do município.

Na tarde desta segunda-feira, dia 3 de julho, uma nova etapa do projeto, que tem acompanhamento de engenheiros agrônomos da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), foi iniciada na EEB José Clemente Pereira com a semeadura de 14 novas espécies. O plantio foi feito pelos próprios estudantes que receberam orientações sobre solo, adubação, irrigação e germinação e a aula diferente animou as crianças. Lucas Lunelli Eskelsen, de 11 anos, adorou a atividade. “Assim aprendemos plantas novas, plantamos árvores que muita gente está desmatando e assim conseguimos conservar a natureza por muito mais tempo”, comentou.

O engenheiro agrônomo da Epagri, Jean Carlos Loffaguen, conta depois da semeadura, em no máximo 30 dias as mudas são colocadas em pacotes e mais tarde transferidas para a margem do rio. “Depende da espécie, mas geralmente em três ou quatro meses, algumas um pouco mais, já fazemos o plantio para recuperação de mata ciliar”, explica.

O viveiro da escola foi construído com o apoio do projeto SC Rural e segundo a gerente de Políticas socioeconômicas Rurais e Urbanas, Edna Beltrame Gesser, até as sementes tem ligação com o Governo de Santa Catarina. “Sabemos que esse projeto de plantio de árvores nativas é muito importante porque as crianças aprendem a semear e a preservar o meio ambiente. É importante destacarmos ainda que essas sementes são o resultado da Primeira Feira de Troca de Mudas e Sementes que foi realizada durante a programação do segundo Encontro de Mulheres Agricultoras da ADR de Ibirama no dia 24 de maio.”

Resultados já transformaram a paisagem

Desde que foi criado o projeto já transformou muitos trechos da paisagem a margem do Rio Scharlach. O diretor da EEB José Clemente Pereira, Igídio Fusinato, ressalta que além da recuperação da mata ciliar, os estudantes também ganham mudas para plantar em casa ou em outros locais que desejarem e na cidade a consciência ambiental é um assunto mais atual do que nunca. “Eles aprendem que além de recuperar temos que preservar a mata para quer nosso animais silvestres possam continuar se alimentando e vivendo em nosso município”, finaliza.

Mais informações para a imprensa:

Helena Marquardt
Assessoria de Comunicação ADR Ibirama
Fone: (47) 3357-8908 / (47) 98819-9350
Site: www.adrs.sc.gov.br/adribirama
Facebook:www.facebook.com/regional.ibirama

Joinville poderá receber o primeiro elevado em área urbana na cidade ainda no final do segundo semestre. As obras no entroncamento da avenida Santos Dumont com a rua Tuiuti estão 73% concluídas. Neste momento, os 55 trabalhadores se concentram na concretagem superior, colocação de barreiras e terraplanagem. O investimento é de R$ 22 milhões do Governo do Estado sendo as desapropriações negociadas pela Prefeitura de Joinville.

Joinville - Governo do Estado pretende entregar o primeiro elevado de Joinville em novembro

“A melhoria da mobilidade urbana será importante porque essa obra atende ao eixo industrial, ao fluxo de carros para o aeroporto e aos moradores de bairros no Norte da cidade”, avalia o engenheiro Ivan Amaral, da Secretaria de Estado de Infraestrutura. Com quatro pistas de rolagem, o elevado terá as marginais liberadas para tráfego no mês de agosto. A passagem inferior, com uma altura livre de passagem para caminhões de 5,5 metros, poderá ser usada pelos motoristas a partir se setembro. O viaduto está sendo executada pela empresa Traçado Engenharia.

Joinville - Governo do Estado pretende entregar o primeiro elevado de Joinville em novembro

Outro importante investimento na mesma via é duplicação da avenida Santos Dumont com 65% do contrato executado. Há frentes de trabalho no trecho central com serviços de terraplanagem, confecção de meios-fios e calcadas. “Estamos esperando tanto tempo por esse momento de ver a obra concluída, eu como trabalhadora da região estou gostando muito do resultado”, conta Patrícia da Costa, assistente administrativa moradora do bairro Aventureiro. O investimento do Governo do Estado é de R$ 48 milhões e está sendo executada pela empresa Infrasul Estrutura e Empreendimentos.

A comunidade deve receber ambas no final de 2017, mas a manutenção do cronograma ainda depende de duas áreas em tratativas de desapropriação: uma influencia na duplicação e a outra impacta no elevado e na duplicação. O trecho Norte, próximo ao Aeroporto Laudo Carneiro de Loyola está sendo usado pela comunidade. “Era muito perigosa, pedestre, motorista, ciclistas, tudo junto no mesmo espaço e aqui no trecho duplicado já melhorou bastante”, avalia o aposentado Milton Freitas.

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Paula Keller
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Joinville
E-mail: anakeller@jve.adr.sc.gov.br / imprensa@jve.adr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3461-1225 / 99240-8064
Site: sc.gov.br/regionais/joinville


Foto: Jaqueline Noceti / Secom

O balanço dos primeiros seis meses de 2017 foi o assunto que abriu a entrevista semanal do governador Raimundo Colombo no Com a Palavra, o Governador. Colombo disse que os indicadores demonstram que o segundo semestre deve ser muito melhor que o primeiro. “A geração de empregos deve aumentar e, consequentemente, o consumo e a atividade econômica deverão crescer com mais vigor”, observou o governador, destacando que Santa Catarina soube aproveitar as oportunidades, mesmo diante da crise, e conseguiu vencer os desafios com menos dificuldades.

“Tivemos uma temporada de verão muito boa, incentivamos a produção agrícola e a safra foi extraordinária e, como o consumo interno está baixo, as exportações foram fundamentais para o dinamismo econômico de diversos setores. Mesmo a arrecadação vindo baixa, o Estado conseguiu tocar suas obras. Foi desafiador, mas a gente conseguiu superar e ter um bom resultado”, completou.

Colombo também falou de investimentos na Segurança Pública com a entrega de motocicletas para a Polícia Militar e de veículos para o Instituto Geral de Perícias (IGP). “Segurança tem que fazer todo dia e procurar melhorar a infraestrutura pra ter condições de enfrentar a criminalidade”.

Fundam 2 e a premiação internacional da Epagri com o projeto de organização da produção artesanal do queijo serrano completaram a entrevista da semana. O programa Com a Palavra, o Governador está disponível nos canais oficiais do Governo no Vimeo e no Youtube. A Rádio Secom disponibiliza a edição em áudio.


Cigerd Regional em Canoinhas. Foto: Edson Antoscheski / Defesa Civil SC 

A Secretaria de Estado da Defesa Civil está instalando 20 Centros Regionais em Santa Catarina. Atualmente, três estão prontos: Maravilha, Joaçaba e Canoinhas. Outros dois estão sendo concluídos: Xanxerê e Concórdia. Depois de instalados, eles serão mobiliados. Os próximos municípios que receberão as estruturas são: São Miguel do Oeste, Chapecó, Lages, Curitibanos, Criciúma e regiões Sul, Norte, Planalto Norte e Alto Vale.

Também chamados de Centro Regional Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cigerd - Regional), eles são instalados em cada município sede da Coordenadoria Regional da Defesa Civil SC. O secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, explica que eles serão a base das coordenadorias regionais. "Todos os centros estarão interligados conosco aqui em Florianópolis por meio de tecnologias. É mais agilidade para se comunicar com os municípios em caso de evento adverso, por exemplo", comenta.

Para o gestor da pasta, isso facilita tomadas de decisões. "Numa enchente, por exemplo, os principais agentes se reúnem lá no Cigerd Regional para gerenciar a crise e podem conversar conosco aqui no Cigerd em Florianópolis, por vídeo conferência ", complementa.  

Cigerd Regional

Composto por nove módulos de ferro galvenizado e pintado, possuem cerca de 160 metros quadrados. Totalmente autossuficientes, contam com gerador de energia capaz de manter o centro operacional mesmo com falta de energia elétrica na cidade. Conta também com garagem, depósito, recepção, sala do coordenador regional, sala de reunião, sala de situação, banheiro e cozinha.

Centros regionais 1 copy

 

Cigerd Florianópolis

O Cigerd está em construção em Florianópolis na Avenida Governador Ivo Silveira, no Continente. A estrutura vai contar com o Centro de Monitoramento e Alerta, Meteorologia, Sistema de Hidrometeorologia, Geologia, Mapeamento de Áreas de Risco, Planos de Contingência, Planos de Ações Emergenciais, Gestão de Crise e Respostas a Desastres.

IMG 2543 copy
Cigerd em Florianópolis. Foto: Cleiton Ferrasso/ Ascom

Informações adicionais para a imprensa
Cleiton Ferrasso
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - SDS
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889
E-mail: defesacivilsc@gmail.com
Site: www.defesacivil.sc.gov.br

O teste de aceitação do Radar meteorológico Oeste em Chapecó foi concluído nesta sexta-feira, 30. Participaram do processo a secretaria de Estado da Defesa Civil, Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), e representante da fabricante do radar.

O gerente de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil SC, Frederico Rudorff, recebeu o certificado e disse que os testes foram um sucesso. "Estamos muito satisfeitos com o equipamento adquirido. Nos testes de desempenho, ele superou nossa expectativa. A empresa garantiu que é um dos melhores radares que já entregaram no Brasil com relação a configuração, integração e desempenho", comenta. As próximas etapas são treinamento e operação assistida.

IMG 2534Gerente de Monitoramente e Alerta, Frederico Rudorff recebe do representante da fabricante alemã, Jens Didszun, certificado de aceitação do radar - Foto: Cleiton Ferrasso/ Ascom

A equipe checou a parte física (hardware) do radar, na sede em Chapecó; e o programa usado para ler as imagens no computador (software), em Florianópolis. Conforme Rudorff, ainda tem ajustes e configurações para serem feitos, mas serão implementados durante a operação assistida e ao longo do tempo de operação do radar este trabalho será contínuo. 

IMG 2536Foto: Cleiton Ferrasso/ Ascom

Radar Oeste

O Radar meteorológico do Oeste tem abrangência de até 400 quilômetros em linha reta, cobrindo todo o Oeste de SC, parte do RS, PR e inclusive parte do território Argentino. Serão cerca de 138 municípios catarinenses cobertos pelo Radar Oeste. O aparelho vai ajudar a identificar as massas de ar que entram em SC pelo Paraguai e Argentina. Ele poderá apontar, inclusive, a velocidade e intensidade da frente que está em direção ao Estado de SC. 

Informações adicionais para a imprensa
Cleiton Ferrasso
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - SDS
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889
E-mail: defesacivilsc@gmail.com
Site: www.defesacivil.sc.gov.br

Página 335 de 388

Conecte-se