Uma equipe do de Bombeiros Militares seguiu, na manhã deste domingo, 22, para a região do Morro do Baú, em Ilhota. O Centro Nacional de Gerenciamento de Desastres (CENAD) enviou um aviso para Santa Catarina de que, se as condições climáticas continuarem como estão, há possibilidade de deslizamentos no local. Em 2008, durante uma enchente, essa região sofreu vários desmoronamentos de terra, matando 130 pessoas.

Ainda neste domingo, os bombeiros farão uma avaliação da situação dos moradores, dos terrenos próximos, do nível da chuva no local e um plano de ação para casos de novos desmoronamentos. Até o fim da manhã, a situação era tranquila no Morro do Baú, sem nenhum registro de alagamentos ou desmoronamentos.

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina segue em prontidão para o pronto atendimento das diferentes demandas decorrentes das chuvas que atingem o Estado. Além das guarnições de serviço, equipes da Força-Tarefa (grupos especializados na atuação em situações extremas) foram mobilizadas e já reforçam as ações de resposta nas regiões mais vulneráveis (Municípios do Extremo-Oeste, Vale do Itajaí e Vale do Rio Tijucas). Os demais Bombeiros Militares e Comunitários estão em sobreaviso, com equipamentos e materiais prontos para o emprego caso a situação evolua nas próximas horas.

A aeronave Arcanjo 01, do Batalhão de Operações Aéreas (BOA), está no Alto Vale desde sábado para apoio às ações por terra. Uma base foi montada no município de Ituporanga, para onde foi deslocado o caminhão-tanque que permite mais autonomia para a operação da aeronave no local da ocorrência.

Manhã de domingo
Esta manhã, os bombeiros concentraram esforços no atendimento às vítimas da queda de granizo e forte vendaval no município de Rio Negrinho, por volta das 8h40min. Pelo menos quatro casas foram destelhadas e outras duas atingidas pela queda de árvores derrubadas pelo vento. Uma árvore tombou sobre fios da rede de distribuição de energia e, por isso, parte da cidade teve o abastecimento interrompido.

Madrugada de domingo 
Na região do Alto Vale, nas últimas 24h, foram atendidas 40 ocorrências relacionadas ao mau tempo – a maioria delas apoio/resgate de atingidos pela alta no nível dos rios da região.

Força-tarefa
O governo do Estado de Santa Catarina montou uma força-tarefa para orientar e auxiliar a população. A Defesa Civil de Santa Catarina emitiu alerta para risco de alagamentos, deslizamentos e inundações. Os mapas meteorológicos indicam tempo instável com acúmulo de 300mm a 330 mm. Na prática isso representa que em três dias vai chover o dobro do esperado para o mês inteiro de setembro.

Nas regiões costeiras, os valores de marés elevados dificultam o escoamento das águas das chuvas para o mar. Podem ocorrer inundações pela maré astronômica de sizígia - ocorrem nas luas nova e cheia, quando são registradas as maiores preamares (maré alta) -e chuvas, especialmente nas madrugadas e tardes de sexta e de sábado. Entre domingo e segunda-feira a maré astronômica diminui, mas o vento sul pode continuar dificultando o escoamento das águas.

bom retiro 20130922 1084452327
Foto: Divulgação Corpo de Bombeiros

>>> Mais imagens na Galeria de Fotos

Orientações
Em caso de inundações e alagamentos, a Defesa Civil orienta a população a evitar o contato com a água e transitar em lugares alagados e pontes submersas. É importante tomar cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

Em tempestades com descargas elétricas e vento, deve-se permanecer em local seguro e não transitar em locais abertos, próximo a árvores, placas publicitárias ou objetos que possam ser arremessados. É aconselhável que as pessoas se protejam em lugares com boas coberturas, ao exemplo dos banheiros das residências, fechar janelas e portas, e não manusear nenhum equipamento elétrico ou telefone devido aos raios e relâmpagos.

Quanto a possíveis deslizamentos de terra, deve ser observado qualquer movimento de terra ou rochas próximas a suas residências, inclinação de postes e árvores e rachaduras em muros ou paredes. Neste caso, é recomendável que a família saia de casa e acione a Defesa Civil municipal ou o Corpo de Bombeiros.

As defesas civis e órgãos estaduais das regiões Oeste, Litoral Sul e Planalto Sul, onde há maior confirmação de risco de alagamentos, já foram mobilizadas pela Defesa Civil estadual e estão preparadas para atender a população. “A equipe da Defesa Civil estadual está em estado de alerta e concentrada na previsão do tempo em todo o estado”, explica o diretor de Prevenção e Preparação da Defesa Civil, Fabiano de Souza.

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros, no número 193. A Defesa Civil do Estado conta com atendimento de 24 horas, com equipes de prontidão. O telefone para contato é o (48) 3664-7000.

Leia mais
>>> Saúde entrega ambulâncias 4x4 para municípios com risco de enchente
>>> Celesc reforça atendimento para atender ocorrências no Estado
>>> Governo monta força-tarefa para atender a população

Mais informações para a imprensa
Qualquer informação adicional pode ser obtida por meio do telefone da Defesa Civil de SC no (48) 4009-9816 ou diretamente com os assessores de imprensa.
Assessoria Defesa Civil – (48) 9159-0445
Gerente de imprensa Governo SC, Jacqueline Iensen - (48) 9147-6761
Assessoria Saúde - Ana Paula Bandeira - (48) 9113-6065
Portal do Governo e Redes Sociais – Gisiela Klein – (48) 8843-5439

Outros contatos e informações do Governo estão disponíveis na página Sala de Imprensa. As fotos estão disponíveis na página Galeria de Fotos e são de uso livre da imprensa.

Acompanhe também pelas redes sociais
facebook.com/governosc
@Secom_SC

 

Somente no Vale do Itajaí, mais de 3 mil pessoas tiveram que deixar suas casas por causa das chuvas deste fim de semana. O último boletim divulgado pela Defesa Civil, no fim da manhã deste domingo, mostra que a situação mais complicada é em Rio do Sul, onde há 1.050 pessoas desalojadas e 472 desabrigadas.

A diferença do desabrigado para o desalojado é uma definição da Secretaria Nacional de Defesa Civil. Desabrigado é quem perdeu a casa e está em um abrigo público. O desalojado saiu de casa – não necessariamente perdeu – e não está em abrigo público. Está na casa de um parente ou amigo.

Veja a situação em cada município: 

Cidade

Desalojados

Desabrigados 

Agrolândia

150

0

Agronômica

350 120

Atalanta

4

0

Aurora 26 0

Aurora

26

0

Braço do Trombudo

2

0

Ituporanga

143

13

Laurentino

96

220

Lontras

106

0

Pouso Redondo

30

0

Presidente Getúlio

208

10

Rio do Oeste

27

180

Rio do Sul

1050

472

Trombudo Central

53

3

rio do sul 20130922 1743537759
Rio do Sul na noite deste sábado. Foto: James Tavares/Secom

>>> Mais imagens na galeria de fotos

Força-tarefa
O governo do Estado de Santa Catarina montou uma força-tarefa para orientar e auxiliar a população. A Defesa Civil de Santa Catarina emitiu alerta para risco de alagamentos, deslizamentos e inundações. Os mapas meteorológicos indicam tempo instável com acúmulo de 300mm a 330 mm. Na prática isso representa que em três dias vai chover o dobro do esperado para o mês inteiro de setembro.

Nas regiões costeiras, os valores de marés elevados dificultam o escoamento das águas das chuvas para o mar. Podem ocorrer inundações pela maré astronômica de sizígia - ocorrem nas luas nova e cheia, quando são registradas as maiores preamares (maré alta) -e chuvas, especialmente nas madrugadas e tardes de sexta e de sábado. Entre domingo e segunda-feira a maré astronômica diminui, mas o vento sul pode continuar dificultando o escoamento das águas.

Orientações
Em caso de inundações e alagamentos, a Defesa Civil orienta a população a evitar o contato com a água e transitar em lugares alagados e pontes submersas. É importante tomar cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

Em tempestades com descargas elétricas e vento, deve-se permanecer em local seguro e não transitar em locais abertos, próximo a árvores, placas publicitárias ou objetos que possam ser arremessados. É aconselhável que as pessoas se protejam em lugares com boas coberturas, ao exemplo dos banheiros das residências, fechar janelas e portas, e não manusear nenhum equipamento elétrico ou telefone devido aos raios e relâmpagos.

Quanto a possíveis deslizamentos de terra, deve ser observado qualquer movimento de terra ou rochas próximas a suas residências, inclinação de postes e árvores e rachaduras em muros ou paredes. Neste caso, é recomendável que a família saia de casa e acione a Defesa Civil municipal ou o Corpo de Bombeiros.

As defesas civis e órgãos estaduais das regiões Oeste, Litoral Sul e Planalto Sul, onde há maior confirmação de risco de alagamentos, já foram mobilizadas pela Defesa Civil estadual e estão preparadas para atender a população. “A equipe da Defesa Civil estadual está em estado de alerta e concentrada na previsão do tempo em todo o estado”, explica o diretor de Prevenção e Preparação da Defesa Civil, Fabiano de Souza.

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros, no número 193. A Defesa Civil do Estado conta com atendimento de 24 horas, com equipes de prontidão. O telefone para contato é o (48) 3664-7000.

Leia mais
>>> Saúde entrega ambulâncias 4x4 para municípios com risco de enchente
>>> Celesc reforça atendimento para atender ocorrências no Estado
>>> Governo monta força-tarefa para atender a população

Mais informações para a imprensa
Qualquer informação adicional pode ser obtida por meio do telefone da Defesa Civil de SC no (48) 4009-9816 ou diretamente com os assessores de imprensa.
Assessoria Defesa Civil – (48) 9159-0445
Gerente de imprensa Governo SC, Jacqueline Iensen - (48) 9147-6761
Assessoria Saúde - Ana Paula Bandeira - (48) 9113-6065
Portal do Governo e Redes Sociais – Gisiela Klein – (48) 8843-5439

Outros contatos e informações do Governo estão disponíveis na página Sala de Imprensa. As fotos estão disponíveis na página Galeria de Fotos e são de uso livre da imprensa.

Acompanhe também pelas redes sociais
facebook.com/governosc
@Secom_SC

 

A previsão para a madrugada, manhã e tarde de domingo é de muita chuva em todo o Estado de Santa Catarina. O acumulado deve chegar a 100 mm em algumas regiões. Considerando que entre sexta e sábado já choveu o equivalente a todo mês de setembro, a Defesa Civil alerta para riscos de mais alagamentos, inundações e deslizamentos nas próximas horas.

rio do sul 20130921 1645400789
Foto: Homero Buzzi/SDR Rio do Sul

>>> Mais imagens na galeria de fotos

No Oeste, Meio-Oeste, Planalto Sul e Litoral, a chuva se concentra na madrugada e manhã e parte da tarde com valores previstos em torno de 30 a 50 mm. Nas regiões do Vale do Itajaí, Grande Florianópolis e Planalto Norte, a chuva esperada em média é de 50 a 80 mm ao longo do dia. Já para o Litoral Norte, a chuva prevista é de 80 a 100 mm no decorrer do dia.

Na segunda-feira, 23, o tempo melhora, mas persiste a condição de deslizamentos. O vento que sopra do mar em direção ao Litoral e a maré alta dificultam bastante o escoamento das águas dos rios das bacias do Planalto ao Litoral.

Balanço até início da noite de sábado
Cerca de 2 mil pessoas estão desalojadas ou desabrigadas em Santa Catarina. A situação mais crítica é em Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí, onde aproximadamente 1 mil pessoas estão desalojadas e outras 472 estão em abrigos. O nível do Rio Itajaí do Sul era de 8,46 metros acima do normal às 17h, um status de emergência para a região. Além disso, a SC-350 está interditada por causa da água na pista.

Rádio Secom: ouça o governador Raimundo Colombo sobre as ações do governo do Estado para atender a população

  Baixar áudio

{attachments} 

Na Serra Catarinense, a BR-282 também está interditada desde meados da tarde no trecho entre Bom Retiro e Lages, no km 135. A população do Oeste sofreu com a chuva de granizo na última madrugada que destelhou ou danificou parte do telhado de várias residências.

No Vale do Itajaí, as Barragens de Ituporanga e de Taió estão sendo abertas ou fechadas para minimizar ao máximo o impacto das inundações em Rio do Sul e o risco de inundação em Taió, que está em cota de alerta.  A Barragem de Ituporanga está com três das cinco comportas fechadas, enquanto que a Barragem de Taió com quatro das sete comportas fechadas. A Barragem Sul está com cerca de 65% da sua capacidade de armazenamento comprometida, enquanto que a Barragem de Taió cerca de 30%. Já a Barragem de José Boiteux está com as duas comportas fechadas. 

Situação na Bacia do Rio Itajaí

Cidade

Hora

Nível (metros)

Status

Ituporanga

21/09/2013 11:00

3.2

atenção

Apiúna

21/09/2013 15:00

5.59

atenção

Benedito Novo

21/09/2013 15:00

1.91

atenção

Blumenau

21/09/2013 15:00

6.08

alerta

Brusque

21/09/2013 15:00

4.70

alerta

Gaspar

21/09/2013 15:00

4.47

atenção

Ibirama

21/09/2013 15:00

2.69

atenção

Rio do Oeste

21/09/2013 15:00

6.89

alerta

Rio dos Cedros

21/09/2013 15:00

2.35

atenção

Rio do Sul

21/09/2013 16:00

8.42

emergência

Vidal Ramos

21/09/2013 15:00

3.36

atenção

 

As principais ocorrências em todo o Estado

Cidade Ocorrência

Apiúna 

Chuva; 04 famílias em abrigo; escorregamentos diversos; queda de energia por tombamento de postes; município está restabelecendo drenagem para previnir alagamentos
Aurora  Chuva; 20 a 30 famílias em abrigos; estradas vicinais interditadas

Blumenau

Chuva; 19 abrigos abertos preventivamente; nível do rio baixando (abaixo de 6,15m); situação sob controle

Bom Retiro

Escorregamentos, Chuva; BR 282 interditada trecho Bom Retiro-Lages (Km 135); 01 família (08 pessoas) isolada.

Brusque

Deslizamentos

Camboriú

Chuva; 01 família removida por deslizamento isolado

Campo Erê

Chuva;Tempestade com fortes ventos e granizo - Malha viária afetada - Situação controlada no momento

Caçador

Chuva; se chover mais 40 cm - começará a atingir as primeiras residências; queda de barreira na Rodovia SC 302 (Caçador-Calmon)

Curitibanos

Alagamentos pontuais

Guaraciaba

Granizo; 60 casas atingidas

Guaramirim

Chuva e Granizo

Ituporanga

Abrigos foram ativados

Jaraguá do Sul

Granizo

Lages Chuva, deslizamentos isolados, 6 famílias desalojadas, Rio Caveiradas com cota de alerta

Rio do Sul

- Em cota de emergência (8,46m);
- 472 pessoas em 13 abrigos (123 famílias);
- aproxim.1000 pessoas desalojadas (210 famílias);
- SC 350 interditada com 80 cm de lâmina d'água

Rodeio 

Chuva

 Saltinho

Granizo e 500 casas atingidas 

Santa Terezinha do Progresso 

 Granizo e 300 casas atingidas

 São José dos Cedros

Granizo e 80 casas atingidas 

 São Miguel do Oeste

Granizo em 4 comunidades 

 Serra Alta

Granizo e 60 casas atingidas 

 Taió

 Abrigos ativados

 Tangará

 Chuva e deslizamento isolado

Timbó 

 Chuva

Timbó Grande 

 Chuva e queda de árvores nas estradas

Urubici

Alagamentos, chuvas, comunidades isoladas e cota de alerta

Total de 26 municípios

Atualizado pela Defesa Civil de SC em 21/09/2013, às 18h

 

Mais informações para a imprensa
Qualquer informação adicional pode ser obtida por meio do telefone da Defesa Civil de SC no (48) 4009-9816 ou diretamente com os assessores de imprensa.
Assessoria Defesa Civil – (48) 9159-0445
Gerente de imprensa Governo SC, Jacqueline Iensen - (48) 9147-6761
Portal do Governo e Redes Sociais – Gisiela Klein – (48) 8843-5439

Outros contatos e informações do Governo estão disponíveis na página Sala de Imprensa. As fotos estão disponíveis na página Galeria de Fotos e são de uso livre da imprensa.

Acompanhe também pelas redes sociais: 
facebook.com/governosc
@Secom_SC

A Celesc vai mantar 116 equipes no plantão na noite deste sábado. Até as 17h, 8 mil unidades consumidoras estavam sem energia elétrica em todo o Estado. Os motivos são, na maioria dos casos, problemas decorrentes das chuvas.

Em Rio do Sul, são 1.500 unidades sem luz porque houve um desmoronamento sobre a rede elétrica. Em Videira, há 3.400 unidades desligadas por quedas de árvores sobre a fiação, postes danificados e 30 metros de cabos rompidos. Em Lages, até o fim do dia, 1.500 unidades estavam sem energia em diferentes pontos da cidade.

As cidades de Mafra, Major Vieira, Santa Terezinha e Papanduvas ficaram sem luz entre 14h30 e 15h30 porque houve um desligamento da linha de transmissão entre as subestações de Mafra e Papanduvas. Ao todo, 20 mil unidades foram desligadas. Por volta das 17h, dois alimentadores não funcionavam por causa do forte vento.

Leia mais
>>> Saúde entrega ambulâncias 4x4 para municípios com risco de enchente
>>> Celesc reforça atendimento para atender ocorrências no Estado
>>> Secretaria de Estado da Saúde faz alerta sanitário sobre as previsões de chuvas
>>> Governo monta força-tarefa para atender a população

Informações adicionais:
Lau Macarini
Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. - Celesc 
E-mail:   laumacarini@celesc.com.br
Telefone: (48) 9932-9709

O governador Raimundo Colombo disse, neste sábado, dia 21, que o Governo do Estado está em alerta máximo para enfrentar o período de chuvas intensas previstas para as próximas horas em Santa Catarina. “A Defesa Civil está monitorando os mapas meteorológicos desde terça-feira. Dessa forma foi possível realizar ações preventivas importantes como, por exemplo, o esvaziamento de barragens. Estamos acompanhando a situação em todo o Estado”.

O boletim divulgado às 15h pela Defesa Civil indica que neste momento a situação é mais crítica em Rio do Sul onde há 410 pessoas desalojadas e o rio está 8 metros acima do nível. De acordo com o Secretário Adjunto da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, o maior risco nas próximas horas é para as regiões do Vale e Norte de SC.

Veja abaixo a tabela atualizada pela Defesa Civil com a situação dos municípios até 15h deste sábado:

Aurora
Chuva
20 a 30 famílias em abrigos; estradas vicinais interditadas

Blumenau
Chuva
19 abrigos abertos; nível do rio = 6,15m

Bom Retiro
Chuva
Escorregamentos, BR 282 interditada trecho Bom Retiro-Lages (Km 135); 01 família (08 pessoas) isolada.

Brusque
Deslizamentos severos
Deslizamentos

Campo Erê
Chuvas
Tempestade com fortes ventos e granizo - Malha viária afetada - Situação controlada no momento

Caçador
Chuvas
Se chover mais 40 cm - começará a atingir as primeiras residências; queda de barreira na Rodovia SC 302 (Caçador-Calmon)

Curitibanos
Alagamento

Guaraciaba
Granizo
60 casas atingidas

Guaramirim
Chuva e Granizo

Itajaí
Chuva
01 família removida por deslizamento isolado

Jaraguá do Sul
Granizo

Rio do Sul
Chuva
Em cota de emergência = 7,97m; 410 pessoas colocadas PREVENTIVAMENTE em 13 abrigos

Rodeio
Chuva

Saltinho
Granizo
500 casas atingidas

Santa Terezinha do Progresso
Granizo
300 casas atingidas

São José dos Cedros
Granizo
80 casas atingidas

São Miguel do Oeste
Granizo
04 comunidades atingidas

Serra Alta
Granizo
60 casas atingidas

Tangará
Chuva
Deslizamento isolado

Timbó
Chuva

Timbó Grande
Chuva
Queda de árvores nas estradas rurais

Força-tarefa
O governo do Estado de Santa Catarina montou uma força-tarefa para orientar e auxiliar a população. A Defesa Civil de Santa Catarina emitiu alerta para risco de alagamentos, deslizamentos e inundações. Os mapas meteorológicos indicam tempo instável com acúmulo de 300mm a 330 mm. Na prática isso representa que em três dias vai chover o dobro do esperado para o mês inteiro de setembro.

Nas regiões costeiras, os valores de marés elevados dificultam o escoamento das águas das chuvas para o mar. Podem ocorrer inundações pela maré astronômica de sizígia - ocorrem nas luas nova e cheia, quando são registradas as maiores preamares (maré alta) -e chuvas, especialmente nas madrugadas e tardes de sexta e de sábado. Entre domingo e segunda-feira a maré astronômica diminui, mas o vento sul pode continuar dificultando o escoamento das águas.

Orientações
Em caso de inundações e alagamentos, a Defesa Civil orienta a população a evitar o contato com a água e transitar em lugares alagados e pontes submersas. É importante tomar cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

Em tempestades com descargas elétricas e vento, deve-se permanecer em local seguro e não transitar em locais abertos, próximo a árvores, placas publicitárias ou objetos que possam ser arremessados. É aconselhável que as pessoas se protejam em lugares com boas coberturas, ao exemplo dos banheiros das residências, fechar janelas e portas, e não manusear nenhum equipamento elétrico ou telefone devido aos raios e relâmpagos.

Quanto a possíveis deslizamentos de terra, deve ser observado qualquer movimento de terra ou rochas próximas a suas residências, inclinação de postes e árvores e rachaduras em muros ou paredes. Neste caso, é recomendável que a família saia de casa e acione a Defesa Civil municipal ou o Corpo de Bombeiros.

As defesas civis e órgãos estaduais das regiões Oeste, Litoral Sul e Planalto Sul, onde há maior confirmação de risco de alagamentos, já foram mobilizadas pela Defesa Civil estadual e estão preparadas para atender a população. “A equipe da Defesa Civil estadual está em estado de alerta e concentrada na previsão do tempo em todo o estado”, explica o diretor de Prevenção e Preparação da Defesa Civil, Fabiano de Souza.

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros, no número 193. A Defesa Civil do Estado conta com atendimento de 24 horas, com equipes de prontidão. O telefone para contato é o (48) 3664-7000.

Leia mais
>>> Saúde entrega ambulâncias 4x4 para municípios com risco de enchente
>>> Celesc reforça atendimento para atender ocorrências no Estado
>>> Secretaria de Estado da Saúde faz alerta sanitário sobre as previsões de chuvas
>>> Governo monta força-tarefa para atender a população

Mais informações para a imprensa
Qualquer informação adicional pode ser obtida por meio do telefone da Defesa Civil de SC no (48) 4009-9816 ou diretamente com os assessores de imprensa.
Assessoria Defesa Civil – (48) 9159-0445
Gerente de imprensa Governo SC, Jacqueline Iensen - (48) 9147-6761
Portal do Governo e Redes Sociais – Gisiela Klein – (48) 8843-5439

Outros contatos e informações do Governo estão disponíveis na página Sala de Imprensa. As fotos estão disponíveis na página Galeria de Fotos e são de uso livre da imprensa.

Acompanhe também pelas redes sociais: 
facebook.com/governosc
@Secom_SC

 

 

Por volta do meio-dia deste sábado, 21, o fornecimento de energia no Estado de Santa Catarina era considerado dentro dos padrões normais. Com as condições climáticas adversas das últimas horas, a Celesc reforçou o plantão para atender as ocorrências. Até o fim da manhã, havia pequenas falhas no fornecimento em Lages, Videira e Mafra, mas o número de unidades com interrupção é considerado dentro dos padrões – 1.500, 1.470 e 1.350, respectivamente.

No amanhecer do sábado, havia interrupção de energia em outras unidades do Estado e quatro alimentadores haviam caído. Até o fim da manhã, no entanto, o problema havia sido resolvido. Há ainda cortes de energia por outros motivos além do clima, como por exemplo, um acidente com um caminhão que bateu em um poste na cidade de Gaspar, deixando 1.300 unidades sem luz.

Neste sábado, há 116 equipes da Celesc trabalhando em esquema de plantão.  A Celesc alerta que as quedas de energia podem persistir durante o fim de semana em função do mau tempo, conforme comunicado expedido pelo Ciram/Epagri, que prevê chuvas fortes, com riscos de enchente e alagamento, até domingo. Entretanto, as equipes estão mobilizadas e seguem de prontidão para restabelecer o sistema no menor tempo possível.

Rádio Secom
Ouça o boletim de previsão do tempo da Epagri/Ciram

  Baixar áudio

{attachments}

Leia mais
>>> Saúde entrega ambulâncias 4x4 para municípios com risco de enchente
>>> Celesc reforça atendimento para atender ocorrências no Estado
>>> Secretaria de Estado da Saúde faz alerta sanitário sobre as previsões de chuvas
>>> Governo monta força-tarefa para atender a população

Informações adicionais:
Lau Macarini
Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. - Celesc 
E-mail:  laumacarini@celesc.com.br
Telefone: (48) 9932-9709

O município de Maravilha fechou, neste sábado, 21, o roteiro de palestras do governador Raimundo Colombo pelo Oeste Catarinense. O evento, o oitavo da semana, foi realizado na Câmara de Vereadores e reuniu centenas de pessoas, que acompanharam a avaliação dasações realizadas pelo Governo do Estado desde janeiro de 2011 e em andamento ou previstas pelo programa Pacto por Santa Catarina. Colombo lembrou que foram dois anos de angústia, de estudos, de negociações estratégicas que demandaram tempo. “Agora chegou a hora de executar, de fazer com as ações tenham êxito em prol da qualidade de vida da nossa população. Todas as obras, as ações são resultados de um planejamento baseado nas necessidades e prioridades de cada local”, disse.

>>> Veja a íntegra da apresentação feita pelo governador
>>> Confira a relação das obras na região de Maravilha

pacto por sc prestando contas - maravilha 20130921 2092255633
Foto: James Tavares/Secom

>>> Mais imagens na galeria de fotos

Nos municípios de Maravilha; Bom Jesus do Oeste; Flor do Sertão; Iraceminha; Modelo; Pinhalzinho; Romelândia; Saltinho; São Miguel da Boa Vista; Santa Terezinha do Progresso; Saudades; Serra Alta; Sul Brasil e Tigrinhos foram investidos pelo Governo do Estado R$ 123 milhões.  Dos recursos, R$ 37,4 milhões foram aplicados em obras já concluídas, R$ 73,5 milhões em projetos em andamento e R$ 12,1 milhões já programados para obras a serem iniciadas. Entre as áreas com maior fatia de investimento, estão infraestrutura (R$ 43,3 milhões), educação (R$ 26,7 milhões) e agricultura e pesca (R$ 23 milhões).

Na região, o destaque das ações é a construção da SC-161, rodovia que liga os municípios de Romelândia a Anchieta. A obra, que integra o Pacto por Santa Catarina, é uma solicitação de mais de 30 anos da população. Com 20,4 quilômetros de extensão vai auxiliar no escoamento da produção das agroindústrias locais e promover o desenvolvimento regional. A obra está em andamento.

O total de investimentos na área da Infraestrutura, nos 14 municípios foi de R$ 43,3 milhões, aplicados em pavimentações com pedras irregulares no interior dos municípios, construção de pontes, aquisição de equipamentos entre outras ações.

Outra importante obra que está em andamento é pavimentação asfáltica entre a BR-282 e o Distrito de São José do Laranjal em Iraceminha que possui 7,2 quilômetros de extensão, ainda vale destacar a construção da ponte sobre o Rio Pesqueiro entre Sul Brasil e Jardinópolis que também integra o Pacto por Santa Catarina.

Para a área da Educação, foi investido R$ 26,7 milhões, sendo destaque a construção da Escola de Educação Básica João XXIII. A escola atende mais de 800 alunos dos ensinos fundamental e médio e duas turmas de cursos técnicos. Além disso, foram investidos recursos para o transporte escolar, aquisição de tablets para professores do Ensino Médio, melhoria de escolas, aquisição de veículo para transporte escolar, entre outras ações.

Na Agricultura e Pesca, foram aplicados R$ 23 milhões, na aquisição de tratores com distribuidor líquido, Programa Juro Zero Agricultura que beneficiou mais de 100 produtores, além dos agricultores atendidos através do Fundo Estadual de Desenvolvimento Rural (FDR) fomentando as pequenas agroindústrias da região.

Na área da Saúde foram investidos R$ 5,2 milhões aplicados em reformas, ampliações e construções de unidades de saúde, compra de ambulâncias, dentre outros. A manutenção da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital São José de Maravilha está entre os destaques.

Parte dos R$ 2,9 milhões investidos pelo Governo do Estado na área de Assistência Social permitiu a construção de cisternas para amenizar os efeitos da estiagem. Ainda na área Social foi possível a aquisição de veículos para os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Conselhos Tutelares dos municípios, auxiliando o trabalho de toda equipe, garantindo melhora no monitoramento e no atendimento às famílias.

O Turismo, Cultura e Esporte teve investimentos de R$ 1,3 milhões, em ações importantes como a construção do Centro de Eventos Andreas Maldaner (em andamento), sistema de iluminação do campo de futebol da Associação Juvenil Atlética Pinhalzinho, promoção de eventos esportivos regionais, além de repasse de recursos para realização de feiras e exposições.

Na área do Desenvolvimento Econômico, foi investido pelo Governo do Estado mais de R$ 1 milhão. As obras para instalação da indústria de leite Laticínios Bela Vista, fabricante dos produtos Piracanjuba faz parte dos recursos. A indústria está instalada em uma área de 158, 5 mil metros, e gerou mais de 100 empregos diretos e milhares de indiretos. Com uma produção de mais de 1 milhão delitros/dia de leite.

Para a Segurança Pública foram investidos R$ 740 mil. Um dos destaques é a construção da delegacia da Polícia Civil em Pinhalzinho e ainda a aquisição de viaturas para os municípios da região. Na área de Energia, os investimentos do Governo do Estado foram de R$ 4,8 milhões, através da Celesc, em melhorias e ampliações da rede de distribuição elétrica de todos os municípios.

Novos investimentos
No ato, o governador Raimundo Colombo anunciou investimentos de cerca de R$ 20 milhões para a região de Maravilha, nas áreas de Infraestrutura, Agricultura, Saúde, Assistência Social, Educação e para o Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam). Leia mais aqui.

Redes sociais
Você pode acompanhar os encontros do governador Raimundo Colombo pelas redes sociais com a #PactoPorSC. Durante as palestras, a Secretaria de Comunicação faz a cobertura online pelo Twitter @Secom_SC.

Leia mais
>>> São Miguel do Oeste tem mais de R$ 183 milhões em investimentos do Governo do Estado
>>> Nova escola é uma das obras do Pacto Por SC em Itapiranga
>>> Colombo faz um balanço das ações do governo na região de Palmitos
>>> Governador presta contas das obras estaduais à população da região de Dionísio Cerqueira
>>> Mais de R$ 100 milhões são investidos em São Lourenço do Oeste
>>> Recursos do Pacto Por SC para região de Quilombo chegam a R$ 86,9 milhões
>>> Governador Raimundo Colombo avalia as ações na região de Chapecó

{text}

O governador Raimundo Colombo, anunciou, neste sábado, 21, em Maravilha, investimentos de cerca de R$ 20 milhões para a região, nas áreas de Infraestrutura, Agricultura, Saúde, Assistência Social, Educação e para o Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam). “Estamos buscando o progresso de todos os locais. Os recursos são para atender as prioridades dos catarinenses, visando o desenvolvimento de Santa Catarina. Cada dia temos um novo desafio, toda viagem novas expectativas”, disse Colombo.

pacto por sc prestando contas - maravilha 20130921 1041945979
Foto: James Tavares/Secom

>>> Mais imagens na galeria de fotos

O principal investimento anunciado pelo governador e pelo secretário da Educação, Eduardo Deschamps, são para melhorias em escolas da região, onde serão aplicados cerca de R$ 860 mil. Na Escola de Educação Básica Jorge Lacerda, de Flor do Sertão, será investido R$ 355 mil, para reforma geral; na EEB Balbino Martins, de Iraceminha, os R$ 220 mil serão para a construção de uma quadra de esportes coberta; na EEB Silvio Romero, de Bom Jesus do Oeste serão R$ 236,1 mil, para reforma e ampliações; e para a EEB Vendelino Junges de Pinhalzinho, os R$ 55 mil, serão para a execução do projeto de ampliação da unidade.

Para garantir a manutenção dos serviços em saúde da UTI do Hospital São José de Maravilha, o governador Raimundo Colombo assinou a convênio de R$ 780 mil, divido em 12 parcelas de R$ 65 mil. A diretora da unidade, Neiva Schaefer, disse que os recursos serão aplicados na aquisição de equipamentos, materiais e pagamento de honorários. Ainda para a área da Saúde, serão investidos R$ 300 mil para aquisição de equipamentos, como Raio-X, para a Associação Hospitalar Beneficente de Pinhalzinho e para Maravilha será adquirido uma ambulância, no valor de R$ 100 mil.

Na área da Agricultura, o governador e o secretário da Agricultura e Pesca, João Rodrigues, assinaram convênios para aquisição de equipamentos agrícolas para Pinhalzinho no valor de R$ 180 mil. Para reconstituir a mata ciliar com medidas sustentáveis, proteção e revitalização das margens ribeirinhas, do município de Tigrinhos, serão aplicados R$ 82,4 mil, no Projeto Recompor e Proteger – da Fepema.

Os municípios de Romelândia, Iraceminha e Serra Alta vão contar com telefonia fixa e Internet no Meio Rural, o valor é de R$ 300 mil, sendo R$ 100 para cada local. Também será feita a ampliação do pavilhão de leilões da Associação de Criadores de Pinhalzinho, com recursos de R$ 50 mil. Para atender os programas de agropecuária e fortalecer a agricultura familiar, foi assinado pelo governador, um convênio de R$ 60 mil, para a aquisição de patrulha agrícola para o município de Modelo.

Também foi assinado convênio para a compra de um veículo para a Secretaria Municipal de Agricultura de Santa Terezinha do Progresso, no valor de R$ 40 mil. O prefeito do município, Jacob Junges, explicou que o veículo vai atender os agricultores no auxílio de confecção de silagem, atendimento veterinário e outros serviços. Para Sul Brasil os R$ 30 mil autorizados vão permitir a restauração de poços artesianos.

O governador e o secretário da Infraestrutura, Valdir Cobalchini, firmaram convênio para a recuperação dos trechos da Avenida Porto Alegre, em Pinhalzinho (R$ 200 mil), e para as estradas de Sul Brasil (R$ 40 mil). Ainda em Sul Brasil será feita pavimentação urbana (R$ 200 mil). O município de Sul Brasil possui mais de 400 quilômetros de estradas, que escoa a produção de aves, suínos, leite, além do cultivo de milho, feijão e soja. Em Saltinho, será construída a garagem de máquinas (R$ 200 mil) e será concluída o Pavilhão da Vila Marafon (R$ 59,5 mil).

Na área da Assistência Social, foi assinado convênios para a compra de um veículo para Centro de Referência e Assistência Social (Cras), de Santa Terezinha do Progresso, (R$ 40 mil), para a reforma do prédio da Apae de Pinhalzinho (R$ 250 mil). A instituição atende 162 alunos dos municípios de Nova Erechim, Saudades, Águas Frias, União do Oeste, Nova Itaberaba e Pinhalzinho. Também foi firmado convênio para a reforma da sede social da Associação Esportiva Recreativa e Cultural Santa Luzia, de Saudades (R$ 50 mil), e para construção do centro social da Associação Comunitária Novo Bairro, de Maravilha (R$ 50 mil). Para a realização da Expomerios, em Maravilha o Governo do Estado autorizou R$ 30 mil.

Pelo Fundam serão aplicados R$ 16,3 milhões nos municípios da região. Os recursos fazem parte do Pacto Por SC e são provenientes de financiamentos obtidos pelo Estado junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O repasse será feito de forma não reembolsável e sem necessidade de contrapartida dos municípios. ”Esses recursos já estão disponibilizados para as prefeituras. Agora é só apresentar os projetos e executar as obras”, informou o governador.

A prefeita de Maravilha, Rosimar Maldaner, salientou que os municípios precisam do apoio do Governo do Estado para crescer, se desenvolver e obter mais qualidade de vida.

Fundam
Bom Jesus do Oeste – R$ 1,1 milhão
Flor do Sertão – R$ 820 mil
Iraceminha – R$ 1,14 milhão
Maravilha – R$ 1,8 milhão
Modelo – R$ 850 mil
Pinhalzinho – R$ 1,7 milhão
Romelândia – R$ 1,5 milhão
Saudades – R$ 1,2 milhão
Saltinho – R$ 1 milhão
Serra Alta – R$ 1 milhão
Santa Terezinha do Progresso – R$ 1,2 milhão
São Miguel da Boa Vista – R$ 850 mil
Sul Brasil – R$ 800 mil
Tigrinhos – R$ 1,2 milhão

Redes sociais
Você pode acompanhar os encontros do governador Raimundo Colombo pelas redes sociais com a #PactoPorSC. Durante as palestras, a Secretaria de Comunicação faz a cobertura online pelo Twitter @Secom_SC.

Leia também:
>>> Até este sábado, governador percorrerá 12 municípios do Oeste para liberação de mais de R$ 157 milhões
>>> Governador inicia roteiro para prestação de contas do Pacto por SC

{text}

O governador Raimundo Colombo participou nesta sexta-feira, 20, em Itapiranga, no Extremo-Oeste, do sexto encontro “Pacto por SC: prestando contas”. A ação faz parte do roteiro de palestras que pretende detalhar as obras realizadas, desde janeiro de 2011, e em andamento ou previstas pelo programa Pacto por Santa Catarina. A soma dos recursos do Programa para a região de Itapiranga é de R$ 60,8 milhões, com investimentos nas áreas da agricultura, educação, desenvolvimento econômico, energia, saúde, assistência social, infraestrutura, turismo, cultura, esporte e segurança pública.

>>> Veja a íntegra da apresentação feita pelo governador
>>> Conheça todas as obras do Pacto Por SC na região

“Já investimos mais de 60 milhões na região e agora temos uma série de obras que vão aumentar muito esse valor. Esse é o conjunto de obras do Pacto por Santa Catarina para ajudar no desenvolvimento da região e do Estado”, disse Colombo.

pacto por sc prestando contas - itapiranga 20130920 1385824517
Foto: Neiva Daltrozo/Secom

>>> Mais imagens na galeria de fotos

A educação foi destaque, com a construção do prédio para abrigar a seda da Escola de Educação Básica São Vicente, em Itapiranga. Foram investidos R$ 4,6 milhões na realização das obras de em mais de 4.221 m². A unidade vai atender 750 alunos da 6ª série do Fundamental até o 3º ano do Ensino Médio. Outras obras foram realizadas a exemplo da ampliação e reforma das escolas EEB São Lourenço, de Iporã do Oeste e na construção, reforma e ampliação de ginásios de esportes. O único ginásio com obras ainda por concluir, é o da EEB São Vicente que ainda faltam a cobertura e piso.

Para o desenvolvimento econômico da região, os investimentos chegam a R$ 6,5 milhões com a construção de pavilhões industriais com o objetivo de atrair novas empresas. Na saúde e infraestrutura, a aplicação dos recursos somam R$ 3,5 milhões.

Do investimento total na região, R$ 50,4 milhões são de obras já concluídas, outros R$ 5,6 milhões de obras em andamento e R$ 6,3 milhões para novos investimentos, com recursos do Fundam.
Redes sociais

Você pode acompanhar os encontros do governador Raimundo Colombo pelas redes sociais com a #PactoPorSC. Durante as palestras, a Secretaria de Comunicação faz a cobertura online pelo Twitter @Secom_SC.

Leia também:
>>> Até este sábado, governador percorrerá 12 municípios do Oeste para liberação de mais de R$ 157 milhões
>>> Governador inicia roteiro para prestação de contas do Pacto por SC

Mais informações
Qualquer informação adicional pode ser obtida por meio do telefone da redação da Secom/SC no (48) 3665-3006 ou com o assessor Rafael Vieira de Araujo, que acompanha o governador. O celular do assessor é (48) 9116-8992. Outros contatos e informações do Governo estão disponíveis na página Sala de Imprensa. As fotos também estão disponíveis na página Galeria de Fotos e são de uso livre da imprensa. Para pedidos de fotos ou outro material de imagens, favor enviar no fotografia@secom.sc.gov.br ou diretamente pelo telefone (48) 3665-3013. Estamos à disposição.

O governador do Estado, Raimundo Colombo, esteve em São Miguel do Oeste nesta sexta-feira, 20, e autorizou lançamentos de editais, assinou autorizações, celebrou convênios e repassou recursos do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam). A soma dos valores chega a R$ 23,7 milhões que serão investidos em diversas áreas para toda a região.

“Queremos ajudar no desenvolvimento de todos os municípios, principalmente os que mais necessitam. A Região terá um bom investimento para aplicar em obras que irão atender a população e às indústrias”, explicou Colombo.
Os municípios de Bandeirante, Barra Bonita, Belmonte, Descanso, Guaraciaba, Paraíso e São Miguel do Oeste vão receber do Fundam R$ 19,1 milhões, para aplicação em obras. Cada município terá que apresentar até dois projetos em qualquer área. Os recursos são a fundo perdido, onde o município não precisa devolver para o Estado, e sem a contrapartida da prefeitura.

Durante o ato, o governador assinou a autorização para o lançamento e publicação do edital licitatório para a reforma e ampliação da Escola de Educação Básica São Miguel do Oeste. A obra orçada em R$ 3,3 milhões irá beneficiar a escola, considerada a mais antiga da região. Ainda na área da educação, R$ 100 mil serão aplicados na aquisição de um veículo para transporte de alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), de São Miguel do Oeste.

Foram autorizadas a celebração de convênios para a implantação de telefonia fixa e internet na zona rural dos municípios de Guaraciaba e Belmonte, e para a realização da Feira Agropecuária Comercial e Industrial de São Miguel do Oeste (Faismo). Os recursos descentralizados por meio da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca são do Fundo Social no total de R$ 500 mil. Outros R$ 500 mil foram autorizados para a reforma do ginásio de esportes do município de Descanso.

Belmonte recebeu ainda mais R$ 35 mil para aquisição de um veículo para a Secretaria de Assistência Social do município. Na área da infraestrutura foi assinado o convênio que disponibiliza R$ 200 mil para a pavimentação das Ruas Olavo Bilac e Duque de Caxias, em Guaraciaba. O total das obras é R$ 266 mil, sendo o restante de contrapartida do município.

Redes sociais
Você pode acompanhar os encontros do governador Raimundo Colombo pelas redes sociais com a #PactoPorSC. Durante as palestras, a Secretaria de Comunicação faz a cobertura online pelo Twitter @Secom_SC.

Leia também:
>>> Até este sábado, governador percorrerá 12 municípios do Oeste para liberação de mais de R$ 157 milhões
>>> Governador inicia roteiro para prestação de contas do Pacto por SC

Mais informações
Qualquer informação adicional pode ser obtida por meio do telefone da redação da Secom/SC no (48) 3665-3006 ou com o assessor Rafael Vieira de Araujo, que acompanha o governador. O celular do assessor é (48) 9116-8992. Outros contatos e informações do Governo estão disponíveis na página Sala de Imprensa. As fotos também estão disponíveis na página Galeria de Fotos e são de uso livre da imprensa. Para pedidos de fotos ou outro material de imagens, favor enviar no fotografia@secom.sc.gov.br ou diretamente pelo telefone (48) 3665-3013. Estamos à disposição.