Compartilhe


Fotos: Divulgação / Casan

Com a implantação de redes de coleta, de elevatórias e de ligações domiciliares finalizada, os trabalhos do Sistema de Esgotamento Sanitário de Concórdia estão concentrados na conclusão dos emissários e da Estação de Tratamento de Esgotos (ETE). A ampliação do Sistema está recebendo investimento de R$ 41,24 milhões e quando o sistema estiver em funcionamento, a cobertura de esgoto em Concórdia passará de 6% para 42%, uma das maiores de Santa Catarina.

A grande estrutura da ETE que terá capacidade de tratar 60 litros por segundo de esgoto está com 95% da obra executada e com serviços de paisagismo do entorno já em andamento. Os emissários, que são redes que levarão o esgoto até o tratamento, já chegam a 98% de execução. A previsão da Casan é colocar a unidade em pré-operação no fim deste primeiro semestre ou início do segundo, contando com a população para que aguarde as orientações para conexão do esgoto domiciliar ao Sistema Público.

A ampliação do Sistema vai beneficiar os bairros Centro, Jardim, Vista Alegre, Imigrantes, São Miguel, Liberdade, Floresta, Imperial, Sunti, Nazaré e Nações.

Como funciona a ETE

A grande Estação de Tratamento de Esgotos de Concórdia está sendo construída na região de Linha Santa Catarina, próxima ao Bairro Santa Rita. Com capacidade para depurar 60 litros de esgoto por segundo, a ETE adota tecnologia moderna e eficaz.

São diversas etapas para garantir a depuração do esgoto. Na primeira é realizado o tratamento preliminar, onde é medido o volume de esgoto que chega a ETE e também onde são retidos os sólidos maiores, como plásticos e outros resíduos que chegam à ETE. Na segunda, que acontecerá em um reator UASB (Sigla em inglês para Reator Anaeróbico de Fluxo Ascendente - RAFA), são utilizados microrganismos (bactérias anaeróbias, que vivem sem a presença de oxigênio) e que ao se alimentarem do esgoto fazem a sua depuração.

A terceira estrutura é um Filtro Biológico com bactérias aeróbias (que vivem na presença de oxigênio), e onde o efluente passa por um tratamento complementar ao do reator UASB. Na última etapa do tratamento será realizada a decantação dos flocos formados nas etapas anteriores, para que o efluente volte à natureza atendendo os parâmetros determinados pela legislação.

Benefícios do tratamento de esgoto

O esgoto contém resíduos que favorecem o crescimento de bactérias, vírus e fungos que podem causar várias doenças e contribuir para a degradação do meio ambiente. O Sistema de Coleta e Tratamento de Esgoto que está em implantação em Concórdia tem por objetivo reduzir a contaminação do meio ambiente e, por consequência, a transmissão de doenças.

“Além colaborar com a saúde e a qualidade de vida dos moradores, essa complexa e importante infraestrutura vai colaborar com a conservação dos rios que são os mananciais de água para abastecimento da cidade. É todo um conjunto de benefícios que vai também colaborar com a elevação do Índice de Desenvolvimento Humano da cidade”, ressalta o Diretor de Operação e Expansão da Casan, Fábio Krieger.

Informações adicionais para a imprensa:
Ricardo Stefanelli 
Assessoria de Comunicação
Presidência da Casan
E-mail: rstefanelli@casan.com.br
Fone: (48) 3221-5034 / 99136-9345
www.casan.com.br