Fotos: Mauricio Vieira / Secom

O governador Carlos Moisés anunciou investimentos de R$ 206,4 milhões em 2020 para bolsas a estudantes de graduação, especialização, mestrado e doutorado pelo Programa de Bolsas Universitárias de Santa Catarina (Uniedu). No mesmo ato, realizado nesta segunda-feira, 17, em Florianópolis, foi apresentada a nova regulamentação do Uniedu, que vai permitir o atendimento de mais estudantes. 

"Esses recursos são de grande importância, para que os alunos possam estudar gratuitamente ou tenham ao menos parte do curso coberto pela bolsa de estudo. É um esforço do Governo de Santa Catarina, dinheiro dos catarinenses aplicado para quem estuda aqui no estado", ressaltou Carlos Moisés.

>>> Mais fotos na galeria

O governador também destacou o momento histórico da assinatura do decreto, que dita as regras para que a sociedade faça melhor uso do benefício. "O regulamento traz transparência ao processo. A partir de agora, o estado e as universidades são obrigados a divulgar em seus portais quais são os alunos beneficiados. Também estamos dando uma abrangência maior a estes recursos, atendendo um número maior de estudantes", afirmou.

Também participaram do ato a vice-governadora Daniela Reinehr, o chefe da Casa Civil, Douglas Borba, o secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli, os deputados estaduais Valdir Cobalchini, Rodrigo Minotto, Paulinha e Jerry Comper. A solenidade foi acompanhada por gestores do Governo de Santa Catarina, reitores, profissionais das universidades e estudantes.

Benefícios aos bolsistas

Um dos principais benefícios da nova regulamentação para o estudante escolhido é que ele garante bolsa para toda a duração do curso, programa ou projeto de pesquisa, enquanto antes havia necessidade de participar de um novo processo seletivo a cada semestre. O aluno precisará apresentar a cada semestre a documentação pessoal e o desempenho acadêmico satisfatório para manter o desconto.

A seleção de bolsistas será feita com base na avaliação do grau de carência dos candidatos participantes do edital, utilizando como parâmetro o Índice de Carência (IC) calculado pelo Sistema de Cadastro do Uniedu. O percentual de auxílio varia de 25% a 100% da mensalidade paga pelo aluno, com valor limite de um salário mínimo para bolsa de pesquisa e extensão e de dois salários mínimos para as demais modalidades.



O secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, destacou que a nova regulamentação busca facilitar o acesso do estudante ao ensino superior e eliminar entraves burocráticos para a melhora da qualidade na educação. "Uma das mudanças é a garantia de que o estudante inicie e conclua a graduação com o apoio do estado. Outra é a abrangência de um número maior de alunos. Um terceiro ponto é permitir aos estudantes que trabalhem em projetos de interesse da sociedade. O que estamos fazendo, na verdade, é cuidar bem dos recursos que são investidos na educação", afirmou.

Mais transparência

Outra alteração importante é a abertura para consulta pública de diversas informações do processo de seleção. Haverá uma página on-line com a relação das instituições de ensino credenciadas, dos estudantes cadastrados e recadastrados, dos cursos oferecidos e das bolsas de estudos concedidas e disponíveis. 

No momento do recadastro, o aluno que tiver alteração no Índice de Carência e registrar mudança na faixa de auxílio da bolsa receberá a porcentagem mediana de desconto na mensalidade. Entretanto, o estudante não perderá o benefício mesmo que a mudança o deixe fora do Índice de Carência – neste caso, passaria a receber bolsa com 25% de desconto sobre a mensalidade.

Seleção a partir de março

Os alunos interessados em participar do programa podem se cadastrar no site do Uniedu durante o ano inteiro. A classificação baseada no Índice de Carência é atualizada diariamente. A seleção dos estudantes beneficiados será feita a cada ano ou semestre, dependendo da instituição de ensino.

A próxima seleção de bolsas será feita na segunda quinzena de março. Os estudantes contemplados saem automaticamente da lista de classificação, garantem o direito à bolsa, e a lista é atualizada com os demais candidatos para o próximo período de seleção.

27 mil estudantes beneficiados em 2019

O programa Uniedu beneficiou 27.669 estudantes em 2019, sendo 25.818 em cursos de graduação, 1.342 de especialização, 320 de mestrado e 189 de doutorado. O número de bolsas é 60% maior em relação ao ano anterior, quando foram 17.559 alunos contemplados, sendo 16.127 para cursos de graduação e 1.432 para cursos de pós-graduação.

O valor investido também aumentou de forma considerável. O valor com bolsas de estudo para cursos de graduação cresceu de R$ 96 milhões em 2018 para R$ 185 milhões em 2019, alta de 92% no período de apenas um ano. Já o investimento em bolsas de pós-graduação alcançou R$ 12,8 milhões em 2019.

Sicilia Vechi e Gabriel de Lima 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Fone: (48) 3664-0353 / (48) 3664-0353 / 99132-5252
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
www.sed.sc.gov.br 

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99605-9196
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Mauricio Vieira / Secom

A chamada para a primeira reunião de pais da EEB Professor Ângelo Cascaes Tancredo, nesta quinta-feira, 13, lotou o ginásio da escola de Palhoça que aderiu ao modelo cívico-militar proposto pelo MEC. O encontro foi o momento de a direção da escola apresentar para os responsáveis dos  612 alunos o regulamento da unidade de ensino. Este foi o primeiro passo de uma série de ações que fazem parte da implementação do modelo, nesta e em mais duas escolas estaduais catarinenses.


Foto: Carlito Costa / Udesc Esag

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) está com inscrições abertas até 28 de fevereiro para um curso gratuito de empreendedorismo para pessoas com mais de 45 anos. O Curso de Formação Complementar em Administração é oferecido pelo programa de extensão Esag Sênior, do Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (Esag), no campus da Udesc na Avenida Madre Benvenuta, em Florianópolis.


Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Secom

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) marcou novas datas para a publicação e a matrícula da segunda chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Agora, a convocação ocorrerá nesta terça-feira, 11, até as 19h, enquanto a matrícula ocorrerá na sexta-feira, 14, em horários que serão estabelecidos pelos centros de ensino. As aulas começarão em 17 de fevereiro.


Foto: Osvaldo Nocetti / SED 

Para o retorno à sala de aula dos alunos da rede estadual, a Secretaria de Estado da Educação está entregando kits de material escolar. Serão 405 mil conjuntos repassados para todas as Coordenadorias Regionais de Educação, para estudantes do ensino regular e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

No Ensino Fundamental (anos iniciais e finais) todas as crianças matriculadas receberão os materiais para uso na escola, assim como os alunos do EJA. Já para o Ensino Médio, a entrega será conforme a demanda. 

“Esse é um investimento da Secretaria da Educação para prover recursos que sejam utilizados na sala de aula como incentivo às atividades didático-pedagógicas. Esperamos que esses instrumentos motivem ainda mais os estudantes da rede estadual. Nosso trabalho visa proporcionar as melhores condições onde a educação acontece”, destaca o secretário Natalino Uggioni.

O kit para os alunos dos anos iniciais conta com canetinha hidrográfica, cola branca e colorida, lápis de cor e material dourado para atividades relacionadas à matemática. Os anos finais também receberão itens como calculadora de bolso, régua, transferidor e esquadro. Os estudantes do Ensino Médio que precisarem irão receber um kit com seis itens, como caderno universitário, lapiseira e régua.

O processo de compra materiais escolares foi feito pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Para receber os kits, a SED aderiu à Ata de Registro de Preço (ARP) do FNDE. Foram investidos R$ 19.097.300,00 nos materiais escolares do ensino regular e EJA.

Entrega para o EJA prioritário

No mês de janeiro a SED começou a entrega de kits de material escolar para todos os alunos das unidades prisionais, escolas indígenas e comunidades quilombolas que frequentam a modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA). Cadernos de brochura, canetas, lápis, borracha, régua e calculadora fazem parte do material individual entregue. Ao todo, cinco mil kits chegam a 43 unidades prisionais, nove comunidades quilombolas e 19 escolas indígenas.

Distribuição de materiais por Regional

Araranguá
Anos Iniciais – 4709
Anos Finais – 6244
Ensino Médio - 2668
EJA – 672

Blumenau
Anos Iniciais – 8318
Anos Finais – 8662
Ensino Médio - 5301
EJA – 928

Braço Do Norte
Anos Iniciais –1439
Anos Finais – 2999
Ensino Médio - 1009
EJA – 514

Brusque
Anos Iniciais –4670
Anos Finais – 6605
Ensino Médio - 3295
EJA – 1147

Caçador
Anos Iniciais –1385
Anos Finais – 3693
Ensino Médio - 1495
EJA – 417

Campos Novos
Anos Iniciais –860
Anos Finais – 1906
Ensino Médio - 741
EJA – 511

Canoinhas
Anos Iniciais –2752
Anos Finais – 3864
Ensino Médio - 2105
EJA – 344

Chapecó
Anos Iniciais –5632
Anos Finais – 8509
Ensino Médio - 3589
EJA – 315

Concórdia
Anos Iniciais – 1248
Anos Finais – 2096
Ensino Médio - 1307
EJA – 546

Criciúma
Anos Iniciais –5581
Anos Finais – 10917
Ensino Médio - 4511
EJA – 828

Curitibanos
Anos Iniciais –1506
Anos Finais – 3117
Ensino Médio - 1149
EJA – 207

Dionísio Cerqueira
Anos Iniciais – 506
Anos Finais – 2212
Ensino Médio - 592
EJA – 97

Florianópolis
Anos Iniciais –23561
Anos Finais – 23311
Ensino Médio - 11391
EJA – 2676

Ibirama
Anos Iniciais –1690
Anos Finais – 3222
Ensino Médio - 1098
EJA – 519

Itajaí
Anos Iniciais –3507
Anos Finais – 6986
Ensino Médio - 8329
EJA – 1604

Itapiranga
Anos Iniciais – 475
Anos Finais – 1513
Ensino Médio - 491
EJA – 129

Ituporanga
Anos Iniciais –1567
Anos Finais – 3451
Ensino Médio - 1076
EJA – 481

Jaraguá do Sul
Anos Iniciais –2959
Anos Finais – 4957
Ensino Médio - 3411
EJA – 787

Joaçaba
Anos Iniciais – 454
Anos Finais – 3753
Ensino Médio - 1503
EJA –778

Joinville
Anos Iniciais – 6145
Anos Finais – 12071
Ensino Médio - 9203
EJA –1179

Lages
Anos Iniciais –5721
Anos Finais –8255
Ensino Médio - 2810
EJA –1313

Laguna
Anos Iniciais –3298
Anos Finais –5933
Ensino Médio - 1815
EJA –1238

Mafra
Anos Iniciais –2593
Anos Finais –4046
Ensino Médio - 1804
EJA –561

Maravilha
Anos Iniciais –2056
Anos Finais –4904
Ensino Médio - 1547
EJA –450

Palmitos
Anos Iniciais –1561
Anos Finais –2212
Ensino Médio - 763
EJA –238

Rio do Sul
Anos Iniciais –2204
Anos Finais –3859
Ensino Médio - 1344
EJA –457

São Bento do Sul
Anos Iniciais –1350
Anos Finais –2210
Ensino Médio - 1804
EJA –145

São Joaquim
Anos Iniciais –1086
Anos Finais –2370
Ensino Médio - 719
EJA –195

São Lourenço do Oeste
Anos Iniciais –67
Anos Finais –1247
Ensino Médio - 750
EJA  –200

São Miguel do Oeste
Anos Iniciais –616
Anos Finais –2201
Ensino Médio - 666
EJA –224

Seara
Anos Iniciais –528
Anos Finais –1767
Ensino Médio - 614
EJA –284

Taió
Anos Iniciais –1928
Anos Finais –2022
Ensino Médio - 990
EJA  – 257

Timbó
Anos Iniciais –3064
Anos Finais –3994
Ensino Médio - 2060
EJA – 411

Tubarão
Anos Iniciais –5130
Anos Finais –6215
Ensino Médio - 2192
EJA –524

Videira
Anos Iniciais –1439
Anos Finais –2005
Ensino Médio -1351
EJA – 456

Xanxerê
Anos Iniciais – 2494
Anos Finais –5572
Ensino Médio - 2094
EJA – 745

Informações adicionais para imprensa:
Sicilia Vechi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Fone: (48) 3664-0353 / (48) 3664-0353 / 99132-5252
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
www.sed.sc.gov.br 


Foto: Gabriel Lima / SED

O ano letivo na rede estadual de ensino começou com novidades em Joinville. Os alunos da Escola de Educação Básica Giovani Pasqualini Faraco receberam as boas-vindas do secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, na volta às aulas, nesta quinta-feira, 6, juntamente com a entrega de 126 kits de material escolar, 564 livros de literatura, 30 livros paradidáticos e móveis como cadeiras, sofás e mesas para a unidade de ensino. 

Durante a visita, o secretário anunciou o investimento de R$ 5.021.441 para obras de manutenção e reparos no primeiro trimestre nas escolas das coordenadorias regionais de Joinville, Jaraguá do Sul, Mafra e São Bento do Sul, sendo R$ 1,74 milhão apenas na região de Joinville. O valor poderá ser usado para reparos na estrutura das escolas, trocas em telhados, manutenção na fiação elétrica, consertos de vazamento e conservação, caracterizados como manutenção civil, que não demandam projetos de engenharia.

"É uma alegria chegarmos a uma escola bem cuidada, pronta para receber nossos alunos, professores e gestores na abertura do ano letivo. É o que esperamos para todas as escolas da nossa rede, para as quais estamos trabalhando. A educação acontece no dia a dia da escola e é para ela que precisamos trabalhar", destacou o secretário.

Estímulos para quem planeja

A entrega de livros para as escolas em todo o estado deve continuar ao longo deste semestre. Para estimular a leitura nas unidades de ensino e tornar a escola mais atrativa para os alunos, as escolas receberão 155 mil livros durante o primeiro semestre de 2020. São 600 títulos de literatura nacional e internacional que ficarão disponíveis para leitura dos estudantes nas bibliotecas.

A diretora da escola, Kátia Regina Benkendorf, comemorou as entregas. "O início do ano é sempre uma grande expectativa. Há muito planejamento para vislumbrarmos o ano inteiro. Com a chegada de kits de livros, computadores, material de limpeza, temos mais condições e conforto para nossos alunos e professores. Faremos o melhor uso possível."

Reforço para o início do ano

No início da semana, tomaram posse 119 servidores efetivos na Coordenadoria Regional de Joinville, entre professores, especialistas em assuntos educacionais e assistentes de educação. Os profissionais foram selecionados na terceira chamada do concurso público de 2017, que foi prorrogado no ano passado pelo Governo do Estado. Os efetivos ocupam vagas até então preenchidas por professores admitidos em caráter temporário.

Durante o período de férias escolares, a Secretaria de Estado da Educação concluiu a reforma do ginásio de esportes da EEB Professora Elvira Faria Passos, em São João do Itaperiú. Outras cinco escolas de Joinville também tiveram manutenção hidráulica e elétrica na estrutura do prédio durante o período de recesso, com investimento de R$ 88 mil.

Pensando na conservação das escolas e, consequentemente, no bem-estar dos alunos e servidores, a Secretaria de Estado da Educação iniciou em 2019 um contrato para roçada, capina e jardinagem nas 61 unidades de ensino da coordenadoria de Joinville. Outros serviços executados em todas as escolas foram a dedetização e a limpeza de reservatórios de água, como cisternas e caixas d’água.

Novos laboratórios de ciências

Em 11 escolas da rede estadual da região Norte, os alunos poderão aprender Matemática, Física, Química e Biologia de uma forma diferente, a partir de 2020. A Secretaria de Estado da Educação está equipando laboratórios para cada uma das quatro disciplinas em unidades da região Norte. As escolas selecionadas fazem parte de projetos com maior carga horária e foco em ensino no contraturno.

Desenvolvimento pedagógico nas escolas

O início do ano letivo também marca a implementação do Novo Ensino Médio em Santa Catarina. A região Norte terá 10 escolas incluídas, com carga horária maior, currículo mais flexível, aprofundamento do conteúdo e foco no desenvolvimento das competências do aluno. Os professores que atuam nessas escolas passaram por formação, para identificar em conjunto com a comunidade a melhor maneira de operacionalizar o modelo em cada unidade até a expansão completa em 2023.

Além disso, as escolas estaduais da rede organizaram a Formação Continuada de Professores da Educação Básica com objetivo de construir coletivamente novas formas e estratégias pedagógicas. Os profissionais também revisitaram o planejamento de adequação do Currículo Base da Educação Infantil e do Ensino Fundamental do Território Catarinense, que devem nortear os direitos de aprendizagem dos alunos. Os estudos também estão direcionados para auxiliar na elaboração do Currículo Base do Território Catarinense para o Ensino Médio.

Informações adicionais para imprensa:
Gabriel Duwe de Lima
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Fone: (48) 3664-0347 
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
www.sed.sc.gov.br 


Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

Centros e polos de apoio da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) aguardam 1,4 mil candidatos do Vestibular de Verão 2020 nesta quinta, 6, e na sexta-feira, 7, para matrícula em 52 cursos presenciais e a distância. As aulas começam em 17 de fevereiro. 

Após serem aprovados na primeira chamada da seleção, os candidatos precisarão comparecer nas secretarias dos centros e polos de apoio. Confira os locais e horários e os documentos necessários.

Quem tem menos de 18 anos precisará vir com os pais ou o responsável legal. Outra possibilidade é enviar um procurador constituído no lugar do futuro calouro. Os candidatos que não vierem ou deixarem de apresentar toda a documentação perderão o direito de vaga.

A Udesc, que prevê até mais cinco chamadas no cronograma, realizará a próxima convocação de candidatos em 10 de fevereiro, com matrícula nos dias 12 e 13.

As provas do Vestibular de Verão ocorreram em 24 de novembro, em nove municípios catarinenses: Balneário Barra do Sul, Balneário Camboriú, Chapecó, Florianópolis, Ibirama, Joinville, Lages, Laguna e São Bento do Sul. Dos 8.054 candidatos inscritos, 1.335 não vieram. A primeira chamada foi publicada em 10 de dezembro.

Mais informações

Mais informações sobre a matrícula podem ser obtidas na página oficial do Vestibular de Verão e com as secretarias acadêmicas dos centros.

Conheça o Guia do Aluno de Graduação e siga a universidade pelo Facebook, Instagram, Twitter, Udesc em Rede (newsletter e podcast), WhatsApp e YouTube. Após a matrícula, acesse office.udesc.br para obter gratuitamente e-mail institucional. pacote Office 365 e Windows 10 Educacional.

Mais informações para a imprensa:
Luiz Eduardo Schmitt
Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-8006/8010


Foto: Cristiano Estrela / Secom

A educação catarinense já está em clima de volta às aulas. Para algumas cidades do estado, as aulas começam nesta quarta-feira, 5, como nos municípios das Coordenadorias Regionais de Jaraguá do Sul, Canoinhas, Lages, São Joaquim, Campos Novos e Curitibanos. 

As Regionais de Araranguá, Chapecó, Criciúma, Dionísio Cerqueira, Itapiranga, Maravilha, Palmitos, Rio do Sul, São Miguel do Oeste, São Lourenço do Oeste e Taió têm o começo das aulas marcado para o dia 10 de fevereiro. As demais Coordenadorias começam o ano letivo nesta quinta-feira, 6, de acordo com o calendário oficial.

A Regional de Caçador ainda possui uma exceção. Os municípios de Rio das Antas e Matos Costa iniciam no dia 5 de fevereiro, enquanto os demais no dia 6 para se adequar à rede municipal. O mesmo ocorre na Regional de Seara, onde as cidades de Xavantina e Seara começam as aulas no dia 6 e as demais no dia 10. Em Itajaí, apenas uma escola, a EEB Nereu Ramos, começa as atividades no dia 10, pois está recebendo reparos após ter sido alvo de furto.

As Coordenadorias da Região Serrana anteciparam as aulas em um dia comparado ao calendário oficial, para que se possa remanejar a data em casos extremos de baixa temperatura.  Jaraguá do Sul optou pela antecipação do início do ano letivo para ter um dia de flexibilidade no calendário, já que sediará os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc).

As Regionais que irão começar no dia 10 pediram o adiamento do começo das aulas para se adequar ao início do ano letivo das redes municipais e, consequentemente, da atuação do transporte escolar nas regiões.

O secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, destaca que o calendário foi constituído de forma participativa, com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-SC) e a Federação Catarinense dos Municípios (Fecam).

“A escolha das datas partiu de uma estreita sintonia entre o Estado e os municípios, porque algumas ações, como o transporte escolar dos alunos, atendem em conjunto às redes municipais e estadual de Ensino. Neste calendário, regiões que começam no dia 5 têm três dias de flexibilidade durante o ano, enquanto as escolas que começam no dia 6 têm 2 dias, que são previstos para reposição de aulas”, explica o secretário, que dá as boas-vindas renovando os compromissos do Estado com a Educação.

“O papel da secretaria é exercer trabalho intenso envolvendo manutenções e reparos para que as escolas estejam asseadas e cada vez mais organizadas, a fim de recebermos nossos mais de 500 mil estudantes nas melhores condições para um grande ano letivo”, acrescenta. 

O ano letivo de 2020 da rede estadual terminará no dia 16 de dezembro e o recesso escolar será entre 20 de julho e 2 de agosto. Adequações no calendário podem ser feitas pelas escolas, juntamente com as Coordenadorias de Educação, de acordo com as necessidades e atividades locais e regionais. Ainda assim, é obrigatório o cumprimento à legislação, que determina o mínimo de 200 dias letivos e 800 horas-aula. A exceção fica por conta das escolas que aderiram ao Novo Ensino Médio, que devem cumprir no mínimo 1000 horas-aula de atividades.

Formação de Professores

Nesta semana, enquanto os estudantes se organizam para o início do ano letivo, as escolas estaduais promovem a Formação Continuada de Professores da Educação Básica da rede. A capacitação é uma das linhas de ação do Programa Minha Nova Escola, do Governo do Estado, que visa a Qualificação Permanente de todos os profissionais. 

Início das aulas: 5 de fevereiro

A Coordenadoria Regional de Educação de Campos Novos:
Abdon Batista, Brunópolis, Campos Novos, Celso Ramos, Ibiam, Monte Carlo, Vargem e Zortéa.

A Coordenadoria Regional de Educação de Canoinhas:
Bela Vista do Toldo, Canoinhas, Irineópolis, Major Vieira, Porto União e Três Barras.

A Coordenadoria Regional de Educação de Caçador:
Matos Costa e Rio das Antas

A Coordenadoria Regional de Educação de Curitibanos:
Curitibanos, Frei Rogério, Ponte Alta do Norte, Santa Cecília e São Cristóvão do Sul.

A Coordenadoria Regional de Educação de Jaraguá do Sul:
Corupá, Guaramirim, Jaraguá do Sul, Massaranduba e Schroeder.

A Coordenadoria Regional de Educação de Lages:
Anita Garibaldi, Bocaina do Sul, Campo Belo do Sul, Capão Alto, Cerro Negro, Correia Pinto, Lages, Otacílio Costa, Painel, Palmeira, Ponte Alta e São José do Cerrito.

A Coordenadoria Regional de Educação de São Joaquim:
Bom Jardim da Serra, Bom Retiro, Rio Rufino, São Joaquim, Urubici e Urupema.

Início das aulas: 6 de fevereiro

A Coordenadoria Regional de Educação de Blumenau:
Blumenau, Gaspar e Pomerode.

A Coordenadoria Regional de Educação de Braço do Norte:
Armazém, Braço do Norte, Grão Pará, Santa Rosa de Lima, São Ludgero e São Martinho.

A Coordenadoria Regional de Educação de Brusque:
Botuverá, Brusque, Canelinha, Guabiruba, Major Gercino, Nova Trento, São João Batista e Tijucas.

A Coordenadoria Regional de Educação de Caçador:
Calmon, Caçador, Lebon Régis, Macieira e Timbó Grande.

A Coordenadoria Regional de Educação de Concórdia:
Alto Belo Vista, Arabutã, Concórdia, Ipira, Ipumirim, Irani, Lindóia do Sul, Peritiba, Piratuba e Presidente Castello Branco.

A Coordenadoria Regional de Educação de Florianópolis:
Águas Mornas, Angelina, Anitápolis, Antônio Carlos, Biguaçu, Governador Celso Ramos, Florianópolis, Palhoça, Rancho Queimado, Santo Amaro da Imperatriz, São Bonifácio, São José e São Pedro de Alcântara.

A Coordenadoria Regional de Educação de Ibirama:
Apiúna, Dona Emma, Ibirama, José Boiteux, Lontras, Presidente Getúlio, Presidente Nereu, Vitor Meirelles e Witmarsum.

A Coordenadoria Regional de Educação de Itajaí:
Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Bombinhas, Camboriú, Ilhota, Itajaí, Itapema, Luiz Alves, Navegantes, Penha e Porto Belo.

A Coordenadoria Regional de Educação de Ituporanga:
Alfredo Wagner, Atalanta, Aurora, Chapadão do Lageado, Imbuia, Ituporanga, Leoberto Leal, Petrolândia e Vidal Ramos.

A Coordenadoria Regional de Educação de Joaçaba:
Água Doce, Capinzal, Catanduvas, Erval Velho, Herval d’Oeste, Ibicaré, Jaborá, Joaçaba, Lacerdópolis, Luzerna, Ouro, Treze Tílias e Vargem Bonita.

A Coordenadoria Regional de Educação de Joinville:
Araquari, Barra Velha, Balneário Barra do Sul, Garuva, Itapoá, Joinville, São Francisco do Sul e São João do Itaperiú.

A Coordenadoria Regional de Educação de Laguna:
Garopaba, Imaruí, Imbituba, Laguna, Paulo Lopes e Pescaria Brava.

A Coordenadoria Regional de Educação de Mafra:
Itaiópolis, Mafra, Monte Castelo e Papanduva.

A Coordenadoria Regional de Educação de São Bento do Sul:
Campo Alegre, Rio Negrinho e São Bento do Sul.

A Coordenadoria Regional de Educação de Seara:
Seara e Xavantina.

A Coordenadoria Regional de Educação de Timbó:
Ascurra, Benedito Novo, Doutor Pedrinho, Indaial, Rio dos Cedros, Rodeio e Timbó.

A Coordenadoria Regional de Educação de Tubarão:
Capivari de Baixo, Gravatal, Jaguaruna, Pedras Grandes, Sangão, Treze de Maio e Tubarão.

A Coordenadoria Regional de Educação de Videira:
Arroio Trinta, Fraiburgo, Iomerê, Pinheiro Preto, Salto Veloso, Tangará e Videira.

A Coordenadoria Regional de Educação de Xanxerê:
Abelardo Luz, Bom Jesus, Entre Rios, Faxinal dos Guedes, Ipuaçu, Lajeado Grande, Marema, Ouro Verde, Passos Maia, Ponte Serrada, São Domingos, Vargeão, Xanxerê e Xaxim.

Início das aulas: 10 de fevereiro

A Coordenadoria Regional de Educação de Araranguá:
Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Ermo, Jacinto Machado, Maracajá, Meleiro, Morro Grande, Passo de Torres, Praia Grande, Santa Rosa do Sul, São João do Sul, Sombrio, Timbé do Sul e Turvo.

A Coordenadoria Regional de Educação de Braço do Norte:
Rio Fortuna

A Coordenadoria Regional de Educação de Chapecó:
Águas Frias, Caxambu do Sul, Chapecó, Cordilheira Alta, Coronel Freitas, Guatambu, Nova Erechim, Nova Itaberaba e Planalto Alegre.

A Coordenadoria Regional de Educação de Criciúma:
Balneário Rincão, Cocal do Sul, Criciúma, Forquilhinha, Içara, Lauro Müller, Morro da Fumaça, Nova Veneza, Orleans, Siderópolis, Treviso e Urussanga.

A Coordenadoria Regional de Educação de Dionísio Cerqueira:
Anchieta, Dionísio Cerqueira, Guarujá do Sul, Palma Sola, Princesa e São José do Cedro.

A Coordenadoria Regional de Educação de Itapiranga:
Iporã do Oeste, Iporã do Oeste, Santa Helena, São João do Oeste e Tunápolis.

A Coordenadoria Regional de Educação de Maravilha:
Bom Jesus do Oeste, Flor do Sertão, Iraceminha, Maravilha, Modelo, Pinhalzinho, Romelândia, Santa Terezinha do Progresso, São Miguel da Boa Vista, Saltinho, Saudades, Serra Alta, Sul Brasil, Tigrinhos Formosa do Sul, Irati, Jardinópolis, Quilombo, Santiago do Sul e União do Oeste.

A Coordenadoria Regional de Educação de Palmitos:
Águas de Chapecó, Caibi, Cunha Porã, Cunhataí, Mondai, Palmitos, Riqueza e São Carlos.

A Coordenadoria Regional de Educação de Rio do Sul:
Agrolândia, Agronômica, Braço do Trombudo, Laurentino, Rio do Oeste, Rio do Sul e Trombudo Central.

A Coordenadoria Regional de Educação de São Lourenço do Oeste:
Campo Erê, Coronel Martins, Galvão, Jupiá, Novo Horizonte, São Bernardino e São Lourenço do Oeste.

A Coordenadoria Regional de Educação de São Miguel do Oeste:
Bandeirante, Barra Bonita, Belmonte, Descanso, Guaraciaba, Paraíso e São Miguel do Oeste.

A Coordenadoria Regional de Educação de Seara:
Arvoredo, Itá e Paial.

A Coordenadoria Regional de Educação de Taió:
Mirim Doce, Pouso Redondo, Rio do Campo, Salete, Santa Terezinha e Taió.

Informações adicionais para imprensa:
Sicilia Vechi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Fone: (48) 3664-0353 / (48) 3664-0353 / 99132-5252
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
www.sed.sc.gov.br 


Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Secom

Até esta quarta-feira, 5, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) receberá inscrições para 75 vagas de dois cursos de graduação gratuitos do Centro de Educação a Distância (Cead): Licenciatura em Pedagogia e Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia. Os candidatos aprovados começarão a ter aulas neste semestre, com encontros em Balneário Camboriú ou em Laguna, conforme o curso escolhido.


Fotos: Mauricio Vieira / Secom

A educação catarinense recebeu um reforço importante na manhã desta segunda-feira, 3,  quando um ato marcou a posse de 1.842 novos servidores na rede estadual de ensino. Os 1.348 professores, 237 especialistas em assuntos educacionais e 257 assistentes de educação passam a atuar em escolas de todas as regiões do estado. O governador Carlos Moisés e o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, participaram da cerimônia realizada no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis.

Acompanhados por familiares e amigos, os servidores fizeram o juramento e assinaram, entre aplausos e sorrisos, o termo de posse. Na coordenadoria de Florianópolis, houve o ingresso de 396 servidores, sendo 328 professores, 41 especialistas, 27 assistentes de Educação, 26 orientadores educacionais e dois administradores escolares.

O governador Carlos Moisés destacou os avanços na educação catarinense em 2019 e disse que o ingresso dos novos servidores ajudará na melhora da qualidade do ensino no estado, uma vez que os servidores efetivos possuem vínculo permanente e um espírito de pertencimento que faz com que haja maior conexão com os alunos.

“Algumas transformações já estão sendo sentidas. Estamos no caminho certo. Era compromisso da nossa gestão trazer mais efetivos para a educação e estamos cumprindo. Temos certeza que vamos atingir os nossos objetivos na Educação. Para isso, queremos contar com o apoio de cada um dos novos servidores”, destacou Carlos Moisés.

O secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, ressaltou que essa chamada incluiu pela primeira vez os professores de anos iniciais do Ensino Fundamental. Os nomeados desta etapa foram aprovados em concurso público realizado no ano de 2017 e que foi renovado por mais dois anos pelo Governo do Estado em setembro de 2019.

>> Mais fotos na galeria

“Essa chamada é um sinal concreto da nossa preocupação com a educação. Estamos falando de um incremento de 10% no quadro de professores efetivos e de 25% dos profissionais responsáveis pelas atividades de apoio pedagógico e de gestão. A nomeação traduz a responsabilidade que temos e contamos com a ajuda desses profissionais para fazer uma educação pública de qualidade”, salientou o secretário.

Uma das nomeadas era Elaine Cristina Evangelho dos Santos, de 38 anos. Ela levou o pai para acompanhar o momento da posse. Após 10 anos lecionando como ACT, a professora prestou o concurso em 2017 para os anos iniciais do Ensino Fundamental e aguardou dois anos sem indicação de que assumiria a vaga. Quando ouviu sobre a prorrogação do concurso e a terceira chamada, incluindo a categoria dos anos iniciais, renovou a esperança.

"A sensação é de paz e dever cumprido, já que, após tanto esforço, eu consegui alcançar o que sonhava. Também quero agradecer de forma especial por terem prorrogado o concurso, pois poderiam simplesmente ignorar os aprovados e continuar chamando os ACTs. O próximo passo é concluir o mestrado e fazer o melhor para os meus alunos", destacou Elaine, que lecionará na  EEB Prof Benonivio Joao Martins, no Bairro Brejaru, em Palhoça, mais próximo da sua casa.

Nomeação ocorreu no início de janeiro

Os servidores que assumiram o cargo nesta segunda-feira foram nomeados pelo Governo do Estado em 6 de janeiro de 2020, com a publicação no Diário Oficial em 9 de janeiro. Os 1.348 professores efetivos ocuparão vagas até então preenchidas pelos professores admitidos em caráter temporário (ACT).

Após a posse, os novos efetivos participam de atividades pedagógicas e treinamentos nas unidades escolares antes do início do ano letivo. Em 9 de janeiro de 2019, o governador Carlos Moisés já havia assinado a nomeação de 911 professores efetivos para a rede estadual.

Informações adicionais para imprensa:
Gabriel Duwe de Lima
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Fone: (48) 3664-0347 
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
www.sed.sc.gov.br