Encontre serviços e notícias do Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Verão SC: Programa Praia Acessível



Oportunidades


BANNER DEFICIENTES 01


Foto: Cristiano Estrela / Secom

Santa Catarina estabelece novas regras para o ingresso de bovinos e búfalos vindos de áreas livres de febre aftosa sem vacinação e reforça o controle contra brucelose. Com a decisão de que outros estados brasileiros buscarão o certificado de área livre da doença sem vacinação, Santa Catarina faz adequações na legislação e reforça o cuidado com a saúde de seus rebanhos.

A partir de agora será permitida a entrada de bovinos e búfalos oriundos de áreas livres de febre aftosa sem vacinação em Santa Catarina, reconhecidas pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), desde que cumpram algumas exigências. O estado exige, por exemplo, a identificação individual oficial de cada animal para comprovação de origem, além de proibir a entrada de bovinos imunizados com B19 contra brucelose.

"O grande objetivo dessa lei é proteger o rebanho de Santa Catarina. Nós já temos um controle grande de toda movimentação no estado e é proibida a entrada de animais vacinados de outros estados. À medida que outros estados forem retirando a vacinação contra aftosa e após o reconhecimento da OIE será permitida a entrada de bovinos e búfalos em Santa Catarina desde que sejam respeitadas as nossas exigências" explica o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa.

Proibição de entrada de bovinos e búfalos em SC

Referência em sanidade animal, Santa Catarina é o único estado do país reconhecido como área livre de febre aftosa sem vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). A erradicação da doença fez com que o estado tenha regras especiais para o trânsito de animais. Já que é proibido o uso de vacina contra febre aftosa em todo o território catarinense, não é permitida a entrada de bovinos provenientes de outros estados que ainda imunizam seus animais.

Modernização na defesa agropecuária

Santa Catarina conta hoje com 299 médicos veterinários do setor público e privado atuando na defesa agropecuária em todo o estado, além de 428 auxiliares agropecuários cuidando das 63 barreiras sanitárias. Desde o início de 2019, a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) vem intensificando o controle nas divisas, principalmente do transporte de animais e de produtos de origem animal, e os eventos agropecuários têm uma presença constante de médicos veterinários para a vigilância ativa dos rebanhos e de possíveis doenças.

As novas ações da defesa sanitária contemplam ainda a realização de simulados e treinamentos para reação a focos de doenças; análise de risco; ampliação de parcerias com a iniciativa privada para educação sanitária e vigilância; atuação em conjunto com outros órgãos do Governo do Estado para reforçar as ações de defesa agropecuária como, por exemplo, o trabalho com a Polícia Militar para modernização de barreiras sanitárias e controle de documentação.

Status sanitário diferenciado gera competitividade

Ser livre de febre aftosa sem vacinação foi fundamental para que Santa Catarina se tornasse líder na produção e exportação de carne suína. Hoje, Santa Catarina exporta carne suína para mais de 65 países e os embarques geraram receitas que passaram de US$ 760 milhões em 2019.

Além disso, a carne bovina e o leite produzidos no estado possuem um grande diferencial competitivo. "Somos área livre de febre aftosa sem vacinação, temos um dos menores índices de brucelose e tuberculose do país. Esses são diferenciais importantes que devem ser uma marca dos produtos catarinenses", ressalta o secretário Ricardo de Gouvêa.

Informações adicionais:
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural
imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48)-3664-4417/(48) 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br
www.facebook.com/AgriculturaePescaSC/


Foto: Divulgação / Polícia Civil

A Polícia Civil recepcionou nesta sexta-feira, 3, os agentes argentinos que atuarão em apoio à ação Verão Santa Catarina 2019/2020. Serão três policiais da Província de Misiones, na Argentina, que ficarão no estado até o fim da alta temporada para auxílio em ocorrências e atendimentos que envolvam turistas do país vizinho. A medida ocorre há vários anos por meio de um acordo de cooperação entre o Governo de Santa Catarina e a Província de Misiones.

Os policiais chegaram nesta quinta-feira, 2, em Santa Catarina, e nesta sexta-feira visitam as instituições da segurança pública catarinense. Os agentes atuarão em conjunto com integrantes da Polícia Civil, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, em Florianópolis, Balneário Camboriú e no litoral catarinense em geral, sendo que cada corporação terá um policial argentino à disposição.

“Esta troca de experiências é muito importante ao estado, ajuda aos turistas e também a nós, policiais”, destacou a delegada geral-adjunta, Ester Coelho, durante a recepção.

O capitão Luis Flores, da Província de Misiones, afirmou que os policiais argentinos atuam em conjunto com os brasileiros e o Consulado da Argentina nos atendimentos relacionados à comunicação, crimes, acidentes de trânsito, questões de saúde e deslocamentos necessários. “Esta parceria com Santa Catarina é muito bem vista pelo governo argentino e no nosso país, pois a cada ano o trabalho vem crescendo”, afirma Flores.

Também participaram da recepção na Delegacia Geral o delegado chefe de gabinete, Mário Martins, a delegada assessora Giovanna Depizzolatti e os agentes da Polícia Civil que atuam na ação Verão Santa Catarina 2019/2020 Rodrigo Forte e Renata Oro.

Informações adicionais para imprensa:
Diogo Vargas
Assessoria de Comunicação
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8708 / (48) 99119-8960
Site: www.pc.sc.gov.br 


Fotos: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

Atrações que animaram os visitantes da Ponte Hercílio Luz na noite desta quinta-feira, 2, as escolas de samba de Florianópolis retornam ao palco do projeto Viva Ponte nesta sexta, 3 e neste sábado, 4. Irão se apresentar Nação Guarani, Copa Lord, Consulado e Unidos da Coloninha.



Para uma estadia tranquila e segura de todos os turistas que visitam Santa Catarina nesta temporada, a Defesa Civil  preparou um material informativo com dicas de prevenção. O estado está localizada no maior corredor meteorológico da América do Sul, e por isso é comum o tempo virar e, em poucos instantes, aquele dia tranquilo de sol se transforma numa forte tempestade, com raios e vendavais. Além disso, as famosas chuvas de verão podem provocar alagamentos.

Por isso, é importante tomar alguns cuidados:

1 - Evite se abrigar ou estacionar embaixo de árvores ou linhas elétricas;

2 - Não permaneça no mar em caso de tempestade ou tempo instável;

3 - Não transite em áreas alagadas;

4 - Durante enxurradas não deixe crianças brincando no mar, em rios ou córregos. Elas podem ser levadas pela correnteza, as águas podem estar contaminadas e provocar doenças;

5 - Jamais se aproxime de cabos elétricos arrebentados;

6 - Evite áreas abertas como campos de futebol, quadras de tênis e estacionamentos ou praia;

7 - Fique longe de cercas de arame, varais metálicos, linhas aéreas e trilhos;

8 - Cuidado com locais que não tenham proteção contra raios (pequenas construções não protegidas, como celeiros, tendas ou barracas, quiosques, veículos conversíveis, motocicletas, bicicletas, etc);

9 - Evite estruturas altas como torres, linhas telefônicas, de energia elétrica e topo de prédios;

Para ficar bem informado cadastre o número de seu celular e receba gratuitamente alertas via SMS. Basta apenas enviar uma mensagem SMS para o número  40199 contendo o CEP do local onde você está hospedado.

Você pode acompanhar também todos os alertas e a previsão do tempo através das redes sociais e site da Defesa Civil de Santa Catarina. 

Informações adicionais para imprensa:
Flávio Vieira Júnior
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - DC
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889 / 99651-5888
E-mail: defesacivilsc@gmail.com
Site: www.defesacivil.sc.gov.br


Fotos: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

Os dias seguintes à reabertura da Ponte Hercílio Luz têm sido de muito trabalho e bons negócios para os comerciantes que se inscreveram no edital do Governo do Estado para oferecer opções gastronômicas e esportivas junto ao monumento. Na área de comidas e bebidas, os serviços começam às 8h da manhã e seguem até 20h. 

>>> Informações, notícias e fotos sobre a Ponte Hercílio Luz estão disponíveis aqui

O clima é de satisfação, como relata o empresário Vinicius Motta, de 35 anos. Ele foi autorizado a montar uma barraca de sorvetes junto à cabeceira insular e diz que o movimento tem sido muito bom.

“Estamos vendendo entre 600 e 700 casquinhas por dia. Tem feito calor e o pessoal aproveita para se refrescar. A venda de águas também está muito grande”, conta Motta, que tem um ponto fixo de venda de sorvetes no Bairro Santo Antônio de Lisboa, também na Capital. 

Entre os cervejeiros, o sentimento também é de recompensa. Dono de uma bicicleta do chope, Klecius Costa diz que o dia da reabertura foi o de maior movimento até aqui, por conta da novidade e do calor. 

“Está superando as expectativas. É muito bom ter a nossa ponte de volta. E ainda aproveitamos para que o povo conheça a nossa cerveja”, conta. 

Nos esportes de aventura, a procura não para. Um dos mais requisitados é o bungee jumping. Duas empresas operam a atração no lado continental da ponte. Uma delas veio do Rio Grande do Sul. O proprietário, Júlio César de Borba, destaca que a estimativa inicial era de 30 saltos por dia, número que foi superado diariamente.

“Fizemos 51 saltos no dia 30 e outros 51 no dia 31 de dezembro. No dia 1º, foram 71 saltos. Hoje devemos bater esse número. Tem sido uma experiência bastante diferente. Só viemos por conta de ser aqui na Ponte em um momento histórico”, diz Borba, que opera com uma equipe de oito pessoas. 

Escolas de samba embalam as noites

Assim como nos dias anteriores, as atrações culturais seguiram animando o público que caminhava pela ponte nesta quinta-feira, 2. No período da noite, estão previstos os shows das escolas de samba Dascuia e Protegidos da Princesa. 


Oficinas como a tecido acrobático também fazem parte da programação 

Na sexta-feira, tocarão a partir das 18h a Nação Guarani e a Copa Lord. No sábado, se apresentarão a Consulado e a Unidos da Coloninha.

O programação completa pode ser acessada em: https://www.sc.gov.br/vivaaponte/programacao-cultural/.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 



Página 14 de 664

Conecte-se