Encontre serviços e notícias do Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Verão SC: Programa Praia Acessível



Oportunidades


BANNER DEFICIENTES 01

Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Secom

A programação do Projeto Viva a Ponte, criado pelo Governo de Santa Catarina para celebrar o reencontro dos catarinenses com a Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, terminou em alto nível com a apresentação da Orquestra de Baterias, no fim da tarde deste domingo, 5. A partir de segunda-feira, 6, a ligação volta a ficar interditada parcialmente para serviços complementares e retirada das estruturas provisórias.

"Encerramos com a certeza de missão cumprida. Durante esses sete dias, todos pudemos viver e reviver a Ponte Hercílio Luz com música, dança, teatro e cultura. Nosso palco foi aberto para todos, de forma democrática e respeitosa. E hoje, para coroar, tivemos a 1ª Corrida da Ponte, a quebra de recorde nas alturas e a Orquestra de Baterias encerrando com chave de ouro", avalia o governador Carlos Moisés.

:: Veja mais fotos

A Orquestra de Baterias foi a última de uma série de atrações culturais, que, somadas aos esportes de aventura, levaram uma multidão à Hercílio Luz em sete dias de programação. Um total de 60 músicos entre bateristas convidados e banda base tocaram 13 músicas em pleno vão central do monumento. No repertório, sucessos como "Come Together", "Rancho de amor à Ilha”, “Vagabundo Confesso, além de outros hits da música nacional e internacional

Entre uma canção e outra, o vocalista e regente da Orquestra, Alexei Leão, fez uma pausa para pedir em casamento a namorada - agora noiva - Priscila Bilck.

Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Secom

Recorde sul-americano

Mais cedo, uma fita elástica esticada no alto entre as duas torres principais da Ponte Hercílio Luz foi o desafio escolhido pelo catarinense Rafael Bridi para fazer uma travessia inédita. Na manhã deste domingo, o atleta de highline percorreu o caminho de 340 metros entre os pontos mais altos do monumento, à uma altura de 40 metros da pista e aproximadamente 70 do nível da água.

Com o sucesso da travessia, sem queda, Bridi superou o próprio recorde sul-americano de highline urbano. "É bem difícil colocar em palavras a emoção que eu estou sentindo. É um prazer imenso ser manezinho da Ilha, catarinense, e fazer parte deste momento histórico de reabertura da Ponte", resumiu o atleta.

Foto: Júlio Cavalheiro/Secom

A façanha foi precedida de todas as precauções de segurança e do trabalho de uma equipe. Todos os profissionais fazem a travessia presos ao equipamento, que é fixado nas estruturas da ponte. O feito ainda exigiu dias de treinamento.

Conforme Bridi, o cansaço da preparação física e psicológica para a travessia foi um dos desafios para permanecer de pé sobre a fita durante todo o trajeto. "Também tem a pressão de ter apenas um dia para fazer a travessia, e por sorte tivemos um dia de tempo bom, pouco vento. E existe uma interação intensa com o público, porque no meio (do caminho entre as torres) a altura baixa para uns 25 metros, então fico bem próximo, e as reações são muito diversas", conta. "O dia 5 de janeiro de 2020 vai ficar marcado na minha história. Já me imagino sentado diante dos meus netos, contando a história de como o vô esteve atravessando a ponte", diz o atleta recordista.

Inclusão por meio do esporte

Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Secom

Quem visitou a Ponte Hercílio Luz na tarde deste domingo ainda teve a oportunidade do contato com atletas de jiu-jitsu e basquete para cadeirantes na cabeceira insular. Promovida pela Fesporte, a iniciativa teve por objetivo aproximar as pessoas com e sem deficiência por meio do esporte.

"Nosso Estado é referência para o Brasil. Acabamos de voltar das Paralímpiadas Escolares como segundo melhor do Brasil. Esta presença é para mostrar como a inclusão pelo esporte é importante, possível e visível. O Governo de Santa Catarina vem trabalhando muito forte nesse sentido", explica o gerente de Participação da Fesporte, Luiz Fernando Bezerra Salum.

O jiu-jitsu foi resultado de uma parceria com a Federação Catarinense de Jiu-Jitsu Paradesportivo e o basquete com cadeirantes foi uma iniciativa em conjunto com a Associação Florianopolitana de Deficientes Físicos (Aflodef).

Na arte marcial, os visitantes tiveram a oportunidade de receber lições de autodefesa com os atletas deficientes físicos. De acordo com o presidente da Federação, Daniel Borges, o objetivo é mostrar à população sem deficiência que os deficientes conseguem ser eficientes, mesmo com as limitações físicas. "A inclusão precisa de uma experiência social, e essa interação que criamos aqui gera empatia, que é o primeiro estagio para haver inclusão no dia a dia, nos ambientes públicos, no transporte. Somos muito gratos a essa oportunidade", expôs Fontes.

Obras continuam até março

Com o encerramento da programação cultural do Projeto Viva a Ponte, as obras na estrutura terão continuidade. O público ainda poderá acessar a Ponte pelas passarelas e pistas da cabeceira insular até a primeira torre, das 7h às 22h.

Nas próximas três semanas, ocorrerá a retirada das estruturas de sustentação provisórias sob a ponte. Ao finalizar a remoção da estrutura provisória, gradativamente o acesso às passarelas para travessia completa da Ponte será liberado.

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99605-9196
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Fotos: Divulgação / CBMSC

Sinalizações no mar de Canasvieiras, em Florianópolis, para prevenir afogamentos e reforçar a segurança dos banhistas foram instaladas pelo Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) neste sábado, 4. Foram colocadas boias apontando os pontos em que podem ocorrer uma mudança na profundidade bruscamente. 

O CBMSC também instalou 40 placas de sinalização, posicionadas a cada 50 metros e reforçou a presença de guarda-vidas, com 9 por dia, além de três pranchas de stand up paddle e ainda cinco cadeirões – que são espaços elevados para o monitoramento do mar realizado pelos guarda-vidas. As ações foram feitas em conjunto com a Prefeitura Municipal de Florianópolis.

Foto: Júlio Cavalheiro/Secom

O reencontro dos catarinenses com a Ponte Hercílio Luz foi um momento único. O sucesso da programação Viva a Ponte, promovida pelo Governo do Estado, com apresentações culturais, esportes radicais e operações de alimentação e bebida, foi um atrativo a mais para quem visitou o monumento.

Como a obra ainda está em andamento e para que seja finalizada em março de 2020, a partir de segunda-feira, 6, a estrutura volta a ser parcialmente interrompida para continuidade dos trabalhos, conforme cronograma estabelecido pela empresa responsável pela obra. Mas isso não interfere na visitação do público, que poderá acessar a Ponte pelas passarelas e pistas da cabeceira insular até a primeira torre, das 7h às 22h.

Nas próximas três semanas, por questões de segurança, considerando que a estrutura provisória de sustentação da parte inferior será removida, a visitação ocorrerá somente pela cabeceira insular. Das 22h às 7h, a Ponte será totalmente fechada para continuidade dos trabalhos. 

Ao finalizar a remoção da estrutura provisória, gradativamente o acesso às passarelas para travessia completa da Ponte será liberado. 

A decisão segue cronograma original para retirada das treliças inferiores, estruturas provisórias inferiores, reparos em pintura e outras ações de finalização.

De acordo com estimativas do Governo do Estado, desde a reabertura até a noite de sexta-feira, 3 de janeiro, já passaram mais de 480 mil visitantes pela ponte.

Programação

A prefeitura de Florianópolis está montando uma programação com atrações culturais, esportivas e de alimentação para ser realizada no entorno da Ponte Hercílio Luz. A agenda será divulgada nos próximos dias.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
Site: www.sc.gov.br


Fotos: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

O primeiro fim de semana após a reabertura da Ponte Hercílio terá atrações especiais. Além das apresentações culturais, no domingo pela manhã está programada a 1ª Corrida da Ponte, que teve as duas mil inscrições encerradas em apenas oito minutos. O trajeto de cinco quilômetros tem saída e chegada na cabeceira insular, com percurso passando por cima da Velha Senhora e ruas do Bairro Estreito.

>>> Leia mais: Ponte Hercílio Luz tem alteração em horários de visitação para continuidade das obras

Também no domingo, ocorrerá a partir das 17h uma apresentação da Orquestra de Baterias. O projeto realizará mais um feito inédito: 60 músicos entre bateristas convidados e banda base tocarão 13 músicas em pleno vão central do monumento. No repertório, sucessos como "Come Together", "Rancho de amor à ilha", “Vagabundo Confesso”, "Pense e dance", "We will rock you", além de outros hits da música nacional e internacional e que prometem animar o público.

Caso as condições climáticas estejam favoráveis, o catarinense Rafael Bridi vai protagonizar uma travessia inédita de highline. Expoente da modalidade mais extrema do slackline, o atleta vai cruzar o vão de 340 metros entre as duas estruturas mais altas da ponte, a 40 metros de altura da pista. A façanha está agendada para domingo, com apresentações programadas em dois turnos: das 11h30 às 14h30 e das 17h às 19h30.

Fechamento na pista de rolagem

No domingo, as pistas do vão central da Ponte Hercílio Luz serão fechadas para a 1ª Corrida da Ponte, a partir das 6h, com previsão de término às 11h.

Já das 11h às 16h, as pistas de rolagem da Ponte estarão com acesso restrito para pedestres, para preparação do local para o encontro de baterias. Haverá um corredor de para passagem do público, além das passarelas.

>>> Informações, notícias e fotos sobre a Ponte Hercílio Luz estão disponíveis aqui

Das 16h às 18h30, o vão central estará totalmente fechado para apresentação da Orquestra de Baterias. As pistas nas cabeceiras poderão ser acessadas, mas não será possível atravessar a ponte por elas, somente pelas passarelas de pedestres.

A partir das 18h30 será liberado o corredor de uma pista para passagem de pedestres.

As passarelas ficarão abertas durante todo o período.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


Foto: Julio Cavalheiro / Arquivo / Secom

Os proprietários de veículos emplacados em Santa Catarina irão pagar, em média, 2,4% menos de IPVA em 2020. O índice representa a desvalorização dos veículos em relação a 2019 de acordo com a tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), utilizada pela Secretaria de Estado da Fazenda (SEF/SC) como base de cálculo.

“Santa Catarina tem uma das menores alíquotas do país, o IPVA varia entre 1% e 2% do valor venal do veículo. Este será o quinto ano consecutivo que o imposto tem redução”, afirma o secretário da Fazenda, Paulo Eli.

A expectativa é que a arrecadação com IPVA em 2020 seja de R$ 2,1 bilhões. Desse total, 50% serão repassados, no ato do recolhimento, ao município onde o veículo estiver emplacado. Até novembro de 2019, o Estado arrecadou com o imposto R$ 1,8 bilhão, o que significa um incremento de 10,79% em relação ao ano anterior.

Calendário

O calendário de pagamento permanece o mesmo dos anos anteriores. Proprietários de veículos com placa final 1 têm até o último dia de janeiro para pagar em cota única. A Fazenda também oferece o parcelamento em três vezes. Nesse caso, o prazo da primeira parcela é o 10º dia dos meses de janeiro, fevereiro e março. Os contribuintes podem antecipar o pagamento a qualquer momento. Confira o calendário completo abaixo:

FINAL DE PLACA

COTA ÚNICA

PARCELAMENTO-COTAS

1

último dia de janeiro

10.01

10.02

10.03

2

último dia de fevereiro

10.02

10.03

10.04

3

último dia de março

10.03

10.04

10.05

4

último dia de abril

10.04

10.05

10.06

5

último dia de maio

10.05

10.06

10.07

6

último dia de junho

10.06

10.07

10.08

7

último dia de julho

10.07

10.08

10.09

8

último dia de agosto

10.08

10.09

10.10

9

último dia de setembro

10.09

10.10

10.11

0

último dia de outubro

10.10

10.11

10.12

IPVA em Santa Catarina - Alíquotas vigentes

2% para veículos de passeio, utilitários e motor-casa, nacionais ou estrangeiros;
1% para veículos de duas ou três rodas e os de transporte de carga ou passageiros (coletivos), nacionais ou estrangeiros;
1% para veículos destinados à locação, de propriedade de locadoras de veículos ou por elas arrendados mediante contrato de arrendamento mercantil.

Alíquotas de IPVA em outros estados

Rio Grande do Sul: 3%
Paraná: 3,5%,
São Paulo: 4%
Rio de Janeiro: 4%

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação da Secretaria da Fazenda
Michelle Nunes
Fone: (48) 3665-2575/ (48) 99929-4998
E-mail: jornalistaminunes@gmail.com
Sarah Goulart
E-mail: sgoulart@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2504/ (48) 99992-2089
Site: www.sef.sc.gov.br 
FACEBOOK: 
facebook.com/fazendasc

Página 13 de 664

Conecte-se