Encontre serviços e notícias do Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Verão SC: Programa Praia Acessível



Oportunidades


BANNER DEFICIENTES 01


Foto: Cristiano Estrela / Secom

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) divulgou o relatório de balneabilidade referente a coletas de 6 a 10 de janeiro. De acordo com o resultado, 65,8% dos 231 pontos analisados no Litoral catarinense estão próprios para banho.

Em Florianópolis, dos 87 pontos, 59 estão em condições de receber banhistas, inclusive o ponto 94 na Beira-mar Norte, em frente à Praça Esteves Junior, que pela segunda semana consecutiva está próprio. Os demais dois pontos analisados na Beira-mar Norte, em frente ao Monumento da Polícia Militar e da Rua Altamiro Guimarães, seguem impróprios.

No restante do Litoral, das 144 áreas onde há coleta, em 93 recomenda-se o mergulho, o que representa 64,6%. Com relação ao relatório anterior, 20 pontos passaram da condição de próprio para impróprio e sete de impróprio para próprio.

As amostragens e ensaios são efetuados nos municípios de Araranguá, Bal. Arroio do Silva, Bal. Gaivota, Bal. Camboriú, Bal. Rincão, Barra Velha, Biguaçu, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Gov. Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Balneário Piçarras, Porto Belo e São José.

De novembro a março, o IMA realiza semanalmente a pesquisa da qualidade da água do mar para banho humano e divulga no site balneabilidade.ima.sc.gov.br e pelo aplicativo Praia Segura, do Corpo de Bombeiros.

Informações adicionais à imprensa:
Claudia Xavier
Assessoria de Imprensa IMA
Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina
E-mail: comunicacao@ima.sc.gov.br
Fone: (48) 3665 4177 / (48) 99172 8277
Site: www.ima.sc.gov.br 


Foto: Patricia Zomer / Secretaria da Infraestrutura

Uma reunião na Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE), na tarde desta sexta-feira, 10, em Florianópolis, discutiu a situação da SC-305, que fica na região Oeste. A rodovia precisa de obras estruturais que ainda dependem de diagnóstico, projetos e liberação de recursos.

Participaram do encontro o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler, o diretor de Operações da pasta, Delbi Canarin, e o consultor da Central de Atendimento aos Municípios (CAM), da Casa Civil, Alessandro Vargas. 

Para melhorar a segurança dos usuários e amenizar os problemas, o Governo do Estado está realizando obras de recuperação asfáltica no trecho mais crítico, entre São Lourenço do Oeste e Campo Erê. É uma medida paliativa enquanto não é realizada a restauração completa da estrada, explica o secretário Carlos Hassler.

“Acredito que em pouco tempo a gente vai ter mitigado os problemas relativos aos buracos, lembrando que é um trecho complexo, onde precisa realmente fazer uma recuperação grande, um investimento. Nós aguardamos os recursos necessários para que esse grande projeto possa ser implementado. Até lá, temos que continuar com essa ação de tapa-buracos, sabendo que não é a solução definitiva”, afirmou Hassler.

Responsabilidades

A SC-305 está no mapa rodoviário estadual da região da Associação dos Municípios do Noroeste (AMNOROESTE) e integra o Projeto Recuperar. Porém, os recursos repassados para o Consórcio Interfederativo Santa Catarina (CinCatarina) são apenas para a conservação e manutenção, como pequenos buracos, roçada, limpeza de bueiros e sinalização horizontal e vertical. Obras mais complexas e estruturais não estão contempladas no convênio.

No trecho da rodovia em São Lourenço do Oeste, estão previstos pelo CinCatarina trabalhos de roçada, limpeza e sinalização. A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade fará as obras de tapa-buracos.

“Existem rodovias e trechos de estradas onde os serviços necessários à regularização da via superam os previstos na conservação rodoviária, a cargo dos consórcios. Neste caso, torna-se necessária uma parceria na execução, cabendo os trabalhos de maior complexidade às coordenadorias regionais da SEI, em complemento aos trabalhos dos consórcios, como no caso do trecho da SC-305 entre São Lourenço do Oeste e Campo Erê”, explica Alessandro Vargas.

Sobre o Projeto Recuperar

O Governo de Santa Catarina adotou um novo modelo de gestão das rodovias estaduais, no ano passado. Com a criação do Projeto Recuperar, passou a administrar e fazer a manutenção das rodovias de forma colaborativa com os municípios, através de consórcios. 

Cabe ao Governo o repasse dos recursos para a execução dos trabalhos, e aos municípios, ligados aos consórcios, apontar os trechos e serviços prioritários das rodovias.

A Casa Civil, através da Central de Atendimento aos Municípios (CAM), faz as discussões individuais com os consórcios e constrói o melhor modelo que atenda cada região. A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (SIE) dá seguimento à parceria, firma os convênios e fiscaliza os trabalhos.

O Projeto Recuperar encerrou 2019 com nove consórcios tratados, abrangendo 15 associações de municípios conveniadas.

Informações adicionais à imprensa:
Mauren Rigo e Márcia Callegaro
Assessoria de Comunicação
Casa Civil
E-mail: comunicacao@casacivil.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2005 / 98843-3497 / 3665-2104 / 98842-8479
www.fb.com/casacivilsc / @CasaCivilSC


Foto: Divulgação / Ministério da Saúde

A Secretaria de Saúde de Santa Catarina (SES), por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), recebeu 27 mil doses da vacina pentavalante do Ministério da Saúde nesta sexta-feira, 10. A dose protege contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e a bactéria haemophilus influenza tipo b (responsável por infecções no nariz e garganta). Desde maio de 2019, o Estado tem recebido quantitativo reduzido de vacinas.

Com o recebimento desta remessa, a Dive começa a distribuição das doses a todos os 295 municípios catarinenses. O Calendário Vacinal de Imunização prevê a aplicação de três doses da pentavalente em bebês: aos dois, quatro e seis meses.

Histórico

Até o mês de abril, Santa Catarina recebeu do Ministério da Saúde o número de doses da vacina pentavalente conforme solicitado pelo Estado. Depois disso, nos meses de maio e junho, veio uma cota reduzida em cerca de 50%. Em julho, foi recebido 44% do lote mensal.

Nos meses de agosto e setembro, SC não recebeu doses da pentavalente. No início de outubro, uma remessa com 11 mil doses foi encaminhada ao Estado. No dia 25 de outubro, mais 22 mil doses chegaram e esse tinha sido o último lote até então.

Informações adicionais para a imprensa:
Patrícia Pozzo
Núcleo de Comunicação
Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive)
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
www.dive.sc.gov.br


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

A governadora em exercício, Daniela Reinehr, prosseguiu com seu roteiro de vistorias pelas estradas do Oeste catarinense na manhã desta sexta-feira, 10. Ela partiu de Itapiranga, na divisa com a Argentina, e seguiu um trecho da SC-283 até Mondaí, uma rodovia ainda não pavimentada. 

Em seguida, ela rodou por parte das SCs 163, 386 e novamente na 283, passando pelos municípios de Mondaí, Riqueza e Caibi. 

>>> Mais fotos do roteiro aqui 

Por fim, rodou pelas BRs 158, em Cunha Porã, e 282, entre Maravilha e Chapecó. Ao todo, foram cerca de 200 quilômetros em 4 horas. No entroncamento das duas rodovias federais, a governadora em exercício encontrou muitos cereais na beira da estrada, parte da carga da produção da região que se perde em função da má condição de trafegabilidade. 

Segundo Daniela, os vídeos da situação das rodovias já foram enviados para autoridades federais. Na próxima semana, a governadora em exercício cumprirá agenda em Brasília para ir em busca de recursos para as BRs que cortam o Oeste. 

“Temos desafios gigantes pela frente, mas cabe a nós ir à luta e conseguir esses recursos. Esse descaso vem de muito tempo, mas precisamos de infraestrutura para nos desenvolvermos plenamente. Perdemos muito da nossa produção por conta das rodovias ruins. Isso precisa mudar”, destacou. 

Homenagem em Maravilha

No fim da manhã, a governadora em exercício recebeu uma homenagem da Câmara de Vereadores de Maravilha, a sua cidade natal, por se tornar a primeira mulher a assumir, ainda que interinamente, o Governo do Estado. 

Na ocasião, Daniela agradeceu pela placa e reafirmou seu compromisso em lutar por uma infraestrutura de qualidade para o Grande Oeste. O roteiro pela região segue até o sábado.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


Foto: Arquivo / SED

A nomeação de 1.842 profissionais efetivos para o quadro do magistério da rede estadual de ensino de Santa Catarina foi publicada nesta quinta-feira, 9, no Diário Oficial do Estado. Dentre os profissionais, 1.348 são professores, 237 especialistas e 257 assistentes de educação. A partir da nomeação, os novos servidores deverão providenciar a documentação solicitada e entregar nas Coordenadorias Regionais de Educação.

O ato de posse será realizado no dia 3 de fevereiro em cada região do estado. Após isso, os novos efetivos participam de atividades pedagógicas e treinamentos nas unidades escolares antes do início do ano letivo. Os 1.348 professores efetivos ocuparão vagas até então preenchidas pelos professores admitidos em caráter temporário (ACT).

Página 11 de 668

Conecte-se