Encontre serviços e notícias do Governo de SC

 

Vídeos

Coronavírus: sintomas e prevenção



Oportunidades


BANNER DEFICIENTES 01


Foto: Cristiano Estrela / Arquivo / Secom

Não clique em links com mensagens suspeitas, com expressões do tipo “urgente!”, “atenção!”, “leia!”, “não deixe de repassar!”, “Compartilhem antes que excluam!”, “Divulgue para seus contatos!” ou com ofertas fora do comum. Verifique a informação e não repasse qualquer conteúdo sem a devida confirmação. As dicas são da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) da Polícia Civil, unidade da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC) e do Ciberlab do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Diante da pandemia do coronavírus, policiais civis observam a necessidade de se fazer o alerta também aos golpes em links relacionados à Covid-19, pois criminosos costumam a se aproveitar do momento para ludibriar as pessoas.

Segundo o delegado Luis Felipe Rosado, já há casos em outros Estados em que golpistas utilizam informações sobre o coronavírus e obtém acesso a informações pessoais. “Fazemos esse alerta de cuidado às pessoas sobre golpes praticados por redes sociais, aplicativos de mensagens e mensagens de texto relacionados ao coronavírus. Caso tenha sido vítima faça um Boletim de Ocorrência na Delegacia Virtual da Polícia Civil, sem a necessidade de ir a uma delegacia”, avisa o delegado. A denúncia também pode ser feita pelo 181 ou WhatsApp: (48) 98844-0011.

>>>>Acesse a Delegacia Virtual em www.pc.sc.gov.br

Dicas para não cair em links falsos

Veja algumas dicas para se proteger de crimes cibernéticos.:

  • Cuidado com URLs (links) dos sites que for acessar, muito deles podem ser bem similares aos dos sites verdadeiros, porém com uma ou outra letra diferente.
  • Atenção redobrada com notícias sensacionalistas, ofertas excepcionalmente boas e outras ocasiões que se mostrem fora do comum.
  • Suspeite de mensagens com as expressões: "Urgente!", "Atenção!", "Leia!", "Não deixe de repassar!", "Compartilhem antes que excluam!",  "Divulgue para seus contatos!"
  • Fique atento aos erros de português dos textos e páginas com layout mal construídas
  • Cuidado com situações que exigem dinheiro ou dados de cartões de crédito
  • Sempre confirme se a informação é verdadeira. Caso seja suspeita, não repasse

Fonte: Ciberlab - Ministério da Justiça e Segurança Pública e DEIC/SC

Ações de prevenção ao coronavírus em Santa Catarina

Os dados oficiais do Governo do Estado em relação ao novo coronavírus são atualizados no sitewww.coronavirus.sc.gov.br. As notícias relacionadas às medidas para combater a propagação da doença também podem ser conferidas aqui. As informações também podem ser acompanhadas por Youtube, Instagram e Facebook do Governo de Santa Catarina. 

Informações adicionais para imprensa:
Diogo Vargas
Assessoria de Comunicação
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8708 / (48) 99119-8960
Site: www.pc.sc.gov.br 


Foto Divulgação / PMSC

A  Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) está trabalhando de forma efetiva para orientação e fiscalização do cumprimento do Decreto do Governo do Estado com medidas restritivas para evitar a propagação do novo coronavírus em solo catarinense. Até terça-feira, dia 24, desde a publicação do primeiro decreto governamental foram atendidas 1.025 ocorrências, nas quais foram realizadas 793 notificações e 76 interdições de estabelecimentos.

Além disso, foram lavrados 113 termos circunstanciados (quando o policial elabora um relatório no local e o envia ao Poder Judiciário, que fica com a incumbência de marcar uma audiência com o autor da conduta) e sete pessoas foram presas em razão do descumprimento das determinações.

Segundo o comandante-geral da PMSC, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Junior, quando alguém é flagrado na rua em grupos ou ajuntamentos, principalmente em praias, praças, parques e áreas de lazer, o Policial Militar faz uma abordagem de orientação recomendando o isolamento. “Caso haja recusa ou reticência em atender, ele é notificado pelo policial. Se mesmo assim não for atendido, o agente irá lavrar um Termo Circunstanciado e uma audiência no fórum é marcada para ele se explicar”, esclarece.

Além do número 190, os cidadãos podem acionar a Polícia Militar através do aplicativo PMSC Cidadão. Nesse período, os telefones de emergência da PMSC podem estar congestionados e, por meio do aplicativo, o atendimento será mais rápido. Para baixar o aplicativo, o cidadão pode utilizar as lojas virtuais, tanto do sistema Android como o IOS.

Araújo Gomes destaca que os policiais recebem diariamente um boletim com todas as atualizações legais para estudar e fazer a aplicação correta da legislação e suas interpretações. "A PMSC é uma corporação totalmente mobile, permitindo que tenhamos um acesso rápido aos policiais da ponta por seus equipamentos e aplicações. Além disso, estamos reforçando o caráter humanitário da missão e a apreensão das pessoas como um fator que influencia no humor de todos e requer atenção no atendimento”, completou.

Ações educativas

A PMSC também está realizando um trabalho educativo, colocando cartazes produzidos pelo Governo do Estado e que foram distribuídos para todo o efetivo estadual através de cada Organização Policial Militar (OPM). 

Os cartazes dão orientações aos cidadãos catarinenses sobre como devem atender às medidas apresentadas nos dois decretos publicados pelo Governo Estadual. São dois tipos de materiais que devem ser colocados em locais onde não devam circular pessoas e com orientações às pessoas referentes aos cuidados a serem tomados sobre o novo coronavírus. Além de fixar o cartaz, o policiamento está orientando toda a população a ficar em casa.

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Imprensa
Marcelo Passamai
Polícia Militar de Santa Catarina - PMSC
E-mail: ccschefia@pm.sc.gov.br e ccssubchefia@pm.sc.gov.br
Fone: (48) 3229-6920/3229-6921
Site: www.pm.sc.gov.br 

 

Descrição do áudio:

Santa Catarina tem 109 casos confirmados do novo coronavírus, conforme boletim de atualização divulgado pelo governador Carlos Moisés em coletiva de imprensa nesta terça-feira, 24./
O número de casos suspeitos caiu de 410 para 336, mas há pacientes com diagnóstico positivo para a doença Covid-19 em todas as regiões do Estado./
O governador destaca que não há registro de óbitos e o cidadão deve ter cuidado com as informações falsas./
SONORA
Os dados oficiais do Governo do Estado são atualizados no site www.coronavirus.sc.gov.br.//

 

 

Duração: 1 Min 19 Seg
Apresentação: Leonardo Franzoni
Técnica: Leonardo Franzoni
Produção: Serviço de Rádio da Secretaria Executiva de Comunicação
Contato: (48) 3665-3051 
E-mail: radiosecom@gmail.com


Foto: Divulgação 

O Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Social, antecipou o pagamento de R$ 7,8 milhões referentes à primeira parcela do cofinanciamento para a rede de assistência social dos municípios catarinenses. O adiantamento é uma das medidas para auxiliar na situação de emergência em saúde pública no Estado de Santa Catarina devido à pandemia do novo coronavírus.

“Esta antecipação autorizada inclusive será importante porque, em construção com o Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social, os municípios terão maior autonomia para escolher a forma de utilização dos recursos em seus serviços”, explica a secretária de Desenvolvimento Social, Maria Elisa De Caro.

>>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

O total a ser repassado é de R$ 23 milhões, em três vezes, conforme pactuado na Comissão Intergetores Bipartite (CIB), em 12 de março de 2020, na cidade de Jaraguá do Sul. A Resolução da CIB foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta segunda, 23, e já está em vigor. Após a publicação da Resolução do Conselho Estadual de Assistência Social -(CEAS), que delibera sobre a utilização dos recursos, caberá aos municípios que enviem o plano de trabalho com a documentação para que ocorra o repasse. 

De acordo com a resolução da CIB, o critério de partilha será de acordo com o número de Centros de Referência de Assistência Social (Cras) de cada município, que poderá utilizar nos serviços de  Proteção Social Básica, Proteção Social Especial de Média Complexidade, Proteção Social Especial de Alta Complexidade e Benefícios Eventuais.

Ações de prevenção ao coronavírus em Santa Catarina

Os dados oficiais do Governo do Estado são atualizados no site www.coronavirus.sc.gov.br. As notícias relacionadas às medidas para combater a propagação da doença também podem ser conferidas aqui. As atualizações também podem ser acompanhadas por Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado. 

Mais informações para imprensa:
Marta Scherer
Assessoria de Comunicação 
Secretaria de Desenvolvimento Social - SDS
Fone: (48) 3664-0916
E-mail: ascom@sst.sc.gov.br

 


Arte / Secom

Santa Catarina tem 109 casos confirmados do novo coronavírus, conforme boletim de atualização divulgado pelo governador Carlos Moisés em coletiva de imprensa nesta terça-feira, 24. Há pacientes com diagnóstico positivo para a doença Covid-19 em todas as regiões do Estado.

Os municípios com casos confirmados (por localidade de notificação) são: Florianópolis (20), Itajaí (10), Balneário Camboriú (9), Tubarão (9), Braço do Norte (9), Criciúma (9), Blumenau (7), São José (6), Joinville (4), Imbituba (4), Navegantes (3), Chapecó (3), , Gravatal (2), Jaguaruna (2), Jaraguá do Sul (2), Porto Belo (2), Rancho Queimado (2), Içara (1), Laguna (1), Lages (1), Pomerode (1), Gaspar (1) e Tijucas (1).

O governador Carlos Moisés reforçou o apelo para que as pessoas realizem o isolamento social voluntário. “Essa é a medida mais adequada para o melhor resultado da proteção de todos. Nosso estado já enfrentou muitos desastres, mas os catarinenses são um povo muito preparado, que tem muita resiliência, que consegue se reinventar e se reconstruir mesmo diante das adversidades”, afirmou.

O número de casos suspeitos caiu de 410 para 336, de acordo com o boletim divulgado pelo governador. “É o resultado do esforço individual de cada catarinense. Precisamos continuar protegendo os nossos idosos, aqueles pacientes que têm doenças pré-existentes, que são os mais vulneráveis”, complementou.

O secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, reforçou a avaliação favorável da redução do número de casos suspeitos. “Percebemos uma evolução desse quadro e isso se reflete em uma situação positiva para o Estado”, afirmou.

Os dados oficiais do Governo do Estado são atualizados no site www.coronavirus.sc.gov.br. As notícias relacionadas às medidas para combater a propagação da doença também podem ser conferidas aqui. As atualizações também podem ser acompanhadas por Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado. 

>>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Ações para conter a propagação do vírus

A melhor forma de frear o avanço do coronavírus é a prevenção:

  • Caso o paciente apresente os sintomas da doença, como febre, tosse, falta de ar, dores musculares e de cabeça, deve procurar atendimento em uma unidade básica de saúde. Não procure um hospital.  Lá os agentes de saúde farão o devido encaminhamento, se necessário, e darão as orientações em relação ao tratamento
  • Em caso de dúvidas sobre onde procurar ajuda, as pessoas devem ligar para o número 136, do Disque Saúde, disponibilizado pelo Ministério da Saúde
  • Somente serão transferidos para UPAs ou hospitais pacientes em estado mais grave. Os sintomas do coronavírus são semelhantes ao de gripe e a recomendação para quem não tiver o caso agravado é que fique em isolamento e monitoramento em casa
  • Idosos e pessoas com doenças crônicas evitem ir a eventos fechados e a locais com aglomeração
  •  Evite viajar se estiver com febre ou tosse
  • Evite contato com pessoas que estiverem visivelmente doentes, principalmente com sintomas respiratórios (tosse ou coriza)
  • Higienize as mãos frequentemente, seja com água e sabão ou álcool gel
  • Evite tocar os olhos, nariz e boca
  • Pratique a etiqueta da tosse: ao tossir e espirrar, cubra a boca com lenço descartável ou antebraço. Descarte o lenço imediatamente
  • Se você ficar doente durante uma viagem, procurar imediatamente a tripulação ou equipe médica de bordo
  •  Na viagem, evite a ingestão de alimentos de procedência duvidosa ou inadequadamente preparados
  • Evite o contato com animais silvestres ou animais doentes
  • Evite que crianças e adolescentes com menos de 14 anos mantenham contato prolongado com pessoas com mais de 65 anos
  • Evite a circulação em locais com grande aglomeração de pessoas, inclusive praias, lagos e lagoas

 

Mais informações para a imprensa:
Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br

Página 8 de 728