Encontre serviços e notícias do Governo de SC

 

Vídeos

Inovação do Governo gerou economia de R$ 61,3 milhões



Oportunidades


BANNER DEFICIENTES 01


Atletas de São Bento do Sul (masculino) e Blumenau (feminino) comemoram o título de campeão geral da ginástica artística. Foto: Heron Queiroz/Fesporte

A etapa estadual da 17ª edição Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) será de 7 a 14 de outubro em Rio do Sul com a participação de mais de 2,5 mil atletas. Mas, mesmo antes da competição começar, três modalidades já conhecem seus campeões: a natação, a ginástica rítmica (GR) e a ginástica artística (GA).

A primeira definição veio na natação, realizada no dia 17 de setembro, no complexo aquático da Unisul, em Palhoça. Joinville foi o campeão no masculino e Jaraguá do Sul no feminino.

Neste domingo, 1º, em Blumenau, mais dois campeões foram conhecidos nas duas modalidades da ginástica: a artística e a rítmica. Na artística, entre os homens, a façanha de ser campeão geral coube ao time de São Bento de Sul, que bateu o favorito Blumenau, que era o campeão da edição anterior.

Os são-bentenses somaram  204,500 pontos. deixando os blumenauenses em segundo lugar, com 203, 650 pontos. Itajaí fechou sua participação em terceiro lugar, com 191,800 pontos.

Acostumado a disputar competições internacionais, o treinador campeão de Brusque, o armênio Vachik, disse que o título é importante no processo de formação de atletas, mas faz uma ressalva: “o ideal não é o título em si, mas fomentar um trabalho que leve a formação de atleta olímpico. Para isso precisamos de apoio das instituições”.

Entre as mulheres, não houve surpresa na GA e, como no ano anterior, Blumenau levou o título de campeão geral com 182, 267 pontos, deixando em segundo lugar Itajaí, com 177, 483, e Florianópolis, em terceiro lugar com 163,550 pontos.

Os atletas destaques da ginástica artística, ou seja, os melhores do torneio, que conquistaram a medalha de ouro no individual geral foram: Victor Hugo Rigueira Zagulski, 10 anos, de Blumenau, e Adriana Druck, 12 anos, de Itajaí. Eles foram os melhores em todos os aparelhos no primeiro dia de competição.

Brusque vence a ginástica rítmica

Na ginástica rítmica, Brusque foi campeã geral ao somar  54,08 pontos, deixando o município de Chapecó em segundo lugar com 53 cravados. Florianópolis fechou sua participação em terceiro lugar com 50, 55 pontos. O destaque individual coube a ginasta Thayná Martins, de Brusque.

Agora, após Blumenau sediar as competições da ginástica artística e ginástica rítmica, as atenções se voltam para São Bento do Sul, que no período de 7 a 14 de outubro sediará a etapa estadual da Olesc com as demais modalidades: atletismo, ciclismo, futsal, handebol, voleibol, basquete, judô, caratê, tênis, tênis de mesa e xadrez.

A Olesc é uma promoção do Governo do Estado, por intermédio da Fesporte, com parceria da Prefeitura de São Bento do Sul e 12ª Agência de Desenvolvimento Regional.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 


Fotos: Ana Paula Keller / ADR Joinville 

A inauguração dos 13 novos leitos de UTI Neonatal no Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria e a entrega da cobertura e melhorias na infraestrutura da Maternidade Darcy Vargas estão confirmadas para a última quinzena do mês de novembro. O anúncio foi feito pelo secretário de Estado da Saúde, Vicente Caropreso, nesta sexta-feira, 29, em Joinville. Acompanhado da secretária executiva da Agência de Desenvolvimento Regional de Joinville, Simone Schramm, Caropreso acompanhou as obras em ambas as unidades de saúde.


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira reuniram nesta sexta-feira, 29, no Teatro Pedro Ivo, anexo à sede do Governo do Estado, em Florianópolis, servidores estaduais para compartilhar a conquista de Santa Catarina na segunda posição no Ranking de Competitividade dos Estado de 2017.

“Foi muito bom partilhar com toda a equipe de governo e com cada um dos servidores, mostrando que quando há uma equipe, e a direção é superar resultados e vencer desafios, a gente consegue. Os números realmente são bons e o atestado disso é a documentação feita por institutos idôneos e que mostram o que é exatamente. Santa Catarina conseguiu se superar e está vencendo a crise. É importante que a equipe continue motivada e trabalhando junto. Esse foi o objetivo dessa reunião”, disse colombo.

O secretário de Estado da Comunicação de Santa Catarina, João Debiasi, abriu a cerimônia falando do prêmio excelência em competitividade no destaque internacional. Apresentou um resumo do Ranking, onde Santa Catarina subiu o posto para segunda posição ficando atrás de São Paulo e do prêmio de Destaque Internacional. A avaliação é realizada pelo Centro de Liderança Pública (CLP) desde 2011, quando SC estava em 7º lugar.



>>> Mais imagens na galeria

“Esse prêmio mostra claramente e por instituições isentas de qualquer coisa, que é por isso que o nosso Estado foi o último a entrar​ na crise e o primeiro a sair. Comprova uma série de políticas públicas que têm sido implantadas ao longo dos anos, que traz bom desempenho de Santa Catarina. Somos o segundo mais competitivo do Brasil e quando comparado nosso índices com países desenvolvidos de primeiro mundo, nós vencemos e estamos acima de vários outros”, explicou Debiasi.

Na reunião, o governador e o vice homenagearam a servidora da Secretaria de Estado da Educação, Sofia Maria Berka Scheidt, com o troféu Destaque Internacional recebido em São Paulo durante a premiação do Ranking de Competitividade dos Estado. “Esse é um trabalho de longos anos, não é de um governo e sim do Estado. Não foi feito por uma pessoa, mas por todos nós e gostaria de entregar esse troféu para alguém que represente todos. Foi aí que escolhemos a servidora com mais tempo trabalhando no governo que, simbolicamente e justamente, seria a pessoa que deveria deter esse troféu. Está há mais de 50 anos sem licença e sem pensar em se aposentar”, explicou Colombo.

“Um gesto importante de dividir com todos os servidores pelo menos aqueles que nos ajudam a fazer com que Santa Catarina seja ainda mais competitivo e tenha indicadores sociais, econômicos e extremamente significativos a nível do Brasil. A final de contas ficamos atrás apenas de São Paulo. Isso é muito importante para o futuro de Santa Catarina”, disse o vice-governador.

Transmissão de cargo

Na ocasião o governador Raimundo Colombo entregou ao vice um presente de casamento e em seguida realizou a transmissão de cargo de chefe do poder executivo, devido a uma viagem ao exterior até a próxima semana.

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Jaqueline Noceti / Secom

A abertura de 6,1 mil novas vagas de emprego em agosto, conforme o Caged, foi um dos temas do programa Com a Palavra, o Governador desta sexta-feira, 29. Raimundo Colombo informou que o Estado só ficou atrás de São Paulo na geração de emprego, no período. “Esses números sugerem várias leituras, uma delas, é que há um sinal de melhora da atividade econômica como um todo. E o emprego é um dos indicadores mais valiosos e humanos dessa retomada”, disse o governador na abertura da entrevista. A próxima etapa de transferência de carga na ponte Hercílio Luz e o novo modelo de atendimento dos serviços de emergência pelo Corpo de Bombeiros e Samu foram os outros assuntos do semanal.


Foto de arquivo / Secom

Mais uma boa notícia para o agronegócio catarinense. A Agência de Inspeção Sanitária e Quarentena (QIA) da Coreia do Sul publicou a lista de empresas catarinenses habilitadas a exportar carne suína para o país. Inicialmente são três plantas autorizadas, sendo as únicas em todo o Brasil: BRF de Campos Novos, Aurora Alimentos de Chapecó e Pamplona Alimentos de Presidente Getúlio. A expectativa é de que Santa Catarina venda pelo menos 30 mil toneladas de carne suína por ano para a Coreia do Sul.

O governador Raimundo Colombo comemorou a notícia, lembrando que a Coreia é o quarto importador de carne suínda do mundo, sendo um grande cliente para Santa Catarina. Para ele, a conquista é a realização de um sonho. "Se transforma em emprego, em desenvolvimento, em valorização do nosso trabalho, da nossa produção. Isso é tudo que a gente queria", ressaltou. Colombo ainda lembrou o caminho percorrido para se ter esse mercado aberto, com muita negociação e conversa. 

A Coreia tem 50 milhões de consumidores. O secretário da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, também destaca a longa jornada para essa conquista. “As negociações com a Coreia do Sul acontecem há 10 anos e o nosso status sanitário diferenciado fez toda a diferença nesse processo. Hoje somos uma referência em sanidade animal e isso abre portas para os mercados mais competitivos do mundo”.

Desde 2016, o Governo de Santa Catarina estreitou os laços com a Coreia do Sul para agilizar as exportações de carne suína. Tanto que em julho, uma comitiva catarinense, liderada pelo governador Raimundo Colombo, visitou o país e iniciou as tratativas que resultaram na habilitação de três frigoríficos catarinenses.

“Essa é uma conquista do Estado de Santa Catarina, mas, principalmente, dos produtores rurais. A parceria formada entre Governo do Estado, produtores e iniciativa privada foi fundamental para que chegássemos onde estamos hoje. A busca pela excelência sanitária está gerando frutos, trazendo mais riquezas para o nosso Estado e mostrando toda a força do agronegócio catarinense”, ressalta Moacir Sopelsa.

Suinocultura em SC

Santa Catarina é o único estado brasileiro livre de febre aftosa sem vacinação e também livre de peste suína clássica, com certificados da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), status sanitário diferenciado que foi um fator decisivo para a abertura de novos mercados.

O Estado é o maior produtor e exportador nacional de carne suína do país. São cerca de 13 mil criadores integrados às agroindústrias e independentes, que produziram, em 2016, 969 mil toneladas de carne suína. Com um rebanho efetivo estimado em sete milhões de cabeças, o estado destina 28,3% da produção ao mercado externo.

Informações adicionais:
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca
imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48)-3664-4417/ (48) 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br
www.facebook.com/AgriculturaePescaSC/

Página 550 de 687

Conecte-se