Encontre serviços e notícias do Governo de SC

 

Vídeos

Coronavírus: sintomas e prevenção



Oportunidades


BANNER DEFICIENTES 01


Foto: Divulgação / Cidasc

Referência internacional em sanidade animal e vegetal, Santa Catarina mantém as fiscalizações nas barreiras sanitárias da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc). Os serviços de defesa agropecuária seguem normalmente, inclusive neste período de restrições ao convívio social determinadas pelo Governo do Estado.

"Para preservar a saúde de seus funcionários e dos produtores rurais, a Cidasc está priorizando o atendimento via telefone e email. Além isso, o produtor pode retirar a Guia de Trânsito Animal ou a Permissão de Trânsito Vegetal através do Sistema Sigen+. O trabalho de fiscalização nas barreiras continua, assim como o atendimento a doenças de notificação obrigatória", destaca a presidente da companhia, Luciane Surdi.

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Os barreiristas foram orientados a intensificar as medidas de prevenção para evitar o contágio pelo coronavírus, principalmente mantendo uma distância segura dos transportadores e reforçando os hábitos de higiene. Santa Catarina possui barreiras sanitárias fixas nas divisas com Paraná, Rio Grande do Sul e na fronteira com a Argentina, que controlam a entrada e a saída de animais e produtos agropecuários no estado.

Escritório municipais da Cidasc

O atendimento presencial nos escritórios municipais da Cidasc está suspenso. Os médicos veterinários e engenheiros agrônomos atenderão presencialmente apenas em casos de doenças de notificação obrigatória, suspeitas de introdução de pragas quarentenárias ausentes no estado, e em outros casos inadiáveis.

Quando indispensável o atendimento presencial, o produtor, responsável técnico ou representante de empresa deve agendar via telefone ou e-mail, e os funcionários irão atender uma pessoa por vez, evitando aglomerações e contato físico. Todas as regras de higiene e prevenção serão seguidas.

Permissão de Trânsito Vegetal

A emissão de Permissão de Trânsito Vegetal – PTV segue normalmente, e o serviço de certificação fitossanitária de frutas como maçã, banana e citros deve ser mantida pelos responsáveis técnicos habilitados, pois trata-se de serviço essencial, conforme Decreto nº 525, de 23 de março de 2020.

As exigências de PTV para ingresso em SC também estão mantidas e são fiscalizadas nas barreiras sanitárias.

Transporte de animais

O transporte de animais está mantido e a Guia de Trânsito Animal (GTA) é documento obrigatório nesse processo.
A GTA pode ser solicitada online pelo sistema da Cidasc, sem necessidade de comparecer ao escritório local. Em caso de emissão exclusiva do serviço oficial, deve ser solicitada por e-mail.

Durante o período de quarentena, será estimulado o atendimento remoto e serão aceitas GTAs em formato digital, dispensando a impressão. Essa medida não se aplica ao trânsito de animais para abate, nem ao trânsito de animais para outros estados.

Distribuição de brincos oficiais

A distribuição de brincos oficiais de identificação animal será adiada. Assim que as atividades forem restabelecidas, o produtor deve procurar o escritório da Cidasc ou do Icasa para regularização.

O atendimento daquelas entregas de brincos que forem totalmente inadiáveis será feito mediante agendamento prévio, respeitando todas as indicações para prevenção ao coronavírus. O agendamento de atendimento e entrega de brincos oficiais deve ser feito por e-mail ou por telefone, disponíveis no endereço http://www.cidasc.sc.gov.br/estrutura-organizacional/

Ações de prevenção ao coronavírus em Santa Catarina

Os dados oficiais do Governo do Estado são atualizados no site www.coronavirus.sc.gov.br. As notícias relacionadas às medidas para combater a propagação da doença também podem ser conferidas aqui. As atualizações podem ser acompanhadas ainda por Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado. 

Informações adicionais para imprensa:
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural
E-mail: imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-4417/ 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br


Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

A pandemia de Covid-19 está afetando diretamente a vida de milhares de pessoas em Santa Catarina e no mundo. O isolamento social determinado pelo Governo do Estado como forma de conter o avanço da transmissão do coronavírus é uma medida que vem sendo compreendida e apoiada pela população. Entretanto, com o passar dos dias, o home office pode trazer efeitos como ansiedade e irritação para muitas pessoas. 

Coordenadora de Saúde Mental da Secretaria de Estado da Saúde, a psiquiatra Caroline Galli Moreira preparou um guia onde propõe ações para o período de quarentena. As recomendações são direcionadas à população em geral, profissionais de saúde, líderes de equipes, cuidadores de crianças, idosos e pessoas que moram sozinhas.

>>> Acesse aqui o nosso Guia de Saúde Mental para lidar com o isolamento social

Segundo Caroline, em meio ao isolamento causado pela pandemia do novo coronavírus muitas pessoas podem se sentir tristes, confusas e chateadas. Por isso, é preciso seguir algumas dicas para minimizar o sofrimento neste período. 

“É preciso reduzir o tempo que a pessoa assiste noticiários. O fundamental é  buscar fontes confiáveis. O repentino, e quase constante fluxo de notícias, faz com que as pessoas sintam-se preocupadas em excesso. Se atente aos fatos e não aos rumores”, afirma. “Também é necessário adotar uma rotina mesmo ficando em casa. É importante se vestir, tomar banho, arrumar o cabelo mesmo que seja apenas para ficar em casa. Lembre-se sempre de que muitas coisas não foram canceladas: a família, a música, o canto e riso”, conclui a psiquiatra”, finaliza. 

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Confira algumas recomendações para ficar em casa

  • Adote uma rotina mesmo ficando em casa 
  • Mantenha-se conectado: Faça contato com seus amigos, procure fazer videochamadas com a família, principalmente com aquelas pessoas que estão sozinhas.
  • Fale como está se sentindo: Conte como está se sentindo no confinamento e pergunte aos amigos e familiares quais os sentimentos deles neste momento. 
  • Faça atividades: Envolva-se com atividades que gosta, música, meditação, exercícios, leitura e gastronomia. Dedique-se a ações que não conseguiria fazer no dia a dia comum.

Acompanhe as notícias sobre o novo coronavírus

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações também podem ser acompanhadas por Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado. 

Mais informações para a imprensa:
Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br


Foto: Mauricio Vieira / Arquivo / Secom

O laboratório Nidus está mapeando empresas de tecnologia ou de inovação que possam contribuir para a gestão da pandemia do coronavírus em território catarinense. O foco de atuação neste momento está na identificação de casos confirmados da doença e dos grupos de risco por localidade, com identificação de aglomeração de pessoas em tempo real e outros tipos potenciais de monitoramento de grupos. O trabalho das equipes do Nidus para contatar as empresas acontece em home office, de forma virtual. 

De acordo com a gerente de Inovação em Governo da Secretaria de Estado da Adminsitração, que coordena o laboratório, Luana Bayestorff, “a ideia é unir forças da sociedade, com o ecossistema de inovação e o Governo para estancar ou amenizar os impactos sociais e financeiros da epidemia em Santa Catarina. Num segundo momento, poderemos inclusive, servir de exemplo para outros estados que passam por situação semelhante”, disse.

O diretor de Tecnologia e Inovação da Secretaria de Estado da Administração, Felix Fernando da Silva, lembra que no mundo todo os governos estão utilizando as análises de dados no enfrentamento das crises. “Agora, com o necessário isolamento social é natural que as pessoas estejam mais sensibilizadas sobre a importância da tecnologia em seu cotidiano. Estamos aptos para captar projetos inovadores no combate à pandemia em Santa Catarina”.

Empresas de startups em inovação e tecnologia interessadas nesta parceria podem buscar contato com o Nidus por meio do emailnidus@sea.sc.gov.br.

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Ações de prevenção ao coronavírus em Santa Catarina

Os dados oficiais do Governo do Estado são atualizados no sitewww.coronavirus.sc.gov.br. As notícias relacionadas às medidas para combater a propagação da doença também podem ser conferidas aqui. As atualizações também podem ser acompanhadas por Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado. 

Informações adicionais para imprensa
Krislei Oechsler
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Administração - SEA
E-mail: comunicacao@sea.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-1636 /(48) 99105-4085
http://www.sea.sc.gov.br 


Foto: Robson Valverde / Secom

Após a confirmação da primeira morte por Covid-19 em Santa Catarina, a Secretaria de Estado de Saúde de Santa Catarina informa que está adotando medidas necessárias para coletar amostras e monitorar as pessoas que estavam em convívio com o paciente. A Vigilância Epidemiológica do Estado se mantém à frente das ações.

“Estamos realizando todo o trabalho necessário para monitorar as pessoas com as quais o paciente teve contato e orientando ao isolamento social”, afirma o secretário da Saúde, Helton Zeferino. De acordo com ele, as equipes estão em campo realizando os serviços necessários.

Informações sobre o paciente

A Secretaria da Saúde também ressalta que, seguindo orientação do Conselho Federal de Medicina (CFM), não comenta informações de pacientes internados ou que venham a óbito na rede de assistência estadual.

Essa medida, que resguarda o paciente e equipe profissional, tem amparo no Código de Ética Médica, Capítulo IX, Artigo 75, em que é vedado "fazer referência a casos clínicos identificáveis, exibir pacientes ou seus retratos em anúncios profissionais ou na divulgação de assuntos médicos, em meios de comunicação em geral, mesmo com autorização do paciente". Ainda no Artigo 73, parágrafo único, a divulgação permanece vedada "mesmo que o fato seja de conhecimento público ou o paciente tenha falecido".

A primeira morte por Covid-19 em Santa Catarina foi confirmada na noite desta quarta-feira, 25. O paciente era um homem de 86 anos, que residia em Florianópolis.

As amostras para testagem da Covid-19 foram colhidas no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) em função da característica do quadro. O teste confirmou a presença de coronavírus SARS-CoV2. O paciente foi mantido em isolamento respiratório, mas morreu na madrugada de quarta-feira, 25.

Mais informações para a imprensa:
Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br


Foto: Robson Valverde / SES

O Governo do Estado confirmou na noite desta quarta-feira, 25, a primeira morte por Covid-19 em Santa Catarina. O paciente era um homem de 86 anos, que deu entrada no Hospital Regional de São José no dia 23 de março, conduzido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). O quadro clínico inicial era de desconforto respiratório associado à piora do estado de saúde geral.

O paciente vinha apresentando há dois meses uma piora do estado de saúde geral, com inapetência progressiva (recusa à alimentação) e aumento do grau de dependência para realização de tarefas diárias. De acordo com os boletins médicos, ele não tinha histórico de febre e tosse. As amostras para testagem da Covid-19 foram colhidas no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) em função da característica do quadro. O teste confirmou a presença de coronavírus SARS-CoV2. O paciente foi mantido em isolamento respiratório, mas morreu na madrugada de quarta-feira, 25.

Mais informações para a imprensa:
Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br

 

Página 6 de 728