Foto: Arnaldo Conceição / Cidasc

A soja ganha cada vez mais espaço nas lavouras catarinenses e o Estado já espera mais uma safra recorde. Santa Catarina deve colher 2,52 milhões de toneladas do grão, 5% a mais do que na safra 2016/17. O crescimento é explicado pelo aumento de 8% na área plantada, ocupando as áreas antes destinadas ao plantio de milho, pastagens, feijão e fruticultura.

A área plantada no Estado já é de 708 mil hectares e a produtividade esperada é de 3,5 toneladas/hectare. Segundo as estimativas do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa), a região de Xanxerê terá a maior produção do Estado, com 522 mil toneladas colhidas – um crescimento de 6% em relação a ultima safra.

O secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, acredita que o crescimento da produção de soja em Santa Catarina pode ser explicado pela rentabilidade na produção do grão. “Os agricultores fazem suas contas e optam pelo que é mais rentável. Em Santa Catarina a produção de soja está diretamente ligada à cadeia produtiva de carnes. Não existe produção de suínos e aves sem produção de milho e soja”.

Em Santa Catarina, três regiões concentram 56% da área plantada: Canoinhas, Curitibanos (que inclui Campos Novos, maior produtor do estado) e Xanxerê.

Exportações

A soja se tornou ainda um importante produto na pauta de exportações do estado. De janeiro a novembro de 2017, foram 1,8 milhão de toneladas do grão – 17,9% a mais do que em 2016.

Em cinco anos, as exportações catarinenses do complexo soja aumentaram 116%. Passando de 874,3 mil toneladas em 2012 para 1,8 milhão de toneladas no último ano e faturando US$ 745,7 milhões. Os principais destinos das exportações são China, Rússia, Coreia do Sul e Tailândia.

Panorama regional

Região Oeste
Os municípios da regiões de Chapecó, Xanxerê e São Miguel do Oeste registram em torno de 5% da área colhida, em que foram utilizadas variedades precoces. As demais áreas se encontram em fase de enchimento de grãos e maturação. Após 15 de fevereiro os trabalhos de colheita se intensificam nesta região, devendo avançar rapidamente se as condições climáticas continuarem com poucas chuvas, conforme comportamento no início de fevereiro.

Campos Novos, Curitibanos e Caçador
A produtividade está sendo estimada como normal, sendo que o período de estiagem no início de dezembro não deverá afetar de maneira significativa as lavouras.
A maior parte das lavouras se encontra com bom desenvolvimento até o período. O retorno das chuvas mais regulares desde meados de dezembro apontam para um boa produtividade.

Campos de Lages
Relato de chuvas insuficientes na segunda quinzena de janeiro na região, que poderão comprometer a produtividade estimada. O comportamento do regime de chuvas na região em fevereiro será decisivo para a consolidação do rendimento. Em torno de 80% das lavouras se encontram na fase inicial de enchimento de grãos no momento.

Região Norte (Canoinhas, Mafra)
A maior parte das lavouras se encontra em fase de enchimento de grãos (80%). Em roteiro realizado na Região Norte no final de janeiro, os técnicos do Epagri/Cepa esperam uma safra cheia. Relatos de bom desenvolvimento das lavouras, uma vez que após 20 de dezembro as chuvas se normalizaram na região. Em janeiro, chuvas mais intensas acarretaram incidência de “mofo branco” em algumas lavouras, mas com controle. A regularização climática aponta para safra normal, podendo repetir índices de produtividade da safra anterior. Porém, o regime de chuvas nos próximos 15 dias será determinante para confirmação deste prognóstico.

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca
imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48)-3664-4417/ (48) 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br
www.facebook.com/AgriculturaePescaSC/


Foto: EEB Gomes Carneiro

Cerca de 14 mil alunos que fazem parte da rede estadual de ensino, distribuídos nas 48 escolas da área de abrangência da ADR Xanxerê, retornaram à escola nesta quinta-feira, 15, para o início do ano letivo.

Na última semana, a direção, equipe técnica, pedagógica e professores passaram por uma capacitação voltada ao planejamento do ano letivo. “O grupo todo está falando a mesma linguagem. Os temas foram iguais para todo o estado quanto a capacitação e algumas escolas trabalharam ainda com as suas particularidades. Todos estão muito bem preparados para iniciar as atividades com os alunos”, explica a gerente de Educação, Elaine Maria Giachini Alberti.

Neste ano, 7,1 mil alunos em situação de vulnerabilidade social irão receber kits escolar que composto por cadernos, lápis, borracha, caneta e outros itens para o desenvolvimento escolar. Cada kit é montado de acordo com a série em que o aluno está matriculado. Além dos kits, 22 escolas também foram beneficiadas com mesas novas para o refeitório.

Ensino Médio Integral na EEB Gomes Carneiro

Em 2018 a novidade é o início do Ensino Médio Integral em Tempo Integral (EMITI) na Escola de Educação Básica Gomes Carneiro de Xaxim. Esta é a única escola da Regional de Xanxerê beneficiada e uma das 50 em todo o Estado.

Ao todo são três turmas e 84 alunos que já iniciaram as aulas. Conforme o diretor Moacir Nalin, para o início do ano letivo a escola se preparou com uma capacitação pedagógica de 40h.  “Com o passar dos dias queremos tornar a escola um espaço reconhecido pelos jovens de nosso município. Queremos retomar a identidade da escola como um espaço familiar que ao longo dos anos foi ficando esquecida pela sociedade. É necessário resgatar a confiança na educação, pois é com ela, que teremos melhores alternativas para a sociedade que vivemos”, explica o diretor.

Alunos, pais, professores e toda a equipe escolar junto com o Grêmio Estudantil, realizaram atividades de melhorias na escola como pinturas, adaptações de espaços e embelezamento.

 

Informação adicional para a imprensa: 

Janaína Mônego
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Xanxerê
E-mail: sdr-xanxere@xxe.adr.sc.gov.br
Fone: (49) 3382-2018 e (49) 99804-6060
Site: adrs.sc.gov.br/adrxanxere

Assinada ordem de serviço para conclusão da obra de ampliação do Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê
Foto: Cristine Maraga/Ascom HRSP

Foi assinada nesta quarta-feira, 14, a ordem de serviço para a segunda etapa da obra de ampliação do Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê, no valor de R$ 11,2 milhões. O evento, que aconteceu no auditório do Hospital, contou com a participação do secretário de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, além de outras lideranças.

Conforme Casagrande, o Estado está investindo para melhorar a saúde regional, verificando as necessidades, para a partir disso, elaborar ações voltadas ao atendimento integral na região. “Estou convicto de que estamos no caminho certo. O governador Raimundo Colombo destinou R$ 500 milhões para obras com recursos do Pacto e o Hospital Regional São Paulo é uma das prioridades”, explica.

O diretor administrativo do Hospital Regional São Paulo, Fábio Lunkes, salienta que o investimento vai possibilitar a ampliação dos serviços prestados, além de proporcionar a manutenção da qualidade do atendimento. “Essa obra vem ajudar toda a população do grande Oeste. Somos referência em cardiologia para mais de 1,3 milhão de habitantes, e isso demonstra o comprometimento do Governo do Estado com a nossa região”, frisa.

Investimento

Na primeira etapa de construção do Bloco II foram investidos R$ 11,5 milhões na estrutura dos oito pavimentos e conclusão dos dois primeiros. Após finalizada a segunda etapa, a estrutura com cerca de 8 mil m2 contará com o novo serviço de Imagem no primeiro pavimento. No segundo pavimento ficará a UTI Coronariana, com 10 leitos, e a nova Hemodinâmica. O terceiro pavimento contempla ambulatório de especialidades médicas e no quarto pavimento UTI Geral com 10 leitos e Central de Esterilização de Materiais.  O quinto pavimento será destinado para acomodar as centrais de climatização e demais equipamentos. No sexto pavimento será instalado o novo centro cirúrgico com seis salas, duas delas para cirurgias de grande porte. O sétimo pavimento contará com a nova unidade de enfermarias para internação e no oitavo pavimento ficará a cobertura e o heliponto. 

O Hospital

O Hospital Regional São Paulo é referência em serviços de alta complexidade em cardiologia. São atendidos municípios de 13 Agências de Desenvolvimento Regional, entre elas, Caçador, Chapecó, Concórdia, Dionísio Cerqueira, Itapiranga, Joaçaba, Maravilha, Palmitos, Quilombo, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste, Videira e Xanxerê.

Informação adicional para a imprensa:
Janaína Mônego
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Xanxerê
E-mail: sdr-xanxere@xxe.adr.sc.gov.br
Fone: (49) 3382-2018 e (49) 99804-6060
Site: adrs.sc.gov.br/adrxanxere

A agenda  governador Raimundo Colombo em Xanxerê, prevista para a próxima sexta-feira, 9, às 15h30 no Hospital Regional São Paulo foi transferida.  O evento deve ocorrer na próxima semana, com data ainda ser confirmada.  Colombo  irá assinar a ordem de serviço para a conclusão da segunda etapa da obra de ampliação do Hospital Regional São Paulo que terá investimentos na ordem de R$ 11,2 milhões. 

Informação adicional para a imprensa:

Janaína Mônego
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Xanxerê
E-mail: sdr-xanxere@xxe.adr.sc.gov.br
Fone: (49) 3382-2018 e (49) 99804-6060
Site: adrs.sc.gov.br/adrxanxere