O Governo do Estado está contemplando mais dois municípios da região (Jupiá e Novo Horizonte) com a construção de Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Nesta semana o secretário-executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR), Walmor José Pederssetti, esteve em Novo Horizonte acompanhando o andamento da obra que teve início há poucos dias. O gerente de políticas socioeconômicas da ADR, Marcos Cezar Pozzer e o gerente de Infraestrutura, Hélio Viganó Júnior, acompanharam a visita. O vice-prefeito de Novo Horizonte, Luiz Darci Zaffari, também estava no local da obra.

O prazo para conclusão do Cras é de 180 dias a contar do início do mês de fevereiro.  Tanto a unidade de novo Horizonte como a de Jupiá, serão edificadas dentro dos padrões exigidos de acessibilidade e espaço físico compatível com o trabalho social que é realizado. Os prédios são construídos no padrão de aproximadamente 170 metros quadrados e contempla toda a mobília. A obra de Jupiá demandará investimentos na ordem de R$ 452,5 mil e a de Novo Horizonte, R$ 324 mil oriundos da Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação. A fiscalização da construção fica a cargo da ADR por meio da Gerência de Infraestrutura.

O prefeito municipal de Novo Horizonte, Vanderlei Sanagiotto, enfatiza que a ação implicará em melhorias significativas para o setor de Assistência Social no município, já que haverá espaço físico adequado para o aprimoramento das atividades hoje desenvolvidas.

Na próxima semana o secretário estará em Jupiá, acompanhando o andamento da obra naquele município.

Sobre os Cras

Os Cras são responsáveis pela organização e oferta de serviços da proteção social básica do Sistema Único de Assistência Social (Suas), nas áreas de vulnerabilidade e risco social dos municípios.

Mais informações para a imprensa:
Juliana Balotin
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de São Lourenço do Oeste
E-mail: ascom@snx.adr.sc.gov.br e juliana.balotin@gmail.com
Fone: (49) 3372-1003 / 98832-9273
Site: sc.gov.br/index.php/regionais/saolourencodooeste 

Segundo a Secretaria de Estado da Educação, um total de 491 mil estudantes retomaram às aulas na rede estadual de Santa Catarina nesta quinta-feira, 15. Cada instituição escolar programou atividades diferenciadas para receber os alunos do ensino fundamental ao médio. Apresentações artísticas e aulas de dança foram algumas das atividades.

Nas 11 escolas dos sete municípios compreendidos pela Agência de Desenvolvimento Regional de São Lourenço, incluindo o Ceja  3.671 alunos estão matriculados. 

A escola EEB Sóror Angélica, de São Lourenço, recepcionou os estudantes com uma aula de dança ministrada pela dançarina Luana Lima. Já a EEB Rui Barbosa, também de São Lourenço, recebeu os alunos com música e serviu cachorro quente, chá e pipoca doce. Além disso, a escola disponibilizou aos alunos um serviço de fotografia e impressão no ato, que oportunizou aos estudantes, levar pra casa fotos do primeiro dia do ano letivo de 2018. De acordo com o diretor Nelson da Silva, foi um dia de festa, alegria e confraternização entre todos os alunos e professores. “Esperamos com esse evento animar os nossos alunos para um ano repleto de conhecimento” - enfatiza.

Nas EEBs Raul Pompeia e Emilio Medici de Campo Erê, os estudantes também foram agraciados com palestra motivacional.

De acordo com o gerente regional de Educação, João Patinho, o ano letivo inicia com escolas reformadas e com formação de professores concluída. “Estou satisfeito por termos conseguido atender as principais demandas de melhorias em infraestrutura nas escolas também”, ressaltou.

Mais informações para a imprensa:
Juliana Balotin
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de São Lourenço do Oeste
E-mail: ascom@snx.adr.sc.gov.br e juliana.balotin@gmail.com
Fone: (49) 3372-1003 / 98832-9273
Site: sc.gov.br/index.php/regionais/saolourencodooeste 

Aconteceu nesta semana, na Gerência Regional de Educação (Gered), de São Lourenço do Oeste, a 2ª chamada para Escolha de Vagas referentes ao Processo Seletivo 003/2016, que visa admitir professores em caráter temporário para atuarem na Educação Especial (APAEs) da região, para o ano letivo de 2018. A grande maioria das vagas existentes foram preenchidas, exceto nove aulas para a Apae de Campo Erê. A Chamada Pública para as vagas remanescentes acontece em 15 de março.

Mais informações para a imprensa:
Juliana Balotin
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de São Lourenço do Oeste
E-mail: ascom@snx.adr.sc.gov.br e juliana.balotin@gmail.com
Fone: (49) 3372-1003 / 98832-9273
Site: sc.gov.br/index.php/regionais/saolourencodooeste 

No próximo mês a Agência Regional da Cidasc de São Lourenço do Oeste lançará mais uma edição do Projeto Sanitarista Júnior. Será o quarto ano ininterrupto em que a ação é desenvolvida e desta vez, com um diferencial, contemplando estudantes da Rede Estadual de Ensino.

De acordo com o médico veterinário da Cidasc, Milton Kasper, que coordena o projeto na região, a parceria será firmada com a EEB Santa Lúcia do município de Novo Horizonte. Serão quatro turmas de estudantes, duas do sexto e duas do oitavo ano, perfazendo um total de 100 alunos que receberão durante todo o ano letivo, aulas teóricas e práticas a respeito da importância da Defesa Sanitária e Agropecuária.

Em 2015 foi realizada a primeira edição do Projeto, em 2016 a segunda e no ano passado a terceira. Por conta do sucesso nos trabalhos realizados, a Agência Regional da Cidasc de São Lourenço ocupa uma posição de destaque em Santa Catarina e é vista como referência em Educação Sanitária. Por esta razão, a quarta edição será lançada.

O gerente regional da Cidasc, Diogo Deoti, enfatiza que é gratificante ver o entusiasmo das crianças em participar das aulas e o depoimento dos pais quanto a cobrança que os alunos fazem em casa. “Tudo isso gera uma mudança na imagem que a defesa agropecuária tem perante a sociedade, faz com que o produtor rural perceba através dos filhos, que a Cidasc é uma parceira do seu negócio e que trabalha visando o bem estar e o bom andamento da atividade agrícola e da saúde pública como um todo”, conclui.

O secretário-executivo da Agência de Desenvolvimento Regional, Walmor José Pederssetti, parabeniza a Cidasc e enaltece a ação que segundo ele, é de fundamental importância, em especial por trabalhar dentro da sala de aula, onde os estudantes atuam como multiplicadores da informação que recebem.

SAIBA MAIS

O Projeto Sanitarista Júnior tem por objetivo geral proporcionar que alunos e professores, produtores rurais, comerciantes de produtos de origem vegetal e animal, responsáveis técnicos e a comunidade em geral se tornem agentes multiplicadores da Defesa Agropecuária, por meio de processos, atitudes de sensibilização, comprometimento e consciência sanitária. Com isso, tem a finalidade de possibilitar um exercício pleno da cidadania e a melhoria na qualidade de vida, além de estabelecer parcerias com entidades e órgãos públicos com intuito de ampliar os trabalhos e projetos desenvolvidos na Educação Sanitária. Em todo o Estado, o projeto atende mais de 40 escolas distribuídas em 20 municípios, contemplando mais de 1,5 mil crianças.

Mais informações para a imprensa:
Juliana Balotin
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de São Lourenço do Oeste
E-mail: ascom@snx.adr.sc.gov.br e juliana.balotin@gmail.com
Fone: (49) 3372-1003 / 98832-9273
Site: sc.gov.br/index.php/regionais/saolourencodooeste