Gestores das unidades escolares de abrangência da Regional de Laguna estiveram reunidos nesta terça-feira, 25, para mais um curso de gestão escolar, com a tutora Mithie Silva sobre a Gestão Democrática e o papel do Diretor. O encontro com carga horária de 4 horas aconteceu na EEB Henrique Lage, em Imbituba, com a participação de 32 gestores.

Na abertura do encontro foram pautadas questões do dia a dia das instituições como: o calendário escolar, alimentação, o Cartão de Pagamentos do Estado de Santa Catarina (CPESC) sua gestão, prazos e as prestações de conta. Onde a supervisora de Redes, Daisa da Silva Santos chamou a atenção dos profissionais para os desdobramentos da gestão das unidades, “precisamos agir como uma rede, pensar juntos sobre os desafios que temos a vencer”.

A tutora Mithie Silva iniciou abordando sobre a dimensão pedagógica das instituições, que partem do planejamento a execução das práticas pedagógicas e avaliações. E ressaltou a importância do diagnóstico da escola para elaboração de um relatório e a construção de novas perspectivas fundamentadas na Proposta Curricular de Santa Catarina e no Plano de Gestão Escolar.

As formas de avaliação, indicadores e os programas: Mais Educação, Programa Estadual de Novas Oportunidades (PENOA), Programa Nacional de Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) e o Programa Nacional de Ensino Médio (PNEM), também entram em pauta para destacar que estes fortalecem ações e metas que asseguram o desempenho do estudante.

O Conselho de Classe Participativo, sua elaboração e aplicação foram debatidos com objetivo de serem dirimidas as dúvidas para sua prática. A formação contou com a participação do gerente de Educação, Mario Alano, do supervisor de Articulação com os municípios, Eraldo Cardoso e da equipe técnica do Núcleo de Tecnologia (NTE).  

Informações adicionais para a imprensa
Fabrícia Silveira Carneiro
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Laguna
E-mail: imprensa@lga.sdr.sc.gov.br
Fone: (48) 3647-7707 / 98843-3563
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrlaguna

Laguna  - Obras de Construção da nova Escola de EEB Ana Gondin

Com 31% dos serviços concluídos, a edificação da nova escola da EEB Ana Gondin localizada no Bairro Magalhães, recebe nesta semana a concretagem da laje do terceiro pavimento.

As obras iniciadas em setembro de 2016 têm de 970 dias para execução. A nova estrutura contempla a construção de 3.254,85 metros quadrados, destinados a 16 salas de aula, laboratórios, biblioteca, sala de vídeo, refeitório, cozinha e área administrativa completa. O ginásio de esportes e vestiários, possuirão 845,55 metros quadrados de área construída. Nesta parte da obra já foram concretadas a fundação e os pilares de sustentação, também iniciados os trabalhos de aterramento.

A instituição receberá uma área urbanizada de 5.172 metros quadrados, a acessibilidade é prevista no projeto por meio de rampas e elevador, além de piso tátil e banheiros acessíveis.

Os investimentos do Governo do Estado na edificação da nova EEB Ana Gondin somam R$ 6.482.943,72.

As obras da EEM Almirante Lamego possuem 67,05% dos trabalhos executados. Os 520 alunos da instituição começaram as aulas neste ano letivo em parte da estrutura, onde os trabalhos continuam com a reestruturação da segunda parte da obra.

Estão em andamento o aterramento das quadras esportivas descobertas e o nivelamento da quadra do ginásio de esportes. Nesta etapa sete salas de aula, receberam cobertura, novas esquadrias e iniciam a execução do contrapiso, assim como a colocação de cerâmica no corredor.

Na parte que receberá a ampliação os trabalhos estão concentrados na fundação dos novos banheiros, assim como a ampliação da sala dos professores.

As mudanças na estrutura são percebidas na movimentação de entrada e saída dos alunos que passou para nova guarita com acesso pela Avenida Colombo Machado Salles. As primeiras 10 salas de aula concluídas, biblioteca, cozinha, refeitório e na área de convivência que recebe retoques para o melhor atendimento dos educandos

Serão reformados 4.468,00 metros quadrados contemplando as substituições da estrutura do telhado de madeira por estrutura metálica, das telhas, forros, cerâmicas e pastilhas, esquadrias, rede elétrica e toda a rede hidrossanitária existente. Ainda serão ampliados 792,40 metros quadrados, que contemplama sala dos professores, quatro salas de aula e cozinha. O auditório será remodelado com filas escalonadas, rampas, escadas e palco.

Segundo a gerente de Infraestrutura, as obras na instituição seguem no prazo. Os investimentos do Governo do Estado para execução dos trabalhos nesta obra são de R$ 5,5 milhões, com prazo de conclusão de 760 dias.

Informações adicionais para a imprensa
Fabrícia Silveira Carneiro
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Laguna
E-mail: imprensa@lga.sdr.sc.gov.br
Fone: (48) 3647-7707 / 98843-3563
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrlaguna

Articuladores e coordenadores do Programa Novo Mais Educação estiveram reunidos nesta segunda-feira, 17, para tratar sobre as diretrizes e prestação de contas do PNME.

Atualmente o programa com quinze horas semanais é realizado em 18 unidades escolares, das 31 de abrangência da regional de Laguna. Sendo elas: EEB Cel Maurício José dos Santos; EEB Saul Ulyssea; EEB Santa Marta; EEB Ana Gondin; EEB Álvaro Catão; EEB Henrique Lage; EEB André de Souza; EEB Pedro Bittencourt; EEB Prof. Eulina Heleodoro Barreto; EEB Domingos Barbosa Cabral e EIEF Tekoa Marangatu. Onde são oferecidas oficinas de judô; dança; artesanato; futsal; voleibol; teatro/arte circense; iniciação a música/banda/canto coral; basquete; pintura; handebol; tênis de mesa; atletismo; capoeira; desenho; e futebol, totalizando 911 alunos atendidos.

Durante o encontro os participantes receberam orientações sobre os itens previstos para a prestação de contas, assim como instruções para preenchimento do recibo de ressarcimento de despesas com transporte e alimentação e do relatório de atividades realizadas por monitor, voltadas à educação Integral.

Para facilitar o trabalho nas instituições a Gerência de Educação forneceu um pequeno guia, com sugestões pontuais sobre a organização, monitoramento e planejamento.

Ainda foram discutidos o perfil e atribuições do coordenador do programa, e sua importância pelo papel fundamental exercido na ampliação do tempo curricular na instituição.

A reunião contou com a participação do gerente de Educação, Mario Alano Martins; os supervisores de Parceria com os Municípios, Eraldo Raimundo e Gestão Escolar, Daisi Silva Santons, além da coordenadora do programa, a integradora Sueli Vieira.    

Informações adicionais para a imprensa
Fabrícia Silveira Carneiro
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Laguna
E-mail: imprensa@lga.sdr.sc.gov.br
Fone: (48) 3647-7707 / 98843-3563
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrlaguna

 


Foto: Aires Mariga/Epagri

Na primeira metade dos anos 2000, boa parte dos moradores de Imaruí, no Sul do Estado, consumia água de má qualidade. A quantidade disponível também era preocupação. Eram 1,9 mil famílias, de 23 comunidades, que usavam água sem nenhum tipo de tratamento, captada de córregos que estavam sujeitos a contaminação por dejetos e outros tipos de matéria orgânica.

Preocupa com isso, a Epagri desenvolveu o sistema de filtragem lenta que levou o nome da cidade e gerou efeitos positivos na saúde, economia e meio ambiente da região. Agora a tecnologia foi incluída na Plataforma de Boas Práticas da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), um espaço de disseminação e compartilhamento de boas iniciativas replicáveis desenvolvidas na região Sul do Brasil. Essa é a sexta tecnologia da Epagri incluída na plataforma.

O modelo, concebido pela Epagri, é totalmente original, sem iniciativas similares identificadas na região. A filtragem é realizada em três etapas, sendo um pré-filtro e dois filtros. O sistema é feito de tubos de concreto, totalmente impermeabilizados. Os filtros são compostos de seixo, brita e areia. Existe ainda um dispositivo de limpeza na parte inferior, uma vez que a filtragem é realizada em fluxo ascendente.

A prática iniciou em 2005 e hoje é adotada em vários municípios catarinenses, especialmente os que compõem a Associação dos Municípios Região de Laguna (Amurel). Sua replicação é amplamente viável, pois, por ser um sistema de concepção e operação simples, exige pouco investimento para implantação e manutenção.

A instalação dos filtros lentos foi precedida pela formação de “grupos de água”, com regulamentos próprios, constituídos durante as reuniões de planejamento. Os beneficiários foram treinados para captação dos recursos necessários para a construção dos equipamentos e também para implantação das redes de distribuição da água filtrada. Os sistemas necessitam de manutenção periódica, que é determinada pela análise da potabilidade da água captada. Recomenda-se que a cada 15 dias, e após períodos chuvosos, seja feita uma limpeza geral do pré-filtro e filtros.

Na região de Tubarão, onde o sistema foi divulgado e instalado inicialmente, a melhoria na qualidade e quantidade de água observada através de laudos técnicos possibilitou a diminuição no número de pessoas nos postos de saúde. O aumento dos cuidados com o meio ambiente, a organização comunitária e, consequentemente, a melhoria da qualidade de vida no meio rural, foram outros efeitos diretos verificados após a aplicação da tecnologia.

A construção dos filtros lentos modelo Imaruí permite a conservação ambiental dos locais de captação da água. Possibilita ainda maior integração comunitária por meio da formação dos grupos de água, além de melhoria da qualidade de vida das famílias. Outro efeito é a valorização imobiliária, por meio da garantia de abastecimento de água para consumo e utilização doméstica. O sistema público de saúde também é impactado com a redução de casos de intoxicação alimentar por consumo da água. Tudo isso graças a uma solução simples, porém criativa, que agora se torna exemplo para o mundo.

>>> Conheça a tecnologia Filtro Lento Modelo Imaruí na Plataforma da FAO

>>> Confira a Plataforma de Boas Práticas da FAO 

Mais informações e entrevistas com as extensionistas da Epagri:
Noeli Catarina Pazetto - (48) 999767896 / (48) 3646-2013 - ramal 261
Suselei Brunato Weber - (48) 999663833 / - (48) 3631-9452

Informações para a imprensa:
Gisele Dias, jornalista: (48) 99989-2992 / 3665-5147
Cinthia Freitas, jornalista: (48) 3665-5344
Isabela Schwengber, jornalista: (48) 3665-5407