Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Raimundo Colombo e o secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Valmir Comin, assinaram na tarde desta quarta-feira, 18, no Centro Administrativo, em Florianópolis, ordens de serviço para a construção de 20 Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Os recursos, no total de R$ 6,8 milhões, serão disponibilizados por meio do Programa Pacto pela Proteção Social.

“É uma ação emblemática para o Estado em atender as pessoas que mais precisam. Um programa de alto alcance social que vai atender a população mais carente nas comunidades menos desenvolvidas de Santa Catarina, prestando um serviço de assistência, psicológico e de proteção”, destacou o governador.

Uma comissão formada pela direção, equipe pedagógica, professores e funcionários da Escola Ana Gondin vistoriou as obras da nova unidade na tarde desta terça-feira, 17, acompanhada pela Gerente de Infraestrutura, Morgana Rodrigues.

Conforme a Gerente de Infraestrutura, o cronograma de execução das obras está bem adiantado. "Foram concluídos 55,28 % dos trabalhos e em poucos dias a mudança no espaço é perceptível", afirma a responsável pela fiscalização dos trabalhos.

A estrutura em concreto e paredes de alvenaria do prédio principal estão concluídas, agora recebem o fundo de selador e a estrutura do telhado. A estrutura do ginásio de esportes também foi erguida e coberta por telhas autoportantes, uma estrutura onde são perfiladas no próprio canteiro de obras e colocada em apenas três dias. Outros trabalhos se concentram na concretagem da fundação do vestiário e colocação dos revestimentos cerâmicos de pisos e paredes das salas de aula.

A nova estrutura é um espaço moderno e funcional, com rampas, elevador, piso tátil e banheiros acessíveis e contempla a construção de 16 salas de aula, laboratórios, biblioteca, sala de vídeo, refeitório, cozinha, área administrativa completa, um ginásio de esportes, vestiários e ainda área urbanizada de 5.172,00 m2. Os investimentos do Governo do Estado na execução dos trabalhos somam R$ 7,2 milhões.

"Estamos muito satisfeitos com o novo espaço da escola e a rapidez da construção, que comporta as dependências necessárias para o bom funcionamento do processo de ensino-aprendizagem. As salas são amplas e acolherão de forma digna nossa comunidade escolar. Podemos classificá-la como a escola dos sonhos, neste espaço a comunidade escolar e professores ganharão muito com isso”, avaliou a diretora da instituição, Lilian dos Reis.

Informações adicionais para a imprensa
Fabrícia Silveira Carneiro
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Laguna
E-mail: imprensa@lga.sdr.sc.gov.br
Fone: (48) 3647-7707 / 98843-3563
Site: sc.gov.br/regionais/laguna


Foto de arquivo: James Tavares / Secom

As 1.073 unidades escolares da rede pública estadual começam nesta segunda-feira, 16, as rematrículas online para os alunos que já frequentam a escola. Até o dia 26 de outubro, os responsáveis podem confirmar as informações disponível no site rematricula.sed.sc.gov.br e garantir a vaga no ensino fundamental e médio e nos Centros de Educação Profissional (Cedup).

“A rematrícula é a intenção da vaga para o ano seguinte na unidade escolar. O cadastro que aparecerá na tela para conferência, refere-se ao ano de 2017 e permite fazer a atualização das informações. A conferência e a validação dos pedidos de renovação serão feitas pela escola”, explica a diretora de Gestão da Rede Estadual, Marilene Pacheco. Para auxiliar pais e alunos no preenchimento esta disponível o MANUAL DA REMATRICULA PARA O ANO DE 2018 .

A rede estadual de ensino oferece vagas para ensino fundamental anos iniciais e finais, Ensino Médio e educação profissionalizante. No Ensino Médio é possível escolher entre: o Regular, Inovador (ProEMI), em Tempo Integral (EMITI), Integrado a Educação Profissional (EMIEP) ou Magistério.

Ensino Médio Regular (formação geral): Contempla as quatro áreas do conhecimento, trabalhando, principalmente, com as disciplinas da Base Nacional Comum Curricular.

Ensino Médio Inovador (ProEMI): conta com jornada escolar ampliada, reorganização curricular e integração entre educação e as dimensões do trabalho, da ciência, da tecnologia e da cultura.

Ensino Médio em Tempo Integral (EMITI): Também trabalha com jornada ampliada e valoriza o aprendizado de conteúdos tradicionais, mas também desenvolve competências essenciais para a vida profissional e pessoal de professores e estudantes.

Ensino Médio Integrado à Educação Profissional (EMIEP): contempla as áreas do conhecimento científico e formação tecnológica, aliando a teoria e a prática. Dessa forma, os jovens estarão habilitados nas diversas atividades do setor produtivo.

Magistério: Habilita o professor para lecionar na Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental.

A SED oferece ainda a Educação Profissional, que trabalha com cursos profissionalizantes concomitantes (ao mesmo tempo em que se cursa ensino médio) e subsequentes (após conclusão do ensino médio). Os 18 Cedups oferecem vagas para diferentes cursos.

Informações adicionais para a imprensa
Edinéia Rauta
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Educação  - SED
E-mail: edineiarauta@sed.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-0353 / 3664-0161 / 3664-0356 / 98843-5084
Site: www.sed.sc.gov.br

 


Foto: James Tavares/Secom

O primeiro mês de operação da nova escala de navios da Ásia no Porto de Imbituba apresenta números animadores: cumprindo a meta de um serviço por semana, ao todo, cinco grandes embarcações com destino ao continente asiático passaram por Imbituba nos últimos 30 dias, dobrando a movimentação mensal de contêineres no porto. Apenas a Linha Ásia movimentou 2.577 TEU (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés), uma média superior a 500 TEU por escala. A meta é chegar a 750 unidades por escala até o fim do ano.

Entre as principais cargas exportadas estão a carne de frango, o polietileno e a farinha de miudezas (utilizada na preparação de alimento de animais). Na importação, o ferro fundido e o polipropileno ficaram à frente.

Os resultados da linha de longo curso e da cabotagem (navegação na costa brasileira), de janeiro a setembro de 2017, apontam um crescimento prévio anual de 22,6% na movimentação de contêineres no Porto de Imbituba em relação a 2016. Já o faturamento da operação deste tipo de carga cresceu 65% de agosto para setembro, com o início da Rota Ásia.

O diretor-presidente da SCPar Porto de Imbituba, Rogério Pupo, avalia que o primeiro mês de operação da nova escala já demonstra uma perspectiva extremamente otimista para o crescimento e continuidade do serviço. “Esses números confirmam que a Linha Ásia veio para ficar e também nossas perspectivas de dobrar a movimentação de contêineres em Imbituba ainda este ano”, ressalta Pupo.

A Linha Ásia

Anunciada em 23 de junho deste ano, a nova linha é considerada uma conquista da comunidade portuária de Imbituba (SCPar Porto de Imbituba, Santos Brasil, sindicatos, ACIM, Facisc, práticos, rebocadores etc.), que vinha trabalhando em conjunto há aproximadamente dois anos para atrair a escala. O serviço de longo curso é formado por uma joint venture de oito armadores: Hamburg Sud; Hapag-Lloyd; Hyundai; NYK; ZIM; CMA CGM; Cosco e Evergreen.

A escala semanal conta com 13 embarcações porta-contêineres e atravessa 19 portos entre a América do Sul e a Ásia. O tempo médio de trânsito até a Coreia do Sul, destino final da rota, é de 45 dias. O primeiro navio chegou em Imbituba no dia 5 de setembro.

Com a infraestrutura atual e capacidade de movimentar até 500 mil TEU por ano, a Linha Ásia aproxima ainda mais Imbituba de grandes mercados produtores e consumidores.

Mais informações para a imprensa:
Géssica da Silva
Comunicação Social
SCPar Porto de Imbituba
Fone: (48) 3355-8908
E-mail: gessica.silva@portodeimbituba.com.br
www.portodeimbituba.com.br