Foto: Glauco Benetti/ADR Seara

Nesta sexta-feira, 26, municípios integrantes das ADRs de Seara e Concórdia se reuniram para discutir proteção à população, ações preventivas, gestão de crises e desastres no 2º Seminário Regional da Defesa Civil realizado em Concórdia. O encontro visa ainda despertar o aumento da resiliência local para diminuir os efeitos adversos dos desastres.

O secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, destaca que é fundamental a parceria com os municípios. “Este seminário faz parte do planejamento da construção do plano de contingência, planos de ação conjunta, evacuação e gerenciamento de riscos e chegou a hora dos municípios participarem”, explica Moratelli.

A secretária executiva da ADR de Seara, Gládis Regina Bizolo dos Santos, o evento vem ao encontro das ações preventivas desenvolvidas pelo Governo do Estado. “Santa Catarina é referência quando o assunto é a Defesa Civil. Com a inauguração do radar meteorológico do Oeste, em Chapecó, o Estado passa a ter todo o seu território monitorado. E ainda esse apoio para que cada município tenha o seu plano de gestão e contingência vão trazer ainda mais segurança para os catarinenses”, ressalta Gládis.

Investimentos no Oeste

As obras do radar meteorológico do Oeste, em Chapecó, estão avançando em ritmo acelerado e a inauguração está programada para agosto deste ano. O aparelho vai monitorar os eventos climáticos, facilitar as previsões e emissões de alertas à população em caso de emergências. O investimento do Governo do Estado no radar do Oeste é de R$ 12,8 milhões.

Oficinas

Na próxima semana, nos dias 29 e 30 serão realizadas oficinas direcionadas aos Coordenadores Municipais da Defesa Civil com os temas “Gestão de Risco e Plano de Contingência”, “Contribuições para elaboração do Plano de Contingência Municipal” e “Planos Familiares de Emergência”.

Mais informações para a imprensa
Glauco Benetti
(49) 3452-8610 / 98837-7430
comunicacao@sar.sdr.sc.gov.br



Na  tarde desta quinta-feira,18, na rua coberta em Concórdia, foi realizada ações de mobilização pelo Fim da Violência e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes com a participação dos integrantes  do Fórum Municipal.

O Fórum Municipal pelo Fim da Violência e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é uma organização não governamental, composta por membros da sociedade civil contando com o apoio da Associação dos Municípios do Alto Uruguai Catarinense (AMAUC), União Municipal das Associações de Moradores de Concórdia (UMAMC), Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Agência de Desenvolvimento Regional – ADR Concórdia, Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Cidadania e Habitação, Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Conselho Tutelar, Fórum da Comarca de Concórdia, Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) – Concórdia e Sociedade Civil.

A proposta da  ação é mobilizar, sensibilizar, informar e convocar a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. Denúncias podem ser feitas no Disque 100, nos Conselhos Tutelares, nas Delegacias de Polícia e no Ministério Público.

Sobre a data: Esse dia foi escolhido porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune. Uma data para não ser esquecida. 

Dalva Pagnoncelli Pichetti
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Concórdia
E-mail:  ascom@cda.sdr.sc.gov.br
Telefone: (49) 3482-6007 / 99125-5924
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrconcordia


Fotos: James Tavares / Secom

O governador Raimundo Colombo reuniu os secretários executivos das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) na tarde desta sexta-feira, 12, em Lages, para tratar da promoção da segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam), uma iniciativa do Governo do Estado. O investimento previsto para esta nova edição é de R$ 700 milhões, como importante medida para dinamizar a economia catarinense.

Foto: Dalva Paznoncelli Pichetti/ADR Concórdia 

Nesta quarta-feira, 10, o gerente de Infraestrutura da  Regional de Concórdia, Alex Salini, junto com a prefeita Catia Tessmann Reichert e equipe de governo de Alto Bela Vista visitaram o local onde será edificado o Centro de Referência de Assistência Social - CRAS.

Para execução da obra do CRAS o  Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho e Habitação – SST e Agência de Desenvolvimento Regional repassou ao município R$ 500 mil e a prefeitura disponibilizará um terreno para a construção. O prazo é que no início de julho inicie a obra com a previsão do mês de novembro para a sua conclusão. 

O CRAS faz parte de uma política pública de assistência, que visa a realização de atividades de forma integrada para garantir a universalização dos direitos sociais, contribuir com a inclusão, além de assegurar ações de assistência centradas na convivência familiar e comunitária. Tem como função a proteção das famílias, para prevenção da ruptura de vínculos, promoção do acesso e usufruto de direitos e contribuição para melhoria da qualidade das pessoas.

Informações adicionais para a imprensa:
Dalva Paznoncelli Pichetti
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Concórdia
E-mail: ascom@cda.sdr.sc.gov.br
Telefone: (49) 3482-6007 / 99125-5924
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrconcordia