O Centro de Educação Profissional de Chapecó (Cedup) passa a oferecer o curso de Técnico em Redes de Computadores. As inscrições encerram na próxima quarta-feira,21, devem ser feitas no Cedup, das 13h30 às 17h.

Com duração de um ano e meio, o curso é gratuito, será ofertado de segunda à sexta-feira no período vespertino. É destinado para os alunos que estão cursando o segundo ano do ensino médio regular em escola pública. O curso será oferecido por meio do Pronatec/Mediotec, os estudantes recebem bolsa de auxílio transporte e alimentação. Esta é uma oportunidade de formação no ensino médio junto ao técnico, já que no período matutino ou noturno os alunos devem cursar o ensino regular.

Segundo a diretora do Cedup, Simone Lorenzet, o curso terá teoria e prática em laboratórios e irá gerar novas possibilidades profissionais. “Os alunos vão ter estágio e a oportunidade de se inserir no mercado de trabalho”, afirma. A gerente Regional de Educação de Chapecó, Maria de Lurdes Seben, explica que o curso atende uma demanda de trabalho, “o curso de Redes de Computadores está sendo oferecido a partir de uma necessidade apontada pelo mercado de trabalho em Chapecó. Os estudantes terão uma alternativa diferenciada de formação regular e profissional”, destaca a gerente.

Inscrição

Para efetuar a inscrição é necessário entregar cópia da carteira de identidade e CPF do aluno e dos pais ou responsáveis; comprovante de residência; uma foto 3x4; comprovante de renda dos pais; histórico escolar do ano letivo 2017; atestado de frequência que está cursando o 2º ano do ensino médio na rede pública estadual; título de eleitor e atestado de reservista (para maiores de 18 anos). Mais informações (49) 3322 0447.

Mais informações para a imprensa:
Andréia Cristina Oliveira
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Chapecó
Fone: (49) 2049-7427 / 99938-6966
E-mail: imprensasdrcco@gmail.com
Site: sc.gov.br/regionais/chapeco



Volta às aulas - Gered Chapecó
Foto: ADR Chapecó

Os alunos da rede estadual de ensino retornaram às aulas nesta quinta-feira, 15, em oito dos nove municípios da abrangência da Gerência Regional (Gered) Chapecó. Na próxima segunda-feira, 19, os estudantes das escolas estaduais de Chapecó iniciam o ano letivo.  Em toda região são 42 escolas, aproximadamente 23,5 mil alunos.

Neste ano, além das atividades voltadas ao conhecimento, o foco também será a integração da comunidade escolar. “Iremos trabalhar mais na relação família e escola, para tornar a família mais presente, com acompanhamento da vida escolar”, afirma a gerente da Gered Chapecó, Maria de Lurdes Seben.

A secretária Executiva da ADR Chapecó, Astrit Savaris Tozzo, visitou a EEB Cordilheira Alta, no município de Cordilheira Alta para dar boas-vindas aos alunos.  “O conhecimento é tudo, aproveitem esta oportunidade com muita dedicação e compromisso”, enfatizou a secretária aos estudantes. A estudante da sétima série Jamili Villani, 12 anos, está disposta a ter um ótimo ano letivo. “Vou estudar bastante, ler mais, conversar menos e fazer mais amigos”, afirma.

 A EEB Cordilheira Alta é uma das duas escolas da região com Ensino Médio de Tempo Integral. “Esta proposta pedagógica é de ponta, proporciona autonomia e a formação do ser humano de forma integral, buscando desenvolvimento emocional, além do intectual”, afirma o diretor da EEB Cordilheira Alta, Olivandro Marina.

EEB Zita Flach – Escola Padrão de Ensino Médio

A Escola EEB Zita Flach, no bairro Passo dos Fortes, em Chapecó, será destinada ao ensino médio integral no diurno e ensino regular no noturno. Com investimento de R$ 8,9 milhões irá oferecer 700 vagas, em uma estrutura com 12 salas de aula, quatro salas para professores, biblioteca, seis laboratórios, ginásio de esporte e auditório.

Estão projetadas readequações nesta obra, para atender as novas normas de acessibilidade, estabelecidas pela NBR 9050/2015. Dessa forma, está sendo feito o possível para colocar esta unidade escolar em funcionamento neste ano letivo.

Mais informações para a imprensa:
Andréia Cristina Oliveira
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Chapecó
Fone: (49) 2049-7427 / 99938-6966
E-mail: imprensasdrcco@gmail.com
Site: sc.gov.br/regionais/chapeco


Foto: James Tavares / Secom

O Governo do Estado definiu o calendário de atendimento dos órgãos públicos durante o Carnaval 2018. Foram estabelecidos pontos facultativos nos dias 12 e 13 de fevereiro, segunda e terça-feira, e na parte da manhã do dia 14 de fevereiro, quarta-feira de Cinzas. O decreto 1.460/2018 foi publicado no Diário Oficial do Estado, no dia 30 de janeiro, e vigora para todos os órgãos e as entidades da administração direta, autarquia e fundação do Poder Executivo Estadual.

O decreto estabelece que os serviços públicos essenciais devem ser garantidos com escalas de plantão ou ato definido pela autoridade competente. São considerados serviços públicos essenciais: tratamento e abastecimento de água; produção e distribuição de energia elétrica, gás e combustíveis; assistência à saúde; distribuição e comercialização de medicamentos; captação e tratamento de esgoto; e as atividades finalísticas das secretarias da Segurança Pública, Saúde, Defesa Civil, Educação, Justiça e Cidadania e da Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc).

Veja o esquema de plantão para o período

Saúde

Os atendimentos nos hospitais públicos serão mantidos em esquema de plantão durante todos os dias.

O Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) realizará horário especial de atendimento durante o Carnaval. Confira abaixo a programação completa.

Dia 10/02 – Sábado

– O Hemocentro Regional de Blumenau abrirá normalmente;

Dia 12/02 – Segunda-feira

– Abertura normal dos Hemocentros;

– As Unidades de Coleta de Tubarão e Jaraguá do Sul estarão fechadas;

Dia 13/02 – Terça-feira

– Não haverá atendimento ao público externo;

Dia 14/02 – Quarta-feira

– Abertura de todo o Hemosc a partir das 13h.

Casan

A Casan não terá expediente interno nos dias 12 e 13. Nestes dias, será mantido o atendimento de emergência 24 horas pelo 0800-643-0195. O atendimento normal volta na quarta-feira, 14, às 12h. Durante o feriado de Carnaval, a Casan terá equipes duplicadas na área operacional (consertos, vazamentos e outros) e na área de atendimento pelo 0800-643-0195, chat e redes sociais, para responder a atender todas as ocorrências para o pleno abastecimento de água.

Celesc

A Celesc não terá expediente interno nos dias 12 e 13. O atendimento retorna no dia 14, às 13h.

Para atendimento nestes dias, o consumidor da Celesc poderá dispor do Call Center pela discagem gratuita – 0800-48-0196 (emergências) ou 0800-48-0120 (comercial).

Além do call center, casos de falta de luz poderão ser informados por meio de SMS – mensagens de texto de celular – para o número 48196, com a mensagem SEM LUZ e CPF do titular ou número da unidade consumidora.

Durante o feriado de Carnaval, a Celesc terá equipes extras para responder a possíveis ocorrências na rede de distribuição.

Segurança

As Delegacias de Polícia Civil (181), a Polícia Militar (190), o Corpo de Bombeiros (193) e órgãos como o Instituto Geral de Perícias (IGP) e o Instituto Médico Legal (IML) funcionarão todos os dias em esquema de plantão.

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) o Ciretrans e Citrans não funcionarão no período do Carnaval, retornando os serviços somente a partir de quarta-feira, 14, em horário especial das 13h às 19h.

Vale lembrar que também é possível registrar Boletim de Ocorrência pela internet neste link da Polícia Civil.

Defesa Civil

A Secretaria de Estado da Defesa Civil orienta a população, em caso de emergência, que comunique à coordenadoria municipal de Defesa Civil, no telefone 199 ou para o Corpo de Bombeiros, no número 193. O cidadão também pode entrar em contato com a Defesa Civil do Estado, no plantão 24 horas, que conta com equipes de prontidão. O telefone é o (48) 3664-7000.

Comunicação

A Secretaria de Estado da Comunicação estará de plantão para atendimento à imprensa, atualização do portal do governo e das redes sociais durante o período do recesso. Acesse aqui a lista completa dos assessores de todas as secretarias e órgãos do Governo do Estado.

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Orientações - incidência lagarta taturana

A gerência Regional da Saúde de Chapecó, que atende 39 municípios da região Oeste, chama atenção para incidência das notificações  de aparecimento da lagarta venenosa Taturana (Lonomia obliqua). De janeiro deste ano foram registrados até agora o atendimento de 14* pessoas que tiveram o contato com a lagarta, 11 pacientes apresentaram a necessidade de utilizar o soro para tratamento, nenhum óbito foi registrado. A presença da lagarta foi confirmada em pelo menos 18 municípios da abrangência.

A gerência da Saúde está atenta e pede atenção da população. “Nossa equipe está comprometida em auxiliar os municípios e prestar orientações. Com esclarecimentos, a intenção é diminuir este tipo de acidente e evitar casos mais graves”, afirma a secretária Executiva da Agência de Desenvolvimento Regional de Chapecó, Astrit Savaris Tozzo.

Segundo a coordenadora do setor de Zoonoses da Gerência de Saúde de Chapecó, Deyse Angelini, é necessário prudência, já que as lagartas podem ser encontradas no campo ou até mesmo em quintais com bastante arborização. “Caso você visualize as lagartas taturanas informe ao setor de saúde do seu município para fazer a correta identificação e coleta”, destaca Deyse.

Cuidados

Quando a pessoa entra em contato, a lagarta libera uma toxina pelas cerdas, que provoca manifestações hemorrágicas, isso faz com que o paciente agrave. “Começa às vezes com uma hemorragia discreta, mas em questão de horas pode evoluir e levar a óbito. Ao ter contato com a lagarta procure o serviço de saúde do seu município para avaliar a necessidade da aplicação do soro, a utilização depende da imunidade de cada paciente”, enfatiza a coordenadora. Os sintomas iniciais variam: vômito, dor de cabeça e manchas pelo corpo.

Soro

O soro antilonômico utilizado no tratamento de acidentes causados pela taturana é produzido com as cerdas da própria lagarta, por isso elas não devem ser queimadas.  “Precisamos delas vivas para fazer o soro. A recomendação é tirar uma foto da lagarta e procurar o serviço de saúde para identificar a espécie, caso seja a venenosa uma equipe do próprio município é deslocada no local para fazer a coleta da lagarta para produzir soro”, explica.

Municípios que registraram a presença da lagarta na abrangência da Gerência Regional da Saúde de Chapecó:

- Campo Erê, Caxambu do Sul, Chapecó, Cordilheira Alta, Cunha Porã, Guatambu, Irati, Palmitos, Pinhalzinho, Quilombo, Santiago do Sul, União do Oeste, Maravilha, Santa Terezinha do Progresso, São Miguel da Boa Vista, Modelo, São Lourenço do Oeste, Novo Horizonte .

*Dados retirados no SinanNet, atualizados em 07/02/2018.

Mais informações para a imprensa:
Andréia Cristina Oliveira
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Chapecó
Fone: (49) 2049-7427 / 99938-6966
E-mail: imprensasdrcco@gmail.com
Site: sc.gov.br/regionais/chapeco