Cursos da Udesc no polo de Caçador
Foto Murilo Roso/ADR Caçador

O polo da Universidade Aberta do Brasil (Uab) em Caçador recebeu a visita nesta terça-feira, 25, do diretor geral da Escola Superior de Administração e Gerência (ESAG) da Udesc, Arnaldo José de Lima, e os professores Ivoneti Ramos e Daniel Pinheiro. O objetivo foi afinar detalhes para os novos cursos que serão ofertados a partir do segundo semestre: Bacharelado em Administração Pública e Licenciatura em Informática.

De acordo com a coordenadora do polo Uab Caçador, Ivete Verona, o município foi contemplado com 70 vagas, disponíveis através do Vestibular de Inverno da Udesc, cujo prazo de inscrições encerra dia 4 de maio. “A visita dos diretores faz parte da apresentação e divulgação dos novos cursos. No início do mês recebemos os coordenadores de Licenciatura em Informática, e agora estamos com os representantes do curso de Administração Pública”, explica Ivete.

No encontro estiveram presentes também representantes de municípios da região, que irão ajudar na divulgação do vestibular. Para o diretor Arnaldo, a modalidade a distância é uma forma de a Udesc estar mais próxima dos catarinenses, contribuindo com o desenvolvimento das diferentes regiões do estado. “Estamos percorrendo os polos para apresentar os cursos e mostrar para as pessoas que é uma grande oportunidade de ter uma graduação pública, gratuita e de qualidade”, disse.

Cursos da Udesc no polo de Caçador

Faltando praticamente uma semana para o término das inscrições para o vestibular, o polo de Caçador já tem definidos os dias dos encontros presenciais de cada curso: Licenciatura em Informática nas terças-feiras a noite; e Administração Pública nas sextas-feiras a noite. A duração é de quatro anos.

O polo da Uab está localizado na rua Nereu Ramos, 273, ao lado da escola Paulo Schieffler. Mais informações (49) 3567 6531.

Inscrições até 4 de maio

O Vestibular de Inverno da Udesc tem inscrições abertas até dia 4 de maio, através do site www.udesc.br/vestibular. Para visualizar os cursos a distância é preciso clicar no link Vestibular EAD 2017. A taxa de inscrição é de R$ 70,00.

A prova dos cursos EaD em Caçador serão aplicadas na escola Paulo Schieffler no dia 28 de maio. O conteúdo que deve cair no teste está especificado no edital, também no site da Udesc.

Curso de Administração Pública

O curso tem por objetivo central habilitar gestores e profissionais para a coprodução de serviços públicos e para a gestão de seus sistemas, sejam eles órgãos públicos, organizações do terceiro setor, empresas privadas comprometidas com ações de responsabilidade social ou outros.

“A Udesc é considerada uma das melhores universidades estaduais do país e o curso de Administração é bastante reconhecido. Temos professores de ponta e será gratificante passar esse conhecimento aos alunos de Caçador e região. A gestão pública está exigindo profissionais cada vez mais técnicos, e essa é uma oportunidade de se qualificar”, afirma a professora Ivoneti Ramos, coordenadora​ da ​Graduação em Administração Pública EaD.

Curso de Licenciatura em Informática

O curso ter por objetivo formar profissionais que aprenderão forte conteúdo em programação em computadores, em programação para a internet, além de ter uma forte base na área da computação e informática e ainda ter juntamente com esse conhecimento a possibilidade de trabalhar como professor, em empresas ou abrir a sua própria empresa na área de informática.

Informações adicionais para a imprensa:
Murilo Rosso
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Caçador
E-mail: comunicacao@cdr.sdr.sc.gov.br
Telefone: (49) 3561-5905 / 99173-3024
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrcacador

Fortalecer cadeias produtivas existentes, identificar potenciais geradores de renda e elevar os índices sociais e de educação são ações comuns a regiões com baixos índices de desenvolvimento no Estado. Nesta terça-feira, 25, o comitê gestor do programa Crescendo Juntos, que visa equilibrar o desenvolvimento das regiões catarinenses, se reuniu em Florianópolis para conhecer propostas de desenvolvimento econômico e social das regionais.

Cada região prioritária do programa conta com um grupo de trabalho, o Núcleo Executivo Regional, que definiu as ações prioritárias nos eixos de desenvolvimento econômico, desenvolvimento social, gestão pública, infraestrutura e meio ambiente e ciência e tecnologia. Com apoio técnico da Secretaria de Estado do Planejamento, os núcleos escreveram projetos com justificativa, objetivos, ações previstas, indicadores, fontes de recursos e cronograma de execução.

Na região de Caçador, por exemplo, um dos projetos é o fortalecimento da piscicultura que prevê construir novos viveiros de produção, reformar viveiros já existentes, mecanizar a atividade com uso de equipamentos que venham a melhorar os sistemas produtivos, implantar uma unidade de beneficiamento do peixe, construir a casa do peixe com venda direta ao consumidor e capacitar os produtores. Já na região de Canoinhas há um projeto de implantação do Sistema Único de Assistência Social em todos os municípios do Planalto Norte. As propostas das regiões abrangem temas econômicos e de melhoria nas condições de vida das populações.

Na Serra, o destaque é o programa de apoio ao desenvolvimento do turismo da região, desenvolvido pela Associação de Municípios da Região Serrana) e Conserra (Conselho de Turismo da Serra Catarinense. O programa visa valorizar os atrativos turísticos públicos, com a implantação de um sistema de gestão para o desenvolvimento sustentável do turismo, criação de um aplicativo, reestruturação dos Postos de Informação Turística, sinalização turística da região e rotas cênicas.

“Eu fiquei impressionado com a qualidade dos projetos mesmo com alguns desníveis na evolução das agendas, mas nós já temos algumas agendas estratégicas. A equipe da Secretaria de Planejamento identificou, dentro das agendas, as afinidades das diferentes organizações que são parceiras do programa para avaliar o que já pode ser feito. Nós queremos produzir novas dinâmicas nas regiões”, destacou o secretário de Estado do Planejamento Murilo Flores.

Os parceiros do programa Crescendo Juntos e as secretarias estaduais vão avaliar as propostas para definir os projetos entrarão na Agenda de Desenvolvimento Regional. A partir disso, as propostas serão detalhados com os núcleos executivos regionais que reúnem representantes do Governo do Estado e da sociedade civil.

Outras demandas das regionais devem integrar uma agenda de Estado, como a implantação de energia trifásica e de internet no campo, revisão de política de tributação sobre produtos primários (ICMS fica com o município vendedor do produto), agregação de valor no turismo rural e qualificação de estradas rurais.

O comitê gestor do Crescendo Juntos é formado pelas secretarias de Estado de Planejamento, da Assistência Social, Trabalho e Habitação, de Agricultura e Pesca, Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo Cultura e Esporte, além de Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), Federação Catarinense de Municípios (Fecam) e Federação dos Trabalhadores na agricultura do Estado de Santa Catarina (Fetaesc).

Sobre o Crescendo Juntos

Após o estudo de diversos indicadores de desenvolvimento, a equipe técnica da Secretaria de Estado do Planejamento elaborou o mapa de elegibilidade que define as regiões de Santa Catarina mais desenvolvidas, em transição e menos desenvolvidas. Essa classificação é resultado da associação de duas variáveis-chave capazes de medir o desenvolvimento socioeconômico de uma região ou do Estado: renda domiciliar per capita média da população residente na região e Produto Interno Bruto per capita. Além disso, foram considerados dois indicadores complementares: evasão da população e a dinâmica do emprego formal.

O programa identificou 12 regiões com baixos índices de desenvolvimento em Santa Catarina: Caçador, Campos Novos, Canoinhas, Curitibanos, Dionísio Cerqueira, Ituporanga, Lages, Laguna, Quilombo, São Joaquim, São Lourenço do Oeste e Taió. Em cada região será elaborada uma agenda de desenvolvimento com propostas concretas para dinamizar a economia local, respeitando as vocações dos territórios, com a participação de órgãos governamentais e da sociedade civil organizada.

Os parceiros do Crescendo Juntos são BRDE, Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina S.A. (Badesc), Fecam, Fiesc, Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina, Fetaesc, Banco do Brasil, Universidade do Estado de Santa Catarina, Universidade Federal de Santa Catarina, Universidade Federal da Fronteira Sul e Sistema Acafe.

Informações adicionais para imprensa:
Rosália Dors Pessato
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado do Planejamento
E-mail: rosalia@spg.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3319/99186-9740

Caçador - Definidos os classificados da etapa microrregional dos Jogos da Terceira Idade

Encerrou na tarde desta quinta-feira, 20, a etapa microrregional dos Jogos Abertos da Terceira Idade na 10ª ADR de Caçador. As disputas aconteceram no Clube das Bochas, envolvendo 90 atletas dos municípios de Caçador, Calmon, Lebon Régis, Matos Costa e Rio das Antas.

O evento foi marcado pela integração entre os participantes, com direito a um café da manhã na abertura, premiação em medalhas e encerramento com lanche e baile para animar as delegações.

A integradora da Fesporte na 10ª ADR, Maria Joanete Pavelski, avaliou positivamente a etapa. “O Jasti é um evento para ocupar a terceira idade com esporte, amizades e diversão. O resultado mais importante é a alegria no rosto e na alma deles”, diz.

Caçador - Definidos os classificados da etapa microrregional dos Jogos da Terceira Idade

Foto Murilo Roso/ADR Caçador

Nas quatro modalidades em disputa as equipes campeãs da etapa garantiram vaga para a fase estadual em Blumenau de 17 a 21 de maio.

Bocha masculino - Caçador

Bocha Feminino - Caçador

Canastra Masculino – Lebon Régis

Canastra Feminino – Matos Costa

Dominó Masculino – Rio das Antas

Dominó Feminino – Rio das Antas

Truco Masculino – Matos Costa e Lebon Régis

Truco Feminino – Caçador

Bolão 23 Feminino – Caçador

Dança Popular – Calmon

Dança Casal 60 a 69 anos – Caçador

Dança Casal 70 anos – Caçador

Informações adicionais para a imprensa:
Murilo Rosso
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Caçador
E-mail: comunicacao@cdr.sdr.sc.gov.br
Telefone: (49) 3561-5905 / 99173-3024
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrcacador

Secretário da SST Valmir Comin em Caçador
Foto Murilo Roso/ADR Caçador

O secretário de estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), Valmir Comin, esteve em Caçador na manhã desta quinta-feira, 20. Em reunião na 10ª ADR, ele anunciou a construção de dois Centro de Referência Especializado de Assistência Social  (Creas) nos municípios de Caçador e Calmon. O investimento do Governo do Estado nas duas obras é de R$ 1,2 mi.

De acordo com o secretário Comin, o Governo do Estado irá investir R$ 50 milhões, através do Pacto por Santa Catarina na área social, para a construção de 89 unidades de Cras e Creas. O edital de licitação será lançado nos próximos dias. “Estamos percorrendo todas as regionais para fazer uma conversa direta com as ADRs e os municípios. Precisamos trabalhar integrados e acompanhar de perto essas obras, evitando qualquer tipo de problema”, afirma Comin, prevendo a conclusão das obras para outubro.

A reunião em Caçador contou com a presença do secretário executivo regional, Imar Rocha, gerentes da ADR e representantes dos municípios, entre eles o vice-prefeito de Caçador, Alencar Mendes, e o prefeito de Calmon, Pedro Spautz.

Secretário da SST Valmir Comin em Caçador

Para o secretário Imar Rocha, a construção de dois equipamentos como o Creas é importante para a região onde boa parte dos moradores precisa de assistência social. “O secretário Comin foi muito feliz em debater o assunto com antecedência nas ADRs, pois assim a chance de ter algum problema nas obras diminui. Certamente trata-se de um investimento que vai ajudar muitas famílias em situação de vulnerabilidade social”, finaliza Imar, lembrando que em 2016 o Estado inaugurou duas unidades de Cras, em Lebon Régis e Timbó Grande. 

Informações adicionais para a imprensa:
Murilo Rosso
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Caçador
E-mail: comunicacao@cdr.sdr.sc.gov.br
Telefone: (49) 3561-5905 / 99173-3024
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrcacador

Próximos eventos