Foto: Divulgação / Epagri 

Profissionais das áreas de meteorologia e Tecnologia da Informação da Epagri estão recebendo treinamento para operação do radar móvel que ficará sediado na cidade de Araranguá. O equipamento, adquirido pela Secretaria de Estado da Defesa Civil, vai apoiar a previsão de curto prazo para chuva, granizo e tempestades.

O treinamento - que envolve também profissionais da Defesa Civil, estudantes do curso técnico em meteorologia do IFSC e graduandos em meteorologia da UFSC - é ministrado por profissionais da Enterprise Eletronic Corporation (EEC), empresa fornecedora do equipamento. Nessa primeira etapa, que começou dia 21 e segue até 25 de agosto, as atividades estão acontecendo em sala de aula, na sede da Epagri, em Florianópolis.

A capacitação segue nas próximas quatro semanas, com a operação assistida. Nestes dias, profissionais da EEC permanecerão em Florianópolis apoiando as equipes da Epagri e da Defesa Civil, tanto nas unidades de recepção das imagens como no deslocamento do equipamento.

O radar móvel terá base no Morro dos Conventos, em Araranguá, junto ao farol da Marinha que funciona no local. Em casos de previsão de eventos meteorológicos mais extremos ou da ocorrência deles, o radar poderá ser deslocado para outras regiões do Estado, descreve Frederico de Moraes Rudorff, gerente de monitoramento e alerta da Defesa Civil.

Erikson de Oliveira, meteorologista da Epagri, conta que a operação desse radar é similar aos dois já instalados no Estado, em Lontras e Chapecó. Ele diz que, com o início da operação do radar móvel, Santa Catarina terá 100% de seu território coberto por estas imagens.

De acordo com o meteorologista, radares são eficientes para fazer previsões com até três horas de antecedência para chuva, granizo, temporais e ventos associados a esses temporais. Podem também auxiliar eventualmente na previsão da formação de tornados, mas, como esse sistema meteorológico se forma e desloca muito rapidamente, a previsão pode acontecer apenas minutos antes da ocorrência do fato. “Ainda não existe no mundo tecnologia para prever tornados com maior antecedência e precisão”, esclarece o pesquisador da Epagri.

O radar móvel de Araranguá cobre uma região num raio de 100km a partir do ponto onde estiver operando. Além de operar na previsão do tempo ele poderá auxiliar pesquisas, desde que seu uso para esse fim seja previamente autorizado pela Defesa Civil do Estado.

Informações para a imprensa:
Gisele Dias, jornalista: (48) 99989-2992 / 3665-5147
Isabela Schwengber, jornalista: (48) 3665-5407

Araranguá - História de vida de professora com deficiência visual é apresentada em encontro da Educação Especial na ADR
Foto: Leneza Della Krás/ ADR Araranguá

A professora Luana Tillman, docente em Atendimento Educacional Especializado no Campus do Instituto Federal Catarinense (IFC)  Santa Rosa do Sul, acompanhada de seu cão-guia, o golden retriever Mambo, foram convidados especiais da Gerência de Educação no 5º Encontro de Educação Especial, realizado pela Supervisão de Gestão Escolar, por meio da Coordenação do Atendimento Educacional Especializado – AEE, no auditório da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá na tarde desta terça-feira, 22.

Os professores do AEE, juntamente com os articuladores da educação especial das escolas da rede estadual de ensino da Regional Araranguá, puderam conhecer a história da professora, que desmistifica a ideia da deficiência visual como um limitador de uma vida plena.

Luana nasceu com glaucoma congênito hereditário e aos 15 anos, após um descolamento de retina, passou a ter deficiência visual total, o que não a impossibilitou de ter uma vida independente. “Já passei por mais de 30 cirurgias e inúmeros tratamentos, mas nunca perdi a capacidade de me superar”, disse.

A professora, hoje moradora de Sombrio, nasceu em Blumenau, e com incentivo da família, fez magistério, Faculdade de Pedagogia e duas especializações, e disse que frequentar o atendimento especializado na infância foi fundamental. “Meus pais sempre foram ativos e preocupados com meu desenvolvimento. Aos 3 anos de idade comecei a frequentar as salas de reforço, o que qualificou muito meu desenvolvimento, e aos 10 anos comecei a aprender o braile”, conta.

Já o cão-guia, Mambo, acompanha Luana há cerca de dois anos e meio, com quem tem uma relação de cumplicidade. Ela foi selecionada a receber o cão por meio do Projeto Piloto do Centro de Formação de Treinadores e Instrutores de Cães-guia do Instituto Federal Catarinense (IFC) – Campus Camboriú.

A coordenadora do AEE na Gerência Regional de Educação (GERED) de Araranguá, Eléria Karine Kunhasky Coelho Comim, agradeceu a importante participação da professora e seu cão-guia, enriquecendo o Encontro de Educação Especial com um belo exemplo de superação.

Informações adicionais para a imprensa
Leneza Della Krás
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Araranguá
E-mail: imprensa@aru.sdr.sc.gov.br
Telefones: (48) 3529-0100/(48) 99148-1191
Site: www.sc.gov.br/regionais/ararangua
Facebook: www.facebook.com/regional.ararangua

 

 

 

Criciúma - Encontro dos Secretários executivos do Sul
Foto: Paula Darós Darolt/ADR Criciúma

Para estreitar laços e trocar experiências, os secretários Executivos das Agências de Desenvolvimento Regional de Laguna, Tubarão, Braço do Norte, Criciúma e Araranguá, se reuniram nesta terça-feira, 22, na ADR de Criciúma, para discutir melhorias e investimentos do Governo do Estado no Sul.

"Precisamos pensar no Sul como um todo. Todas as ADRs precisam evoluir para que nossa região continue crescendo em desenvolvimento e competitividade e pra isso decidimos unir nossas forças", comentou o secretário anfitrião, João Fabris.

Esta foi a primeira reunião do grupo que decidiu montar um colegiado de secretários do Sul e reunir-se uma vez por mês. "Pensar em porto e aeroportos é pensar no Sul. Não é porque fica em uma determinada ADR que só aquele secretário vai discutir, é interesse de todos. Estamos alinhando as melhores estratégias para propormos tomadas de decisões junto ao Governo do Estado", explicou o secretário de Braço do Norte, José Ricardo Medeiros.  

Segundo o secretário da ADR de Laguna, Luiz Felipe Remor, a consolidação do colegiado no sul formará uma unidade para buscar ações que promovam o desenvolvimento na região. "Devemos pensar em obras que vão auxiliar em todas as áreas que movam a economia de nossa região, seja no fomento do turismo, indústria, agricultura e outras", destacou. 

"Vamos unificar nossas forças para defender e lutar em conjunto pela viabilização de grandes obras que a Região Sul precisa e algumas que já estão em andamento. Juntos, também pretendemos estreitar relações com as secretarias de Estado, participando de audiências de questões que são afins para as cinco ADR's", declarou o secretário executivo da ADR Araranguá, Heriberto Afonso Schmidt.

A próxima reunião entre os secretários do Sul será em Tubarão. "Não tenho dúvida que este tipo de encontro é fundamental para todos. Nosso encontro em Tubarão ainda não tem data definida. Os investimentos do Governo do Estado no Sul são bem significativos, mas precisamos estar juntos para ampliar ainda mais as demandas", Nilton de Campos, ADR Tubarão.

Investimentos

Mais de R$ 520 milhões estão sendo investidos no Sul do Estado em obras de infraestrutura como a Via Rápida em Criciúma, a pavimentação do contorno de Tubarão Rodovia - Ivane Fretta Moreira, a pavimentação do braço de acesso ao Farol de Santa Marta em Laguna, a pavimentação da SC-370 entre os municípios de Urubici a Grão-Pará, passando pela Serra do Corvo na região de Braço do Norte e revitalização da SC-447 entre Meleiro e Araranguá, além de outros investimentos em saúde, educação e os já concluídos como o Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam) que repassou mais de R$ 106 milhões aos 46 municípios desta região. 

Texto:

Paula Darós Darolt
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Criciúma 

Informações adicionais para a imprensa:
Eduardo Zabot
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Tubarão
E-mail: imprensa@tro.adr.sc.gov.br
Telefone: (48) 3631-9125 / 98843-1702
Site: sc.gov.br/regionais/tubarao


Informações adicionais para a imprensa
Leneza Della Krás
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Araranguá
E-mail: imprensa@aru.adr.sc.gov.br
Telefones: (48) 3529-0084 / 99183-1799
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrararangua
Facebook: www.facebook.com/regional.ararangua


Informações adicionais para a imprensa:
Chênia Priscila Cenci
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Braço do Norte
E-mail:  imprensa@bon.adr.sc.gov.br
Telefone: (48) 3651-1804 / 99114-6076
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrbracodonorte




Araranguá - Gerência Regional de Saúde comunica ampliação temporária de vacinação contra HPV
Foto: Leneza Della Krás/ ADR Araranguá

O setor de Imunização da Gerência de Saúde da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá comunica que a vacinação contra o HPV (Papiloma vírus humano) foi ampliada temporariamente para toda a população de 9 e 26 anos de idade. A informação é da Secretaria de Estado da Saúde.

De acordo com o enfermeiro Nilo Humberto de Souza, do Setor de Imunização da Gersa Araranguá, a ampliação se dá apenas nos municípios que possuem doses da vacina a vencer até setembro. “As pessoas interessadas podem se dirigir até a Unidade de Saúde de um dos 15 municípios do Extremo-Sul para verificarem a disponibilidade da vacina”, disse.

De acordo com o ofício circular, as Unidades de Saúde que possuírem doses a vencer podem utilizá-las na população de ambos os sexos, com idade entre 15 a 26 anos, observando que são necessárias a esta faixa etária três doses da vacina com intervalos de 0, 2 e 6 meses. O Ministério da Saúde garantirá as doses subsequentes para completar o esquema vacinal dessa população. Já a rotina de uso da vacina nos grupos prioritários deve ser mantida e fortalecida nas faixas etárias preconizadas no Calendário Nacional de Vacinação.

A vacina contra o HPV é a principal forma de prevenção contra o aparecimento do câncer do colo de útero, pênis, orofaringe e ânus. A ampliação da faixa etária para a vacinação contra o HPV foi autorizada pelo Ministério da Saúde e ocorreu porque as coberturas vacinais continuam muito abaixo da meta.

Informações adicionais para a imprensa
Leneza Della Krás
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Araranguá
E-mail: imprensa@aru.adr.sc.gov.br
Telefones: (48) 3529-0084 / 99183-1799
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrararangua
Facebook: www.facebook.com/regional.ararangua



I