Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Arquivo / Secom

A integração do transporte coletivo da Grande Florianópolis e a preocupação com a mobilidade urbana foram os principais temas da reunião entre a Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana (Suderf) e o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). O encontro ocorreu na tarde desta sexta-feira, 17, na sede do MPSC, em Florianópolis. 

O superintendente e subchefe da Casa Civil, Matheus Hoffmann, apresentou ao subprocurador-geral de Assuntos Institucionais, Alexandre Estefani, e ao promotor de Justiça Fabrício Pinto Weiblen o andamento do projeto que pretende integrar as linhas de ônibus intermunicipais e municipais da região. Entre as principais vantagens do novo modelo estão a gestão associada do sistema de transporte coletivo entre Governo do Estado e municípios e a reorganização dos itinerários, evitando sobreposição de linhas. Além da possibilidade de deslocamentos diretos na região continental, sem necessidade de entrar na Ilha, o que traria benefícios para o usuário e para a mobilidade urbana.

Segundo Hoffmann, a iniciativa teve um importante avanço em 2019, quando o governador Carlos Moisés retomou as tratativas para implantação da rede integrada. “Todas as Câmaras de Vereadores aprovaram o projeto de lei que autoriza a participação do município no novo sistema, embora algumas emendas inseridas ao projeto não possibilitem a integração imediata de todas as cidades da Grande Florianópolis”, explicou o superintendente.

Neste início de ano, a Suderf trabalha junto ao Observatório da Mobilidade Urbana da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) na readequação do projeto para atender as emendas. Em seguida, será feito o detalhamento da operação com todos os municípios para definir como efetivamente o sistema vai funcionar.


Reunião nesta sexta-feira. Foto: Divulgação / Casa Civil

“A iniciativa de integração de linhas é de grande importância para os usuários que utilizam diariamente o transporte coletivo e também para legalizar a situação dos municípios que possuem contratos defasados e irregulares”, afirmou o subprocurador Alexandre Estefani.

Após detalhamento da operação, deverão ocorrer as assinaturas dos convênios de cooperação e dos contratos de programa com as prefeituras participantes. Por fim, será lançado o edital do processo licitatório do transporte coletivo metropolitano.

Informações adicionais à imprensa:
Mauren Rigo e Márcia Callegaro
Assessoria de Comunicação
Casa Civil
E-mail: comunicacao@casacivil.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2005 / 98843-3497 / 3665-2104 / 98842-8479
www.fb.com/casacivilsc / @CasaCivilSC


Fotos: Cristiano Estrela / Secom

Com um vasto material fotográfico produzido ao longo da semana passada, a governadora em exercício, Daniela Reinehr, expôs a situação das rodovias do Oeste de Santa Catarina à equipe técnica do Ministério da Infraestrutura na tarde desta quinta-feira, 16. Ela pediu investimentos urgentes para amenizar transtornos, riscos à segurança e prejuízos causados pela condição das vias. Após explicação detalhada dada pela vice-governadora, os técnicos reconheceram que a região precisa de mais atenção. 

>>> Mais fotos na galeria

"O foco é rodoviário porque andei três dias, percorri quase mil quilômetros, fizemos um levantamento fotográfico. Perdemos cerca de 40% dos grãos produzidos. É dinheiro que se perde e prejudica o produtor. Para um agricultor familiar, o prejuízo é significativo", argumentou Daniela. "Se nessas condições o Oeste já produz tanto, imagina se tivermos uma infraestrutura melhor. Os valores investidos logo voltarão aos cofres da União com o crescimento na produção", acrescentou a governadora em exercício. 

Apresentação em momento decisivo

O secretário executivo adjunto do Ministério da Infraestrutura, Rodrigo Cruz, afirmou que o trabalho feito por Daniela veio em momento decisivo, uma vez que as prioridades para o ano serão decididas ao longo de semana que vem. "Nós também temos essa dificuldade orçamentária. Por isso é extremamente importante receber esse feedback dos estados para que possamos concentrar os investimentos onde há mais necessidade", disse. "O presidente Bolsonaro nos cobra que andemos mais fora das capitais para conhecer as regiões, os municípios. Vamos olhar com mais carinho essa situação no Oeste de Santa Catarina", assegurou.

A equipe do Ministério da Infraestrutura pediu cópias do levantamento. Últimos detalhes serão adicionados ao relatório até esta sexta-feira, 17, e Daniela fará o encaminhamento.

A governadora em exercício focou os pedidos por investimentos nas BRs 282, 163 e 153. O Ministério da Infraestrutura já havia garantido recursos para continuidade nas obras das BRs 470, 280 e 285. Em fevereiro, estão previstos o leilão para a concessão do trecho Sul da BR-101 e a assinatura de aditivo para o contorno da Grande Florianópolis. "Uma vez assinado, esperamos que não haja mais qualquer impedimento à retomada da obra. Sabemos o quanto é importante para o cidadão e para Santa Catarina", projetou o secretário nacional de Transportes Terrestres, Marcello da Costa.

Programa "Município + Cidadão"

No Ministério da Cidadania, Daniela tratou com a secretária executiva Ana Maria Pellini a respeito do programa "Município + Cidadão", com o objetivo de estimular a participação de prefeituras catarinenses. Nesta semana, cinco municípios se cadastraram: Agrolândia, Balneário Camboriú, Gaspar, Monte Carlo e São Bento do Sul.

A adesão de cada um será avaliada pelo Ministério da Cidadania, que priorizará os que mais necessitarem do apoio federal.

A participação no Município + Cidadão prevê premiações às prefeituras que mais se destacarem no cumprimento de metas do programa. Esta iniciativa é a junção de várias ações que os municípios já fazem, na maior parte das vezes, e que elevam o patamar da cidadania, e melhoram a qualidade de vida da população. O prazo para aderir é 2 de fevereiro.

Audiência no Ministério da Saúde 

O último compromisso de Daniela Reinehr na Capital Federal foi no Ministério da Saúde. A governadora em exercício e o ministro Luiz Henrique Mandetta discutiram na noite desta quinta-feira, 16, propostas de melhorias para a saúde pública em Santa Catarina.

"Nós vamos melhorar muito os equipamentos do Laboratório Central de Santa Catarina para aumentar a rapidez com que identificamos os vírus, principalmente da gripe, e isso vai servir para o Brasil inteiro", antecipou o ministro. A habilitação de mais serviços para hospitais no estado e a instalação de novos aceleradores lineares em Joinville também estiveram na pauta.

Agenda de trabalho em Brasília

A agenda da governadora em exercício nesta quinta em Brasília começou pela manhã, com uma audiência com o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos.

À tarde, Daniela participou do evento de lançamento da nova fase e da página online da Operação Acolhida, resposta humanitária do Governo Federal ao fluxo de venezuelanos em direção ao Brasil. A ocasião marcou o início de uma nova etapa da ação, que prevê a distribuição dos migrantes pelo país, com iniciativas voltadas à moradia e ao emprego. O evento teve a presença do presidente Bolsonaro e ministros.

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99605-9196
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Daiane Fagundes / Portonave 

O Complexo Portuário de Itajaí realizou, nesta quinta-feira, 16, a primeira manobra especial de teste na nova bacia de evolução. A manobra foi executada com o navio “Valor”, de 300 metros de comprimento e 48,3 metros de largura (boca) e durou cerca de 1h e 40 minutos. A ação foi permitida por conta da obra de dragagem realizada pelo Governo do Estado para o aumento da capacidade da Bacia de Evolução, concluída em abril de 2019, além de investimento complementar do Porto de Itajaí e da Portonave.

A manobra, efetuada pela primeira vez no Brasil, iniciou no berço 02 da Portonave. O navio foi rebocado de ré até a área da bacia, dando sequência para o giro de 180º.

A nova bacia contempla 500 metros de diâmetro e 14 metros de profundidade. O investimento de R$ 141,9 milhões do Governo do Estado possibilita a atracação de navios de 335 a 366 metros de comprimento e 48 a 52 metros de largura.

“É uma obra de extrema importância que trará mais desenvolvimento econômico para Santa Catarina”, afirmou o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler.

O Complexo Portuário de Itajaí é segundo maior em operações de contêineres no Brasil, representando quase 4% da balança comercial brasileira e 60% dos produtos produzidos em Santa Catarina. A estimativa é que com a chegada de navios maiores, aumente em 30% a movimentação de contêineres - o que representa R$ 27 milhões a mais de receita nas atividades ligadas ao setor portuário. 

Mais informações para imprensa:
Patricia Zomer
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-9995-8494
ascom.sie@gmail.com


Fotos: Divulgação / Defesa Civil 

Foi reaberta ao tráfego na última terça-feira , 14, de maneira provisória, a SC-108, em Guaramirim, no Norte do Estado. A rodovia estava interditada por conta de um deslizamento na altura da comunidade Vila Freitas. As obras de contenção e estabilização da rodovia estão sendo realizadas pela Defesa Civil, que abriu um desvio em um dos sentidos para liberar o trânsito. Os trabalhos seguem até março.

Para a liberação da SC-108, foram analisadas as condições do solo, umidade e estabilidade. Segundo a Defesa Civil, o terreno apresentou coesão e estabilidade nos ensaios de campo e testes de carga. A liberação ao tráfego foi acompanhada por técnicos e engenheiros do órgão, pela Prefeitura Municipal de Guaramirim, Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade e com o  auxílio da Celesc.

Segundo o chefe da Defesa Civil, coronel João Batista Cordeiro Júnior, a situação mais crítica no deslizamento da SC-108 foi superada, quando estavam sendo retirados os entulhos das casas destruídas no local. Segundo ele, neste momento, houve uma redução na estabilidade do solo, uma vez que aquele material permanecia contendo a encosta.

“Naquele momento, o trabalho teve de ser realizado em um ritmo para que não se agravasse a situação ainda mais e houve também altos índices pluviométricos no local. Com o avanço dos trabalhos, a estabilidade melhorou e atingiu-se um nível em que houve a possibilidade de liberação do tráfego. Agora é possível avançar com maior celeridade, todavia com constante monitoramento”, explicar Cordeiro Júnior.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


Flávio Vieira Júnior
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - DC
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889 / 99651-5888
E-mail: defesacivilsc@gmail.com
Site: www.defesacivil.sc.gov.br


Audiência com o secretário Hassler na manhã desta quarta-feira. Foto: Julio Cavalheiro / Secom

O Contorno Viário Leste de Xanxerê será liberado para o tráfego a partir desta sexta-feira, 17. A novidade foi anunciada após uma audiência entre a governadora em exercício, Daniela Reinehr, e o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler. Os dois se encontraram na manhã desta quarta-feira, 15, para tratar das demandas do Oeste catarinense.

“Essa é uma obra que vai facilitar muito a vida da população. O Contorno Viário trará mais segurança, comodidade e qualidade de vida para a região de Xanxerê. Outro ponto importante é que ele ajudará no escoamento da produção”, afirmou a governadora em exercício.

A obra do Governo do Estado foi concluída em 2017, mas não estava aberta para o trânsito de veículos, pois aguardava a execução das alças de acesso à BR-282, que foram concluídas agora. O Contorno Viário de Xanxerê liga a BR-282, na saída de Faxinal dos Guedes, à SC-480, saída para Bom Jesus.

“O contorno irá melhorar a mobilidade urbana, além de garantir mais segurança para os moradores e para os motoristas, contribuindo para a fluidez do fluxo logístico", disse o secretário Carlos Hassler.

Com quase oito quilômetros de extensão, a via vai desviar a rota dos caminhões que atravessam o município de Xanxerê e diminuir o trânsito dentro da cidade.

A implantação do Contorno Leste de Xanxerê teve investimento de R$ 24,3 milhões, por meio do programa Pacto Por Santa Catarina. A obra das alças de acesso à BR-282 foi realizada pelo Governo Federal, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT).

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


Patricia Zomer
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-9995-8494
ascom.sie@gmail.com


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

Foram quase mil quilômetros em quatro dias. A governadora em exercício, Daniela Reinehr, encerrou neste sábado um roteiro pelas estradas do Grande Oeste. Pela manhã, ela saiu de Piratuba e percorreu parte das SCs 390 e 150, até a cidade Capinzal.

Em seguida, ela fez o trajeto de 11 quilômetros do Contorno Viário de Capinzal, inaugurado no fim de 2018. Por fim, vistoriou as obras de pavimentação da SC-467, entre Jaborá e Ouro, a SC-355, até o entroncamento com a BR-282, e depois seguiu até Campos Novos pela rodovia federal.

Na avaliação de Daniela, o roteiro foi positivo e serviu para fundamentar sua busca por recursos para revitalização das rodovias, tanto federais quanto estaduais.

Na próxima semana, a governadora em exercício cumpre agenda em Brasília, onde tentará sensibilizar as autoridades federais da necessidade de liberação de valores para a melhoria das estradas do Oeste.

“Agora a meta é correr atrás de recursos em Brasília para as nossas BRs e também viabilizar a recuperação das nossas SCs. Tenho plena convicção de que, com uma infraestrutura adequada, o nosso estado vai para outro patamar. No ano passado, fizemos muito tapa-buraco e roçada, o que era o possível no momento pelas condições financeiras do Governo. Tudo isso foi feito com economia. Agora nós atualizamos o material sobre a situação das nossas estradas e vamos fazer o melhor para resolver essa situação”, afirmou Daniela.

A governadora em exercício disse que conversará com o governador Carlos Moisés e com o secretário Carlos Hassler, da Infraestrutura, sobre o roteiro e a busca por melhorias.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


Foto: Patricia Zomer / Secretaria da Infraestrutura

Uma reunião na Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE), na tarde desta sexta-feira, 10, em Florianópolis, discutiu a situação da SC-305, que fica na região Oeste. A rodovia precisa de obras estruturais que ainda dependem de diagnóstico, projetos e liberação de recursos.

Participaram do encontro o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler, o diretor de Operações da pasta, Delbi Canarin, e o consultor da Central de Atendimento aos Municípios (CAM), da Casa Civil, Alessandro Vargas. 

Para melhorar a segurança dos usuários e amenizar os problemas, o Governo do Estado está realizando obras de recuperação asfáltica no trecho mais crítico, entre São Lourenço do Oeste e Campo Erê. É uma medida paliativa enquanto não é realizada a restauração completa da estrada, explica o secretário Carlos Hassler.

“Acredito que em pouco tempo a gente vai ter mitigado os problemas relativos aos buracos, lembrando que é um trecho complexo, onde precisa realmente fazer uma recuperação grande, um investimento. Nós aguardamos os recursos necessários para que esse grande projeto possa ser implementado. Até lá, temos que continuar com essa ação de tapa-buracos, sabendo que não é a solução definitiva”, afirmou Hassler.

Responsabilidades

A SC-305 está no mapa rodoviário estadual da região da Associação dos Municípios do Noroeste (AMNOROESTE) e integra o Projeto Recuperar. Porém, os recursos repassados para o Consórcio Interfederativo Santa Catarina (CinCatarina) são apenas para a conservação e manutenção, como pequenos buracos, roçada, limpeza de bueiros e sinalização horizontal e vertical. Obras mais complexas e estruturais não estão contempladas no convênio.

No trecho da rodovia em São Lourenço do Oeste, estão previstos pelo CinCatarina trabalhos de roçada, limpeza e sinalização. A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade fará as obras de tapa-buracos.

“Existem rodovias e trechos de estradas onde os serviços necessários à regularização da via superam os previstos na conservação rodoviária, a cargo dos consórcios. Neste caso, torna-se necessária uma parceria na execução, cabendo os trabalhos de maior complexidade às coordenadorias regionais da SEI, em complemento aos trabalhos dos consórcios, como no caso do trecho da SC-305 entre São Lourenço do Oeste e Campo Erê”, explica Alessandro Vargas.

Sobre o Projeto Recuperar

O Governo de Santa Catarina adotou um novo modelo de gestão das rodovias estaduais, no ano passado. Com a criação do Projeto Recuperar, passou a administrar e fazer a manutenção das rodovias de forma colaborativa com os municípios, através de consórcios. 

Cabe ao Governo o repasse dos recursos para a execução dos trabalhos, e aos municípios, ligados aos consórcios, apontar os trechos e serviços prioritários das rodovias.

A Casa Civil, através da Central de Atendimento aos Municípios (CAM), faz as discussões individuais com os consórcios e constrói o melhor modelo que atenda cada região. A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (SIE) dá seguimento à parceria, firma os convênios e fiscaliza os trabalhos.

O Projeto Recuperar encerrou 2019 com nove consórcios tratados, abrangendo 15 associações de municípios conveniadas.

Informações adicionais à imprensa:
Mauren Rigo e Márcia Callegaro
Assessoria de Comunicação
Casa Civil
E-mail: comunicacao@casacivil.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2005 / 98843-3497 / 3665-2104 / 98842-8479
www.fb.com/casacivilsc / @CasaCivilSC


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

A governadora em exercício, Daniela Reinehr, prosseguiu com seu roteiro de vistorias pelas estradas do Oeste catarinense na manhã desta sexta-feira, 10. Ela partiu de Itapiranga, na divisa com a Argentina, e seguiu um trecho da SC-283 até Mondaí, uma rodovia ainda não pavimentada. 

Em seguida, ela rodou por parte das SCs 163, 386 e novamente na 283, passando pelos municípios de Mondaí, Riqueza e Caibi. 

>>> Mais fotos do roteiro aqui 

Por fim, rodou pelas BRs 158, em Cunha Porã, e 282, entre Maravilha e Chapecó. Ao todo, foram cerca de 200 quilômetros em 4 horas. No entroncamento das duas rodovias federais, a governadora em exercício encontrou muitos cereais na beira da estrada, parte da carga da produção da região que se perde em função da má condição de trafegabilidade. 

Segundo Daniela, os vídeos da situação das rodovias já foram enviados para autoridades federais. Na próxima semana, a governadora em exercício cumprirá agenda em Brasília para ir em busca de recursos para as BRs que cortam o Oeste. 

“Temos desafios gigantes pela frente, mas cabe a nós ir à luta e conseguir esses recursos. Esse descaso vem de muito tempo, mas precisamos de infraestrutura para nos desenvolvermos plenamente. Perdemos muito da nossa produção por conta das rodovias ruins. Isso precisa mudar”, destacou. 

Homenagem em Maravilha

No fim da manhã, a governadora em exercício recebeu uma homenagem da Câmara de Vereadores de Maravilha, a sua cidade natal, por se tornar a primeira mulher a assumir, ainda que interinamente, o Governo do Estado. 

Na ocasião, Daniela agradeceu pela placa e reafirmou seu compromisso em lutar por uma infraestrutura de qualidade para o Grande Oeste. O roteiro pela região segue até o sábado.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


SC-163 em São João do Oeste - Foto: Julio Cavalheiro / Secom 

O roteiro da governadora em exercício Daniela Reinehr pelo Grande Oeste teve continuidade nesta quinta-feira, 9. Daniela percorreu quase 300 quilômetros entre estradas federais e estaduais. Ela está realizando um levantamento sobre as condições das rodovias para ir em busca de recursos. Na próxima semana, a governadora em exercício vai a Brasília para conversar com autoridades federais sobre repasse de valores. 

>>> Confira as fotos aqui 

O dia de Daniela começou em São Lourenço do Oeste, de onde ela partiu para percorrer toda a extensão da SC-305 e parte da SC-161. Pouco antes do meio-dia ela chegou em Dionísio Cerqueira, passando pela BR-163, e conversou com autoridades locais. 

No retorno, passou mais uma vez pela BR-163 até São Miguel do Oeste, onde conversou com o vice-prefeito da cidade e concedeu entrevista coletiva. Pouco antes, vistoriou o acesso à cidade de Princesa. 


SC-305 em São Lourenço do Oeste 

Por fim, ela percorreu toda a extensão da SC-163, entre São Miguel do Oeste e Itapiranga. Na avaliação da governadora em exercício, há algumas estradas em condições razoáveis de trafegabilidade, porém outras estão em péssimo estado, como a BR-163, a SC-305 entre São Lourenço do Oeste e Campo Erê, e a SC-163 entre Iporã do Oeste e Itapiranga. 

“Precisamos compilar um material atualizado. Nossa meta principal é seguir atrás de recursos para garantir uma Infraestrutura de qualidade para o Oeste”, disse Daniela. 

A partir desta sexta-feira, a governadora em exercício começa a circular pelas estradas no sentido Meio-Oeste. O roteiro termina na manhã de sábado.

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 


Fotos: Divulgação / DCSC

Os detalhes operacionais da reabertura da SC-108, marcada para a próxima terça-feira, 14, foram definidos pela Defesa Civil de Santa Catarina em reunião na tarde desta quinta-feira, 9, em Guaramirim. O trânsito será liberado para todos os tipos de veículos (leves e pesados), em ambos os sentidos.

A Defesa Civil coordena a operação. A prefeitura irá auxiliar com material e maquinário para o desvio, que será necessário para a abertura, e melhoria na iluminação do local. Além disso, a sinalização será reforçada. 

A abertura tem caráter provisório já que poderão ocorrer fechamentos da rodovia para trabalhos específicos em função das obras de estabilização que seguem no local. 

O chefe da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Júnior, observa que a abertura da rodovia foi possível em função dos trabalhos já realizados durante a obra de contenção que elevaram o fator de segurança.

“Agradecemos a compreensão da comunidade pelos transtornos que foram gerados pela a obra, mas o principal objetivo é garantir a segurança das pessoas que trafegam no local, dos operários que atuam na obra de contenção e a tranquilidade dos moradores da localidade”, destacou.

Informações adicionais para imprensa:
Flávio Vieira Júnior
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - DC
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889 / 99651-5888
E-mail: defesacivilsc@gmail.com
Site: www.defesacivil.sc.gov.br