Fotos: Julio Cavlheiro / Secom

A noite de gala do esporte catarinense premiou os melhores atletas do estado em 2019 nesta segunda-feira, 2, em Florianópolis. A cerimônia do Prêmio Excelência Esportiva, organizado pela Fundação Catarinense do Esporte (Fesporte), foi realizada no Teatro Pedro Ivo, com a presença do governador Carlos Moisés, do presidente da Fesporte, Rui Godinho, e do ex-tenista e número 1 do mundo Gustavo Kuerten, o Guga. Em quase três horas de solenidade, foram agraciados desportistas e pessoas que contribuíram para o desenvolvimento do esporte catarinense ao longo da história. 

:: Mais imagens na galeria

Em seu discurso, Moisés relembrou seus tempos de atletismo e enalteceu o papel dos atletas na formação de uma sociedade mais igualitária. Ele ressaltou a capacidade de formação de caráter do esporte por meio de valores e da ética.

“O Governo quer ser parceiro do atleta. Superar os limites é um desafio que o Esporte impõe. Nas escolas, nós conseguimos descobrir muitos dos futuros atletas. Fico emocionado de vir a esta cerimônia e ver na plateia tantas pessoas que se superam todos os dias. O Esporte não pode nunca ser esquecido. Ele precisa ser fomentado”, falou o governador. 

Pouco antes, Guga também lembrou de alguns dos momentos mais marcantes de sua trajetória, quando ainda buscava o estrelato em competições pelo interior do estado e deixou uma mensagem de otimismo para os atletas catarinenses:

“Vale a pena desafiar a vida. O caminho para o esportista é acreditar no impossível, em algo improvável. Continuem acreditando em seus sonhos. O esporte tem esse poder de mexer o espírito e a alma das pessoas. Cada um que está aqui é um exemplo para a sua comunidade. São muitas horas de trabalho, mas o esporte permite que sejamos melhores a cada dia. Continuem essa caminhada, que ela vale muito a pena”.

Veja abaixo a lista dos premiados 

Medalha Rodolfo Sestrem

Sergio Rodrigues Castro (Vôlei de praia)  - Atleta destaque dos Jogos Abertos de SC 2019 
Taís Fabiane Schroeder Eval (Bolão 16) – Atleta revelação dos Jogos Abertos de SC 2019

Medalha Marcílio César Ramos Krieger (homenagem da Justiça Desportiva)

Carlos Eugenio Lopes
Maria Cristina Ferreira Santos 

Comenda do Mérito Desportivo
Alexandre Trevisan Schneider (handebol)
Kasuo  Konishi (judô)
Duciomar Antonio Grando, o Pipoca (judô)
Rui Rizzo (vôlei)
Salésio Kindermann (futebol)
Alvaro Rogerio Muniz (in memoriam)
Clube da Cala e Tiro Dias Velho, de Rio do Sul (entidade esportiva)
Universidade do Oeste de Santa Catarina (entidade patrocinadora)

Troféu Guga Kuerten de Excelência no Esporte
Isaky Anderson Coelho  (jiu-jitsu) – Melhor árbitro paradesportivo
Guilherme Locatelli (basquete) – Árbitro destaque de 2019
Alexandre Mederiso Ghizi (tênis de mesa) – Melhor técnico do Paradesporto
Karina Patricia de Souza (Vôlei) – Melhor técnico
Apae de Caçador – Melhor entidade paradesportiva
Associação Desportiva de Voleibol – Melhor entidade esportiva
Catarina Martins Machado (natação) – Atleta revelação paradesportivo
Calebe Lazarotti (Xadrez) – Atleta revelação
Gabriel Bodin Vieira Santos (Marcilio Dias) – Melhor atleta do futebol profissional
Sylvia Helena Braga (surfe adptado) – Melhor atleta paradesportiva
Gabriela Giraldi (patinação artística) – A melhor atleta
Bruno Becker da Silva (natação) – Melhor atleta paradesportivo
Douglas Brose (caratê) – O melhor atleta
Equipe Paralímpica de Tênis de Mesa DF (Criciúma) – Melhor equipe paradesportiva
Kindermann/Avaí (futebol feminino) – Melhor equipe catarinense

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 




Fotos: Antonio Prado/Fesporte

A etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), realizada em Blumenau, trouxe bons resultados para Santa Catarina. Os catarinenses fecharam a competição com um total de 86 medalhas sendo 21 de ouro, 35 de prata e 30 de bronze. Esse foi o melhor resultado já conquistado pelo Time SC.

Em 2018, foram 72 medalhas. Na edição deste ano, só nesta sexta-feira, 29, último dia de competição, foram 19 medalhas, sendo cinco de ouro com as disputas finas da natação, tênis de mesa e xadrez.

Os JEJ começaram dia 16 de novembro com a participação de 5 mil atletas/estudantes de todos os estados brasileiros divididos nas faixas etárias de 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos. A delegação catarinense era composta por 297 atletas, 37 professores/técnicos e sete dirigentes. O grupo participou nas modalidades de atletismo, badminton, basquete, ciclismo, judô, luta olímpica, futsal, handebol, ginástica rítmica, voleibol, vôlei de praia, natação, tênis de mesa e xadrez.

Para o presidente da Fesporte, Rui Godinho, o resultado da participação catarinense na competição foi altamente positiva. “Conseguimos superar o total de medalhas em relação ao ano passado. O COB não divulga o campeão geral, nem o número de medalhas de cada estado, mas sabemos que superamos gigantes como Minas Gerais e Rio de Janeiro e nosso estado está entre os melhores do Brasil no esporte escolar. Isso mostra que nosso estudante/atleta está em evolução técnica constante e o apoio que o governo estadual está dando neste segmento é importante para este crescimento”, destaca Rui Godinho.

Atletismo deu maior número de medalhas

O atletismo obteve o maior número de medalhas, 33 no total, sendo 10 de ouro, 15 de prata e sete de bronze. A natação aparece na segunda posição, com 31 medalhas conquistadas, sendo duas de ouro, 17 de prata e 12 de bronze.

Entre os destaques individuas figuraram o judoca Daniel Bolezina Silva, categoria pesado, da Escola Municipal Elza Pacheco, de Blumenau, que foi ouro na faixa etária 17 a 17 anos ao vencer todas as suas cinco lutas por ippon. E também Bryan Nikson Alves, do atletismo da Escola Básica Arnaldo Brandão, de Itajaí. Ele bateu o recorde dos 1.000 metros, que já durava nove anos, com o tempo de 2min38 segundos.


Atleta Bryan Nikson Alves bateu recorde dos 1.000 metros

Também no rol dos destaques está o recorde na natação na prova do revezamento 4 x 50 medley, 12 a 14 anos, com um time formado por  Ronaldo Klug Júnior (Positivo/Joinville), Kauan Eduardo Matias da Silva (Escola Flodoardo Cabral/Lages),Vinícius Cruz/Bom Jesus Pedra Branca/Palhoça) e Lucas Davesac Machado (Colégio Adventista/Itajaí). O tempo da prova foi de 1min52s.380.

Todos os resultados de sexta-feira estão disponíveis aqui.

Sobre a competição

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fesporte.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

 Foto: Antonio Prado/Fesporte

Valeu a pena esperar. Foi inaugurada oficialmente nesta sexta-feira, 22, a pista sintética de atletismo de Timbó. Com 400 metros de extensão (dimensões oficiais), a nova estrutura já começou a ser usada nas disputas da modalidade dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), evento organizado pelo Comitê Olímpico do Brasil, no Vale do Itajaí.

A nova pista foi aprovada por treinadores e atletas. A estrutura, segundo os envolvidos nos Jogos, não fica devendo em nada em comparação com as melhores do Brasil. A obra custou R$ 1.277.291,81, em investimento do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte e a Fundação Municipal de Esportes (FME) de Timbó.

Na cerimônia de entrega da pista, antes das competições dos JEJ, estiveram presentes o gerente de Esporte de Base e Inclusão da Fesporte - ex-atleta com participação em três olimpíadas, Sérgio Galdino; os marchadores olímpicos timboenses Alessandro Bágio e Alessandra Picagevicz; além do prefeito de Timbó, Jorge Kruger, e o presidente da FME municipal, Márcio Elisio.

Em suas palavras Galdino agradeceu ao presidente da Fesporte, Rui Godinho, e ao governador Carlos Moisés pelo empenho para tornar uma antiga demanda da região em realidade. “Esta pista em Timbó será um dos grandes legados que o evento deixará para a comunidade local. Eu, o Bágio e a Alessandra fomos atletas olímpicos, frutos dos Jogos Escolares e esta pista será importante para revelar novos atletas. Era um sonho de todos, que hoje torna-se realidade”, destacou Galdino.

As disputas do atletismo prosseguem até segunda-feira, dia 25. Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fesporte.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

 Daniel Bolezina Silva, ouro no judô | Fotos: Antonio Prado/Fesporte

Santa Catarina fechou o primeiro bloco de competições da etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude (JEJs), em Blumenau, com nove medalhas. O dia mais dourado para o Time SC foi a quarta-feira, com a primeira colocação no judô e handebol masculino. Além de alcançar duas vezes o ponto mais alto do pódio, a equipe catarinense conquistou também três pratas e quatro bronzes. 

A partir desta sexta-feira, 22, é a vez do atletismo, do badminton, do futsal e do voleibol serem protagonistas no Vale do Itajaí. O segundo bloco de competições dos JEJs vai até o dia 25. O terceiro e último bloco será no período entre 27 e 29 com ciclismo, ginástica rítmica, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez.

Alto do pódio

A primeira medalha de ouro catarinense foi conquistada apenas na quarta-feira pela equipe de handebol do Colégio Bom Jesus Ielusc, de Joinville, que venceu a representante de Taubaté por 25 a 22 na decisão: “É uma emoção muito grande ser campeão brasileiro. Treinamos o ano inteiro para isso. Nossa equipe jogou mais de 50 jogos este ano e agora somos campeões”, disse Enzo, um dos destaques da partida. 

 Handebol masculino conquistou o primeiro ouro catarinense

Santa Catarina também brilhou no tatame, com a medalha de ouro de Daniel Bolezina Silva, no judô. Com 17 anos, o aluno da Escola Municipal Elza Pacheco, de Blumenau, bateu o paulista Bernardo Rosa na categoria pesado. “Venci todas as minhas cinco lutas por ippon e não dá para descrever a alegria. É muito bom. É uma competição muito forte que se ganha nos detalhes”, disse Bernardo, que recentemente também ganhou o Brasileiro Sub-18 e foi campeão brasileiro da primeira da seletiva sub-21 que definirá os integrantes de seleção brasileira em 2020. 

No último dia do primeiro bloco de competições, o judô deu ainda uma medalha de prata para o Time SC. Luiz Felipe Rego, do Centro Educacional Promissor, de Palhoça, ficou em segundo lugar na categoria -81kg, 15 a 17 anos. 

Demais medalhistas

O Judô rendeu a Santa catarina, até agora, seis das nove medalhas. Se o primeiro ouro demorou para sair, o bronze chegou logo primeiro dia de competição, no domingo. Guilherme Campos Coronetti, de 13 anos, da Escola Estadual Governador Lacerda, de Videira, subiu no pódio na categoria – 36kg. Tarcisio Fernandes, da Escola Estadual Lara, de Chapecó, conquistou o mesmo resultado na categoria – 55 quilos.

A modalidade também garantiu prata para Ana Luiza Pradella, 13 anos, aluna da Escola Municipal Concórdia, de Concórdia, e Pietro Lucaia Trindade, da Escola Estadual Adelaide Konder, de Navegantes. 

 Ana Luiza Pradella e Pietro Lucaia Trindad, medalhistas no judô

A única medalha na luta olímpica foi conquistada por Bryan Gabriel Santos, da Escola Padre José Maurício, de Blumenau, com bronze na categoria pesado, 15 a 17 anos. A Escola Estadual Valdete Piazera, de Jaraguá do Sul, ficou com o terceiro lugar no basquete feminino. 

JEJs

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina por intermédio da Fesporte.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

 Foto: Marcelo Martins/Prefeitura de Blumenau 

Blumenau está pronta para receber os Jogos Escolares da Juventude, evento que reúne os melhores atletas do Brasil entre 12 e 17 anos. A cerimônia de abertura será neste sábado, 16, às 18h, no ginásio Galegão, ao lado da Vila Germânica. As competições seguem até o dia 29 com participação de quase cinco mil estudantes das 27 unidades federativas, além de convidados da Angola, da Venezuela e do Japão.

Ao todo, serão distribuídos 1.502 medalhas e 50 troféus. O evento contará ainda com 683 técnicos, 494 árbitros e 187 voluntários, exigindo a utilização de 67 ônibus, além de vans, carros, caminhões e ambulâncias. O time Santa Catarina, maior delegação dos Jogos, será composto por 341 componentes, sendo 150 atletas da categoria 12 a 14 anos, 147 atletas entre 15 e 17, 37 professores/técnicos e sete dirigentes.

A equipe catarinense terá representantes nas 14 categorias: atletismo, badminton, basquete, ciclismo, judô, luta olímpica, futsal, handebol, ginástica rítmica, voleibol, vôlei de praia, natação, tênis de mesa e xadrez. Em 2018, nos JEJ em Natal (RN), a delegação conquistou um total de 72 medalhas, sendo 13 de ouro, 36 de prata e 23 de bronze, ficando entre as quatro melhores delegações do Brasil.

 
Imagem dos Jogos Escolares de 2018, em Natal | Foto: Antonio Prado/Secom

Os Jogos Escolares de Juventude é um evento promovido pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) em parceria com o Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, e prefeitura de Blumenau. 

Parceria Governo do Estado e COB

Para o presidente da Fesporte, Rui Godinho, a realização dos Jogos Escolares da Juventude em  Blumenau representa um ganho significativo para toda uma cadeia no estado: “Ganha o setor do turismo, cultura, gastronomia, toda rede hoteleira e traz visibilidade para o nosso Estado já que toda a grande mídia do país cobrirá os Jogos. Os JEJ são uma das maiores competições esportivas do mundo e já revelaram grandes campeões olímpicos para o Brasil”.

Rui lembra como começou o processo para trazer o evento para Santa Catarina: “Soubemos que Blumenau pretendia fazer uma etapa classificatória dos JEJ e então, entramos em contato com o governador Carlos Moisés sugerindo a possibilidade de sediar a competição. O governador deu o sinal positivo e fechamos a parceria com COB e a prefeitura de Blumenau”.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 


Foto: Antonio Prado / Fesporte 

Blumenau é campeão geral da 59ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), realizada nas cidades de Timbó, Pomerode e Indaial e que terminou neste domingo, 10. O município agora soma 42 conquistas no maior evento poliesportivo do Sul do Brasil. No festivo de encerramento, o município mais vezes campeão finalizou sua participação com mais um troféu e uma medalha de ouro. Venceu Brusque, na decisão do basquete masculino.

Na classificação geral, Blumenau somou 228 pontos, Itajaí foi segundo colocado, com 170, São José terceiro, com 138, Florianópolis quarto, com 108, e Chapecó, com 106, terminou em quinto.

>>> Confira os campeões por modalidade neste link

O presidente da Fesporte, Rui Godinho da Mota, destacou a organização por parte dos municípios-sede e o elevado nível das competições. "Foi fantástico. A abertura já foi fascinante. Percebi o altíssimo nível de competição. A ginástica rítmica, por exemplo, tinha sete atletas de seleção. Vamos batalhar para transformar os Jasc no maior evento esportivo do país e uma referência de organização esportiva", destacou Godinho.

“Estou bastante feliz com o desempenho das nossas modalidades, é um momento de grande alegria, resultados expressivos, vários troféus. É a nossa delegação honrando a bandeira, a camisa de Blumenau, com muito orgulho, muita garra e felicidade, levando o nosso município para todo o estado, com muito carinho”, avaliou Egídio Beckhauser, diretor executivo da Secretaria do Esporte de Blumenau.

Neste domingo ainda de disputas, o basquete masculino de Blumenau entrou em quadra para fazer mais uma final. Na decisão, venceu Brusque por 85 a 58, e levou mais um ouro para casa. Com o resultado, ampliou a performance e o rendimento na campanha dos Jogos Abertos de 2019.

Beckhauser tem a receita do sucesso do município: “Os resultados vieram com a dedicação dos nossos técnicos, dos dirigentes, de toda a comunidade blumenauense, do poder público, do investimento da iniciativa privada e das parcerias”.

Os Jasc foram promovidos pelo Governo de Santa Catarina e realizados por intermédio da Fesporte, em parceria com os municípios de Indaial, Timbó e Pomerode.

Texto: Olavo Moraes

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

Fotos: Maurício Vieira/Secom

Um evento multicultural e cheio de manifestações artísticas. Assim foi a abertura oficial da 59ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), na noite desta sexta-feira (1º), em Timbó. Cerca de três mil pessoas lotaram o Pavilhão de Eventos Henry Paul para acompanhar o evento, que teve como tema a inclusão, diversidade e história dos três municípios-sede dos Jasc 2019: Timbó, Indaial e Pomerode. Os jogos começaram nesta sexta-feira e seguem até dia 10.

Na edição deste ano, cerca de 4,8 mil atletas, de 120 municípios, disputam 26 modalidades esportivas. O chefe da Casa Civil, Douglas Borba, acompanhou a solenidade e declarou aberta a competição.

“A expressão perfeita para definir o Jasc é a de alimentar sonhos. E isso é motivar que cada catarinense corra atrás de seus objetivos. Outra que também pode ser usada é superação, afinal 11 anos depois as três cidades estão dando exemplo de reconstrução, atitude e coragem”, afirmou.

O governador Carlos Moises gravou um vídeo, que foi transmitido durante a cerimônia. Ele reforçou a importância do evento para o estado. "Sabemos que os Jasc já revelaram atletas importantes, mas o esporte representa mais do que isso. Santa Catarina tem dado valor à prática esportiva porque sabe que ela promove marcos sociais e atrai muitas pessoas para o bem", declarou.

Essa é a terceira vez que essas três cidades recebem os Jasc. A primeira foi em 2004, a segunda em 2008. Porém, neste ano, por causa das fortes chuvas, a competição precisou ser cancelada no segundo dia. O presidente da Fesporte, Rui Godinho, também reforçou que a superação é um dos diferenciais dessa edição. “Tenho certeza que será um grande evento, já que as cidades se uniram para realizar mais uma vez uma grande competição. Desejo aos atletas muito empenho, para que também possam fazer parte da história dos Jasc”.

:: Veja mais fotos na galeria

A cerimônia de abertura foi marcada por apresentações, que fizeram referências à herança cultural da região do Médio Vale, passando pelos primeiros habitantes indígenas até as danças típicas alemãs e italianas. Nesta edição, os atletas José Alessandro Bagio (marcha atlética), Monica Bogo (Bolão 16CM), Jéssica Mayer (ginástica rítmica), Jocemar Kreitlow (tiro carabina) e Alessandra Picagevicz (marcha atlética) foram os protagonistas em um dos momentos mais esperados do evento. Eles acenderam juntos a pira dos Jasc 2019. Logo em seguida, a atleta de Bolão 23CM Michele Erdmann fez o juramento.

Competições começaram nesta sexta-feira

As competições começaram na manhã desta sexta-feira, quando saiu a primeira medalha da etapa estadual dos Jasc. A nadadora Amanda Schumacher de Oliveira, de Joinville, cravou 5min8s9 e venceu a prova dos 400 metros medley.

Neste primeiro dia de evento, foram mais de 100 confrontos em diversas modalidades. Ao todo, a competição conta com 26 modalidades: atletismo, basquete, bocha, bolão 16, bolão 23, ciclismo, caratê, futebol, futsal, ginástica artística, ginástica rítmica, handebol, judô, natação, punhobol, remo, taekwondo, tênis, tênis de mesa, tiros, triatlo, vôlei, vôlei de praia e xadrez e ainda jitsuo (provisória). Na programação haverá também a exibição do boxe.

Os Jasc, em sua etapa estadual, são uma realização do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Indaial, Pomerode e Timbó.

:: Confira os boletins diários e a programação no site da Fesporte

Informações adicionais para imprensa:
Karine Wenzel
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
Fone: (48) 3665-3005 
E-mail: karinew@secom.sc.gov.br 
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC

 Ensaio final em Timbó | Foto: Rodrigo da Silva Pereira

A quinta-feira 31, em Timbó, Pomerode e Inadaial foi dia dos últimos ajustes para o início da etapa estadual da 59ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). No Pavilhão de Eventos Henry Paul, em Timbó, a movimentação foi intensa com o último ensaio dos cerca de 300 bailarinos da Fundação Municipal de Esporte para a cerimônia de abertura, que ocorre nesta sexta-feira, 1º , às 20 horas, no mesmo local.

Inclusão, diversidade e história dos três municípios-sede serão o tema da solenidade. O slogan dos Jogos é “Tudo começa com um sonho”. Para a professora Simone Sebold de Souza, responsável pela cerimônia de abertura, quem for ao pavilhão vai presenciar uma linda festa, com apresentação que irá contar a história de Timbó, Indaial e Pomerode, passando pelos primeiros habitantes indígenas e também pelas colonizações alemã e italiana, típicas dos três municípios.

Apesar da abertura ser às 20 horas, já no início da manhã de sexta as competições começam. Estão previstos 80 jogos na primeira rodada, que inclui as modalidades de basquete, bocha, bolão 16, bolão 23, futebol, futsal, handebol, punhobol, tênis, tênis de mesa e voleibol. Também estreiam no primeiro dia a natação e o ciclismo, com a prova de maraton.

A 59ª eição dos Jogos vai contar com cerca de 4.800 atletas, de 120 muncipios, disputando 26 modalidades esportivas: atletismo, basquete, bocha, bolão 16, bolão 23, ciclismo, caratê, futebol, futsal, ginástica artística, ginástica rítmica, handebol, judô, natação, punhobol, remo, taekwondo, tênis, tênis de mesa, tiros, triatlo, vôlei, vôlei de praia e xadrez e ainda jitsuo (provisória). Na programação haverá também a exibição do boxe.

Os Jasc, em sua etapa estadual, são uma realização do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Indaial, Pomerode e Timbó.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 


Foto: Francielle Cecília/Fesporte

A expectativa é total para a comunidade esportiva catarinense para o início da etapa estadual da 59ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), a ser realizada entre os dias 1 e 10 de novembro no Vale do Itajaí. Durante os dez dias de competição, serão cerca de 4.800 atletas disputando 26 modalidades esportivas. A cerimônia de abertura está programada para sexta-feira, 1º novembro, às 20 horas, no Pavilhão de Eventos Henry Paul, em Timbó, cidade-sede da competição ao lado de Indaial e Pomerode. 

Os Jasc são a maior competição de esporte amador do estado e uma das mais importantes e antigas do país. Ao longo de mais de 50 anos de existência, a competição já revelou inúmeros talentos como Gustavo Kuerten, o Guga (tênis), Luisa Matsuo (ginástica rítmica), Tiago Splitter (basquete), Ana Moser e Nathália Zílio (vôlei), Fabiana Beltrame (remo), Fernando Scherer, o Xuxa (natação), entre tantos outros. As velocistas Tamires de Liz e Ana Cláudia Lemos, ambas atletas olímpicas, são dois dos últimos destaques.  

O que começou como uma confraternização de pessoas, em 1960, se transformou hoje em um megaevento que envolve diretamente cerca de 2.500 profissionais na organização e atrai a mídia do todo estado. Para o presidente da Fesporte, Rui Godinho da Mota, vivenciar os Jasc, seja como atleta, dirigente, organizador ou colaborador, é experimentar o universo esportivo em sua plenitude. É ser ator de uma competição consagrada como uma das melhores do Brasil, palco de atletas olímpicos, da seleção brasileira e anônimos.

 “Os Jasc são a oportunidade de ver e praticar, não somente bons jogos em quadra, mas experimentar o esporte como elemento da manutenção para uma vida saudável.  É vivência, por meio do esporte, de valores necessários para o convívio em sociedade como a tolerância, a inclusão e o respeito”, destaca Godinho.

A cerimônia de abertura está programada para o dia 1º novembro, às 20 horas, no Pavilhão de Eventos Henry Paul, em Timbó (Rua: Juluis Scheidmantel, s/n – Centro). A etapa estadual é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Indaial, Timbó e Pomerode. A estimativa dos organizadores é que o evento incremente ao comércio local das três cidades cerca de R$ 15 milhões.

O Jogos Abertos de Santa Catarina serão disputados nas modalidades: atletismo, basquete, bocha, bolão 16, bolão 23, ciclismo, caratê, futebol, futsal, ginástica artística, ginástica rítmica, handebol, judô, natação, punhobol, remo, taekwondo, tênis, tênis de mesa, tiros, triatlo, vôlei, vôlei de praia e xadrez e ainda Jiu-jitsu (provisória). Na programação haverá também a exibição do boxe. 

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

 
O voleibol masculino da Unoesc foi campeão | Foto: Antonio Prado/Fesporte

A 67ª edição dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) chegou ao fim neste domingo, 27, em Salvador, BA, com um saldo positivo para Santa Catarina. Nos cinco dias de competição, foram conquistadas 53 medalhas, sendo 15 de ouro, 19 de prata e 19 bronze. No último dia do evento, os catarinenses estiveram em cinco finais nas modalidades coletivas, sendo campeões em apenas uma ocasião e  ficando com a medalha de prata nas demais disputas. A delegação ainda ficou com o bronze no handebol feminino.

A medalha de ouro veio com o voleibol masculino da Unoec, de Chapecó, que enfrentou na final a Uniatenu, do Ceará. Os chapecoenses fizeram uma partida tranquila, fechando o jogo em 3 a 0 com parciais de  25/17, 25/20 e 25/17. “Essa conquista representa a recompensa de um trabalho de um ano inteiro, treinando dois períodos por dia. Não foi fácil chegar até aqui. Somos bicampeões e ano que vem buscaremos mais um título”, disse, ao fim do jogo, Pedro, campeão e aniversariante do dia.

No jogo das Leoas da Serra/Uniplac/Lages, pelo futsal feminino, porém, uma derrota surpreendente: 6 a 0 para a Unip, de São Paulo. As campeãs mundiais levaram três gols logo no início do jogo e, ao usar a goleira linha, facilitaram os contra-ataques para que o placar fosse ampliado. Também derrotados nas finais: o basquete masculino, representado pela a Unisociesc, de Joinville, perdeu para a Unicesumar, do Paraná (53 X 68); o handebol masculino da Univali, de Itajaí, com derrota por 23 a 21 para a UNG/SP; e o voleibol feminino da Unochapecó, superado pela Unifor/CE por 3 sets a 0 (18/25, 15/25 e 18/25).

Ao analisar o desempenho catarinenses na competição, o presidente da Federação Catarinense do Desporto Universitário (FCDU), Manoel Rebelo, se disse satisfeito: “Além da conquista das medalhas, nosso grande feito este ano foi iniciar uma parceria com o Governo estadual, por meio da Fesporte. Por isso queremos agradecer a Fundação pelo apoio ao esporte universitário”.

Para Rui Godinho, presidente da Fesporte, apoiar atletas universitários é apoiar cidadania e a educação: “Estes atletas que disputaram os JUBs, na Bahia, estudam em uma faculdade devido ao esporte. Alguns, se não fosse pelo esporte, não teriam condições de pagar seus estudos. O esporte proporciona isso. Então, é mais do que justo o governo estadual apoiar estes atletas por meio da Federação”.

Time SC

Gerenciada pelo Governo de Santa Catarina, por intermédio Fesporte e FCDU. a delegação de Santa Catarina foi formada por 178 pessoas (141 atletas de oito universidades, 26 técnicos e 11 oficiais) e participou nas modalidades de atletismo, basquete, basquete 3x3, futsal, handebol, vôlei, jogos eletrônicos, judô, natação e trabalho acadêmico.  

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br