Os beneficiários da tarifa social da Casan de todo o estado, que terão isenção nos meses de março e abril devido à situação do Coronavírus em Santa Catarina, estão recebendo mensagens curtas de SMS da Companhia informando a respeito da ação. A medida foi anunciada pelo Governo do Estado, e é destinada apenas aos usuários da tarifa social.

A mensagem está sendo enviada exclusivamente aos usuários da tarifa social cujo celular está cadastrado na Companhia: “A Casan informa que as faturas de 03 e 04/2020 serão isentas. Caso tenha efetuado o pagamento, o valor será abatido nas próximas faturas. Dúvidas: 0800 643 0195”.

Além do SMS, na própria fatura também consta a informação sobre a isenção. As mensagens têm o objetivo de evitar o transtorno do pagamento desnecessário. Mesmo quem não tem celular cadastrado na Casan, mas é beneficiário da tarifa social, está obviamente isento de pagamento por 60 dias.

O beneficiário da tarifa social que já tenha efetuado o pagamento terá o valor descontado nas faturas subsequentes.

Para ter direito à tarifa social da Casan é preciso estar registrado no Cadastro Único do Governo Federal e ter renda mensal familiar de até dois salários mínimos.

Mais informações para a imprensa:
Gerência de Comunicação Social da Casan
Fones: (48) 3221-5034 | 3221-5035 | 3221-5036
Arley Reis 
E-mail: areis@casan.com.br
Ricardo Stefanelli 
E-mail: ristefanelli@casan.com.br
Fone: (48) 9136-9345
www.casan.com.br

 

 


Foto: Cristiano Estrela / Arquivo / Secom

O Instituto de Previdência de Santa Catarina começa a pagar nesta terça-feira, dia 31, os benefícios previdenciários de 57.911 inativos do agrupamento poder executivo –  civil e militares – e também dos 12.438 pensionistas de todos os Poderes. Em meio ao avanço da pandemia de Covid-19 a Secretaria de Estado da Saúde (SES) publicou a Portaria 192 com as regras que deverão ser seguidas pelos bancos, correspondentes bancários, lotéricas e cooperativas de crédito que começaram a atender o público somente para operações que precisam ser feitas presencialmente a partir desta segunda-feira, 30.

A principal orientação é que os idosos, que fazem parte do grupo de risco, não se dirijam às agências para sacar o salário, e em vez disso, optem por pagar suas despesas por meio do cartão de débito ou crédito – lembrando que o cartão deve ser higienizado após o uso.
Outro aliado é o internet banking – que são as transações, pagamentos e outras operações financeiras feitas pela internet por meio de uma página segura do seu banco ou de aplicativos no telefone.

“Aqueles que estão no grupo de risco devem permanecer em casa e tomar todos os cuidados devidos contra o coronavírus – evitando ir às agências bancárias para eventual saque do salário. Devem optar pelo uso do cartão de crédito ou débito e também pelo agendamento na internet “ reforça Kliwer Schmitt, presidente do Iprev.

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Para tentar reduzir o número de pessoas nas agências, os bancos ampliaram as funções do internet banking. Para quem não está acostumado a usar os canais digitais para pagamentos e transações, a Febraban publicou uma cartilha com instruções de como acessar a sua conta online.

>>>Acesse a cartilha com orientações da Febraban aqui

É importante lembrar que o Estado publicou regras para as instituições financeiras que vão atender a população. Confira as regras aqui.

Acompanhe as notícias relacionados ao novo coronavírus em SC

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Informações adicionais à imprensa: 
Assessoria: Mariana Paniz
Instituto de Previdência do Estado de Santa Catarina - Iprev
(48) 3665.4600
comunicacao@iprev.sc.gov.br
www.sc.gov.br 


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

O Governo de Santa Catarina publicou o decreto (confira o documento aqui) que prorroga por mais sete dias as medidas de restrições ao convívio social em todo o estado. O documento preserva todas as limitações já previstas no decreto anterior, nº 525, mas estende seus efeitos até o dia 7 de abril. A determinação tem por objetivo diminuir o ritmo de crescimento da disseminação do novo coronavírus entre os catarinenses.

"A prioridade sempre será a vida. Estamos cientes do impacto para a economia das medidas adotadas no mundo inteiro, mas é dever do Estado e de todos os cidadãos defender os idosos e pessoas mais vulneráveis à Covid-19", afirma o governador Carlos Moisés.

>>>Confra aqui o decreto 525 e aqui o decreto 535

Publicado no Diário Oficial do Estado na noite dessa segunda-feira, 30, o decreto nº 535 passa a vigorar por sete dias a partir desta quarta, dia 1º. O documento é assinado pelo governador, pelo chefe da Casa Civil, Douglas Borba, pelo secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca e pelo procurador-geral do Estado, Alisson de Bom de Souza.

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Até a noite desta segunda, Santa Catarina tinha 219 casos confirmados de COVID-19 e duas mortes causadas pela doença.

Acompanhe as notícias relacionados ao novo coronavírus em SC

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
Site: www.sc.gov.br

Foto: Divulgação

A quarentena para controle de propagação da Covid-19 tem mudado a rotina dos contemplados nos editais da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável. Um exemplo é o Programa Nascer, de fomento e desenvolvimento de ideias, que iniciou em março as atividades com 155 equipes. As conversas com mentores são realizadas agora a distância, com ajuda de ferramenta, para reduzir os riscos de contágio com o novo coronavírus e manter o fluxo de trabalho. Já os encontros presenciais foram suspensos e substituídos por videoconferências e webinars.

O coordenador do Programa Nascer de Videira, Leandro Hupalo, destaca que além das atividades disponíveis na plataforma há uma agenda semanal de videoconferências com convidados. Já foram realizadas duas palestras e para os próximos dias estão previstas conversas com especialistas sobre carreira e negócios. “Os participantes estão interagindo bem com as atividades propostas. As equipes apresentam muita qualidade e interesse em se desenvolver enquanto empreendedores”.

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

O presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, destacou o avanço das ações do Programa Nascer com ajuda de ferramenta online. “As capacitações vão ter continuidade para os mais de 150 empreendedores em todas as regiões do Estado. Eles seguirão recebendo orientações, mentorias e conhecimentos para modelar seus negócios e em breve ajudar Santa Catarina a retomar o desenvolvimento”, afirmou.

O superintendente do Sebrae/SC, Carlos Henrique Ramos Fonseca, salientou ainda a importância do programa para o desenvolvimento de novas empresas. “Nosso objetivo com o Programa Nascer é criar uma trilha da inovação, incentivar a criação de startups e contribuir para o surgimento de novos empreendedores”, completou.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino, é importante que o Estado desenvolva oportunidades em tempos de crise. “Acredito que este momento vai passar, pois temos um povo batalhador e, sobretudo, inovador. E a Fapesc tem esse papel de fomentar o ecossistema de Santa Catarina”, reforça.

Programa em parceria com o Sebrae

Ao todo, 155 ideias foram aprovadas na última edição do Programa Nascer, que é realizado pela Fapesc em parceria com o Sebrae. As equipes foram distribuídas entre em 15 cidades que já têm ou ainda terão os centros de inovação do Governo do Estado. Os participantes recebem cinco meses de mentoria e apoio de especialistas para desenvolver ideias que poderão ser posteriormente incubadas. Só em Videira, por exemplo, são 12 projetos que envolvem 41 pessoas. Lá, as atividades do Nascer começaram em 5 de março, junto com a inauguração do centro de inovação da cidade.

"Durante o programa, temos cerca de 35 palestras, workshops e treinamentos para complementar as atividades disponíveis na plataforma. Agora, os cocreators (participantes) seguem recebendo conteúdo de qualidade durante este período de isolamento social",  destacou o fundador do Cocreation Lab, Luiz Salomão Ribas Gomez, que usa a metodologia TXM na qualificação dos aprovados no Programa Nascer.

Confira aqui a lista de todos os projetos aprovados no Programa Nascer: bit.ly/ResultadoNascer

Acompanhe as notícias sobre o novo coronavírus

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Informações adicionais para imprensa:
Francieli Oliveira
Assessoria de Imprensa
Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de SC - Fapesc
E-mail: francieli@fapesc.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-4812 / 9.9927-4159
Site: www.fapesc.sc.gov.br 


Foto: Udesc / Divulgação

A comunidade acadêmica da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) segue mobilizada em ações contra o novo coronavírus. Atividades envolvendo alunos, técnicos e professores têm sido realizadas para contribuir com o combate à Covid-19, entre elas a fabricação de face shields (protetores faciais) em impressoras 3D, a doação de materiais para a rede de saúde, como máscaras e luvas, e a disponibilização do hospital veterinário de Lages, entre outras ações.

No site da Udesc, foi disponibilizado um formulário voltado à comunidade acadêmica para cadastro de ações que impactam direta e indiretamente na contenção do contágio do novo coronavírus em SC. Uma rede de voluntários foi criada para auxiliar nessas atividades, sob coordenação geral do vice-reitor eleito, Luiz Coelho. 

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Professores e alunos da Udesc Ceart, por exemplo, estão produzindo desde a última semana por volta de 40 face shields para doação a equipes médicas da Grande Florianópolis. O item de segurança é fabricado em impressoras 3D do centro, no Laboratório de Fotografia, que foi adaptado para a produção. Na Udesc Joinville, os voluntários do FabLab, ligado a um projeto de extensão do centro, já produziram mais de mil peças dos protetores faciais, também entregues a profissionais da saúde que atuam na cidade.

O Laboratório de Robótica (Labot), da Udesc Alto Vale, também está desenvolvendo esse trabalho com impressoras 3D, assim como a Udesc Faed, que realizou outra contribuição com a doação de luvas descartáveis e álcool para instituições de saúde e segurança pública da Grande Florianópolis.
Já o Laboratório de DNA, da Udesc Lages, também ofereceu seus equipamentos para diagnóstico molecular da Covid-19 ao Laboratório Central (Lacen), do Governo do Estado.

Confira outras ações da universidade

  • Fabricação de mil litros de álcool em gel 70% por professores da área de Química da Udesc Joinville para disponibilização à Defesa Civil;
  • Fabricação de álcool em gel por professores da Udesc Lages para entrega a asilos da cidade e doação de máscaras a equipes de enfermagem;
  • Doação de luvas e máscaras da Udesc Cefid para hospitais da Grande Florianópolis;
  • Estudos de modelagem do crescimento da pandemia no Brasil e em Santa Catarina, com base em análises matemáticas e estatísticas, para ajuda no planejamento de ações por parte das autoridades;
  • Arrecadação de recursos e compra de alimentos e material de higiene para a comunidade da Vila Aparecida por alunos e servidores da Udesc Cefid. Com quase R$ 3 mil doados na primeira etapa, foram distribuídos 47 cestas básicas, 47 fardos de papel higiênico e 47 porções de proteína animal. Nesta segunda-feira, 30, inicia a segunda etapa. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail joris.pazin@udesc.br;
  • O Laboratório de Microbiologia, Imunologia e Biologia Molecular (Labmin), da Udesc Oeste, disponibilizou sua estrutura às autoridades de saúde para auxiliar na condução de testes do novo coronavírus (PCR convencional e RT-PCR);
  • Doação, pela Udesc Oeste, de 14 litros de álcool 70% líquido, luvas descartáveis e 300 máscaras cirúrgicas para a Prefeitura de Pinhalzinho;
  • Professores de Arquitetura e Urbanismo da Udesc Laguna elaboraram uma carta que aponta recomendações para o enfrentamento da pandemia pelas cidades catarinenses no que tange ao ambiente da casa e aos espaços de uso público;
  • A Udesc Planalto Norte, em São Bento do Sul, disponibilizou as instalações do centro de ensino para alojamento de pessoal da área da saúde e possível hospital de campanha;
  • Elaboração de jogo matemático para crianças sobre o novo coronavírus, a partir de um equipamento para imprimir as cartas em casa. Mais informações podem ser obtidas com a aluna Teresa Steffen, pelo e-mail teretromm@hotmail.com;
  • Doação, pela Udesc Oeste, de 160 caixas de luvas descartáveis, 100 máscaras e 24 sachês de álcool em gel à Secretaria de Saúde de Chapecó. O material era dos laboratórios dos cursos de Enfermagem e Zootecnia;
  • Criação do perfil Playground da Matemática, no Instagram, por professores da Udesc Joinville, para postagem de vídeos ensinando atividades às crianças no período de quarentena;
  • A Biblioteca Universitária da Udesc criou uma campanha nas redes sociais para conscientizar a população sobre o que são fake news e como identificá-las, além de recomendar fontes seguras de informação;
  • A técnica Karin Valelli é autora do projeto Dito Efeito Literário (disponível no Youtube e no Spotify), com estímulo à leitura como recurso de autocuidado, manutenção da saúde mental e capacidade crítica;
  • A Udesc Joinville também doou álcool 70% e material de limpeza e higiene para a área de saúde da cidade;
  • O programa de extensão Ritmo e Movimento, da Udesc Cefid, está enviando a seus participantes vídeos com atividades físicas para que as pessoas fiquem ativas durante o período de quarentena;
  • Em Florianópolis, profissionais que atuam nas academias da Udesc estão criando um programa de exercícios voltado a servidores e população em geral para enfrentar a quarentena;
  • O programa de extensão Esag Kids, da Udesc Esag, lançou uma ação para motivar as crianças que estão em casa por conta da suspensão das aulas após a pandemia da Covid-19. A história em quadrinhos "Diário de uma pipa em quarentena" está sendo distribuída por meio dos canais do Esag Kids nas mídias sociais.

Estrutura à disposição do Governo do Estado

A Udesc já colocou à disposição os equipamentos de pesquisa de todas as unidades para auxiliar o Governo de SC no combate à pandemia, por meio de comunicado oficial à Secretaria de Estado da Saúde, assim como os recursos que sejam necessários para utilização dos equipamentos. Isso inclui uma mobilização de professores e pesquisadores da universidade, tanto da graduação como da pós-graduação, para implementar ações.

Paralelamente, o reitor da Udesc, Marcus Tomasi, também entrou em contato com o secretário da Casa Civil de SC, Douglas Borba, para colocar à disposição os prédios da Reitoria e dos centros de ensino da Udesc, além do novo imóvel adquirido pela universidade no Bairro Itacorubi, em Florianópolis, antes pertencente à Oi S.A., para ações necessárias contra o novo coronavírus.

Professores que fazem parte do Grupo Coordenador em Gestão de Riscos e Desastres (Ceped), da Udesc, também já estão trabalhando junto à Defesa Civil de SC para contribuir com os profissionais da área.

Acompanhe as notícias sobre o novo coronavírus

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Mais informações para a imprensa:
Luiz Eduardo Schmitt
Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-8006/8010


Foto: Robson Valverde / SES

O Governo do Estado confirmou na noite desta segunda-feira, 30, a segunda morte pelo novo coronavírus em Santa Catarina. O homem de 68 anos estava internado no Hospital Dona Helena, em Joinville. O caso havia sido confirmado pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) no dia 26 de março.

Ele havia retornado de viagem dos Estados Unidos no dia 18 de março. De acordo com os boletins médicos, o paciente tinha quadro de doença crônica (diabetes).

Esta é a segunda morte por Covid-19 em Santa Catarina. A primeira foi confirmada em 25 de março, de um homem de 86 anos. O estado contabiliza 219 casos da doença. 

O governador Carlos Moisés lamentou a morte em sua rede social: “Deus nos abençoe, proteja e console a família”.

Mais informações para a imprensa:
Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br

 

 


Foto: Cristiano Estrela / Secom

Entre as ações do Governo do Estado para combater a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina está a ampliação e ativação de novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A previsão é liberar, até o fim de maio, 713 novos leitos em todas as regiões catarinenses para atender os casos mais graves da doença. Nas últimas duas semanas, 118 já foram implantados. O Estado também investiu R$ 76 milhões na compra de equipamentos para os leitos, insumos e EPIs para garantir a segurança dos profissionais de saúde.

"A única maneira de evitar um número grande de mortes em Santa Catarina é ter o sistema de saúde pronto para receber os pacientes. Enquanto isso, há necessidade de manter as medidas restritivas. É um remédio amargo, mas o único que temos, recomendado pela OMS e Ministério da Saúde e está sendo adotado por todos os países do mundo. Nenhum país até hoje conseguiu enfrentar essa crise mantendo o sistema de saúde funcionando perfeitamente", frisou o governador Carlos Moisés.

Investimento de mais de R$ 76 milhões em insumos e equipamentos

O Governo de Santa Catarina já fez a encomenda de 230 monitores e 200 ventiladores mecânicos, fundamentais para o atendimento dos pacientes graves. A previsão de entrega é entre abril e maio. Os investimentos do Estado na compra destes equipamentos, insumos e EPIs somam R$ 76 milhões.

Nesta segunda-feira, 30, foram recebidas do Governo Federal 135 mil máscaras de proteção, 600 óculos, 72 frascos de álcool, 270 caixas de luva e 12,3 mil aventais. Ainda há necessidade de mais insumos, uma vez que é necessário proteger trabalhadores de mais de 150 hospitais, 54 unidades de pronto-atendimento, 1.873 unidades básicas de saúde, policiais civis e militares, bombeiros e servidores do sistema penitenciário.

Hospitais vocacionados

Outra medida que está sendo adotada é a definição de um hospital vocacionado para atendimento de pacientes com o novo coronavírus por região. Na Grande Florianópolis é o Hospital Florianópolis e no Sul do estado, o Hospital Regional de Araranguá Affonso Ghizzo. Já no Norte, a unidade referenciada é o Hospital Municipal São José, em Joinville, e na Serra, o Hospital Tereza Ramos, em Lages. No Extremo Oeste, a função fica a cargo do Hospital Terezinha Gaio Basso, de São Miguel do Oeste.

Hospitais filantrópicos também estão sendo sondados para servirem como referência em outras regiões. "Não significa que os demais não atenderão. O que precisamos é ter hospitais vocacionados para receber os casos mais complexos", ressaltou o secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino.

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

"Desde o início da instalação do Centro de Operações de Emergência em Saúde já adotamos medidas para proteger a população de Santa Catarina. No primeiro dia, já bloqueamos 70 leitos de UTI para receber pacientes com a Covid-19, de todos os hospitais. Também avançamos para os chamados leitos extrateto, que são aqueles que os hospitais filantrópicos utilizam para atendimentos privados ou de planos de saúde, mas que podem ser disponibilizados ao Estado, ampliando ainda mais a disponibilidade para mais 46 leitos. A rede de hospitais filantrópicos tem sido uma grande parceira", detalhou o secretário.

Acompanhe as notícias sobre o novo coronavírus

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
Site: www.sc.gov.br


Arte: Secom

Santa Catarina tem 219 casos confirmados e uma morte por Covid-19, conforme boletim divulgado pelo governador Carlos Moisés em coletiva de imprensa neste segunda-feira, 30. O número representa um acréscimo de 11% em relação ao balanço apresentado no domingo. Desse total, há 20 pacientes internados em leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Ao todo, 39 municípios possuem casos confirmados da doença. No boletim atualizado, o município de Pescaria Brava, no Sul do Estado, foi incluído na lista das cidades catarinenes com pacientes infectados. Florianópolis tem o maior número de confirmações até o momento, com 50 casos.

Veja a lista de municípios catarinenses com casos da doença:

Antônio Carlos – 1
Balneário Arroio do Silva – 1
Balneário Camboriú – 9
Blumenau – 14
Braço do Norte – 12
Brusque – 2
Camboriú – 7
Canelinha – 1
Chapecó – 5
Criciúma – 15
Florianópolis – 50
Gaspar – 2
Gravatal – 3
Içara – 1
Imbituba – 5
Indaial – 1
Itajaí – 18
Itapema – 2
Jaguaruna – 2
Jaraguá do Sul – 3
Joinville – 14
Lages – 1
Laguna – 1
Navegantes – 3
Papanduva – 2
Pescaria Brava - 1
Pomerode – 1
Porto Belo – 4
Rancho Queimado – 2
São Francisco do Sul – 1
São José – 10
São Lourenço do Oeste – 1
São Ludgero – 1
São Pedro de Alcântara – 1
Siderópolis – 2
Tijucas – 1
Timbé do Sul – 1
Tubarão – 9
Urussanga – 1
Outros Estados – 5
Outros Países - 3

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Acompanhe as notícias sobre o novo coronavírus

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
Site: www.sc.gov.br


Foto: Divulgação / CBMSC

Um grupo de 20 alunos soldados do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) foi acionado para a realização da logística de materiais hospitalares, para o tratamento do novo coronavírus. A ação foi realizada neste domingo, 29.

Uma equipe foi até a Gerência de Patrimônio, em São José e acondicionou em um caminhão os materiais que seguiram para o Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão. O grupo que estava no município do Sul do estado recebeu e descarregou no hospital.

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

O curso de soldados do CBMSC segue suspenso, em respeito ao decreto do Governo do Estado de isolamento social em função da pandemia. Porém todos os alunos permanecem em regime de prontidão para auxílio ao Estado e ao CBMSC.

Acompanhe as notícias sobre o novo coronavírus

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Informações adicionais à imprensa:
Melina Cauduro
Assessoria de Imprensa
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina - CBMSC
48) 3665-8426 / (48) 98843-4427 / (48) 9 9938-9839
imprensa@cbm.sc.gov.br 

  
Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

O aplicativo PMSC Cidadão, da Polícia Militar de Santa Catarina, está disponibilizando, a partir desta segunda-feira, 30, novas funções de atendimento ao cidadão catarinense em relação ao novo coronavírus, Covid-19. Além do botão de emergência, através do qual se pode acionar a PMSC em qualquer momento, o aplicativo trará informações sobre o que pode ou não abrir nesse período de quarentena de acordo com as medidas do decreto do Governo do Estado.

Segundo o comandante geral da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, a medida visa intensificar as orientações aos cidadãos, que poderão contar com o apoio do aplicativo, disponível para os sistemas Android e iOS para ajudar nesse período de quarentena em SC. "Essa nova função junta-se às demais funcionalidades do aplicativo, colocando ao cidadão a possibilidade de acionar a PMSC em qualquer momento, respeitando as medidas restritivas que estão em vigor", observou.

O PMSC Cidadão estará disponibilizando, através do cadastro de Classificação Nacional de Atividade Econômica (CNAE), quais as atividades que estão permitidas ou proibidas de acordo com o decreto do Governo do Estado. Também repassará quais as regras para o funcionamento das unidades autorizadas a funcionar.

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Assim, o cidadão, o empresário ou o funcionário poderão ter uma orientação mais direta do que fazer para ajudar ainda mais no combate à propagação do novo coronavírus (Covid-19) no estado, conforme destaca Araújo Gomes. "O PMSC Cidadão é um instrumento de fácil acesso", acrescenta.

O PMSC Cidadão, desde o seu lançamento já teve mais de 30 mil downloads. Desde o dia 18 de março, quando foram anunciadas as primeiras medidas restritivas em relação à Covid-19, o app teve 3.108 novos downloads. Neste período, foram geradas quase mil ocorrências e mais de 500 denúncias. "O objetivo do aplicativo é justamente agilizar o registro de uma ocorrência, evitando o colapso no atendimento através do telefone 190", informou Araújo Gomes.

Se não houver sinal de dados ou Wi-Fi na área, o PMSC Cidadão aciona automaticamente o 190. Quem já baixou o aplicativo, para ter acesso às novas funções, deve apenas fazer a atualização do mesmo. 

Acompanhe as notícias sobre o novo coronavírus

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria de Imprensa
Marcelo Passamai
Polícia Militar de Santa Catarina - PMSC
E-mail: ccschefia@pm.sc.gov.br e ccssubchefia@pm.sc.gov.br
Fone: (48) 3229-6920/3229-6921
Site: www.pm.sc.gov.br