Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

A homenagem do Governo do Estado a todas as mulheres

A homenagem do Governo do Estado a todas as mulheres

A força, a esperança, a persistência e a superação. Atributos importantes no trabalho, nos estudos e na vida familiar são destacados na mensagem em vídeo divulgada nas redes sociais e compartilhado em grupos de WhatsApp. Foi a maneira que o Governo de Santa Catarina encontrou para homenagear as mais de 3,6 milhões de mulheres catarinenses

 

Oportunidades

Próximos eventos

Foto: Maurício Vieira/Secom

Santa Catarina registrou, em fevereiro de 2019, o melhor desempenho da história em doações múltiplas de órgãos para o mês. Com quatro procedimentos realizados apenas nos dois últimos dias do mês, a SC Transplantes contabilizou um total de 23 doações no período. Historicamente, o mês de fevereiro tem baixos índices de doações. Os números mais expressivos foram registrados em 2016 e 2017, com 20 ocorrências cada.

O resultado coincide com a destinação do helicóptero de uso exclusivo do governador para o transporte de órgãos e tecidos. A ação foi fruto de um convênio assinado pelo governador Carlos Moisés no dia 6 de fevereiro. Desde então, a aeronave foi utilizada em três oportunidades, incluindo a de quinta-feira passada, quando foram transportados rins para Florianópolis.

A doação de órgãos em Santa Catarina tem registrando resultados expressivos. O número de doadores cresceu desde 2005, com um incremento de 50% na taxa de doadores efetivos nos últimos seis anos.

Na avaliação do secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, a postura do Governo do Estado em abrir mão de uma aeronave que tradicionalmente atendia apenas ao chefe do Executivo consiste em um ato de humanização. “O governador demonstra ter zelo e cuidado com o cidadão catarinense. Essa atitude fomenta o sistema de captação, transporte e doação de órgãos e serve de modelo para as demais unidades da federação”, afirmou o secretário Helton.

O coordenador estadual da SC Transplantes, Joel de Andrade comemorou o melhor desempenho já registrado em mês de fevereiro e ressaltou que o número de doações pode ser ainda maior. Ele voltou a destacar que a agilidade no transporte é fundamental para salvar vidas e elogiou o fato do Poder Público estar tratando o transplante e a doação de órgãos como uma prioridade. “A atitude do Governo do Estado honra a postura do povo catarinense, que é solidário e a favor da doação. Quando governo e sociedade caminham juntos, os resultados logo aparecem”, comentou Andrade.

A sugestão de utilização do helicóptero para esse tipo de transporte partiu da Casa Militar. O órgão é responsável por acionar a aeronave sempre que há soliciação por parte da Secretaria de Estado de Saúde (SES), por meio da SC Transplantes.

Mais informações para a imprensa:
Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br

Foto: James Tavares/Secom/Arquivo

A semana será de temperaturas em elevação em todas as regiões catarinenses, de acordo com a previsão da Epagri/Ciram. Em Florianópolis, as máximas se mantêm acima dos 30°C durante toda a semana, situação que também ocorre em outras cidades, como Blumenau, Criciúma e Joaçaba. Em Joinville, a temperatura pode chegar a 39°C nessa terça-feira, 5.

Um sistema de alta pressão atua sobre o Sul do Brasil, mas uma frente fria se aproxima do litoral nessa terça. Com isso, deve haver pancadas de chuva e trovoadas a partir da tarde. De quarta-feira em diante, as temperaturas seguem em elevação, com possibilidade de pancadas isoladas de chuva de forma entre o período da tarde e noite.

Conforme a Epagri/Ciram, março começa com temperatura de verão. As primeiras massas de ar frio começam a chegar com menos intensidade no fim do mês e em abril, devido ao fenômeno El Niño. A partir de maio, as massas de ar frio no Sul do Brasil são mais abrangentes e podem trazer maior chance de geada em Santa Catarina.

Acompanhe a previsão por município no site da Epagri/Ciram

Segunda-feira (04/03):

Tempo: sol e calor em todas as regiões. Mais nuvens no final da tarde e noite no litoral.
Temperatura: alta.
Vento: nordeste, fraco a moderado.
Sistema: sistema de alta pressão sobre o Sul do Brasil.

Terça-feira (05/03):

Tempo: sol entre nuvens, com pancadas de chuva e trovoadas a partir da tarde, devido a aproximação de uma frente fria nos litorais gaúcho e catarinense.
Temperatura: elevada, mais alta no Oeste devido a maior presença de sol.
Vento: nordeste a noroeste, fraco a moderado com rajadas.
Sistema: sistema de alta pressão sobre o Sul do Brasil e aproximação de uma frente fria.

Quarta, quinta e sexta-feira (06, 07 e 08/03):

Tempo: sol com aumente de nuvens e pancadas de chuva de forma isolada no período da tarde e noite.
Temperatura: em elevação, com sensação de ar abafado.
Vento: nordeste a noroeste, fraco a moderado, mais intenso no litoral.

Fonte: meteorologista Marcelo Martins, da Epagri/Ciram.

O secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, juntamente com sua equipe, recebeu na manhã desta sexta-feira, 1, o Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina. O encontro serviu para apresentar dois projetos que a corporação militar deseja desenvolver em escolas estaduais. Um deles é o Bombeiros Mirim, voltado para alunos do 4°ano do Ensino Fundamental.

"A ideia é repassar para as crianças noções de primeiros socorros e civismo para que possam levar para casa, compartilhar com os pais e crescer com isso", destacou o comandante-geral, Edupércio Pratts.

O segundo projeto tem como objetivo colocar em prática o que diz a Lei Lucas, aprovada, mas ainda não sancionada, que prevê que todos os professores realizem curso de primeiros socorros: "Estamos construindo um curso em EAD que será aberto a toda sociedade. E queremos a parceria com a educação para que ele chegue aos professores", destaca o subcomandante-geral, Charles Alexandre Vieira.

Segundo Uggioni, os projetos vêm ao encontro do que a SED está trabalhando tanto para alunos como para professores. "Queremos oportunizar aos nossos estudantes novos cursos para seu desenvolvimento intelectual e que sirva de formação para a sua vida. Este é um caminho e a parceria é muito bem vinda também para formação dos professores", destaca. Um equipe de trabalho será montada entre a SED e os Bombeiros para alinhamentos dos projetos para serem colocados em prática.

Informações à imprensa
Edinéia Rauta - (48) 3664-0353 / 9980-3136
Dafnée Canello - (48) 3664-0347 / 996826562
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
Site: www.sed.sc.gov.br
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação - SED

 Foto: James Tavares/Secom

O Governo de Santa Catarina estuda criar um conselho executivo para debater a questão energética. A novidade foi anunciada pelo governador Carlos Moisés após uma audiência com representantes da indústria carbonífera do Sul do Estado na tarde desta sexta-feira, 01. A criação do grupo pode ser incluída no projeto de reforma administrativa a ser enviado à Assembleia Legislativa. Segundo o governador, a iniciativa é necessária para manter o setor na pauta governamental.

“Entendemos que é preciso estabelecer políticas públicas para o setor carbonífero, mas não só para ele e, sim, para todo tipo de energia. Precisamos fortalecer o setor, trazer novas tecnologias que causem menos impacto ambiental. Resumindo: o governo entende que deve incentivar a política e criar um conselho estadual de Minas e Energia e vincular isso a uma secretaria específica. Estamos em tempo de propor isso na reforma administrativa para que possamos contemplar a atividade e manter esse segmento na pauta do governo”, afirmou Moisés, acrescentando que o conselho deve ser paritário, com a participação de representantes do Governo e do setor produtivo.

Durante o encontro, o presidente da Associação Brasileira do Carvão Mineral, Fernando Luiz Zancan, fez uma explanação ao governador e ao secretário da Fazenda, Paulo Eli, sobre os desafios no curto, médio e longo prazo. Atualmente, Santa Catarina produz aproximadamente sete milhões de toneladas de carvão e o setor carbonífero gera cerca de 20 mil empregos diretos e indiretos no Estado.

“Foi uma reunião extremamente produtiva. O governador foi bastante positivo no sentido de imediatamente procurar estruturar um conselho que venha orientar as políticas públicas, ligando os três estados do Sul, que têm o carvão como seu principal elo de ligação no setor de energia”, destacou Zancan.

Informações adicionais para a imprensa
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC 

Visita a PCH Volta Grande, em Rio Negrinho - Foto: Defesa Civil/SC

O Governo do Estado de Santa Catarina realiza, por meio da Secretaria da Defesa Civil, a fiscalização de barragens no território catarinense. A ação faz parte da política do Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD) de identificação de possíveis riscos no estado. Nesta nova fase, que inicia em março, as ações preventivas se intensificam com a atualização de informações sobre estas estruturas.

As visitas às barragens serão realizadas pelos coordenadores regionais, que farão a coleta de dados. Dentre os pontos analisados estão a identificação da existência do Plano de Ação de Emergência (PAE) e obtenção de cópia dos Planos para análise sobre a efetividade da mesma. Também será verificada a preparação das comunidades para as execuções.

"Um relatório já está sendo preparado pela Secretaria de Desenvolvimento Sustentável (SDS) desde ano passado sobre a identificação das estruturas de barragens em Santa Catarina. Agora, em paralelo, vamos verificar as obrigações em relação à segurança e preparação das comunidades", explicou o secretário da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Júnior.

Segundo ele, o Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC) também está finalizando uma norma técnica de segurança sobre o assunto. "Isso mostra a preocupação do Governo do Estado com todos os fatores que podem colocar a população em risco", completou.

Está prevista a visita técnica em cerca de 136 estruturas, mas o diretor de Monitoramento Gestão e Desastres da SDC, TC Sandro Nunes, não descarta a possibilidade da existência de barragens não identificadas pela Agência Nacional das Águas: "O último relatório da ANA foi realizado em 2017 e as informações são fundamentais para o planejamento das ações dos municípios e da população catarinense".

De acordo com a destinação do uso da barragem, existe um órgão federal específico que fiscaliza a estrutura. No caso de captação de água para consumo humano, animal ou agricultura, a responsabilidade é da Agência Nacional das Águas (ANA). As estruturas para o descarte de minério ficam a cargo da Agência Nacional de Mineração (ANM) e as estruturas usadas para a produção de energia elétrica ficam subordinadas a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Informações adicionais para a imprensa
Flávio Vieira Júnior
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - SDS
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889 / 99651-5888
E-mail: defesacivilsc@gmail.com
Site: www.defesacivil.sc.gov.br

Página 14 de 410

Conecte-se