Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Com a Palavra, o Governador - 16 de fevereiro de 2018

Com a Palavra, o Governador - 16 de fevereiro de 2018

O Governador Raimundo Colombo fala sobre sua licença, o período de transição que se aproxima e um análise geral sobre o estado e o governo

Oportunidades

Próximos eventos


Foto: PC/SC

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Crimes Contra o Patrimônio Público da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DCCPP/Deic) e Delegacia da Comarca de Laguna, em conjunto com o Ministério Público, deflagraram nesta terça-feira, 21 a operação Seival.

Ao todo, 76 ordens judiciais - sendo sete prisões preventivas, seis prisões temporárias, 25 mandados de condução coercitiva e 38 mandados de busca e apreensão - estão sendo cumpridas por 90 policiais civis na região de Laguna. As medidas cautelares foram expedidas pela Vara Criminal de Laguna e são frutos de investigação de três inquéritos conduzidos pela Polícia Civil catarinense.

>>> Galeria de fotos

No primeiro inquérito policial, apurou-se que um grupo de empresários frustraram o caráter competitivo de duas licitações, mediante ajuste prévio dos preços ofertados. Com o aprofundamento das investigações, descortinou-se uma organização criminosa na cidade de Laguna, que atua na área de licitações, especificamente, na realização de obras e fornecimento de materiais, e que possui entre os seus integrantes, um vereador da cidade, que foi licenciado do cargo para exercer a função de secretário municipal.

Durante o exercício do cargo de secretario municipal, o vereador que teve sua campanha financiada pela organização criminosa, praticou atos ilícitos para atender exclusivamente interesses privados em detrimento do interesse público, inclusive articulou para obter licitações em benefício do grupo, bem como intermediou junto à Secretária da Fazenda para liberação de dinheiro após a realização de obras ou serviços.

Há indicativos que um dos empresários do grupo criminoso teria sido beneficiado com o recebimento de valores da Prefeitura Municipal, em clara ofensa ao artigo 89 da Lei de Licitações, referente ao fornecimento de materiais de construção para a Secretária de Obras por meio de um decreto emergencial em razão das chuvas ocorridas em dezembro de 2016. A intermediação desse pagamento se deu pelo vereador citado e pertencente ao grupo criminoso, que à época era secretário municipal.

No segundo inquérito policial, apurou-se que esse mesmo vereador, no período que atuou como secretário municipal, fraudou um certame de sua pasta. Segundo as apurações, o investigado não apenas ordenou para que seus subordinados aprovassem os candidatos por ele indicados, como também vazou informações sigilosas, a fim de garantir suas respectivas aprovações.

Os candidatos beneficiados já possuíam prévio vínculo com a secretaria ou com o então titular da pasta, tendo sido aprovados em uma avaliação prática bastante obscura, sendo que sequer atendiam os requisitos mínimos para o exercício do cargo.

Já o terceiro inquérito teve início com uma denúncia anônima, advinda da própria população, que observava as constantes fraudes que ocorriam no município. Com base nas investigações, foi possível comprovar os constantes desvios de materiais, que deveriam ser utilizados na reforma de um colégio local, para uma obra particular de um influente agente político da cidade.

Além disso, com o desenrolar das investigações, diversos outros delitos foram descobertos, sendo que, todos eles, possuem envolvimento de políticos locais, os quais agiam na surdina e mediante recebimento de propina para beneficiar alguns amigos ou funcionários, sempre em detrimento da administração pública lagunense.

A Operação Seival é coordenada pela Polícia Civil catarinense, por meio da Divisão de Crimes Contra o Patrimônio Público da Diretoria Estadual de Investigações Criminais e 18ª Delegacia Regional da Comarca de Laguna, em conjunto com o Ministério Público, por meio da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Laguna, e conta com o apoio de todas as divisões da Deic e Delegacias Regionais de Tubarão, Araranguá e Criciúma.

Atenção, jornalistas: Será realizada uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira, 22, às 10h, na sede da Deic, na Rua Tijucas, 92, Balneário Estreito, em Florianópolis, para mais detalhes sobre a operação.

Informações adicionais para a imprensa
Clarissa Margotti
Assessoria de Imprensa
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-2313 / 99968-9600
Site: www.policiacivil.sc.gov.br


Fotos: Jaqueline Noceti/Secom

O governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira entregaram na noite desta segunda-feira, 20, na Casa d'Agronômica, na Capital, a Medalha do Mérito Anita Garibaldi ao arcebispo de Florianópolis, Dom Wilson Tadeu Jönck. A honraria é concedida a pessoas físicas ou jurídicas, nacionais e estrangeiras, que, no campo de suas atividades, tenham contribuído direta ou indiretamente para o engrandecimento do Estado.

>>> Galeria de fotos

“O nosso arcebispo é um líder espiritual muito importante. Uma pessoa que a gente admira, se apega, se encanta e se sente seguro. Isso eu ouço dos catarinenses. A sua liderança na igreja católica e no campo espiritual sobre todos nós faz com que ele seja uma grande referência. Como é bom poder fortalecer esse potencial através da Medalha Anita Garibaldi, que é a maior condecoração de Santa Catarina”, disse Colombo.

Na ocasião, o governador entregou o decreto e o diploma alusivo à outorga da medalha do mérito. O vice entregou uma réplica da fachada da casa onde Anita Garibaldi viveu em Laguna, Sul de Santa Catarina.

“Dom Wilson tem um trabalho comunitário extremamente importante em Santa Catarina. Ele tem uma vivência internacional e contribuiu muito na evangelização, na formação das pessoas e nos bons exemplos. Essa medalha faz jus a um homem que se dedicou a fazer o bem”, destacou o Eduardo Moreira.

Para o arcebispo, receber a honraria é motivo de orgulho e também um reconhecimento pelo papel da Igreja em Santa Catarina. “É uma homenagem a tudo que a Igreja realiza em cada cidade e por ela fazer parte da vida das pessoas. Pela posição que ocupo, acolho essa medalha como reconhecimento de tudo isso”, disse.

Nascido em Vidal Ramos no dia 10 de julho de 1951, Wilson Tadeu Jönck fez sua profissão religiosa na Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus (Dehonianos), em 2 de fevereiro de 1972. Em 17 de dezembro de 1977, foi ordenado sacerdote.

Fez os estudos secundários no Seminário Menor São José, em Rio Negrinho, nos anos de 1963 e 1964 e, depois, na cidade de Corupá. Cursou Filosofia no Convento Sagrado Coração de Jesus na cidade de Brusque, nos anos de 1972 e 1973; e Teologia no Instituto Teológico Sagrado Coração de Jesus, em Taubaté (SP), de 1974 a 1977. Formou-se em Educação na Faculdade de Filosofia, em Varginha (MG), nos anos de 1979 a 1981. Obteve licenciatura em Psicologia mediante estudos na Universidade Gregoriana de Roma, de 1986 a 1990.

Em 11 de junho de 2003, foi nomeado bispo titular de Gemellae in Byzacena e auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro. No dia 26 de maio de 2010, foi nomeado quinto bispo da Diocese de Tubarão e, em 28 de setembro de 2011, nomeado arcebispo metropolitano de Florianópolis.

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Ricardo Lunge / ADR Blumenau

Nesta segunda, 21, na Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) Blumenau, foi realizada uma coletiva de imprensa para repassar as informações sobre as inscrições do Colégio Militar de Blumenau, que foi nomeado Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires – Unidade Pedro II. O secretário executivo, Emerson Antunes, a diretora do Colégio Militar, major Patrícia Maccari e o comandante do 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Jefferson Schmidt, responderam a dúvidas dos jornalistas e pais presentes.

As inscrições serão gratuitas e realizadas on-line, no site da Polícia Militar de Santa Catarina. O edital das inscrições será divulgado no decorrer desta semana. após abertas, os pais/responsáveis têm no máximo cinco dias para fazer a inscrição do aluno. Após inscrever o pai/responsável recebe um número que servirá para o sorteio, que terá a data informada no edital quando lançado esta semana. A major Maccari antecipou que já estão definidos o local e o horário, no 10º BPM às 19h, para que a maior quantidade possível de pais/responsáveis participem.

Para Blumenau, está definida uma porcentagem de 60% de vagas para militares (bombeiros e policiais) e 40% para civis. Segundo a diretora, major Patrícia Maccari, em um levantamento realizado na região, não existem militares com filhos na idade escolar para preenchimento destas vagas. “Caso esta expectativa se confirme, aumenta o número de vagas para civis”, analisou.

Outro ponto que a diretora ressaltou foi de que não há mensalidade dos alunos. “O ensino é 100% gratuito. O único ônus dos pais é a compra dos uniformes, que são adquiridos por empresas que já confeccionam para as outras unidades do estado”, esclareceu Maccari.

Expectativa

Apresentadas as informações para as inscrições do Colégio Militar de Blumenau

A mãe Shaiana Lana Lisboa e a filha Eduarda Lisboa, 11 anos, participaram do encontro. Ao ser perguntada porque quer estudar no Colégio Militar, Eduarda destacou a organização. “É muito legal, vamos ter uma ideia melhor de disciplina e organização”. Já a mãe estava na expectativa. ”Eu penso que é uma educação melhor, quero muito que a minha filha estude no Colégio Militar. Minha expectativa é que ela seja sorteada”, finalizou.

Informações adicionais para a imprensa:
Ricardo Lunge
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Blumenau
E-mail: imprensa@bnu.adr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3378-8175 / 99232-6300
Site: sc.gov.br/regionais/blumenau


Foto: Divulgação / SAR 

Secretaria da Agricultura chega ao fim do ano com 687 equipamentos agrícolas cedidos para 173 municípios catarinenses. Os investimentos para aquisição de tratores, carretas agrícolas, ensiladeiras, entre outros passaram de R$ 20,3 milhões.

Os recursos para aquisição dos equipamentos são da Secretaria da Agricultura, que passam de R$ 13 milhões, ou de convênios com o Governo Federal, que chegam a R$ 7,23 milhões. Entre as máquinas repassadas para os municípios estão tratores, ensiladeiras, kits fenação, roçadeiras, carretas agrícolas, plantadeiras e conjuntos de inseminação artificial.

Os equipamentos são adquiridos pela Secretaria da Agricultura e posteriormente cedidos para os municípios. O secretário da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, explica que essa é uma forma de usar melhor o recurso público já que são compradas grandes quantidades de equipamentos e os preços são melhores, além de contar com a contrapartida do Governo do Estado. “Nós conseguimos bons preços e damos a contrapartida. Cabe ao município atender as demandas dos agricultores no interior do Estado. É um exemplo do bom uso do dinheiro público”, ressalta.

Sopelsa destaca ainda a importância do setor agropecuário para a economia catarinense e os bons frutos colhidos pelo setor. “Nós não cansamos de repetir o quanto nos orgulhamos dos produtores rurais catarinenses. É impressionante que um Estado com 1,12% do território nacional seja o maior produtor de suínos, cebola e maçã o segundo maior produtor de aves. Tudo isso conquistado com o suor dos nossos agricultores e pecuaristas, numa parceria com a iniciativa privada, Governo do Estado e Governo Federal”.

A última entrega de equipamentos aconteceu nesta segunda-feira, 20, quando mais nove tratores foram cedidos para os municípios de Camboriú, Luzerna, Sul Brasil, Nova Itaberaba, São Bonifácio, Morro da Fumaça, Vitor Meireles, Lages e Massaranduba. As máquinas foram adquiridas em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), via emenda parlamentar, num investimento de R$ 717,2 mil.

Representando os municípios atendidos, o prefeito de Vitor Meireles, Bento Silvy, afirmou que esse é um momento importante para os pequenos municípios catarinenses. “Os pequenos municípios ajudam a construir a riqueza do país. E esses equipamentos serão úteis para fortalecer a agricultura familiar, base da economia de muitas cidades do nosso Estado”.

Informações adicionais:
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca
imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48)-3664-4417/ (48) 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br
www.facebook.com/AgriculturaePescaSC/


Comércio foi o setor que mais gerou vagas - Foto: Julio Cavalheiro / Secom

Santa Catarina manteve a quantidade de empregos gerados em outubro em relação ao mês anterior segundo balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, divulgado na tarde desta segunda-feira, 20. Foram 8,6 mil novas vagas de trabalho com carteira assinada, ficando em quarto lugar no ranking brasileiro atrás de Alagoas, São Paulo e Pernambuco. No Brasil, foram 76.599 postos de trabalhos.

Entre os setores de destaque ficou em primeiro lugar o comércio (3.204), seguido da indústria (2.717) e de serviços (1.728). A agropecuária também ficou em destaque com a geração de 1.160 novas vagas. Em 2017 o Estado gerou 46.170 novas vagas com carteira assinada em todas as áreas.

O governador Raimundo Colombo comemorou mais uma vez a posição de Santa Catarina na geração de empregos. “Estamos no caminho certo do desenvolvimento e isso é reflexo da força dos catarinenses, que em apenas 1% do território nacional, mostra que é possível manter o crescimento e estar entre os primeiros do país”.

Na última sexta-feria, 17 a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), realizada pelo IBGE mostrou que Santa Catarina tem a menor taxa de desemprego do Brasil. De acordo com o estudo o índice de desemprego no Estado é de 6,7%. A pesquisa refere-se ao 3º trimestre de 2017.

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC



Página 70 de 264